Jornal Cidade - Nº 61 - 16/10/2015

197 visualizações

Publicada em

Jornal Cidade - Nº 61 - 16/10/2015

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Cidade - Nº 61 - 16/10/2015

  1. 1. Se está em suas mãos, está em boas mãos. mãos, está em Outubro Rosa Todo mundo junto para combater e vencer o câncer de mama. Crediprata www.jornalcidademg.com.br • 16a23deOutubro2015 • Ediçãonº61 • Ano3 • JornaldeDistribuiçãoGratuita • VendaProibida Cotidiano •05 Economia •02 Cotidiano •07 Cotidiano •04 Igreja Católica irá simplificar o processo de anulação do casamento Moto Clube Asas de Ícaro realiza a 2ª Moto Romaria Preço do etanol tem variação de 17% nos postos em LP Mesmocomoaumentonopreçodoetanol,combustívelderiva- dodacanaaindaémaisvantajosonahoradeabasteceroveículo MotociclistasviajaramatéosantuáriodeNossaSenhoraApa- recida,emCamposAltos,escoltadosporquatroviaturasdaPo- líciaRodoviáriaFederal Ministério Público recolhe prontuários médicos em consultórios de Lagoa da Prata DeacordocomopromotorLuisAugustodeRezende,umaservidorajáfezacordoparadevolver ummêsdesalárioaoscofrespúblicosparaselivrardeumprocessojudicial.
  2. 2. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 20152 Economia TV Assembleia 20 anos A Assembleia de Minas está presente em todo o Estado. Só neste ano, as comissões de deputados já percorreram mais de 60 mil quilômetros, fiscalizando ações, promovendo debates e escutando a opinião dos mineiros. E, mesmo quando a Assembleia não vai até a sua cidade, você pode acompanhar e participar de tudo o que acontece aqui, através do Portal e da TV Assembleia. A emissora, que está comemorando 20 anos, transmite as atividades parlamentares ao vivo e oferece uma programação exclusiva, com notícias, eventos, debates e conteúdo educativo, 24 horas por dia. As nossas portas estão sempre abertas para você. A gente não mede esforços para estar junto de você. Assista à TV Assembleia pelo canal da sua cidade ou pelo portal: almg.gov.br/tv ALMG Timóteo Preço do etanol tem variação de 17% nos postos em Lagoa da Prata •Após mais um aumento no preço dos combustíveis, o consumidorpassaaterquepes- quisarmaisparaabasteceroseu carro.Mesmoaindasendoaop- çãomaisemconta,oetanolteve umaaltanoiníciodeoutubrode 9,50%,enquantoagasolinafoide 6,44%,conformedadosdoMer- cadoMineiro. A reportagem do Jornal Ci- dadefoiàsruasdeLagoadaPra- ta e pesquisou em 11 postos de combustíveisovalordoetanole dagasolina.Emumpostoovalor do etanol chegou a R$ 2,65 en- quanto que em outro estava R$ 2,27, representando uma varia- ção de 17%. Já o preço da gaso- lina foi encontrado de R$ 3,46 a R$3,66, chegando a uma varia- ção de 5,80%. No início de 2015 o Jornal Cidade também fez a mesma pesquisa, que apontou uma variação de 16%, onde em umpostooetanolapresentavao valor de R$ 2,83 e em outro R$ 2,44. A cabeleireira Thaís Sera- piãolamentoumaisumaumen- to no preço dos combustíveis. “Meucarronãoéflex,entãosou obrigada a abastecer com gaso- lina. Está complicado esse au- mento no preço. Meu marido, por exemplo, optou comprar uma bicicleta para ir trabalhar, poisesseaumentointerferemui- to em nossos gastos. Não dá pa- raabastecereandaromêstodo. Euimaginoqueméassalariadoe precisadocarrooumoto,ecom esse valor que estão os combus- tíveis...Estádifícil!”. A dona-de-casa Vanessa Al- cântara também criticou o au- mentodopreço.“Bom,eunãosei serecorreraoálcoolparaabaste- ceréamelhorsaída.Muitagen- tesabequeexisteumacontaque sefazparasaberseémaisvanta- gemcolocarálcoolouagasolina, masqualqueraumentonopreço dagasolinapesanobolsodocon- sumidor. Há todo um processo. A refinaria repassa para distri- buidora, a distribuidora repas- saparaopostoeopostorepassa para o consumidor final. Então quem acaba arcando com isso é toda sociedade brasileira. Fazer o possível pra economizar, não temoutrasaída”.disse. PESQUISARPREÇOS Com essa diferença de pre- çoencontradanospostosemLa- goadaPrata,osmotoristasestão pesquisandoosvaloresmaisbai- xos. Para saber se realmente va- le a pena abastecer com etanol a conta é simples. Basta ver se o preço do combustível derivado dacanaestáabaixode70%dova- lorcobradodagasolina. Paraajudaroconsumidorfo- ramlançadosalgunsaplicativos para celulares que auxiliam na horadeabasteceroveículo.Bas- ta digitar o preço das opções ao abastecerereceberasugestãoda alternativa mais econômica pa- ra o carro flex. Alguns aplicati- vos populares são “Gasolina ou Álcool, Chefia?”, para Android ou iOS, “EconoFlex”, para An- droid, “Álcool x gasolina”, para Android. Além disso, existem alguns aplicativos que fazem esse cál- culo, mas também suportam funcionalidades adicionais. Por exemplo,o“Carrorama”,quecalculaogasto médiopordia,porquilômetroeaindaexibe o desempenho do veículo com cada tipo de combustível.Elereúnedadoscomgráficose umhistóricodoconsumoerodagemdocar- ro. O “Carrorama” está disponível para An- droideiOS. APLICATIVOS PARA ENCONTRAR O COMBUSTÍVELMAISBARATO Existem vários aplicativos que ofere- cem relatórios de preço da Agência Nacio- nal do Petróleo, Gás Natural e Biocombus- tíveis (ANP), como é o caso do “Easy Gás”, disponível para Android. Já outros combi- namessasinformaçõescomcontribuiçãodos usuários,paraatualizaroscustosdoálcoole dagasolinaemcadaposto.Umrecursomui- to comum é utilizar o GPS do smartphone dousuároparalocalizaroslocaisdeabaste- cimentoquesejammaisemconta.Osaplica- tivoscomessasfuncionalidadessão:“Gazo” (paraAndroideiOS),“PreçodosCombustí- veis” (para Android), “Combustíveis” (para iOS),“PostosCombustívelBrasil”(paraAn- droid),“PostosBrasil”(iOS),“MapLinkPos- tos”(paraiOS).(InformaçõesdositeGestor CFC). Mesmo com o aumento nopreçodoetanol,com- bustível derivado da ca- na ainda é mais vantajo- sonahoradeabastecero veículo DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br JornalNovoHamburgo VanessaAlcântara,dona-de-casaConsumidorprotestacontraaumentodocombustível ThaísSerapião,cabeleireira
  3. 3. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 20154 Cotidiano Igreja Católica irá simplificar o processo de anulação do casamento •OpapaFranciscoassinouno dia 8 de setembro o proces- so de simplificação da nulidade matrimonial.Oobjetivoétornar maisrápidoosprocessosdeanu- laçãodocasamento.Aigreja,as- simcomoodireitocivil,estabele- cealgumascondiçõesparaqueo sacramentodomatrimônioseja válido.Comexclusividade,opa- drePatrikySamuelBatistafalaao JornalCidadesobreanovapro- postadoVaticano. Jornal Cidade: O que é a nuli- dadematrimonialparaaIgre- jaCatólica? Pe. Patriky: De acordo com a doutrinacatólica,quevemdaPa- lavradeDeus,ocasamentoéin- dissolúvel.Emalgumassituações aigrejaentendequenuncahou- veummatrimôniodefato.Aívem anulidade,queéreconhecerque nãohouve,efetivamente,umma- trimônio. Não é um divórcio ca- tólico.AigrejatemumCódigode DireitoCanônicoqueregeasnor- masinternas,eanalisando-oen- contramos 17 situações que po- demtornarumcasamentonulo. Jornal Cidade: Como o papa Francisco chegou a essa deci- são? Pe.Patriky:Noanopassadoopa- pacriouumacomissãoparatra- tardanulidadematrimonial,pa- raverapossibilidadedemodifi- carpartedesseprocesso.Essade- cisão que o papa Francisco teve nodia8desetembroseencontra dentrodeumcontextomaior,que éaAssembleiaSinodal,ondeopa- patemumConselhodeGoverno naIgreja.Oconselhomaispróxi- modeleéoColégioCardinalista, Roma.Fatoquelevavaemmédia dois anos. O Papa vai modificar esse processo para evitar atraso nojulgamentoetrazerpazaoco- raçãodosfiéisqueaguardamtan- totempoaregularizaçãodestasi- tuação. JornalCidade:Comasmodifi- cações, quem terá autonomia paraanularocasamento? Pe. Patriky: Em determinados casos,oprópriobispodiocesano poderádaroencaminhamentoe a confirmação será em uma ins- tância.Parasabercomoacontece- ránaprática,teremosqueesperar atéodia8dedezembro. eparatratardetemasmaisespe- cíficosopapaampliaesseconse- lhoconvocandobisposdomun- dotodo. JornalCidade:Emquêasimpli- ficaçãonoprocessofacilitoua nulidade? Pe.Patriky: A novidade está no processo.Antesopedidoerafei- tonaParóquia,que,apósfazero relatório,enviavaoprocessopa- raoTribunal,quenonossocaso estáemBeloHorizonte.Julgado o processo e considerando o ca- samento nulo, era enviado para outroTribunalconfirmaradeci- são e dali ia para a Santa Sé, em JornalCidade:Haveráumcus- toparaconseguirestanulida- de? Pe.Patriky:Essamudançatam- bém irá diminuir os custos do processo,quehojeéemtornode 5saláriosmínimos.Opapajádis- seemalgumasocasiõesqueode- sejo é que seja sem custo algum pararegularizarestasituação. Jornal Cidade: Por qual moti- vo é vetada a comunhão para aquelesquesesepararam? Pe.Patriky:Adisciplinadaigreja éesta.Acomunhãoeucarísticaé belíssima.JesuséclaronoEvan- gelhodeJoãodizendoqueéoPão da Vida, não há como negar sua importância,masprecisamosam- pliar o nosso conceito de comu- nhão. O próprio Cristo vai dizer quedenadaadiantaparaocristão participardacelebraçãodamissa, eiràfiladahóstiaconsagrada,e nãoentraremcomunhãocomseu irmão.Nãoadiantareceberahós- tiatendoumdescuidocomaPala- vra.Mesmodiantedetudoapre- sentado,seapessoadesejarpar- ticipar,eladevefazerassumindo as responsabilidades. Na ques- tão dos divorciados na igreja há um trabalho pastoral para essas pessoas, que muitas vezes estão emumasegundaunião.Ésempre umaposturadeacolhidaobede- cendoaosensinamentosdeCris- to.Aigrejanãoexcluininguém. Oquetornanuloum casamentoperantea IgrejaCatólica •Adolescentes que se casam porvontadedeterceirosapós teremtidorelaçõessexuais; •Casamento realizado quan- do um dos parceiros já foi ca- sadonaigreja,mesmoquando o mesmo não tenha sido con- sumado; •Impotênciasexualperpétua, relativaeabsoluta; •Casamento entre duas pes- soas de religiões diferentes, emquenãosetenhapedidoa dispensa do impedimento na igreja; •Casamento realizado após a pessoa ter sido raptada para talato; •Matrimônios entre pais e fi- lhos,avósenetos,irmãoseir- mãs,tiosesobrinhos,eprimos primeiros; •Casamentoentrepessoasque nãofazemusodarazão; •Erro de pessoa. Ex: Quando uma pessoa se casa com um pensandoqueeraoutro; •Medoeviolência. Em entrevista ao Jornal Cidade, padre Patriky, pároco da Paróquia de SãoCarlosBorromeu,fa- la sobre a decisão do pa- pa Francisco. “A Igreja deve falar aos corações das pessoas sem perder araizdoevangelho” DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br Foto:JulianoRossi PadrePatrikySamuelBatista
  4. 4. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 2015 5Cotidiano Ministério Público recolhe prontuários médicos em consultórios •OMinistérioPúblicodeMi- nas Gerais (MPMG) reco- lheu no dia 7 de outubro pron- tuáriosmédicosemtrêsconsul- tóriosparticularesenoHospital SãoCarlos.Ainiciativafazparte da investigação em curso que a promotoriaestáapurandosobre umsupostoesquemadeforneci- mentodeatestadosfraudulentos. Osmandatosdebuscaeapreen- sãoforamcumpridosemconsul- tóriosderenomadosmédicosde LagoadaPrata. OpromotorLuisAugustode RezendePenaexplicouàreporta- gemdoJornalCidadequaisserão aspróximasetapasdainvestiga- ção.“Osmandatosforamcumpri- doseosprocessosvirãocomvis- tasparamim.Apartirdessemo- mentoeuvouanalisaressespron- tuáriosevouchecarasinforma- çõesdosatestadosmédicosefa- zeroconfrontocomosprontuá- rios apreendidos. Se no prontu- ário médico não houver o regis- tro daquela doença que justifi- couaemissãodoatestadomédi- co,emtese,significafraude,opa- cienteobteveaqueleatestadode formagraciosa,ouseja,atítulode favor.Apróximaetapaéoferecer denúnciaeaçãodeimprobidade administrativa,contraoservidor econtraomédico”,frisou. SegundoinformadopeloMi- nistério Público, relativamente às medidas judiciais de busca e apreensão executadas pela Jus- tiça,nenhummédicodeveterra- zõesparatemertalsituação,àex- ceçãodaquelesque,porventura, tenhamemitidoatestadosmédi- cosgraciosos.“Équeoacessoao conteúdodeprontuáriosmédicos peloMinistérioPúblicoémedida que permitirá, exatamente, afe- rir a boa-fé ou má-fé do médico queemitiuedoservidorquefez usodedeterminadoatestadomé- dico. Ou seja, no que diz respei- toaocumprimentodasmedidas de busca e apreensão envolven- dooepisódiodeatestadosmédi- cosfalsosemLagoadaPrata,vale amáximapopular:quemnãode- ve,nãoteme!”,afirmouLuisAu- gusto. Opromotorexplicouosmoti- vosdasmedidasdebuscaeapre- ensãodosprontuários.“Fuiana- lisandocadacaso.Vouconfrontar aquelesatestadosmédicoscomo históricodopacientenomédico queoatendeu.Prontuáriomédi- coéumdocumentosigiloso,por isso foi feito uma busca e apre- ensão. Também não faria senti- donenhumfazerumofíciodan- do um prazo para o médico me apresentar,poiselepoderiacriar umprontuárioparameapresen- tarouadulterarumexistentepa- ra adaptar a situação que ele re- gistrouquandoemitiuoatestado médico.Euentendiquedeviame valer da ação judicial de busca e apreensão”,afirmou. LuisAugustoavaliaqueaação do Ministério Público já trou- xe benefícios para o Município. “Fizemos acordo com uma ser- vidora, que vai restituir um mês desaláriosaoscofrespúblicospa- raselivrardeumprocessojudi- cial.Devidoàinvestigaçãoonú- merodeatestadosmédicosdimi- nuiudrasticamentepordoisme- sesconsecutivos.De600caiupa- ra300e250.Issoporsisó,eviden- ciaafraude.Jáconsideroexitosa ainvestigação,pelomenossobre essesaspectos”,afirmou. Afarradosatestadosmédicos foidenunciadapeloprefeitoPau- loTeodoro,quandopercebeuque entreosmesesdeabrilajulhode 2015, mais da metade dos servi- doresmunicipaisseausentaram, mensalmente, do trabalho me- dianteaapresentaçãodeatesta- dosmédicos. De acordo com o promo- tor,umaservidorajáfez acordoparadevolverum mêsdesalárioaoscofres públicosparaselivrarde umprocessojudicial “De600onúmerodeatesta- doscaiupara300e250.Isso porsisó,evidenciaafraude. Jáconsideroexitosaainves- tigação, pelo menos sobre essesaspectos” PromotorLuisAugustode RezendePena DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br Foto:GuilhermeDardanham/ALMG Segundopromotor,foramcumpridosmandadosdebuscaeapreensãoemconsultóriosderenoma- dosmédicosemLagoadaPrata
  5. 5. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 20156 Cotidiano Diretor de relações públicas fala sobre os projetos do LEO Clube em LP Aúltimacampanhaacon- teceunodiadascrianças no bairro Sol Nascente. Cerca de 200 crianças aproveitaram o dia de lazer. DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br LEOClubeteveoapoiodosVicentinosparadesenvolverodia dascriançasdobairroSolNascente •Fundado em 31 de março de 2008,oLEOClubevemsedes- tacandonomunicípiodeLagoada Prata por seus trabalhos sociais. Deacordocomodiretorderela- çõespúblicasHenriqueMarques, ogruposemoveporcampanhas sociaisefinanceiras.“Nossolema aorealizarcampanhaséajudarao próximosemquerernadaemtro- ca,servirenãoserservido.Convi- doatodosparaconheceronosso trabalhoecontribuirconoscopa- raquebenfeitoriasassimnãoces- sem”,afirmou. Odiretoraindaenfatizouqueo clubeajudaasentidadescomcam- panhasfinanceiras,visitasoudoa- çõesdeprodutosdehigienepesso- al,roupas,alimentoseoqueforne- cessário. Atualmente,oLEOClubetem comopresidenteEduardoCarva- lho.Ogrupotemcomoobjetivoofe- receràjuventudeumaoportunida- deparacontribuirindividualecole- tivamente,comascomunidadeslo- cal,nacionaleinternacional,epa- radesenvolver-secomomembros responsáveisdessasentidades,pro- moverentreossóciosaadoçãode altosprincípiosdeética,desenvol- verqualidadesdeliderança,darao sócioaexperiênciadeserviçoco- munitárioepromoveracompreen- sãointernacional.Alémdeseraúni- camaneiraemqueasociedadenão julgacomoformadeganhardinhei- rocommovimentoscomunitários. A última campanha social aconteceu no dia 12 de outubro emparceriacomosVicentinose LEOJúniornobairroSolNascen- teefoioferecidoumdiadelazerpa- raascriançasdolocal.Nestesába- do(17/10),nosalãodaCrediprata, às20h,tambémacontecerá“Ame- sadeboteco”,queéumacampa- nhafinanceiraparaarrecadarfun- dosparapequenasreformasnase- dedoLEOClubeeparaoutrascam- panhas. Saibamaissobreostrabalhos dosjovensdoLEOClubeacesse afanpagedogruponoFacebook (LEOClubeLagoadaPrata). ArquivoLeoClube Taxistas anunciam tabela única de preços em Lagoa da Prata Profissionaisreativaramaassociaçãoeplanejammelhoraroserviçoàpopulação DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br •AAssociaçãodosTaxistasde LagoadaPratarealizouuma reuniãonodia30desetembropara tratarsobreaqualidadedoatendi- mentoqueofertamparaapopula- çãolagopratense.Oencontrofoire- alizadonoauditóriodoSicoobLa- goacredeteveaparticipaçãode21 taxistasqueseprontificaramacon- tribuirparaasatisfaçãodocliente. DeacordocomAntônioVilmarAl- ves,vice-presidentedaassociação, foi realizada recentemente uma eleiçãoparaanovadiretoriaecom issonovaspropostasdemelhorias surgiram. “Nossa maior preocu- paçãoestárelacionadacomaqua- lidadedoatendimentoqueestamos ofertandoaosnossosclientes.Com isso,estamostrabalhandoparaque acadadiaoclienteentreesaiado táxisatisfeito”,afirmou. Atualmente, o município de LagoadaPratapossui31taxistas, massãosomente20queperma- necemnaativadiária.Alvestam- bémfrisouqueumdosfatoresque apopulaçãomaisquestionaéem relaçãoaosvalorescobradospelos deslocamentos.“Pensandoemoti- mizaronossotrabalhoefazercom queapessoaentreemumtáxijása- bendooquantoirápagarresolve- moscriarumatabeladepreço,que nospróximosmesesjáestarádefi- nida.Elaserádistribuídaemtoda cidadeeconterátambémonúme- rodetelefonedetodosostaxistas, pois80%dapopulaçãonãotemo númerodetelefonequandopreci- sa”,afirmou. Duranteareuniãotambémfi- coudecididoaescaladeturnode três taxista que ficarão 24 horas àdisposiçãodapopulaçãonaro- doviária.“Apósaretomadadaas- sociação,poisoantigopresidente faleceu,estamosempenhadosem apoiarostrabalhadores(taxistas) ecomissobeneficiarapopulação também.Hojetemosumgrupoque compõeadiretoriaparacuidarde tudo”,frisou. Arquivopessoal PM prende quatro suspeitos por tráfico de drogas Osmilitareschegaramatéindivíduoapósreceberemumvídeogravadoporvi- zinhos DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br Alémdosuspeito,osmilitaresprenderamopaidele,umclienteeumadolescentequeestavamna residência •APolíciaMilitardeLagoada Prata prendeu três pessoas e apreendeu um menor por sus- peitadetráficodedrogasnobair- roAméricoSilvanodia13deoutu- bro.Osmilitareschegaramatéum dossuspeitosapósreceberemum vídeoquemostravaojovemde20 anosvendendodrogas. Duranteaabordagemforam encontradasduasbuchasdema- conha. O pai do suspeito, de 51 anos,tentouimpedirapolíciade prender o filho e acabou sendo detido.Outrohomem,de24anos, quecompravadrogasnomomen- todaabordagempolicialeumjo- vemde16anostambémforamde- tidos. A operação policial contou comaparticipaçãodequatromi- litaresedeacordocomosargen- toDênisHenriquedaSilva,quees- tánaPolíciaMilitaradozeanose participoudaoperação,osvídeos paraasinvestigaçõessãodeextre- maimportância.“Ovídeofoifun- damentalparaoêxitodaaçãopo- licial.Entramosemcontatocomo MinistérioPúblicoqueelogioua qualidadedadenúncia”,destacou. SegundoSilva,oapoiodaco- munidadenocombateàcrimina- lidadeéfundamental.“Agradeço a participação da população em maisumcaso.Aintençãodapolícia quandotiraumcriminosodasruas étentarcolaborarparaumasocie- dademelhor.OcontatoentreaPo- líciaeapopulaçãoémuitoimpor- tante,poisninguémconheceme- lhoroqueestáacontecendopróxi- moàsuacasa,comércio,trabalho ouescola.Comoapoiodacomuni- dadeapolíciamilitartemapossi- bilidadedefazeroseutrabalhoda melhorforma”destacouSilva. DivulgaçãoPMMG
  6. 6. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 2015 7 Carta do Editor Juliano Rossi • juliano@jornalcidademg.com.br • Fone/Whatsapp: 37 99938-6310 Cotidiano•Opinião Moto Clube Asas de Ícaro realiza a 2ª Moto Romaria MotociclistasviajaramatéosantuáriodeNossaSenhoraAparecida,emCam- posAltos,escoltadosporquatroviaturasdaPolíciaRodoviáriaFederal Comapropostadereduçãodossalários,osbonsvereadores(epoucos)serão penalizadospelaineficiênciaeatuaçãolimitadadosruins. DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br •Nodia12deoutubrooMoto Clube Asas de Ícaro promo- veua2ªMotoRomaria,deLagoa daPrataaCamposAltos,ondeestá localizadoosantuáriodiocesanode NossaSenhoraAparecida.Asaída aconteceunasededosÍcaroscom fogoseefeitosdefumaçaquede- sejarambonsventosaosromeiros. Oeventocontoucommaisde duzentasmotosedezenasdeveí- culosqueforamemcomboioaté CamposAltosescoltadosporqua- troviaturasdaPolíciaRodoviária Federal,doiscarrosdeapoio,am- bulânciasecarrosdeguinchoda concessionáriaqueadministraa •Políticoéumservidorpú- blico.Deveserviraocida- dão. É um trabalho no qual o sujeito deve ter apreço pelo bemdacoletividade,assimco- mo fazem as dezenas de pes- soas que trabalham volunta- riamente nas entidades da ci- dade, que não são remunera- das e executam um trabalho notável. O salário que os vereado- res de Lagoa da Prata rece- bem, de R$ 3.785,84, é um dos menoresdaregião.Diferente- mente de outros municípios, os parlamentares daqui não são remunerados pelas reu- niões extraordinárias. Entre- tanto,essevalorseriaatépou- co se tivéssemos políticos efi- cientes e que fizessem a dife- rença em ações que benefi- ciam o cidadão. Mas, infeliz- mente, não é isso que temos visto nos últimos anos em La- goa da Prata. A Câmara Municipal vem sendo formada, em grande parte, por políticos que pen- sam mais em si mesmos do que no cumprimento do de- ver de legislador. Já tivemos situações em que um vere- ador morava em Belo Hori- zonte e comparecia na Câ- mara somente no dia da reu- nião. Ainda é mais ou menos assim. No quadro atual, tem vereador cuja atividade pro- fissional não permite que ele a concilie com as funções in- tegraisderesponsabilidadede um parlamentar – sem contar os vereadores que não contri- buem em nada para o debate de ideias e até hoje, com dois anos e meio de trabalho, não apresentaram e/ou não con- seguiram a aprovação de ne- nhum projeto relevante de sua autoria, e que devem en- cerrar o mandato sem deixar nenhum legado, fruto de seu trabalho, para o cidadão. Re- centemente,teveatévereador usandooespaçoqueaCâmara contratou para fazer as trans- BR-262. Outranovidadeéquearomaria teveemCamposAltosumsalãode apoio,exclusivoparaosromeiros, ondepuderamadquirirrefeições, áreadedescansoebanheiro. Deacordocomopresidentedo motoclubeAsasdeÍcaro,Júnior Costa,promoveromotociclismo, espalharoespíritocristãoemum momentodefécomafamíliaeva- lorizarosantuáriodiocesanofoio objetivodaMotoRomaria.“Somos conhecidosemnossacidadepelo envolvimento em causas sociais einiciativascristãseéassimque pretendemosdeixaranossamar- ca”,afirmou. missões,quesãopagascomdi- nheiropúblico,parafazerpro- paganda de uma empresa pri- vada que oferece um convênio de saúde. Comatransmissãodasreu- niões pelo rádio, a maioria dos vereadores se preocupa mais com a imagem que vai passar paraaplateiadoquecomadis- cussão dos projetos. As reuni- õesviraramumaespéciedere- ality show, um Big Brother, no qual os “nobres” parlamenta- res se empenham em conven- cer o eleitor sobre as suas “in- tenções”. Vale mais conven- cer o ouvinte apresentando uma informação pela metade e capciosa do que argumentar com sensatez visando o bem comum. A maioria é sofista. Isto posto, na atual Câma- ra existem vereadores – a mi- noria, é claro – que são coe- rentes e atuantes, que tem ini- ciativas em prol da coletivida- de, que apresentaram projetos benéficos à população, que fis- calizam, que estão na Câmara todos os dias à disposição do cidadão e que conseguem re- cursosparainvestiremobrase serviços. Não iremos citar no- mesporquenãocabeàimpren- sa julgar, e sim, ao eleitor, mas em breve vamos trazer aos lei- tores o desempenho de todos os vereadores até o momento. SALÁRIO DE R$ 970 A proposta de redução dos sa- lários incomodou muitos ve- readores e colocou o assunto na pauta de discussão política da cidade. Os parlamentares que são contrários argumen- tam que o político que receber 970 reais estará mais propen- so a aceitar propinas e vanta- gens pessoais. Será? Quanto ganham, oficialmente, os polí- ticoseempreiteirosenvolvidos naOperaçãoLavaJato?30mil, 40 mil, 100 mil.... 200 mil reais mensais. Portanto, isso prova quenãoéovalordosalárioque condiciona o político a ser de- Comdoisanosdeestradaomo- toclubetemcomolemadesenvol- veraçõessociais.“Maisquelazer, fazemosdenossomotoclubeum dízimodevida,nossaentidade!Por isso,fundamososÍcaros,pelodife- rencialdefilosofia.Falardissonãoé fazermarketing,afinalmotociclis- monãoéisto,divulgarnossoclube ésimbuscarparceirosparanosaju- daraajudar,ecomonãofazemos apenaslazer,precisamosdivulgar paraatingirnossoobjetivoinicial, asaçõessociais!”,destacou. CurtamnoFacebookapáginado AsasdeÍcaroefiquempordentro dasnovidades. sonesto ou não. Esse discurso é uma falácia. Quem se posiciona con- trário à redução também ar- gumenta que o trabalho do político deve ser remunera- do como qualquer outro tra- balho. Será? Que me dizem então das dezenas de pesso- as voluntárias que fazem um belíssimotrabalhonasentida- des,poramoraopróximoeao bem público. Trabalho, aliás, tão ou mais relevante do que o que vem sendo apresentado pelos vereadores nos últimos anos. Hoje,tendoemvistaainsatis- fação dos brasileiros em rela- ção aos políticos, de todas as espécies, a redução dos salá- rios é uma iniciativa que vem ganhando força em todo o Brasil.Apaciênciadocidadão estáseesgotando.Porprudên- cia,quempretendeganhardi- nheiro e se dar bem, deveria optarporfazercarreiranaini- ciativa privada. Parafinalizar,seporumla- do a redução dos salários dos vereadores em Lagoa da Pra- tapoderápenalizarospoucos parlamentares que realmen- te são eficientes e represen- tam a população, poderá tam- bémafugentar,naseleiçõesde 2016, os postulantes ao car- go que pretendem apenas ter vantagenspessoais,ganhardi- nheiro ou atuar como “bico” emumafunçãotãonobreene- cessáriaparaobomfunciona- mento de um município. Em tempo: No dia 31 de agosto, o Jornal Cidade pro- tocolou na secretaria da Câ- mara um pedido de informa- ção para que todos os parla- mentaresapresentemoresul- tado de seu trabalho, que teve a sua influência direta duran- te a atual legislatura. Até o fe- chamento desta edição, ape- nas os vereadores Iraci Antô- nio (Nego da Saúde) e Adria- no Moreira responderam aos questionamentos. Fotos:ArquivoAsasdeÍcaro Para alguns vereadores, salário de 970 reais ainda é muito “As reuniões viraram uma espécie de reality show, um Big Brother, no qual os “nobres” parlamentares se empenham em convencer o eleitor sobre as suas “intenções”
  7. 7. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 20158 Colunistas Saber o que queremos faz toda diferença •“Deixa a vida me levar”. É assim que muitas pessoas vivem suas vidas, deixando as coisasaconteceremparadepois adaptar-se a elas, sobreviven- do conforme a melodia do des- tino. O refrão da música de Ze- ca Pagodinho é rotina de mui- tos homens e mulheres indeci- sos, que não sabem o que que- rem. E isso está longe de ser o ideal,vistoqueafelicidadeestá ligadaaosnossosprojetosdevi- da,bemcomoaosnossostraba- lhos, empreendimentos e pro- fissões.Paranoscapacitarmosa algoéimportantequeaqueira- mos. Assim, estaremos gastan- do as nossas energias na forma e lugar certo. Há cerca de duas décadas o mineiro Leandro Pinto rece- beu uma proposta para com- prar uma granja de galinhas completamente falida, cujas instalações estavam totalmen- teprecárias.Elevendeuumca- minhão velho e seu Fiat Uno – seuúnicopatrimônio–parale- vantar o dinheiro e assim fazer a aquisição. Mas, o que passou pelacabeçadestehomem?Tra- tava-sedeumacombalidagran- ja de galinhas que aos olhos de muitos,nãosobreviveriaopró- ximomês.Porqueeleentãoen- carou o negócio? O tempo pas- sou e as suas granjas hoje, con- forme reportagem da Exame PME, faturam algumas cente- nas de milhões de reais, sen- doomaiorprodutordeovosda América do Sul. Indo um pouco mais longe, saindo de Minas Gerais para a América do Norte, trago a bela epromissorahistóriadolendá- rio Walter Elias Disney. Suas primeiras criações – os perso- nagensAliceeoCoelhoOswald – quando alcançaram o suces- so e começaria a lhe render um bomdinheiro,lheforamrouba- dos,juntamentecomasuaequi- pe de desenhista e todas as en- comendasrecebidasdosfilmes. Seu próprio sócio e parceiro aproveitouqueocontratoomi- tia os direitos de Walt Disney sobre os personagens e o tirou fora do promissor empreendi- mento.Mas,WaltDisneyaoto- mar conhecimento da traição, ao invés de ficar abatido e en- viarumtelegramaaoseuirmão contando o fato, ele enviou sim um telegrama, mas para comu- nicarquetinhaumpersonagem espetacular em sua cabeça. Ele haviaacabadodecriaroMickey Mouse,opersonagemqueviria conquistaromundo,tornando- -se ícone da maior indústria do entretenimentodoplaneta.Na- quelemomento,foifundamen- talWaltDisneysaberoqueque- ria. Pois, se tivesse dúvida, ele poderia ter mudado o rumo da sua vida indo fazer outra coisa. O fato de saber que queria ser empreendedor da indústria do entretenimento, o fez superar este e muitos outros obstácu- losquesurgiramemsuacarrei- ra profissional. Saindo dos Estados Unidos para a África do Sul, encontra- mos uma das mais belas histó- riaspolíticasmundial.Estoufa- lando dele mesmo, Nelson Ro- lihlahla Mandela. Desde ce- do, já sabendo o que queria pa- raasuavida,veioalideraromo- vimentocontraoapartheid,um regimedesegregaçãoracialim- plementadoem1948parasepa- rar brancos, negros, indianos e outrasraças.Naocasião,saúde, educação e serviços públicos prestadosaosnegroserambem inferiores aos oferecidos aos brancos. Formado em Direito, NelsonMandelasecomprome- teualutarpelaigualdade,paze liberdade dos povos negros da África do Sul. Mais tarde, co- mo líder do CNA (Congresso NacionalAfricano)foiacusado de comunista e terrorista, sen- docondenadoem1964aprisão perpétua. Quase três décadas depois, em 1990, Nelson Man- dela, após 27 anos de prisão, foi libertado pelo Presidente Fre- derikWillemdeKlerk.Em1993 ganhou o Prêmio Nobel da Paz e em 1994 foi eleito o primeiro Presidente negro da África do Sul,doqualgovernouopaísaté oanode1999.Duranteseuman- dato muitos esperavam que ele viesse a perseguir seus opres- sores, mas sua missão foi uni- ficar o país, constituir a paz e igualizar os direitos. Por saber o que queria, Mandela passou uma vida inteira buscando um ideal, não se dispersou perante os obstáculos encontrados pe- los caminhos e resistiu 27 anos de terror e solidão. AshistóriasdeNelsonMan- dela,WaltDisneyedoempresá- rio mineiro servem aqui como exemplos de pessoas que con- seguiram superar os seus obs- táculos e vencerem na vida, se tornando bem-sucedidas. To- dos eles reuniram uma série de qualidades e características – cadaumàsuamaneiraeimpor- tância – que veio fazê-los che- garemlá.Mas,serelacionarmos estas qualidades e característi- cas,notaremosquetodoselesti- nham algo em comum, especi- ficamente o “saber o que que- riam”. Quandoeufalo“saberoque quer” fez a diferença para o su- cesso,eunãoestoudizendoque estaspessoassabiamclaramen- teocaminhoatrilharequenão tiveramdúvidaseincertezasno realizardesuasações.Nãoéis- so!Euestoudizendoquequan- do um empreendedor não tem dúvidadaquiloqueelequer,ele estámaispreparadoparareagir aoserros,aosfracassoseaosde- safiosencontrados.Saberclara- mente o que quer não significa que o jogo está ganho, signifi- ca que esta pessoa está dispos- ta a fazer tudo, como conhecer ocenárioàsuavolta,capacitar- -se, motivar-se, elaborar diag- nósticos, fazer planos, criar es- tratégias, estabelecer foco, tra- balhar muito e ser perseveran- te para vencer o jogo. No entanto, sempre que- rendo encontrar um argumen- toouumadesculpaparaosfra- cassos, muitas pessoas acham queasorteéaúnicaouaprinci- pal vertente para sucesso. Mas, eu acredito plenamente que não. Acredito que a sorte exis- te, mas que só tem relevância quando está associada às pes- soas que trabalham sabendo o quequer.JádiziaPabloPicasso: “Toda vez que a sorte me pro- curou ela me encontrou traba- lhando”. Emborao“saberoquequer” pareçanãoterpesonaconquis- tadosucessoequemuitosnem pensam sobre tal, pode-se afir- mar que grande parte dos fra- cassos ocorre porque as pesso- as buscam um objetivo na vida que elas próprias não sabem se éistomesmoquedesejam.Sen- do assim, suas atitudes se tor- nam sem vigor e se dispersam com os desejos que surgem pa- ralelamente. Se passarmos a observar a questão, notaremos em nosso meio muito de tudo isso. Já vi, e você também já deve ter vis- to,jovenspassaremnovestibu- lar para medicina sem estarem convictos de que querem ser médicos;jovensentraremnafa- culdade de administração sim- plesmente para ter um diplo- ma; empreendedores monta- rem uma empresa sem ter uma visão definida dos negócios. Contudo, quem pensa e age as- sim,certamente,sefrustraráao longodacaminhada,pois,onão “saber o que quer” o levará pa- raumlugardistantedosucesso, para uma vida sem prazer, com pessimismo e baixa estima. “Saber o que quer” pare- ce ser um fator comum, corri- queiro na vida de todos. Mas, não é! Muitos de nós pagamos caroporembarcarmosemmis- sõesondeadúvidanosacompa- nhaenosatormenta,dispersan- do os nossos esforços e minan- do as nossas energias. Daí vem aimportânciadebuscarmosum controle ou pelo menos um en- tendimento sobre o tema. Faça uma análise própria antes de começar um empreendimento ou um projeto de vida. Procu- reconhecerseuverdadeirode- sejo,saibaoquevocêquerpara suavida.Sódepoisdestaetapa, você deve montar seus planos e trabalhar para a realização. É claro, nada virá de graça! Tudo deverá ser buscado com dedi- cação e perseverança. Porém, como você vai estar no cami- nhodesejado,osobstáculosse- rãomerosobstáculos,umaeta- panaturaldotrajeto,umdegrau necessárionaescalada.Mesmo estandoexausto,vocêsesentirá feliz e animado. Enfim, não existe uma re- ceita ou uma fórmula para se alcançar o sucesso. Mas quan- dosabemosoquequeremos,tu- do fica mais evidente, mais cla- ro e mais real. E com isso, o su- cessopodeserumlugarnãotão complexo, estando ao alcance de todos, dependendo somen- te da compreensão da forma de sentir e ver o mundo a nos- sa volta. Muitaspessoasbuscamrealizarumobjetivoprofissionalqueelasprópriasnãosabemseéistomesmoquedesejam. Eissonãoénadabom,pois,estãosempreseperdendopeloscaminhosdavida. Colunista Nilson Antonio Bessas • nilsonbessas@nilsonbessas.com.br Nilson Antonio Bessas é escritor do livro “Tornando sua empresa um sucesso” com mais de 2.000 livros vendidos. Pontos de vendas: Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Amazon, Martins Fontes Paulista, Livraria da Folha e outros. Reprodução/Internet
  8. 8. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 201510 Meio Ambiente•Esporte Alunos da Apae constroem jardim ecológico Atleta de Japaraíba quebra recorde nacional dos 1.000 metros com obstáculosAtualmente,aApaeatende250pessoasentrecrian- ças,adolescenteseadultos DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br Iniciativateveoapoiodeempresasesecretariasmunicipais Recordesemfamília.Leydianebateuorecordenacionalquejá foiconquistadopelairmãIslaneem2012 •AApaedeLagoadaPrataestá implantandoumjardimeco- lógico. O projeto foi idealizado pelainstrutoraCristianeOlivei- ra,temoapoiodaterapeutaocu- pacional Ione Vieira e a coorde- nação da assistente social Lour- des Modesto. Os alunos prepa- ramaterra,escolhemasmudase sementes,procurampneusegar- rafaspetserealizamtodososcui- dadosnecessáriosparacultivaras plantasornamentais.“Nãopode- mosesquecerqueomaisimpor- tanteésaberqueotrabalhocom osprojetostornam-serelevantes navidadapessoacomdeficiência, poismelhoraaautoestima,aqua- lidadedevida,trabalhaaautono- mia,disciplina,superaçãodelimi- tesepromoveainclusãosocial”, afirmouacoordenadora. Ainstituiçãoofereceserviços •AjaparaibanaLeydianeLo- pesRamosquebrouorecor- de nacional dos 1.000 metros comobstáculosdacategoriaaté 15 anos, com o tempo de 3 mi- nutos,13segundose35centési- mos,duranteasegundaetapado CampeonatoBrasileiroCaixade AtletismodeMirinsInterclubes, disputada na última sexta-feira (dia9),noEstádioÍcarodeCas- troMello,noConjuntoDespor- tivodoIbirapuera,emSãoPaulo. Leydiane manteve uma tra- diçãodefamília.Afinal,asuair- mã,IslanePereiraLopes,foire- cordista brasileira da mesma provaecategoria,em2012,com 3 minutos, 16 segundos e 1 cen- tésimo. “Não esperava esse re- corde agora. Baixei em quase 2 socioassistenciaispautadosnaPo- líticaNacionaldeAssistênciaSo- cial,trabalhandoprojetoscoma finalidadedapromoçãodaauto- nomiadosusuários.“Duranteas atividadesdesenvolvidas,surgiu aideiadereutilizarpneusegar- rafaspetsparamontagemdecan- teiros,poisvivemosnummundo com acúmulo de pneus que, se não reutilizados, serão grandes poluentesnomeioambiente”.   AApaeestátrabalhandocom o apoio de vários voluntários e parceirosqueestãosempreunin- doforçasparaodesenvolvimen- todosprojetos.“Tivemosoapoio defloricultura,assecretariasdo meioambiente,transporteelim- peza urbana e jardineiro cedido porelas.Alémdisso,alunosepro- fessoresdaEscolaEstadualHele- naAparecidaestãonosauxiliando nadecoração”,afirmouModesto. segundos o meu melhor tempo. Estava num dia muito bom, em que tudo deu certo”, lembrou a corredora,nascidanacidadede JanuáriaequetreinaemJapara- íba, a cerca de 200 quilômetros de Belo Horizonte. “A minha fi- chaaindanãocaiu”,completou. O mérito desta conquista também é de seu treinador, Jú- nior Lopes, que sempre acredi- tounopotencialdeseusalunos, incentivando-os sempre. “Tem muita gente por aí com muito talento.Estoumuitofelizcomo resultado e não poderia de dei- xar de parabenizar a Leydiane que se esforçou e correu atrás deseussonhos”,comentou. AequipedeatletismodeJa- paraíba tem o apoio do governo municipal. DivulgaçãoApae Fotos:ConfederaçãoBrasileiradeAtletismo
  9. 9. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 2015 11Social Colunista Michele Pacheco •michele@jornalcidademg.com.br • Fone/Whatsapp: 37 99125-0920 • Facebook: Michele Pacheco II •Instagram: colunista_michelepacheco Festa das Crianças na Casa de Festas Gira Girafa Odiadascriançasfoifesta,magia,histórias,brincadeirasemuitadiversão!Oqueerabomficouainda melhor, com mais qualidade, o bom gosto da Elenice e a criatividade e arte do Lúcio. Assim nasceu a maisnovacasadefestasGiraGirafa,quejáestáabertaaopúblico.Confiraosmelhoresmomentosda festadascriançasqueaconteceunodia12deoutubro. VenhaconheceraCasaGiraGirafanaruaEspíritoSanto703,tel3262-3737 Todososalimentosarrecadadosserãodoadosparaentidadesqueatendemcriançasemseusprojetos.Fo- ramsomados1toneladadealimentos.Sucessototal!Muitoobrigadoàtodasaspessoasquecontribuíram.
  10. 10. Edição Semanal 16 a 23 de Outubro 201512 Cooperativismo •Uma das maiores preocu- pações do SICOOB CRE- DIPRATAestánasaúdeebem estardeseusassociados,fami- liareseclientes.Porisso,busca sempreconscientizaraspesso- asdascomunidadesondeatua sobreaimportânciadetercui- dadosbásicosnaprevençãode doençascomoadoçãodehábi- tossaudáveis,alimentaçãoequi- libradaepráticadeatividadefí- sica. Tendoestafinalidade,oSI- COOBCREDIPRATAvemde- dimento do SICOOB CREDI- PRATAparaobtermaioresin- formações. sempenhandoumpapeldiferen- ciadonacomunidade,oferecen- dopalestrasvoltadasparaotema, disponibilizandoaulasdezumba emparceriacomoStudio+fitness, paraassociadas,filhasecônjuges deassociadosesendoparceirade açõesrealizadasnascidades. das e não associadas um seguro devidaespecialparaamulherem todososmomentosda suavida. Trata-se do Sicoob Seguro Vida Mulher,umseguroespecialque, alémdascoberturasconvencio- nais, oferece também proteção emcasosdediagnósticosdecân- cerdemama,úteroouovário,sen- doofertadoparamulheresquete- nhamidadesentre18e65anos. Casosejadiagnosticadoocân- cer,abeneficiáriarecebeopaga- mentodocapitalseguradoeainda continuacomobenefíciodosegu- rodevida,decessofamiliar(des- pesascomfuneral)eindenização porinvalidez. Procure um Posto de aten- O SICOOB CREDIPRATA entendequeestescuidadosbási- cos,bemcomoascampanhaspa- ra prevenção de doenças, facili- tamodiagnósticoprecocee,com o tratamento adequado, evitam problemasfuturos.Porisso,nes- temêsdeoutubro,aderiuaCam- panhaOutubroRosaeestáincen- tivandoasmulheresafazeremo autoexameeconsultar-seregu- larmenteparaprevençãodocân- cer. Paralelo a Campanha, o SI- COOB CREDIPRATA também estáoferecendoassuasassocia- •MATRIZ - LAGOA DA PRATA/MG Av. Benedito Valadares, 590 - Centro (37) 3262-5600 • crediprata@sicoobcrediprata.com.br •POSTO DE ATENDIMENTO EM JAPARAÍBA/MG Av. Francisco Tavares de Morais, 193 - Centro (37) 3354-1105 • japaraiba@sicoobcrediprata.com.br •POSTO DE ATENDIMENTO EM MOEMA/MG Rua Tupinambás, 325 - Centro (37) 3525-1577 • moema@sicoobcrediprata.com.br •POSTO DE ATENDIMENTO EM ESTEIOS Pça. João Batista do Couto, 460 - Centro - Esteios - Luz/MG (37) 3425-1213 • esteios@sicoobcrediprata.com.br INFORMATIVO INSTITUCIONAL EMPREENDENDO NO MUNDO DOS DESAFIOS CRISTIANO LOPES Palestra com Realização: Parceria: 22.10.2015 19h Alvorada Campestre Clube Antiga Rodovia BH/Araxá, 2333 Moema/MG INSCRIÇÕES NO SICOOB CREDIPRATA/AGÊNCIA DE MOEMA: 37 3525-1577 •ENTRADA GRATUITA Crediprata PROGRAMA VIVA BEM - SICOOB CREDIPRATA OUTUBRO ROSA

×