Cas Opca Mar07 [Modo De Compatibilidade]

1.537 visualizações

Publicada em

Da teoria à prática em Gestão de Recursos Humanos

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.537
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
45
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cas Opca Mar07 [Modo De Compatibilidade]

  1. 1. 1 “Caso OPCA” (Da teoria à prática na Gestão de Recursos Humanos) José Bancaleiro, Março 2007
  2. 2. 2 Itinerário • A - Diagnóstico Organizacional Plano dado clima organizacional – Estudo Apresentação • B - Planeamento – “People Plan – Plano Estratégico de RH” – Modelo teórico – Missão e Promessa da DRH – “People Plan” José Bancaleiro, Março 07
  3. 3. 3 Itinerário • C – Implementação do People Plan – “SerOPCA” – Plano de intervenção na cultura Organizacional Plano daPlano Desenvolvimento (2)Competências – PDC - Apresentação de – RecrutOPCA – InfOPCA – Palno integrado de comunicação interna – FlexOPCA – Plano Integrado de Remunerações • Estudo salarial comparativo com o sector – ClubOPCA – Sistema de recompensa, reconhecimento e celebração de desempenhos excepcionais – UnivOPCA – Programa de relacionamento com universidades – ExpatOPCA – Politica de expatriação – PerformOPCA – Sistema de Gestão de Desempenho • D – Avaliação – Clima organizacional – Set. 05 vs Dez. 04 José Bancaleiro, Março 07
  4. 4. 4 Diagnóstico organizacional José Bancaleiro, Março 2007
  5. 5. 5 Diagnóstico – Fontes • A - Processo de raciocínio estratégico • B - Entrevistas estruturadas sobre valores e competências criticas feitas aos principais quadros da Empresa • C - Resultados do Inquérito de Clima José Bancaleiro, Março 07
  6. 6. 6 Características do Inquérito de Clima • 25 + 1 questões • 7 Índices: – liderança, Cooperação, Comunicação, Condições, Remuneração, Satisfação e Motivação • Enviado a todos (431) empregados • Resposta anónima • Indicação do Sector/Área de Negócio: – C. Civil, Serviços Partilhados, Engenharia, Geotecnia e Internacional • Indicação do Grupo funcional: – Chefias, Técnicos, Administrativos e Outros José Bancaleiro, Março 07
  7. 7. 7 Respostas Globais - Médias Valor Médio Satisfação & Valores Médios Motivação Clima actual Clientes (24) Rigor e Honestidade (22) Parcerias com empreiteiros (12) Orientação resultados (10) 19- Desaf io para responsabilidades 1- Gostam do trabalho 21- Boa empresa para se trabalhar 13- OPCA contribui para prestígio 6- Orgulho em trabalhar na OPCA 7- Boas condições de trabalho Remuneração 5- Vida prof issional / pessoal 25- Esf orço devidamente recompensado 17- Mecanismos incentivam resultados 8- Benef ícios sociais para colaboradores 23- Conhecem os objectivos do sector 11- Comunicação é aberta e honesta Comunicação 4- Comunicação suf iciente 20- Formalidades necessárias 16- Cooperação entre sectores 2- Espirito de entreajuda 18- Chef ia incentiva a participação 9- Chef ia trata-me com respeito 3- Chef ia reconhece o meu trabalho 1,5 2,0 2,5 3,0 3,5 4,0 Lideranç Cooperação Valor Médio José Bancaleiro, Março 07 a
  8. 8. 8 People Plan Plano Estratégico de Recursos Humanos José Bancaleiro, Março 2007
  9. 9. 9 People Plan – Objectivo O principal objectivo do Plano estratégico de Recursos Humanos é: – contribuir para o alcançar dos objectivos globais da OPCA a curto, médio e longo prazo, – através duma programação integrada das principais actividades relacionadas com a Gestão das Pessoas da empresa … …consubstancia a Missão da Dir. Recursos Humanos José Bancaleiro, Março 07
  10. 10. 10 Dir. Recursos Humanos - Missão “Fornecer um serviço em que, através do trabalho em parceria com as nossas Pessoas, seja criado valor para a Empresa, contribuindo dessa forma para atingir os objectivos de negócio da OPCA e, simultaneamente, para o desenvolvimento pessoal e profissional dos nossos colaboradores” Esta é a nossa Missão José Bancaleiro, Março 07
  11. 11. 11 MODELO de MUDANÇA ORGANIZACIONAL FACTORES AMBIENTE INTERNOS EXTERNO GESTÃO VISÃO/AMBIÇÃO CULTURA C C ESTRATÉGICA ORGANIZACIONAL O O M M LIDERANÇA U U N N I SISTEMAS I ESTRUTURA e C C PROCESSOS A A CLIMA Ç Ç Ã Ã O O MOTIVAÇÃO COMPETÊNCIAS NECESSIDADES ADEQUADAS INDIVIDUAIS RESULTADOS INDIVIDUAIS E ORGANIZACIONAIS José Bancaleiro, Março 07
  12. 12. 12 Dir. RECURSOS HUMANOS - Missão SUCESSO com PESSOAS José Bancaleiro, Março 07
  13. 13. 13 People Plan – Objectivos estratégicos da DRH ESTRATÉGICO REFORÇAR as DESENVOLVER uma COMPETÊNCIAS CHAVE CULTURA de das PESSOAS PERFORMANCE SUCESSO PROCESSOS PESSOAS PROCESSO com PESSOAS FLEXIBILIDADE E ATRAIR, MOTIVAR e EFICÁCIA RETER as MELHORES ORGANIZACIONAL PESSOAS MELHORAR os SISTEMAS e PROCESSOS de RH OPERACIONAL José Bancaleiro, Março 07
  14. 14. 14 People Plan PLANO LIGAÇÃO ÀS INDIVIDUAIS UNIVERSIDADES RETENÇÃO PROGRAMA DE MELHORAR ACTIVA ESTÁGIOS PROCESSO DEFINIR as RECRUTAMENT COMPETENCIAS O para FUNÇÕES CHAVE MONITORIZAÇÃO PLANO DE DOS CUSTOS ATRAIR e RETER DESENVOLVº COM PESSOAL as MELHORES COMPETÊNCIAS PESSOAS REFORÇAR COMPETENCIAS MELHORAR CHAVE BENEFÍCIOS FLEXIBILIIDADE e PLANEAMENTO DE SUCESSO SOCIAIS EFICÁCIA DA CARREIRAS com ORGANIZAÇÃO PESSOAS PROJECTO “SerOPCA” DESENVOLVER PLANO DE CULTURA de COMPENSAÇÃO PERFORMANC MELHORAR BASEADO NA E SISTEMAS e PERFORMANCE PROCESSOS PLANO DE PROCESSOS COMUNICAÇÃO ADMINISTRATIVOS INTERNA OUTROS: EVENTOS: RECRUTAMENT DIA OPCA ADMISSIÕES REUNIÃO S ,H & S. T INTEGRAÇÃO QUADROS FORMAÇÃO José Bancaleiro, Março 07
  15. 15. 15 Plano de intervenção na Cultura Organizacional José Bancaleiro, Março 07
  16. 16. 16 Missão “SerOPCA” Incorpora: - Tudo aquilo que aspiramos fazer da OPCA a médio longo prazo - O orgulho de sermos “membros” desta empresa - A ambição dos nossos objectivos, o respeito pelos nossos colaboradores e pelos nossos parceiros e a qualidade com que servimos os nossos clientes e a sociedade em geral. É a forma de sentir e viver a OPCA José Bancaleiro, Março 07
  17. 17. 17 OBJECTIVOS AMBCIOSOS CLIENTES SATISFEITOS PESSOAS PARCEIROS MOTIVADAS CERTOS OPCA – O Parceiro que facilita a construção José Bancaleiro, Março 07
  18. 18. 18 Competências SerOPCA Orientação para Capacidade de resultados Planeamento Detecção e Recompensar Avaliação de e celebrar oportunidades OBJECTIVOS Construir AMBICIOSOS PESSOAS Boas relações Adaptar-se e COMPETENTES e Desenvolver-se MOTIVADAS Liderar EFICÁCIA Parceiro corajosamente Conhecer a PROCESSO PESSOAL que facilita o negócio a construção Orientação para CLIENTES a Qualidade Medir tudo ASSOCIAÇÃO SATISFEITOS 0 que fazemos com Focus nas PARCEIROS CERTOS Necessidades Dos Clientes Gestão Melhorar contratual processos Capacidade Trabalho de influência em equipa José Bancaleiro, Março 07
  19. 19. 19 Incorpora: – Orientações para quem exerce funções de liderança sobre Práticas deque estão alinhadas e reforçam os valores práticas Liderança OPCA “SerOPCA”. – Estilo de Liderança que contribui para o desenvolvimento do negócio – Estilo de liderança que valoriza as Pessoas – Cria standards de liderança que definem comportamentos Liderança que reforça os valores “SerOPCA” José Bancaleiro, Março 07
  20. 20. 20 Plano de Acção ASSIMILAÇÃO - Fases LANÇAMENTO CONSOLIDAÇÃO • Jan. a Jul. 2005 • Mar. a Dez. 2005 • Jan. a Dez. 2006 José Bancaleiro, Março 07
  21. 21. 21 PDC PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS José Bancaleiro, Março 2007
  22. 22. 22 4 tipos de formação Estratégicos Competências Cultural criticas Específicos Transversais Comportamental Competências Línguas técnicas Informática Operacionais José Bancaleiro, Março 07
  23. 23. 23 Programas Integrados de Gestão (PIGE) • PIGE para DIRECTORES DE OBRA • PIGE para ENCARREGADOS • PIGE para ADMINISTRATIVOS DE OBRA José Bancaleiro, Março 07
  24. 24. 24 Programa Integrado de Gestão (PIGE) para Directores de Obra (EX.) Duração: 142 horas Calendário: Março a Dezembro Período: Sextas à tarde e sábados de manhã N.º de participantes: 20 José Bancaleiro, Março 07
  25. 25. 25 Horas de formação / empregado 39 40 35 30 25 18,2 17,89 20 13,13 15 10 5 0 2004 2005 1º Sem. 05 1º Sem. 06 José Bancaleiro, Março 07
  26. 26. 26 InfOPCA Programa integrado de Comunicação Interna José Bancaleiro, Março 2007
  27. 27. 27 Papel da informação Estratégica •Reuniões de OEs /ACs • Reunião de Quadros Pessoas Negócio •Reuniões de UNs • OPCactual •Relatórios mensais • Comunicados internos • Informação externa sobre OPCA Gestão corrente José Bancaleiro, Março 07
  28. 28. 28 Missão do InfOPCA Informar & focalizar nos objectivos da OPCA José Bancaleiro, Março 07
  29. 29. 29 Objectivos estratégicos do InfOPCA Outras formas Eventos de comunicação Informar PROCESSO & Focalizar Informação Comunicados agrupada Reuniões José Bancaleiro, Março 07
  30. 30. 30 Objectivos estratégicos do InfOPCA Mupis Festa de Natal Relatórios Reunião de Mensais por UN Quadros Placards Visitas do Outras formas Presidente Eventos de comunicação Informar Informação Reforçar noticias & PROCESSO “SerOPCA” sobre a OPCA Focalizar Informação Comunicados agrupada Reforçar informações OPCactual internas Reuniões Intranet Colectânea de Gestão Seminários Reuniões de técnicods Reuniões UNs / Sectores OEs / ACs José Bancaleiro, Março 07
  31. 31. 31 RecrutOPCA Política de atracção, recrutamento e integração de Activos Humanos Se o activo mais valioso duma organização são as suas pessoas, então o processo de as atrair, recrutar e integrar é, certamente, um dos que mais pode contribuir ou dificultar o seu sucesso. José Bancaleiro, Março 2007
  32. 32. 32 Objectivo Atrair, recrutar e integrar as melhores pessoas José Bancaleiro, Março 07
  33. 33. 33 Factores de Desempenho + + = Desempenho Atracção Recrutamento Integração José Bancaleiro, Março 07
  34. 34. 34 Fases Admissão e Atracção de integração talento Atrair, recrutar e integrar as PROCESSO Planeamento melhores pessoas Negociação e e contratação orçamentação Recrutamento e selecção José Bancaleiro, Março 07
  35. 35. 35 Fluxograma Geral do Processo de Recrutamento e integração Pedido de Informar recrutamento Canal de Interno recrutamento Arquivar Verificação Segundas Externo de entrevistas alternativas Preparação da admissão Anuncio jornal; Verificação Rejeitar Pesquisa; de Decisão de Base de dados orçamentação admissão Processo de admissão A admitir Registo Triagem Anúncio Referenciar Curricular Criação de admissão do Processo Negociação Processo de Primeiras Condições integração entrevistas Clarificação do Pedido Questionários de avaliação Carta oferta Short List Comunicação interna Fim José Bancaleiro, Março 07
  36. 36. 36 Se o activo mais valioso duma organização são as suas pessoas, então o processo de as atrair, recrutar e integrar é, certamente, um dos que mais pode contribuir ou dificultar o seu sucesso. José Bancaleiro, Março 07
  37. 37. 37 CessOPCA Procedimento para saída de colaboradores José Bancaleiro, Março 2007
  38. 38. 38 Master flow do Processo de saída Fixação da Data de saída Insucesso Informação Pedido de de saída demissão Negociação da manutenção Preparação do acerto final Sucesso Informação da Entrevista Chefia de saída Implementação da nova situação avaliação Acerto final do impacto de contas Arquivo do Sim Não processo Vale a pena tentar a Manutenção? Fim José Bancaleiro, Março 07
  39. 39. 39 “FlexOPCA” Plano integrado de Remunerações da OPCA José Bancaleiro, Março 2007
  40. 40. 40 Salários Anuais Líquidos - Mediana Mediana Mediana OPCA Dir.Produção Dir. Coord/Grupo Obra Dir Obra Se nior Dir. Obra Med (>5 Anos) Dir. Obra (3 a 5) Funções Operacionais Dir. Obra Adj (3 Anos) Estag Engª (1a3) Engº. Re c. Lic.(até 1) Dese nh./Preparador Sé nior De senhador/Preparador Arvorado Assistente Ope racional Encarre gado Geral Encarregado 1ª Encarregado 2ª Te. Comerciais Dir.Orçam entação Coord. Assist. Após Venda Ch.Serv. Área Té cnica Orçam ent. I / Medidor Sé nior Medidor Topógrafo Sé nior Topógrafo Ch. Serv. Equipam e nto Enc. Geral Oficinas Fie l de arm azém Equipamentos Condutor Manobrador III Condutor Manobrador II Condutor Manobrador I Ch. Se rv. Pre v. Se gurança Técnico de Qualidade Seg. & Qualidade Analista ( Betões ) Té c. Pre v. Se gurança Téc.Sup. Pre v. Se gurança Dir. Adm in. Financeiro Dir. Recurs os Hum anos Ch.Se rv. Adm inis t. Ch.Se rv. Inform ático Advogado II ( 3 a 8 anos) Controller Té cnico de Com pras Té c. Adm in. Produção Funções Administrativas Secre t. Adm inis tração Se cret. Direcção Ch.Secção Adm inis t. Téc.Adm in.(Lic./ Equip.) Téc. Adm in. (N/ Licenciado) Média 0,60 0,70 0,80 0,90 1,00 1,10 1,20 1,30 1,40 1,50 1,60 José Bancaleiro, Março 07
  41. 41. 41 Mediana Líquida – Funções Operacionais Dir.Produção Dir. Coord/Grupo Obra Dir Obra Senior Dir. Obra Med (>5 Anos) Dir. Obra (3 a 5) Dir. Obra Adj (3 Anos) Estag Engª (1a3) Engº. Rec. Lic.(até 1) Desenh./Preparador Sénior Desenhador/Preparador Arvorado Assistente Operacional Encarregado Geral Encarregado 1ª Encarregado 2ª 0,70 0,80 0,90 1,00 1,10 1,20 1,30 1,40 José Bancaleiro, Março 07
  42. 42. 42 RemunerOPCA – Principio fundamental Remunerar pelo Desempenho José Bancaleiro, Março 07
  43. 43. 43 Componentes da Remuneração COMPLEMENTOS SALÁRIO SALARIAIS BASE FUNCIONAIS Remunerar Pelo PROCESSO Desempenho PRÉMIOS BENEFÍCIOS De SOCIAIS DESEMPENHO RECONHECIMENTO “ClubOPCA” José Bancaleiro, Março 07
  44. 44. 44 “ClubOPCA” Clube de Honra da OPCA José Bancaleiro, Março 2007
  45. 45. 45 Tipo de Prémio : • Trimestral • Não pecuniário, mas com um valor indicativo de cerca de 400 €. • Adaptado aos gostos/estilo de vida do vencedor. • Para ser gozado até um mês após a comunicação. José Bancaleiro, Março 07
  46. 46. 46 UnivOPCA Programa de relacionamento com Universidades 2006 José Bancaleiro, Março 2007
  47. 47. 47 Objectivos do UnivOPCA Estabelecer relações de parceria com Universidades de prestígio no nosso sector de actividade, que se possam traduzir em benefícios para ambas as partes, nomeadamente: •Notoriedade •Prestigio •Capacidade de atracção de talento José Bancaleiro, Março 07
  48. 48. 48 Escolas a abordar • Instituto Superior Técnico - IST • Protocolos em fase de assinatura. • ISEL • Protocolos em fase de assinatura. • Univ. Católica Portuguesa – Fac. Engenharia • Protocolos em fase de aguardar resposta da Universidade. • Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto • A contactar. • Escola de Gestão: ISCTE, UCP e UAL • Contactos efectuados com ISCTE e UAL José Bancaleiro, Março 07
  49. 49. 49 Principais pontos do protocolo O que oferecemos: • Visitas de estudo (alunos e professores) – OPCAtour • Participação / Apoio em projectos de investigação da Universidade • Indicação de temas “reais” para teses / trabalhos de grupo • Criação de “casos de estudo” para as aulas • Estágios remunerados • Prémios para os melhores alunos - PrémiOPCA • Participação em Jobshops • Leccionar aulas em temas específicos • Participação de alunos em acções de formação na OPCA José Bancaleiro, Março 07
  50. 50. 50 Principais pontos do protocolo ( II ) O que pretendemos: •Canalização dos melhores alunos para estágios na OPCA •Possibilidade de ser feita investigação em problemas técnicos específicos com interesse para a OPCA •Condições preferenciais de participação em “Jobshops” •Possibilidade de fazer apresentações aos alunos e docentes sobre a empresa e projectos. NOTA: Participação em projectos de investigação fica dependente de Contrato específico para cada caso. José Bancaleiro, Março 07
  51. 51. 51 UnivOPCA Uma ferramenta proactiva de atracção e integração de talento José Bancaleiro, Março 07
  52. 52. 52 ExpatOPCA Politica de expatriação da OPCA José Bancaleiro, Março 2007
  53. 53. 53 Objectivo Geral Criar um conjunto de regras e procedimentos que regulem a expatriação de colaboradores da OPCA e de candidatos que sejam admitidos para trabalharem fora de Portugal José Bancaleiro, Março 07
  54. 54. 54 Cálculo do coeficiente Factores Mínimo Baixo Médio Elevado 10 15 20 30 Afastamento 10 20 30 40 Desconforto 0 10 20 30 Risco 0 5 10 20 Dif. Cultural Custo de vida* 20 50 80 120 TOTAL *aplicável apenas em situações especiais NOTA IMPORTANTE: Independentemente do coeficiente, será fixado sempre um valor mínimo mensal que será pago a quem for deslocado para aquele mercado. Estes valores são de €400 para Espanha e €1000 para Angola. José Bancaleiro, Março 07
  55. 55. 55 Cálculo do coeficiente • Exemplo de cálculo do coeficiente de expatriação para Angola dum Encarregado I que ganhe em Portugal um salário anual líquido de €20.000 : • Afastamento: Médio (20%) • Conforto: Médio (30%) • Risco: Médio (20%) • Diferença cultural: (10%) • Coeficiente de Expatriação para Angola: 1. 80 • Salário liquido anual em Angola: €20.00 x 1.80= €36.000composto por: • V. Base liquido: 18.500 (mantém o que tinha); • V. Local: 18.500 x0,25=4625; • Ajudas de Custo: 36.000- (18.500+4625) = 12875 José Bancaleiro, Março 07
  56. 56. 56 ExpatOPCA: Gerir e potenciar a expatriação de colaboradores José Bancaleiro, Março 07
  57. 57. 57 PerformOPCA Sistema de Gestão de Desempenho José Bancaleiro, Março 2007
  58. 58. 58 O PerformOPCA é . . . . . uma ferramenta de Gestão de RH para : Melhoria do Desempenho/Produtividade/Qualidade “Feedback é o alimento da performance” Focalização das pessoas nas prioridades da empresa Motivação Planeamento da formação e Desenvolvimento individual Podendo ser também utilizado em: Aumentos salariais / atribuição de prémios José Bancaleiro, Março 07
  59. 59. 59 Modelo de incentivo da Performance Cultura Organizacional (SerOPCA) P E Expectativas claras Extrínseca R (PerformOPCA e (incentivo) FlexOPCA) F Externa O R Atitude RECOMPENSA SATISFAÇÃO (FlexOPCA) M A Externa Competências N (PDC) C Intrínseca (motivação) E Motivação (Liderança) José Bancaleiro, Março 07
  60. 60. 60 Avaliação vs Gestão do Desempenho ≠ Avaliação de Desempenho Gestão de Desempenho - Feita Pela chefia - Chefia e colaborador - Imposta - Consensual - De cima para baixo - Colaborativa - Punitiva - Reconhecimento - Avalia o passado - Promove melhoria do futuro José Bancaleiro, Março 07
  61. 61. 61 Objectivo principal do PerformOPCA Melhoria do Desempenho individual José Bancaleiro, Março 07
  62. 62. 62 Factores de melhoria do Desempenho Cultura de Performance FlexOPCA “SerOPCA” Gestão por Objectivos PDC – Plano Melhoria do Desenvolvimento PROCESSO Desempenho PerformOPCA Competências individual Gestão do Desempenho Estilo de “ClubOPCA” Liderança Reconhecimento de Desempenhos excepcionais José Bancaleiro, Março 07
  63. 63. 63 Objectivos do PerformOPCA Contribuir para a focalização das pessoas nos objectivos Aumentar a produtividade Planear a formação Servir de base ao desenvolvimento de carreira Justiça interna: Premiar os melhores Podendo também ser utilizados para: Servir de base aos aumentos salariais Atribuição de prémios José Bancaleiro, Março 07
  64. 64. 64 Processo • Feito em impresso próprio • Duas vezes por ano (Fevereiro e Setembro) • Avaliação pelo próprio e pela chefia directa • Com base em 5 factores /16 competências / 4 exemplos demonstrativos da competência • Momento critico: Entrevista de avaliação • Orientação para compromisso sobre competências a melhorar • Todas as chefias avaliadoras serão formadas José Bancaleiro, Março 07
  65. 65. 65 Factores de avaliação Orientação Orientação para Pessoas para Objectivos Melhorar PROCESSO o Desempenho Eficácia Orientação pessoal para Clientes Trabalho em Parceria José Bancaleiro, Março 07
  66. 66. 66 16 Competências chave do PerformOPCA Orientação Relações para sólidas resultados Conhecimento Incentiva a do Negócio e comunicação Organização Gestão da Integridade e Objectivos execução Pessoas Bom senso Lidera com coragem Melhorar Focalização PROCESSO desempenho no cliente Eficácia Clientes Atrai e desenvolve pessoal talento Empenho na Parcerias Qualidade Reconhece e celebra Melhoria de Sistemas e Resolve Processos problemas Trabalho Influência em Equipa Adaptabilidade José Bancaleiro, Março 07
  67. 67. 67 Competências de Liderança Factor 1 - Orientação para os Objectivos Competência 1.3 – Gere a execução Definição da Competência: Demonstrou capacidade para concretizar os planos estabelecidos, nomeadamente, coordenando esforços, formando e delegando noutras pessoas, acompanhando e apoiando, monitorizando e medindo o resultado final. Exemplos demonstrativos da Competência: •Prepara atempadamente os meios e as pessoas para o exercício das tarefas •Delega as responsabilidades, treina e apoia os colaboradores. •Coordena os esforços de vários intervenientes, procedendo às alterações necessárias •Monitora os progressos e mede os resultados. José Bancaleiro, Março 07
  68. 68. 68 Competências de Liderança Factor 3 - Orientação para os Clientes Competência 3.1 – Focalização no interesse do cliente (externo / interno) Definição da Competência: Demonstrou capacidade para actuar proactivamente Para ir ao encontro das necessidades, procurando continuamente as melhores formas de as satisfazer. Exemplos demonstrativos da Competência: •Procura proactivamente formas de conhecer as necessidades dos clientes. •Procura continuamente formas de melhorar o serviço aos clientes •Procura continuamente obter feedback dos clientes. •Mantém continuamente os clientes e fornecedores envolvidos nos esforços de melhoria do serviço. José Bancaleiro, Março 07
  69. 69. 69 Ficha de Gestão de Desempenho Classificação – Níveis de Desempenho A – Superiormente ajustado B – Ajustado as expectativas C – Mediamente ajustado D – Pouco ajustado E – Desajustado NOTA : É expectável que a maioria das pessoas estejam no nível ajustado as expectativas. Os casos de superiormente ajustados e mediamente ajustados devem ser em pequena percentagem. José Bancaleiro, Março 07
  70. 70. 70 Avaliação CLIMA ORGANIZACIONAL Setembro 2006 José Bancaleiro, Março 2007
  71. 71. 71 Valores Globais por sector 3,6 3,8 3,5 3,4 3,4 3,5 3,3 3,3 3,3 3,0 2,8 2,5 2,3 2,0 1,8 1,5 1,3 1,0 0,8 0,5 0,3 0,0 Engª C. Civil Geotec. S. Partilhados Internac. OPCA Set-06 Set-05 Dez 04 José Bancaleiro, Março 07
  72. 72. 72 A OPCA já não é a Empresa que foi! Não é (ainda) a Empresa que quer ser! É, simplesmente, uma Empresa em evolução contínua! José Bancaleiro José Bancaleiro, Março 07

×