Deus nosso objeto de culto

1.260 visualizações

Publicada em

Apresentação em Power Point do segundo mandamento da Lei de Deus - curso da ED da Igreja Presbiteriana de Piripiri - PI.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.260
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Deus nosso objeto de culto

  1. 1. Prof. João Ricardo Ferreira de França joaoricardoferreiradefranca@hotmail.com www.ipdepiripiri.blogspot.com DEUS: O NOSSO OBJETO DE CULTO. “Não farás para ti imagem de Escultura.” Êxodo 20.4-6 IGREJA PRESBITERIANA DE PIRIPIRI - PI Os Dez de Mandamentos
  2. 2. Êxodo 20.4-6 TEXTO PORTUGUÊS TEXTO HEBRAICO 4 Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. 5 Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem 6 e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos. l[;M;³êmi Ÿ‘~yIm:å’V'B; rv<Üäa] hn"³êWmT.-lk'w> Ÿ‘ls,p,ä ^ïäl.-hf,’[]t;¥ al{*æ `#r<a'ª(l' tx;T:ïämi Ÿ~yIM:ßäB; rv<ïäa]w: tx;T';_ømi #r<a'’ÞB' rv<ïa]w:¥ ‘^yh,’l{a/ hw"Ühy> ykiúnOa'¥ yKiä è~dE_b.['t' al{åw> é~h,Þl' hw<ïäx.T;v.ti- al{)5 ~y[iÞBerI-l[;w> ~yviîLevi-l[; ~ynI±B'-l[; tboôa' !wO“[] dqePoû aN"ëq; laeä `ya")_n>fol. s `yt'(wOc.mi yrEîm.vol.W yb;Þh]aol. ~ypiê_l'a]l; ‘ds,x,Þ hf,[oðÜw>6
  3. 3. Introdução:  O nosso estudo hoje está baseado nestes versículos que resumem para cada um de nós o segundo mandamento.  Este segundo mandamento tem haver com o princípio que regula o culto. E sobre o objeto de culto  precisamos entender o que Deus está nos ensinando aqui.  No texto hebraico que temos diante de nós  “^ïäl.-hf,[]t;¥ al{*æ” {lo tha’ashah-leka}  “não manufaturarás para ti” isto implica em algumas verdades:  1. Deus proíbe ao homem empregar esforço para adorar uma imagem.  2. Deus ordena que todo o nosso esforço seja
  4. 4. I – O LUGAR DO SEGUNDO MANDAMENTO  Teólogos Católicos e Luteranos sugerem que este segundo mandamento faz parte do primeiro, de sorte, que a Lei deixa de Ter dez mandamentos para se ter nove.  para eles o primeiro mandamento implica na idolatria e que este segundo seria a aplicação prática do primeiro;  primeiro mandamento trata especificamente da adoração de outros deuses – “não terás outros deuses diante da minha face”.  O segundo mandamento nos proíbe de adorarmos o verdadeiro Deus por meio das coisas criadas, e também, substituir Deus pela criação como objeto de culto.  Então a posição católica romana e luterana não tem base na Palavra de Deus.
  5. 5. Êxodo 32.1-6  Mas, vendo o povo que Moisés tardava em descer do monte, acercou-se de Arão e lhe disse: Levanta-te, faze- nos deuses que vão adiante de nós; pois, quanto a este Moisés, o homem que nos tirou do Egito, não sabemos o que lhe terá sucedido. 2 Disse-lhes Arão: Tirai as argolas de ouro das orelhas de vossas mulheres, vossos filhos e vossas filhas e trazei-mas. 3 Então, todo o povo tirou das orelhas as argolas e as trouxe a Arão. 4 Este, recebendo- as das suas mãos, trabalhou o ouro com buril e fez dele um bezerro fundido. Então, disseram: São estes, ó Israel, os teus deuses, que te tiraram da terra do Egito. 5 Arão, vendo isso, edificou um altar diante dele e, apregoando, disse: Amanhã, será festa ao SENHOR. 6 No dia seguinte, madrugaram, e ofereceram holocaustos, e
  6. 6. Êxodo 32.1-6 – QUAL MANDAMENTO QUEBRADO?  Qual mandamento foi quebrado aqui?  O primeiro ou o segundo?  Estamos diante de uma passagem que peremptoriamente descreve a quebra do segundo mandamento; observe:  A) Arão é interpelado para fabricar uma imagem: “Levanta-te, faze-nos deuses que vão adiante de nós”(vs.1)  B) A imagem recebe a honra de Ter tirado o povo do Egito: “Então, disseram: São estes, ó Israel, os teus deuses, que te tiraram da terra do Egito.” (vs.4)  C) O Bezerro recebe o nome de Yahweh: “ Arão, vendo isso, edificou um altar diante dele e, apregoando, disse: Amanhã, será festa ao SENHOR.”(vs. 5)  Todo o povo julgava que estavam adorando ao Deus Yahweh por meio daquela imagem que está vinculada à adoração
  7. 7. “ls,p,” – fesel = Imagem  A imagem é o registro, mas aqui tem haver com a questão da imagem destinada para a adoração. Quando a imagem é usada para culto isto consiste me transgressão para com este mandamento. A imagem é uma tentativa infame de se tentar manipular o divino; controlar a Deus. Ou criar objetos de valor sagrado quando a palavra de Deus não ordena aquilo.  Um exemplo foi quando o povo de Israel lutando contra os amalequitas levar a arca da aliança pensando que Deus iria fazê-lo vencer; aqui temos o homem tentando manipular o divino por meio de uma imagem; que não foi dada para esta
  8. 8. II – OS DEVERES NO SEGUNDO MANDAMENTO. (Catecismo Maior de Westminster, perg,108)  Quais são os deveres exigidos no segundo mandamento?  Os deveres exigidos no segundo mandamento são: o receber, observar e guardar, puros e inalterados, todo o culto e todas as ordenanças religiosas tais como Deus instituiu em sua Palavra, especialmente a oração e ações de graças em nome de Cristo; a leitura, a pregação, e o ouvir a Palavra; a administração e a recepção dos sacramentos; o governo e a disciplina da igreja; o ministério e a sua manutenção; o jejum religioso; o jurar em nome de Deus e o fazer os votos a Ele; bem assim o desaprovar, detestar e opor-se a todo o culto falso, e, segundo a posição e vocação de cada um, o remover tal culto e todos os símbolos de idolatria.  Dt . 6:13;7:5;17:18,19;32:46; Is 19:21;30:22; Jl 2:12; Sl 16:4;76:11;116:14; Mt 16:19; 18:17;28:19,20; Jo 20:23; I Tm 5-17-18; 6:13-14; Fp 4:6; At 2:42;10:33;15:21;17:16,17; I Tm
  9. 9. a) Manter puro todas as ordenanças e culto religioso:  quebramos este mandamento quando simplesmente não queremos vir a um culto verdadeiro; um culto onde a Palavra de Deus seja verdadeiramente exposta, ensinada e aplicada. Aqui nós temos o princípio regulador do culto.  Deuteronômio32:46-47 46 disse-lhes: Aplicai o coração a todas as palavras que, hoje, testifico entre vós, para que ordeneis a vossos filhos que cuidem de cumprir todas as palavras desta lei. 47 Porque esta palavra não é para vós outros coisa vã; antes, é a vossa vida; e, por esta mesma palavra, prolongareis os dias na terra à
  10. 10. b) Manifestar uma vida de oração e de Gratidão em nome de Cristo  A Bíblia ensina que a nossas orações devem ser carregadas pelo mediador da nova aliança que é Cristo;  Cristo é o nosso mediador, e precisamos orar a Deus como uma parte de nosso compromisso com Deus e com a sua palavra. (Fp. 4.6)  O segundo mandamento nos impele a orarmos a Deus.
  11. 11. c) Exige de nós o prestar atenção à leitura, à pregação da Palavra:  O segundo mandamento nos apresenta que apenas Deus e somente ele deve ser adorado sem objetos,  nos ensina que ele se comunica com cada um de nós por meio de sua palavra.  O Rei da nação deveria ler a lei para não cair neste pecado (Deuteronômio 17:18-19)  Este mandamento condena a falta da pregação da Palavra no púlpito da Igreja (2 Timóteo 4:2)  A pregação da palavra e a leitura da mesma é um dever do cristão quando estar diante deste mandamento.
  12. 12. d) Este mandamento exige que rejeitemos todo culto falso  Existe em nossos dias muitos cultos falsos. Onde a lei de Deus não é ensinada, onde a adoração não é orientada pela Bíblia.  Salmo 16:4 4 Muitas serão as penas dos que trocam o SENHOR por outros deuses; não oferecerei as suas libações de sangue, e os meus lábios não pronunciarão o seu nome.” – veja também Atos 16.17.
  13. 13. e) Detestar a idolatria  A idolatria deve ser odiada pelo cristão, pois, ela corrompe a alma do homem e o culto a Deus,  faz com os homens tentem manipular Deus; ao proibir a idolatria Deus está dizendo que ele é livre que homem algum pode controlá-lo, então, é nosso dever rejeitar a prática da idolatria.  “Deuteronômio 7:5 “Porém assim lhes fareis: derribareis os seus altares, quebrareis as suas colunas, cortareis os seus postes-ídolos e queimareis as suas imagens de escultura.”  Aqui Deus ordena que devemos destruir os ídolos que contrariam a sua palavra.
  14. 14. II – OS PECADOS PROÍBIDOS NO SEGUNDO MANDAMENTO (Catecismo Maior de Westminster, perg. 109)  Quais são os pecados proibidos no segundo mandamento?  Os pecados proibidos no segundo mandamento são: o estabelecer, aconselhar, mandar, usar e aprovar de qualquer maneira qualquer culto religioso não instituído por Deus mesmo; o fazer qualquer representação de Deus, de todas ou de qualquer das três Pessoas, quer interiormente em nosso espírito, quer exteriormente em qualquer forma de imagem ou semelhança de alguma criatura; toda a adoração dela, ou de Deus nela ou por meio dela; o fazer qualquer representação de deuses imaginários e todo o culto ou serviço a eles pertencentes; todas as invenções supersticiosas, corrompendo o culto de Deus, acrescentando ou tirando desse culto, quer sejam inventadas e adotadas por nós, quer recebidas por tradição de outros, embora sob o título de antiguidade, de costume, de devoção, de boa intenção, ou por qualquer outro pretexto; a simonia, o sacrilégio, toda negligência, desprezo, impedimento e oposição ao culto e ordenanças que Deus instituiu.  Êx 4:24-26;32:5,8; Nm 15:39; Dt 4:2,15-16;12:30-32;13:6-8; Is 65:3-5; Jr 44:17; I Sm 13:12;15:21; I Rs 2:33;11:33;12:33; 18:26,28; Os 5:11; Mq 6:16; Ml 1:7,8,13,14;3:8; Sl 106:39; Mt 1:7,12,13;15:9; At. 8:18,19,22;13:45;17:29;19:19; Rm 1:21-25;2:22; Gl 1:13-14;4:8; 22:5;23:13; I Pe 1:18; I Ts 2:14-16.
  15. 15. A) O Mandamento proíbe aprovar todo culto não Instituído por Deus  A Bíblia ensina que devemos repudiar toda forma de culto onde os elementos sacramentais ou qualquer questão concernente a sua palavra.  Se participamos de um culto onde sabemos não haver autorização bíblica para tudo aquilo que está ocorrendo no culto estamos indo frontalmente a declaração do CMW.  Isto incluí frequentar cultos onde a Lei de Deus é desprezada ou mal interpretada.  Deuteronômio 13:6-9 .
  16. 16. B) Proíbe fazer qualquer representação de Deus:  Este mandamento nos proíbe de fazer qualquer representação de Deus ou do que “há em cima nos céus”, mas ele proíbe não somente a imagem – que é a ideia em si – como também toda a forma,  a expressão hebraica “hn"³êWmT.-lk'w>”{veqol-themunah} significa “semelhança familiar” ou “forma”, mas forma do quê? Do que existe nos “céus” “nas águas” debaixo da “terra” acima dos céus eles deveriam de fato ser proibidos de fazer qualquer representação das coisas que Deus criou, e tomá-los como deuses ou canais nos quais Deus poderá ser manipulados por nós. Deuteronômio 4:15-16  Neste mandamento aprendemos o seguinte:  1. Deus é Espírito: Logo ele não tem uma forma humana conhecível.  2. Que como tal ele não pode ser representado por figura humana para ser adorado  Romanos 1.21-25 – Mostra exatamente estes dois princípios básicos da fé cristã.
  17. 17. IV – O SEGUNDO MANDAMENTO E A DOUTRINA DA ALIANÇA.  Termos pactuais:  “Êxodo 20:5-6 ... porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem 6 e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.”  Por que Deus proíbe a adoração às imagens?  A resposta é que ele é o Deus das gerações. “Ele é Yahweh o Deus zeloso.” Neste mandamento Deus reafirma sua soberania sobre o seu povo pactual. Este é o assunto que precisa ser entendido e resgatado em nossos dias.
  18. 18. O SEGUNDO MANDAMENTO E A DOUTRINA DA ALIANÇA - IMPLICAÇÕES  Ele se mostra:  1. Como Deus zeloso: “aN"ëq;”{Qanna’} Descreve o ciúme de Deus – um santo zelo para que povo siga a sua regra absoluta.{a sua lei}  2. Um Deus que puni os transgressores:  “~ynIB'-l[; tboôa' !wO“[] dqePoû” {Poqed aon avoth al-banim}  ele visita; a ideia de visita aqui significa trazer castigos a família que está na aliança, mas que transgride a lei de Deus – o relacionamento pactual e familiar é gritante; ele puni o pecado dos pais também nos filhos que desviaram-se de sua palavra.  3. É um Deus cheio de Graça: a misericórdia retratada aqui este mandamento nos mostra que Deus é fiel nas suas promessa como também em suas ameaças.

×