Jornal JM – Jornal Matemático
Escola Pública de Jacareí – SP faz projetos para que alunos
melhorem sua leitura!
Os profess...
Falando um pouco sobre livro Matemática e Mistério em Baker
Street!
Desta vez, a Matemática é o pano de fundo da mais nova...
também aos interessados na História da Matemática. O autor
Lázaro Coutinho é Mestre em Matemática, tendo já publicado
outr...
invenção de Bacon demoraria mais 100 anos para se tornar
prática. Em 1784, o americano Benjamin Franklin inventaria os
ócu...
- Globo terrestre (1492) O alemão Martim Behaim (1459 - 1507)
cria a primeira representação do planeta respeitando sua for...
- Revisão do calendário (1582) O papa Gregório XIII (1502 - 1585)
e um conselho presidido pelo matemático alemão Christova...
- Funcionamento do coração (1628) Para Aristóteles, o coração
abrigava os pensamentos. Para Descartes, o coração esquentav...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Quem é lázaro coutinho

179 visualizações

Publicada em

Jornal

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quem é lázaro coutinho

  1. 1. Jornal JM – Jornal Matemático Escola Pública de Jacareí – SP faz projetos para que alunos melhorem sua leitura! Os professores Maria Piedade Teodoro da Silva e Carlos Ossamu Narita incentivam a leitura de livros relacionando matemática com literatura fazendo que não seja uma leitura entediante em sala de aula mais que vai bem além com projetos na internet. Quem é Lázaro Coutinho? escritor Lázaro Coutinho criou um gênero especial de narrativa - seus personagens são números em complexas relações de lógica. O autor, Lázaro Coutinho, é mestre em matemática e também escritor de livros de divulgação científica. Pela editora Ciência Moderna publicou ainda “Matemática & Mistério em Baker Street”, que aborda a formação matemática de Sherlock Holmes. Segundo as próprias palavras do famoso detetive, seu conhecimento sobre o assunto foi de grande valia na solução dos seus diversos casos de crime e mistério. O
  2. 2. Falando um pouco sobre livro Matemática e Mistério em Baker Street! Desta vez, a Matemática é o pano de fundo da mais nova aventura do maior detetive de todos os tempos. Matemática e mistério em Baker Street conduz o leitor ao fantástico mundo de Sherlock Holmes e de seu parceiro, o Dr. Watson. Nesta segunda edição revisada e agora acrescida de um índice remissivo, concorrem para o enriquecimento do texto fatos, lendas e curiosidades da Matemática, que complementam esta incursão de suspense e aventuras. Escrito em linguagem simples, o livro agradará tanto ao leitor comum quanto aos fãs do notável investigador de Baker Street e, pelo seu aspecto histórico,
  3. 3. também aos interessados na História da Matemática. O autor Lázaro Coutinho é Mestre em Matemática, tendo já publicado outro título, Convite às Geometrias Não-Euclidianas. Foi professor de Astronomia Náutica na EFOMM e de Cálculo Avançado no IME. Trabalha atualmente no Centro de Análises de Sistemas Navais, na área de Segurança da Informação e Criptologia, e é um grande interessado em tudo o que diz respeito ao mundialmente conhecido detetive-consultor de Baker Street. As Descobertas Matemáticas! - Explosão Estelar (1054) Povos antigos já notavam, no céu, o surgimento de estrelas muito brilhantes. Mas a ciência considera que é de astrônomos chineses o primeiro registro sério de uma supernova - explosão de uma estrela -, em 1054. Tudo o que resta no local do desastre é a Nebulosa do Caranguejo. - Universidade (1150) É fundada a primeira universidade do mundo, em Bolonha, na Itália. A criação da instituição dá à Europa o impulso intelectual que desembocaria no Renascimento no século XIV, e na Revolução Científica, entre os séculos VXI e XVII. - Algarismos Arábicos (1202) O matemático italiano Leonardo Fibonacci (c.1170-1240) troca os incômodos algarismos romanos pelos arábicos. A facilidade que isso trouxe para os cálculos resultaria no avanço da álgebra e, por consequência, da tecnologia. - Óculos (1268) O inglês Roger Bacon (c. 1220-c. 1292) constrói as primeiras lentes de cristal para corrigir distorções da visão. A
  4. 4. invenção de Bacon demoraria mais 100 anos para se tornar prática. Em 1784, o americano Benjamin Franklin inventaria os óculos bifocais. - Bússola Magnética (1269) O engenheiro francês Petrus Peregrinus de Maricourt descreve pela primeira vez uma bússola em que uma agulha imantada boia sobre um líquido. Apesar de já ser conhecida dos chineses há séculos, a bússola só passa a ser construída a partir dessa descrição. - Relógio (1288) Desde o início da civilização, o homem usou a água, a areia ou o Sol para marcar as horas. Até a criação do relógio mecânico, que marca as horas mesmo à noite. A instalação do relógio mecânico na Abadia de Westminster, em Londres, Inglaterra, marca uma nova era na contagem do tempo. - Leis da perspectiva (1440) O arquiteto italiano Leon Battista Alberti (1404 - 1472) cria a teoria que dá profundidade e proporções reais a desenhos e pinturas. Sua obra "Dez Livros sobre Arquitetura" tem profundo impacto no traçado das cidades a partir do século XVI. - Caravela (1450) A exploração do mundo deve muito a essa invenção portuguesa. Comparadas com as demais embarcações da época, as caravelas são rápidas, seguras e resistentes. Elas abrem os caminhos para as Índias e trazem os europeus à América. - Imprensa (1454) A impressão com tipos móveis se originou na China, entre 1041 e 1048. Mas foi o alemão Johannes Gutenberg (1400 - 1468) quem criou os tipos fundidos em metal e a tinta que aderia ao papel. Naquele ano, ele imprimiu a "Bíblia", em latim, em Mainz, na Alemanha.
  5. 5. - Globo terrestre (1492) O alemão Martim Behaim (1459 - 1507) cria a primeira representação do planeta respeitando sua forma real. Como a América só seria descoberta naquele ano, faltou ali o novo continente. - Atlas de anatomia (1543) O médico italiano Andreas Vesalius (1514 - 1564) publica seus "Sete Livros sobre a Estrutura do Corpo Humano". Até então, a anatomia - fundamental para a medicina - dependia de amadores. - A Terra ao redor do Sol (1543) O teólogo polonês Nicolau Copérnico (1473 - 1543) publica "Sobre as Revoluções dos Orbes Celestes", explicando que a Terra gira em torno do Sol. A ideia dá novo rumo às ciências naturais. - 1556 (Mineralogia) Os metais são usados desde a pré-história. Mas é a publicação póstuma do tratado "Sobre os Metais" que marca o surgimento da mineralogia. Nele, o alemão Georgius Agricola (1494 - 1555), discorre sobre os diferentes metais e suas propriedades. - Medidas do céu (1572) O astrônomo dinamarquês Ticho Brahe (1546 - 1601) observa uma supernova. Também mostra que os cometas não são fenômenos atmosféricos, como se pensava. Suas observações serviriam para que Kepler descobrisse as leis do movimento dos corpos celestes. - Ciência no Novo Mundo (1580) O matemático inglês Thomas Harriot (1560 - 1621) e o metalurgista Joachim Ganz montam o primeiro laboratório científico na América. Eles queriam detectar a presença de prata e ouro nos minérios.
  6. 6. - Revisão do calendário (1582) O papa Gregório XIII (1502 - 1585) e um conselho presidido pelo matemático alemão Christovam Clavius (1538 - 1612) criam um novo calendário para corrigir uma distorção na contagem do tempo. Naquele ano, do dia 4 de outubro pulou-se para 15 de outubro. - Moinho de Vento (1589) O moinho já é usado pelos agricultores quando o italiano Agostino Ramelli (1531-c. 1600) faz o primeiro projeto completo do artefato na obra "Livro de Diversas e Artificiosas Máquinas". A obra levou mais gente a construir moinhos. - Símbolos em Matemática (1591) Até que o francês François Viète (1540 - 1603) começasse a representar quantidades por letras nas equações, como a + b = c, a matemática européia era escrita com palavras. Imagine a confusão que seria fazer cálculos complicados se não fosse essa substituição. - Telescópio (1610) O italiano Galileu Galilei (1564 - 1642) aponta para o céu sua recém-inventada luneta e descobre os quatro maiores satélites de Júpiter, marcando o início das pesquisas sobre o Universo. - Órbitas dos planetas (1610) O alemão Johannes Kepler (1571 - 1630) prova que as órbitas dos planetas em torno do Sol não são circulares, mas elípticas, e que têm velocidade variável. Meio século depois, Isaac Newton mostraria que tais órbitas são consequências das leis fundamentais da Física. - Máquina de calcular (1623) O alemão Wilhelm Schickard (1592 - 1635) constrói uma calculadora mecânica capaz de somar, subtrair, multiplicar e dividir. Só em 1820 o francês Charles Xavier Thomas de Colmar criaria a primeira máquina de calcular comercial.
  7. 7. - Funcionamento do coração (1628) Para Aristóteles, o coração abrigava os pensamentos. Para Descartes, o coração esquentava o sangue. É o médico inglês William Harvey (1578 - 1657) quem descobre que o órgão é um músculo que bombeia o sangue para o restante do corpo. - Geometria analítica (1637) O francês René Descartes (1596 - 1650), mais conhecido como fundador da filosofia moderna, faz o casamento entre a geometria e a álgebra, descobrindo como construir gráficos a partir de equações matemáticas. - Cálculo de probabilidade (1652) Muito interessado em jogos de azar, o filósofo e matemático francês Blaise Pascal (1623 - 1662) cria fórmulas para avaliar as chances de um evento ocorrer. O cálculo das probabilidades é usado em vários ramos do conhecimento hoje. - Química moderna (1661) O livro "O Químico Cético", do físico e químico irlandês Robert Boyle (1627 - 1691), lança as bases da química moderna. Nele, Boyle prega que as teorias têm de ser comprovadas por experiências práticas. - Células (1665) O físico inglês Robert Hooke (1635 - 1702) publica os primeiros desenhos de células observadas ao microscópio, disparando as pesquisa sobre as unidades fundamentais da vida.

×