Criado e Desenvolvido por:
Todos os direitos são reservados ©2013.
www.tioronni.com.br
AS BASES DA HERDITARIEDADE
Uma das hipóteses mais antigas registradas da Biologia foi a da PRÉ-
FORMAÇÃO ou PROGÊNESE. Ela...
AS BASES DA HERDITARIEDADE
No século passado, Charler Darwin (1809 –
1882) propunha, na Inglaterra, a ocorrência da
produç...
AS BASES DA HERDITARIEDADE
No fim do século passado,
Francis Galton (Inglaterra, 1822
– 1911) sugeria que a herança se
des...
AS BASES DA HERDITARIEDADE
Posteriormente, August Weismann (Alemanha, 1834 –
1914) propôs uma nova hipótese pela qual, dur...
AS BASES DA HERDITARIEDADE
A hipótese da EPINOGÊSE, lançada por
Karl Ernst von Baer (Alemanha, 1792 –
1876), foi a que mai...
AS BASES DA HERDITARIEDADE
Gregor Mendel nasceu em 22 de Julho de 1822, em
Heinzendorf (Hyncice, distrito Nový Jicín, Tche...
1ª LEI DE MENDEL
Mendel conclui que os fatores (genes) seriam transmitidos aos descendentes através dos gametas.
Entretant...
1ª LEI DE MENDEL
Todas as características são condicionadas por pares de fatores,que se
separam na formação dos gametas,de...
1ª LEI DE MENDEL
AA X
A A
Aa Aa Aa Aa
aa
a a
P: Geração P
ou Geração Parental
Gametas
F1: Geração F1
100% Aa
TODOS AMARELOS
1ª LEI DE MENDEL
Aa X
A a
AA Aa Aa aa
Aa
A a
F1: Geração F1
Gametas
F2: Geração F2
AA = 25% AMARELO
Aa = 25% AMARELO
Aa = ...
1ª LEI DE MENDEL
PRINCIPAISTERMOS:
Dominante: genes que manifestam suas características. Ex:A, B, C, D ...
Recessivo: gene...
TABELA DE PUNNET
A a
A AA Aa
a Aa aa
F2: Geração Parental
Vemos a seguir o cruzamento de dois indivíduos heterozigóticos (...
EXEMPLOS: Coelhos
EXEMPLOS: Coleus Blumei
EXEMPLOS: Drosophila Melanogaster
SUPER DICAS
• Número de gametas diferentes em F1 = 2n
• Número de fenótipos diferentes em F2 = 2n
• Número de genótipos di...
DOENÇAS RELACIONADAS
CARACTERÍSTICAS E DOENÇAS DOMINANTES
Polidactilia;
Bico-de-viúva
PTC (feniltiocarbamida)
Dobrar a lín...
DOENÇAS RELACIONADAS
DOENÇAS RECESSIVAS
Albinismo
DOENÇAS RELACIONADAS
DOENÇAS RECESSIVAS
Albinismo
DOENÇAS RELACIONADAS
DOENÇAS RECESSIVAS
Síndrome Dyggve-Melchior-Clausen Hemofilia Síndrome de Pena Shokeir
1 lei de_mendel
1 lei de_mendel
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1 lei de_mendel

1.137 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.137
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 lei de_mendel

  1. 1. Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados ©2013. www.tioronni.com.br
  2. 2. AS BASES DA HERDITARIEDADE Uma das hipóteses mais antigas registradas da Biologia foi a da PRÉ- FORMAÇÃO ou PROGÊNESE. Ela admitia que, no interior dos gametas, já existisse uma microscópica miniatura de um novo indivíduo. Essa minúscula criatura, que recebeu o nome de homúnculo, deveria crescer, após a fecundação até originar um organismo com as dimensões próprias da espécie. Só com o aperfeiçoamento do microscópio é que essa hipótese foi definitivamente afastada.
  3. 3. AS BASES DA HERDITARIEDADE No século passado, Charler Darwin (1809 – 1882) propunha, na Inglaterra, a ocorrência da produção em todos os órgãos do corpo de diminutas cópias dos mesmos – as gêmulas ou pangenes -, as quais seriam levadas pelo sangue até as gônadas, onde se reuniam para a formação dos gametas. Durante a fecundação, essas gêmulas se organizariam (como num jogo de encaixe) e estruturariam um novo organismo. Essa foi a hipótese da PANGÊNESE (do grego pan, „todos‟ e genesis, „origem‟), que explicaria a origem de todos os órgãos, sua formas e funções, de acordo com as semelhanças entre pais e filhos.
  4. 4. AS BASES DA HERDITARIEDADE No fim do século passado, Francis Galton (Inglaterra, 1822 – 1911) sugeria que a herança se desse através do sangue. Criou a “Lei da Herança Ancestral”, onde dizia que o sangue de cada indivíduo seria uma mistura do sangue do seu pai com o sangue de sua mãe numa proporção de meio a meio.
  5. 5. AS BASES DA HERDITARIEDADE Posteriormente, August Weismann (Alemanha, 1834 – 1914) propôs uma nova hipótese pela qual, durante o desenvolvimento embrionário, as células dividir-se-iam em duas linhagens ou grupos: uma contendo o plasma germinativo e a outra, não. Somente a primeira delas promoveria a expressão dos caracteres hereditários.
  6. 6. AS BASES DA HERDITARIEDADE A hipótese da EPINOGÊSE, lançada por Karl Ernst von Baer (Alemanha, 1792 – 1876), foi a que mais se aproximou da realidade, servindo, inclusive, como base para os conhecimentos atuais sobre a hereditariedade. Para von Baer, os gametas não traziam nenhuma estrutura do novo ser. Traziam, sim, a potencialidade para fazer com que uma intensa reprodução celular levasse a termo a formação do embrião, permitindo as novo organismo reproduzir as características dos seus ancestrais.
  7. 7. AS BASES DA HERDITARIEDADE Gregor Mendel nasceu em 22 de Julho de 1822, em Heinzendorf (Hyncice, distrito Nový Jicín, Tchequia), Áustria. Mendel estudou a herança das características das ervilheiras, descobrindo desta forma, as leis básicas da Hereditariedade. É considerado o Pai da Genética. Mendel trabalhou como jardineiro, e na sua juventude estudou no Olmutz Philosophical Institute. Em 1843 entrou para um mosteiro agostino em Brno. Mais tarde foi enviado à Universidade deViena para estudar. Começou seus estudos sobre genética num jardim experimental no mosteiro. Entre 1856 e 1863 Mendel Cultivou e testou aproximadamente 28.000 ervilheiras (Pisum sativum). Seus experimentos demoraram muito tempo a serem reconhecidos como as Leis da Hereditariedade de Mendel.
  8. 8. 1ª LEI DE MENDEL Mendel conclui que os fatores (genes) seriam transmitidos aos descendentes através dos gametas. Entretanto, esses “fatores” separar-se-iam durante processo de formação dos gametas de forma que cada gameta herdaria apenas um “fator” de cada par. Nome da Lei: Lei da pureza dos gametas, Lei da Segregação dos fatores ou Monoibridismo. Enunciado - “Cada caráter é condicionado por 2 fatores,que se separam na formação dos gametas,passando apenas um fator por gameta”. A PRIMEIRA LEI DE MENDEL Ao estudar a transmissão de características, o geneticista analisa cruzamentos e descendências. Logo, uma boa escolha do material de trabalho é fundamental. Esse material deve ter algumas características: • ser de fácil cultivo, pouco exigente quanto à nutrição e ao espaço; • deve gerar um grande número de descendentes, para que os resultados obtidos tenham validade estatística; • deve alcançar a maturidade sexual rapidamente, para que o pesquisador possa observar várias gerações sucessivas, em um curto espaço de tempo. • flores com órgãos reprodutores fechados dentro de pétalas. • caracteres bem visíveis e transmissíveis por mecanismo simples.
  9. 9. 1ª LEI DE MENDEL Todas as características são condicionadas por pares de fatores,que se separam na formação dos gametas,de tal modo que os gametas são sempre puros. CÉLUAS SOMÁTICAS: RR CÉLULA GERMINATIVA: R CÉLULA GERMINATIVA: R CÉLUAS SOMÁTICAS: rr CÉLULA GERMINATIVA: r CÉLULA GERMINATIVA: r
  10. 10. 1ª LEI DE MENDEL AA X A A Aa Aa Aa Aa aa a a P: Geração P ou Geração Parental Gametas F1: Geração F1 100% Aa TODOS AMARELOS
  11. 11. 1ª LEI DE MENDEL Aa X A a AA Aa Aa aa Aa A a F1: Geração F1 Gametas F2: Geração F2 AA = 25% AMARELO Aa = 25% AMARELO Aa = 25% AMARELO aa = 25% VERDE
  12. 12. 1ª LEI DE MENDEL PRINCIPAISTERMOS: Dominante: genes que manifestam suas características. Ex:A, B, C, D ... Recessivo: genes que não manifestam suas características. Ex: a, b, c, d ... Homozigoto: par de genes iguais. Ex:AA, BB, CC,DD ... Heterozigoto: par de genes diferentes. Ex:Aa, Bb, Cc,Dd ...
  13. 13. TABELA DE PUNNET A a A AA Aa a Aa aa F2: Geração Parental Vemos a seguir o cruzamento de dois indivíduos heterozigóticos (híbridos) amarelos obtendo a seguinte proporção: FENÓTIPOS: 2 (amarelo e verde). GENÓTIPOS: 3 (AA,Aa e aa).
  14. 14. EXEMPLOS: Coelhos
  15. 15. EXEMPLOS: Coleus Blumei
  16. 16. EXEMPLOS: Drosophila Melanogaster
  17. 17. SUPER DICAS • Número de gametas diferentes em F1 = 2n • Número de fenótipos diferentes em F2 = 2n • Número de genótipos diferentes em F2 = 3n • Número de indivíduos diferentes em F2 = 4n
  18. 18. DOENÇAS RELACIONADAS CARACTERÍSTICAS E DOENÇAS DOMINANTES Polidactilia; Bico-de-viúva PTC (feniltiocarbamida) Dobrar a língua Lobo da orelha
  19. 19. DOENÇAS RELACIONADAS DOENÇAS RECESSIVAS Albinismo
  20. 20. DOENÇAS RELACIONADAS DOENÇAS RECESSIVAS Albinismo
  21. 21. DOENÇAS RELACIONADAS DOENÇAS RECESSIVAS Síndrome Dyggve-Melchior-Clausen Hemofilia Síndrome de Pena Shokeir

×