1. primeira apresentação rx do trauma

1.977 visualizações

Publicada em

primeira apresentação rx do trauma - tipos de fraturas basicas e anatomia basica de ossos longos

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1. primeira apresentação rx do trauma

  1. 1. Curso de Medicina Rx do trauma 2014 Prof Leão HZ (Professor de Morfologia – ULBRA) Juan Zambon (Acadêmico de Medicina – ULBRA) Patrícia Comberlato (Acadêmica de Odontologia – PUCRS) Quino
  2. 2. Trauma deaths have a trimodal distribution. The first death peak (approximately 50%) is within minutes of the injury. The second death peak (approximately 30%) occurs within a few hours to 48 hours. The third death peak occurs within 1 to 4 weeks (approximately 15%) and represents those patients who die from the complications of their injury or treatment. Asensio, 2008.
  3. 3. Fratura aguda da quarta falange proximal do pé esquerdo. Linha radiolúcida com margens agudas e sem esclerose marginal.
  4. 4. O que é Diáfise? Epífise? Metáfise? Linha epifisária?
  5. 5. Como definir um osso Longo? Chato? Curto?
  6. 6. Características típicas da clavícula •1 •2 •3 •4
  7. 7. Características diagnósticas de Cada tipo de vértebra
  8. 8. Quais as regiões testadas? Morte após atropelamento Leão HZ e Santos, Cesar
  9. 9. Fratura Transversa - Tíbia helicoidal
  10. 10. Clínica: Dor e incapacidade funcional no punho após queda ao solo. fratura do escafoide Dr Raul Kraemer
  11. 11. Fratura Oblíqua – Metatarso
  12. 12. Fratura helicoidal –Tíbia resulta de uma lesão em torção
  13. 13. FRATURA DO RÁDIO, terço distal. Qual o terço fraturado?
  14. 14. Queda de haltere sobre a mão. Dr Raul Kraemer
  15. 15. RESPOSTA Fratura do quarto metacarpal. Dr Raul Kraemer
  16. 16. Exemplo de fragmento em borboleta - Metacarpo resultante de duas fraturas oblíquas
  17. 17. Dor no dedão do pé,após chutar uma pedra. FRATURA NA BASE DA FALANGE DISTAL DO HÁLUX. Dr Raul Kraemer
  18. 18. Fratura Multidirecional - Calcâneo
  19. 19. fratura cominutiva- Úmero
  20. 20. fratura segmentar – Tíbia e fíbula
  21. 21. • Clínica: • dor e incapacidade funcional no braço esquerdo, após queda de escada. Dr Raul Kraemer
  22. 22. Resposta • Fratura cominutiva no terço proximal do úmero E. • Fratura: perda da solução de continuidade de um tecido. Termo mais usado em relação a ossos. • Cominutiva :mais de dois fragmentos. Dr Raul Kraemer
  23. 23. Atropelamento. Dor e incapacidade funcional no ombro direito Dr Raul Kraemer
  24. 24. RESPOSTA Fratura da escápula direita Dr Raul Kraemer
  25. 25. Queda sobre o cotovelo. Dr Raul Kraemer
  26. 26. • Resposta: Fratura do olécrano. Grande parte das fraturas é tratada com engessamento.Você acha que esta fratura também? Não. A tração do tríceps não permite a adequada cicatrização óssea. Dr Raul Kraemer
  27. 27. • História: dor na base do pé após entorse. Dr Raul Kraemer
  28. 28. • Resposta: fratura na base do quinto metatarsiano. Dr Raul Kraemer
  29. 29. História: trauma na face lateral do pé em jogo de futebol. Dr Raul Kraemer
  30. 30. Resposta: fratura oblíqua no quinto metatarsiano do pé esquerdo. Dr Raul Kraemer
  31. 31. História: dor ao deambular há 6 meses. Nega trauma. Dr Raul Kraemer
  32. 32. Resposta: ESPORÃO (entesopatia:processo patológico que ocorre no local da inserção dos tendões e ligamentos). Dr Raul Kraemer
  33. 33. História: chutou o pé da mesa. Dr Raul Kraemer
  34. 34. Resposta: fratura transversa na falange proximal do quinto dedo. Dr Raul Kraemer
  35. 35. História: trauma em jogo de futebol. Dr Raul Kraemer
  36. 36. Resposta: fratura oblíqua e cominutiva no maléolo lateral da fíbula. Também há fratura da porção posterior da tíbia. Dr Raul Kraemer
  37. 37. Ferimento por arma de caça no antebraço direito. Rx mostra injúria cominutiva extensiva dos ossos e fragmentos do projétil. DESCREVA. Asensio, 2008

×