Coordenao subordinaov2-1212261642497312-9

239 visualizações

Publicada em

ssubord

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
97
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Coordenao subordinaov2-1212261642497312-9

  1. 1. COORDENAÇÃOCOORDENAÇÃO // SUBORDINAÇÃOSUBORDINAÇÃO  Síntese do estudo da coordenação e subordinação.
  2. 2. COORDENAÇÃOCOORDENAÇÃO / SUBORDINAÇÃOSUBORDINAÇÃO  Quando a frase é complexa, as orações estão ligadas entre si através de um processo de coordenação ou de subordinação.
  3. 3. COORDENAÇÃOCOORDENAÇÃO  A coordenação é um processo de ligaçãoprocesso de ligação de frases independentesde frases independentes que podemos associar de diversas maneiras.  As orações assumem a designação de coordenadas; as conjunçõesconjunções que as ligam são coordenativascoordenativas.
  4. 4. Classificação das orações coordenadasClassificação das orações coordenadas A Carla lê e vê televisãovê televisão.  Oração CopulativaOração Copulativa (adição)
  5. 5. Hoje, a Carla não leu, mas viu televisãoviu televisão.  Oração adversativaOração adversativa (oposição)
  6. 6. A Carla ora lê, ora vê televisãovê televisão.  Oração disjuntivasOração disjuntivas (alternativa)
  7. 7. A Carla leu todo o dia, logo viuviu televisãotelevisão.  ConclusivasConclusivas (conclusão)
  8. 8. Hoje a Carla não leu nada, pois viuviu televisão todo o diatelevisão todo o dia.  ExplicativasExplicativas (justificação)
  9. 9. OBS:  A coordenação pode ser assindéticaassindética (supressão dos elementos de ligação) se for feita através de uma simples vírgula: A Carla leu, comeu, brincou.
  10. 10. SUBORDINAÇÃOSUBORDINAÇÃO  A subordinação é um processo de ligação entre duas orações em que uma se tornauma se torna dependente da outradependente da outra. Esta designa-se principalprincipal o subordinantesubordinante e a dependente por subordinadasubordinada; as conjunções designam-se por subordinativassubordinativas.
  11. 11. Classificação das orações subordinadasClassificação das orações subordinadas Leva o chapéu-de-chuva, porqueporque devedeve choverchover.  CAUSALCAUSAL
  12. 12. MalMal chegou a casachegou a casa, ligou a televisão.  TEMPORALTEMPORAL
  13. 13. Gritou, comocomo se fosse um lobose fosse um lobo.  COMPARATIVACOMPARATIVA
  14. 14. Mandou-a calar, para quepara que o ouvisseo ouvisse.  FINALFINAL
  15. 15. SeSe estudaresestudares, ficarás a perceber melhor esta matéria.  CONDICIONALCONDICIONAL
  16. 16. Deveríamos descansar, emboraembora tete pareça desnecessáriopareça desnecessário.  CONCESSIVACONCESSIVA
  17. 17. O João comeu tantostantos chocolates queque ficou maldispostoficou maldisposto.  CONSECUTIVACONSECUTIVA
  18. 18. Ele tem um carro queque é velozé veloz.  RELATIVA RESTRITIVARELATIVA RESTRITIVA
  19. 19. A mãe, queque já o tinha avisadojá o tinha avisado, pô-lo de castigo.  RELATIVA EXPLICATIVARELATIVA EXPLICATIVA
  20. 20. Ele disse queque não voltarianão voltaria.  INTEGRANTEINTEGRANTE OU COMPLETIVACOMPLETIVA NOTANOTA: Uma oração subordinada pode ser subordinante de outra num mesmo (período).
  21. 21. Distinguir as várias orações iniciadas por “que”  Se a subordinante possuir um verbo que precise da oração seguinte, iniciada por “que” para lhe completar o sentido, então estamos perante uma subordinada completiva ou integrante.  Ele disse queque gostava de ir connosco ao cinemagostava de ir connosco ao cinema.  Eu não sabia queque tinhas estado de fériastinhas estado de férias. NOTA: A oração completiva, normalmente, serve de complemento directo ao verbo da subordinante.
  22. 22.  Se a subordinante contiver em si a palavra que antecede o “que”, então estamos perante uma subordinada relativa.  Os alunos queque ainda não acabaram o exercícioainda não acabaram o exercício terminam em casa. (subordinada relativa restritivasubordinada relativa restritiva)  Os alunos, queque andavam descontraídosandavam descontraídos, tiveram boas notas nos exames. (subordinada relativa explicativasubordinada relativa explicativa)
  23. 23.  Se a subordinante contiver em si expressões como de tal modo, tanto, tão, o “que” introduz uma oração subordinada consecutiva.  Choveu tanto queque o trânsito este parado duaso trânsito este parado duas horashoras.  O comboio atrasou-se de tal maneira queque chegámos atrasados ao Semináriochegámos atrasados ao Seminário.

×