SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Baixar para ler offline
PRINCIPAIS ERROS COMETIDOS NO TEXTO
DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Prof. José Antonio Ferreira da Silva
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Introdução:
Como vimos em aulas anteriores, o texto
dissertativo-argumentativo é corrigido com base em
cinco competências específicas, são elas:
I – Escrita e Gramática (COG)
II – Adequação ao tema e ao gênero (ATG)
III – Seleção e org. argumentativa (SOA)
IV – Coesão Textual (CT)
V- Adequação da Solução (AS)
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Escrita e Gramática:
São os erros mais primitivos de todo e qualquer
texto. Esses erros são trabalhados desde a
alfabetização e, por isso, não merecem tanto a nossa
atenção neste momento.
Exs.: acentuação, ortografia, rasura,
concordância, regência, etc.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Adequação ao Tema e ao Gênero:
Nesta competência serão tratados,
majoritariamente, os problemas relativos à
adequação do seu texto ao tema proposto bem como
ao gênero trabalhado, se seu texto é, de fato, um
texto dissertativo-argumentativo.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Adequação ao Tema e ao Gênero:
Desvio do Foco Temático (DFT): Ocorre quando o
candidato não atende ao tema pedido pela proposta e
fala de outro assunto.
Ex.: O tema do ENEM 2010 foi: "Trabalho na
construção da dignidade humana”, mas muitos
candidatos escreveram sobre a escravidão, já que
um dos textos-base falavam sobre o assunto.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Adequação ao Tema e ao Gênero:
Limitação ao senso comum (LSC): Você cometerá
esse erro quando as opiniões em seu texto se
restringirem ao que a maioria da população pensa ou
sabe sobre determinado assunto, sem uma
investigação detalhada.
Ex.: O Brasil ainda não é um país de primeiro
mundo por causa da corrupção.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Adequação ao Tema e ao Gênero:
Inadequação ao Gênero (IG): Ocorre quando o
candidato redige um texto que não seja dissertativo-
argumentativo.
Ex.: O candidato escreveu um conto.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
É a competência que julga os argumentos quanto à
sua consistência e sua organização dentro do texto
para maior facilidade de leitura, bem como sua
validade para a defesa do ponto de vista seguido.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Argumentação Descontextualizada (AD): Quando
você dá um argumento que não cabe no contexto que
você está utilizando naquele momento este erro é
assinalado.
Ex.: Os bebês são seres muito frágeis. Por isso,
na adolescência...
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Argumentação Extrema (AE): Quando você dá um
argumento exagerado, que trata de uma forma
generalizada algo que é particular.
Ex.: Todas as pessoas têm um transtorno
compulsivo.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Argumentação Inválida (AI): Este problema toma
vulto quando seu argumento não serve para defender
certo ponto de vista ou não tem validade lógica.
Ex.: O negro trouxe o samba, o rap, o blues, o
jazz e o reggae para o Brasil em 1500.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Argumentação Incompleta (AINC): Ocorre quando
os argumentos que você dá não são suficientes para
explicar um fato ou ponto de vista.
Ex.: O preconceito é o ato de discriminar
alguém por sua cor.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Coerência (COR): É descontado quando um de seus
argumentos não têm qualquer base lógica, coerente,
ou quando você entra em contradição.
Ex.: O terrorismo é praticado com armas muito
perigosas, como metralhadoras, bombas e rojões.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Coesão Semântica (CSE): Quando a ligação entre as
ideias e argumentos do seu texto não fica clara ou é
incompreensível, este erro é assinalado.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Expressão Clichê (EC): É o uso de expressões usadas
corriqueiramente, jargões, o que empobrece seu
texto.
Ex.: A união faz a força/Tocar o coração/Mudar
a cara do país...
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Citação (CIT): É quando se usa uma informação ou
um dado, geralmente do texto-base, sem relacioná-la
a um fato externo.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Fuga do Tema (FT): Este erro é caracterizado por
uma fuga pontual do tema, um desvio breve daquilo
que está sendo tratado naquele momento pelo texto.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Ideia Vaga (IDV): O problema se caracteriza por uma
informação desencontrada, algo que não fica claro ao
leitor.
Ex.: A pirataria ocorre quando alguém copia
algo do seu criador sem ter esse direito.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Ideia Sem Complementação (ISC): Ocorre quando a
ideia tratada no texto precisa de uma maior
profundidade, quando aquilo que foi escrito não é
suficiente para deixar algo claro ao leitor.
Ex.: A pirataria é muito ruim para as empresas.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Palavra Inadequada (PI): Quando uma palavra não
se encaixa ao contexto ou é utilizada em uma função
que não pode exercer.
Ex.: Uma ideia onde todos deveriam ter.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Paralelismo Semântico (PSE): Ocorre quando os
elementos de uma listagem numa frase não
pertencem a um mesmo campo de significação,
quebra de uma lógica de palavras.
Ex.: A tecnologia hoje é muito impressionante,
podemos ver isso em computadores, notebooks,
celulares e canos.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Raciocínio Interrompido (RI): Quando uma
explicação ou um argumento é interrompido
subitamente.
Ex.: A pirataria é muito ruim para as empresas
pois.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Tautologia (TAU): É o problema da redundância,
ideias que são repetitivas.
Ex.: Como há muita pirataria no Brasil, por
exemplo, há muitas pessoas que desobedecem leis.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Seleção e Organização Argumentativa:
Truísmo (TRU): É o erro de dizer aquilo que já é
aparente, que se pode deduzir através de uma lógica.
Ex.: O petróleo precisa ser preservado, pois é
muito importante para a produção de seus derivados.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Coesão Textual:
É a competência que vai julgar a organização
geral de seu texto em todos os âmbitos, desde a frase
até a conexão de ideias e a colocação dos parágrafos.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Coesão Textual:
Ambiguidade (AMB): São as frases que têm
problemas quanto a duplos sentidos que não
conseguem ser desfeitos pelo contexto.
Ex.: Os carros eram levados por seus donos.
Eles estavam bastante animados.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Coesão Textual:
Paralelismo Sintático (PSI): Ocorre quando os
valores das orações não se completam, ou seja, têm
funções sintáticas diferentes dentro do período.
Ex.: Funcionários cogitam nova greve e
isolar o governador.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Coesão Textual:
Correlação Temporal (CT): Este problema é
identificado quando se coloca verbos em tempos
diferentes que não conseguem manter uma
sequência cronológica racional.
Ex.: Para que o carro andaria será vital a
intervenção do mecânico.
Prof. José Antonio
O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Adequação da Solução:
É a competência que vai tratar da sua proposta de
solução para o problema apresentado e a adequação
dessa solução a uma aplicação real na sociedade.
Os principais erros são:
- Solução descontextualizada (SD)
- Solução extrema (SE)
- Solução inadequada (SI)
- Solução vaga (SV)
- Solução incompleta (SINC)
Prof. José Antonio

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curso de redação
Curso de redaçãoCurso de redação
Curso de redaçãoteleestacao
 
Artigo de Opinião
Artigo de OpiniãoArtigo de Opinião
Artigo de OpiniãoKleber Brito
 
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opiniãoDiferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opiniãoElaine Maia
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesIsis Barros
 
Textos expositivos
Textos expositivosTextos expositivos
Textos expositivosCarla Souto
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativaAna Castro
 
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--12015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1Davi Ávila
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidadevanysouza
 
Crônica jornalística slides
Crônica jornalística slidesCrônica jornalística slides
Crônica jornalística slidesfernandaluzia12
 
Tipos de argumentos
Tipos de argumentosTipos de argumentos
Tipos de argumentosAna Castro
 
Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01João Mendonça
 
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)Cynthia Funchal
 
1 coesão textual - referencial e sequencial
1   coesão textual - referencial e sequencial1   coesão textual - referencial e sequencial
1 coesão textual - referencial e sequencialLuciene Gomes
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosWillma Frazão
 

Mais procurados (20)

Interpretação de textos
Interpretação de textosInterpretação de textos
Interpretação de textos
 
A estrutura do texto dissertativo
A estrutura do texto dissertativoA estrutura do texto dissertativo
A estrutura do texto dissertativo
 
Curso de redação
Curso de redaçãoCurso de redação
Curso de redação
 
Artigo de Opinião
Artigo de OpiniãoArtigo de Opinião
Artigo de Opinião
 
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opiniãoDiferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Oficina de Redação
Oficina de RedaçãoOficina de Redação
Oficina de Redação
 
Redacao enem
Redacao enemRedacao enem
Redacao enem
 
Textos expositivos
Textos expositivosTextos expositivos
Textos expositivos
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativa
 
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--12015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
2015 tipos-de-introdução-texto-dissertativo-argumentativo--1
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Crônica jornalística slides
Crônica jornalística slidesCrônica jornalística slides
Crônica jornalística slides
 
Tipos de argumentos
Tipos de argumentosTipos de argumentos
Tipos de argumentos
 
Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01Aula de Redação nº 01
Aula de Redação nº 01
 
Estratégias argumentativas1
Estratégias argumentativas1Estratégias argumentativas1
Estratégias argumentativas1
 
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
 
A progressão textual
A progressão textualA progressão textual
A progressão textual
 
1 coesão textual - referencial e sequencial
1   coesão textual - referencial e sequencial1   coesão textual - referencial e sequencial
1 coesão textual - referencial e sequencial
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativos
 

Destaque

AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAMarcelo Cordeiro Souza
 
Módulo I - Introdução à Redação
Módulo I - Introdução à RedaçãoMódulo I - Introdução à Redação
Módulo I - Introdução à RedaçãoDenise Menezes
 
Repertório para redação
Repertório para redaçãoRepertório para redação
Repertório para redaçãolipexleal
 
Uso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sócioculturalUso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sócioculturalJoão Mendonça
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTOMarcelo Cordeiro Souza
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoSinara Lustosa
 
Coesão e coerência
Coesão e coerênciaCoesão e coerência
Coesão e coerêncialipexleal
 
Argumentação em redações do enem
Argumentação em redações do enemArgumentação em redações do enem
Argumentação em redações do enemMiquéias Vitorino
 
Atividade 8 progressão textual
Atividade 8   progressão textualAtividade 8   progressão textual
Atividade 8 progressão textuallipexleal
 
Introdução de texto dissertativo argumentativo
Introdução de texto dissertativo  argumentativoIntrodução de texto dissertativo  argumentativo
Introdução de texto dissertativo argumentativoMiquéias Vitorino
 
AAP para o 1º ano
AAP para o 1º anoAAP para o 1º ano
AAP para o 1º anoLari Aveiro
 
Texto dissertativo argumentativo teoria e intro
Texto dissertativo argumentativo teoria e introTexto dissertativo argumentativo teoria e intro
Texto dissertativo argumentativo teoria e introcarla Furlan
 
Corretores enem modulo 04
Corretores enem modulo 04Corretores enem modulo 04
Corretores enem modulo 04Daniel Machado
 
Redação: dissertação e artigo de opinião.
Redação: dissertação e artigo de opinião.Redação: dissertação e artigo de opinião.
Redação: dissertação e artigo de opinião.Felipe Hilario
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introduçãolipexleal
 
Desenvolvimento: amor e felicidade
Desenvolvimento:   amor e felicidadeDesenvolvimento:   amor e felicidade
Desenvolvimento: amor e felicidadelipexleal
 

Destaque (20)

AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Módulo I - Introdução à Redação
Módulo I - Introdução à RedaçãoMódulo I - Introdução à Redação
Módulo I - Introdução à Redação
 
Repertório para redação
Repertório para redaçãoRepertório para redação
Repertório para redação
 
Uso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sócioculturalUso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sóciocultural
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redação
 
Coesão e coerência
Coesão e coerênciaCoesão e coerência
Coesão e coerência
 
1 enem reda a-ao
1   enem  reda a-ao1   enem  reda a-ao
1 enem reda a-ao
 
Kant
KantKant
Kant
 
Argumentação em redações do enem
Argumentação em redações do enemArgumentação em redações do enem
Argumentação em redações do enem
 
Atividade 8 progressão textual
Atividade 8   progressão textualAtividade 8   progressão textual
Atividade 8 progressão textual
 
Introdução de texto dissertativo argumentativo
Introdução de texto dissertativo  argumentativoIntrodução de texto dissertativo  argumentativo
Introdução de texto dissertativo argumentativo
 
Oficina pet
Oficina petOficina pet
Oficina pet
 
AAP para o 1º ano
AAP para o 1º anoAAP para o 1º ano
AAP para o 1º ano
 
Texto dissertativo argumentativo teoria e intro
Texto dissertativo argumentativo teoria e introTexto dissertativo argumentativo teoria e intro
Texto dissertativo argumentativo teoria e intro
 
Corretores enem modulo 04
Corretores enem modulo 04Corretores enem modulo 04
Corretores enem modulo 04
 
Redação: dissertação e artigo de opinião.
Redação: dissertação e artigo de opinião.Redação: dissertação e artigo de opinião.
Redação: dissertação e artigo de opinião.
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
R3
R3R3
R3
 
Desenvolvimento: amor e felicidade
Desenvolvimento:   amor e felicidadeDesenvolvimento:   amor e felicidade
Desenvolvimento: amor e felicidade
 

Semelhante a Principais erros no texto dissertativo

Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...ProfessoraThasRochaC
 
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...EEFRANCISCODASILVEIR
 
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020Estratégia Concursos
 
O ARTIGO DE OPINIÃO.ppsx
O ARTIGO DE OPINIÃO.ppsxO ARTIGO DE OPINIÃO.ppsx
O ARTIGO DE OPINIÃO.ppsxMariliaFelix8
 
Interpretação e ordenação textual pg29
Interpretação e ordenação textual pg29Interpretação e ordenação textual pg29
Interpretação e ordenação textual pg29kisb1337
 
GENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptx
GENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptxGENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptx
GENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptxMoneliseVilela
 
Aula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptx
Aula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptxAula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptx
Aula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptxIsaquia Franco
 
3. dissertar é...
3. dissertar é...3. dissertar é...
3. dissertar é...ISJ
 
Fórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertexto
Fórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertextoFórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertexto
Fórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertextoAdolfo Tanzi Neto - University of Oxford
 
Produção de texto dissertação psicologia
Produção de texto   dissertação psicologiaProdução de texto   dissertação psicologia
Produção de texto dissertação psicologiaabenisia Gouveia da Silva
 
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativoProdução de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativocomplementoindirecto
 
Ingles instrumental leitura
Ingles instrumental leituraIngles instrumental leitura
Ingles instrumental leiturahaminadabe
 
Coesao e corencia
Coesao e corenciaCoesao e corencia
Coesao e corenciaDior FG
 
Português em exercícios da esaf claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf   claudia kozlowskiPortuguês em exercícios da esaf   claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf claudia kozlowskiJ M
 
Português em exercícios da esaf claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf   claudia kozlowskiPortuguês em exercícios da esaf   claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf claudia kozlowskiraquelnazi
 
1. compreensão e intelecção de textos
1. compreensão e intelecção de textos1. compreensão e intelecção de textos
1. compreensão e intelecção de textosLeonardo Marques
 
Como fazer um artigo de opinião
Como fazer um artigo de opiniãoComo fazer um artigo de opinião
Como fazer um artigo de opiniãoStephane Rodrigues
 

Semelhante a Principais erros no texto dissertativo (20)

Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
 
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
Elementos constituintes do esquema argumentativo (tese, argumento, tema, pont...
 
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
 
A estrutura do texto dissertativo
A estrutura do texto dissertativoA estrutura do texto dissertativo
A estrutura do texto dissertativo
 
O ARTIGO DE OPINIÃO.ppsx
O ARTIGO DE OPINIÃO.ppsxO ARTIGO DE OPINIÃO.ppsx
O ARTIGO DE OPINIÃO.ppsx
 
Interpretação e ordenação textual pg29
Interpretação e ordenação textual pg29Interpretação e ordenação textual pg29
Interpretação e ordenação textual pg29
 
GENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptx
GENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptxGENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptx
GENEROS E TIPOS TEXTUAIS PPT.pptx
 
Aula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptx
Aula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptxAula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptx
Aula 01 Interpretação e eleaboração de textos.pptx
 
A redação aula 1
A redação   aula 1A redação   aula 1
A redação aula 1
 
3. dissertar é...
3. dissertar é...3. dissertar é...
3. dissertar é...
 
Fórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertexto
Fórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertextoFórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertexto
Fórum de discussão e o ciclo de aprendizagem iv encontro nacional de hipertexto
 
Produção de texto dissertação psicologia
Produção de texto   dissertação psicologiaProdução de texto   dissertação psicologia
Produção de texto dissertação psicologia
 
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativoProdução de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
 
Apostila modulo v
Apostila   modulo vApostila   modulo v
Apostila modulo v
 
Ingles instrumental leitura
Ingles instrumental leituraIngles instrumental leitura
Ingles instrumental leitura
 
Coesao e corencia
Coesao e corenciaCoesao e corencia
Coesao e corencia
 
Português em exercícios da esaf claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf   claudia kozlowskiPortuguês em exercícios da esaf   claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf claudia kozlowski
 
Português em exercícios da esaf claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf   claudia kozlowskiPortuguês em exercícios da esaf   claudia kozlowski
Português em exercícios da esaf claudia kozlowski
 
1. compreensão e intelecção de textos
1. compreensão e intelecção de textos1. compreensão e intelecção de textos
1. compreensão e intelecção de textos
 
Como fazer um artigo de opinião
Como fazer um artigo de opiniãoComo fazer um artigo de opinião
Como fazer um artigo de opinião
 

Mais de José Antonio Ferreira da Silva

Producao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveis
Producao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveisProducao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveis
Producao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveisJosé Antonio Ferreira da Silva
 

Mais de José Antonio Ferreira da Silva (20)

Gêneros Textuais - Notícia.pptx
Gêneros Textuais - Notícia.pptxGêneros Textuais - Notícia.pptx
Gêneros Textuais - Notícia.pptx
 
Aulão português
Aulão   portuguêsAulão   português
Aulão português
 
Política antiga e medieval aula - 3º ano
Política antiga e medieval   aula  - 3º anoPolítica antiga e medieval   aula  - 3º ano
Política antiga e medieval aula - 3º ano
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Bioetica
BioeticaBioetica
Bioetica
 
Modelo para análise dos poemas
Modelo para análise dos poemasModelo para análise dos poemas
Modelo para análise dos poemas
 
Como fazer um Artigo Científico
Como fazer um Artigo CientíficoComo fazer um Artigo Científico
Como fazer um Artigo Científico
 
Palestra sobre psicografia
Palestra sobre psicografiaPalestra sobre psicografia
Palestra sobre psicografia
 
Pratica livro
Pratica livroPratica livro
Pratica livro
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
 
Metodologia do ensino
Metodologia do ensinoMetodologia do ensino
Metodologia do ensino
 
Reflexões sobre a aula de português
Reflexões sobre a aula de portuguêsReflexões sobre a aula de português
Reflexões sobre a aula de português
 
Projeto de Pesquisa
Projeto de PesquisaProjeto de Pesquisa
Projeto de Pesquisa
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia
 
Romantismo prosa
Romantismo prosaRomantismo prosa
Romantismo prosa
 
Projeto de Pesquisa - ISEP
Projeto de Pesquisa -  ISEPProjeto de Pesquisa -  ISEP
Projeto de Pesquisa - ISEP
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Paráfrase
 
Producao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveis
Producao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveisProducao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveis
Producao de texto_no_enem_pre_requisitos_e_temas_possiveis
 
Leitura e compreensão - José Antonio
Leitura e compreensão  - José AntonioLeitura e compreensão  - José Antonio
Leitura e compreensão - José Antonio
 

Principais erros no texto dissertativo

  • 1. PRINCIPAIS ERROS COMETIDOS NO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Prof. José Antonio Ferreira da Silva Prof. José Antonio
  • 2. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Introdução: Como vimos em aulas anteriores, o texto dissertativo-argumentativo é corrigido com base em cinco competências específicas, são elas: I – Escrita e Gramática (COG) II – Adequação ao tema e ao gênero (ATG) III – Seleção e org. argumentativa (SOA) IV – Coesão Textual (CT) V- Adequação da Solução (AS) Prof. José Antonio
  • 3. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Escrita e Gramática: São os erros mais primitivos de todo e qualquer texto. Esses erros são trabalhados desde a alfabetização e, por isso, não merecem tanto a nossa atenção neste momento. Exs.: acentuação, ortografia, rasura, concordância, regência, etc. Prof. José Antonio
  • 4. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Adequação ao Tema e ao Gênero: Nesta competência serão tratados, majoritariamente, os problemas relativos à adequação do seu texto ao tema proposto bem como ao gênero trabalhado, se seu texto é, de fato, um texto dissertativo-argumentativo. Prof. José Antonio
  • 5. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Adequação ao Tema e ao Gênero: Desvio do Foco Temático (DFT): Ocorre quando o candidato não atende ao tema pedido pela proposta e fala de outro assunto. Ex.: O tema do ENEM 2010 foi: "Trabalho na construção da dignidade humana”, mas muitos candidatos escreveram sobre a escravidão, já que um dos textos-base falavam sobre o assunto. Prof. José Antonio
  • 6. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Adequação ao Tema e ao Gênero: Limitação ao senso comum (LSC): Você cometerá esse erro quando as opiniões em seu texto se restringirem ao que a maioria da população pensa ou sabe sobre determinado assunto, sem uma investigação detalhada. Ex.: O Brasil ainda não é um país de primeiro mundo por causa da corrupção. Prof. José Antonio
  • 7. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Adequação ao Tema e ao Gênero: Inadequação ao Gênero (IG): Ocorre quando o candidato redige um texto que não seja dissertativo- argumentativo. Ex.: O candidato escreveu um conto. Prof. José Antonio
  • 8. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: É a competência que julga os argumentos quanto à sua consistência e sua organização dentro do texto para maior facilidade de leitura, bem como sua validade para a defesa do ponto de vista seguido. Prof. José Antonio
  • 9. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Argumentação Descontextualizada (AD): Quando você dá um argumento que não cabe no contexto que você está utilizando naquele momento este erro é assinalado. Ex.: Os bebês são seres muito frágeis. Por isso, na adolescência... Prof. José Antonio
  • 10. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Argumentação Extrema (AE): Quando você dá um argumento exagerado, que trata de uma forma generalizada algo que é particular. Ex.: Todas as pessoas têm um transtorno compulsivo. Prof. José Antonio
  • 11. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Argumentação Inválida (AI): Este problema toma vulto quando seu argumento não serve para defender certo ponto de vista ou não tem validade lógica. Ex.: O negro trouxe o samba, o rap, o blues, o jazz e o reggae para o Brasil em 1500. Prof. José Antonio
  • 12. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Argumentação Incompleta (AINC): Ocorre quando os argumentos que você dá não são suficientes para explicar um fato ou ponto de vista. Ex.: O preconceito é o ato de discriminar alguém por sua cor. Prof. José Antonio
  • 13. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Coerência (COR): É descontado quando um de seus argumentos não têm qualquer base lógica, coerente, ou quando você entra em contradição. Ex.: O terrorismo é praticado com armas muito perigosas, como metralhadoras, bombas e rojões. Prof. José Antonio
  • 14. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Coesão Semântica (CSE): Quando a ligação entre as ideias e argumentos do seu texto não fica clara ou é incompreensível, este erro é assinalado. Prof. José Antonio
  • 15. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Expressão Clichê (EC): É o uso de expressões usadas corriqueiramente, jargões, o que empobrece seu texto. Ex.: A união faz a força/Tocar o coração/Mudar a cara do país... Prof. José Antonio
  • 16. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Citação (CIT): É quando se usa uma informação ou um dado, geralmente do texto-base, sem relacioná-la a um fato externo. Prof. José Antonio
  • 17. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Fuga do Tema (FT): Este erro é caracterizado por uma fuga pontual do tema, um desvio breve daquilo que está sendo tratado naquele momento pelo texto. Prof. José Antonio
  • 18. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Ideia Vaga (IDV): O problema se caracteriza por uma informação desencontrada, algo que não fica claro ao leitor. Ex.: A pirataria ocorre quando alguém copia algo do seu criador sem ter esse direito. Prof. José Antonio
  • 19. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Ideia Sem Complementação (ISC): Ocorre quando a ideia tratada no texto precisa de uma maior profundidade, quando aquilo que foi escrito não é suficiente para deixar algo claro ao leitor. Ex.: A pirataria é muito ruim para as empresas. Prof. José Antonio
  • 20. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Palavra Inadequada (PI): Quando uma palavra não se encaixa ao contexto ou é utilizada em uma função que não pode exercer. Ex.: Uma ideia onde todos deveriam ter. Prof. José Antonio
  • 21. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Paralelismo Semântico (PSE): Ocorre quando os elementos de uma listagem numa frase não pertencem a um mesmo campo de significação, quebra de uma lógica de palavras. Ex.: A tecnologia hoje é muito impressionante, podemos ver isso em computadores, notebooks, celulares e canos. Prof. José Antonio
  • 22. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Raciocínio Interrompido (RI): Quando uma explicação ou um argumento é interrompido subitamente. Ex.: A pirataria é muito ruim para as empresas pois. Prof. José Antonio
  • 23. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Tautologia (TAU): É o problema da redundância, ideias que são repetitivas. Ex.: Como há muita pirataria no Brasil, por exemplo, há muitas pessoas que desobedecem leis. Prof. José Antonio
  • 24. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Seleção e Organização Argumentativa: Truísmo (TRU): É o erro de dizer aquilo que já é aparente, que se pode deduzir através de uma lógica. Ex.: O petróleo precisa ser preservado, pois é muito importante para a produção de seus derivados. Prof. José Antonio
  • 25. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Coesão Textual: É a competência que vai julgar a organização geral de seu texto em todos os âmbitos, desde a frase até a conexão de ideias e a colocação dos parágrafos. Prof. José Antonio
  • 26. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Coesão Textual: Ambiguidade (AMB): São as frases que têm problemas quanto a duplos sentidos que não conseguem ser desfeitos pelo contexto. Ex.: Os carros eram levados por seus donos. Eles estavam bastante animados. Prof. José Antonio
  • 27. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Coesão Textual: Paralelismo Sintático (PSI): Ocorre quando os valores das orações não se completam, ou seja, têm funções sintáticas diferentes dentro do período. Ex.: Funcionários cogitam nova greve e isolar o governador. Prof. José Antonio
  • 28. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Coesão Textual: Correlação Temporal (CT): Este problema é identificado quando se coloca verbos em tempos diferentes que não conseguem manter uma sequência cronológica racional. Ex.: Para que o carro andaria será vital a intervenção do mecânico. Prof. José Antonio
  • 29. O DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO Adequação da Solução: É a competência que vai tratar da sua proposta de solução para o problema apresentado e a adequação dessa solução a uma aplicação real na sociedade. Os principais erros são: - Solução descontextualizada (SD) - Solução extrema (SE) - Solução inadequada (SI) - Solução vaga (SV) - Solução incompleta (SINC) Prof. José Antonio