HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE  DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO                PAULO             INSTITUTO DO CORAÇ...
Introdução   A glicemia da admissão está associada a maior mortalidade em    pacientes com síndrome coronariana aguda (SC...
Casuística e Métodos       Pacientes acima de 18 anos admitidos consecutivamente em        Serviço de Emergência com diag...
Características clínicas e laboratoriais                     Glicemia                                                     ...
Desfechos - Glicemia               *
Desfechos - Glicemia%                                    *    *p < 0,05                *
Curva sensibilidade vs especificidade
Mortalidade glicose
Eventos combinados glicose
Características clínicas e laboratoriais                   BNPTabela 2                 Todos         BNP < 300 BNP ≥ 300  ...
Desfechos - BNP%    *                        *p < 0,05         *                    *
Desfechos - BNP%                                 *    *p < 0,05                *
Curva sensibilidade vs especificidade
Mortalidade BNP
Eventos combinados BNP
Curva ROC glicemia vs BNP                                               Valor AUC Sens        Esp (%) VPP      VPN      Ac...
Correlações fatores laboratoriais                                 Coeficiente de correlaç ão deFator 1       Fator 2     P...
Seguimento até 30 meses                                Hazard    Inferior    SuperiorSeguimento                       rati...
Conclusões   Este estudo sugere que a hiperglicemia é um fator de risco    independente de mortalidade hospitalar em IAMS...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bnp e glicemia da admissão como preditores de eventos no infarto do miocárdio sem supradesnivelamento do st

471 visualizações

Publicada em

67o. Congresso Brasileiro do Cardiologia

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Bnp e glicemia da admissão como preditores de eventos no infarto do miocárdio sem supradesnivelamento do st

  1. 1. HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DO CORAÇÃOBNP e glicemia da admissão como preditores de eventos no infarto do miocárdio sem supradesnivelamento do ST.* Autores: Júlio Yoshio Takada Rogério Bicudo Ramos Soane Mota dos Santos Solange Desiree Avakian José Antonio Franchini Ramires Antonio de Pádua Mansur *Não há conflitos de interesse
  2. 2. Introdução A glicemia da admissão está associada a maior mortalidade em pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA), mesmo na ausência de diabetes; O peptídeo natriurético cerebral do tipo B (BNP) está associado ao prognóstico hospitalar e de longo prazo nas SCA sem supradesnivelamento do ST; Não há estudos na literatura comparando a capacidade de predição de mortalidade da glicemia e do BNP no infarto do miocárdio (IAM) sem supradesnivelamento, no curto e longo prazos.
  3. 3. Casuística e Métodos Pacientes acima de 18 anos admitidos consecutivamente em Serviço de Emergência com diagnóstico de IAM sem supradesnivelamento do ST; Análise em dois grupos: glicemia de admissão <ou ≥ 200 mg / dL , BNP <ou ≥ 300 pg / mL; Curva “receiver operating characteristic” (ROC):  Área sob a curva (AUC); sensibilidade; especificidade; valor preditivo positivo, valor preditivo negativo; acurácia. Desfechos: morte hospitalar e internação prolongada; morte ou reinternação hospitalar por causas cardíacas.
  4. 4. Características clínicas e laboratoriais Glicemia Glicemia ≥Tabela 1 Todos Glicemia < 200 200 pPacientes, n (%) 96 77 (80,2) 19 (19,8)  Idade (anos) 65,1 (11,7) 64,9 (12,0) 65,7 (10,7) 0,791Homens, n (%) 64 (66,7) 59 (76,6) 5 (26,3) <0,001Dor torácica, n (%) 84 (87,5) 71 (92,2) 13 (68,4) 0,005Diabetes mellitus, n (%) 48 (50) 30 (38,9) 18 (94,7) <0,001BNP (pg/mL) 358,3 (381,0) 283,7 (339,3) 660,8 (399,4) <0,001Hemoglobina (g/dl) 13,5 (2,1) 13,9 (1,9) 11,8 (2,2) <0,001Creatinina (mg/dl) 1,33 (1,00) 1,20 (0,48) 1,81 (1,98) 0,016Troponina I (ng/ml) 25,8 (40,6) 26,5 (41,9) 23,1 (35,6) 0,741Fração de ejeção (%) 44,7 (15,3) 46,4 (14,3) 39,4 (17,4) 0,083Killip > I, n (%) 19 (19,8) 10 (13,0) 9 (47,4) <0,001
  5. 5. Desfechos - Glicemia *
  6. 6. Desfechos - Glicemia% * *p < 0,05 *
  7. 7. Curva sensibilidade vs especificidade
  8. 8. Mortalidade glicose
  9. 9. Eventos combinados glicose
  10. 10. Características clínicas e laboratoriais BNPTabela 2 Todos BNP < 300 BNP ≥ 300 pPacientes, n (%) 96 63 (65.6) 33 (34.4)  Idade (anos) 65.1 (11.7) 62.9 (11.1) 69.2 (12.0) 0.012Dor torácica, n (%) 84 (87.5) 62 (98.4) 22 (66.7) <0.001Diabetes mellitus, n (%) 48 (50) 25 (39.7) 23 (69.7) 0.005Hemoglobina (g/dl) 13.5 (2.1) 14.1 (1.8) 12.4 (2.2) <0.001Creatinina (mg/dl) 1.33 (1.00) 1.11 (0.39) 1.76 (1.55) 0.002Troponina I (ng/ml) 25.8 (40.6) 20.0 (32.7) 36.9 (51.2) 0.056Glicemia (mg/dl) 152.4 (100.0) 120.2 (46.9) 213.9 (139.6) <0.001Fração de ejeção (%) 44.7 (15.3) 49.3 (14.6) 37.9 (13.9) 0.001Killip > I, n (%) 19 (19.8) 4 (6.3) 15 (45.5) <0.001
  11. 11. Desfechos - BNP% * *p < 0,05 * *
  12. 12. Desfechos - BNP% * *p < 0,05 *
  13. 13. Curva sensibilidade vs especificidade
  14. 14. Mortalidade BNP
  15. 15. Eventos combinados BNP
  16. 16. Curva ROC glicemia vs BNP Valor AUC Sens Esp (%) VPP VPN AcurTabela 3 P* (%) (%) (%) (%)Mortalidade hospitalar            0,411Glicemia (mg/dL) 200 0,819 71,4 84,3 26,3 97,4 83,3BNP (pg/mL) 300 0,748 71,4 68,5 15,2 96,8 68,7Mortalidade hospitalar e/ou permanência ≥ 10 0,339diasGlicemia (mg/dL) 200 0,697 48,0 90,1 63,2 83,1 79,2BNP (pg/mL) 300 0,760 64,0 76,1 48,5 85,7 72,9Morte no seguimento e/ou reinternaç ão 0,343Glicemia (mg/dL) 200 0,524 15,7 84,3 42,9 57,3 55,1BNP (pg/mL) 300 0,463 34,2 70,6 46,4 59,0 55,1
  17. 17. Correlações fatores laboratoriais Coeficiente de correlaç ão deFator 1 Fator 2 P PearsonGlicemia BNP <0,001 0,381Glicemia Creatinina 0,140 0,153Glicemia Hemoglobina <0,001 0,413BNP Creatinina 0,004 0,292BNP Hemoglobina <0,001 -0,348Hemoglobina Creatinina 0,008 -0,273
  18. 18. Seguimento até 30 meses Hazard Inferior SuperiorSeguimento ratio limit 95% limit 95% p TipoGlicemia <200 vs ≥ 200 mg/dL 0,356 0,128 1,062 0,041 Mortalidade 30 mesesGlicemia <200 vs ≥ 200 mg/dL 0,578 0,310 1,141 0,092 Eventos combinados 30 mesesHipertensão Arterial não vs sim 2,282 0,993 5,245 0,086 Eventos combinados 30 meses
  19. 19. Conclusões Este estudo sugere que a hiperglicemia é um fator de risco independente de mortalidade hospitalar em IAMSSST e tem uma curva ROC favorável à sua adoção, em relação ao BNP; Embora sejam fracos preditores de eventos combinados hospitalares, tanto hiperglicemia como BNP foram fatores de risco independentes para óbito ou tempo de internação maior que 10 dias; No longo prazo, a hipeglicemia acima de 200 mg/dL foi associada a maior mortalidade em 30 meses.

×