O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018

28 visualizações

Publicada em

http://www.jornalcidademg.com.br | Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018

Publicada em: Notícias e política
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018

  1. 1. www.jornalcidademg.com.br • Lagoa da Prata, S. A. do Monte, Moema e Japaraíba • 12/Jul/2018 - Ano 6 - Edição Nº 121 • JORNAL DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - VENDA PROIBIDA Governo deve R$ 7,6 milhões para a Saúde de LP. PÁG 13 Biosev e trabalhadores assinam acordo coletivo. PÁG 14 Moto Sunset cumpre o prometido e leva mais de 10 mil pessoas para a Praça de Eventos A Fashion Cosméticos (Martins Guimarães) ampliou sua fábrica e, em parceria com Márcio Bento, da Patrimonium Contabilidade, instalou em Lagoa da Prata um centro logístico para atender a demanda da i9 Life i9 Life chega a Lagoa da Prata e oferece oportunidade de trabalho e renda para a população PÁG 08 E 09 FOTOS: ARQUIVO I9 LIFE PÁG 07 Prova do concurso já tem data marcada A Prefeitura de Lagoa da Prata modificou o edital do certame, conforme as recomendações do Tribunal de Contas. PÁG 06 Cooperativas de crédito se unem para o ‘Dia C’ O Sicoob Crediprata e o Sicoob Lagoacred Gerais realizaram vá- rias ações para o Dia de Cooperar PÁG 10 Téo assume pasta de Administração e Governo na Prefeitura AntônioJuarezdeCastroseafastoudocargopormotivosde saúde, mas permanece como assessor. PÁG 12
  2. 2. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brEDITORIAL2 Caros leitores, BEATRIZ VASCONCELOS beatriz@jornalcidademg.com.br Rua Bom Despacho, 56 grafica-lider@oi.com.br A gráficado Edinho Desde 1996 Adesivos Brindes Blocos Cartões Calendários Convites Caixas Carimbos Capa dura Folhinhas Guardanapos Ímãs Panfletos Sacolas MENOR PREÇO, QUALIDADE E ENTREGA RÁPIDA Na última edição do Jornal Cidade, (nr. 120 de28/06/18)incorreuerrona redação da matéria com o tí- tulo Imposto de Renda Soli- dário,publicadanapágina8. Para correção, a contadora ElianadeJesusfezsuasconsi- derações em relação aos três últimos parágrafos daque- la matéria então divulgada, conforme a seguir: Deacordocomacontado- ra, todas as pessoas físicas e jurídicas podem fazer as do- ações nas áreas sociais. “Po- rém,osincentivosfiscaissão permitidosàspessoasfísicas que optarem pelo modelo completo da Declaração e as empresastributadaspeloLu- croReal.Apessoafísicapode- rá doar até o limite de 6% do impostoapurado.Parafacili- tarocálculodequantopode- rá doar, existem aplicativos e sites que permitem simu- lação,umdeleséI.Rdobem. As doações podem ser feitas atéoúltimodiadedezembro do ano calendário da Decla- ração. Outra opção é fazer a doação por meio do próprio programa gerador da decla- ração,olimitedededuçãodo imposto devido é de 3%. De ambas as formas a doação é descontadadomontanteque seria pago à Receita”, expli- cou. Elianaaindacomplemen- tou sobre a doação feita por pessoajurídica:“Apessoaju- rídica tributada pelo Lucro Real trimestral ou anual po- derãodeduzirdoimpostode- vido no trimestre ou no mês e no ano as doações efetua- das aos Fundos dos Direitos daCriançaedoAdolescente, nacional, distrital, estaduais oumunicipais,devidamente comprovadas. A dedução li- mitadaa1%doimpostodevi- doemcadaperíododeapura- çãoseráconsideradaisolada- mente,nãosesubmetendoa limite em conjunto com ou- tras deduções do imposto”. Observados os limites e prazos fixados na legislação vigente, a empresa tributa- da pelo lucro real poderá de- duzirosseguintesincentivos fiscais:ProgramadeAlimen- tação do Trabalhador (PAT); Operações de caráter cultu- ral e artístico; Produção de obras e projetos audiovisu- ais; Aquisição de quotas do Funcines; Projetos despor- tivos e paradesportivos; Va- lor da remuneração da pror- rogação da licença materni- dade;FundosNacional,Esta- duais ou Municipais do Ido- so; Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológi- ca (Pronon); e Programa Na- cionaldeApoioàAtençãoda Saúde da Pessoa com Defici- ência (Pronas/PCD). Eliana de Jesus de Araújo Oliveira é contadora com registro CRC/MG 72.154 – Escritório no Lagoa Shop- ping,sala109–tel.9-8839- 1506 – eliana.ativarsc@ gmail.com Imposto de Renda Solidário Errata DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br A contadora Eliana de Jesus explica: Nasemanapassadamanifesteinoedi- torial,emparte,sobreagravesituação da dívida do Estado para com os mu- nicípios mineiros, e pairou uma gran- de dúvida em relação aos repasses pa- ra Lagoa da Prata. As informações não oficiaisdavamcontadequeaadminis- traçãomunicipalestavaemplenocon- trole da situação. Entretanto, uma en- trevistapedidapelareportagemdoJor- nal Cidade com o secretário de Saúde, Geraldo de Almeida, e a secretária de Fazenda, Nívia Melo (matéria na pági- na13),mostraqueasituaçãonãoétão tranquilaassim.Níviadizqueomuni- cípioestáconseguindocontrolarosdé- ficits com recursos próprios do muni- cípioparaquemuitosdosserviçospú- blicosnãoparem.Comosabemosque as coisas não podem caminhar assim por tanto tempo, é bom mesmo ficar- mos em alerta. O secretário de Saúde manifesta bastante preocupação com o número negativo nos repasses: Mais de 7,6 mi- lhõesdereaisfaltosossomentenaSaú- de. Para aumentar ainda mais o aler- ta, é importante lembrar, como o Ge- raldo mesmo ponderou, que grande parte dos serviços da saúde é feita em sistemaderede,integradocomoutros municípios.Comoogovernotambém deve para a maioria deles, muitos pa- cientes que dependem desses trata- mentos intermunicipais ficam dupla- mente prejudicados. A máxima agora é o bom e velho conselho dos hábitos saudáveis, e que o melhor é prevenir para não precisar remediar. Paz e bem a todos!
  3. 3. 12.07.2018 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COOPERATIVISMO 3
  4. 4. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brPERFIL4 Se você já abriu alguma re- desocialedeudecaracom oMárcioBentofalando,vocêsa- be que não dá para ignorar es- te jovem empresário assim tão fácil. Desde que fundou a Pa- trimonium Contabilidade em 2011,Márciosetornouumsím- bolo de crescimento e força. Juntamente com sua equi- pe,emseteanos,fezaPatrimo- nium sair de um escritório que começou em seu apartamento paratornar-seasegundamaior contabilidade de Minas Gerais e ganhar influência a ponto de auxiliar o Governo do Estado em operações de compras im- portantes. Elevemdeorigenshumildes; nasceunodistritodeEsteiosem Luz-MG, casou-se logo cedo e trabalhoumuito.Foiaçouguei- ro,office-boyepassouporgran- desempresascomoaEmbarée o Grupo Lagoa (LM), nesta últi- ma como diretor contábil. É um empresário com visão estratégica de negócio. Os ami- gos mais próximos dizem que ele se parece com o Rei Midas, da mitologia grega, conhecido por transformar em ouro tudo que toca. Se já não fosse o bastante, além de anunciar a construção da nova sede da Patrimonium (um complexo operacional de 7 andares projetado pelo reno- mado arquiteto Gustavo Pen- na),Márciotornou-seemsócioe diretorgeraldasegundamaior empresa do Brasil de cosméti- cosemarketingmultinível,ai9 Life. A i9 é uma gigante. Além do Brasil, possui operações no Pe- ru,Colômbia,EstadosUnidose se prepara para atuar em mais 17 países. Desde que assumiu a dire- ção da i9 Life, Márcio Bento trouxe para Lagoa da Prata di- versas operações da empresa. Anunciou um novo parque in- dustrial, um novo centro de lo- gísticaeumnovocentrodedis- tribuição,gerandomaisde300 empregos diretos. Segundo ele, o crescimen- to incentiva “Nada me satisfaz mais do que ver as coisas acon- tecerem.Saberqueháseteanos aPatrimoniumnãoexistiaeho- je é o que é, me dá muito orgu- lhoememotivaatrabalharain- da mais. É a mesma coisa com ai9Life.Ashistóriassãopareci- das. Estar à frente de duas em- presastãojovensebemsucedi- dassómedámaisgásdecorrer atrás e ir pra cima.” Márcio, que tem como prin- cípionuncaparardeinovar,se- gue crescendo, sem dar sinais de que vai parar tão cedo. Empresário Márcio Duarte Bento ARQUIVO PESSOAL
  5. 5. 12.07.2018 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg PERFIL 5
  6. 6. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO6 Polícia Militar abre edital de concurso DIVULGAÇÃO A Polícia Militar de di- vulgou edital para ins- crições do concurso públi- co para formação de solda- dos. Serão oferecidas 60 va- gas, 54 para homens e 6 pa- ra mulheres, para o 7º Bata- lhão de Bom Despacho, que atende Lagoa da Prata, Moe- ma, Santo Antônio do Mon- te, Japaraíba e região. Para os demais batalhões, serão ofertadas 1.500 vagas. A pro- va acontecerá em setembro, eadatadeiníciodocursopa- ra os aprovados está progra- madaparafevereirode2019. O candidato deverá ter curso superior, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, ter entre 18 e 30 anos, dentre outros requisi- tos dispostos no edital. As inscrições deverão ser feitas até 30 de junho via internet, através do si- te: www.policiamilitar.mg. gov.br/crs, e o valor da ta- xa é de R$122,95, que de- verá ser quitado até o dia 31 de julho. O concurso consistirá em duas fases, sendo a pri- meiraumaprovaobjetivade conhecimentos e a segunda contendo avaliações psico- lógicas, avaliação física mi- litar,examesdesaúde(preli- minares e complementares) e exame toxicológico. RHAIANE CARVALHO Das 1.560 vagas, 60 são para o Batalhão de Bom Despacho Prova do concurso já tem data marcada A Prefeitura de Lagoa da Prata modificou o edital do certame, conforme as recomendações do Tribunal de Contas DIVULGAÇÃO DepoisqueoMinistérioPúbli- co (MP) pediu a alteração no númerodevagasdecadastroreser- va do concurso público 01/2018, re- alizado pela Prefeitura de Lagoa da Prata, a administração tomou as providências e a alteração do edi- tal já foi feita. Já se sabe, inclusive, adatadaprova,masasinformações nãoforampassadasporqueoedital ainda não havia sido publicado até o fechamento desta edição. Contu- do,ébemprovávelqueoexamese- rá mesmo no início de setembro, e também, por conta da alteração, candidatos inscritos que não con- cordarem com as mudanças pode- rão solicitar reembolso da taxa. O editalderetificaçãoestáparaserdi- vulgado nestes próximos dias, por- tanto, o candidato deve ficar aten- to às novas postagens no endereço www.gestaoconcurso.com.br,ou www.lagoadaprata.mg.gov.br , ou ainda no hall de entrada da Pre- feitura. Em coletiva realizada no dia 3, membros da procuradoria explica- ram toda a situação envolvendo o MP, as mudanças no edital e a pre- feitura.Oprefeito,PauloCésarTeo- doro(PDT),tambémsepronunciou sobre o assunto. De acordo com a promotoria, houve um atraso pelo TribunaldeContasnadevoluçãodo projetodoconcurso.Aprefeiturate- ria enviado o relatório no dia 2 de abrilesóteriarecebidonovamente parafazerasalteraçõesnodia16de junho, mas as inscrições já haviam sido encerradas no dia 7. Ainda conforme explica, a cor- reçãodasrecomendaçõesfeitaspe- lotribunaldecontasestavamacar- godomunicípio,queaceitouepro- videnciou as mudanças. A promotoria explicou que, existia uma liminar para a suspen- são do edital, mas que a denúncia ainda não tinha sido acatada pelo juiz Islon César Damasceno. Entre- tanto, se tivesse acontecido o adia- mento da prova, isso poderia acar- retarprejuízosparaoserviçopúbli- co. “É o que nós passamos para o assessor do juiz, e que vamos colo- carnasnossasmanifestaçõesescri- tas. O concurso foi feito com previ- são de cargos de reserva e com va- gas disponíveis. Foram feitas análi- sespréviaspelosecretáriodeadmi- nistração,atéentãoJuarez,dequais oscargosprecisariamdenomeação imediata, quais precisariam aguar- dar, e o porquê de aguardar. Quan- do fizemos a análise, o município havia sido notificado com a folha de pagamento, o limite de gastos, porissoalgunscargosforamdispo- nibilizados e outros ficaram como cadastrodereserva”,esclareceaser- vidora. Opromotor,LuísAugustoPena, acreditaquehouveimprobidadead- ministrativapeloprefeitoPauloTe- odoroepeloex-secretáriodeAdmi- nistração e Governo Juarez de Cas- tro durante a elaboração do certa- me.Adenúnciafeitapelaautorida- de ressalta que o número de vagas paracadastroreserva(45)estámui- toelevadoconsiderandoonúmero devagasparaprovimentoimediato (24).Paraopromotor,seriaumafor- ma de gerar falsa expectativa e ar- recadar mais recursos com as ins- crições:“Essasmesmascircunstân- ciasindicam,ainda,teremagidoem DESVIODEFINALIDADEosrequeri- dos Paulo César Teodoro e Antônio Juarez de Castro, quando da elabo- ração do Edital 01/2018, porquanto sevaleramdenúmeroexageradode empregos públicos voltados à for- maçãodecadastrodereservacomo artifíciocatalisadordecandidatosa se inscreverem no Concurso Públi- co, aumentando, com isso, a FOR- ÇA ARRECADATÓRIA ESPÚRIA DO CERTAME, violando, por isso mes- mo,osprincípiosdaTRANSPARÊN- CIA, da PUBLICIDADE, da BOA FÉ e da segurança jurídica, todos regen- tes da atuação administrativa”, diz o documento. Notas Rápidas Entre os dias 14 e 30 de julho os alunos da rede municipal de Lagoa da Prata estarão de férias. O comunicado foi feito através da assessoria de comunicação da pre- feitura. LagoadaPrataestáentreasci- dades do Centro Oeste Minei- ro que tiveram redução em núme- ros de casos de dengue. Segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde(SES),areduçãofoide680pa- ra 597, entre os dias 25 de junho a 3 de julho deste ano. A primeira morte de 2018 no Centro-Oeste de Minas por complicações do vírus da gripe foi notificada em Santo Antônio do Monte. O paciente, que não teve o sexo e a idade informados, não re- sistiuàSíndromeRespiratóriaAgu- da Grave (SRAG) causada por In- fluenza A (H1N1). LagoadaPratasedestacouem umestudorealizadopeloIns- tituto Firjan de Desenvolvimento Municipal(IFDM).Apesquisaacom- panha anualmente o desenvolvi- mento socioeconômico dos muni- cípios.Acidadefoiamelhoravalia- da da região, alcançando a 5ª posi- ção no ranking no estado. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
  7. 7. 12.07.2018 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg Moto Sunset cumpre o prometido e leva mais de 10 mil pessoas para a Praça de Eventos A Praça de Eventos foi palco no último fim de semana da 6ºediçãodoMotoSunset.Quemes- teve no local pôde curtir boa mú- sica, comida e se divertir de graça com o evento promovido pelo Mo- toclubeRodasdePrataemparceria com a Prefeitura de Lagoa da Pra- ta. Com dois dias inteiros dedica- dos aos amantes do motociclismo e bom rock, o público estimado de 10 mil pessoas, segundo os organi- zadores, teve a oportunidade de apreciar uma grade de shows ex- tensa, sempre valorizando a cultu- ra regional. O palco principal rece- beuasbandasStallions,SeuMadru- ga – AC/DC Cover, Tupibikini’s, Ca- balTribaleBandaVHS.Houvetam- bém atrações no palco alternativo, comCarolShineidereBell,Hango- ver, Seek Whiskey e Green Grass. CLÁSSICOS DO ROCK Produtora cultural, Carol Shinei- der,quejáfoiatraçãodoMotoSun- setemoutrasedições,esteanoveio com um projeto diferente. Quem conhece o som da banda “Bicho Mecânico de Asas” se surpreendeu com o projeto “Carol Shineider e Bell”, que trouxe ao público relei- turas de músicas nacionais e inter- nacionais. “Foi bem interessante, devido ao formato do show que se baseia em violão, guitarra e bate- ria. Fizemos metade da apresenta- çãoacústicaeaoutrametadeelétri- ca, o que casou bem com o horário da nossa apresentação, que foi du- ranteoalmoço”,revelouacantora. Para Carol, a festa é, sem dúvi- da,umdosmaioreseventosdacida- de por possuir dois palcos e trazer um repertório com espaço para as vertentesdorock.“Possuímosmui- tasbandas,edesdeoprimeiroMoto Sunset,aomenosumaouduasban- das locais estavam no line, seja no palco principal ou alternativo. Só acredito que há muito espaço para as bandas covers e pouco para ban- das autorais”, finalizou. NOVAS AMIZADES AmotociclistaRenataMenezesnão perde uma edição da festa. Hoje vi- ce-presidente do Motoclube Rota da Fênix, em Belo Horizonte, ela não esconde o carinho que tem pe- lo evento. “Gostei muito do evento deste ano. Tirando o frio (risos), co- mosempre,estavamuitobemorga- nizado. Todas as bandas foram óti- mas.Acompanhodesdeoprimeiro Moto Sunset, e está sendo um dos melhoreseventosabertosdeMinas Gerais”, revela, e diz que é através deeventoscomoestequeelaconhe- ce histórias e amigos que leva para a vida toda. “Conheci pessoas que hoje fazem parte da minha vida. Mais que amigos, irmãos mesmo! E sempre é uma troca de experiên- cias, sempre aprendo nos eventos. Ouvimosmuitashistóriasdemoto- ciclistas mais antigos, até os mais novos, que estão entrando para o meio agora”, festeja. GANHOS PARA A ECONOMIA Quem caminhou pela Praia Muni- cipal encontrou uma bela exposi- çãodecarrosantigos,feitapeloClu- bedoAntigomobilismodeLagoada Prata. Na Praça de Eventos, exposi- tores com vendas de peças, vestuá- rioeacessórios,eapraçadealimen- tação movimentaram a economia da cidade. Além disso, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) informou que houve um aumento considerável no turismo da cidade durante os dias do even- to. Empresários do ramo de hote- laria confirmaram que as reservas foram quase 100% esgotadas pelos motociclistas.Osrestaurantestam- bémsesurpreenderamcomasven- das,notandoumaumentode200a 300%, se comparado com finais de semana normais. Com o grande fluxo de motoci- cletas e carros de visitantes, os pos- tos de combustíveis também sen- tiram a alteração nas vendas. A co- merciante Drieylhe Tanara tam- bém comemorou os resultados. Ela e o marido que são donos de um bar, conseguiram um bom lu- crocomatendaquemontaramem frente ao terminal turístico: “Tive- mos bons resultados. O Moto Sun- set é um atrativo muito importan- te para Lagoa da Prata. Sempre ge- rando renda. Tem uma excelente organização e segurança. No ano que vem, com certeza estaremos aqui novamente”, pontuou. PUBLIEDITORIAL O evento movimentou a cultura e o comércio de Lagoa da Prata Carol Shineider, produtora musical Drieylhe Tanara, empresária FOTOS: PATRÍCIO GONTIJO O Sexto Encontro Nacional de Motociclistas contou com a presença de diversas bandas da região, tocando sucessos do rock nacional e internacional para o público COTIDIANO 7
  8. 8. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.br8 EMPREENDEDORISMO Está chegando a Lagoa da Pra- ta uma das maiores empresas brasileiras do segmento de cosmé- ticos,vendasdiretasemarketingde relacionamento, conhecido popu- larmentecomomarketingmultiní- vel.Ai9Lifejáestágerandooportu- nidadederendaadezenasdepesso- as e a possibilidade de fazerem car- reiranessaindústriaemudaremsu- as vidas através de um Plano de Ne- gócio transparente, justo, sem pe- gadinha, sem letrinha miúda, que premia os distribuidores da i9 Life com valores em dinheiro, viagens internacionais e carros zero quilô- metros, 100% quitados. ComsedeemSorocaba(SP),ai9 Lifeébrasileira,temfiliaisespalha- das por todo o Brasil com mais de 350mildistribuidores,epossuiuma atuação global que abrange países como o Peru, Colômbia e Estados Unidos. A empresa está investindo fortementeemMinasGerais,ehoje osempresáriosMárcioBento(Patri- moniumContabilidade),juntamen- te com João Henrique Silva Bessa e Ozamar Túlio dos Santos (Fashion Cosméticos), estão trazendo para a população lagopratense e das de- mais cidades vizinhas uma oportu- nidadederendaatravésdarevenda de produtos que pode impulsionar o desenvolvimento econômico da região. AindústriaFashionCosméticos ampliou a sua fábrica, que está lo- calizadaemMartinsGuimarãesnu- ma uma área de 25 mil metros qua- drados verticalizados e, em parce- ria com Márcio Bento, montou um CentroLogístico,próximoàzonain- dustrialdeLagoadaPrata,paraaten- der às demandas do novo negócio. Ao todo, foram investidos cerca de 15 milhões de reais, um capital que promete aumentar também toda a circulação de produtos que sairão daqui da nossa cidade para serem consumidos até mesmo em outros países. A i9 Life é a primeira empresa brasileira de venda direta e mar- keting de relacionamento que con- seguiu autorização para trabalhar nosEstadosUnidoscomosmesmos produtos e plano de negócio ofere- cidos no Brasil. Márcio Bento, dire- torgeraldai9Life,dizqueaempre- sa está crescendo muito rápido em LagoadaPrata,proporcionandofon- te de renda para diversas famílias: “Aqui em Lagoa da Prata a rede foi abertaháquatromesesehojetemos omaiorvolumedeconcentraçãode distribuidores da região. Daqui vão crescer lideranças que irão abaste- ceraregiãocomoumtodo”,afirma. A empresa trabalha na área de nutrição, bem-estar, maquiagem, perfumariacomessênciasimporta- dasdaFrança,eumalinhadeprodu- tos de extrema qualidade para tra- tamentocapilar,tendocomocarro- -chefeoIntenseLiss,umxampude- senvolvidoefabricadoemLagoada Prata,sendooúniconoBrasilpaten- teado com comprovação que alisa semformol.Aempresaéumagigan- tebrasileiradevendasdiretas,assim como a Natura, Boticário e Jequiti, ou seja, o produto sai da fábrica e vaidiretoparaoconsumidor.Além de se tornar um empreendedor, o consultor que se filia à i9 Life pas- saaseguirumplanodecarreira,de forma que suas vendas sejam cada vezmaisbonificadas,eosestímulos maiseficazesparagerarprosperida- de financeira. A i9 Life é afiliada à Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), que existe desde 1980, e fiscaliza e organiza todos os cronogramas e processos de todas as empresas desse segmento. O sis- temadevendasdai9Lifeéseguroe está de acordo com as diretrizes da legislaçãodoBrasil,Colômbia,Peru e Estados Unidos. •ImprintBlack: Fragrância Woody Oriental Notas olfativas: Mandarina verde,bergamota,tagete,nozmoscada,jasmim,muguet, tonka,sândalo,carameloeâmbar •IntenseLiss: Desenvolvida para quem deseja um liso perfeito, a linha IntenseLissécompostaporshampooantirresíduos,sham- poo liso absoluto e creme selante termoativado para ga- rantirumcabelolivreresíduosebrilhosos. •NutritionalShakeMix: Saborosos e com nutrientes balanceados, esse substituto parcialderefeiçõeséumaliadodequemquerperder,man- terouganharpesodeformasaudável.Umsuplementoali- mentarcomaltoteordeproteínasebaixoteordesódioes- pecialmenteformuladoparamelhorarasuanutrição •Maquiagem: Comumalinhavastaecompletademaquiagem,ospro- dutossãodeextremaqualidadeedurabilidade.Noca- tálogo da i9 Life você encontra batons bala e batons lí- quidosdeefeitocremosoelíquido,delineadores,som- bras, bronzeadores, iluminadores, blush, pó compac- to,basesdealtacobertura,corretivos,primer, másca- rasdecíliosparadiversosefeitos,lençosdelimpezafa- cial,dentreoutrosprodutos. •Hidratantesfemininosemasculinos: Alinhadehidratantesofereceumperfumeduaradou- roeproporcionaumapeleaveludada,todosatravésde fragrânciasimportadasdaFrança. CONHEÇA ALGUNS DOS PRODUTOS DA i9 LIFE: PUBLIEDITORIAL A Fashion Cosméticos (Martins Guimarães) ampliou sua fábrica e, em parceria com Márcio Bento, da Patrimonium Contabilidade, instalou em Lagoa da Prata um centro logístico para atender a demanda da i9 Life Fábrica da i9 Life está localizada em Martins Guimarães Diretor Geral Márcio Bento e Renato Mattos, Presidente da i9 Life. Centro Logístico está localizado no trevo secundário de Lagoa da Prata i9 Life chega a Lagoa da Prata e oferece oportunidade de trabalho e renda para a população FOTOS: ARQUIVO I9 LIFE
  9. 9. 12.07.2018 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg EMPREENDEDORISMO 9 Os consultores da i9 Life ago- ra podem fazer a retirada dos seus pedidos diretamente na Loja Conceito que foi inaugurada em Lagoa da Prata no último dia 5. O local já está atendendo pron- tamente a demanda com todos os itens do catálogo de vendas e foi criado para dar mais comodida- de aos vendedores, rapidez na en- trega dos produtos aos clientes, e, claro, economia de transporte. Além disso, a loja possui uma sa- la equipada com multimídia pa- ra que os representantes i9 pos- sam utilizar em reuniões diversas e treinamentos. A estrutura mon- tada em Lagoa da Prata é uma das maiores e mais planejadas do Bra- sil dentro do sistema i9 Life. Os empresários Rogério Bor- ges e Francisco Emílio Lopes, só- cios-proprietários da Indústria de Ração Bioquima, são os empre- sários que estão à frente da Lo- ja Conceito. Durante a inaugura- ção, Francisco falou que a loja irá facilitar e dinamizar todo o tra- balho dos vendedores: “O objeti- vo é atender os consultores da re- de i9 Life em Lagoa da Prata e re- gião, distribuindo os produtos co- mercializados pela empresa. An- tes era preciso que eles fizessem suas retiradas no centro de dis- tribuição mais próximo, em Belo Horizonte, ou solicitassem a en- trega via Correios, diretamente da central da empresa em Soro- caba. Mas agora poderão retirar seus produtos aqui mesmo na ci- dade, tudo muito facilitado, sem demora, até porque existe um centro logístico da i9 também dentro de Lagoa da Prata”, expli- cou Francisco. Para Rogério, todo o investi- mento que a i9 Life está fazendo na cidade e região significa que a economia já começa a alavancar em Lagoa da Prata: “Esta é uma oportunidade de negócio, é in- teressante, moderno e uma no- va forma de trabalhar. Estamos investindo porque sabemos que a i9 Life irá revolucionar o mer- cado e trazer renda para as pes- soas”, diz. Em relação ao período difícil que as pessoas atravessam com a economia brasileira, o em- presário se diz otimista: A melhor alternativa para solucionar pro- blema financeiro é o trabalho. Eu não acredito em crise, eu acredito em trabalho, e é esta a proposta que a i9 vem trazer: mais oportu- nidades e geração de empregos”. O empresário Márcio Bento, que é uma referência no Brasil no setor contábil, se tornou um dos sócios e hoje é o Diretor Geral da i9 Life. Ele conta que o número de vendas em Lagoa da Prata é cres- cente e diz que a maior prova dis- so é a confiança dos demais par- ceiros investidores da nova em- presa e agora Loja Conceito. “A Fashion Cosméticos adaptou sua fábrica para atender a i9 com os produtos de alta qualidade, uma aposta muito positiva”, diz, e ava- lia os impactos dos investimentos para a cidade: “Tributariamente falando, estamos trazendo o fa- turamento da segunda maior em- presa de cosméticos do país pa- ra Lagoa da Prata, e isso vai favo- recer muito o desenvolvimento econômico da cidade. São cerca de 300 postos de trabalho a mais com mão de obra direta, que vie- ram com o centro Logístico insta- lado aqui, e a Fashion cosméticos que dobrou a capacidade de pro- dução e colocou mais 200 funcio- nários lá. Somando esses núme- ros ao dos consultores que estão fazendo as vendas de forma inde- pendente e adquirindo suas ren- das, são muitas famílias sendo be- neficiadas”, comemora. O diretor de relações interna- cionais da i9 Life, Márcio Stalschi- midit, participou da inauguração da Loja Conceito, junto com o pa- lestrante Derivane Alves, gradu- ado no nível ‘Red Diamond’ da empresa. De acordo com Stalschi- midit, dentro de três meses a i9, que já atua também nos países Colômbia, Peru, Estados Unidos, irá expandir sua operação para mais 17 países, inclusive na Euro- pa. Ele disse que existe um gran- de diferencial no foco da empre- sa: “Nosso foco é diferente por- que ele está nas pessoas. Esta é uma empresa humana, que tem a sua missão na mudança de vida das pessoas”, afirma. Derivane Alves (Red Diamond da i9 Life), Márcio Bento (Diretor Geral), Francisco Emílio Lopes (Sócio da Loja Conceito) e João Henrique Bessas (Sócio da i9 Life e Fashion Cosméticos). O plano de negócios da i9 Life já está mudando a realidade de muitas pessoas em Lagoa da Prata e região. Conheça essa oportunidade através de algum distribuidor autorizado. A Loja Conceito está localizada na Rua Modesto Gomes, 650, no centro de Lagoa da Prata e já conta com todos os produtos do catálogo da i9 Life. Loja Conceito da i9 Life em LP é referência no país
  10. 10. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO10 Cooperativas de crédito se unem para o ‘Dia C’ O Sicoob Crediprata e o Sicoob Lagoacred Gerais reaizaram várias ações para o Dia de Cooperar LINDOMAR FOTÓGRAFOLINDOMAR FOTÓGRAFO FOTOS: BEATRIZ VASCONCELOS O Dia de Cooperar, uma ini- ciativa das cooperativas Si- coob Crediprata e Sicoob Lagoa- cred Gerais, teve sua 4ª edição en- cerradanoúltimodia30,comuma palestra do Tio Flávio, retrospecti- vadasaçõesehomenagensàsesco- lasparticipantes.Oencontroacon- teceunoCentrodeEventosSãoCar- los Borromeu, e contou com a pre- sença de dezenas de pessoas. Anualmente,o“DiaC”écome- moradocomaçõesqueacontecem em duas fases: a primeira, envol- vendo as escolas, que organizam ações voltadas para a realidade lo- cal, e a segunda fase em que os co- laboradores das duas cooperativas realizamumaaçãoparacontribuir com a cidade. Então, as cooperati- vas, em parceria com a secretaria deEducaçãodeLagoadaPrata,pro- moveram junto às escolas munici- pais,estaduaiseparticularesdiver- sas ações sobre a conscientização ambiental. Também foi revitaliza- danodia23dejunhoaPraçaAristó- telesLuizdeOliveiraconhecidaco- mo“PraçadoNovidade”,comapoio da Secretaria do Meio Ambiente e da Polícia Ambiental. Segundo o palestrante, a atitu- de é o que nos move a fazer a dife- rença, e o empreendedorismo é a mudança de mentalidade. “Quan- do falamos em cooperar, o próprio prefixo já está dizendo que não dá parafazersozinho.Temosqueunir forças para conseguir fazer as coi- sas acontecerem. Estamos falando de cooperativas que se unem para esseevento,edepessoasquesede- dicaramparafazerumacidademe- lhor,transformandoarealidadeda educação e da sociedade. Esse é o conceito, por isso falamos de coo- perativismocidadão,quefazapes- soaserprotagonistanumacidade”. Antônio Claret, diretor do Si- coob Crediprata, disse que a efeti- vação do projeto é uma satisfação para a cooperativa: “O Dia de Coo- perar é um registro de ações que a gente faz no dia a dia. Essa é uma celebração de um conteúdo de ati- tudes, uma questão de dissemi- narmos o cooperativismo através das escolas, que se encaixam mui- to bem dentro do nosso princípio. Enquantocooperativas,alémdeso- luçõesfinanceiraseoferecerprodu- tos, nós trabalhamos com o desen- volvimento social, o que, com cer- teza é o maior legado”, afirma. Para o coordenador de proje- tosdoSicoobLagoacred,PhilipRu- bens, ter duas cooperativas unidas juntamentecomasociedadeecom asescolasparapromoverumaação dessamagnitudeéumaexceção.“O DiaCécomemoradoemtodoopa- ís,masessauniãodasduascoopera- tivas faz com que esse movimento cresça em importância. Enquanto cooperativa, que celebramos esses momentos e levantamos essa ban- deirajuntoàcomunidadenasações que a gente desenvolve é com toda verdade e sinceridade do mundo, que não achamos que fazemos de- ve ser exaltado e aplaudido, enxer- gamosissocomoanossaobrigação e quando a gente encontra pesso- as que compartilham das mesmas ideiastemosummovimentomuito maisforte,poisaíocooperativismo não fica só no discurso e vai para a prática, e assim traz resultados”. De acordo com Aline Oliveira Duarte, coordenadora pedagógica representando a Secretaria muni- cipal de Educação, o resultado da parceriaentreascooperativascom as escolas da cidade é um sucesso. “A união entre as cooperativas, e a ideia de trazer para as professoras quesãoformadorasdeopiniãoessa mensagem de que pequenas atitu- des movem o mundo, funciona co- momultiplicadordessemaravilho- soevento.Esteano,especialmente com o tema “Combate à dengue”, representouaçõesconcretas,como passeata, panfletagem, trabalhos em sala de aula e pesquisas. A par- tir do trabalho nas escolas o tema pôde ser multiplicado, a consciên- cia de cidadão sendo formada des- de criança”. Edmilson Lage, da Polícia de Meio Ambiente, ressaltou o Pro- grama de Educação Ambiental (Progea) realizado pela Polícia Mi- litardeMeioAmbientecomoapoio dascooperativas,eoutrasempresas do município, bem como a secre- taria de Meio Ambiente. “O princi- palobjetivoéconscientizaracrian- ça a preservar o meio ambiente. O adultojátemaconscientizaçãofor- mada,masinsisteemcausardanos ambientais. Se a gente pega uma criança, que está na idade escolar, no futuro ela vai lembrar-se dessas atitudes,preparando-seassimpara a sustentabilidade e o que está na legislação”. RHAIANE CARVALHO Antônio Claret e Nilsa Rezende do Sicoob Crediprata, e Philip Rubens do Sicoob Lagoacred Gerais fazem a troca de troféus O palestrante Tio Flávio falou para o público presente sobre a impor- tância de se ter atitude para alcançar propósitos.
  11. 11. 12.07.2018 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 11
  12. 12. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO12 Desvio de função de estagiários nas escolas municipais é investigado pelo Ministério Público em Lagoa da Prata Téo assume pasta de Administração e Governo na Prefeitura Denúncia foi encaminhada ao promotor em 2015, e os réus no processo negam acusações Antônio Juarez de Castro se afastou do cargo por motivos de saúde, mas permanece como assessor IMAGEM ILUSTRATIVA ASCOM/PREFEITURA DE LAGOA DA PRATA OMinistérioPúblicodeMinas Gerais(MPMG)abriuumaação civilpúblicaparainvestigaratosde improbidadeadministrativanogo- verno de Lagoa da Prata. O prefei- to Paulo César Teodoro (PDT) e a se- cretária de Educação, Paulene Már- ciaAndradeeSilva,sãoréusnopro- cesso. ConformeodocumentodoMP, em 22 de outubro de 2015 foi ins- tauradouminquéritovisandoàapu- ração de irregularidades nas ativi- dades de estágio desenvolvidas nas escolas municipais. Uma denúncia anônimaapresentadaaopromotor, LuísAugustoRezendePena,revelou que os estudantes dos cursos de pe- dagogiaestavamrealizandoativida- desquenãoeramcondizentescom a função, e exercendo o papel de profissionais já formados. Duranteasinvestigações,foire- colhidadeclaraçãodeumatestemu- nha que foi até o MP noticiar a au- sência de professor apoio para a fi- lha,queéportadoradeautism,evi- nha sendo acompanhada por uma A Prefeitura Municipal de La- goa da Prata anunciou na se- mana passada o novo secretário de administração do governo. A mu- dança ocorreu após o até então se- cretárioAntônioJuarezdeCastrose afastardafunçãoporproblemasna saúde.JoséTeodoro,comamplaex- periênciapolíticaeadministrativa, assume o cargo com o objetivo de auxiliaroprefeitoeovicenagestão da cidade. A apresentação ocorreu durante uma coletiva de imprensa realizada na sede da prefeitura. Lá, ele falou sobre o modelo de admi- nistração adotado pelo município e o convite do prefeito para assu- mir a pasta. No currículo, o novo secretário soma experiências, entre elas, a de vice-prefeito em 1993 e candidato nas eleições de 1996. José também já foi funcionário da Embaré, e es- teve nos últimos anos atuando no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além disso, é pe- ça importante na fundação do Par- tidodosTrabalhadores(PT).Segun- doTéo,comoéconhecido,Lagoada Pratasedestacaemdiversossetores daadministraçãopública,entretan- to, não tem como deixar de fora o modelo progressista adotado, que trabalha para a melhoria constan- te do município. “Esta é uma cida- deempreendedoraeessaéumaca- racterística da administração, que tem muito a ver comigo”, disse. ESCOLHA Presentenacoletiva,oprefeitoPau- lo Teodoro, revelou que o convite foirápidoearespostadeJoséTeodo- ro também. “O Téo tem uma expe- riênciamuitogrande,éumtécnico políticoeumapessoaquejáenfren- tou as urnas. Tem todo esse equilí- brio que precisamos. Tem uma po- líticaprofissionaleemocionalmui- to grande. É a pessoa indicada para abrir as portas e o diálogo com to- da a sociedade”, expôs Paulinho, e acrescentou:“Eletemtodaessafer- ramentaeliberdadeparatrabalhar focadonodesenvolvimentodonos- so povo”. EX-SECRETÁRIO EXPLICA SAÍDA Em meio a polêmicas envolvendo oconcursopúblicoeainvestigação doMP,oatéentãosecretáriodeAd- ministração,JuarezCastroafirmou que sua exoneração não tem nada relacionadoaisso,ereafirmouque asaídadapastafoiumadecisãopes- soal. “Ausentei-me da secretaria, primeiramente, por motivos de saúde, isso é uma questão pessoal ejávinhaconversandocomprefei- to que eu precisava me afastar por este motivo. Agora, estou dando a oportunidade para o novo secretá- rio e espero que ele seja bem suce- dido”, garantiu. Paraele,suasaídaéumacoinci- dência com a atual situação vivida pelaapastaemrelaçãoaaçãomovi- da pelo Ministério Público e o adia- mento do concurso.“É um proces- so natural que ocorre e que pode- ria acontecer comigo ou com qual- queroutrapessoa.Esseéumfatoto- talmente diferente e não tem nada a ver com o caso”, revelou. Juarezentrounaprefeituracom cargo comissionado há 14 anos, no mandato do Divininho e permane- ce.Mesmonãoatuandomaiscomo secretáriodeAdministração,cargo que assumiu em 2017, o ex-secretá- rio continuará trabalhando na ad- ministração pública como asses- sor de governo, auxiliando tanto o novo secretário, quanto o prefei- to. “Vou auxiliar o secretário e cui- dardosconvêniosquejáestávamos trabalhandoatualmente.Pretendo continuar como assessor até o fim domandato,setudodercertoemi- nha saúde me ajudar”, finalizou. monitora que ainda estava cursan- do o magistério e não por um pro- fessorapoio.Asdeclaraçõesaponta- ramentãoumusoirregulardemão de obra de estudantes e estagiários pelaSecretariaMunicipaldeEduca- ção. PROVAS Aindaconformeoinquérito,acom- provação dos fatos envolvendo o desvio de função dos estagiários veio após o realto de estagiárias. “A declarante informa que estava atu- ando como monitora, no período vespertino, ficando sozinha em sa- ladeaulacom10a12crianças(...).A declarante informa que, no perío- doemquetrabalhoucomoestagia- ria,estavacursandoo4ºperíododo curso de pedagogia e que hoje es- táformada”,informaodocumento. O QUE DIZEM Procurada pela a reportagem do Jornal Cidade, a secretária de Edu- cação,PauleneMárciaAndradeeSil- va,confirmouquerecebeuumano- tificação do oficial de justiça e ne- gou que as escolas estejam usando estagiários com desvio de função. Ela revelou que, eventualmente e em caso de faltas de profissionais, queosestagiáriossãocolocadosem sala de aula, mas nunca sozinhos, semprecommonitoramentodeum profissional formado. A secretária disse ainda que du- assituaçõesdevemseravaliadasno caso:“Adenúnciafaladecolocares- tagiárioscomoosprofessoresdealu- nos com deficiência. Nós não colo- camos estagiários como professor de alunos com deficiência. Ele não é professor. Ele é uma pessoa que está em processo de formação. Co- locamos, sim, estagiários, mas um paracadaalunocomdeficiência,in- clusiveparaaquelesalunosquenão têmlaudofechado,aquelesqueain- da estão sendo avaliados por médi- co. A maioria desses alunos precisa de um auxiliar para se locomover, se alimentar, principalmente para sesocializar,oqueéonossogrande objetivo. Mas esse estagiário não é em nenhum momento professor”, afirmou. Já o segundo ponto colocado pela secretária, é com relação à in- formação de que os estagiários es- tariam atuando como professores em creches. Ela explica que a dinâ- micanaeducaçãoinfantilédiferen- te,poisnoturnodamanhãéfeitaa parte didática e à tarde eles atuam comocuidadoresdascrianças.“Isso ocorre de forma esporádica e even- tualmente, só em casos de emer- gência, porque eu não posso man- dar um aluno embora para a casa. Muitas das vezes acontece de faltar cinco ou mais, dentro de uma esco- la, e nesses casos temos que agir, a diretoravaiparasala,aespecialista, e se necessário até a secretária vai, porquevoltarparacasaoalunonão pode”, justificou. QUADRO Hojecom200professorese16moni- toresnaredemunicipal,Paulenediz que os estagiários são apenas auxi- liaresnaconduçãonoprocesso,ere- vela que o grande problema são fal- tas e licenças retiradas pelos profis- sionais. “Nós temos muitos proble- mascomfaltaseatestados,éumín- diceéaltíssimo,semcontrole”,desa- bafa.Paraasecretária,seaadminis- tração adotasse o regime jurídico, asfaltaselicençasdosprofissionais nãoseriamalgotãorotineiro.Traçar umplanodecarreira,comavaliação dedesempenhoiriaajudaracontro- lar os professores. “Apesar de pagar opiso,deoferecerótimascondições de trabalho, a gente não tem plano de carreira. Se tivéssemos podería- mos colocar avaliação de desempe- nho e avaliar desempenho dos pro- fissionais, gratificando o bom e pe- nalizandooruim.Aí,sim,teríamos uma melhora”, finalizou. Téo foi apresentado em meio as polêmicas envolvendo o concurso público Durantereuniãoordináriada Câmara Municipal de Lagoa daPratarealizadanodia2dejulho, avereadorJoanesBoscoapresentou um requerimento nº 93/2018, que tem como objetivo proibir os pro- prietários de cães das raças violen- tas de andarem sem focinheira em vias públicas devido a recentes ata- ques aos munícipes. Já existe uma lei municipal, mas não existe uma fiscalização. Na mesma reunião, o verea- dorAdrianoMoreiraapresen- tou o requerimento nº94/2018, pa- ra que seja enviado um ofício para o Executivo Municipal. O requeri- mentosolicitainformaçõessobreo andamentodoprocessoparaapavi- mentaçãoasfálticadaestradaqueli- gaaMG429aodistritoMartinsGui- marães.Segundoovereador,essejá é um pedido de anos dos morado- res da comunidade e de quem vi- sita o local, além de indústrias que precisam desta para o escoamento de produção. Notas Rápidas DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
  13. 13. 12.07.2018 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 13 Recuperandos da Apac terão novas turmas para curso de Padeiro Governo deve R$ 7,6 milhões para a Saúde de LP ARQUIVO APAC ARQUIVO Um dos trabalhos de- senvolvidos pelo Go- verno de Minas Gerais é a capacitação de seus deten- tos, para que quando termi- narem de cumprir suas pe- nas consigam uma coloca- ção no mercado de traba- lho. Pensando nisso, uma nova etapa se inicia, e uma parceria entre o Ministé- rio da Educação e Secreta- ria de Estado de Adminis- tração Prisional (SEAP), por meio da Diretoria de Ensino e Profissionalização de De- senvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensi- no Superior (Sedectes), con- seguiram 2.831 vagas em 26 cursos profissionalizantes do Pronatec. As aulas serão realizadas em 148 unidades prisionais do Estado que de- monstraram interesse nas Municípiosmineirosestãoen- frentando dificuldades para manter as contas em dia por causa de atrasos em repasses do Governo do Estado. A dívida total para com eles chega à assustadora cifra de R$ 6,8 bilhões, incluindo atrasos tam- bém na Saúde, Assistência Social, transporte escolar, multas de trân- sito, juros e correções de atrasos de ICMSeIPVAde2017,entreoutros. O impacto da dívida chegou a LagoadaPrata,mas,deacordocom a secretária municipal de Fazenda, Nívia Melo, foi feito um ajuste para que os trabalhos não fossem com- prometidos. “Nós temos um dife- rencial, estamos com todas as con- tas e pagamentos em dia, mas isso vem de uma estratégia nossa de vá- riosanosquecomeçamosnogover- no.Começamosatrabalharcomre- serva de recursos, planejamos para que todos os pagamentos de forne- cedores e de pessoalaconteçamem dia.Semprecolocamosnossosrecur- sosemaplicaçõesfinanceiras,ouse- ja, trabalhamossemprecomrecur- sosparasuprirquandooEstadodei- xadefazerospagamentos. Contudo,osecretárioGeraldode Almeida alerta para o desfalque na áreadaSaúde: “Hoje,sócomaSecre- tariaMunicipaldeSaúdeecompres- tadorasdeserviçosdesaúdedomu- nicípio,adívidadogovernodoesta- doultrapassaos7,6milhõesdereais, isso apurado até o mês de maio de 2018.Agora,esseimpactonãoésóna dívida,poisasaúdefuncionaemre- de.Então, alémdeserviçosquedei- xam de ser prestados dentro de La- goa da Prata, a falta de pagamento doEstadoaoutrosserviçosdesaúde de outros municípios, como os mu- nicípiosdereferênciadecirurgiaele- tivasedereferênciadeoutrosproce- dimentos, impactanonossoatendi- mento”. Como exemplo no comprome- timento do atendimento na saúde, Geraldo citou a queda no Centro de EspecialidadesMédicasdeSantoAn- tôniodoMonte,quegeraamploim- pacto em Lagoa da Prata: “O núme- ro de atendimentos lá foi reduzido em50%pornãoteremrecebidoore- curso do Governo do Estado, então, além dos 7 milhões e 600 reais que ficamos sem receber, os nossos pa- cientesqueeramatendidos láesão portadores de hipertensão e diabe- tes, principalmente, deixam de ter o agendamento feito em Santo An- tôniodoMonte”. O secretário ainda falou que as cirurgiaseletivasprogramadaspelo Estadoestãosuspensas.“Agentenão consegue marcar. Temos pacientes paracirurgiasdemédiae,principal- mente,altacomplexidade,queestão esperandohámaisdedoisanosdevi- dooEstadonãoestarfazendorepas- sesenãoterumprogramadecirur- giaseletivasefetivado.Começatam- bém a faltar medicamentos de alto custo,quetambémsãoderesponsa- bilidadedoEstado.OGovernojápa- gou algumas parcelas, mas tem coi- sa em atraso para a manutenção da farmácia. Nesse caso, o município colocarecursospróprios”. PAGAMENTO DOS SERVIDORES ESTADUAIS O Governador de Minas Gerais já anunciounaúltimasemanaquevai continuarparcelandoossaláriosdos servidoresestaduaisnestemês,mas aindanãodefiniuquandofaráospa- gamentos.Fatoquetemacontecido desdefevereirode2016.Comisso,o governo vem alegando instabilida- de no fluxo de caixa estadual e bai- xa arrecadação de impostos e recei- tas para justificar o parcelamento. Uma auditoria do Tribunal de Con- tas do Estado (TCE-MG) revelou que a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) deixou de re- passar em torno de R$1,5 Bilhão às escolas estaduais entre 2014 e 2016, o que hoje pode estar muito maior devidootempo. capacitações. Lagoa da Prata demons- trou interesse e é uma das cidades que irão receber os cursos. Ao Jornal Cida- de, a Seap informou que irá ofertar no segundo semes- tre deste ano o curso de Pa- deiro para recuperandos da Associação de Assistência ao Condenado (Apac). Será uma turma com 25 vagas, e as aulas estão previstas para começarem em setembro. RAFAEL CAMARGOS Serão25vagas,easaulasestãoprevistasparacomeçaremsetembro Geraldo de Almeida, secretário municipal de Saúde Notas Rápidas A Prefeitura de Japaraíba abriu edital para contratação de profissionaisparadiversosseto- res. Os interessados deverão fazer a inscrição pessoalmente ou me- diante procuração entre os dias 11 e20dejulho.Maisinformaçõesem www.jornalcidademg.com.br. Dois adolescentes de 17 anos foram apreendidos por sus- peita de cometer um crime em La- goa da Prata no domingo (8), no bairroChicoMiranda.Avítima,co- nhecidacomo“Coringa”,foiencon- trada morta com sangramentos na cabeçaenobraçoesquerdo.Foram pelo menos cinco tiros em várias partes do corpo. A Polícia Militar foi acionada no local e o caso será investigado pela Polícia Civil. A Polícia Militar segue procu- randodoiscriminososinvadi- ramumacasanocentrodeLagoada PrataeroubaramR$50milemche- quesnaúltimaquinta-feira(5).Aví- tima, de 58 anos, foi rendida, agre- dida e obrigada a abrir o cofre on- de estavam os cheques. O homem, quemorasozinho,dissequefoisur- preendidopelosladrõesquearrom- baramoportãoeentraramnacasa. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br
  14. 14. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO14 Biosev e trabalhadores assinam acordo coletivoDIVULGAÇÃO Depois de tantas dis- cussões entre Biosev e Sindicato de Classe sobre as mudanças nas contra- tações dos funcionários, a empresa e os trabalhadores firmaram nesta semana um acordo. Para entender o an- damento das negociações, a redação do Jornal Cidade te- ve acesso a uma entrevista cedida pelo presidente do Sindicato Rural dos Traba- lhadores de Lagoa da Prata, Nelso Rufino, na Rádio Ve- redas FM, no dia 29 do mês passado. Durante a entrevista, Nelso disse que os trabalha- dores estavam tendo per- das devido a uma mudan- ça feita pelo Governo Fe- deral, ocorrida em novem- bro do ano passado, e, por isso, a empresa havia feito cortes nos salários dos em- pregados, um valor que, se- gundo ele, beira 22%. “Ela (a Biosev) não é a primeira a fazer isso, e veio apresen- tar para a gente que não ia mais pagar. Com a força do trabalhador, conseguimos manter esse corte de 22% como uma variável em ci- ma do vale alimentação”, explicou o sindicalista. SALÁRIOS MANTIDOS Nelso também disse que as vagas de emprego e os salá- rios foram mantidos. “Con- seguimos manter as vagas de emprego também, que é uma proposta da empresa, para manter a mão de obra da cidade, e temos uma va- riável, vários empregados vão pegar vale alimentação. Com isso, conseguimos ser o maior valor da região, co- meçando com R$ 581 che- gando até a 1180, para quem tem salários maiores. Tem gente questionando por- que quem ganha mais fi- ca com mais: Porque quem ganha mais vai ficar com mais. Porque o que está- vamos perdendo era à ho- ra de transporte, que foi re- vertida para o vale alimen- tação”, continuou. Conforme explica o pre- sidente, ao invés de conti- nuar pagando como hora de transporte, com reflexo nas férias e no décimo ter- ceiro, o sindicato em par- ceria com a Usina resolveu deixar o mesmo valor que eles ganhavam, mas em ci- ma do vale alimentação. “Conseguimos manter o plano de saúde, o vale ali- mentação, e a empresa vai manter a homologação no sindicato e também a ques- tão da jornada de trabalho. Essa hora de transporte é aquela que o governo fe- deral falou que não precisa mais pagar. Ela ficou como variável” argumentou. DIFERENÇAS SALARIAIS Um ponto importante du- rante a entrevista foi em relação à diferença salarial dos colaboradores, mas se- gundo o sindicalista, esse assunto não poderia ser dis- cutido devido às mudanças feitas pelo Governo Federal na legislação. Com a refor- ma trabalhista, o Governo liberou as empresas a dis- pensar os funcionários e re- contratar no ano seguinte. “Isso aconteceu esse ano”, lamentou Nelson, e disse que muitas pessoas têm perguntado a ele se existe a obrigação de ser com o mes- mo salário de antes. “Não tem mais aquela obriga- ção, tem que entender que quando tem uma lei federal que estipula que não é mais preciso pagar seu funcioná- rio o valor que você paga, não vai pagar porque a lei está do lado, diz. EMPREGABILIDADE Sobre o número de vagas de empregos atualmente na usina, Rufino disse que nos últimos anos todas as empresas estão encolhendo a mão de obra. “A usina vai manter os empregos, inclu- sive, já temos propostas de emprego. Mas pensar que teremos quatro mil empre- gados dentro da Biosev isso é impossível”, comentou. Nelso termina a entre- vista com uma notícia não tão boa para os trabalhado- res. Para ele, a dispensa no final da safra é um fato sem discussão. “Todo ano tem essa redução, não tem jei- to é o ritmo do corte de ca- na. Não tem como a usina ficar hoje com 1.040 funcio- nários se não tiver necessi- dade”, terminou. Em contra partida, a Bio- sev disse que com a Refor- ma Trabalhista, as horas in itinere deixaram de ser de- vidas a todos os trabalhado- res de todos os setores de negócio, desde novembro de 2017. Entretanto, mes- mo após o término da vi- gência dos acordos coleti- vos com os Sindicatos Ru- rais de Japaraíba e Lagoa da Prata em fevereiro de 2018, que ainda estava em negociação entre as partes, a Biosev de forma espontâ- nea, em março de 2018, rea- lizou o pagamento de inde- nização compensatória aos colaboradores elegíveis des- ses municípios – trabalha- dores com contratos maio- res que um ano, conforme a Lei Trabalhista. Ainda conforme a com- panhia, para minimizar os impactos decorrentes da Reforma Trabalhista, a em- presa ainda ofereceu aos Sindicatos envolvidos, uma contrapartida de fazer Vale- -Alimentação Suplementar, obedecendo às respectivas faixas salariais, pelo perío- do de um ano, para os em- pregados que efetivamen- te tiveram a perda. A em- presa finalizou a nota refor- çando que mantém o espíri- to de diálogo aberto e trans- parência que sempre nor- teou as suas relações com partes interessadas e conti- nua disponível para as ne- gociações, conforme descri- to na nota. RAFAEL CAMARGOS Negociações entre o sindicato e a empresa ocorrem há algum tempo
  15. 15. 12.07.2018 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg S.O.S. completa 50 anos Diocese de Luz celebra seu centenário Para festejar Bodas de Ouro, a entidade programou várias atividades a partir do dia 14 FOTOS: ARQUIVO SOS No dia 30 de julho o Serviço de Obras Sociais (S.O.S) de La- goa da Prata irá celebrar Bodas de Ouro. A história do S.O.S teve iní- ciocomostrabalhosdamissionária holandesa Maria Tereza Winters, em abril de 1968, quando ela veio para descansar em Lagoa da Pra- ta depois de tantos anos de servi- ços prestados em diversas cidades. Seurepousoerainterrompidoato- do instante pela campainha da ca- sa, pois sempre alguém estava pe- dindo alguma coisa. Incomodada comasituaçãodoscarentes,elare- solveufundaracasa,quehojeaten- de 83 idosos. Naquela época, a missionária disseterficadoimpressionadacom tantos pedintes e começou a ques- tionar o que ela poderia fazer pelo povo. Conquistou vários amigos e amigasecontou-lhessobreseupro- jeto, e todos se prontificaram em ajudar. Depois de várias reuniões, foi criado o S.O.S e escolhida a pri- meira presidente, a senhora Alda de Castro. Com a diretoria forma- da, começaram a trabalhar arreca- dandocobertores,roupasealimen- tos para distribuir a quem necessi- No dia 8 de julho foi comemo- rado o Centenário da Diocese de Luz com uma solenidade na Ca- tedral Diocesana. O evento reuniu maisde8milpessoas,entreelas,pa- dres das paróquias sediadas na dio- cese,autoridadeslocaisedaregião, comunidade católica de Luz e pes- soasdeváriascidades.Afestividade contou com apresentação teatral e da banda do 7º Batalhão da Polícia MilitardeBomDespacho,acolhidas deCongadaseFoliasdeReis,Encon- tro de Bandas e Liras, Missa de Con- fraternização,showcomotrio“Irao povo”,NoiteCulturaleencerramen- tocomabênçãodeenvio. A programação do centenário terminará no dia 8 de dezembro e, até lá, serão realizadas missas, lan- çamentodoselocomemorativo,en- controscomliderançaspolíticas,ju- diciárias,militaresecomunidadees- colar e diversos encontros, ativida- des e programações que podem ser acompanhadasnositedadiocese. Emseudiscurso,opadreecoor- denadordoevento,PatrikySamuel Batista, a festividade foi preparada com muito carinho para receber a todos: “Vivemos um momento his- tórico,diasdealegriasemuitasfesti- vidades. Celebramosas conquistas, os desafios, as tristezas e também asalegriasnestescemanosdehistó- ria”. Para o Bispo Dom José Aristeu Vieira, são cem anos de evangeliza- ção, cem anos caminhando pela es- trada de Jesus, e todos fazem parte dessahistória.“Disfarçandoasemo- ções, querodarosparabénsatodos poressescemanosdenossaDiocese. De coração plenificado de alegria, louvor e gratidão de Deus, estamos celebrando esse momento históri- co tão esperado. Agradecemos nos- soDeusenossoPaifestejandoocen- tenário jubilar da igreja de Luz ce- lebrando graça sobre graça, e hoje aquiestamosofertandonossasvidas paraoutrocentenáriocomeçar”,co- memora. O Núncio Dom Giovanni D’Aniello, representante do Papa no Brasil, esteve em Luz para as co- memorações.Elefoiacolhidonoae- roportoemBomDespachoporuma comitivadebisposepadres.EmLuz, apopulação,juntamentecomauto- ridades, diáconos e seminaristas o aguardavam chegar em frente ao Palácio Episcopal, onde foi recebi- docomfogoseaplausos. A DIOCESE A Diocese de Luz foi criada a partir do desejo da Igreja em se fazer pre- sente, de modo eficaz, dinâmico e permanente no território do cen- tro-oeste mineiro, até então, per- tencente à Mariana, primeira Dio- cesedasMinasGerais. SegundoohistóricodaDiocese, em 8 de julho de 1918 se acendeu a pequena fagulha da Igreja Particu- lar, que neste ano comemora o seu centenário.ParaDomAristeu,cele- bra-se neste tempo um centenário deluz,abrindo-nosembuscadeou- tro. “Desafiados pelos ventos tem- pestuosos do ‘mar da vida e da his- tória’, estamos na pequenina bar- ca que é a Igreja, ‘santa e pecado- ra’, mas que é sacramento do Rei- no. Cada um dos batizados e todos nós, em nossas comunidades cris- tãs, somos esta chama de esperan- ça,alimentadapelosoprodoEspíri- toSanto.Espalhemosa‘centelhada fé, quais raios luminosos que acen- dam brasas de humanidade sob as cinzas destes tempos desumanos, para que o mundo creia!’”, finaliza obispo. tasse. O INÍCIO A diretoria procurou o prefeito da época, Fausto Rezende, que ouviu edeuoseuapoioebuscaramajuda também com o Sr. Otaviano e sua esposa Isabel de Castro, e o casal doou o terreno para a construção de um ambulatório. Começaram a surgir as doações e também mais voluntários para ajudar nas obras. MariaTerezatinhaexperiência,era dinâmica, tinha formação em en- fermagem,e,apesardaidadeavan- çada,eraincansável.Otavianolide- rava a construção e o galpão ficou pronto,simplesebemrepartidopa- ra ambulatório médico, distribui- ção de alimentos, palestras educa- tivasparapessoasquerecebiamos alimentos e para as mães que ti- nham filhos menores. Exigente, Winters cobrava de todos o cartão de vacinas em dia e ajudou a combater a desnutrição das crianças, acompanhando o pe- so e a higiene. Nesta época, chega- ram mais amigas holandesas para ajudar com os clubes de mães, clu- binhos de crianças nos bairros, on- de incentivava o plantio de hortas etrabalhosmanuaisparagerarren- da. CRIAÇÃO DO “NOSSO LAR” A construção crescia, e a equipe de sindicância em suas visitas no- tava a falta de um local para abri- gar os idosos acamados, pois seus familiares saiam para o trabalho e nãotinhamninguémparalhesdar um copo de água. Em 1973, surgiu o “Nosso Lar”, abrigando idosos e pessoas que precisavam de cuida- dos. Com a ajuda do voluntariado, o S.O.S foi crescendo, ministrou cursos para gestantes, eletricistas, bombeiros, corte e costura, borda- dos,pintura,tricô,crochêeculiná- ria, onde a promoção humana era oalvoprincipal.Quandoosetorde AssistênciaSocialdaprefeiturapas- souaoferecerosmesmosserviços, o S.O.S então priorizou o atendi- mento aos idosos. MariaTeresaWintersregistrou, de próprio punho, todos os fatos que culminaram com a criação do S.O.S, e o Jornal Cidade teve acesso aessesdocumentos.Avisualização está disponível no site www.jornalcidademg.com.br jun- to com a matéria. RHAIANE CARVALHO RHAIANE CARVALHO No dia 1º de julho foram rea- lizadas no Estádio Municipal de Lagoa da Prata as finais da Taça GoldeFuteboldeBase2018.Acom- petição contou com a participação das equipes Lanos de Lagoa da Pra- ta,AssociaçãodeArcos,VilaAméri- ca de Arcos, Pimenta e América de Bambuí,nascategorias2003,2005e 2007.Nacategoria2007,aEscolinha Lanos foi a grande campeã. Após empatar em 2×2 no tempo normal venceu a equipe da Associação nos pênaltis por 3×2. No último sábado (7), aconte- ceuoencerramentodoProje- to de Ação Social “Vamos em fren- tequeaDonaLuziavemcomagen- te”,promovidopelaPharlab. Opro- jeto visa o bem estar dos funcioná- rios para beneficiar alguém ou um grupo de fora da empresa. Notas Rápidas COTIDIANO 15
  16. 16. 12.07.2018Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOOPERATIVISMO16

×