Manual de publicidade

1.154 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.154
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual de publicidade

  1. 1. FUNDAÇÃO VALEPARAIBANA DE ENSINO UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAIBA COLÉGIO TÉCNICO “ANTÔNIO TEIXEIRA FERNANDES”PUBLICIDADE: MUITO ALÉMDA CRIAÇÃO!A FORMAÇÃO DO TÉCNICO EM PUBLICIDADE
  2. 2. 2 São José dos Campos, setembro de 2005 “Oferecer oportunidade ao estudante significa investir no futuro da empresa”Introdução Todos nascemos com criatividade; o que nos falta, muitas vezes, éexercitá-la. Estudiosos afirmam que o nosso cérebro é dividido em doishemisférios, sendo o da direita o lado da criatividade e o da esquerda o lado daracionalidade. Ocorre que crescemos e somos educados a pensar racionalmentedeixando, muitas vezes, de exercitar o lado direito do cérebro. Diante de tal constatação é possível aferir que a criatividade é algo nato,mas que necessita de treino para ativá-la. Existem diversas técnicas para auxiliarneste processo: livros, artigos científicos, manuais e muitos outros meiosdisponibilizados à população. E onde entra a publicidade? Criatividade é um importante instrumento de trabalho na publicidade. Épreciso entender que publicidade não se resume em criatividade. Se criatividadee publicidade fossem sinônimos, todos nós seríamos publicitários, o que não éuma verdade. A função de um publicitário, segundo o Decreto Lei 57.690 de 01/02/66,que veio a regulamentar a profissões do publicitário, diz: “publicitário é aqueleque, em caráter regular e permanente, exerce funções artísticas e técnicasatravés das quais se estuda, se concebe, se executa e se distribui propaganda”. Assim, o técnico em publicidade possui a criatividade como uma qualidadepessoal e os conhecimentos técnicos, como instrumentos que lhe possibilitarãoatuar nos diversos campos da propaganda. Mas, para o alcance de tal formação,ele necessita de uma vivência profissional prática no mercado de trabalho, algoque uma boa oportunidade de estágio poderá lhe proporcionar.Alguns Mitos Sobre Publicidade1º) A única Propaganda que traz resultados é a de TV A TV é sim um excelente meio de divulgação, quandose quer atingir um grande número de consumidores empequeno espaço de tempo. No entanto, outros meios também são capazes dealcançar resultados. O segredo é a correta identificação do público-alvo. O rádio,por exemplo, está presente em quase todos os lugares e tem a vantagem deacompanhar os consumidores. O meio de divulgação correto a que denominamos mídia, depende dediversos fatores que só um profissional da área de publicidade, poderá identificaratravés de técnicas da combinação de mídias que trarão os melhores resultados. Assim, um estagiário técnico de publicidade estará capacitado para: Elaborar pesquisas de mercado, identificando o perfil do público-alvo e as melhores mídias a serem utilizadas para atingir tal público; Elaborar planos de mídia, para determinar verificar a melhor relação custo x benefício; e
  3. 3. 3 Manter contato junto aos fornecedores de mídia, para orçamentos e negociações.2º) Fazer Propaganda custa caro Em primeiro lugar, é preciso ter a consciência de que apropaganda é um “investimento” e como todo investimento podetrazer resultados de curto, médio ou longo prazo. Tudo depende seexistir ou não um planejamento para essa propaganda, a quedenominamos planejamento de campanha publicitária. Em segundo lugar, é preciso acreditar na propaganda como um meio detornar o consumidor consciente da existência de uma empresa, de um produto,de um serviço ou de uma marca. A propaganda, independentemente da forma que assuma, necessita serplanejada, executada e avaliada para que o “investimento” não se torne “umpesadelo” para os seus investidores. Hoje, com o avanço da tecnologia e com a visão empreendedora,característica dos brasileiros, é possível encontrar formas alternativas de se fazerpropaganda, sem que isso implique em grandes investimentos financeiros. Nesse sentido, um técnico em publicidade poderá contribuir com os seusconhecimentos em qualquer tipo de empresa ou instituição: Auxiliar no planejamento, execução e avaliação de campanhas publicitárias; encontrar soluções criativas para investimentos em propaganda; utilizar-se da tecnologia para encontrar novas soluções de mídia; e confeccionar as peças publicitárias para tais divulgações.3º) Apenas grandes marcas e empresas podemcontratar os serviços de um publicitário Muitas empresas acreditam que por não serem degrande porte ou por não possuírem um departamento voltadopara a área da comunicação, não possam contratar serviçosde propaganda. Isso é um grande equívoco, pois o profissional técnicoem publicidade também está apto a prestar serviçospublicitários de maneira independente e autônoma. Uma pequena imobiliária, porexemplo, poderá obter os serviços desse técnico para divulgar o seuempreendimento. Ao técnico caberá em termos de propaganda: criar uma identidade visual para a empresa ou instituição (logotipo, símbolos, cores, fachada, etc.); personificar a papelaria dessa empresa ou instituição (papel timbrado, envelope, cartão de visitas, blocos de notas, etc.); realizar pesquisa de satisfação junto aos clientes; criar programas de fidelização dos clientes; e desenvolver qualquer peça publicitária para divulgação da empresa ou instituição.
  4. 4. 4 Como se vê, assim qualquer tipo de empresa pode investir empublicidade e abrir suas portas para o estagiário, futuro profissional técnico destaárea.Mercados de Atuação do Técnico em Publicidade Por ser uma área bastante promissora e dinâmica, a Publicidade é umadas áreas mais disputadas no mercado de trabalho atualmente. O curso Técnicoem Publicidade forma profissionais com habilidades para executar diversasatividades relacionadas à criação de campanhas, à mídias, planejamento demarketing, à produção gráfica e eletrônica, entre outras. São inúmeras as possibilidades de atuação de um profissional técnico empublicidade no mercado de trabalho. Além da possibilidade de trabalhar paraqualquer tipo de empresa ou instituição que deseje utilizar-se da propaganda, eleainda pode auxiliar: nos trabalhos de uma agência de publicidade; na área gráfica (trabalho em gráficas, editoras, jornais, revistas, etc.); na área fotográfica (trabalho com tratamento de fotografia, produção de fotos publicitárias, estúdio fotográfico, etc.); na área de mídias de massa (trabalho na parte comercial de TV, rádio, revista, jornal, etc); na área de mídias específicas (trabalho em empresas de confecção de banners, adesivos, brindes, envelopamento, etc.); na área de internet (trabalho com desenvolvimento de sites, designer de páginas, etc.); e na área de eventos (no setor de organização e contatos com o público).Considerações sobre o estagiário do curso de Publicidade: As atividades de um Técnico em Publicidade não se esgotam nos tópicosobservados neste material. Esse é um mercado que está crescendo na cidade deSão José dos Campos, mas que apresenta ainda diversos tipos de espaços paraserem explorados. Acredita-se que a profissionalização tenha, ainda, muito a acrescentar aesse mercado e que o seu crescimento dependa da valorização da mão- de-obra que cada empresa ou organização venha a adotar. Cabe, finalmente, destacar que o estagiário não é mão- de- obra regidapela CLT (Consolidação da Leis Trabalhistas). Sua presença no mercado detrabalho tem a finalidade de transformar conhecimentos teóricos em praticas devivência, em situações reais observadas no exercício dessa profissão. E, que amesma está fundamentada na LDB (Leis de Diretrizes e Bases da Educação) ena legislação do estágio( Lei 6494/77 e Decreto 87497/82), que dispensa orecolhimento do FGTS, pagamento do 13º salário, de férias, bem como orecolhimento de encargos sociais como INSS e PIS. A única obrigação legal que a empresa ou qualquer organização terá, é opagamento de uma apólice de seguro contra acidentes pessoais (morte ouinvalidez permanente), que é paga como taxa única na instituição financeira quea empresa escolher.
  5. 5. 5 A duração mínima do estágio para o Técnico de Publicidade é de 250horas de trabalho, não existindo limite máximo de tempo para exercício destaatividade. Solicita-se apenas, que esse estágio seja feito fora do horário letivocumprido pelo estagiário. Quanto à remuneração mensal, que a legislação denomina como bolsa –auxílio, não é obrigatória e quando oferecida deve ser paga mensalmente, sendo osvalores acordados entre as partes (empresa e estagiário) em contrato homologadopela Instituição de Ensino.Texto: Maria Joseane de Jesus Serpa - Coordenadora do curso Técnico de PublicidadeRevisão Gramatical: Heloísa FróesDigitação: Arianne Pinho e Mônica Hayashi - estagiárias

×