Pág. 04
UMJORNALASERVIÇODOPOVO•AnoIII-Ed.QuinzenalNº52-Sexta-Feira,26/06/2015•LagoadaPrata,S.A.doMonte,Moema,JaparaíbaePed...
Em requerimento enviado à Secretaria de Cultura e Turismo nesta semana, os vereadores solicitam que seja verificado a possi...
Crediprata e Lagoacred realizam
“Operação de Combate à Dengue”
DA REDAÇÃO
redacao@jornalcidademg.com.br
LAGOA DA PRATA
O S...
Polícia Civil apresenta autores de
assaltos em Lagoa da Prata
DA REDAÇÃO
redacao@jornalcidademg.com.br
LAGOA DA PRATA
Odel...
6
Ordem Demolay doa 500
quilos de alimentos para
Apae de Lagoa da Prata
Studio de Dança Juliana
Soares participa do festiv...
7
Vereadores questionam
investimentos da Copasa em
S.A. do Monte
Câmara Municipal aprova
repasse de 100 mil reais para
a E...
Causo do chuveiro
Quando eu tava com uns
cinco anos, por volta de 1975,
mudamos da “Comunidade
dos Abreu” para o beco do
A...
www.pharlab.com.br
facebook.com/pharlab
@Pharlab
Anuncio Jornal Cidade Institucional.indd 1 22/06/15 16:06
Liderança do bem
Segundo a ciência, estima-
-se que o Planeta Terra tem 4
bilhões de anos, sendo origina-
do a partir do “...
ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPCIONAIS
20.897.203/0001-30
BALANÇO PATRIMONIAL COMPARATIVO DOS PERÍODOS
P A S S I V O
2014 ...
1- A APAE de Lagoa da Prata-MG, é uma pessoa jurídica, sociedade civil, filantrópica,
de caráter cultural e assistência so...
Estrelando
MICHELE PACHECO • michele@jornalcidademg.com.br
CASAMENTO
#FICAADICA.Sevocêquer
fazer um evento ou uma fes-
ta ...
Estrelando
MICHELE PACHECO • michele@jornalcidademg.com.br
Essas meninas, além de lindas são
também formadas em Farmácia e...
16 COOPERATIVISMO
SEXTA-FEIRA
26.06.201516
Empresários de Moema dão exemplo de
empreendedorismo e participam de treinament...
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano III Nº 52
Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano III Nº 52
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano III Nº 52

496 visualizações

Publicada em

http://www.jornalcidademg.com.br |
Jornal Cidade - Ano III - Nº 52 - 26 de Junho de 2015
Principais notícias das cidades do centro-oeste mineiro. Notícias de Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Moema, Pedra do Indaiá e Japaraíba.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
496
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
196
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano III Nº 52

  1. 1. Pág. 04 UMJORNALASERVIÇODOPOVO•AnoIII-Ed.QuinzenalNº52-Sexta-Feira,26/06/2015•LagoadaPrata,S.A.doMonte,Moema,JaparaíbaePedradoIndaiá Emparceriainédita,projetoidealizadopelasagênciasdoSicoobemLagoadaPrataenvolve20escolasemaisde10milpessoas. Crediprata e Lagoacred juntas contra a dengue Polícia Civil apresenta autores de assaltos Pág. 05 LAGOA DA PRATA Câmara aprova repasse de 100 mil reais para a ExpôSamonte Pág. 07 S. A. DO MONTE Governo vence queda-de-braço com oposição e emplaca primeiro projeto do Parque dos Buritis Pág. 02 LAGOA DA PRATA Vereadores questionam investimentos da Copasa Pág. 07 S. A. DO MONTE Empresaafirmaterinves- tido20milhõesdereaisno município
  2. 2. Em requerimento enviado à Secretaria de Cultura e Turismo nesta semana, os vereadores solicitam que seja verificado a possibilidade da construção de um novo quiosque no interior da Praia Municipal, além de catracas para controle de entrada dos turistas. NOVO QUIOSQUE NA PRAIA MUNICIPAL Carta ao Leitor JULIANO ROSSI • juliano@jornalcidademg.com.br Aciasam realiza a 3ª Semana Empresarial de Samonte AAciasam(Associaçãodos Empresários Comerciais, In- dustriais e Agropecuários de SantoSantoAntôniodoMon- te)realizounasemanapassa- da, entre os dias 16 e 18 de ju- nho,aterceiraediçãodaSema- naEmpresarial.Oeventocon- toucompalestraseatividades voltadasparaincentivarosne- gócios.Deacordocomaasso- ciação,516empreendedorese lojistasparticiparamdaSema- naEmpresarial,possibilitando aarrecadaçãode429quilosde alimentosqueforamdoadosàs entidadesLarVicentino,Apae, AbrigoCasadaRestauraçãoe ComunidadeTerapêuticaSão FranciscodeAssis. Sob a gestão da presiden- teKasseMeyrePereira,aAcia- sam está desenvolvendo um trabalhodefortalecimentoda marcadainstituição.AAgên- ciaBlue360foicontratadapa- ra cuidar da imagem da asso- ciação,comaprofissionaliza- ção de todos os canais pelos quais a Aciasam se comunica comopúblico.Arealizaçãoda 3ª Semana Empresarial veio consolidaressanovamentali- dadedainstituição,conectada comastendênciasdemercado eincentivandoosempreende- doresateremaconsciênciade ummercadoglobalesemfron- teiras,que,indiscutivelmente, éomotorquealimentaagera- çãodenovosnegócioseforta- leceasempresaslocais. Lagoa da Prata: Governo vence queda-de-braço com oposição e emplaca primeiro projeto do Parque dos Buritis O governo municipal de Lagoa da Prata emplacou a primeira vitória sobre a opo- sição no embate sobre o Par- quedosBuritisaoconseguira aprovaçãodoprojetodeleiEM 92/2015,queautorizaomuni- cípio a trocar terrenos de sua propriedade, localizados nos bairrosErnestinaBernardese CidadeJardim,poroutroslo- tes,depropriedadeparticular, localizadosnoParquedosBu- ritis. O projeto havia sido ar- quivado pela presidência da Câmara,fundamentadanopa- recerdosvereadoresNatinho eCidaMarcelino,membrosda principalcomissãoqueavalia osprojetosdacasa.Elesenten- deramquehaviailegalidadena permutaeseorientaramnopa- recerdaassessoriajurídicado Legislativoeemumarecomen- daçãodoMinistérioPúblico.O prefeitoPauloCésarapresen- touumrecursoeoprojetote- vequeserdeliberadopelosoi- tovereadorespresentesàses- sãoordináriadaúltimasegun- da-feira. Votaramfavoráveisaopro- jetoosvereadoresAdrianoMo- raes,Di-GianneNunes,Adria- noMoreira,NegodaAmbulân- ciaeEdmarNunes.Natinhoe Cida foramcontrários.Apre- sidente da Câmara, neste ca- so,votariasomenteemcasode empate. Compradevoto? A vereadora Cida Marce- lino também é servidora con- cursadadaPrefeituradeLagoa daPrata.Elaafirmou,durante adiscussãodoprojeto,quelhes foramoferecidoscargosemse- cretariasdogovernoseelavo- tasse favorável à permuta dos terrenos do Parque dos Buri- tis.OsvereadoresEdmarNu- nes e Adriano Moraes argu- mentaramqueestaéumade- núnciagraveequedeveseren- caminhada ao Ministério Pú- blico. “É bom que ela faça es- sadenúnciadecompradevo- tos,porqueelamesmadisseter vendidoovotodelanaeleição emqueseescolheuopresiden- tedaCâmara.Estágravadoaqui nacasa,ésóconferirafalade- la”,ironizouAdrianoMoraes. Clima entre os vereadores prometeesquentar OvereadorEdmarNunes disseduranteasdiscussõesque vaientrarcomumrequerimen- tosolicitandoqueaCâmarapu- bliqueosbensimobiliáriosque pertencemaospolíticosdomu- nicípio(vereadores,prefeitoe vice-prefeito).Otemajáfoimo- tivodedebatesacaloradosem outrassessõeseseo‘sigiloimo- biliário’dospolíticosforpubli- cadopodedeixarmuitoscons- trangidos,poisasuspeitaéque estariampagandoimpostosde valorincompatíveleabaixodo queamaioriadoscidadãospa- ga. COTIDIANO SEXTA-FEIRA 26.06.20152
  3. 3. Crediprata e Lagoacred realizam “Operação de Combate à Dengue” DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br LAGOA DA PRATA O Sicoob Crediprata e o Sicoob Lagoacred Gerais aderiram ao Dia C (Dia de Cooperar), que é uma inicia- tiva do sistema Ocemg (Sin- dicatoeOrganizaçãodasCo- operativas do Estado de Mi- nas Gerais) e tem o objetivo de estimular a integração de açõesvoluntáriasdecoopera- dos,colaboradoresefamilia- res em um grande movimen- to de solidariedade corpora- tivista. A ação realizada pelas duas instituições tem o no- me de “Operação de Comba- teàDengue”eestásendode- senvolvida em parceria com 20 escolas do município. Ca- daumadesenvolveuumaati- vidadeparamobilizarosseus alunose,consequentemente, seus familiares, sobre a im- portância de se adotar medi- dasemrelaçãoàprevençãoe controle da doença. Cada es- cola recebeu uma ajuda de custo no valor de 300 reais. Lagoa da Prata está em estadodealertacontraaden- gue.Aténoúltimodia16,aVi- gilância Sanitária havia noti- ficado3.381casosdedengue, com790confirmações.Esses númerosalarmanteschama- ram a atenção da Credipra- ta e Lagoacred, que decidi- ram, pela primeira vez, rea- lizarem, juntas, uma grande campanhaeducativadeinte- resse público. A expectativa da organização é que a cam- panhaenvolvamaisde10mil pessoas. As atividades estão sen- do realizadas até o final des- te mês, e no dia 4 de julho (quando se comemora o Dia C)haveráumareuniãonoBu- ffet Divina Gula, com a par- ticipação dos diretores das cooperativas e supervisores detodasasescolas,paraofe- chamento da ação e agrade- cimentoaosprofessores,alu- nos e familiares envolvidos. OdiretordoCentroEdu- cacional Tutores, Ricardo Costa, aprovou a iniciativa das cooperativas. “É extre- mamente louvável, afinal, conseguir reunir todas as es- colasémagnífico.Formaram um exército de crianças e jo- venscontraadengue.Educa- çãoéocaminhoparasolucio- nargrandesmalesqueafetam asociedade.LagoacredeCre- dipratafizeramaleituradisso eoresultadoestásendoesse, uma legião de alunos contra a dengue”, comemora Costa. A equipe pedagógica do Colégio Águia de Prata en- viou ao Jornal Cidade uma nota em que avalia a reali- zação do projeto. “Gostaría- mos de parabenizar as equi- pesdaLagoacrededaCredi- pratapelabelíssimainiciativa em promover essa interação entrecriançaseadolescentes de nossas escolas, em função deumacausatãonobre.Para nós, foi um prazer participar dessacampanhaesótemosa agradecerporessaparceria”, informouanotadaequipepe- dagógica. DIRETORES FALAM DA PARCERIA ENTRE CRE- DIPRATAELAGOACRED Jornal Cidade: Crediprata e Lagoacred já apoiaram, juntas, vários projetos da iniciativa privada e do se- torpúblico,maséaprimei- ra vez que as duas institui- çõesatuamdiretamentena realização conjunta de um grande projeto. Podemos considerar que este seja umfatomarcantenahistó- riadasduascooperativas? Antônio Claret (Credipra- ta): Já tivemos outras parce- rias, como o Encontro Em- presarial da Associação Co- mercial, que tem o apoio da Lagocred e da Crediprata. O Dia C vem na questão do es- tímulo ao voluntariado. Essa não é a primeira ação que fa- zemosjuntos,maséagrande ação. Sem dúvida, no futuro, teremos outras. NilsonBessas(Lagoacred): Essa união entre Lagoa- credeCredipratamostrapa- ra a sociedade que muitos outros podem se unir para o bem comum. Nessa área não existe concorrência e nem disputa. Essa união também mostra que as agências estão juntas fazendo a diferença nas comunidades onde atua- mos.CrediprataeLagoacred têm compromisso com a co- munidade.Hojetodomundo quertirarasriquezasdasco- munidades e levá-las para as suas bases. E nós pensamos totalmente diferentes. Que- remosfortalecernossacomu- nidade.Essepassoparanósé muito importante, pois exis- te uma grande possibilidade de,numtemponãomuitodis- tante,nostornarmosumains- tituição única do Sicoob nas cidadesondeatuamos.OIvo, o Claret, o Julio, o Rezende e eu já temos falado sobre essa possibilidade de nos tornar- mosumaúnicainstituição.E ao fazer uma atuação como essa do Dia C, já começamos a mostrar a nossa aproxima- ção. E quem vai ganhar com isso é a comunidade com os benefíciosqueserãogerados. IvoGontijo(Crediprata): Umdosprincípiosdoco- operativismo é a preocupa- ção com a comunidade. Nós podemosnosenvolverecriar soluções para a comunidade para que não seja necessário esperarquevenhamsomente dosetorpúblico.Nósviemos paradesenvolvereconomica- mente a sociedade, mas tam- bémsocialmente.Eessepro- jeto,especificamente,estáli- gadodiretamenteàsaúdedas pessoas. Onde não há saúde, nãohádesenvolvimentoeco- CássiaDuarte,AntônioClaret,IvoGontijo,NilsonBessas,JúlioVazeClarisceGontijoestãoàfrentedestainiciativa Emparceriainédita, projetoidealizadopelas agênciasdoSicoobem LagoadaPrataenvolve 20escolasemaisde10 milpessoas nômico e não há crescimen- to. Na união da Lagoacred e Crediprata demonstramos que estamos aqui para fazer adiferença.Estamosaquipa- rasomar,enãoparadividirou competir. Outras empresas de um mesmo setor podem seguir o mesmo exemplo. JulioVaz(Lagoacred): Essaparceriaentreasco- operativas é bem vinda. Pois a dengue é um problema que assolaoBrasil.Éprecisocon- tinuidade nesse trabalho de combateàdoença.Acomuni- dade só tem a ganhar. Sugiro que desta iniciativa seja im- plementada,deformadefini- tiva, em um programa cons- tante das duas cooperativas. •EscolaMunicipalMonteiroLobato •EscolaMunicipalProfessorAfonsoGoulart •EscolaMunicipalProfessorJoãoFernandes •CEMEISãoCarlos •CEMEICastelinhoEncantado •CEMEIAlexandreBernardesPrimo •EscolaEstadualDr.ArnaldodeFariaTavares •EscolaEstadualJoséTeotôniodeCastro •EscolaEstadualMonsenhorAlfredoDohr •EscolaEstadualChicoRezende •EscolaEstadualDonaTilosa •EscolaEstadualNossaSenhoradeGuadalupe •EscolaEstadualVirgínioPerilo •EscolaEstadualHelenaAparecida •Apae •CentroEducacionalTutores •ColégioÁguiadePrata •CentroEducacionalÁguiadePrata •IMAM–EducaçãoInfantil •EscolaPresbiterianadeLagoadaPrata AlunosdoCentroEducacionalTutores AlunosdoColégioÁguiadePrata Foto:JulianoRossi INICIATIVATEMOAPOIODE ESCOLASPÚBLICASEPARTICULARES COTIDIANO SEXTA-FEIRA 26.06.20154 Em situação de risco, Lagoa da Prata já tem 3.381 casos de dengue notificados e 790 confirmado. Já Santo Antônio do Monte possui 1.083 casos notificados e 310 confirmados. Acesse a matéria completa no site: www.jornalcidademg.com.br DENGUE EM LP E SAM SITUAÇÃO DE RISCO
  4. 4. Polícia Civil apresenta autores de assaltos em Lagoa da Prata DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br LAGOA DA PRATA OdelegadoLeonardoMotaapresentouosresponsáveispelosroubosnaJSFolheadoseJMImobiliária APolíciaCivildeLagoada Prataapresentounodia18de junho três indivíduos que es- tavam praticando assaltos no município.Oscrimesaconte- ceram no mês de maio, quan- do eles levaram dinheiro da empresaJSFolheados,nodia 6, e assaltaram a JM Imobili- ária, no dia 20, inclusive, fa- zendorefénsdosapartamen- tosqueficamsobreaimobili- ária. Os indivíduos vasculha- ram as residências em busca dedinheiroejoias.“Percebe- mos nesses assaltos que um indivíduo, que é de Lagoa da Prata, indica o local onde es- sesroubosvãoacontecer.Nor- malmente, ele sabe onde víti- masguardamodinheiro.Esse indivíduo convida outros au- tores, de outras cidades, para efetivarem o crime. Nesse in- tervalo de tempo, eles acor- dam que o cidadão de Lagoa da Prata, que fez a indicação dos locais, ficará com o per- centualde10porcentodova- lor roubado. Esta foi uma si- milaridade nos dois roubos. Doisdostrêspresosapresen- tados participaram dos dois rouboscitados,eooutroape- nas em um”, explicou o dele- gadoLeonardoMota. Os indivíduos já são co- nhecidos no meio policial. O apontador de Lagoa da Prata já foi preso por roubos. O ou- tro completou 18 anos recen- temente e tem diversas pas- sagens pela política enquan- toeraadolescente.O terceiro já cumpriu pena por tráfico e associaçãoaotráfico. ABORDAGEMAOS SUSPEITOS “Conseguimos chegar até eles através do aplicativo de GPS instalado em um dos aparelhos telefônicos rouba- dos de uma vítima. Identifi- camos a casa em que este te- lefone havia passado e onde estava. Posteriormente abor- damos os proprietários des- tas residências, chegando em um dos autores para efetivar asprisões. Quantoaosoutros, umdoscidadãoslesadoscon- seguiu anotar a placa do veí- culoutilizadonocrime.Atra- vés do número da placa che- gamosaoproprietáriodoveí- culo,conseguimos“linkar”os comparsas dele e identificar por meio fotográfico, através do reconhecimento das víti- mas,quemeramosautoresdo roubo”,destacouMota. O delegado ainda carac- terizou o modo como os au- toresatuaramemumdoscri- mes.“NocasodaJSFolheados foramquatroautores.Umera oapontador,outroomotoris- ta, e dois autores efetuaram o roubo utilizando-se de arma defogoeviolência.Umdesses autores que entrou na JS Fo- lheados,háaproximadamente 15diasfoivítimadehomicídio em Bom Despacho, sua cida- denatal.Naverdade,todossão deBomDespacho,comexce- çãodoindicador,queédeLa- goa da Prata. Algumas linhas de investigação estão sendo desenvolvidas, uma se refe- reaotráficodedrogaseoutra de uma desavença ocorrida a partir deste roubo em Lagoa daPrata”,afirmou. Perante as investigações, a Polícia Civil desconfia que mais pessoas de outros esta- dos possam estar envolvidas com esses crimes. “Ainda se falando do crime ocorrido na JS folheados, dois dos indiví- duos confessaram a prática docrime,masafirmaramque o dinheiro angariado já havia sido gasto. É de causar estra- nheza,poisfazpoucomaisde um mês e era um montante considerável. Estamos inves- tigando para rastrear este di- nheiro. Alguns cheques já fo- ramrastreadoseforamdepo- sitados em outros estados. E agoraestamosinvestigandoos proprietáriosdascontas”,dis- seMota. Fotos:RhaianeCarvalho COTIDIANO SEXTA-FEIRA 26.06.2015 5 Os vereadores de Lagoa da Prata aprovaram o repasse de recursos para a Associação de Incentivo ao Esportivo e Formação do Atleta – AIEFA no valor R$38.964,00 e para a Associação América Futebol Clube no valor de R$40.000,00. REPASSE PARA O ESPORTE
  5. 5. 6 Ordem Demolay doa 500 quilos de alimentos para Apae de Lagoa da Prata Studio de Dança Juliana Soares participa do festival de Curvelo A Apae de Lagoa da Pra- ta recebeu na segunda-feira (15/6) a doação de 500 quilos dealimentosdaOrdemDemo- lay.Osdonativosforamarreca- dadosduranteatividadesrea- lizadasentreosjovensdains- tituição. “Todo ano é feito um desafioentreoscapítulospara verquemarrecadamaisalimen- to”,disseAlexandreCoutinho, umdosmembrosdaorganiza- ção,queépatrocinadapelaMa- çonaria. OmaçomeapoiadorOlavo Mirandafalousobreotrabalho dearrecadaçãodosalimentos. “AordemDemolayaquiemLa- goadaPratatemquatromem- bros, e para realizar o desafio contamos com a ajuda de dez pessoas que vieram de Arcos. Diante da situação socioeco- nômicadopaís,asentidadesfi- lantrópicaspassampordificul- dades.Éprecisoqueasocieda- deseenvolvamaisnessacausa, poistodaselasfazemjusaoque recebem”,afirmouMiranda. AAPAE,pormeiodacoor- denadoraadministrativaCris- tiane Jaqueline, agradeceu a OsalunosdoStudiodeDan- çaJulianaSoaresparticiparam deumacompetiçãoemCurve- lo, na região central de Minas Gerais. O evento contou com aparticipaçãodeaproximada- mente1500bailarinos,de300 grupos, que se apresentaram em modalidades como balé clássico,hiphop,jazz,contem- porâneoedançaspopulares.As apresentaçõesaconteceramde 24a26deabrileforamavalia- das por banca de jurados na- cionaiseinternacionais.Ogru- polagopratense,denominado Iluminar,conquistouosegun- iniciativadaOrdemDemolay. “Doaçõescomoessassãomui- toimportantesparaentidades quevivemdedonativos.Temos anossaverbaquevemdoGo- vernoFederal,EstadualeMu- nicipal,porém,essasverbasnão conseguematenderatodasas necessidadesdanossainstitui- ção.Nóstemos250alunosdia- riamenteefuncionamosde7hs às18hs.Essacontribuiçãoveio degrandevalia,porqueestáva- mospassandoporumagrande dificuldade.Nãoestávamoses- perandotantosalimento.Deus abençoouecomessaquantida- deiremoschegaratéagostoou dolugar. Paradisputaracompetição, aprofessoraJulianaSoaresex- plica que os alunos treinaram diariamente.“Treinamospra- ticamentedesegundaasegun- da,masvaleuapena.Contamos commaisdecemalunos.Agen- tesabequenãoexistemotiva- çãofinanceiraparaeles.Sentem doresnospésenacoluna,mas amaiorprovaqueadançaéum prazerparaelesvemdapersis- tência”,disse. De acordo com João Vic- tor,13anos,oprimeirobailari- nodaescolaqueganhouofes- tivaldeCurvelodoanopassado, serdançarinoexigemuitaper- setembro”,frisouJaqueline. A Ordem Demolay é for- madaporjovensetemoobjeti- vodeformarlíderesentreopú- blicojuvenil.Podemparticipar pessoasdosexomasculino,de 12a21anos.“Éprecisosercon- vidadoparaentrar.NaOrdem sãotrabalhadasasSeteVirtu- desCardeais:amorfilial,reve- rência pelas coisas sagradas, cortesia, companheirismo, fi- delidade,purezaepatriotismo. Essascampanhassãocomose fosseumtreinamentoparaavi- da,paraajudaraopróximoeter maissabedoria”,explicouCou- tinho. sistênciaededicação.“Euen- frenteipreconceitoeenfrento todososdias,masseicomoque- romeverdaquialgunsanos.Eu amoadançaeestoumeprepa- rando para avançar cada vez mais”,afirmou. O Studio de Dança Julia- naSoaresrealizaaofinaldeca- da ano o seu festival, onde fa- miliareseamigospodemcon- templaraevoluçãoartísticados dançarinos.“Nossasapresenta- çõesaconteciamnoPoliespor- tivoLeopoldoBessone,mases- te ano não conseguiremos fa- zerlá.Averdadeéquenãote- mos apoio do poder público”, afirmouJuliana. Foto:JéssicaRibeiroFoto:RhaineCarvalho StudioJulianaSoarescontacomaproximadamente100bailarinos AlexandreCoutinho(camisapreta)ealunosdaApae Untitled-1 1 26/05/15 09:52 COTIDIANO SEXTA-FEIRA 26.06.20156 A Orquestra de Cordas Acordes do Monte, de S. A. do Monte, participará do Festival Internacional de Corais, em Belo Horizonte. As apresentações da orquestra acontecerão nos dias 05, 06,11 e 12 de setembro. ACORDES DO MONTE NO FESTIVAL INTERNACIONAL DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br LAGOA DA PRATA LAGOA DA PRATA
  6. 6. 7 Vereadores questionam investimentos da Copasa em S.A. do Monte Câmara Municipal aprova repasse de 100 mil reais para a ExpôSamonte DuranteareuniãodaCâma- raMunicipaldeSantoAntônio doMontenodia1dejunho,os vereadoresCarlosCampinhoe MarquinhodoSindicatoapre- sentaramumrequerimentoso- licitandoaoExecutivoquenoti- ficasseaCopasaparaqueacon- cessionáriaprestecontasdosin- vestimentosrealizadosnomu- nicípio. SegundoovereadorCarlos Campinho,alémdaETE(Esta- çãodeTratamentodeEsgoto) nãosevênenhuminvestimento daempresa.“Diantedetodasas situaçõesqueestamosvendoem relaçãoàcrisehídricaemtodoo Brasil,podemoscitarumgrande descasodaCopasa.Aoperado- ratemumcontratocomomuni- cípioenósqueremosessapres- tação de contas. O pessoal da Copasavemaquie‘nhennhén’ enumsainada.Omunicípiojá temváriosmovimentoseasso- ciações que lutam em prol da preservaçãodomeioambiente ApopulaçãodeSantoAn- tônio do Monte vai arcar com 100milreaisdoscustosda34ª ExpôSamonte,queseráreali- zadade30dejulhoa2deagos- to. Os vereadores locais apro- varamumprojetoenviadope- loPoderExecutivoqueconce- de a contribuição para que o SindicatoRuralrealizeaexpo- sição agropecuária. Em con- trapartida, o público poderá assistir,gratuitamente,oshow deAtaíde&Alexandrenoúlti- modiadefesta. Em 2014, a prefeitura (com o apoio da Câmara Mu- nicipal) destinou 170 mil re- ais para ExpôSamonte. Mes- mo diminuindo o valor do re- passeaosindicatoem2015pa- ra100milreais,oprojetocon- trarioualgunsvereadores,que argumentaram que o municí- piotemoutrasnecessidadese passa por dificuldades orça- mentárias. Os parlamentares favoráveisàdestinaçãodosre- cursosargumentaramquees- te foi um compromisso assu- midopeloex-prefeitoWilmar deOliveiraFilho. eoquevemoséqueaCopasaes- tánosfazendodebobos.Agente sabequeaETE(Estaçãodetra- tamentodeEsgoto)estáfuncio- nando,maseoutrosinvestimen- tos?”,reclamaCampinho. EmnotaenviadaaoJornal Cidade,aCopasainformouque, desde2004,investiu20milhões dereaisnaoperação,manuten- çãoeconservaçãodosserviços públicos de abastecimento de águaeesgotosanitárionomu- nicípio. A concessionária esclare- cequeantesdeiniciarqualquer obra,osrepresentantesdospo- deres Executivo e Legislati- vo são comunicados. A Copa- satambéminformaaosórgãos públicos municipais sobre in- terrupções no abastecimento, sejaplanejadaouemergencial, etambémnosistemadecoleta etratamentodoesgoto. Vejacomoalgunsvereadores seposicionaram: AméricoLibério(afavor): “É de extrema importância a realização da festa de Exposi- çãoparaapopulaçãodeSanto AntôniodoMonte,enósvamos fazeressafestacomaajudada prefeituraeacompetênciado pessoaldoSindicato”. Marquinho do Sindicato (a favor):“Querodizerqueafes- tanãoacontecesemessaparce- ria.Osshowsjáestãocontrata- doseorodeiotambém.Eusou afavordesseprojeto.Nãotem comovoltaratrás,oPoderExe- cutivofezumcompromissoem janeirodesseanocomadireto- riadosindicatoeempresário”. Carlos Campinho (contrá- rio):“Existeumaincoerência muitogrande.Combustível,nos A Copasa afirma que nos últimosdezanosforamefetu- adas2.700ligaçõesdeágua,de acordo com o crescimento do município. A expansão repre- sentouuminvestimentodeR$ 1.380.290,88,gerandoumíndice deatendimentosuperiornaci- dadede96%emáguae91%em esgoto. Osistemadeabastecimento deágua,deacordocomaempre- sa,recebeuinvestimentossupe- rioresa2,5milhõesdereaisnos últimos dez anos. Conforme contrato,aCompanhiaimplan- tousistemacompletodeesgo- tosanitário,incluindoredesco- letoras,interceptoreseumaEs- taçãodeTratamentodeEsgoto (ETE),emoperaçãodesde2013, atendendoatodademandapa- ra,nomínimo,ospróximosdez anos.“Esteinvestimentoultra- passou26milhõesdereis”. De acordo com a conces- sionária,noplanejamentopa- ra Santo Antônio do Monte, alémdosinvestimentosjáreali- zados,estãoprevistosrecursos paraatenderocrescimentodo municípioetambémmelhorias eampliaçãonosistemadetrata- mentodeágua. postosdegasolina,devemos190 milreais.Eutenhocertezaseele sentassecomopessoaldoSin- dicato,mesmoquefoiumcom- promissoassumido,mostrasse asituaçãoqueomunicípioes- táhoje.Euacreditoqueopes- soaliaentender.Nãosoucon- traafestadeformaalguma,mas éprecisoadequaraomomento financeiropolítico”. Antônio Miranda (contrá- rio):“Eunãosoucontraafesta deExposição,nuncafui.Poisse forfazerfestaparaapopulação osportõesdeveriamestaraber- tostodososdiasenãosóaosdo- mingos.Eufaçofestanaminha casasemeudinheiroestiverso- brando.Eutenhoquepagaras minhascontasprimeiro.Afes- taláemLagoadaPratafoiexce- lenteeoaprefeituradestinou 30mil,porqueaquitemqueser 100mil?”. VereadorCarlosCampinho POLÍTICA SEXTA-FEIRA 26.06.2015 7 A Câmara Municipal aprovou na última segunda-feira (22) o repasse da subvenção de 15 mil reais para a Irmandade Nossa Senhora do Rosário. A tradicional festa em honra a Santa Efigênia, Nossa Senhora do Rosário e São Benedito ocorre todos os anos no mês de agosto. FESTA DE REINADO EM S. A. DO MONTE DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO redacao@jornalcidademg.com.br S. A. DO MONTE S. A. DO MONTE Empresaafirmaterin- vestido20milhõesde reaisnomunicípio
  7. 7. Causo do chuveiro Quando eu tava com uns cinco anos, por volta de 1975, mudamos da “Comunidade dos Abreu” para o beco do Acácio, bairro Dom Bosco. Eu cheguei na cidade e não conhecia muito bem carro e essas coisa assim. No dia da mudança eu vim lá da roça chorando. Na hora que o ca- minhão leiteiro do “Biézim Docha” começou a andar eu já comecei a chorar, falando que ia cair daquele “trem”. Nunca tinha andado de ca- minhão. Não conhecia chuveiro também. A gente tomava ba- nhoeranabacia.Então,eufi- cava naquele sonho, e falava comomeupai:papai, umdia euquerotomarbanhoempé. Tem um tal de chuveiro que elesdizemqueébomdemais! Eu fui desgostando de tomar banho de bacia. Lava a cabe- ça, depois sentava na bacia, aquela água morna que vai esfriando. Aquela peleja, es- quentando água no fogão à lenha, depois tinha que tem- perarcomáguafria,ouficava quente demais ou ficava frio demais. A casa era pequena, de chão batido, não tinha esse negócio de ser cimentado, e virava aquele lameiro ao re- dor da bacia, dentro de casa. Umdiameupaifalou:ZéAn- tônio, não tem jeito da gente terchuveiro,nãotemenergia aqui no beco do Acácio. O tempo foi passando. Um belo dia chegou o recur- so:aenergia.Parafazerapar- te elétrica da nossa casa meu paiconversoucomovizinho, Geraldo da Carmem, que se dispôsedissequeentendiado assunto. Ele começou a pas- sartodaaquelafiaçãonomeio doscaibroseripas.Echegoua hora de ligar a energia no cô- mododotalchuveiro.Otrem já chegou “bão”, era um da- queles chuveirões de metal. No dia que ficou tudo pronto, nós quatro irmãos estávamos doidos para to- mar banho. Eu no meu so- nho: hoje eu tomo banho em pé!Chegandoahora,euesta- vacomumcalçãodepanode saco, e meu pai me chamou e disse: você vai ser o primei- roatomarbanho,ZéAntônio. Vaiestrearochuveiro. Eupe- leiparadentrodessecômodo e “tramelei” a porta e nem o calção eu tirei, naquela von- tade de tomar banho no chu- veiro. Na hora que eu fui na torneira,nãosabianemoque era, não conhecia choque, mas aquilo me deu um “sa- culejão” no braço e caí para trás, plantei na parede. E gri- tei: papai! Meu pai veio cor- rendo:abreaporta“ZéAntô- nio Meu” (era assim que ele me chamava). O que aconte- ceu? Eu gritava: eu não con- sigo, o “trem” me empurrou, meu braço está tremendo. Meupaipregouopénaporta queaquelatramelavooulána frente, e ele entrou no tal cô- modo.Asorteéqueeuestava comocalção.Elemepergun- tou o que tinha acontecido: -Uai papai, foi essa tornei- ra aqui. Nisso, o Geraldo da Car- mem, o eletricista, veio cor- rendo e perguntando o que tinha acontecido. Eu expli- queiqueerao“trem”ali,eele disse: ah, você tomou foi um choque.Vailánaborracharia do Zé Zico perturbado e pe- ga um pedaço de câmara de ar e traz para nós. Ele pegou esse pedaço de câmara de ar enrolou,enroloueenrolouna torneira,fezoisolamento.Eu pedi licença para todos, por- que eu queria tomar meu ba- nho,elesqueriamficaralico- migo. Mas depois que eu in- sisti, eles saíram. Então, quando eu colo- quei a mão na torneira foi àquela maravilha, não deu choque, só que virou um “ca- tingão” de “trem” queimado e fio derretido, virou aquela petequeira. Eu gritei: papai, o “trem” deu foi fogo! Na ho- raquemeupaiolhouproteto dacasa ofogoestava“comen- do” a fiação e indo para o pa- drão.Meupaigritou:Geraldo da Carmem! OGeraldoveiocorrendo, desligou o padrão, e acabou queeusaídecalçãoenãocon- seguitomarobanho.Quando agentefoiver,ochuveiroera muito forte para a fiação que oGeraldotinhafeitoláemca- sa. Rapaz do céu! Eu fiquei sem tomar o banho no chu- veiro por muito tempo, por- que até que foi consertar a parte elétrica de novo. O Ge- raldodaCarmemnãoeraele- tricista coisa nenhuma, de- pois que nós fomos saber. Mas que apuro que eu passei. Até que um dia meu paiarrumouoPedro,umele- tricistapravaler!Eleresolveu oproblema,nóstomamosba- nho no chuveiro que foi uma maravilha. Nunca mais vol- tamos a tomar banho senta- do em bacia. Causos e Prosas JOSÉ ANTÔNIO • bandeirantes@isimples.com.br 8 COLUNISTAS SEXTA-FEIRA 26.06.20158
  8. 8. www.pharlab.com.br facebook.com/pharlab @Pharlab Anuncio Jornal Cidade Institucional.indd 1 22/06/15 16:06
  9. 9. Liderança do bem Segundo a ciência, estima- -se que o Planeta Terra tem 4 bilhões de anos, sendo origina- do a partir do “Big Bang”. Nes- te imenso período de tempo, surgiu a vida e depois a evolu- ção. Por outro lado, segundo a fé religiosa Deus criou a terra, e depois, a humanidade a par- tir de Adão e Eva. De um jeito oudeoutro,chegamosaostem- pos atuais, com uma sociedade moderna,avançadaeaparente- mente organizada, mas, contu- do, que vive em desequilíbrio, sofrendo com a desigualdade social,comasguerrasentrepaí- ses,comoterrorismo,comacor- rupção,comosgovernosinope- rantescomideaisparticulares... Enestecontexto,ahumanidade vemvivendoesobrevivendodo jeitoquedá,aceitandoosfatose adaptando-seaeles.Emuitasví- timassãofeitasacadasegundo. Enquantoisso,umapeque- na parte da humanidade, usan- do de seus méritos evolutivos à frente de seus conglomera- dos industriais, detém o con- trolesobregrandepartedaeco- nomia mundial, e consequen- temente, sobre grande parte da humanidade. Todavia, outra parte da humanidade mais es- clarecida, mas não tão influen- te, encara o mundo como uma batalha, estando sempre na de- fensiva,procurandoseproteger do lado ruim do mundo. Vivem sobreaconcepçãode:“Salve-se quempuder”. No entanto, constatamos queodesequilíbriodahumani- dade-mesmoperanteocenário daevolução–éprovocadapelos líderesdespreparadosquantoao cumprimento de suas missões. Com isso, as consequências de suasações,comorelatadoacima, sãodevastadorasparaahumani- dade.Ouseja,constroemfortu- naseerguempaláciossobreoso- frimentohumano. Nessa visão, cada ação pa- raobemouparaomal,realiza- danomundo,nasempresas,nos governos, nas escolas, nas igre- jas,nasfamílias,construindoou destruindo, sempre temos a fi- guradolíder.Aquelequepuxao movimentoparafrenteequedá segurançaeconfortoparaquem estiverexecutando.Todaaevo- lução do mundo, desde o prin- cípio da vida humana, tudo foi efetivadoporumlíderquecon- quistouaconfiançadeseuslide- rados.Noentanto,aliderançaé uma virtude que carrega uma responsabilidade grandiosa, masqueinfelizmenteéencara- da,muitasvezes,cominteresses particulares alicerçada em am- biçõesdoentias. Mas como são formados os líderes? Eles nascem pron- tos para liderar? Alguns dizem que sim, outros dizem que não, pois,acreditamquegrandepar- tedeles,podemserpreparadose formados.Nomeumododever asituação,acreditoqueoslíde- resnãonascemprontos,massão formados a partir do ambiente emquevivemecrescem,eainda, pelas circunstâncias que se en- contram na vida, onde uma ne- cessidade pessoal ou de sobre- vivênciapodelevaralguémase tornar um líder: sejam grandes líderes ou líderes medianos, do bemoudomal. Por sua vez, o verdadeiro e bomlíderreconheceoseupapel naformaçãodeumsistemasau- dável,capazdeunireconstruir ações em prol do crescimento humano.Elesabeformarumti- me de ponta, pronto para ven- cer e sobressair as mais rigoro- sasadversidades.Eembora,es- tejasempreapoiadodepessoas, seguidoresouprofissionaisdis- postosaatenderemàvozdeseu comando, ele, nos momentos cruciais, se encontrará isolado eprecisaráacessar,alémdasua inteligência intelectual e emo- cional,asuainteligênciaespiri- tual.-Segundoafísicaefilósofa americanaDanaZohar,ainteli- gênciaespiritualaumentaosho- rizontesdaspessoas,tornando- -as mais criativas e se manifes- taemsuanecessidadedeencon- trarumsignificadoparaavida.- Uma vez sabendo trabalhar su- asinteligências,olíderserámais sábio,ecomisso,poderáatingir ocoraçãodoseupúblico.Noca- sodasempresas,issoémaisfor- tedoqueconquistaramentedos consumidores,pois,oresultado alcançado será mais saudável paraambasaspartes. Muitoshojeexercemafun- ção de líder nas empresas, nas escolas, nos governos, nas igre- jas... Mas, todos precisam re- fletir sobre suas performances, reciclar seus conhecimentos e abrir o intelecto e as emoções paraalgomaispoderoso,aespi- ritualidade.Issonãotemnadaa vercomreligião,trata-sedeum sentimentoqueligaohomema Deus. Assim, muitos caminhos erradospoderãoserevitadospe- lo líder. Imaginem se a 2ª guer- ra mundial tivesse sido evita- da. Quantas milhões de vidas e quantosofrimentoteriamsidos poupados? Omundopodeevoluirmui- to positivamente, se a humani- dade conseguir formar líderes do bem. Mas como não existe um teste específico para apro- varoureprovarafunção,depen- demosdofluirdavidaedasele- çãonaturaldasorganizações.E se você estiver exercendo essa funçãoouqueirainiciar-senes- tajornada,observeasprincipais características para a prepara- çãodeumlíderdobem,quese- jacapazdeconstruirenãodes- truir. Autoconfiança: Acredi- te em você. Acredite que você é capaz.Odesempenhodeumali- derançapromissorarequerque o líder acredite em suas habili- dades. Acreditar no projeto, no produto ou no serviço que está sendo desenvolvido também é fundamental. A autoconfiança é a base para o líder ser eficaz. Mas, cuidado com o excesso de confiança, ela pode direcionar você para a derrota, pois, você ficacegoenãoconsegueenxer- gararealidadedosfatos. Qualificação: Qualifique suashabilidades.Sejaprofissio- nalecompetente.Estejaprepa- radoparaexecutarassuasativi- dadescomexcelência. Observação:Estudeoam- biente,sejaumobservador.Cer- tifique-se do que está aconte- cendonoambienteinternoeno ambienteexternoparaquevocê possafazerplanoseagirdefor- ma acertada e ponderada. Não fiquealienadoaosacontecimen- tos.Observeocomportamentoe asrotinasdaspessoas. Planeje: Nãofaçaascoisas dequalquerjeito.Reflita,pense, analise. Faça planos para reali- zarseusprojetosesuasativida- desrelevantes. Ação: Tenha atitude para realizar o planejado e para fa- zer as coisas acontecerem. Na- da é construído sem iniciativa, trabalho, dedicação e compro- metimento. Tenhapersonalidade:Seja simplesehumilde,massejafir- meeeficaz. Companheirismo: Seja verdadeiroesincerocomaspes- soas que estão a sua volta. Ofe- reça ajuda quando necessário. Ouça as opiniões e os pedidos deapoio. Honestidadeeética:Nun- ca falte com a honestidade e a ética.Sãodoisvaloresinegociá- veisquetodolíderdeveterepra- ticar.Ser honesto eético éa ba- sedetudo.Nadadebomedura- douro pode ser construído sem ahonestidadeeaética. Disciplina:Sejadisciplina- do. Não atrase para os compro- missosenãodeixesuasobriga- çõessemfazer.Nuncapenseque aposiçãodelíderpossalheper- mitir descumprir regras e nor- mas.Pelocontrário,sejasempre umbomexemplo. Ouvir: Seja atencioso com osliderados.Percebaondeépre- cisomelhorar.Ouçaaspessoasa suavolta.Ouvindovocêpoderá corrigirassuasfalhas,podendo melhorareevoluircomolíder. Respeito:Olíderdevecon- quistar o respeito das pessoas pelo seu bom comportamen- to e não pela posição que exer- ce. Quem é respeitado somen- tepelopoderqueexerce,pode- ráaqualquermomentovertudo desmoronar.Paraserrespeitado, primeiroéprecisorespeitar. Simpatia:Sorria.Osorriso conquista,encantaeabreportas. Mas não sorria somente com a face,sorriatambémcomocora- ção. Otimismo:Sejaumapessoa otimista, cheia de energia posi- tiva e entusiasmo. Nunca deixe o mal humor, o pessimismo e a tristeza tomar conta. Crie um ambientecomharmoniaebem- -estar. Ambição: Seja ambicioso. Queiracrescerefazeraorgani- zaçãocrescer.Nãocontentecom pouco.Masfaçatudodentrodos padrõeséticos,alicerçadonoca- ráterenahonestidade. Coragem: Tenha coragem paraenfrentarasadversidades, asameaçaseosdesafios.Acora- geméumsentimentoquefazvo- cêseguiradiante,mesmoquan- doocenáriodesenhadosejane- gativo e pessimista. Porém, ter coragemnãosignificapassarpor cimadareflexãoefazerascoisas sempensar,analisareavaliar.Há casosesituaçõesemqueacora- gemprecisará,maisdoquenun- ca, de sabedoria. Pois, há bata- lhas que não tem vencedores, portanto, o mais sensato é con- teracoragemenãoseguirnesta direção. Perseverança:Seja perse- verante.Nãodesistadaquiloque você acredita, mesmo que en- contremuitosobstáculosecon- tratempospelafrente.Serperse- verante é fazer de novo, de ma- neirasdiferentes,atéconseguir atingirodesejado. Foco: Tenha foco em seus objetivosemetas.Nãofiqueper- didocomasrotinasecomasbu- rocracias.Vejaoqueérealmente importanteefoqueparaquesu- asenergiassejamcanalizadasda formacorreta. Autoanálise:Faça sempre sua autoanálise. Enxergar os seus vícios e defeitos é primor- dial para você corrigir suas fa- lhasepotencializarsuasações. Autocontrole: Não se dei- xe perder o controle sobre a si- tuaçãodevidoàpressão,ofensas e ameaças. Respire fundo e sai- ba usar a sua inteligência emo- cionaleespiritual. Exemplo: Seja um exem- plo. Isso vale mais que as pala- vras,pormaisquevocêsejaum comunicador excepcional. Se você quiser que as pessoas se- jampontuais,sejapontualvocê primeiro. Se você quiser que as pessoassejamdisciplinadas,se- jadisciplinadovocêprimeiro.Se você quiser que as pessoas res- peitemosvaloreseprincípiosda organização, respeite você pri- meiro.Eassimpordiante. Resultado: Vise o resulta- do,poissemele,nadaterávalor enadaseráconsolidado.Oresul- tadoéarazãodetudo,eéatravés delequeaspessoasserealizam. Estandoatentoaessashabi- lidadesecompetênciasvocêpo- deráestimulareaprimorarolí- der que existe em você. Contu- do,énecessáriopensarerefletir sobre o destino que suas ações atingirão, e quais serão as con- sequências delas para a sua vi- da e para a vida de seus lidera- dos. No fundo, no fundo, o que importaéconstruirobem. Empreendedorismo e Negócios NILSON BESSAS • nilsonbessas@nilsonbessas.com.br Liderarumaorganizaçãoprivada,públicaoudeordemreligiosaéumaresponsabilidadequenemtodossabemassumircomasdevidashabilidadesecompetências.Eopior, muitosusamseusatributosnaliderançaparaalcançarfinsparticulares,quenadatemavercomosinteressesdosliderados,eprincipalmente,comosdahumanidade. Escritordolivro“Tornandosuaempresaumsucesso”com maisde2.000exemplaresvendidos. Pontosdevendas:LivrariaSaraiva,LivrariaCultura,Amazon, Martins,FontesPaulista,LivrariadaFolhaeoutros. 11COLUNISTAS SEXTA-FEIRA 26.06.2015 11
  10. 10. ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPCIONAIS 20.897.203/0001-30 BALANÇO PATRIMONIAL COMPARATIVO DOS PERÍODOS P A S S I V O 2014 2013 P A S S I V O C I R C U L A N T E 116.358,27 138.568,92 EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS 10.585,05 23.265,12 CHEQUES A COMPENSAR 10.585,05 23.265,12 OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS 308,34 547,18 IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES A 308,34 547,18 OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E 91.362,88 102.378,62 OBRIGAÇÕES COM O PESSOAL 33.579,68 22.173,34 OBRIGAÇÕES SOCIAIS 6.878,58 13.221,80 PROVISÕES 50.904,62 66.983,48 OUTRAS OBRIGAÇÕES 14.102,00 12.378,00 CONTAS A PAGAR 14.102,00 12.378,00 P A T R Í M Ô N I O S O C I A L 451.503,09 478.535,10 PATRIMÔNIO SOCIAL 328.036,53 331.279,15 PATRIMÔNIO SOCIAL 705.743,98 705.743,98 AJUSTE DE EXERCÍCIOS ANTERIORES (377.707,45) (374.464,83) SUPERÁVITS/DÉFICITS EXERCÍCIOS (26.533,44) (2.744,05) SUPERÁVITS/DÉFICITS EXERCÍCIOS (26.533,44) (2.744,05) SUBVENÇÕES 150.000,00 150.000,00 SUBVENÇÕES ESTADUAIS 50.000,00 50.000,00 SUBVENÇÕES MUNICIPAIS 100.000,00 100.000,00 TOTAL DO P A S S I V O 567.861,36 617.104,02 Reconhecemos a exatidão do presente Balanço Patrimonial, realizado em 31/12/2014 estando de acordo com a documentação enviada à Contabilidade. Lagoa da Prata, 31 de dezembro de 2014 WANDERLEI CORGOSINHO SOARES / Mastermaq Softwares. ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPCIONAIS 20.897.203/0001-30 BALANÇO PATRIMONIAL COMPARATIVO DOS PERÍODOS A T I V O 2014 2013 A T I V O C I R C U L A N T E 213.046,63 250.045,28 DISPONÍVEL 120.216,06 157.361,10 BANCOS CONTA MOVIMENTO 11.101,57 117.492,68 APLICAÇÕES FINANCEIRAS LIQUIDEZ 109.114,49 39.868,42 OUTROS CRÉDITOS 92.830,57 92.684,18 CONVÊNIO A RECEBER 91.010,40 91.010,40 OUTRAS CONTAS A RECEBER 1.820,17 1.673,78 A T I V O N Ã O C I R C U L A N T E 354.814,73 367.058,74 IMOBILIZADO 354.050,63 366.294,63 IMÓVEIS 490.421,69 490.421,69 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. IMÓVEIS (251.123,43) (231.506,54) MÓVEIS E UTENSÍLIOS 89.130,47 80.144,47 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. MÓVEIS E (65.847,66) (58.267,72) VEÍCULOS 87.303,00 87.303,00 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. VEÍCULOS (57.721,26) (47.860,63) EQUIPAMENTOS INFORMÁTICA 21.976,51 14.221,51 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. EQUIPAMENTOS (14.431,05) (13.771,56) INFORMÁTICA MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E 57.509,98 55.264,98 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. MÁQUINAS, (51.239,87) (47.534,72) EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES INTALAÇÕES TELEFÔNICAS 2.639,00 2.639,00 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. INSTALAÇÕES (2.639,00) (2.639,00) TELEFÔNICAS EQUIPAMENTOS FISIOTERAPIA 11.797,42 11.797,42 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. EQUIPAMENTOS (8.013,79) (6.834,01) FISIOTERAPIA EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS 8.359,80 8.359,80 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. EQUIPAMENTOS (8.359,80) (8.359,80) ODONTOLÓGICOS EQUIPAMENTOS SONOROS 2.050,00 2.050,00 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. EQUIPAMENTOS (2.050,00) (2.050,00) SONOROS SUPORTE P/ BICICLETAS 1.035,00 1.035,00 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. SUPORTE P/ (1.035,00) (1.035,00) OFICINA DE CULINÁRIA 12.157,40 12.157,40 WANDERLEI CORGOSINHO SOARES / Mastermaq Softwares. ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS - APAE CNPJ: 20.897.203/0001-30 FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS Superávits(Déficits) do exercício (23.789,39) 159.110,06 Ajustes de valores contidos na DRE, porque não afetram o caixa ( + ) Depreciação 49.401,01 49.507,29 ( + ) Amortização - - ( +/- ) Resultado não operacional (positivo/negativo) - (86.695,89) ( +/- ) Ajuste de Exercícios Anteriores (3.242,62) (1.246,13) - - Ajustes de valores pelas variações dos ativos e passivos operacionais exceto as contas Caixa/Bancos/Aplicações ( - /+) Aumento/Redução nas contas de Convênio a Receber - (81.000,00) ( - /+) Aumento/Redução nas contas de Outras contas a receber (146,39) (27,72) (+/ - ) Aumento/Redução nas contas de Fornecedores - - (+/ - ) Aumento/Redução nas contas de Salários a pagar e encargos 5.063,12 (24.990,22) (+/ - ) Aumento/Redução nas contas de Provisões a Pagar (16.078,86) 18.239,07 (+/ - ) Aumento/Redução nas contas de Outras contas a Pagar 1.724,00 4.369,00 (+/ - ) Aumento/Redução nas contas de Cheques a Compensar (12.680,07) 19.500,13 (+/ - ) Aumento/Redução nas contas de Impostos e contribuições (238,84) - Caixa Líquido Proveniente das Atividades Operacionais (1) 11,96 56.765,59 FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Compra de investimentos - - Compra de ativo imobilizado (37.157,00) (33.094,20) Venda de ativo Imobilizado - 120.000,00 Caixa Líquido usado nas Atividades de Investimentos (2) (37.157,00) 86.905,80 FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO Recebido por Empréstimo - - Pagamento de Empréstimo - - Recebido de Subvenção - - Caixa Líquido usado nas atividades de financiamentos (3) - - Aumento (diminuição) do caixa e equivalentes de caixa (1;2;3) (37.145,04) 143.671,39 Caixa e equivalentes de caixa no início do período 157.361,10 13.689,71 Caixa e equivalentes de caixa no fim do período 120.216,06 157.361,10 Variação das contas caixa e equivalentes (37.145,04) 143.671,39 Isamim Couto Gonçalves Coelho PRESIDENTE CONTADOR CRC-MG 61.629 DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA MÉTODO INDIRETO 2014 2013 Marcelo Corgosinho Soares ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPCIONAIS 20.897.203/0001-30 BALANÇO PATRIMONIAL COMPARATIVO DOS PERÍODOS (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. OFICINA DE (12.157,35) (12.132,90) POSTO ARTESIANO 620,00 620,00 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. POSTO (620,04) (620,04) PROJETO CASA LAR - MÓVEIS E 69.290,20 51.119,20 (-) DEPRECIAÇÃO ACUM. MÓVEIS E (25.001,60) (18.226,92) UTENSÍLIOS - CASA LAR INTANGÍVEL 764,11 764,11 DIREITO USO TELEFONE 764,11 764,11 TOTAL DO A T I V O 567.861,36 617.104,02 Reconhecemos a exatidão do presente Balanço Patrimonial, realizado em 31/12/2014 estando de acordo com a documentação enviada à Contabilidade. Lagoa da Prata, 31 de dezembro de 2014 ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPCIONAIS MARCELO CORGOSINHO SOARES ISAMIM COUTO GONÇALVES COELHO CRC: 061987 / MG - CPF: 655.861.746-34 PRESIDENTE Contador CI: M- 881.741 - SSP/MG CPF: 741.419.536-87 Rua ANGELO PERILO, 165 CENTRO, Lagoa da Prata MG WANDERLEI CORGOSINHO SOARES / Mastermaq Softwares. 320.671,17R$ Ajuste de exercício anterior ......................................................................................................................(1.246,13)R$ 159.110,06R$ 478.535,10R$ Ajuste de exercício anterior .......................................... (3.242,62)R$ (23.789,39)R$ R$ 451.503,09 CI:M-881.741 -SSP/MG ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXPECIONAIS CNPJ - 20.897.203/0001-30 DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO D E S C R I Ç Ã O TOTAL PRESIDENTE CONTADOR CRC-MG 61.987 SALDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012................................................................................................ Variação monetária do exercício Superáfet Patrimonial no Período....................................................................... SALDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013........................................................................................................... Variação monetária do exercício SALDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014........................................................................................................... Lagoa da Prata, 31 de dezembro de 2014 ____________________________________ Déficits Patrimonial no Período....................................................................... __________________________________ ISAMIM COUTO GONÇALVES COELHO MARCELO CORGOSINHO SOARES 12 PUBLICAÇÕES OFICIAIS SEXTA-FEIRA 26.06.201512
  11. 11. 1- A APAE de Lagoa da Prata-MG, é uma pessoa jurídica, sociedade civil, filantrópica, de caráter cultural e assistência social, sem fins lucrativos, com duração indeterminada e tem por finalidade o que reza o parágrafo 3º do Estatuto. 2- As Demonstrações Contábeis foram elaboradas em conformidade com as Normas e Resoluções inclusive as Demonstrações de Fluxo de Caixa e Demonstrações das Mutações do Patrimônio Social. 3- A prática contábil adotada é pelo regime de competência. 4- Os direitos e obrigações da entidade estão em conformidade com seus efetivos valores reais. 5- As aplicações financeiras estão demonstradas pelo valor de aplicação acrescidas dos rendimentos correspondentes, apropriados até a data do Balanço, com base no regime de competência. 6- A entidade não mantém a Provisão para Devedores Duvidosos em decorrência de suas finalidades filantrópicas e de assistência social, e por se tratar de uma entidade sem fins lucrativos. 7- A entidade não possui mercadorias em Estoque, uma vez que tais valores classificam- se diretamente na conta de despesas operacionais. 8- O imobilizado se apresenta pelo custo de aquisição ou valor original, deduzido pela Depreciação, calculada pelo método linear. 9- As receitas da entidade são apuradas através dos comprovantes de recebimentos, entre eles, Depósitos Bancários, Notas Fiscais, Recibos e outros, excetuando-se as inadimplências e/ou valores considerados incobráveis. 10- As despesas da entidade são apuradas através de Notas Fiscais e Recibos em conformidade com as exigências legais-fiscais. 11- A entidade recebe doações de pessoas físicas e/ou pessoas jurídicas. Neste exercício a entidade recebeu as seguintes doações: a) Pessoa Física 6.550,93R$ b) Pessoa Jurídica 5.881,44R$ ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS - APAE CNPJ: 20.897.203/0001-30 NOTAS EXPLICATIVAS DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/12/2014 APURAÇÃO DO VALOR ADICIONADO 2014 2013 Receita Receitas operacionais Outras receitas 86.695,89 Recursos públicos contabilizados como Receitas 850.348,47 936.724,64 Insumos Adquiridos de terceiros (-) Serviços de terceiros 12.679,00 64.549,98 (-) Materiais, energia e outros 39.389,44 208.038,84 (-) Perda / Recuperação de ativos (-) Outros custos e despesas operacionais 234.009,06 75.697,44 Valor Adicionado Bruto 564.270,97 675.134,27 (-) Depreciações, amortizações e exaustão 49.401,01 49.507,29 Valor Adicionado Líquido produzido pela Instituição 514.869,96 625.626,98 Receitas financeiras 4.482,33 1.336,89 Doações recebidas 159.125,85 238.468,04 Aluguéis recebidos de terceiros 0,00 0,00 Resultado de equivalência patrimonial e dividendos 19,48 0,00 Outras 7.495,79 0,00 Total do Valor Adicionado a distribuir 685.993,41 865.431,91 DESTINAÇÃO DO VALOR ADICIONADO Remuneração do trabalho (pessoal, encargos, benefícios) 675.310,87 676.799,25 Participação dos empregados 0,00 0,00 Impostos, taxas e contribuições 7.917,40 8.437,18 Capital de terceiros Despesas financeiras (juros) 20,53 1.177,42 Aluguéis pagos 26.534,00 19.908,00 Distribuição do Superávit 0,00 Superávit ou déficit do exercício -23.789,39 159.110,06 Total do Valor Destinado ou Distribuído 685.993,41 865.431,91 CI: M-881.741-SSP/MG ____________________________________ __________________________________ ISAMIM COUTO GONÇALVES COELHO MARCELO CORGOSINHO SOARES PRESIDENTE CONTADOR CRC-MG 61.987 Lagoa da Prata, 31 de dezembro de 2014 ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPCIONAIS CNPJ - 20.897.203/0001-30 Demonstração do Valor Adicionado apurado em 31/12/2014 RECEITAS OPERACIONAIS 2014 2013 Receitas da Atividade Fim Saúde Receitas da Atividade Fim Educação Receitas da Atividade Fim Assistência Social Convênio Fia - 8.900,00 Receitas Verba SEDESE 270.000,00 438.265,00 Receitas Verba SUS 200.671,49 208.872,46 Receitas Verba Prefeitura Municipal 318.604,80 277.347,10 Receitas Convênio APAE/Prefeitura Pedra do Indaiá 8.767,71 3.340,08 Receitas Donativos 6.550,93 32.905,71 Receitas Promoções e Eventos 4.018,10 - Receitas Financeiras 4.482,33 1.292,02 Receitas Doação Telemarketing 146.693,48 200.803,14 Receitas Anuidades 3.477,69 3.038,60 Receitas Doação Pessoa Jurídica 5.881,44 1.720,59 Sobras e Dividendos 19,48 44,87 Receitas Verba F.E.S 52.304,47 - Lucro na Venda Imobilizado - 86.695,89 Receitas da Atividade Meio TOTAL DAS RECEITAS 1.021.471,92 1.263.225,46 DESPESAS OPERACIONAIS 2014 2013 Despesas Atividade Fim Saúde Despesas Atividade Fim Educação Despesas Atividade Fim Assistência Social Despesas Administrativas 154.759,16 227.556,66 Despesa c/ Pessoal 675.310,87 676.799,25 Despesas Tributárias 7.917,40 8.437,18 Despesas Financeiras 1.290,04 1.177,42 Despesas c/Alimentação 61.290,20 55.160,63 Despesas c/Medicamentos 18.997,76 14.014,21 Despesas Manutenção Programa Casa Lar 125.257,04 118.051,15 Despesas Eventuais 438,84 2.918,90 Despesas Atividade Meio TOTAL DAS DESPESAS 1.045.261,31 1.104.115,40 SUPERAVITS/(DEFICITS) DO EXERCÍCIO (23.789,39) 159.110,06 Isamim Couto Gonçalves Coelho ASSOC DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPCIONAIS Reconhecemos a exatidão do presente demonstrativo, DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CNPJ: 20.897.203/0001-30 CONTADOR CRC-MG 61.987 Marcelo Corgosinho Soares realizado em 31 de Dezembro de 2014. Lagoa da Prata, 31 de Dezembro de 2014 PRESIDENTE 19- A entidade não possui patrimônio de indivíduos ou de sociedade sem caráter beneficente ou de assistência social. Reconhecemos a exatidão da presente Demonstração de Notas Explicativas da entidade APAE de Lagoa da Prata-MG, realizada em 31 de dezembro de 2014. Marcelo Corgosinho Soares CONTADOR CRC-MG 61.987 CI: M-881.741- SP/MG Isamim Couto Gonçalves Coelho PRESIDENTE Lagoa da Prata, 31 de dezembro de 2014 c) Receitas Doação Telemarketing 146.693,48R$ Conforme Demonstração 12- A entidade recebeu no exercício os seguintes auxílios e subvenções do Poder Público: a) Receitas Verba SEDESE 270.000,00R$ b) Receitas Verba Sistema Único de Saúde - SUS 200.671,49R$ c) Receitas Verba Prefeitura Municipal 318.604,80R$ Conforme Demonstração A entidade recebeu no exercício outros auxílios conforme descrição abaixo: a) Receitas Anuidades 3.477,69R$ b) Receitas Convênio APAE-PREFEITURA PEDRA DO INDAIÁ 8.767,71R$ c) Receitas Eventuais 4.018,10R$ Conforme Demonstração 13- A entidade obteve no exercício como rendimentos financeiros: 4.501,81R$ Conforme Demonstração 14- Os recursos da entidade foram aplicados em suas finalidades institucionais, de conformidade com seu Estatuto Social, demonstrados pelas suas Despesas e Investimentos Patrimoniais. 15- Toda assistência social oferecida pela entidade, são concedidas gratuitamente aos interessados. 16- No atendimento ao disposto do artigo 3º, VI do Decreto nº 2.536/98, a entidade, no exercício, concedeu as seguintes gratuidades: a) Fonoaudiologia: b) Fisioterapia: c) Assistência Social; d) Psicologia; e) Fisioterapia Ocupacional; f) Assistência Médica; g) Assistência Odontológica; h) Atendimento Pedagógico; i) Alimentação; j) Hidroterapia; k)Programa Casa Lar. 17- Os gastos com as gratuidades concedidas pela entidade, no exercício, através dos seus projetos assistenciais, totalizaram um montante de R$. 1.045.261,31Todas as despesas contraídas pela instituição, são oriundas da prestação da Assistência Social oferecida pela entidade. 18- O custo da isenção da quota patronal de previdência social usufruída pela entidade no exercício foi de R$ 164.446,42 13PUBLICAÇÕES OFICIAIS SEXTA-FEIRA 26.06.2015 13
  12. 12. Estrelando MICHELE PACHECO • michele@jornalcidademg.com.br CASAMENTO #FICAADICA.Sevocêquer fazer um evento ou uma fes- ta para ficar na memória das pessoas e nunca ser esqueci- da,claroquenãopodeficarno escuro,vocêprecisadeluz.O Alexandre Couto está mos- trandoserviçoecompetência nas grandes festas na cidade enaregião.Comequipamen- tos novos e atualizados, uma boate completa que pode ser montada e equipada no seu evento fazendo a diferença e não deixar ninguém parado. Vou perder a minha decoradora prefe- rida, mas vou fazer propaganda da Da- niela Pedrosa deco- radora, porém não quero perder a pre- ferência. Genteeee- eeeeeeee,essameni- natemodomebom gostoparafazerade- Nossa, eu fiquei apaixonada com essa gati- nha Maria Clara! Que vontade de levar para minhacasa!Recebiestafotopore-maile me apaixoneiporessafofuratoda...sevocêquer terasuafotinhaaquinaColunaSocialEstre- lando e só enviar para e-mail: michele@jor- nalcidademg.com.br DiegoeKarinesubiramaoaltarnodia13deju- nho e disseram o sim diante do Santíssimo em uma linda cerimônia em Arcos, na presença de familiares e amigos que estavam num CHI- QUÊ.... Desejo muitas felicidades aos novos pombinhos!Muitoobrigadapeloconvite! Foto:LindomarFotógrafo. AfilhadoEveraldo,professordaacademiaEs- taçãodoCorpoedaAngelita,nasceucommui- ta saúde e já é muito amada. Essa lindeza se chamaSaraejátemroupafitnessparaacom- panhar o pai na malhação. Felicidades ao ca- salesejabemvindaSara,estamosteaguardan- donaacademia!!! LUZES Parabéns Alexandre pelo seu belíssimoempenhoemtrazer novidades para a nossa cida- de e buscar a diferença nesse mercado.Ficaaminhaindica- ção. Para fazer seu orçamen- to ligue para o telefone (37) 99195911 e fale com Alexan- dre. Faça a diferença no seu evento!!! DECORAÇÃO coraçãosimpleseomelhorde tudo,opreço.Estouamandoas ideias da criativa Daniela. Fi- cacomoexemplodequebom gosto e criatividade se casam bememumapessoasó.Todos sabemqueadmiropessoascal- maetranquila.Continueassim que seus negócios vão longe! Para fazer orçamentos ligue para(37)99612185. FOFURANASCEU E JÁ ESTÁ NA ACADEMIA CABINE FOTOGRÁFICA Meu amigo Alisson Moura, sempre trazendo novidades e surpreendendo. A cabine é um CHIQUE!!! Com a ca- radoseuevento,oferecendo o serviço personalizado nas fotos e na cabine. As fotos são impressas de forma ins- tantânea. Os registros tam- bémpodemserpostadosnas redessociaisouenviadospa- ra o e-mail do usuário. GEN- TE QUE LUXOOOOO ..... Os equipamentos constante- menteatualizadosgarantem fotos com qualidade profis- sional. Com uma equipe es- perta, pronta para orientar o cliente sobre o tempo de uso eonúmerodecabinesneces- sárias de acordo com o por- te de cada evento. A monta- gemésemprefeitacommui- taantecedência,pelocontato (37) 9952-7997. Claro, na co- memoração do meu niver já deixei reservado a data, ago- ra só os convidados capri- charem nas poses para ir di- retoparainternet.QUECHI- QUE!!! 14 SOCIAL SEXTA-FEIRA 26.06.201514
  13. 13. Estrelando MICHELE PACHECO • michele@jornalcidademg.com.br Essas meninas, além de lindas são também formadas em Farmácia e com eficiência de sobra. Denise, Thaís e Rafaela estão no comando da Biofarma, especializada em Ma- nipulação.Todaspossuemespecia- lizaçãoemfarmáciaemuitaexperi- ência para atender com competên- ciadesobra.Issomesmo,sãoas su- per poderosas!!! Parabéns pelo em- penhoeporcuidarbemdasaúdedas pessoas. Olhagente....esseéoRiquelme,meuPersonalTrai- nersuperprofissional!Agoratambémécantor.On- de canta é alegria e diversão na certa. Não vou fa- zerpropagandadoCantor,poisnãoqueroficarsem meupersonal.Cantornãoésóaquelequeinterpre- ta a letra da música, mas sim aquele que encanta por onde passa, trazendo alegria para todos atra- vésdamúsica.Local:SpetindeMinas. Essa moça Marcela é boleira de mão cheia. Super talentosa e criativa para fazer bolos decorados e o maisimportantequeamei,bologostosocomrecheio feito caprichado e bem molhado. O meu bolo claro vaiserfeitoespecialmenteeexclusivoparameuni- ver com o tema circo. Entendeu a proposta perfei- tamente. Era uma vez o regime ... vou comer mui- toooooooooooo..... QUEM É O CANTOR AS PODEROSAS Dedicaçãoétudo.Querterum corpoperfeitonoverãoentão comecenoinverno.Ofrionão édesculpaparanãomalhar.O tempo de frio também é mo- mento para malhar. E a Rage suplementos está com sua li- nha de produtos Synthesize prontoparavocê.Valeapena conferir.SobreaDireçãoMa- rinaDuarte Prepareseucoração!MaisumconvidadodaCançãoNovaestaré em nossaterra.Olhaquemvemporaí...EmanuelStênio, cantore missionáriodaCançãoNova.Dia26dejunho,sexta-feiranaPraci- nhaDonanacombarraquinhas. Vaificardeforadessa???Jamais... BOLEIRA MALHAÇÃO NOITE DE LOUVOR No dia 17 de Junho foi comemorado mais um ano de vidadagatinhaJéssicaGarcia.DonaeProprietáriado Stúdio de Dança Passo é professora, bailarina,balise na fanfarra, dedicada, boa filha e boa mãe. Seus alu- nosfizeramumagrandesurpresanoseudia.Estaco- lunistatedesejamuitasaúdeesucessonasuacarrei- ra.NafotocomsualindamãeKelyGarcia. GATINHA Esteano oArraiádaImapctusseránodia19deJulhoparafe- charoprimeirosemestre.Vistasuaroupadequadrinhaevenha dançar,brincar,comeresedivertir...Haverábrincadeiras,tea- tro,comidastípicasemuitadança.Todarendaarrecadadase- rádestinadaaoscustosdosnossosalunosquerepresentamLa- goadaPrataemviagensparafestivaiscompetitivosnacionais. ARRAIÁ IMPACTUS 15SOCIAL SEXTA-FEIRA 26.06.2015 15
  14. 14. 16 COOPERATIVISMO SEXTA-FEIRA 26.06.201516 Empresários de Moema dão exemplo de empreendedorismo e participam de treinamento Na quarta-feira, dia 17 de junho,35empresáriosdeMo- ema tiveram a oportunidade de participar do treinamento “ComoElaborarPlanejamento de Recursos Humanos”, pro- movidopeloSICOOBCREDI- PRATAemparceriacomoSE- BRAE/MG, no salão de even- tos da Agência do SICOOB CREDIPRATA. A Sra. Zulei- kaTavaresministrouotreina- mento buscando orientar os empresáriossobrepontosim- portantes e básicos para de- senvolver equipes de traba- lhoscapazesdedesempenhar suas atividades comprometi- das com os objetivos da orga- nização. Em virtude do contexto atual vivenciado pelo mundo empresarial,marcadopormu- danças constantes de nature- zaeconômica,socialetecnoló- gica,torna-seimprescindível, em qualquer tipo de negócio, umaadministraçãovoltadapa- raagestãoderecursoshuma- nos. Segundo, Zuleica, o desa- fioéque,amaiorpartedaspe- quenas empresas não possui uma área independente pa- DÊNIS MAGELA DA SILVA A mobilização de um grupo de pessoas da comunidade ou de empresários para alcançar determinados objetivos fica muito mais fácil e traz melhores resultados se for realizada em parceria com entidades associativas. Contando com bons parceiros na região, o SEBRAE vem realizando diversos eventos que tem como objetivo consolidar nossa missão que é de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional. Com este propósito e parceria do SICOOB Crediprata, que já vem de longa data, realizamos este treinamento. O resultado do intenso trabalho de mobilização do pessoal do SICOOB Crediprata proporcionou o preenchimento de todas as vagas. Nosso propósito é continuar levando aos empresários de Moema e região orientações sobre gestão através das oficinas, consultorias, cursos e palestras. Desta forma estamos planejando para o segundo semestre realizar em Moema um curso para tratar sobre gestão financeira. Para obter o mesmo sucesso da ultima oficina contaremos com a costumeira parceria do Siccob Crediprata com a mobilização dos empresários e disponibilidade da estrutura para realização de mais esta capacita- ção. ISRAEL GERALDO RIBEIRO Gostei muito de ter participado do curso de RH do Sebrae, em parceria com o Sicoob Crediprata. Pretendo participar de novos cursos porque acho de grande valia para administrar melhor a nossa empresa. WICENTE DE PAULA MESQUITA SOUSA Mais uma vez a Crediprata propicia um momento de reflexão e aprendizagem ao empresariado Moemense, trazendo através do SEBRAE, um treinamento de RH, que acredito, a partir de agora terá melhor condição em acertar nas contratações. PEDRO ÁVILA DE REZENDE A oficina nos trouxe ferramentas muito importantes para escolher e preparar as pessoas certas na empresa. Isso facilita a vida do empresário das pequenas e médias empresas para gerar melhores resultados e crescimento para sua empresa. ra a administração das ferra- mentasderecursoshumanos. Afunçãodegerirpessoas,ge- ralmente,éexercidapelopro- prietário, que acredita na im- portânciadeseescolherepre- parar as pessoas certas para ocupar as funções na empre- sacomoformademelhoraros seus resultados. Talvez seja o momentodosempresáriosor- ganizarem-sebuscandoalter- nativas e ações coordenadas para facilitar a gestão e o pla- nejamentodepessoas. Paraodiretoradministra- tivodoSICOOBCREDIPRA- TA,IvoGontijo,éprecisoana- lisar o contexto para planejar as ações a serem realizadas quanto ao gerenciamento de pessoas.“Omomentoatualre- querumamudançadepostura ecomportamentoparaqueas empresas se fortaleçam e se- jam cada vez mais bem suce- didas.Auniãodeempresários para um bem comum reduz custos e aumenta a eficiência dosprocessosdecontratação”. INFORME PUBLICITÁRIO

×