Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012
Ano I - Edição 166
Fundado em 09 de janeiro de 2012 - O PRIMEIRO JORNAL D...
2/ Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e ...
/3Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e ...
4/ Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e ...
/5Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e ...
6/ Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e ...
/7Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e ...
8/ Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012
8/ Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultur...
/9Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012
Dom José: se vivo fosse, faria 130 anos -
Foto: Divu...
10/ Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012
Polícia
Informação, Cultura e NegóciosInformação, ...
/11Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e...
12/ Ano I - Edição 166
Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012INFORMAÇÃO, CULTURA E NEGÓCIOS
HomenagemHomenagem
D...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal100912

523 visualizações

Publicada em

MINHAS FOTOS

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
523
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal100912

  1. 1. Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Ano I - Edição 166 Fundado em 09 de janeiro de 2012 - O PRIMEIRO JORNAL DIÁRIO DE SOBRAL INFORMAÇÃO, CULTURA E NEGÓCIOS R$ 1,50R$ 1,50 Pág/09Pág/09 Cidade Pág/05 Págs/06 e 07 Pág/08Pág/08 Pág/02 Artigo Temqueter sangueno olho PorNaterciaRocha Política Pág/03 Sessãosolene celebra90anos dorádionoBrasil nestasegunda Pág/08 Política Guaranyde Sobralconquista empateforade casa SenadorSá: Açãodistribuimuitomais quealimentomaterial Fé e amor ao próximo es veram reunidos na noite de sábado, 9, no município de Senador Sá, distante 270 km da capital, Fortaleza. - Foto: Rayanne Colares Pág/10 Esporte Começaremos, hoje, uma nova série de reportagens que serão publicadas às segundas-feiras, ao longo do mês de setembro. O ob- jeto, em especial, é o açude Cachoei- ro, também conhecido como açude Sobral, localizado na área urbana da cidade homônima, e que pertence ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). De acordo com dados do Dicionário Eletrôni- co de Recursos Hídricos do Ceará, o Cachoeiro foi fundado em 1921, faz parte da Bacia do Acaraú e é compos- to pelo riacho barrado Mata Fresca. Com capacidade de 4.675.000 m3 de água, sua barragem é de terra homo- gênea e sua bacia hidrográfica possui 40.000 km2 . Ao todo, existem 1000 metros de canais principais e 500 me- tros de canais secundários. Foto: Rubens Lima AçudeCachoeiro: Filhoórfãodemuitospais Prof. Osvaldo Veveu Dr. Guimarães Marco Prado Campanhasem IpueCoreaú ganhamcontornos dramáticos Sobral, jubilosa, festeja nascimento deDomJosé A par r de amanhã, 11, até pró- xima sexta-feira, 14, o Jornal Sobral News publica uma série de repor- tagens com os quatro candidatos à Prefeitura de Sobral.
  2. 2. 2/ Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios Rua Coronel Antônio Rodrigues Magalhães, 359 Bairro Dom Expedito Lopes - Sobral/CE 62050-100 | Caixa Postal, 10 Telefax: (88) 3614-3232 (Ramal 236) comunicacao@inta.edu.br ExpedienteExpediente Diretor-Geral: Dr. Oscar Rodrigues Jr. Sobral News é uma publicação da EGUS - Editora Gráfica Universitária Sobralense LTDA. CNPJ: 11.505.744/0001-84 Rua Hélio Barreto Arruda Coelho, 453 -CEP: 62.050.230 Bairro Dom Expedito - Sobral - Ceará (88) 3111.0101 jornal@sobralnews.com.br Diretor Administrativo: • Silveira Rocha Consultor Jurídico: • Dr. Luiz Aquino NetoDiretor de Redação: • Herculano Costa Editor Adjunto: •Paulo Passos de Oliveira Diretor Financeiro: •Ricardo Alves Assistente Financeiro: •Maciano Carneiro Jornalistas: • Alltemy Moura • Patrícia Kinoshita • Rayanne Colares • Carlos Ritchelly Jornalistas Colaboradores: •Pedro Nobre - MTB: 1761 JP-CE •Jerfson Lins - MTB 2086 JP-CE Tiragem: 1.000 exemplares Impressão: EGUS - Editora Gráfica Universitária Sobralense LTDA. Contatos: (88) 3614.4333 Distribuição: • Gabriel Sousa • Valder Duarte Diagramação: • Edwalcyr Santos • Laura Farias Fotógrafo: • Ryan Hoover Contato Comercial: • Lidevânia Braga (88) 9650.5550 (88) 8818.8692 (88) 9270.3267 Editora: •Natercia Rocha MTB: 96663-JP-SP Editorial ArtigoArtigo Opinião Edição fechada por Paulo Passos e Laura Farias Acesse: sobralnews.com.br DomJosé,um homemsemtempo Cento e trinta anos marcam a re- lação histórica entre Dom José e sua sempre amada Sobral, onde nasceu em 10 de setembro de 1882. O maior ben- feitor desta terra em seu tempo nos deixou obras admiráveis, verdadeiros monumentos arquitetônicos oferecen- do bene cios nas áreas Social, da Saú- de, Educação, Cultura e Religiosidade. José Tupinambá da Frota, menino prodigioso que encantou o Colégio Pio XVII de Roma com sua sapiência pre- coce, que se fez Padre, que se fez pri- meiro Bispo de Sobral, revolucionário em sua postura de pastor, desafiou seu próprio tempo com empreendimentos mirabolantes, até hoje pontuando com acentuada exuberância no sí o históri- co da Cidade. Construiu abrigo, hospital, colégios, igrejas, criou ins tuições de amparo, seminários, ampliando os domínios da Diocese em quase toda a Zona Norte do Ceará. Por seus feitos, pelo seu nome forte e sua memória imorredoura, con nu- ará sendo o grande ícone humano da Sobral, um dos mais célebres do Ceará e do Brasil, e ao qual muito somos gra- tos pelo que temos e o que somos. Reconhecido por sua capacidade intelectual e o poder de estender o olhar no futuro e projetar grandiosas ações em favor dos desfavorecidos, o primeiro bispo de Sobral não esperou pelo tempo e revolucionou toda uma cidade em torno da construção de fer- ramentas sociais de proteção a crian- ças, jovens, trabalhadores e idosos. A ele também devemos a eferves- cência da fé, caracterís ca deste povo, que recebeu do seu bispo mais de uma dezena de igrejas e 99 padres forma- dos e instruídos, a par r do Seminário Diocesano da Betânia. Por mais que façamos em sua ho- menagem, por mais agradecidos que nos mostremos, tudo ainda será ínfimo diante da grandiosidade do complexo de bene cios que ele nos deixou em obras sicas, sen mento de fé e exemplo de como fazer o impossível criar forma. Assim como há uma enorme mul - dão de admiradores desse José imor- tal, também existem os que não con- seguem aceitar como pode um ser humano, mesmo depois de morto, ser mais pres moso que muitos vivos que, pela indisposição da caridade, são tão pobres, que tudo o que têm na vida é somente dinheiro. Silveira Rocha S egunda-feira, 10 de setembro de 2012. Hoje é dia de rememorar uma efeméride das mais impor- tantes para a história de Sobral. É que há exato um século e três lustros nas- cia na casa de nº 231, da Rua da Auro- ra (hoje Domingos Olímpio), na cidade de Sobral, José Tupinambá da Frota, um menino que, algum tempo mais tarde, viria a revolucionar os des nos da então pequenina cidade do interior do Ceará, agora, a notável Princesa do Norte. Filho de Manuel Arthur da Frota e de Raimunda Artemísia Rodrigues Lima, José Tupinambá da Frota nasceu no lu- gar supradito, em 10 de setembro de 1882. Cedo, revelou sua inteligência, sabedoria e gosto pela religião. Muito jovem ainda fez seus estudos primários na cidade natal, vindo a concluir o cur- so secundário no Seminário de Salva- dor. Foi residir, em seguida, no Colégio Pio Brasileiro, em Roma, incen vado por seu o e padrinho, Dom Jerônimo Thomé da Silva, arcebispo primaz do Brasil. Ingressou na Pon cia Universi- dade Gregoriana, de Roma, onde colou o grau de Doutor em Teologia e Filoso- fia em 1902. Foi ordenado presbítero na Cidade Eterna, em 29 de outubro de 1905. Retornando ao Brasil, em 1906, voltou a Sobral para ajudar o Padre Dio- go da Frota, seu o, então pároco da ci- dade. Em 1907, a convite de Dom José de Camargo Barros, lecionou Teologia Dogmá ca, É ca e Liturgia, no Seminá- rio de Ipiranga, em São Paulo. Em 1908, retornando ao Ceará, foi nomeado vigário de Sobral, pelo Bispo de Fortaleza Dom Joaquim José Vieira. Sobral, à época, já era uma das princi- pais cidades do Ceará e berço do tra- dicional clã dos Frota, de cuja família José Tupinambá era membro ilustre. Em 1915, a 10 de novembro, foi criada a Diocese de Sobral pela bula Catholicae Religionis Bonum, do Papa Bento XV, que, em conjunto com a Diocese do Crato, criada em 1914, compunham a Província Eclesiás ca do Ceará, com sua Arquidiocese em Fortaleza. Por influência do Bispo Me- tropolitano, Dom Joaquim José Vieira, junto ao Núncio Apostólico, o Padre José Tupinambá da Frota, então com 33 anos, foi nomeado e sagrado como o 1º Bispo de Sobral. A sagração se deu na Catedral de Salvador, na Bahia, em 29 de junho de 1916, por Dom Jerôni- mo Thomé da Silva, arcebispo primaz do Brasil, tomando posse solenemen- te na recém-criada Diocese de Sobral, em 22 de julho do mesmo ano. A ci- dade explodiu de sa sfação e orgulho pelo seu 1º Bispo e sua nova Diocese. A par r de então, a história de So- bral tomou outro rumo. A religiosida- de, a educação, a saúde e de um modo geral os costumes sócio-econômico- -culturais de Sobral passaram a ser regidos pela batuta de Dom José, com reflexos em toda a extensão da vasta diocese sobralense. Por suas obras, em seus diversos âmbitos, Dom José é hoje considerado como "o refundador de Sobral". Se vivo fosse, Dom José estaria completando hoje 130 anos. Por estar com Deus, "hosana nas alturas" a Dom José Tupinambá da Frota! HosanaóDomJosé Natercia Rocha Jornalista Tem que ter sangue no olho. Há anos venho usando essa frase e atribuindo a interjeição hiperbólica à Maria Bonita (companheira de Lampião). Não sei se ela disse isso, mas se não disse, deveria ter dito. Ontem, 9.9, o Jornal Sobral News completou nove meses. O tempo exato de uma gestação. E, nesse período de maturação, muitas mudanças e ajustes foram necessários para que o projeto idealizado pelo Diretor-Geral das Fa- culdades INTA, Dr. Oscar Rodrigues Ju- nior, vingasse a altura do que o povo de Sobral merece e, diga-se de passagem, exige. Credibilidade, isenção, diversidade, respeito, é ca e simplicidade são as pa- lavras norteadoras do grupo que hoje compõe a equipe desse periódico que tem a chancela de ser “O primeiro jor- nal diário de Sobral”. E, para isso, caro leitor, tem que ter sangue no olho. Todos os dias, impre- terivelmente, 12 páginas amanhecem, literalmente, em branco. É um recome- ço diário, um ‘só por hoje’ que exige dedicação, compreensão, sabedoria e, acima de tudo, consciência da neces- sidade da colaboração individual, em prol da excelência cole va. Chegar até aqui não foi tarefa fácil. O tempo de Deus, às vezes, nos pega de surpresa. E quando ainda somos apren- dizes, nos vemos no papel de orienta- dores. Quando o papel do jornalista ultrapassa a obrigação bacana de en- tregar uma pauta por dia, eis que pre- cisamos de até 15, 20 matérias (entre grandes e pequenas) para fechar uma edição inteira. E isso exige habilidade. Até porque fazer jornal pode ser com- parado a jogar frescobol. Se passar a bola errada para o outro, ninguém joga, fica ruim para todos. E, como jornalista é mesmo espe- cialista em generalidades, a busca é por aprender a lidar com a pressão da atualidade, sem desguarnecer o com- promisso com a fidelidade, com a re- levância da informação, equilibrando temperamentos, inclusive o próprio, vaidades, problemas pessoais, além, claro, da velha obsessão pelo não-erro. Nesses 9 meses muita água passou por debaixo da ponte. Como em toda caminhada, alguns colaboraram mais, outros menos, mas, como disse Lam- pião, e se não disse, deveria ter dito, “cada um dá o que tem”. E aceitar isso é encontrar a dimensão dos próprios li- mites e capacidades. Juntos, nesse início da segunda década do século XXI, estamos escre- vendo a história dessa cidade, sempre antenados com o que acontece no Es- tado, no País e no Mundo, já que o So- bral News contempla todas as editorias de jornais de grande de circulação. As conquistas, nem sempre pacífi- cas, foram necessárias. E aproveito essa data comemora va de nove meses para compar lhar a gra dão que sinto pelo respeito e confiança concedidas pelo gestor desse Grupo, Dr. Oscar Rodrigues Junior. Apesar dos avanços e conquistas femininas, mulheres em cargos de lide- rança ainda são raros. Apostar na força de trabalho feminino é, ainda, uma van- guarda, pelo menos em nosso Estado. Algumas mudanças se avizinham. E a torcida da equipe do Jornal é que o povo sobralense abrace esse projeto como seu, e colabore e se veja e se reconhe- ça e se informe dos fatos com isenção e imparcialidade. Parabéns aos gestores do Grupo INTA pela inicia va e pela for- ça em con nuar essa caminhada diária repleta de acertos e incertezas. E é isso que faz o jornalismo tão interessante. Temquetersanguenoolho
  3. 3. /3Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios Política SilveiraSilveira RochaRocha Políticaazeda José Vytal Linhares cumpriu com a palavra e, realmen- te, não se tornou candidato à reeleição como vereador. O Zé, muito embora tenha sido campeão de votos na cam- panha de 2008, preferiu não repe r a tarefa. Na verdade, o Zé Vytal, de um certo tempo para cá, andava mais de- sanimado com a polí ca do que mulher que embucha e depois não se lembra da fisionomia do pai do menino. Di cilpapel A grande maioria dos que estão candidatos a vereador sequer sabe qual o verdadeiro papel dos integrantes do Legisla vo. O filme que passa na cabeça dela é o de que o vereador é igual ao Papai Noel, com a diferença que o Papai Noel anda de saco cheio somente no período do Natal, já o vereador é o ano inteiro. Haja saco! Melhorcalar O debate promovido pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) entre os candidatos a prefeito de Sobral foi o mote das rodas de conversas durante toda a semana. A principal tônica foi a ausência do Dr. Guimarães (PV), coisa que causou estranheza aos seus próprios aliados que, assim como os demais eleitores de Sobral, não co- nhecem os reais mo vos que o levaram a ser candidato. Quem vai buscar água na cacimba precisa suportar o pote na cabeça. Saudadeseternas Se a Jus ça Eleitoral vesse assis ndo um “terreiro alegre” do Zé Prado, uma “casa cheia” do Joaquim Bar- reto, ou se vesse par cipado de uma passeata como a da bagaceira e do cacareco, certamente não teria nos im- pedido de tantas peças da polí ca do passado, que era cheia de alegria, apesar de já exis rem as contravenções. O pleito atual está sem gosto e sem graça. Lulaeseusmamulengos Lula perdeu de vez o bom senso e até o amor pela vida, simplesmente para atender apelos de pe stas fracos, que querem se beneficiar da imagem do ex-presidente para fazerem o povo mais necessitado dar o voto como amém. Essa pressão psicológica disfarçada deveria ser comba da pela Jus ça Eleitoral, pois é uma ní da ação de poder de influência sobre a liberdade de expressão do eleitor. Bomdereza Os prefeituráveis de Fortaleza estão empunhando a bandeira da saúde pública, entendendo que esta é, assim como a segurança, um dos serviços que mais preocupam os fortalezenses, e que também não apresenta qualida- de. Também ganham repercussão significa va educação e mobilidade urbana. No tocante à educação, a implanta- ção de escolas em tempo integral predomina. Para a saú- de, a maioria dos pleiteantes aposta no fortalecimento do Programa Saúde da Família (PSF) e na ampliação dos postos de saúde. Melhor acreditar em quem tem a reza mais forte. Novafórmuladelimpeza O Supremo Tribunal Federal (STF) entra hoje em uma nova etapa no julgamento da Ação Penal 470, conhecida como processo do mensalão. A Corte entra no vigésimo primeiro dia de trabalhos com a análise do capítulo so- bre lavagem de dinheiro. Este é o quarto item da denún- cia apresentada em 2006 pelo Ministério Público Federal (MPF). Segundo a acusação, os réus do núcleo financeiro e do núcleo publicitário se uniram para montar um “so- fis cado mecanismo de branqueamento de capitais”, que permi a a distribuição de dinheiro do chamado mensalão sem deixar ves gios. O Sabão OMO é que se cuide. O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará no primeiro semestre de 2012 chegou a 2,9% em relação ao período anterior. Esse percentual é 4,8 vezes maior que o PIB na- cional, que obteve 0,6% no primeiro semestre deste ano. O desempenho do PIB cearense foi anunciado na quinta-feira, 6, pelo Governador Cid Gomes durante a posse do Presidente do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Ary Joel Lanzarin. Os dados detalhados do PIB do Ceará serão divulgados amanhã, 11, pela Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), por meio do Ins tuto de Pesquisa e Esta s ca (Ipece). Sobre a posse do novo presidente do BNB, Cid Gomes destacou o papel da ins tuição no desenvolvimento do Nordeste e que, apesar do cenário mundial de crise econômica, os estados da Região têm do várias conquistas como, por exemplo, o desempenho da econo- mia local e o aumento dos inves mentos. Ele ressaltou ainda a importância da prorrogação da validade do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FNDE). "O FNDE, se não fosse u li- zado em um ano, ele era considerado perdido. Com o novo sistema, o recurso passou a ser um fundo financeiro, o que gera retorno. Creio que em 10 anos, nesse sistema, o novo FNDE tenha a captação de R$ 30 bilhões, o que vai gerar maior disponibilidade de crédito", disse o go- vernador. Durante o ato de posse, o Ministro da Fa- zenda, Guido Mantega, anunciou redução na taxa de juros do BNB. Segundo o ministro, a taxa do banco será de 2,5% ao ano. Mantega comunicou ainda redução das taxas do Fundo Cons tucional do Nordeste (FNE), que passará a ter taxa mínima de 3,5% ao ano, e a máxima será reduzida de 10% para 8% ao ano. No discurso de posse, o novo presidente do BNB, Ary Joel, afirmou que serão criadas 108 novas agências do Banco do Nordeste, sendo que 23 delas deverão ser criadas até o fim de 2012. Ele destacou ainda a necessidade de parceria com os governos estaduais e com os servidores do Banco no sen do de ressaltar o papel da ins tu ção que é de promover o de- senvolvimento do Nordeste. Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado Sessãosolenecelebra 90anosdorádiono Brasilnestasegunda Os 90 anos do rádio no Brasil serão come- morados hoje, 10, a par r das 19h, em sessão solene na Assembleia Legisla - va. A celebração atende requerimento da De- putada Fernanda Pessoa (PR) e será realizada no Plenário 13 de Maio. Conforme a parlamen- tar, o rádio é um dos meios de comunicação mais an gos. Pesquisa do Ins tuto Brasileiro de Geografia e Esta s ca (IBGE) aponta que 81,4% dos domicílios brasileiros possuem apa- relho radiofônico. “A abrangência deve-se a sua linguagem popular e seu baixo custo para aquisição”, acrescentou. Uma das missões do rádio, segundo a depu- tada, é a de mediar diálogos. Ela lembrou que o ex-Presidente da República Getúlio Vargas criou o programa “A Voz do Brasil”, por meio do qual decisões tomadas pelo poder central chegavam às diversas regiões do País. Segundo Fernanda Pessoa, com o passar do tempo, o rádio possibilitou a aproximação das comunidades com os centros urbanos e das pessoas dentro de casa com a vida pública. “Hoje, temos no Ceará a FM Assembleia (96.7MHz) que busca comunicar-se com os cearenses quando o assunto é missão, divulga- ção e par cipação do Poder Legisla vo estadu- al na vida diária das comunidades”, assinala a deputada. Agência de No cias Assembleia Projetosugerereduçãode ICMSeIPVAparaservidores públicosdaJustiça Começa a tramitar na Assembleia Legisla va, a par r da próxima terça-feira, 11, o projeto de indicação nº110/12, de inicia va do Deputado Tin Gomes (PHS). A proposta dispõe sobre a re- dução de alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) na aquisição de automóveis novos para os ofi- ciais de Jus ça e analistas judiciários (execução de mandatos) do Poder Judiciário Estadual. De acordo com o parlamentar, atualmente é concedida a isenção do ICMS a taxistas, que usam o veículo no trabalho autônomo privado, e a deficientes sicos. A isenção, na avaliação dele, é justa por mo vos humanitários. Tin Gomes explica que o indica vo obje va beneficiar os oficiais de jus ça, “agentes que representam o próprio aparelho estatal”. “Eles são os únicos servidores públicos que não têm veículos para realizar a importante missão de intercâmbio processual”, argumenta. Para o deputado, “o projeto é de extrema im- portância também para a sociedade em geral, pois ajudará na agilização dos processos judi- ciais, trazendo uma melhor pacificação social”. Agência de No cias Assembleia PIBdoCearánoprimeiro semestrecrescecincovezes maisqueodoBrasil
  4. 4. 4/ Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios CidadeCidade Reportagem de Carlos Ritchelly jornal@sobralnews.com.br O desfile do Dia da Independên- cia, comemorado em 7 de se- tembro, começou, em Sobral, as 7h30min. Este ano, o tema da pa- rada foi “Independência com Paz, sem Drogas e a favor da Natureza”. A concentração dos par cipantes foi no Boulevard do Arco, mas o cortejo se- guiu para a praça do Teatro São João, onde estavam as autoridades, em co- memoração alusiva aos 190 anos da Independência do Brasil. Par ciparam do evento 53 ins tuições entre civis, militares e escolas, totalizando 5.553 pessoas. Pres giaram o evento o Secretário de Segurança e Cidadania Jorge Trin- dade, representando o Prefeito Veveu Arruda; a Secretária de Educação do Estado do Ceará, Izolda Cela; o Coman- dante do 3º BPM, Tenente-Coronel Gil- vandro Oliveira; o Capitão do Corpo de Bombeiro, Morais; o Inspetor da Po- lícia Rodoviária Federal, Flavio Maia; o Presidente da Câmara Municipal de Sobral, Vereador João Alberto; Secre- tários Municipais e população sobra- lense. Antes da abertura do desfile, os Co- mandantes da Segurança de Sobral, Jorge Trindade, Coronel Gilvandro, Ca- pitão Morais, e Inspetor Flavio Maia vistoriaram os agrupamentos, abrindo com grande es lo o desfile da Banda de Música de Sobral. A primeira ins - tução a desfilar foi a Maçonaria. Par ciparam 43 escolas, envolven- do as da sede e de distritos. Os te- mas mais apresentados pelas escolas, através de faixas e cartazes, foi Paz, Segurança, Amor, Meio Ambiente, Educação e Respeito. As ins tuições revelaram os seus projetos desenvol- vidos. As ins tuições mais esperadas foram a Policia Militar, (em especial o Ronda do Quarteirão), a Guarda Mi- rim, Guarda Municipal e Tiro de Guer- ra; finalizando o desfile, carros an gos do Clube do Fusca, os motociclistas do clube Asas do Asfalto, viaturas da Polí- cia Militar, Corpo de Bombeiros, Guar- das Municipais, Samu, Polícia Rodoviá- ria Federal e Mototaxistas. O Secretário Jorge Trindade falou- da importância do dia 7 de setembro: "hoje estamos fazendo o desfile que é tradicional no Município de Sobral, alusivo aos 190 anos da Independên- cia do Brasil. Temos 53 ins tuições, aproximadamente 5.500 pessoas, e a par cipação do público, que este ano chegou a cinco mil pessoas. Que esse evento desperte em todos os Sobra- lenses e brasileiros, um sen mento de patrio smo e cidadania. Quero para- benizar a todas aquelas pessoas que par ciparam da organização”. O Coronel Gilvandro, da Polícia Mi- litar de Sobral, disse que "é um prazer muito grande estarmos hoje com o es- pírito de civismo, com toda população de Sobral, da região Norte do Estado, pres giando um marco da história do Brasil, que representa a nossa inde- pendência, a democracia, estou obser- vando várias famílias com as sua crian- ças pres giando, e isso me emociona muito tanto profissionalmente quanto pessoalmente, é uma data que nos obriga a fazer uma reflexão, que tere- mos dias melhores de paz e amor”. Capitão Morais, do Corpo de Bom- beiros,afirmou:"essemomentoéuma data muito especial. Sete de setem- bro é um dia que não só os militares, mas toda a sociedade, vem par cipar do evento, principalmente as nossas crianças, que não podem perder esse espírito de civismo, e os militares têm um papel fundamental, já que eles fo- ram responsáveis por esse movimen- to. Hoje, a defesa é feita por militares, mas a nossa juventude tem que se en- gajar nesse movimento, é um evento que engrandece o nosso País”. Desfilede7desetembroDesfilede7desetembro emocionasobralensesemocionasobralenses Alunos da Escola Municipal Maria do Carmo de Andrade, do bairro das Pedrinhas, se apresentam no desfile da Independência, na Praça São João - Foto: Carlos Ritchelly Está com dificuldade de vender ou alugar o seu imóvel? Nossa empresa dispõe de profissionais capacitados, especialistas no ramo imobiliário, que irão lhes proporcionar a realização de um grande negócio. Só aqui você conta com a publicidade de seu imóvel totalmente grátis, através do Jornal Sobral News, o que torna o processo de venda/locação muito mais fácil e rápido, além de oferecermos todo o suporte jurídico e administrativo. Ligue (88) 3611.3030Agende uma visita com um dos nossos corretores Venha para a Gorj Imobiliária! Desfilede7desetembroDesfilede7desetembro emocionasobralensesemocionasobralenses
  5. 5. /5Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios RegionalRegional SenadorSá:SenadorSá: açãodistribuimuitomaisaçãodistribuimuitomais quealimentomaterialquealimentomaterial A ação realizada mostrou que para pra car generosidade é necessário apenas boa vontade, foco e a sa sfação de estar contribuindo para levar para aqueles que tanto necessitam, não apenas alimento para o corpo, mas também para o espírito Rayanne Colares jornal@sobralnews.com.br Fé e amor ao próximo es veram reunidos na noite de sábado, 9, no Município de Senador Sá, dis- tante 270 km da capital, Fortaleza. A cidade recebeu a visita dos integran- tes da igreja evangélica, Ministério 100% Trigo que, por meio do projeto ‘Pão da Vida’, distribuíram na praça de eventos no centro da cidade, 3,6 toneladas de alimentos às necessita- das famílias daquele lugar, famílias estas que também vêm sofrendo com os efeitos da es agem que a nge a região nordeste. Segundo um dos idealizadores desta ação, Carlos Henrique Silva Oli- veira, o projeto já percorreu vários municípios, assim como algumas co- munidades carentes de Fortaleza, distribuindo cestas básicas, bíblias e, principalmente, a palavra de Deus. “O ‘Pão da Vida’ já existe há três anos e ao longo deste período já foram dis- tribuídos mais de oito mil quilos de alimentos. Nós arrecadamos esses man mentos através das notas fiscais que nos são doadas e as transforma- mos em solidariedade. Também leva- mos para as pessoas as escrituras de Deus, ou seja, bíblias e pregamos para elas o evangelho de Jesus,” informou Carlos Henrique. Em relação ao evento ocorrer du- rante o feriado prolongado da inde- pendência, período de descanso para muitos, o membro da igreja e inte- grante do projeto, Joaquim Ferreira Rodrigues, esclareceu que a alegria de poder contribuir para diminuir a aflição e poder levar a estas pessoas a maior riqueza que se pode dar a al- guém, a palavra de Deus, jus fica a inicia va. “É uma sa sfação imensa em saber que estou fazendo a obra do Senhor ajudando as pessoas ca- rentes desta região. Nós temos busca- do realizar a obra de Deus da melhor maneira possível através da pregação do evangelho, uma vez que, nós esta- mos trazendo o alimento espiritual, mas também estamos compar lhan- do o alimento material que é o que os cidadãos desta cidade estão real- mente precisando,” explicou Joaquim Rodrigues. Sobre a importância e o obje vo da ação o pastor da denominação no Ceará, José Pedro Cardoso Brito, informou que o legado pretendido consiste em poder ajudar essas pes- soas distribuindo gêneros alimen - cios, mas o mais importante é semear no coração delas o alimento espiri- tual, ou seja, a palavra de Deus. “É um grande contentamento poder estar aqui em Senador Sá, que já é a 53ª cidade alcançada pelo projeto. O nosso foco maior é que em meio a tantas dificuldades, possamos lançar uma semente, já que nós cremos que o evangelho sem as obras representa um evangelho morto. Então, nós esta- mos aqui hoje sonhando em entregar essa semente literal e espiritual lem- brando que existe uma ‘África’ dentro do Brasil e ela está localizada aqui no Nordeste. Esta é, sem dúvida, uma re- gião necessitada de homens e mulhe- res de Deus que se levantem com o coração aberto para abençoar e, não obstante, cumprir aquilo que o Se- nhor Jesus falou e que se baseia em ir muito mais além do discurso, ou seja, materializar seus ensinamentos em boas ações. Portanto, o nosso desejo e obje vo é fazer acontecer,” concluiu José Pedro. Saiba Mais *O Projeto ‘Pão da Vida’ distribuiu em Senador Sá 103 cestas básicas de 35 kg de alimentos cada, benefician- do, assim, a aproximadamente mais de mil pessoas. *Durante o trabalho que vem sen- do desenvolvido pela obra há mais de três anos, mais de oito toneladas de alimentos já foram distribuídos a fa- mílias carentes do Estado do Ceará. *Todo o dinheiro usado para a com- pra das cestas básicas é originário das notas fiscais doadas pelos membros e visitantes da igreja que, posterior- mente, são rever dos em renda para a compra dos gêneros alimen cios. Maiores Informações: Você poderá adquirir mais dados em relação ao projeto, bem como sobre a obra missionária que vem sendo realizada pela igreja no site http://www.100porcentotrigo. com.br/ ou na sede do ministério na Rua Francisco Holanda, 879 – Dionísio Torres – Fortaleza – Ceará ou pelo número (85) 3047-3040. SenadorSá:SenadorSá: açãodistribuimuitomaisaçãodistribuimuitomais quealimentomaterialquealimentomaterial O projeto Pão da Vida distribuiu em Senador Sá 103 cestas básicas de 35 kg cada, beneficiando, assim, a aproximadamente mais de mil pessoas - Foto: Rayanne Colares 3111.0101 Rua Hélio Barreto Arruda Coelho, 453 CEP: 62.050.230 Bairro Dom Expedito Sobral - Ceará Leia, Assine e Anuncie Ligue
  6. 6. 6/ Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios CidadeCidade AçudeCachoeiro:AçudeCachoeiro: filhoórfãodefilhoórfãode muitospaismuitospais O açude Cachoeiro, localizado em área urbana de Sobral, pertence a uma autarquia federal, o Dnocs, tem suas águas administradas pela Cogerh, a parte ambiental fiscalizada pela Semace e pelo Ibama, a verificação do despejo de detritos de bairros vizinhos sob responsabilidade da AMMA, que trabalha ligada à Splan. Enquanto isso, parte dos moradores que moram nos entornos não têm necessidades atendidas pelo Município, nem pelo Estado do Ceará, que afirmam não poder gerenciar um espaço que não lhes pertence Paulo Passos jornal@sobralnews.com.br C omeçaremos, hoje, uma nova série de reportagens que serão publicadas às segundas-feiras, ao longo do mês de setembro. O ob- jeto, em especial, é o açude Cachoei- ro, também conhecido como açude Sobral, localizado na área urbana da cidade homônima, e que pertence ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). De acordo com dados do Dicionário Eletrôni- co de Recursos Hídricos do Ceará, o Cachoeiro foi fundado em 1921, faz parte da Bacia do Acaraú e é compos- to pelo riacho barrado Mata Fresca. Com capacidade de 4.675.000 m3 de água, sua barragem é de terra homo- gênea e sua bacia hidrográfica possui 40.000 km2 . Ao todo, existem 1000 metros de canais principais e 500 me- tros de canais secundários. O açude é importante por conta de sua perspec va histórica, ambiental e, sobretudo, humana. Ele abastece a população pobre que mora em seu entorno e suas águas chegam a irrigar o Parque da Cidade, bem como can- teiros e jardins do Município de So- bral. Entretanto, apesar de tamanha importância, o açude está doente, pois encontra-se tomado pela polui- ção. De acordo com o primeiro Presi- dente da Associação dos Vazanteiros do Açude Cachoeiro Sobral (ou, sim- plesmente, Associação Cachoeiro So- bral), Professor José Lyryal Rolim de Castro, uma das causas seria o esgoto despejado pelos motéis e pela fábrica de beneficiamento de algodão, que prejudicaria a área líquida. Segundo um informante que tra- balha na área ambiental de Sobral, e que preferiu não se iden ficar, existe uma indústria de cotonetes próxima ao açude Cachoeiro, mas a empresa teria apresentado a devida documen- tação e o licenciamento da Superin- tendência Estadual do Meio Ambien- te (Semace) para funcionamento, com determinada autorização vigen- te. Dessa maneira, o proprietário da fábrica estaria despejando no ma- nancial material pré-tratado, o que é Lixo nos entornos do açude Cachoeiro evidencia o descaso - Fotos: Rubens Lima AçudeCachoeiro:AçudeCachoeiro: filhoórfãodefilhoórfãode muitospaismuitospais
  7. 7. /7Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios uma exigência legal, pois, segundo o informante, existe padrão de controle ambiental para os afluentes. “O que acontece”, diz nosso informante, “é que as pessoas, por desconhecerem os procedimentos de uma a vidade fabril, como funciona a parte de des- carte em afluente, acham que ele está poluindo, mas não é. Já houve fiscali- zação, já houve vistoria de vários ór- gãos do município e do estado, e ele está dentro do padrão de legalidade,” informa o depoente. O informante não soube respon- der se os motéis da região contribuem para a poluição do açude, mas disse não ter observado nenhuma canaliza- ção que par sse daquela direção da avenida em direção ao riacho que de- ságua no Cachoeiro. Na verdade, a maior crí ca que Lyryal faz é a Superintendência Es- tadual do Meio Ambiente (Semace), que teria autorizado a construção de um loteamento sem saneamento bá- sico, com alto percentual de dejetos despejados no açude: o bairro Renato Parente. De acordo com a Secretária que está à frente da Secretaria de Plane- jamento Urbano e Meio Ambiente de Sobral (Splan), Juraci Neves, há uma série de denúncias de despejo de es- goto do bairro Renato Parente no açu- de Cachoeiro. Ela vai mais longe: afir- ma que o esgoto pode ser visto “a olho nu” descendo pelos córregos. Juraci lembra que representantes da Autar- quia Municipal de Meio Ambiente de Sobral (AMMA) já es veram no local fazendo vistoria. Os maiores proble- mas seriam rela vos aos moradores dos entornos que estariam, segundo ela, promovendo ligações clandes nas pelos córregos ou diretamente no açu- de Cachoeiro. Mas, para ela, este não seria um privilégio do local, já que há ligações irregulares no rio Acaraú, no Parque da Cidade, na Lagoa da Fazen- da, no açude Boqueirão, apenas para citar alguns lugares. Segundo a secre- tária, trata-se de um “costume an go da cidade que precisa ser mudado”. Ques onado se haveria despejo de esgoto do bairro Renato Parente diretamente no açude, nosso depoen- te disse que “infelizmente se trata de uma prá ca comum em todas as áreas urbanas.” E emendou: “me mostre um rio ou um riacho que tenha qualidade de água boa, que passe dentro de uma comunidade ou de um bairro. Infeliz- mente essa é uma prá ca clandes na e até criminosa da sociedade.” Ele con- nuou. “Às vezes a população tem até outros meios de descartar os dejetos, mas prefere jogar o problema para o outro, pois re ra o problema de sua casa para jogar para toda a comunida- de,” informou. Ele assume que o ideal seria a realização de uma fiscalização mais efe va nas proximidades dos açu- des e rios, mas nem sempre é possível. No Renato Parente, fala ele, há uma rede coletora, mas não sabe dizer se atende a todo o bairro. De acordo com nossa fonte, se existe, no bairro Renato Parente, descarte no açude Cachoeiro, este é clandes no, aproveitando rede de água fluvial. O problema é que, se isso ocorrer, uma vez contaminando o lençol freá co e contaminando o solo, o resultado, para o ser humano, pode ser o contágio de doenças. Sobre as responsabilidades dos lo- teadores, Juraci explicou que quando são aprovados projetos de loteamen- to, os proprietários devem doar 15% de suas áreas para manutenção de espaços verdes, e o processo também é mediado pela Splan. Juraci informou que é do interesse da Secretaria res- peitar a lei e preservar a mata e a área de curso dágua. A secretária explicou que a lei per- mite que sejam u lizadas fossa e su- midouro na ausência de outras formas de esgotamento sanitário. No Renato Parente, a maior parte das residências se encontra com o mesmo sistema. En- tretanto, na nova parte do bairro, que está sendo implementada, está sendo exigida a rede pública de esgoto, isso porque a qualidade do terreno é ruim, fazendo com que a água tenha dificul- dade de ser drenada. Segundo ela, a Prefeitura orienta, através de suas au- tarquias municipais, os devidos proce- dimentos de infraestrutura que devem ser adotados pelo empreendedor. A lei municipal determina que 40% dos lotes sejam hipotecados como forma de garan r a infraestrutura. O fim da hipoteca só se dará quando toda es- trutura es ver em conformidade com a lei. Entretanto, segundo ela, há uma discussão “bastante adiantada” com o Ministério Público com o intuito de fazer uma parceria para resolver o problema do saneamento básico no Renato Parente. Isso passará por um acordo entre os loteadores e a Pre- feitura. Com a chegada das duas mil casas no entorno do açude a solução será facilitada. Ou seja, o problema da emissão de dejetos no açude será mi- nimizado, mas estará resolvido? Qual a melhor solução para o ge- renciamento do açude? O que tem sido feito para resolver a falta de ge- renciamento do açude Cachoeiro, mesmo com tantos órgãos governa- mentais envolvidos? Acompanhe na próxima reportagem, a ser publicada no dia 17 de setembro. Referências: http://atlas.srh.ce.gov.br/ infra-estrutura/acudes/detalha- CaracteristicasTecnicas.php?cd_ acude=238&status=1 Açude Cachoeiro e a coloração verde da água: resultado da poluição O Cachoeiro é de responsabilidade do Dnocs, por isso, o Município e o Estado do Ceará ficam de mãos atadas
  8. 8. 8/ Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 8/ Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios Quemnãoévisto, nãoévotado! RESOLUÇÃO Nº 23.370 - Ementa Dispõe sobre a propaganda eleitoral e as condutas ilícitas em campanha eleitoral nas eleições de 2012 CAPÍTULO V - DA PROPAGANDA ELEITORAL NA IMPRENSA Art. 26. São permi das, até a antevéspera das eleições, a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso, de até 10 anúncios de propagan- da eleitoral, por veículo, em datas diversas, para cada candidato, no espaço máximo, por edição, de 1/8 (um oitavo) de página de jornal padrão e de 1/4 (um quarto) de página de revista ou tabloide (Lei nº 9.504/97, art. 43, caput). § 1º - Deverá constar do anúncio, de forma visível, o valor pago pela inserção (Lei nº 9.504/97, art. 43, § 1º). 9650.5550(88) 9270.3267(88) AnuncieAqui! Agende uma visita, iremos até você! DIA 10 DE SETEMBRO Agenda Agenda EleitoralEleitoral Agenda Agenda EleitoralEleitoralAgenda Eleitoral Agenda Eleitoral DOS CANDIDATOS A PREFEITO DE SOBRAL O critério para divulgação das agen- das é por ordem alfabé ca. As informa- ções divulgadas são de responsabilidade dos candidatos e de seus assessores. Veveu Arruda Assessoria de Comunicação não enviou agenda do candidato Professor Osvaldo 9h - Reunião em Fortaleza - Formato do debate (Diário do Nordeste). 10h - Entrega de mídia na Rádio e TV. 19h - Reunião com o cole vo da campanha organização da agenda da semana Marco Prado Dr. Guimarães 9h – Caminhada no Alto Novo 16h – caminhada no Alto Novo Assessoria de Comunicação não enviou agenda do candidato PolíticaPolítica A par r de amanhã, 11, até próxima sexta-feira, 14, o Jornal Sobral News publica uma série de reportagens com os quatro candidatos à Pre- feitura de Sobral. Por ordem alfabé ca de registro eleitoral, u lizando, basicamente, as mesmas perguntas, e com o obje vo de informar à po- pulação a respeito das propostas para a cidade, amanhã o leitor confe- re entrevista com Dr. Guimarães (PV). Na quarta-feira, 12, será a vez do candidato Marco Prado (PSDB); quinta-feira, 13, com o Professor Osvaldo Aguiar (PSol) e, sexta-feira, 14, com Veveu Arruda (PT). É o Jornal Sobral News colaborando com o crescimento democrá co da Princesa do Norte. Prof. Osvaldo Veveu Dr. Guimarães Marco Prado Coreaú Chico Antônio disputa o mais alto car- go do Município com Carlos Roner Félix Albuquerque, cujo nome na urna apare- cerá como Roner (PSDB), e que faz parte da coligação “Juntos para o bem de Core- aú”. Até o fechamento da edição constava no portal que divulga o registro das candi- daturas, o Divulgacand, que a inscrição de Chico Antônio permanecia deferida com recurso. Entretanto, sabe-se que o portal leva alguns dias para ser atualizado. O Ministério Público Eleitoral (MPE) de Coreaú havia recorrido da decisão que deferira o registro em primeira ins- tância. A decisão do TRE considerou que o Tribunal de Contas da União (TCU) não havia aprovado a “prestação de contas dos recursos referentes ao Convênio nº 399/1996, celebrado com a Prefeitura Municipal de Coreaú/CE, tendo por ob- je vo dar apoio financeiro à implemen- tação do Programa de Atendimento aos Desnutridos e às Gestantes de Risco Nu- tricional”. Entretanto, teria havido, para o TCU, “ausência de comprovação do for- necimento de leite e óleo durante todo o período previsto no Programa”. Em outro trecho do documento está escrito: “O gestor – ao deixar de fornecer lei- te e óleo durante o período previsto no Programa de Atendimento aos Desnu- tridos e às Gestantes de Risco Nutricio- nal – deixou de pra car, indevidamente, ato de o cio previsto no art. 11, II, da Lei de Improbidade Administra va, além de atentar contra os princípios da adminis- tração pública de legalidade e eficiência no trato dos assuntos que lhe são afetos”. Ipu O Ministério Público Eleitoral (MPE), enfim, bateu o martelo: a decisão foi pelo indeferimento da candidatura da “Coli- gação Ipu Cada Vez Mais Forte”, que tem como candidato Sávio Pontes, excluindo o PMDB e o PTdoB do bloco de par - dos. Permaneceram PRB, PP, PT, PSL, PR, DEM, PSB e PV na referida coligação. O MPE reconhece o direito do PMDB man- ter as candidaturas do Dr. Luiz e dos seus vereadores. O prefeito Sávio Pontes, que tenta a reeleição, saiu da Prefeitura, teve prisão decretada por conta de denúncias de improbidade administra va, foi solto, voltou ao poder devido a uma apelação ao Superior Tribunal de Jus ça (STJ), e depois de duas convenções par dárias, que ocorreram no meio de tamanha con- fusão, volta a ter candidatura indeferida. CampanhasemIpueCoreaú ganhamcontornosdramáticos Em Coreaú Chico Antônio tem registro indeferido pelo TRE. No Ipu Ministério Público Eleitoral dá parecer contra Sávio Pontes Paulo Passos jornal@sobralnews.com.br D uas cidades diferentes na Zona Norte do Estado do Ce- ará, Ipu e Coreaú, têm viven- ciado campanhas eleitorais com contornos dramá cos. Em decisão unânime, o candidato a prefeito de Coreaú Francisco Antônio de Mene- zes Cris no, ou Chico Antônio (PSB), como é mais conhecido, e que faz parte da coligação “Agora é a vez do povo”, teve o registro de sua candi- datura indeferido pelo Tribunal Re- gional Eleitoral, no início da noite da úl ma quarta-feira, 5 de setembro. Já no município do Ipu, Henri- que Sávio Pereira Pontes, ou apenas Sávio Pontes (PMDB), teve parecer contrário do Ministério Público Elei- toral. Nesta cidade serrana houve duas convenções par dárias. Em um primeiro momento, o outro can- didato do PMDB, Luiz de Gonzaga Timbó Correa, conhecido como Dr. Luiz, teve candidatura indeferida, enquanto Sávio Pontes foi deferido com recurso. Agora, Sávio Pontes tem sua candidatura indeferida.
  9. 9. /9Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Dom José: se vivo fosse, faria 130 anos - Foto: Divulgação HomenagemHomenagem Sobral,jubilosa,festeja nascimentodeDomJosé Considerado o segundo fundador da cidade, Dom José, o primeiro Bispo de Sobral, é festejado hoje, 10 de setembro, pela comunidade católica e por todos os sobralenses Herculano Costa jornal@sobralnews.com.br D om José Tupinambá da Frota, a mais renomada figura do clero sobralense de todos os tempos e uma das mais ilustradas personali- dades religiosas do Ceará, é lembra- do e festejado hoje por todos os so- bralenses e religiosos de toda a Zona Norte do Estado, no ensejo da passa- gem dos 130 anos de seu nascimento. Um dos maiores empreendedores de Sobral, nos mais diversos âmbitos da vida pública da cidade, o 1º Bispo Sobralense ainda é, por muitos, con- siderado o segundo fundador da ci- dade e a maior referência de homem público deste Município. Como todo homem público de re- nome Dom José viveu entre o amor e a veneração de muitos e as opiniões reservadas de outros. Para os que ab- sorviam fielmente suas orientações Dom José era um homem piedoso, um santo, um semideus, um religio- so extraordinário. “Dom José era um Deus com ‘D’ minúsculo”, dizia o Pa- dre Ximenes, então pároco de Santa Quitéria. Já outros que o antagoniza- vam de alguma forma (como o Juiz José Saboia e o Jornalista Deolindo Barreto), consideravam-no prepoten- te, neurastênico, vaidoso, principesco e até incoerente, poli ca e socialmen- te falando. A história de vida e obra do Bispo- -Conde de Sobral é rica de detalhes, nuances, episódios e fatos pitorescos, dignos de notas e de análises, pois se registram em meio a um emaranha- do desenho de opiniões. Umas, sus- citadas favoravelmente. Outras, nem tanto, como no caso de alguns fami- liares que entendiam que o bispo di- lapidava o patrimônio da família para construir obras que o poder público não construía. Pelo sim, pelo não, a maioria dos sobralenses apoiava e aplaudia as ações, gestos e a tudes do ilustrado an s te. Em épocas do seu maior vigor la- boral os polí cos o temiam. Por isso, muitos, dele discordavam e o enfren- tavam, ideologicamente. Alguns reli- giosos também dele divergiam, mes- mo que, discretamente. As famílias sobralenses, com subserviência, se- guiam seus ditames e se subme am à sua austeridade episcopal. Consta que Dom José interferia até em pretensas uniões conjugais de pessoas, na so- ciedade, opinando sobre que enlaces poderiam dar ou não dar certo. Em todo caso, Dom José deu rumo, forma e modelo ao desenvolvimento sócio-econômico-polí co e religioso de Sobral e de toda a vasta região de influência da extensa Diocese que, por mais de meio século, esteve sob seu comando. Logo que foi nomeado bispo da Diocese de Sobral, Dom José come- çou a pensar um modelo próprio para seu episcopado. Imaginou fazer em Sobral uma nova Roma. Iniciou com a formação do seu clero e para incen- var as vocações sacerdotais criou o Seminário Diocesano. Pensando na educação do seu povo, construiu es- colas. Para pessoas de posses, fundou o Colégio Sobralense, para rapazes e o Colégio Santana, para moças. Para acolher estudantes pobres, criou a Escola Profissional São José, para me- ninos e rapazes, e para as meninas e moças, a Escola Industrial Domés ca, o Patronato Maria Imaculada. Com vistas às pessoas mais pobres e ne- cessitadas, fez o Dispensário dos Po- bres. Para amparar os idosos, criou o Abrigo Sagrado Coração de Jesus. Para acudir à saúde do povo, fundou a Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Criou um banco (o Banco de Sobral S.A) para fomentar o desenvolvimen- to econômico da cidade. Construiu praças, igrejas, monumentos (o Arco de Nossa Senhora e o monumento ao Cristo Redentor são exemplos). Para desenvolver e difundir a cultura fun- dou jornal, cinema, rádio e museu. Ordenou dezenas de padres, organi- zou ins tuições religiosas, criou paró- quias. Durante seu episcopado, o Po- der Eclesiás co construiu mais, muito mais, do que o Poder Público. Dom José foi um homem que viveu à fren- te do seu tempo. Suas obras materiais e imateriais ainda hoje refletem a sua presença. O Professor José Teodoro Soares, hoje Deputado Estadual, quando era Reitor da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), tendo em vista a importância do mês de setembro na vida do eminente bispo (10/09 seu nascimento e 25/09 seu falecimento) ins tuiu, em setembro/2000, um mo- vimento sócio-educa vo-cultural-re- ligioso, dis nguindo setembro como mês de Dom José. Assim, o movimen- to tomou o nome de "Setembro Dom José" e passou a ser comemorado anualmente. E desde a 1ª até a 12ª edição, em parceria com a Diocese, Prefeitura Municipal e Centro Cultu- ral Dom José, de Sobral. Este ano, o “Setembro Dom José” tem a inicia va do Centro Cultural Dom José com o apoio da Diocese e de alguns parceiros sobralenses. A programação teve início a par r das 06h de sábado, 8, com a IV Corrida Dom José, certame na modalidade Corrida Pedestre, organizada pela TV Alterna va. Às 8h, no Beco do Coto- velo, no “Programa do Ivan Frota” o Bispo diocesano de Sobral, Dom Ode- lir José Magri, fez a abertura oficial do evento. As comemorações tem sequ- ência, conforme roteiro abaixo: Hoje, 10, Aniversário de nascimen- to de Dom José, às 10h, aposição de corbèille de flores no busto do bispo, na Praça do São João. Dia 22, às 19h, Carreata do Clube do Fusca, no Centro Histórico de So- bral. Às 22h, Entrega do Troféu Dom José 2012 a oito personalidades so- bralenses, dentre elas o Dr. Oscar Ro- drigues Júnior, Diretor das Faculdades INTA, no Palace Buffet. Dia 25, às 19h, Data de Falecimen- to de Dom José, Missa em homena- gem póstuma, na Catedral da Sé de Sobral, celebrada por Dom Odelir José Magri. Dia 27, às 19h30, Show “O Operá- rio de Deus”, na Praça Quirino Rodri- gues, realização: Comunidade Rainha da Paz.
  10. 10. 10/ Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Polícia Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios Julys Alison Soares Balrreira, 29 anos, morreu após colidir com uma caminhonete D20, na saída do bair- ro Cohab II, na tarde de quinta-fei- ra, 6. A via onde aconteceu o aci- dente é conhecida como “estrada da caveira” e, segundo populares, é utilizada como desvio do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Sobral. GuaranydeSobral conquistaempate foradecasa Com o resultado o Bugre chegou aos seis pontos na classificação geral do seu grupo, ainda na úl ma posição da tabela Placar de 1 a 1 mantém Bugre na lanterna do Grupo A - Foto: Divulgação J ogando em Belém do Pará o Gua- rany evitou outra derrota e conse- guiu o empate contra o Paysandu, com o placar de 1 a 1. O resultado deu ao Bugre sobralense mais um ponto, porém, a equipe permanece na lanterna do Grupo A do Campeo- nato Brasileiro Série C, com seis pon- tos ganhos após 11 jogos disputados. A úl ma par da aconteceu no está- dio Mangueirão (PA), no sábado, 8, e o Paysandu teve o importante apoio da torcida paraense. A pressão do Paysandu e da tor- cida local esteve sobre o Cacique do Vale durante todo o jogo. No primei- ro tempo o domínio paraense era cla- ro, com ataques que deram trabalho, e destaque ao goleiro rubro-negro, Fabiano. O Bugre tentou jogadas de contra-ataque, mas sem levar grande perigo ao gol adversário. Apesar de ter maior posse de bola na primeira etapa, as tenta vas do Guarany fo- ram abafadas pelo Papão, e as equi- pes saíram para o intervalo com o empate sem gols. O Bugre voltou para o segundo tempo disposto a mudar o cenário da par da e conseguir um bom resulta- do, mas, aos 24 minutos foi surpreen- dido com o gol do atacante Pan co, que chutou de fora da área e enco- briu o goleiro Fabiano, depois que a bola resvala no zagueiro Hebert. Era o que a torcida do Paysandu que- ria para aumentar a pressão sobre o me visitante, mas o Cacique do Vale não se abateu e foi em busca do gol. Quando a vitória paraense pa- recia inevitável o Bugre conseguiu deixar tudo igual no Estádio Man- gueirão. Aos 42 minutos o lateral Geovane cruzou para Júnior Mineiro, que mandou de cabeça para as re- des do Papão. Festa sobralense com o empate que representa um bom resultado fora de casa. Sob o co- mando do técnico Wladimir de Jesus nas duas úl mas par das o Guarany conseguiu dois empates. O próximo desafio será contra o Salgueiro, em Pernambuco, dia 16, em jogo válido pela 12ª rodada da Série C. Brasilfaz amelhor participaçãoem Paralimpíadas O encerramento dos Jogos aconteceu ontem, 9, no Estádio Olímpico em Londres. A próxima edição acontece no Brasil, em 2016 Os atletas brasileiros fizeram história nos Jogos Paralímpicos Londres 2012 e alcançaram o melhor resultado em número de medalhas conquistadas. A meta do Comitê Paralímpico Brasilei- ro era ficar na 7ª colocação no quadro geral de conquistas e os nossos bravos atletas cumpriram o obje vo. Entre os brasileiros que subiram ao lugar mais alto do pódio está o cearense Maciel Sousa Santos, que conquistou a primeira medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos para nosso Estado. Maciel, natural de Cra- teús, venceu o chinês Zhiqiang Yan na final individual da bocha. Ao final, o Brasil conquistou 21 medalhas de ouro, 14 de prata e oito de bronze, totalizando 43. EsporteEsporte IncêndioIncêndio Um armazém, uma serraria e uma loja de produtos usados foram des- truídos por um incêndio de grandes proporções durante a madrugada de sábado, 8, no bairro Parque da Cida- de em Sobral. O Corpo de Bombeiros só conseguiu controlar as chamas no início da manhã. A causa do incêndio ainda não foi descoberta, há suspei- ta de que um curto-circuito possa ter provocado as chamas. O laudo da perícia deve sair em 20 dias, aproxi- madamente. Não houve registro de feridos. Morteemacidente Do lugar sobraram apenas ruínas - Foto: Divulgação IncêndioIncêndio Por Alltemy Moura | jornal@sobralnews.com.br
  11. 11. /11Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Informação, Cultura e NegóciosInformação, Cultura e Negócios ClassificadosClassificados Tel.: (88) 3611.3030 Av. Dom José, 1246 - Centro | Sobral-CE TERRENOS/LOTES VENDE - Código-82 - Terreno situado á BR 222, próximo a Rotatória, (Sobral - Tianguá), com área 10.000m². Tratar: (88) 3611.3030 VENDE - Código-85 - Terreno localizado na Serra da Meruoca, com área 15m de frente por 150m de fundo, área total de 2.250m², a margem da estrada Sobral/ Meruoca, a 500m do Ytacaranha Hotel de Serra. Tratar: (88) 3611.3030 VENDE - Código-86 - Terreno com área total de 160ha , localizado na cidade de Viçosa do Cea- rá. Tratar: (88) 3611.3030 VENDE - Código-90 - Terreno com 05 ha, lo- calizado na BR 222, a 50m da rotatória (Sobral - Tianguá), com 150m de frente por 333m de fundo. Excelente para empreendimento comerciais de grande porte. Tratar: (88)3611.3030 VENDE- Código-92 - Terreno localizado na Pericentral, próximo ao Hospital Dr. Estevam,com 24,20m de frente por 17m de fundo com área 411,40m². Recebemos imóveis de menor valor. Tratar: (88) 3611.3030 VENDE - Código-96 - Terreno 20x30m locali- zados no Bairro do Junco, Rua Arlindo de Vieira de Almeida com área 600m². Recebemos imóveis de menor valor. Tratar: (88) 3611.3030 VENDE - Código-117 - Terreno á margem da Praia de Maceió em Camocim, com área total de 1.474,57m². Excelente para construir casa de vera- neio ou pousada. Tratar: (88) 3611.3030 - Valor R$ 280.000,00 VENDE - Código-118 - Lote no Loteamento Be- tânia, 11m x 42m, área total 462m²,lote 10, quadra 30 próximo a Universidade Vale do Acaraú. Tratar: (88) 3611.3030 - Valor R$ 30.000,00 VENDE - Código-150 - Lotes o Loteamento Betânia próximo ao condomínio Tordesilhas me- dindo 11x33 cada. (um sendo de esquina e todos voltados para o nascente) Tratar: (88)3611.3030 Valor R$ 30.000,00 Cada lote VENDE-Código -156 - Terreno no loteamento Village Betânia, situado na rua Jerônimo de Medei- ros Prado correspondente a quadra 06 lote 13 com área total 190m². Tratar:(88)3611.3030 - Valor R$ 35.000,00 VENDE - Código-157 - Terreno situado na Rua Orto, próximo ao condomínio dos juízes, medindo 7x30m, com área total de 210m² . Tratar:(88)3611.3030 - Valor R$ 20.000,00 VENDE - Código - Terreno na Rua Eurípedes Ferreira Gomes (de frente à AABB), com 10m de frente por 30 de fundo, esquina, nascente, excelen- te localização. FAZENDA/SÍTIOS VENDE - Código-106 - Sí o próximo ao Ytaca- ranha Hotel de Serra, vizinho ao Sí o Boa Tia, com área total de 5.178m² com 03 quartos, 03 suítes, cozinha, sala, alpendre, piscina e árvore fru feras. Tratar: (88) 3611.3030 - Valor R$ 270.000,00 VENDE - Código-114 - Fazenda em Jaibaras, com 150 ha, próximo ao Açude Jaibaras, com 700m de margem do rio. Toda cercada com sistema de ir- rigação, estábulo com madeiras serradas e embar- cada de gado. Casa principal com 200m² de área construída, com alpendre, sala, 03 quartos, sendo 01 suíte, garagem e casa do morador. Tratar: (88) 3611.3030 VENDE - Código-119 - Sí o na Serra da Me- ruoca (São Francisco), com área total de 4.900m², com casa (nova e recém-construída), sala, cozinha, banheiro (chuveiro elétrico), 03 quartos, sendo 01 suíte, portas e janelas de blindes, excelente acaba- mento em porcelanato, frente toda murada, por- tão eletrônico e plantas fru feras. Tratar: (88) 3611.3030 - Valor R$ 260.000,00 CASAS/APARTAMENTOS VENDE - Código-104 - Casa duplex, localizado no Condomínio Living Space, com área 160m², com 03 quartos sendo 03 suítes, sala de estar e jantar, cozinha, despensa, área de serviços. (Condomínio com: Piscina, quadra de esporte, salão de festa e segurança 24h). Tratar: (88) 3611.3030 - Valor R$ 380.000,00 VENDE - Código-115 - Imóvel localizado no Bairro da COHAB II, com 02 casas e 01 ponto Comercial.. Tratar: (88) 3611.3030 - Valor R$ 170.000,00 * Casa 01 - Área total de 166,60m², Garagem (01 vaga) 02 salas, 02 quartos, 02 banheiros sociais, co- zinha, área de serviço e varanda. * Casa 02 - Área total de 116,60m², garagem (01 vaga) sala, quarto e banheiro. * Ponto Comercial - Área total de 50m²,sala e banheiro. (Atualmente alugado no valor de R$ 300,00) VENDE - Código-120 - Casa duplex com 03 quartos/02 suítes no pavimento superior, gabine- te, salão de estar/jantar, lavabo,cozinha, área de serviço, dependência completa, vagas para até 05 carros, sendo 02 cobertas, portão e cerca elétrica, câmera de segurança, ampla área de jardim, terre- no 10x26,19m totalmente voltado para o nascen- te, acabamento personalizado, localizada no Bairro Morada dos Ventos I. Tratar (88) 3611.3030 - Valor R$ 330.000,00 VENDE-Código- 158 - Casa próximo a Santa Casa com 05m de frente por 29m de fundo, com sala, cozinha ,01 banheiro, 03 quartos, despensa e quintal. Tratar (88) 3611.3030 - Valor R$ 260.000,00 CASAS/ ALUGAR ALUGA - Código-I00007 - Casa residencial com 02 salas, 01 quarto, cozinha e banheiro. Pró- ximo as Faculdades INTA. Tratar: (88) 3611.3030 - Valor R$ 300,00 ALUGA - Código-I00009 - Casa residencial lo- calizada na Rua Antônio Albuquerque Lopes Bairro no Junco, medindo 16x40m próximo ao Estádio com 05 vagas para carros, 03 quartos todos com suítes,sala de Tv, sala de recepção,sala de jantar, cozinha, copa, despensa, lavabo, quarto de secre- taria com banheiro, área de serviço, varanda, deck, piscina, área de lazer, cerca elétrica e deposito. Tratar: (88) 3611.3030 ALUGA Código-00010 - Casa situada na Ave- nida Arlindo Vieira, 623, no bairro do Junco pró- ximo ao Hospital Regional com garagem, sala, 03 quartos sendo 01 suíte e cozinha. Ideal para im- plantação de Laboratório, Clínica Médica, Pousada, Restaurantes, Funerária e outros ou Residencial. Área nobre de Sobral. Tratar: (88) 3611.3030 PONTOS COMERCIAIS VENDE-Código-142- Luva de Ponto Comer- cial de 80m², localizado no Mercado Público de Sobral, em frente à praça do Quartel. Tratar: (88) 3611.3030 Veículos Anuncie seu veículo: Opção 01 - 1 Dia R$ 30,00 Opção 02 - 1 Semana(5 dias) R$ 80,00 Opção 03 - 2 Semanas (10 dias) R$ 140,00 Opção 04 - 1 Mês (22 dias) R$ 200,00 Tratar: Benirla 3611.3030 A Gorj Imobiliária faz parceria com corretores credenciados. Tratar pelo telefone: (88) 3611.3030 Imóveis 01 - VENDO - OUTLANDER, ano e modelo 2010, câmbio automá co, 6.500km rodados, cor prata, novíssimo. Única dona. Tratar (88) 9707.1212. 02 – VENDO - L200 Triton, Automá ca Ano 2011/2012. Preço a combinar - Tratar (88) 9728.0303 03 – VENDO - MERIVA 1.8 – modelo 2011, preta, câmbio automá co, 6000km rodados. Única dona. Tratar (88) 9728.0303. 04 – VENDO - TRATOR AGRÍCOLA CBT , em bom estado. Fazemos negócio com terreno urbano ou troco por veículo. Vr. R$ 30.000,00. Tratar (88) 3611.3030. 05 VENDO - FOX, 2011 - top de linha, câm- bio automá co, vermelho, 17000km rodados. Vr. R$ 45.000,00. Única dona. Tratar (88) 9728.0303. 06 VENDO L200 Outdoor ano e modelo 2010, cor preta, único dono em excelente esta- do. Tratar: (88) 9707.0706 (88) 9454.7348 07 VENDO - TRATOR DE ESTEIRA - D4SR - Ano 1999 08 VENDO - TRATOR DE ESTEIRA - D7E - Ano 1989 01 COMPRO - Uma Discovery Tratar (88) 9728.0303 02 – COMPRO - PAJERO DAKAR, ano 2011 e 2012. Tratar (88) 9728.0303. 03 COMPRO - Uma Hilux SW4, ano 2008 em diante - Tratar (88) 9728.0303 VAGAS DEVAGAS DE EMPREGOEMPREGO VAGAS DEVAGAS DE EMPREGOEMPREGO SELEÇÃO PARA MESTRES OU DOUTORES PARA CURSOS EM EAD • Administração – 02 vagas • Comunicação Social – 01 vaga • Serviço Social – 01 vaga • Enfermagem – 01 vaga Enviar curriculum para e-mail: diretoria@inta.edu.br Mais informações: (88) 3614-3232 *Preços sujeitos a alterações sem aviso prévio COMPRA, VENDE E ALUGA Na Gorj Imobiliária você faz seu cadastro de reserva de lotes no loteamento Parque Boa Vista Temos clientes interessados em: • Lotes no morada do Planalto • Lotes no conjunto Grajaú Tel.: (88) 3611.3030 Av. Dom José, 1246 - Centro | Sobral-CE Av. Dom José, 1246 - Centro - Sobral-CE (88) 3611.3030
  12. 12. 12/ Ano I - Edição 166 Sobral-CE, segunda-feira, 10 de setembro de 2012INFORMAÇÃO, CULTURA E NEGÓCIOS HomenagemHomenagem DiadoMédicoVeterinário: Vidasdedicadasao amorpelosanimais Ontem, 9 de setembro, foi comemorado o Dia do Médico Veterinário, profissional dedicado, preparado e abastecido de carinho pelos bichos, proporcionando a eles mais qualidade de vida. Um trabalho de amor, dedicação e responsabilidade Patrícia Kinoshita jornal@sobralnews.com.br Eles são amados e tratados como membros da família. São fieis escudeiros e companheiros pela vida inteira. Quem tem ou já teve ani- mais de es mação sabe como é vi- ver um amor incondicional. Do outro lado, existem profissionais dedicados, preparados e abastecidos de carinho pelos bichos, proporcionando a eles mais qualidade de vida - os Médicos Veterinários. Ontem, 9 de setembro, foi come- morado o Dia do Médico Veterinário. A data foi escolhida por ter sido nes- se dia que o então Presidente Getulio Vargas, decretou, em 1933, a norma- zação para a atuação do médico ve- terinário e para o ensino dessa pro- fissão. No Hospital de Pequenos Animais das Faculdades INTA a cadelinha Es- meralda, de 9 meses, é atendida, o mo vo é uma fratura no fêmur de- corrente de um acidente. Atentos, o veterinário, Robson dos Anjos Hono- rato, e a estagiária do curso, Rayane Yumi, enfaixam a pata da pequena Esmeralda. Cuidadosa e observadora, Yumi demonstra que, ainda no 4º semestre da faculdade de Medicina Veteriná- ria, já possui habilidades para desem- penhar a futura profissão. “Eu escolhi esse curso pois é um sonho que te- nho desde criança, escolhi e batalhei por isso. Aqui é uma faculdade mui- to boa, temos hospitais e logo cedo vivenciamos a ro na do trabalho e como vai ser no futuro”. Outro paciente chega ao hospital, desta vez o cãozinho Spyke que não come há três dias. Quem examina é o veterinário Robson, que passa exa- mes e alguns medicamentos para o tratamento do pequeno paciente. “Eu sempre quis ser médico, mas não queria ser médico de gente e sim de animais. As pessoas gostam dos ani- mais, mas ainda amam a parte finan- ceira, então elas relutam muito para pagar certo tratamento porque vai sair caro”, explica Robson. Em outro consultório do Hospital, o Veterinário Álvaro Andrade Sam- paio tentar segurar a grandalhona Flor, uma labradora que estava sen- do levada para doar sangue. “Eu vim de uma família de veterinários, meus pais são veterinários e eu sempre ve animais. A medicina veteriná- ria é uma profissão muito boa, mas que só faz quem gosta mesmo, quem ama verdadeiramente os animais”, revela. Mercado de trabalho O mercado de trabalho para vete- rinários é amplo e bastante compe - vo, tanto no setor privado como no público. No Brasil, segundo o Conse- lho Federal de Medicina Veterinária existem cerca de 59.000 veterinários, dos quais 44.000 estão em atuação. Com 23 anos de idade, Álvaro é formado há 8 meses pelas Faculdades INTA e já comemora o crescimento da profissão. “Hoje em dia a profis- são não é tão reconhecida, mas está ganhando espaço e estamos receben- do mérito por isso. Eu sou jovem e já estou construindo a minha vida e me saindo muito bem. Além daqui, eu trabalho em Acaraú e Amontada. Tem emprego, tem área, para trabalhar basta querer. Eu estou muito sa sfei- to com esse retorno”. Yumi ressalta sobre as áreas em que os profissionais da medicina ve- terinária podem atuar. “A profissão é muito ampla e existem várias es- pecialidades onde podemos atuar. É uma área muito grande com várias oportunidades se o profissional for qualificado”. “Euvejoqueaculturadapopulação está mudando e elas parecem mais preocupadas em cuidar dos animais. Não sei se isso está começando nas escolas, ou nas residências. As pesso- as estão crescendo com a mentalida- de diferente em relação ao cuidado com os animais”, destaca Robson. Gustavo Brandão, que levou o cãozinho Spyke para ser consultado, reconhece a importância da Medici- na Veterinária na vida das pessoas. “Acho que o veterinário é tão impor- tante quanto o médico que cuida de gente. Como o animal é um membro da família, quando ele está doente causa a mesma preocupação do que um familiar. Sempre recorremos aos veterinários”. A cadelinha Esmeralda, com fratura no fêmur, é atendida no Hospital de Pe- quenos Animais das Faculdades INTA - Foto: Patrícia Kinoshita 4 cães: 2 machos e 2 fêmeas,4 cães: 2 machos e 2 fêmeas, raça 'Ro weiler' com pedigreeraça 'Ro weiler' com pedigree 9720.6900 / 9720.7557 VendoVendoVendoVendo (88) 9720.6900 / 9720.7557(88)

×