AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE QUELUZ-BELAS
Escola Secundária/3 Padre Alberto Neto
Economia 11º F 2013/2014
 1- Introdução
 2- Fundos Estruturais & Fundo de Coesão
 3- Origem dos Fundos Estruturais
 4- Tipos de Fundos Estrutur...
 Nós com a realização desta apresentação oral temos como
principal objectivo explicar-vos e mostrar-vos as definições
dos...
 O processo de integração e de criação do mercado comum, embora tenham
resultados consideráveis não se estendem a todas a...
Pág. 03
Instrumentos
financeiros
essenciais à
execução das
políticas
comunitárias
 Por conseguinte ao Tratado de Roma, e ...
Pág. 04
 Fundo Social Europeu (FSE) - É o fundo estrutural mais antigo e tem como
objetivo principal favorecer a inserção...
Pág. 04
 Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) - foi instituído em
1975 com o grande objetivo de financiar a ...
 O fundo de coesão, previsto no tratado de maastricht, e um
instrumento financeiro criado cm o objetivo de reforcar a
coe...
Pág. 05
 Objetivos dos fundos europeus em Portugal:
-modernização;
-inovação.
 Exemplos de aplicação dos fundos europeus...
Trabalho Realizado Por:
Amilcar Borges n*1
Paulo Soares n*17
José Brandão *13
Gonçalo Campos n*9
 Neste trabalho abordámo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Economia 11º ano - Fundos Estruturais & Fundos De Coesão

700 visualizações

Publicada em

Economia 11º ano

Fundos Estruturais & Fundos De Coesão

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
700
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Economia 11º ano - Fundos Estruturais & Fundos De Coesão

  1. 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE QUELUZ-BELAS Escola Secundária/3 Padre Alberto Neto Economia 11º F 2013/2014
  2. 2.  1- Introdução  2- Fundos Estruturais & Fundo de Coesão  3- Origem dos Fundos Estruturais  4- Tipos de Fundos Estruturais  5- Os Fundos Europeus em Portugal  6- Conclusão Página #1
  3. 3.  Nós com a realização desta apresentação oral temos como principal objectivo explicar-vos e mostrar-vos as definições dos conceitos de: Fundos Estruturais, Fundos Conjunturais e Fundos de Coesão. Como eles nos afectam, a sua tipologia e o seu modo de funcionamento dentro da nossa sociedade.  Esperemos que gostem! Pág. 02 Página #2
  4. 4.  O processo de integração e de criação do mercado comum, embora tenham resultados consideráveis não se estendem a todas as regiões, notasse desequilíbrios a nível regional e sectorial. Esta situação exige um esforço de solidariedade comunitária, que procure reduzir os desequilíbrios estruturais entre as regiões e os estados-membros. Foram criados diversos instrumentos financeiros essenciais à execução das politicas comunitárias:  Fundos Estruturais  Eles são essenciais ao desenvolvimento das regiões e são decididos pelo concelho, com base numa proposta da comissão negociada com o parlamento Europeu, para concluir dizemos que eles financiam programas plurianuais de desenvolvimento, definidos em parceria entre regiões. Pág. 02 Página #3
  5. 5. Pág. 03 Instrumentos financeiros essenciais à execução das políticas comunitárias  Por conseguinte ao Tratado de Roma, e em virtude de assegurar o desenvolvimento harmonioso reduzindo as desigualdades entre as diversas regiões e do atraso das menos favorecidas, os estados viram-se necessitados a criarem os Fundos Estruturais. Página #4
  6. 6. Pág. 04  Fundo Social Europeu (FSE) - É o fundo estrutural mais antigo e tem como objetivo principal favorecer a inserção profissional dos desempregado, financiando ações de formação, reforçar a integração social das pessoas desfavorecidas, aumentar e melhorar o investimento no capital humano, o reforço da capacidade institucional e a eficácia das administrações e dos serviços públicos.  Fundo Europeu de Orientação e Garantia Agrícola (FEOGA) - FEOGA é constituído por duas secções, a secção Orientação e a secção Garantia. No âmbito da política europeia de coesão económica e social, o FEOGA está vocacionado para a reconversão e adaptação das estruturas agrícolas e desenvolvimento das áreas rurais.. Página #5
  7. 7. Pág. 04  Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) - foi instituído em 1975 com o grande objetivo de financiar a ajuda estrutural através de programas de desenvolvimento regional orientados para as regiões menos desenvolvidas, de forma a atuar em função de uma estratégia global e integrada com os restantes fundos estruturais.  Instrumentos Financeiro de Orientação da Pesca (IFOP) - remonta a 1994 e reúne os instrumentos comunitários para o sector da pesca, aplicando-se às regiões costeiras. Este fundo tem como principal objetivo aumentar a competitividade das estruturas no sector das pescas, o desenvolvimento das empresas economicamente viáveis na indústria pesqueira e manter o equilíbrio entre as capacidades de pesca e os recursos disponíveis. Página #6
  8. 8.  O fundo de coesão, previsto no tratado de maastricht, e um instrumento financeiro criado cm o objetivo de reforcar a coesao economica e social dos Estados-membros da União com produto nacional bruto por habitante inferior a 90% da media comunitaria. Página #7
  9. 9. Pág. 05  Objetivos dos fundos europeus em Portugal: -modernização; -inovação.  Exemplos de aplicação dos fundos europeus: -Qualificação dos trabalhadores; -Apoio ao financiamento de grandes obras; -Investimentos em setores que estimulem as exportações portuguesas Página #8
  10. 10. Trabalho Realizado Por: Amilcar Borges n*1 Paulo Soares n*17 José Brandão *13 Gonçalo Campos n*9  Neste trabalho abordámos o assunto Fundos Estruturais e Fundos de Coesão. E concluímos o trabalho com rigor. Concluímos todos os objetivos que nos tínhamos proposto uma vez que todos os membros do grupo concluíram o mesmo com satisfação. Este trabalho foi muito importante para o nosso conhecimentos e permitiu-nos ficar a compreender melhor alem de ter-nos permitido desenvolver as competência de investigação, seleção, organização e comunicação da informação e ajudou-nos também para o exame que iremos realizar. Página #9

×