Orion

610 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
610
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orion

  1. 1. O R I O N 19 Janeiro 1964
  2. 2. 13 Horas A subida do Orion Fonte : Jornal Notícias (20 Jan 1964)
  3. 3. Orion 19 Janeiro 1964 Assim nascia um sonho...
  4. 4. Foi na Boa Nova, em Leça da Palmeira, que fizemos os nossos primeiros ensaios...
  5. 5. Carregado, saco e rampa de lançamento ao ombro, calcorreei vária vezes este caminho até ao local do ensaio... (A mala na mão direita levava, além dos materiais necessários para o lançamento, algo para aconchegar o estômago...)
  6. 6. Eis um dos foguetões de ensaio (neste caso o “Delta”), já montado na sua rampa e pronto a ser lançado. Nessa altura, ao fundo, ainda se vê a imensa cortina de árvores que dava cor, vida e saúde à paisagem... Belos tempos!
  7. 7. O R I O N A preparação do lançamento do dia 19 de Janeiro de 1964
  8. 8. Tudo começava a estar a postos ! Os dias que antecederam esta data foram árduos. Todo o pessoal trabalhava e dava ideias. Os cálculos eram vistos e revistos. As normas de segurança eram elaboradas. Os convites para os órgãos de comunicação, para as entidades e para alguns amigos foram postos no correio...
  9. 9. Criamos um logotipo... O canto superior esquerdo do papel de carta e do envelope era assim:
  10. 10. Este deve ser o único exemplar do Convite que sobrou de algumas centenas enviados:
  11. 11. Nas redacções posámos para a posteridade com o Orion nas mãos... No dia 17, uma Sexta-Feira à noite, visitámos os jornais do Porto... No dia seguinte, Sábado, a notícia foi publicada nos principais jornais…
  12. 12. Aqui estamos os três a olhar, embevecidos, para o Orion, que foi montado expressamente para a fotografia da praxe... mas, claro, sem o combustível – não fosse o diabo tecê-las!!!
  13. 13. O “Jornal de Notícias” de sábado (dia 18) descreveu, assim, a nossa visita...
  14. 14. O “Diário de Notícias” noticiava...
  15. 15. O dia do lançamento do O R I O N
  16. 16. Nessa manhã e enquanto os houve, foram distribuídos pelos visitantes os “ panfletos informativos ” e “ as características do Orion ”. Mas os visitantes ultrapassaram, de muito longe, os cálculos mais optimistas que fizéramos... … e o material de divulgação não chegou nem a metade!!!
  17. 17. Eis as “ Normas Informativas” ... (exemplar único)
  18. 18. Estas são as “ Características do O R I ON”... (exemplar único)
  19. 19. Chegou o momento da montagem e do tempo de fotografar e visitar o... O R I O N
  20. 20. Depois da montagem, Daniel (que teimava em não vestir a bata), troca impressões com o Jaime...
  21. 21. Jaime tem um desabafo e, perante o olhar atónito dos presentes, diz-me: - E se esta porra dá o berro ?!!!
  22. 22. Limitei-me, com um encolher de ombros, a olhar para a tubeira e disse qualquer coisa que alegrou o pessoal atrás de nós...
  23. 23. Jaime e Daniel regressaram à casamata (local onde faríamos o disparo). Pelo sim, pelo não, ainda dei mais uma vista de olhos ao foguetão...
  24. 24. Chegara a hora de preparar o lançamento do O R I O N
  25. 25. Demos início aos preparativos para “carregar” o foguetão com o combustível, montar o anel de separação ( o Orion era um foguetão de dois andares ) e fazer as ligações eléctricas...
  26. 26. A partir daqui começou a desenhar-se uma grande carga de trabalhos!!!... Depois de cheio de combustível, ai como pesava o raça do foguetão!!!...
  27. 27. Eu estava quase a deixá-lo cair, quando o Jaime me deu uma ajuda... Por fim, Daniel lá se decidiu a dar-nos uma mãozinha... ... e a muito custo conseguimos encaixar o Orion na rampa de lançamento...
  28. 28. A contagem decrescente estava a chegar ao fim... Daniel olha, com desconfiança, “os mirones” no telhado (?) da casamata que continuavam a fumar! Jaime e eu acertávamos pormenores de última hora...
  29. 29. Com um ruído ensurdecedor, o ORION ergueu-se, majestosamente, nos céus da Boa Nova... Hora Zero ! Uma grande salva de palmas ecoou por toda a zona!
  30. 30. No dia seguinte
  31. 31. No dia seguinte, alguns dos Jornais diários publicaram, em primeira página, esta foto:
  32. 32. ... e descreviam, assim, o lançamento:
  33. 33. ... ou, assim:
  34. 34. Mas muita coisa ficou por ser dita...
  35. 35. O Projecto, apesar do entusiasmo do início e das promessas que nos fizeram, teve o fim destinado aos lunáticos, aos idealistas, àqueles que sonhavam poder fazer qualquer coisa útil por este País.
  36. 36. Nós recusamos divulgar a fórmula da PORTITE ... (foi este o nome que demos ao nosso combustível)
  37. 37. E foi o FIM de tudo!...
  38. 38. Dos nossos sonhos... Dos sonhos daqueles que acreditaram no Projecto... Dos sonhos dos jovens que trabalharam connosco...
  39. 39. A título póstumo...
  40. 40. Na Boa Nova, era este (alimentado por algumas promessas!…) o nosso grande sonho: neste local deveria ter nascido o C.P.E. - Centro de PesquisasEspaciais…
  41. 41. está lá agora uma... Refinaria de petróleo!
  42. 42. E para mal dos nossos pecados, AINDA HOJE EXISTE !!!
  43. 43. O R I O N 19 Janeiro 1964 Este trabalho foi baseado na comunicação que apresentei em 9 de Novembro de 2001, no 1º Salão Europeu de Ficção Histórica , no Fórum da Maia. José Gomes
  44. 44. “ O Foguetão ” Conjunto António Mafra Janeiro 1964 “ Na Praia da Boa Nova Ao subir um foguetão A tua saia de roda Deu-lhe o vento E fez balão (…)” “ The Shadows ” interpretam: 1 – Perfidia ; 2 – Apache ; 3 - The Deer Hunter 4- The Breeze and I Os rítmos do Conjunto “ The Shadows ” acompanharam-nos sempre nos dias que tínhamos lançamento na Boa Nova.
  45. 45. F I M 2008 Um abraço a todos aqueles que participaram directa ou indirectamente neste Projecto, nomeadamente ao Daniel, ao Jaime, ao Gaspar e ao António Manuel.

×