Revelação biblica

673 visualizações

Publicada em

muito importande saber sobre a revelação biblica

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
673
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revelação biblica

  1. 1.  A BIBLIA COMO A PALAVRA DE DEUS.  A CLAREZA DA REVELAÇÃO DA ESCRITA.  A SUPREMACIA DA BIBLIA EM MATERIA DE FÉ E PRÁTICA.  O QUE É AUTORIDADE BIBLICA?
  2. 2. TESTEMUNHO DA BIBLIA A RESPEITO DE SUA AUTORIDADE. A COMPLETUDE DA BIBLIA. COMO INTERPRETAR A REVELAÇÃO ESCRITA DE DEUS. COMO INTERPRETAR A BIBLIA CORRETAMENTE PRINCIPIOS DE INTERPRETAÇÃO. DIFICULDADES BIBLICAS.
  3. 3. PESQUISA REALIZADA EM 2005 DESCOBRIU -SE  93 % DAS RESIDÊNCIAS PESQUISADAS POSSUEM UM OU MAIS EXEMPLARES DA BIBLIA.  12% DOS ENTREVISTADOSGARANTIRAM LER AS ESCRITURAS TODOS OS DIAS.  57% CONFESSARAM QUE PASSARAM MAIS DE UMA SEMANA SEM LER A BIBLIA.  31% ACREDITAM QUE O DITO POPULAR “ DEUS AJUDA A QUEM CEDO MADRUGA” ESTÁ NAS PAGINAS DA BIBLIA. 
  4. 4.  48% ACREDITAM QUE O LIVRO DE TOMÉ – UM TEXTO APOCRIFO –É UM DOS 66 LIVROS QUE COMPÕE A BIBLIA CRISTÃ.  52% NÃO SABIAM QUE EXISTE O LIVRO DE JONAS.  58 % DESCONHECEM QUEM PREGOU O SERMÃO DO MONTE.
  5. 5.  O QUE É REVELAÇÃO: É O ATO PELA QUAL DEUS TORNA-SE CONHECIDO PELOS HOMENS.  Teologia. Ato pelo qual Deus fez saber aos homens os seus mistérios, sua vontade, a princípio no momento da criação, depois por Moisés e os profetas, e finalmente por Jesus Cristo.  O QUE É INSPIRAÇÃO? ELA DIZ RESPEITO AO MODO COMO OS HOMENS RECEBEM E TRANSMITEM ESSAS REVELAÇÕES.  Religião. Sopro de origem divina que, para os cristãos, teria conduzido os escritores da Bíblia. Ação ou efeito de inspirar, de deixar passar o ar pelos pulmões.
  6. 6. A BIBLIA COMO A PALAVRA DE DEUS.  O SENHOR SE REVELA Á HUMANIDADE PELA SUA MAJESTOSA CRIAÇÃO, SEM LINGUAGEM E SEM FALA. SL 19. 1-3 Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.  2 Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.  3 Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz.  ROMANOS 1,20 AS COISAS INVISIVEIS.
  7. 7.  ELE SE REVELA AOS HOMENS TAMBÉM ATRAVEIS DE SUA CONSCIÊNCIAS..... QUER A CUSANDO OU DEFENDENDO. ( RM 2,14,15 )  MAS A REVELAÇÃO MAIS CLARA E COMPREENSIVEL DO SENHOR SÃO AS ESCRITURAS, DA PALAVRA DE DEUS.  DESEJOSO DE SALVAR A TODOS ELE APELA PARA OS SENTIMENTOS HUMANO. ( 1TM 2,4 )  A PALAVRA DO SENHOR É SUPERIOR A REVELAÇÃO E NÃO PODE SER CONTESTADA POR NINGUÉM. SL 138 ,2 2 Inclinar-me-ei para o teu santo templo, e louvarei o teu nome pela tua benignidade, e pela tua verdade; pois engrandeceste a tua palavra acima de todo o teu nome.
  8. 8. II A CLAREZA DA REVELAÇÃO ESCRITA  QUEM SE PÕE A LER AS PROFESSIAS DE NOSTRADAMUS, SE DEPARA COM UMA EMARANHADA DE PALAVRAS, FRASES E ORAÇÕES SEM QUALQUER NEXOS.  QUEM ERA NOSTRADAMUS. Michel de Nostredame ou Miquèl de Nostradama1 , apotecário e médico da Renascença que praticava a alquimia (como muitos dos médicos do século XVI). Ficou famoso por sua suposta capacidade de vidência. Sua obra mais famosa, "As Profecias", é composta de versos agrupados em quatro linhas (quadras), organizados em blocos de cem (centúrias); algumas pessoas acreditam que estes versos contém previsões codificadas do futuro2 .
  9. 9.  EIS PORQUE OS CHARLATÃES, APROVEITANDO- SE DA IGENUIDADE DAS GENTES CRÉDULA, JOGAM COM AQUELES VERSOS A FIRMANDO QUE NOSTRADAMUS É SEMPRE ATUAK. MAS NA REALIDADE, QUEM ENTENDE AQUELAS CIPOIAS?  O MAS PRÓXIMO FILHO DO ANCIÃO O ATIGIRÁ,MUITO GRANDE ALTURA ATÉ ONDE O REINO DO PREVILEGIADO.TODO MUNDO TEMERA A GLORIA FEROZ DELE.MAS AS CRIANÇAS DELE SERÃO JOGADA FORA DO REINO.
  10. 10.  NO BRASIL, ONDE O MISTICISMO FAZ PARTE DE NOSSO ATRIBULADO CONTIDIANO, NOSTRADAMUS E SEUS CONGÊNERES NUNCA FORAM TÃO ESTUDADOS.  O QUE SIGNIFICA MISTICISMO. Tendência para crer em entidades ou forças sobrenaturais. Crença de que uma pessoa se consegue comunicar com uma entidade espiritual e/ou receber mensagens desta. Inclinação para viver de modo contemplativo (absorvido em pensamentos); ascetismo. (Etm. místico + ismo/ pelo francês: mysticisme)
  11. 11.  A BIBLIA PORÉM , É CLARA E CRISTALINAMENTE SIMPLES; AS SUAS PROFECIAS NÃO SE ESCONDEM EM POSSIBILIDADES MOSTRAM- SE EM CUMPRIMENTO E REALIZAÇÕES.  O TESTEMUNHO DA BIBLIA QUANTO A SUA CLAREZA. NAS ESCRITURAS, DEPARAMOS-NOS COM MUITOS TESTEMUNHOS A CERCA DE SUA CLAREZA.  SALMOS 19,7 . SALMOS 138.130. DEUTERONÕMIO6.6,7.  ORA SE A CRIANÇA É CAPAZ DE ENTENDER A PALAVRA DE DEUS, COMO UM ADULTO ILUSTRADO NÃO A ENTENDERÁ? ALIÁS, É A BIBLIA TÃO SIMPLES QUE PARA COMPREENDÊ-LA É MISTER QUE NOS FAÇAMOS COMO AS CRIANÇAS ; UM CORAÇÃO PURO , OUÇAMOS A VOZ DO SENHOR..
  12. 12. III- A SUPREMACIA DA BIBLIA EM MATÉRIA DE FÉ E PRÁTICA.  “ A AUTORIDADE DE BIBLIA NÃO PROVÉM DA CAPACIDADE DE SEUS AUTORES HUMANOS, MAS DO CARÁTER DE SEU AUTOR” .  SE AUTORIDADE DA BIBLIA É ABSOLUTA, COMO HAVEREMOS DE QUESTIONÁ-LA? SE A NOSSA AUTORIDADE É LIMITADADA, A DA BIBLIA NÃO CONHECE LIMITES;  O QUE É AUTORIDADE BIBLICA?  ORIUNDA DO VOCÁBULO LATINO AUTORITATEM, ESTA PALAVRA SIGNIFICA : DIRETO ABSOLUTO E INQUESTIONÁVEL.  NO DICIONARIO CPAD .PODER ABSOLUTO E INQUESTIONAVEL REIVINDICADO DEMOSTRADO E SUSTENTADO PELA BIBLIA EM MATERIA DE FÉ E PRATICA.
  13. 13. TESTEMUNHO DA BIBLIA A RESPEITO DE SUA AUTORIDADE :  A PALAVRA DE DEUS DIZ: respondereis: “O que se deve fazer é consultar a lei e os ensinamentos!” Se eles não falarem de acordo com esta palavra, certamente jamais poderão ver a luz! ( IS 8,20 )  21 E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda. ( IS 30.21 ) .
  14. 14.  1ª CO 14.37 Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor.  UMA DAS MAIORES VIRTUDES DA REFORMA PROTESTANTE FOI RESGATAR,NO SEIO DA CRISTANDADE, A SUPREMACIA DA BIBLIA SAGRADA EM MATÉRIA DE FÉ E PRÁTICA. A TER ENTÃO SE RENEGAVA A DOUTRINA DOS APOSTOLOS E DOS PROFETAS, COLOCANDO A TRADIÇÃO DA IGREJA CATÓLICA ROMONA ACIMA DAS SAGRADAS ESCRITURAS.
  15. 15. IV A COMPLETUDE DA BIBLIA  HÁ DUAS VERDADES QUANTO ÁS ESCRITURAS SAGRADAS QUE ANDAM DE MÃOS DADAS: SUA AUTORIDADE E COMPLETUDE; É IMPOSSIVEL DISSOCIA-LAS .  A PRIMEIRA: É A PALAVRA FINAL EM MATERIA DE FÉ E PRÁTICA ;  A SUGUNDA: ADMITE QUAISQUER AUTORIDADES QUE CONTRARIEM A BIBLIA , QUER DIMINUINDO- LHE A REVELAÇÃO, QUER ACRESCENTANDO OUTROS DADOS ALÉM DAQUELES QUE NOS FORAM APRESENTADOS PELO SENHOR ATRAVÉIS DA INSPIRAÇÃO DO ESPIRITOSANTO.
  16. 16.  O QUE SIGNIFICA COMPLETUDE. É AQUILO QUE PELA EXCELÊNCIA DE SUAS QUALIDADES, SASTIFAZ PLENAMENTE, NÃO ADMITINDO ACRÉSCIMOS NEM DIMINUIÇÕES; É AQUILO QUE É SUFICIENTE POR SI MESMO.  O TEXTEMUNHO DA BIBLIA QUANTO Á SUA SUFICIÊNCIA. DESSA FORMA PAULO EXORTA AO JOVEM TIMÓTEO: 2TM 3.15 E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.
  17. 17.  A SEGUIR, O MESMO APÓSTOLO MOSTRA A INSPIRAÇÃO COMO PROVA DA COMPLETUDE DA BIBLIA: 2 TM 3.16 Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;  ASSIM WAYNE GRUDEN DEFINE A COMPLETUDE DAS SAGRADAS ESCRITURAS:  A BIBLIA CONTÉM TODAS AS PALAVRAS DIVINAS QUE DEUS QUIS DAR AO SEU POVO EM CADA ESTÁGIO DA HISTÓRIA DA REDENÇÃO E QUE HOJE CONTÉM TODAS AS PALAVRAS DE DEUS DE QUE PRECISAMOS PARA SALVAÇÃO, PARA QUE , DE MANEIRA PERFEITA, NELE POSSAMOS CONFIAR E A ELE OBEDECER.  FINALMENTE , NO ULTIMO LIVRO DO CÂNON SAGRADO DEIXA – NOS JOÃO ESTA SERISSIMA ADVERTÊNCIA: AP 22.18,19
  18. 18. COMO INTERPRETAR A REVELAÇÃO ESCRITA DE DEUS  DEVERES DO ESTUDIOSO DA BIBLIA  AMAR A PALAVRA DE DEUS , COMO PALAVRA DE DEUS , A BIBLIA TEM A SUA EFICÁCIA COMPROVADA: HB 4.12 Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.  MAS PARA USUFRUIRMOS DELA PRECISAMOS OBSERVAR ALGUNS DEVERES O PRIMEIRO É O AMÁ-LA .
  19. 19.  SALMO 119 . 97 Oh! quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia.  PARA GEORGE MULLER, O FEVOROSO PREGADOR DO SECULO XIX, O VIGOR DA NOSSA VIDA ESPIRITUAL ESTA NA PROPORÇÃO EXATA DO LUGAR QUE A BIBLIA OCUPA EM NOSSA VIDA E EM NOSSO PENSAMENTO.  ESSE HOMEM DEIXOU UM GRANDE LEGADO SOBRE A FÉ.  MÜLLER LEU AS ESCRITURAS DE CAPA A CAPA MAIS DE 100 VEZ CADA VEZ COM MAIS PRAZER.
  20. 20. LER A PALAVRA DIARIAMENTE  OUTRO DEVER É O DE LER A BIBLIA DIARIAMENTE. Buscai no livro do Senhor, e lede; nenhuma destas coisas faltará, ninguém faltará com a sua companheira; porque a minha boca tem ordenado, e o seu espírito mesmo as tem ajuntado. IS 34.16  Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. 1 TM 4.13.  HÁ CRISTÃOS QUE LÊEM TODO TIPO DE LITERATURA , EXCERTO A PALAVRA DE DEUS.
  21. 21. DAR OUVIDOS Á EXPORSIÇÃO DA PALAVRA  O TERCEIRO É O DE OUVIR A SUA EXPORSIÇÃO . Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus( JO 8.47 )  QUEM OUVE A PALAVRA DO SENHOR OBTÉM FÉ. De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.( RM 10.17 ),ALÉM DE TER AUMENTADO A SUA CAPACIDADE DE ENTENDER AS VERDADES ESPIRITUAIS ( SL 119.130 ) E O ESPIRITO SANTO NÃO NOS LEMBRA APENAS DO QUE LEMOS E ESTUDAMOS, MAS DO QUE OUVIMOS.
  22. 22. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. JOÃO 14.26
  23. 23. GUARDAR A MENSAGEM DA PALAVRA.  NA BEM -AVENTURANÇA TRIPLECE DE APOCALIPSE 1,.3, VEMOS O QUARTO DEVER, O DE GUARDAR AS PALAVRAS DO SENHOR. ONDE DEVEMOS GUARDAR A PALVRA ?  O SALMISTA RESPODE: “ ESCONDI A TUA PALAVRA NO MEU CORAÇÃO, PARA EU NÃO PECAR CONTRA TI” SL 119.11 E ESTA RESPOSTA ESTÁ DE ACORDO COM O MANDAMENTO QUE O SENHOR DEU A MOISEIS ( DT 6.6 ) E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração.
  24. 24. PRATICAR O QUE ESTÁ ESCRITO NA PALAVRA.  PARA GUARDA A PALAVRA NO CORAÇÃO, É PRECISO DEDICAÇÃO E COMPROMISSO. MAS UM DEVER AINDA MAIS DIFICIL É O DE PRATICA-LA, COMO ESTÁ ESCRITO EM ( TIAGO 1.22,24 ) E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural; Porque se contempla a si mesmo, e vai-se, e logo se esquece de como era.
  25. 25. MANEJAR BEM A PALAVRA  O SEXTO DEVER É MANEJAR BEM A PALAVRA. Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. 2TM 2.15. E ISTO SIGNIFICA SABER EXPOR OS ASSUNTOS DE FORMA CLARA. VEMOS ISSO NA PREGAÇÃO DE PEDRO, NO DIA DE PENTECOSTES, QUANDO ELE DISCORREU ACERCA DAS PROFECIAS DO DERRAMAMENTO DO ESPIRITO SANDO DE MODO ESPLÊNDIDO  ( AT 2.14-41 )
  26. 26.  OUTRO EXEMPLO É A EXPOSIÇÃO DO DIACONO ESTÊVÃO, QUE PRATICAMENTE RESUMIU O ANTIGO TESTAMENTO EM UMA PRÉDICA ( AT 7 )  UM ARTIGO EM QUE O AUTOR NARRAVA UM DIVERTIDO EPISÓDIO FICTICIO DE UM PREGADOR QUE NÃO MANEJAVA BEM A PALAVRA.  ELE FEZ UMA SALADA NADA BOA .  SEM MANEJAR BEM A PALAVRA FICAR DIFICIL DE FALAR DE DEUS.
  27. 27. INTERPRETAÇÃO DA PALAVRA CORRETAMENTE.  JESUS CONFIOU A CADA CRISTÃO, COMEÇANDO PELOS SEUS DOZE DICIPULOS, A RESPONSABILIDADE DE INTERPRETAR OS SEUS MISTERIOS.  MT 13.11 ELE RESPONDEU “ A VOCÊS FOI DADO O CONHECIMENTO DOS MISTERIOS DO REINO DOS CÉUS, MAS A ELES NÃO. MT 11.25  AJUDA DO ESPIRITO SANTO. JO 14.26 . 1CO 2.9,10 E A MENTE DE CRISTO. 1CO 2.16
  28. 28. COMO INTERPRETAR A BIBLIA CORRETAMENTE  FAZENDO UM ACRÓSTICO DA PALAVRA LIGTHS, TRADUZIDA POR LUZES EM PORTUGUÊS, DÁ NOS ELA UMA PERFEITA SINTESE DA VERDADE HERMENÊUTICA.  L – INTERPRETAÇÃO LITERAL  I- ILUMINAÇÃO ESPIRITUAL  G- PRINCIPIOS GRAMATICAIS  H-CONTEXTO HISTÓRICO  S – SIMETRIA BIBLICA.  APESAR DE O ACRÓSTICO TER SIDO FEITO PARA INGLÊS, ADAPTA-SE MUITO BEM AO PORTUGUÊS.
  29. 29. INTERPRETAÇÃO LITERAL  DEVEMOS INTERPRETAR A BIBLIA DE MODO NATURAL, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO O QUE AS PALAVRAS, EM SI REALMENTE SIGNIFICAM. QUANDO DEPARAMOS COM UMA PARÁBOLA OU COM UMA METÁFORA, INTERPRETAMOS DE ACORDO COM O MÉTODO METAFÓRICO.  SE O SENHOR JESUS, POIS ,AFIRMA QUE É A PORTA, NÃO DEVEMOS IMAGINAR MADEIRA, DOBRDIÇA E TRANCAS.  LA EM MATEUS FALA . MT 23.37 “QUE JESUS DISSE JERUSALÉM JERUSALÉM QUE MATA SEUS PROFETAS E PEDREJA OS QUE TE SÃO ENVIADOS! QUANTAS VEZES QUIS EU AJUNTAR OS TEUS FILHOS , COMO A GALINHA AJUNTA OS SEUS PINTOS DEBAIXO DAS SUAS ASAS E TU NÃO QUISESTE”
  30. 30. ILUMINAÇÃO ESPIRITUAL  SE ACREDITAMOS, DE FATO SER O ESPIRITO SANTO O INPIRADOR DA PALAVRA DE DEUS É MISTER CRER QUE NA LEITURA E INTERPRETAÇÃO DA BIBLIA, PODEMOS CONTAR COM A SUA ILUMINAÇÃO. 1CO 2.9-11  ENQUANTO ELE EXPUNHA –LHE AS ESCRITURAS , SENTIAM SE ELES COMO QUE SEUS CORAÇÃOS ARDESSEM. E FOI ASSIM QUE OS VIAJORES PASSARAM A ENTENDER QUE JESUS ERA REALMENTE O FILHO DE DEUS.
  31. 31. PRINCÍPIO GRAMATICAL  NA INTERPRETAÇÃO DA BIBLIA LEVEMOS EM CONSIDERAÇÃO QUE FOI ESCRITA DE CONFORMIDADE COM AS REGRAS GRAMATICAIS . LOGO DEVE SER INTERPRETADA TAAMBEM SEGUNDOAS MESMAS REGRAS . EIS PORQUE E DE SUMA IMPORTÂNCIA O LEITOR DAS ESCRITURAS CONHECER AS REGRAS BÁSICA DA GRAMÁTICA E DA SINTAXE.
  32. 32. CONTEXTO HISTÓRICO  NÃO NOS ESQUERCEMOS DE QUE A BIBLIA FOI ESCRITA NUM CONTEXTO HISTÓRICO – CUTURAL ESPECIFICO. SIGNIFICA ISSO QUE DEVE ELA SER INTERPRETADA TENDO –SE EM CONTA ESTE MESMO CONTEXTO ,EIS PORQUE É MISTER QUE ENTENDAMOS COMO VIVIAM OS JUDEUS DOS TEMPOS BIBLICOS : SUAS CASAS , ROUPAS PROFISSÕES RELAÇÕES SOCIAIS, CULTO ETC . TERMOS HOJE NÃO POUCOS MANUAIS QUE NOS AUXILIAM NESSA GRANDE TAREFA.
  33. 33. ENSINO TEOLOGICO  EMBORA POSSAMOS EXAMINAR LIVREMENTE A BIBLIA SAGRADA , NÃO PODEMOSDESCURAR O TRABALHO DOS METRES E DOS QUE SE AFADIGAM NA INTERPRETAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS . AFINAL DE CONTAS, OS METRES FORAM-NOS DADO POR CRISTO, A FIM DE QUE NOS APERFEIÇOEM NO CONHECIMENTO DIVINO.
  34. 34.  O EUNUCO ETIOPE, APESAR DE LER REGULAMENTE A BIBLIA , COMO DEPREDEMOS DO TEXTO DE ATOS SÓ VEIO A ENTEDER O CAMINHO DA SALVAÇÃO QUANDO FELIPE , SENTANDO –SE AO SEU LADO , PÔS –SE A FALAR LHE DE JESUS CRISTO .
  35. 35. SIMENTRIA BIBLICA  O MAIS FORTE DOS PRINCIPIOS DA HERMENÊUTICA SAGRADA É QUE A BIBLIA INTERPRETA-SE A SI MESMA. POR ISSO ,NÃO PODEMOS , SOBRE HIPÓTESE ALGUMA FAZER DOUTRINAS APARTI DAS PASSAGENS ISOLADAS , POIS DEVEM ESTAS SE HARMONIZAR COM O TODO. AI ESTÁ A SIMENTRIA. É JUSTAMENTE A HARMONIA RESULTADO ENTRE AS PARTE E O TODO.  PORÉM A BIBLIA NÃO ENTRA EM CONTRADIÇÃO CONSIGA MESMA , DESDE QUE INTERPRETADA DE CONFORMIDADE COM AS REGARS DE HERMENÊUTICA.
  36. 36. PRINCIPIOS DE INTERPRETAÇÃO DA BIBILA  1 PRIMEIRO PRINCIPIO .  A MENSAGEM CENTRAL DA BIBLIA É A SALVAÇÃO .É PARA ENTENDER OS PROCESSOS SALVIFICOS DE DEUS , NÃO SÃO NECESSÁRIAS GRANDES INVESTIGAÇÕES.  O ASULTO E CLARAMENTE APRESENTADO EM TRÊS PARTES, COMO SE VÊ, ESPECIALMENTE EM ROMANOS.
  37. 37.  1ª TODOS PECARAM ( RM 3.23 )  2ª O SALÁRIO DO PECADO E A MORTE ( RM 6.23 )  3ª CRISTO SALVA OS PECADORES ( RM 10.9,10 )
  38. 38.  QUEM LÊ POUCO, SABE POUCO. QUEM LÊ MUITO SABE MUITO. MAS LÊ MUITO NÃO SIGNIFICA LER POR LER. A QUALIDADE DA LEITURA É IMPORTANTISSIMA.  QUEM SE APLICA Á LEITURA DA BIBLIA , POR EXEMPLO ENTENDERÁ QUE A GUARDA DO SABADO NÃO SE REFERE AOS CRISTÃOS.  MAS FOI UM MADAMENTO EXCLUSIVO PARA O POVO ISRAELITA QUE SAIRAM DO EGITO SOBRE O COMANDO DE MOISÉS. ( ÊX 20.1-8 )
  39. 39.  VARIOS EXPLOS ENFATIZAM A IMPORTÂNCIA DE SE LER AS ESCRITURAS COM O OBJETIVO DE PERMITIR QUE ELAS MESMAS NOS FAÇAM COMPREENDER A CORRETA SIGNIFICAÇÃO DE CADA PASSAGEM.  VEJAMOS:  APARTAMENTO DE DEUS- O TEXTO DE NUMEROS 14.34 MECIONA O APARTAMENTO DE DEUS. UM LEITOR DESAVISADO PENSARÁ CLARAMENTE QUE SE TRATA DE UMA MORADA.... MAS O TEXTO CLARAMENTE MOSTRA QUE SE TRATA DE UM AFASTAMENTO DE DEUS EM RAZÃO DO PECADO DO POVO DE ISRAEL.
  40. 40.  PÃO SOBRE AS ÁGUA – ALGUMAS IGREJAS LANÇAM A SOBRA DO PÃO DA CEIA DO SENHOR SOBRE ÁGUA CORRENTES, COM BASE EM ESCESIATES 11.1  TESTEMUNHA DE JEOVÁ.- OS SEGUIDORES DE CHARLES TAZE RUSSEL SE VALE DE ISAIS 43.10. E 44.8 PARA SE APROPRIAREM DO TITULO DE TESTEMUNHA DE JEOVÁ , NÃO OBSERVANDO NOS PRÓPRIOS CAPITULOS MECIONADOS QUE O TITULO EM APREÇO SE REFERE AO POVO ISRAELITA.
  41. 41.  OS LEVIATÃ- USA –SE ERRONEAMENTE O TEXTO DE JÓ 41 .22 PARA SE AFIRMAR QUE NA PRESENÇAA DO SENHOR ATÉ A TRISTEZA SALTA DE PRAZER.  AFINAL O QUE E O LIVIATÃ: Pois bem, o leviatã se trata do mesmo crocodilo, como consta no Comentário Bíblico Beacon:  "Segue-se imediatamente uma descrição detalhada de Leviatã - que também é uma  transliteração do termo hebraico. Geralmente se considera que a descrição que melhor  se encaixa é a de um crocodilo..."
  42. 42.  Ora, pelo contexto já dá pra perceber que não é na presença de Deus que a tristeza salta de alegria  (ou prazer). Essa metáfora se refere ao grande susto que uma pessoa toma diante do leviatã,  não de Deus.  Outra consubstanciação aceita é a de que o leviatã é a representação do mal. E diante do mal  a tristeza se sente mais à vontade e até salta de alegria. 
  43. 43.  A REENCARNAÇÃO – OS ESPIRITAS ENTENDEM O NOVO NASCIMENTO DE JOÃO 3.3 COMO REENCARNAÇÃO, MAS A PROPRIA BIBLIA AFIRMA QUE SE TRATA DO PROCESSO DE REGENERAÇÃO PELA ACEITAÇÃO DE JESUS CRISTO COMO SALVADOR.  O PURGATORIO- OS CATÓLICOAS AFIRMAM QUE EM 1CO 3.15 SE REFERE AO PURGATORIO , QUANDO AS ESCRITURAS DEIXAM CLARO QUE SE TRATA DO JUGAMENTO DOS CRISTÃO MEDIATE AS SUA OBRAS NA TERRA.
  44. 44. O SEGUNDO PRINCIPIO  MUITAS DAS VERDADES SAGRADAS SÃO APRESENTADAS ATRAVÉIS DE FIGURA DE LINGUAGEM. CONHECER ESSA FIGURAS É UM IMPORTANTE PRINCIPIOS DE INTERPRETAÇÃO.  O TEXTO SAGRADO APRESNTA VERDADES POR MEIO DE METÁFORAS, TERMOS QUE SE ASSOCIAM A OUTROS , A FIM DE ,OSTRA A CARACTERISTICA DE UMA PESSOA OU COISA. SL 71.3; MT 5.14; 6.22.  JESUS MESMO SE APRESENTOU METAFORICAMENTE COMO PÃO ,PORTA E CAMINHO ( JO 6.35; 10.9; 14.6. )
  45. 45.  DIFERNTEMENTE DA METÁFORA QUE É UMA FIGURA NÃO EXPRESSA, PERCEBIDA APENAS PELA OBSERVAÇÃO DO CONTEXTO DA PASSAGEM, O SIMILI SE CARACTERIZA EM GERAL PELA PALAVRINHA COMO ( AP 1.10 -20 PV 25.25; IS 40.31. )  ALÉM DA METÁFORA E DO SIMILE , OUTRAS FIGURAS DE RETORICAS SÃO APRESENTADAS NAS ESCRITURAS.
  46. 46.  SINÉDOQUE: FIGURA PELA QUAL SE EMPREGA O TODO PELA PARTE OU VICE- VERSA. (ATOS 24.5; CL 1.23)  HIPÉRBOLE- RELÇA O PENSAMENTO PELO EMPREGO DE EXPRESSÃO EXAGERADA. ( JO 21.25 ; SL 6.6 )  PROSOPÉIA .PERSONIFICAÇÃO DE COISAS INANIMADA. COISAS QUE NÃO TEM VIDA OU VONTADE PROPRIA. ( IS 55.12; SL 19.1-3; PV 1.20-33)  METONIMIA- EMPREGO DA CAUSA PELO EFEITO OU DE SIMBOLO PELA REALIDADE. (LC 16.29; REALIDADE . 1CO11.26 SIMBOLO)
  47. 47.  PARODOXO- PROPORÇÃO IDEIA OU OPINIÃO APARENTEMENTE CONTRADITÓRIAS ( MT 8. 22; 10.39; 23.24. LC 18.25;2 CO4.18.  PLEONASMO- REPETIÇÃO DA MESMA IDÉIA REDUNDÂNCIA DE SIGNIFICADO. ( JO 11.43; 1RS 19.11; AT 14.10.  IRONIA – EXPRIME, APARENTEMENTE , OCONTRARIO ( 2CO 11.5,13-15. 1RS 18.27.JÓ 12.2 ).

×