Empreendedorismo para iniciantes

2.286 visualizações

Publicada em

jorge roberto jeronymo silva, Empreendedorismo para iniciantes

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
135
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Empreendedorismo para iniciantes

  1. 1. EMPREENDEDORISMO PARA INICIANTES
  2. 2. Prof. Jorge RobertoPós-Graduado em Planejamento e Gestão Estratégica: FundaçãoGetulio Vargas – FGV/EBAPE/EPGE. Introdução ao PlanejamentoEstratégico – FGV/Cademp. Pensamento Estratégico – FGV Online.Inteligência Competitiva – FGV Online. Tutorial de Professores – FGVOnline. Metodologia do Ensino Superior – Tutorial – FGV Online.Professor da Fundação Getulio Vargas – FGV/Cademp, no seguintecurso: Como Gerenciar em Pequenos e Médios Negócios (2012).Coordenador Acadêmico do Curso de Pós-Graduação (MBAExecutive) de Direito Econômico e Empresarial – FGV/EPGE – ACEI,1997/1998. Professor de Estratégia Empresarial e Consultor deMicros e Pequenas Empresas.Missão: ajudar pessoas a encontrarem o seu próprio caminho, bemcomo o crescimento das micros e pequenas empresas.Contato:www.joroberto.blogspot.com.brE-mail: joroberto2010@gmail.com
  3. 3. EMPREENDEDORISMO PARA INICIANTESProgramaOrigem e evolução do empreendedorismo. O espírito empreendedor nas empresas.Características e condutas do empreendedor. Visão e missão empreendedora. O processoempreendedor. Teoria na prática: noção de plano de negócio.Público AlvoPessoas que desejam iniciar-se no empreendedorismo assegurando a viabilidade, acompetitividade e a sustentabilidade do respectivo negócio em uma época de constantetransformação em face da globalização, bem como estudantes do ensino médio e superiorque tem como objetivo estimular seu espírito empreendedor buscando as competênciasnecessárias para transformar ideias empreendedoras em um plano de negócio, definindoestratégias e focando vantagem competitiva no mercado escolhido.MetodologiaAulas expositivas em PowerPoint e exercícios, seguidas de debates inspirados na realidadeda empresa atual e/ou do grupo participante.Carga Horária24 horas/aula.
  4. 4. ORIGEM E EVOLUÇÃO DO EMPREENDEDORISMO 4
  5. 5. ESTUDAR EMPREENDEDORISMO“Existe um crescente interesse nacional e internacional em estudar temas voltados aoempreendedorismo, uma vez que a geração de negócios está diretamente ligada àprosperidade das nações, e a ação empreendedora é o processo dinâmico pelo qualse pode gerar mais riquezas. Essa prosperidade é obtida por pessoas que assumemriscos, em termos de patrimônio ou comprometimento. Tais pessoas são chamadasempreendedores e podem ser encontradas em diversas situações.”FARAH, Osvaldo Elias. CAVALCANTI, Marly. DIAS, Elaine Aparecida. JUNQUEIRA, Carmen Rita Cardoso. Capítulo1 - O Empreendedor. Empreendedorismo estratégico: criação e gestão de pequenas empresas.FARAH, Osvaldo Elias. CAVALCANTI, Marly. MARCONDES, Luciana Passos (orgs.). São Paulo: Cengage Learning,2008, p. 1. 5
  6. 6. > O tema EMPREENDEDORISMO ganhou fama mundial após as pesquisascoordenadas pelo GEM – Global Entrepreneurship Monitor, em 1999.> GEM: É pioneiro em pesquisa mundial sobre empreendedorismo.> É executado no Brasil através do Instituto Brasileiro de Qualidade eProdutividade – IBQP, desde 2000. 6
  7. 7. “O empreendedor é o responsável pelo processo de destruição criativa, sendo o impulsofundamental que aciona e mantém em marcha o motor capitalista, constantementecriando novos produtos, novos métodos de produção, novos mercados e,implacavelmente, sobrepondo-se aos antigos métodos eficientes e mais caro.”SCHUMPETER, J. “Managers and entrepreneurs: a useffill disction.” Administrative science quaterly. V. 42,p. 429-51, 1959. “Teoria do Desenvolvimento economico.” Joseph Alois Schumpeter (1883-1950). 7
  8. 8. SCHUMPETER descreve cinco fatores que modificam o ambiente econômico:1 – Criação de novo negócio;2 – Introdução de novo método de produção;3 – Introdução de novo bem (produto ou serviço);4 – Abertura de novos mercados;5 – Descoberta de novas fontes de matéria prima. 8
  9. 9. “empreendedorismo é um comportamento e não um traço de personalidade esuas bases são o conceito e a teoria, e não a intuição.” Peter Drucker 9
  10. 10. Veja o que dispõe em seus estudos, A. Ibrahim e J. Goldwin, na publicação do periódicoAmerican Journal of Sma:ll Business (1986), ao identificar fatores de sucesso das empresas:1. Em primeiro lugar, estão os valores associados à pessoa do empreendedor, ou seja, as virtudes que são características de quem quer iniciar seu próprio negócio.2. Em segundo lugar, estão as habilidades gerenciais, que incluem estratégias de nicho,gerenciamento do fluxo de caixa, um sistema orçamentário simples, mas eficiente, experiênciaanterior, educação e cultura organizacional simples.3. Por fim, estão as habilidades pessoais, que incluem um bom relacionamento com umrepresentante de crédito, boas relações com clientes e boas relações com os empregados.Ibid: MENDES, Jerônimo. Empreendedorismo para jovens: ferramentas, exemplos reais e exercícios para alinhar a suavocação com o seu projeto de vida. São Paulo: Atlas, 2012, p. 60. 10
  11. 11.  Ética: deve haver sinergia na equipe, bem como a capacidade de relacionar-se bemcom os clientes; Inimigo maior que a concorrência é a postura de vendedor (ra) arrogante, comsentimento de autossuficiência; O vendedor deve conhecer os prazos de pagamento, bem como as condições parafechamento da venda e política de descontos.“Ética é a ciência da conduta humana, segundo o bem e o mal, com vistas à felicidade. É a ciênciaque estuda a vida do ser humano, sob o ponto de vista da qualidade da sua conduta.”ALONSO, Félix Ruiz. LÓPES, Francisco Granizo. CASTRUCCI, Plínio de Lauro. Curso de ética em administraçãoempresarial e pública. 3ª ed. São Paulo: 2012, p. 3. 11
  12. 12. CARACTERÍSTICAS DE GERENTE EFICIENTE COMUNICAÇÃO - transmitir de forma clara e objetiva; CORAGEM – assume riscos calculados; CAPACIDADE DE DECISÃO – detecta o problema antes da turbulência e decide; EMPREENDEDORISMO – pró-ativo – visão de curto, médio e longo prazo; DELEGA TAREFAS E POSSUI CAPACIDADE DE NEGOCIAÇÃO – sabe ouvir eargumentar, bem como aceitar a discordância; VISÃO HOLISTICA – visão geral de todos os departamentos ou setores. 12
  13. 13. A partir da Lei nº 11.638/07, art. 176, inciso IV, tornou-se obrigatória a elaboração dademonstração dom fluxo de caixa, substituindo, pois a demonstração das origens eaplicações de recursos. As normas concernentes a sua elaboração estão consignadas noPronunciamento Técnico CPC 03, Deliberação CVM 576/08.“a eficiente gestão do fluxo de caixa pressupõe que o seu fluxo seja administradoracionalmente, contribuindo para aumentar o patrimônio do empreendedor eeliminando desperdícios de recursos financeiros. Por isso, a gestão do caixa deve serprevisional, ou seja, além de gerenciar bem os recursos presentes, deve preocupar-seem administrar os recursos futuros da organização, valendo-se das previsões de caixaque decorrem das previsões de venda, produção, despesa e de investimento, entreoutras.” 13
  14. 14. O QUE É ESTRATÉGIA?“Estratégia é a determinação das metas e dos objetivos básicos de longo prazo de umaempresa e adoção de cursos de ação e alocação de recursos necessários para realizar asmetas.” Alfred Dupont Chandler Apud David Besanko 14
  15. 15. HABILIDADES EM PENSAMENTO ESTRATÉGICO• Atrelar o plano pessoal à visão e objetivos da organização;• A estratégia pessoal deve incluir um sistema de acesso regular as novas necessidadesdos clientes;• Compreensão clara sobre a concorrência no momento atual e pensamento futuro;• Possuir um sistema para examinar e avaliar novas formas de fazer as coisas;• Será preciso fazer uma verificação constante para mudar e prevenir problemas. Estespoderão exigir urgência ou causar impacto na empresa;• O plano deverá ter durabilidade a longo prazo, pois faze parte do processo deplanejamento estratégico considerar possibilidades futuras. 15
  16. 16. ESTRUTURA DO DEPARTAMENTO FINANCEIRO:• Controladoria – supervisiona e controla as questões financeiras;• Tesouraria – responsável pelo caixa da empresa;• Contabilidade – registra e controla as operações econômico-financeiras.CONTABILIDADE: “Trata-se de uma ciência que estuda e pratica as funções deorientação, de controle e registro relativas à administração econômica.”Este é o conceito oficial para Contabilidade do primeiro Congresso de Contabilidadeque foi realizado no Estado do Rio de Janeiro, de 17 a 27 de agosto de 1924.DOCUMENTAÇÃO CONTÁBIL:• Livro-diário – registra em ordem cronológica os eventos e as ações que modificam opatrimônio da empresa;• Livro-razão – registra, individualmente, a movimentação ocorrida em cada conta,buscando apresentar seu saldo;• Livro-caixa – registro de entradas e saídas de dinheiro e saldo diário.• Livros fiscais – conforme o regime de tributação. 16
  17. 17. Plano Financeiro:• Projeto da loja ou outro estabelecimento;• Taxas de instalação – bombeiro, alvará, Junta comercial, outros;• Estoque inicial – capital de giro;• Mobiliário e materiais diversos; e aluguel;• Folha de Pagamento – salários e comissões; Telefone, água, luz, seguro;• Publicidade inicial; Despesas não-previstas anteriormente;• Despesas de ordem legal ;• Honorários – contador, advogado – outros.CUSTOS INICIAIS: ________?_______ 17
  18. 18. “Toda a organização deve estar voltada para o cliente, pois a imagem da empresa é oresultado do trabalho de todos os seus funcionários. O modelo de estrutura adotadodeve permitir que, da expedição à telefonista, da cobrança ao atendimento direto porvendedores, todos, empreendedor e equipe, contribuam para criar e manter a imagemda empresa. É preciso um conjunto harmonioso e solidário.” 18
  19. 19. QUANTAS VEZES, NO TRANSCORRER DE SUA VIDA, ALGUÉM LHE DISSE: Impossível!“todo mundo sabia que era impossível de ser feito até que um dia veio alguém e fez.” Winston Churchill “E como ele não sabia que era impossível, foi lá e fez.” Jean Cocteau 19
  20. 20. “Foi estabelecido cientificamente que a mamangava não pode voar.Sua cabeça é grande demais e suas asas pequenas demais para sustentar o corpo. Segundo as leis da aerodinâmica, ela simplesmente não poderia voar. Mas ninguém disse isso a mamangava. E assim ela voa.” Autor desconhecido 20
  21. 21. “Visão sem ação é só um sonho; ação sem visão é um passatempo; visão e a açãojuntas podem mudar o mundo.” Joel Baker O enigma dos paradigmas – (filme de treinamento) 21
  22. 22. Diálogo entre Alice e o Gato Cheshire em Alice no País das Maravilhas do Inglês Lewis Carroll “Pode dizer-me que caminho devo tomar?” - perguntou Alice.“Isso vai depender do lugar para onde quer ir” - respondeu o Gato. “Não tenho destino certo” - disse Alice. “Nesse caso, qualquer caminho serve” - disse o Gato. 22
  23. 23. PLANEJAMENTO Análise do contexto: quais são os nichos de mercado ou consumidores empotencial? Definição de objetivos: como firmar a marca no mercado? Previsão de atividades: definir as metas, prazos e as responsabilidades envolvidas. Controle orçamentário: os recursos são aplicados devidamente? Operacionalização do planejamento: colocá-lo em prática, ou seja: partir para ação. 23
  24. 24. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: pensar sobre o futuro!• definir onde quer chegar.• qual o público deseja atingir: quem são nossos clientes?• qual a missão da empresa : o que deseja oferecer ao mercado consumidor?• auxilia a desenvolver cenários com fatos portadores de futuro. 24
  25. 25. Principais funcionalidades da planilha de planejamento estratégico:Planejar ações para a perspectiva financeira;Planejar ações para a perspectiva de marketing;Planejar ações para a perspectiva de RH;Planejar ações para a perspectiva operacional e tecnológica;Planejamento de ações estratégicas. 25
  26. 26. O PLANEJAMENTO PODE SER: Estratégico - Habilidade conceitual – compreensão para agir na complexidade daorganização e no contexto externo; Tático - Habilidade interpessoal – identifica necessidades, interesses e atitudes daspessoas no sentido de engajá-las nos trabalhos de equipes para atingir objetivoscorporativos; Operacional -* Habilidade técnica – deve dominar conhecimentos, métodos eequipamentos no sentido do cumprimento de tarefas dentro de sua especialidadeprofissional. 26
  27. 27. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Dinamiza a tomada de decisão; Facilita a comunicação entre os níveis: estratégico, o tático e o operacional; Otimiza a gerencia em suas decisões; Fomenta a consciência coletiva; Proporciona visão holística da organização; Facilita a delegação de atribuições e respectivo controle; Oferece direção única a todas as equipes; Orienta os programas de qualidade e sustentabilidade. 27
  28. 28. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICOComponentes do AmbienteAMBIENTE GERAL/MACROECONOMICO/ÓRGÃOS PÚBLICOS/AMBIENTE EXTERNO:• Política, Economia, Social e Tecnológica – análise (PEST).• Acrescenta-se: Natureza e Cultura.AMBIENTE INTERNO – que recursos dispõe para atingir o objetivo da empresa?* Recursos : (Humanos, Financeiros, Materiais, Tecnológicos e Organizacionais),processos produtivos, estrutura organizacional, governança corporativa. 28
  29. 29. CASOS DE SUCESSO:Tokyo Tsushin Kogyo) aos 25 anos de idade junto com Masaru Ibuka, este trezes anosmais velho que Akio. A Sony hoje é sinônimo de qualidade no mundo todo, embora comorigem no EUA.Akio Morita Masaru Ibuka,> Alexandre Costa fundou a Cacau Show no bairro Casa Verde – São Paulo - com menosde 20 anos de idade, unindo visão e dedicação ao negócio. Alexandre Costa> Soichiro Honda, depois de quase falir e se frustrar por quase 20 anos, finalmente abriu aTokai Seiki Heavy Industries, iniciando com a fabricação de anéis de pistão comqualidade. Hoje é uma empresas de sucesso mundial em motocicletas, veículos, barcos eaviões. Soichiro Honda 29
  30. 30. Obrigado a todos (as) e bons negócios! Prof. Jorge Roberto www.joroberto.blogspot.com.brE – MAIL: joroberto2010@gmail.com 30

×