Jornal Cidade - Ano I - Nº 20

3.492 visualizações

Publicada em

http://www.jornalcidademg.com.br
>Acesse e veja mais notícias
Jornal Cidade - Ano I - Nº 20 - 28 de Fevereiro de 2014

Principais notícias das cidades do centro-oeste mineiro. Notícias de Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Moema, Pedra do Indaiá e Japaraíba.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.492
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.907
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Cidade - Ano I - Nº 20

  1. 1. Preso com cerca de 12 quilos de drogas P A. M. de . Lagoa da Prata está em nova sede Página 15 União em defesa da indústria de fogos Página 12 Prefeituras terão até agosto para acabar com lixões Página 05 Micareta de Santo Antônio do Monte é cancelada por falta de documentação ll Leia na íntegra o boletim de impedimento do Corpo de Bombeiros enviado ao Jornal Cidade. Página 06 Foto: x Foto: EVERTON COSTA Vereadora afirma: “Até agora foi tudo mentira” ll Ao comentar sobre os impasses do Programa de Demissão Voluntária (PDV) da Prefeitura de Lagoa da Prata, Quelly Cássia critica postura do governo municipal. Página 03 Foto: JULIANO ROSSI PREFEITURAS TRABALHAM CONTRA O TEMPO PARA CUMPRIR O PRAZO DETERMINADO EM LEI ll Os municípios terão até 2 de agosto de 2014 para acabar com lixões e transformá-los em aterros sanitários que atendam a demanda de produção de suas localidades. O Jornal Cidade foi em busca para saber como andam as informações sobre a lei nos cidades vizinhas. Página 04 CIDADES Dificuldade para quitar conta de água do SAAE ll Em entrevista ao Jornal Cidade, o diretor do SAAE Lagoa da Prata fala como estão as negociações com os bancos para o recebimento da conta de água em todos os canais disponíveis aos usuários. Página 11 Foto: JULIANO ROSSI POLÍTICA Câmara de S. A. do Monte terá programa informativo em rádio Página 06 POLICIAL Furto em veículo oficial, na garagem da Prefeitura de Moema Página 15 CULTURA ACADELP apresentará seus novos membros em Março ll Veja quem são os novos Acadêmicos indicados que tomarão posse no próximo dia 14. Página 16
  2. 2. 2 Siga-nos OPINIÃO 28 de Fevereiro de 2014 @jornalcidademg ANO I - Nº 20 CARTA AO LEITOR Juliano Rossi Transparência ou desinformação? O que era para ser um canal de informação e politização do cidadão, com frequência tem se apresentado como um espetáculo circense e de discussões sem fundamento. A ll Câmara Municipal de Santo Antônio do Monte em breve terá um espaço em emissora de rádio para divulgar os trabalhos do Poder Legislativo. Ao contrário do que normalmente se vê na região, as informações que irão ao ar serão editadas. Na possibilidade de o tempo não ser suficiente para divulgar todas as matérias, a assessoria de comunicação da casa e a presidência decidirão o que será importante levar ao conhecimento da população. Neste espaço, que deverá custar cerca de R$ 15 mil/ ano ao bolso do cidadão, também serão veiculadas entrevistas com os vereadores, conforme você lê na matéria da página 6. A Constituição Federal em seu artigo 37, parágrafo 1º diz que a “publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas de órgãos públicos, deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos”. Isto posto, uma “entrevista” com o vereador, veiculada e paga com recursos públicos, conforme o divulgado, pode dar margem a questionamentos jurídicos. O formato que será adotado pela Câmara de Santo Antônio do Monte também dá margem para que o cidadão coloque um ponto de interrogação sobre os critérios adotados ao filtrar o que será divulgado por parte da direção da casa. Isso confere muito poder nas mãos de poucas pessoas se não for feito de forma técnica e objetiva, como são os programas exibidos durante a Voz do Brasil, de segunda a sexta, às 19h, pelas rádios comerciais em todo o território brasileiro. Nosso objetivo não é esgotar o assunto. Entendemos que esse modelo adotado pelo Legislativo em Samonte também possui vantagens em relação à transmissão ao vivo, conforme explico a seguir. CÂMARAS TÊM TRANSMISSÕES AO VIVO Cinco câmaras munici- pais da região transmitem as sessões simultaneamente, sem cortes. Em Divinópolis, as plenárias vão ao ar pela TV Candidés. Em Arcos, a transmissão é feita por uma emissora de rádio e por meio do site da Câmara. Em Bom Despacho, também pela internet, em vídeo. Já em Formiga, as reuniões são transmitidas pela TV Oeste e por uma emissora de rádio. Em Lagoa da Prata, as sessões do Poder Legislativo são transmitidas desde 2006 pelo rádio. A transmissão em tempo real é, em si, uma forma de aproximar o cidadão do Poder Legislativo. É também uma obrigação constitucional, que é a de dar publicidade aos atos públicos. E nada melhor do que fazer isso sem cortes, sem maquiagem! O eleitor é outro privilegiado. Pois tem a possibilidade de acompanhar o desempenho dos vereadores do conforto de suas casas e verificar como os parlamentares discutem de forma objetiva e produtiva as matérias em pauta. E com a transmissão, a Câ- mara cumpre a nobre missão de politizar e informar o cidadão. Ah! Se isso fosse puramente verdade... Pelo desempenho dos vereadores em Lagoa da Prata quando as reuniões são transmitidas, temos escutado com frequência excessiva verborragia, acompanhada de insultos e agressões pessoais gratuitas que nada acrescentam nas discussões das matérias legislativas. A emissora de rádio deveria colocar uma mensagem de advertência antes de começar o espetáculo para que os pais tirem as crianças fora do alcance do som do aparelho. Crianças aprendem pelo exemplo. Infelizmente, como a maioria dos parlamentares, ou se enquadra no perfil acima, ou usa a palavra apenas para dizer a mesma coisa que o colega falou (para não perder a chance de aparecer para o seu público na rádio), temos que generalizar ao escrever o texto. Mas ain- da existem alguns poucos que discutem as matérias de forma objetiva e produtiva. A última sessão da Câmara em Lagoa da Prata, para quem ouviu, foi um show de horror. Houve insultos e vereadores induzindo e confundindo o ouvinte sobre o posicionamento do colega. Embora os políticos gozem de imunidade parlamentar a fim de garantir a livre manifestação do pensamento na atividade legislativa, tal direito não é absoluto. Uma crítica injusta, acusando alguém de conduta ilícita, sem provas, extrapola o direito à manifestação e deve ser reparada. O vereador Cantídio Borges Lima, de Santo Antônio da Patrulha/ RS, foi condenado no início deste mês a pagar uma multa de R$ 8 mil de indenização a um médico que foi acusado sem provas e ofendido pelo parlamentar. O discurso foi transmitido por uma rádio local. Conheço muitas pessoas que ligam o rádio na segunda-feira, às 20h, para ouvir um entretenimento como se fosse o Programa do Ratinho ou coisa parecida. “Será que hoje vai ter barraco?”, perguntam. Esse é o perfil do eleitor que estamos formando. Acostumado a Big Brother que não consegue nem se lembrar em quem votou na penúltima eleição. E os políticos são exatamente o retrato desse eleitor. Por outro lado, a transmissão simultânea da reunião dá ao cidadão a possibilidade de conhecer o comportamento do vereador. E isso pode influenciar na escolha na hora do voto. Dos nove atuais vereadores em Lagoa da Prata, apenas dois conseguiram se reeleger. Poderemos abordar o assunto em outras oportunidades. Para finalizar esta Carta ao Leitor, os dois modelos (editado e transmitido simultaneamente) possuem vantagens e desvantagens. Também podem contribuir para a formação política e informação do cidadão desde que sejam feitos com objetividade, critérios e responsabilidade.
  3. 3. 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20 Veja outras notícias no site POLÍTICA 3 www.jornalcidademg.com.br Vereadora afirma: “Até agora foi tudo mentira” Ao comentar sobre os impasses do Programa de Demissão Voluntária (PDV) da Prefeitura de Lagoa da Prata, Quelly Cássia critica postura do governo municipal. Israel Guimarães Toninho FOI OPERADOR DE TRABALHOU 14 ANOS NO SAAE MÁQUINAS DA PREFEITURA ll Israel Guimarães é ex-funcionário do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). Ele trabalhou na autarquia durante 14 anos. Prestou concurso como leiturista, mas despenhava a função de desligamento de água. Motivado por um projeto da prefeitura, pediu demissão voluntariamente na expectativa de receber o saldo do FGTS. Mas o banco não liberou o dinheiro. Antônio Marques Couto Lima, o Toninho, ocupava o cargo de operador de má- quinas pesadas. Ele também pediu demissão e disse que a Caixa Econômica Federal chegou a depositar na conta dele os valores referentes ao FGTS. “Estou vivendo uma situação desconfortável, pois o dinheiro está em minha conta e não posso retirá-lo”, lamenta. O texto da lei de número 2147/2013, proposta pelo prefeito Paulo César Teodoro e aprovada por todos os vereadores, garante em seu artigo sétimo a concessão de incentivo financeiro ao empregado público que aderir ao PDV correspondente a 25% sobre o saldo para fins rescisórios do FGTS. Não faz nenhuma menção à liberação total dos recursos. Porém, durante a tramitação do projeto pela Câmara, houve muita especulação sobre a liberação do dinheiro. E muitos funcionários pediram demissão motivados por uma suposta “promessa oral” que teria sido feita por vereadores e por integrantes do alto escalão do governo municipal de Lagoa da Prata. A vereadora Quelly Cássia Couto, em pronunciamento durante reunião da Câmara no dia 17 de fevereiro, ressaltou que o projeto era para ser favorável aos funcionários, mas acabou se tornando um “pesadelo”. “Os que pediram demissão foram honestos e estão passando dificuldades financeiras. Ninguém da administração apresentou solução, foi realizado somen- te o merchandising (propaganda). Até agora foi tudo mentira, tudo frustrado. E o pior de tudo é que não tem ninguém pra assumir o erro. Eles (servidores) estão pagando por um erro de pessoas que não têm caráter de assumir o que faz. Agora, se não tem jeito, que venha até aqui e fale que infelizmente não se pode fazer nada. A pessoa que falou que poderia sacar (os recursos do FGTS) é Foto: JULIANO ROSSI vereadora Quelly Cássia Couto quem deve apresentar para os funcionários o que a levou a ter certeza de que realmente quem aderisse ao PDV iria sacar o FGTS. Ou então que a Administração tenha a decência de vir a público explicar e readmitir esses funcionários que foram prejudicados. Infelizmente foi lançado um projeto mentiroso e hoje não tem ninguém para ao menos justificar o erro”, afirmou a vereadora. OUTRO LADO O secretário de Fazenda da Prefeitura de Lagoa da Prata, Márcio Amorim, encaminhou um ofício em atendimento a um requerimento da vereadora, no qual afirma que o PDV teve sua origem por indicação da Câmara Municipal. “Cabe ressaltar que todos os empenhos relativos ao PDV foram efetivamente pagos pelo Erário Municipal”, afirma o secretário. Amorim confirma que dez servidores do SAAE e 29 da prefeitura aderiram ao programa. “O PDV tramitou regularmente, com apoio e consultoria jurídica do Executivo e também do Legislativo que, baseado em larga jurisprudência sobre o assunto, o entendeu legítimo. Portanto, no entendimento do Secretário Municipal de Fazenda, o PDV é um ato jurídico perfeito, e que eventuais questionamentos devem ser direcionados à Caixa ou ao Poder Judiciário”, destaca Amorim.
  4. 4. 4 MEIO AMBIENTE Siga-nos 28 de Fevereiro de 2014 @jornalcidademg ANO I - Nº 20 Prefeituras terão até agosto para acabar com lixões Foto: JULIANO ROSSI ll Os municípios terão até 2 de agosto de 2014 para acabar com os lixões e transformá-los em aterros sanitários que atendam a demanda de produção de suas localidades. O Jornal Cidade apurou a situação nas cidades da região. SANTO ANTÔNIO DO MONTE Santo Antônio do Monte já iniciou a legalização do terreno que abrigará o aterro sanitário, que será na localidade denominada “Fazenda dos Ferreiras”, com área de 28,5 hectares, o equivalente a 28 campos de futebol, localizado às margens direita da MG-429, sentido Samonte/ Lagoa da Prata. Atualmente os serviços especializados em engenharia e consultoria estão em processo de licitação. Segundo a secretária de Meio Ambiente, Jaqueline Filgueiras, a implantação do aterro sanitário assegura a qualidade de vida e minimização de riscos à saúde pública e ao meio ambiente, além de atender os objetivos sociais e da salubridade ambiental. Foto: EVERTON COSTA LAGOA DA PRATA - DEPÓSITO DE ENTULHO, AO LADO DO ATERRO SANITÁRIO, JÁ ESTÁ SATURADO democrático de sensibilização e mobilização social, foi apresentado o projeto e discutido junto à população a melhor forma de implementar a Politica Nacional de Resíduos Sólidos no âmbito municipal”, salientou o secretário. Foto: GUILHERME ROCHA DEPÓSITO DE LIXO DE S.A.MONTE ESTÁ ÀS MARGENS DA MG-429 MOEMA Já Moema integrará um consórcio intermunicipal de gerenciamento dos serviços de descarte disciplinado de resíduos sólidos. O aterro será instalado em uma fazenda localizada no município de Nova Serrana, doada pelo Governo do Estado. O consório será formado por Nova Serrana, Pitangui, Perdigão, Conceição do Pará, Igaratinga, Leandro Ferreira, Onça de Pitangui, Moema e São Gonçalo do Pará. De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, Luiz Paulo Caetano, foi apresentado aos municípios consorciados uma proposta de beneficiamento dos resíduos por uma empresa paranaense que trabalha com a mais avançada tecnologia presente no Brasil no que diz respeito à destinação e tratamento de resíduos sólidos. “Ainda não ficou definido se será adotada esta tecnologia ou se as cidades consorciadas optarão pelo modelo tradicional de aterro sanitário. Esta decisão será pauta da próxima assembleia do consórcio”, afirmou o secretário. PEDRA DO INDAIÁ O município de Pedra do Indaiá já possui área própria para a implantação, que vem sendo utilizada desde 2006. Segundo o secretário de Meio Ambiente Guilherme Rocha, a atual preocupação é com a necessidade de se regularizar o empreendimento. O município buscou o licenciamento do projeto de implantação de uma usina de triagem e compostagem, que está em fase de legalização. Além da implantação da coleta seletiva, a secretaria idealizou em 2013 um projeto de melhoria do Aterro Controlado Municipal, transformando-o em Aterro Sanitário de Pequeno Porte, que funcionará junto com a usina. A proposta está sob a análise da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). “Durante os trabalhos deste espaço TERRENO ONDE SERÁ CONSTRUÍDO O ATERRO EM PEDRA DO INDAIÁ LAGOA DA PRATA Localizado no Distrito Industrial, às margens da rodovia MG-170, o aterro sanitário de Lagoa da Prata está em operação desde 2010 e foi projetado para atender a cidade durante 25 anos. Mas até o ano passado o local também recebia resíduos de construção civil, o que, de acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Júnior Nogueira, diminuía o tempo de vida útil do aterro. “Fizemos algumas correções no funcionamento. Uma delas foi retirar o resíduo de construção civil que era depositado lá dentro”, explica. A prefeitura licenciou um terreno ao lado do aterro para receber os entulhos, mas o local já está saturado. “É um fator problemático. A legislação estabelece que a responsabilidade de destinação do resíduo é do gerador. Portanto, os construtores e as empresas que coletam é quem deviam dar a destinação final do resíduo. Mas estamos longe dessa realidade. Para evitar um impacto ambiental maior, uma vez que impedimos o resíduo de ser jogado no aterro sanitário, decidimos concentrar o resíduo nessa área até que fosse possível encontrar uma solução definitiva”, explica Nogueira. Na última terça-feira (24/02) aconteceu uma reunião entre a Secretaria de Meio Ambiente, Polícia Ambiental e construtores para discutir a questão. De acordo com o secretário, alguns construtores têm depositado os entulhos no entorno desse terreno de forma inadequada. “Houve denúncias. Inicialmente vamos buscar uma área de transbordo emergencial, onde possa ser lançado esse resíduo enquanto os empreendimentos regularizem a sua situação. Ficou acordado que os empreendedores e a Secretaria vão fazer uma campanha sobre a importância de separar o resíduo. Os clientes que solicitarem a caçamba de entulho receberão uma cartilha educativa. Faremos palestras nas escolas para tentar conscientizar”, afirma o secretário. CUSTO O valor de operação do aterro sanitário de Lagoa da Prata até meados de 2013, de acordo com Nogueira, era de aproximadamente R$ 130 mil ao mês. Com a proibição de depositar entulhos no aterro e a revisão da planilha de custos da empresa que administra o local, os custos tiveram uma redução na ordem de R$ 25 mil mensais. O secretário informa que será feito uma campanha educativa para implantar a coleta seletiva. “Já está sendo adquirido um caminhão. Vamos tentar mobilizar a população para que separe o lixo seco do molhado. Isso vai aumentar o potencial da cidade de receber ICMS ecológico, melhorar a situação dos catadores e reduzir o volume de lixo depositado no aterro sanitário”, diz Nogueira. A população de Lagoa da Prata gera cerca de 40 toneladas de lixo por dia. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei12.305/10) aprovada pelo Congresso Nacional, exige que as cidades brasileiras acabem com seus lixões até agosto deste ano, sendo necessário organizar a coleta seletiva, instalar usinas de reciclagem e depositar o material orgânico em aterros sanitários. Mas, afinal, qual a diferença entre lixões e aterros sanitarios? LIXÕES São depósitos de lixo a céu aberto, popularmente conhecidos como vazadouros, lixeiras ou lixões, tais depositos não possuem nenhuma preparação do solo, não há sistema de tratamento de efluentes líquidos (chorume), podendo assim contaminar nossos lençóis freáticos. ATERROS SANITÁRIOS É a forma adequada para a disposição dos resíduos sólidos urbanos, tais áreas são planejadas com obras de engenharia para evitar danos à saude pública e ao meio ambiente. Todo o aterro é preparado para a impermeabilização do solo, protegendo assim os lençóis freáticos de contaminação
  5. 5. 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20 Veja outras notícias no site POLÍTICA Políticos e empresários se unem para defender indústria de fogos Foto: JULIANO ROSSI ll S. A. DO MONTE O deputado federal Eros Biondini se reuniu com políticos e empresários em Santo Antônio do Monte na última segunda-feira com o objetivo de elaborar um plano de trabalho para defender o setor pirotécnico da cidade, que gera dez mil empregos diretos na cidade e região. O risco ao setor deve-se à tramitação de projetos de leis no Congresso Federal e nas assembleias dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais que, de acordo com o vereador e diretor do Sindiemg (Sindicato das Indústrias de Explosivos de MG), Américo Libério da Silva, se aprovados, será um “desastre para a indústria de fogos”. A restrição e fiscalização ao comércio de fogos ficaram mais acentuadas POLÍTICOS, EMPRESÁRIOS E REPRESENTANTES DOS TRABALHADORES ESTÃO JUNTOS NA MESMA CAUSA após o desastre de Santa Maria/RS, na boate Kiss, que culminou com a morte de 242 pessoas em 2013. A morte de um cinegrafista causada por um rojão durante uma manifestação no Rio de Janeiro, no início deste mês, aumentou a pressão sobre o setor. Atendendo ao convite do próprio diretor do sindicato e também do vereador Carlos Alberto Campos (Carlos Campinho), o deputado Eros Biondini se comprometeu a articular juntamente a outras lideranças políticas a defesa do setor. “Hoje mesmo vou ligar para o deputado Tiago Ulisses, que é uma pessoa que está ciente dessa causa, para engrossar o coro junto à Assembleia Legislativa. Temos uma força maior na Assembleia para evitar que esse projeto avance. Na Câmara são 513 deputados. É uma situação mais complexa. Estou em uma comissão importante, onde esses projetos são discutidos. Em um mo- mento oportuno vou orientar vocês para que estejam em Brasília. Vamos pressionar o Congresso Nacional para que essa lei não avance”, ressaltou o Biondini. Dois projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional prejudicam a indústria de fogos, de autoria dos deputados José Stédile/PSB-RS e Ricardo Izar/PSD-SP. Na Assembleia do Rio de Janeiro, o deputado Carlos Minc também fez uma proposi- ção e em Minas Gerais, o deputado estadual Arlen Santiago também é autor de outro projeto. “Infelizmente, o setor pirotécnico sofre mais uma vez as perseguições, injustiças e falta de compreensão por parte de alguns setores da sociedade, que certamente assim agem por desconhecer o valor da indústria pirotecnia para a economia brasileira. Dessa maneira, a indústria pirotécnica tem sido injustamente responsabilizada por atos irresponsáveis, cometidos tanto por bandidos quanto por pessoas inescrupulosas, que sequer usam os fogos de artifício de acordo com as especificações transcritas em suas embalagens”, argumentou o vereador Américo durante um pronunciamento na Câmara Municipal. Centro Educacional Tutores lança Pré-Vestibular/Enem em Santo Antônio do Monte ll Desde a sua fundação, a escola sempre teve alunos de Santo Antônio do Monte, sendo assim foi realizada uma pesquisa de mercado onde se pode perceber que a cidade não contava com uma instituição especializada no ramo de PRÉ VESTIBULAR/ENEM, foi então que surgiu a ideia de abrir a escola no município. A cada ano que passa o ENEM está mais exigente, e se não houver uma preparação de qualidade, tal exame será mais difícil ainda. A escola carrega em sua bagagem vários méritos por meio dos cursos preparatórios, em nosso primeiro ano de cursinho alcançamos o 1 LUGAR DA UFMG em Direito e no segundo ano, o 2 LUGAR DA UFSJ em Bioquímica ( sem falar em mais de 120 alunos aprovados em universida- 5 www.jornalcidademg.com.br des privadas e públicas por todo o país e tantos outros que conseguiram bolsas de 100 % pelo o PROUNI). Para o terceiro ano investimos muito e inovamos mais uma vez, dessa vez com o TUTORES MED, o intensivo de medicina com duração de 7 horas diárias. Outro fator de suma importância são os professores; uma equipe altamente preparada para ministrar aulas. Nossos docentes têm um diferencial, atrair alunos adolescentes, fazer com que o conhecimento se torne algo agradável e prazeroso não é algo fácil nos dias atuais, lecionar em cursinho não é dar aula, mas sim fazer de cada aula um show, e cada aluno nosso sabe disso. Sendo assim, contamos com profissionais na área da saúde, juntos com nossos alunos, psicólogos, fisioterapeutas e professores de ioga, estamos buscando a excelência e sabemos que o ENEM, mais que um prova de conhecimento é uma prova de resistência física e emocional. Hoje os vestibulandos possuem muitas oportuni- dades e facilidades para fazer um curso SUPERIOR, onde é disponibilizado o sistema de cotas para alunos da rede pública (facilitando sua entrada na federal), PROUNI (que são bolsas até 100%) e o FIES (Financiamento Estudantil) outro ponto relevante é a interiorização das federais e, hoje temos a menos de 100 Km de nós universidades e institutos federais e que estão entra as melhores do país, sem falar em instituições privadas que vem sempre tendo resultados expressivos, diante das avaliações (*) Projeto de Lei nº 2750/14. Autor: Deputado Estadual Carlos Minc/Rio de Janeiro.Teor: Fica proibido, em todo os estabelecimentos do Estado do Rio de Janeiro, a comercialização de rojões e de outros artefatos explosivos com potencial de produzir danos substanciais à saúde e à vida. (*) Projeto de Lei Nº 3.271/12 Autor: Deputado Federal José Stédile/Rio Grande do Sul. Teor: Restringe a venda de fogos de artifício das classes C e D a empresas. Estão nas categorias listadas foguetes, rojões e morteiros. (*) Projeto de Lei 4.950/13 Autor: Deputado Federal Ricardo Izar/São Paulo. Teor: Fica proibido o uso de fogos de artifício e sinalizadores de qualquer espécie em locais fechados. Fica proibida também a realização de qualquer tipo de show de pirotecnia em locais fechados. (*) Projeto de Lei 4.908/14 Autor: Deputado Estadual Arlen Santiago/Minas Gerais. Teor: Proíbe a comercialização no Estado de rojões e outros artefatos explosivos com potencial de produzir danos substanciais à saúde e à vida. INFORME PUBLICITÁRIO do MEC. As oportunidades existem, mas aquele que estão preparados tem maior facilidade em aproveitá- lá. Em um passado recente, o aluno que almejava estudar em cursinho preparatório de alto nível tinha que mudar para os grandes centros. Hoje o Centro Educacional Tutores conseguiu oferecer o que há de mais novo em educação e preparação no interior. Por isso não perca essa oportunidade e venha para uma instituição que já é sinônimo de aprovação.
  6. 6. 6 COTIDIANO Siga-nos 28 de Fevereiro de 2014 @jornalcidademg ANO I - Nº 20 Micareta de Santo Antônio do Monte é Câmara de S. A. do Monte cancelada por falta de documentação terá programa informativo em rádio Foto: CÂMARA S. A. DO MONTE ca o vereador. Luis resende - presidente da câmara de s. a. do monte ll A Câmara Municipal de Santo Antônio do Monte aprovou um projeto de resolução que autoriza a abertura de um processo licitatório para contratar uma emissora de rádio. O objetivo é transmitir um programa informativo sobre o trabalho dos vereadores. De acordo com a assessoria do Legislativo, a proposta é veicular um quadro com a duração máxima de trinta minutos, no qual serão divulgados o resumo das reuniões e entrevistas com os vereadores. O presidente da Câmara, Luís Antônio Resende, informou ao Jornal Cidade que, na possibilidade de não haver tempo suficiente para divulgar todas as matérias debatidas em plenário, a escolha dos assuntos a serem abordados no informativo ficará sob a responsabilidade da assessoria de comunicação em conjunto com a presidência. “Será a matéria resumida sobre indicações, requerimentos, votos e moções, uso da tribuna, entrada de projetos e votação dos mesmos. O objetivo é dar mais transparência nas ações da Câmara Municipal, cumprindo o que determina a lei”, expli- TRANSMISSÃO AO VIVO Algumas câmaras de vereadores da região já transmitem simultaneamente as sessões legislativas, como as de Divinópolis e Formiga, que exibem as reuniões em rede de televisão aberta. Já a Câmara de Bom Despacho grava, na íntegra, as reuniões e disponibiliza os vídeos na internet. Em Lagoa da Prata, o Poder Legislativo transmite as plenárias por emissora de rádio desde 2006. Resende afirma que optou pela contratação de um programa editado com até trinta minutos de duração devido à falta de orçamento. “Estamos construindo nossa sede própria e os recursos estão canalizados para a mesma. Temos ainda o problema do horário do início de nossas reuniões, que são às 19h, o mesmo da ‘Voz do Brasil’. Com certeza, acredito que a próxima diretoria da Câmara irá estudar isso com carinho, e, dentro da lei, modificar o horário do início da mesma. A próxima diretoria, com certeza, irá estudar esta possibilidade”, acrescenta o presidente. A Câmara de Santo Antônio do Monte pretende investir em 2014 cerca de R$ 15 mil em divulgação dos trabalhos em emissora de rádio. “Desde que você divulgue as ações políticas administrativas de um município, dentro da lei, sem promoção pessoal e com responsabilidade, quanto mais canal de veiculação melhor”, finaliza. ll A Na tarde da última sexta-feira (21/02) o Corpo de Bombeiros de Divinópolis recebeu uma denúncia de que o pré-carnaval de Santo Antônio do Monte teria irregularidades. Chegando ao local, os bombeiros constataram que o evento era de médio impacto e por isso seria exigido um protocolo de segurança que deveria ter sido pedido com 10 dias de antecedência do evento por motivo de vistoria. Tendo em vista as irregularidades, o evento foi cancelado no sábado (22/02), que teria a apresentação da dupla sertaneja Fred Thiago. Leia ao lado, a íntegra do boletim de impedimento do Corpo de Bombeiros enviado ao Jornal Cidade. O OUTRO LADO A Prefeitura de Santo Antônio do Monte publicou em sua página no Facebook uma nota de esclarecimento na qual afirma que houve uma divergência de interpretação do impacto do evento na cidade. “Como é exigido, a Administração montou um projeto considerando que o evento seria de baixo impacto e o Corpo de Bombeiros entendeu, erroneamente, que a 1ª Micareta de Samonte deveria ter sido classificada como médio impacto. Ao elaborar o projeto a Prefeitura levou em conta alguns fatores como: mesmo sendo um trio elétrico ele ficaria parado, sem risco de esbarrar em fios; o local era aberto e não precisava de saídas de emergência; foram contratados seguranças e estabelecidas parcerias com as polícias Militar e Civil. Investimos em estrutura de banheiros químicos e organizamos a praça de alimentação. Enfim, mesmo diante de todas as argumentações, o Corpo de Bombeiros é um órgão autônomo e não houve tempo para entrar com uma medida de segurança. Por esta razão, o show da dupla Fred Thiago foi transferido para o Sábado de Aleluia”, explica a nota da prefeitura. AUTO DE INFRAÇÃO: Em atendimento a denúncia realizada através do Disque Denúncia Unificada (DDU), nos deslocamos até a Avenida Presidente Tancredo de Almeida Neves, no centro do município de Santo Antônio do Monte - MG, para realizarmos vistoria de fiscalização em um evento temporário. Chegando ao local, constatamos que se tratava de um evento temporário de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Monte - MG com previsão de realização para os dias 21 e 22 de fevereiro de 2014. Ao chegar no local a festa já se encontrava em andamento com presença aproximada de 1.000 pessoas, onde havia tendas montadas nas margens da Avenida e um trio elétrico. Conforme prevê a Legislação Estadual de Prevenção Contra Incêndio e Pânico do Estado de Minas Gerais (Lei 14.130/2001 - Decreto 44.746/2008 - Instruções Técnicas), o referido evento se define como evento de médio impacto, sendo assim, necessária a ela- boração de um Projeto de Evento Temporário (PET) e sua protocolização junto ao Serviço de Segurança Contra Incêndio e Pânico (SSCIP) do 10º BBM/Divinópolis com dez dias úteis de antecedência ao evento, conforme se vê no item 5.1.13 da Instrução Técnica – 33. Diante da falta de um Projeto de Evento Temporário (PET) aprovado pelo SSCIP do 10º BBM e também pela falta do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, fica o referido evento temporário interditado para realização no dia 22 de fevereiro de 2014. A não ação de interdição do evento no dia 21 de fevereiro de 2014 se deu devido o mesmo já se encontrar em andamento no momento da chegada da equipe de fiscalização, com aglomeração de centenas de pessoas, o que poderia causar tumultos. Rodolfo Kroehling de Moura - 2º Ten BM Assessoria de Comunicação Organizacional - 10º BBM Japaraíba completa 51 anos com festa na rua Foto: Assessoria de comunicação/prefeitura de japaraíba ll As festividades do 51º aniversário de emancipação política de Japaraíba foram iniciadas na sexta-feira (21/02) com a Banda CM5, que contagiou o público, fazendo todos tirarem o pé do chão. Neste dia a festa tam- bém contou com a presença do deputado federal Jaime Martins, um dos responsáveis pela construção do Complexo Municipal de Lazer. O parlamentar parabenizou a administração e o povo de Japaraíba pela festa e afirmou que o local já está fa- zendo história e será sempre utilizado para os eventos da cidade. No sábado (22/02) quem abrilhantou a noite foi o cantor Marcelinho de Lima, apresentando o melhor do sertanejo brasileiro. De acordo com a organização do evento, cerca de 8.000 pessoas participaram no sábado. O prefeito municipal Roberto Emílio, juntamente com o vice David Pires, agradeceram pela presença de toda a população. Esteve também o prefeito de Pedra do Indaiá, Cláudio Gon- çalves Coelho, amigo e ainda os deputados estaduais Fabiano Tolentino e o Tiago Ulisses. “Vamos auxiliar no que for possível para a cidade crescer a cada dia mais”, disse Ulisses. No encerramento das comemorações, cerca de 220 trilheiros se reuniram no domingo (23/02) para acelerar em comemoração à cidade e principalmente para homenagear o maior trilheiro de Japaraíba, o Kiko, um rapaz apaixonado pela cidade, que não media forças para ajudar, morto em 2012 em um acidente rodoviário.
  7. 7. 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20 EMPRESAS E NEGÓCIOS Veja outras notícias no site 7 www.jornalcidademg.com.br Academia Estação do Corpo oferece a melhor estrutura em Lagoa da Prata INFORME PUBLICITÁRIO Empresa amplia espaço físico em área de três pavimentos e ambientes climatizados DEPOIMENTOS DE ALUNOS ll Inaugurada em agosto de 1996 a Academia Estação do Corpo já ocupou endereços diferentes, sempre buscando a modernização de seus espaços, equipamentos, e qualificação da sua prestação de serviço. Nosso endereço atual corresponde a uma área de 1000 m². A Academia Estação do Corpo é si- o setor de musculação também recebeu investimentos, tanto na ampliação do espaço quanto em novos equipamentos. truções que recebi nesse período, o dicação. Admiro a valorização que que só veio a contribuir para a evo- a academia tem com seus funcio- Nestes 17 anos a Academia contou com vários colaboradores, mas também contribuiu definitivamente para o crescimento destes profissionais que hoje se destacam pela qualidade dos serviços prestados na academia ou em seus próprios negócios. A academia conta com um quadro de profissionais de altíssima qualidade. Além dos grandes investimentos realizados, a academia qualifica hoje como seu maior patrimônio “o capital intelectual acumulado nestes anos”, que a classifica como a melhor academia da cidade. tisfeita com as orientações e ins- balham com profissionalismo e deFACHADA DA ACADEMIA ESTAÇÃO DO CORPO Estação do Corpo. Estou muito sa- funcionários são competentes e traZUMBA Malho há três anos na Academia nônimo de bem estar e inovação. os lução dos meus treinos. os profis- nários, o que reflete no entusiasmo sionais são realmente capacitados, e atenção que eles passam aos alu- e dispostos a ajudar todos os alu- nos. Ao longo dos anos a academia nos a alcançarem seus objetivos. vem se superando, diversifican- DAMILA - Estudante/Estagiária do suas modalidades de treino, au- do Fórum mentando o espaço físico e a qualidade dos aparelhos, proporcionando satisfação e resultados. DR. DAVI PIRES - Médico Aluno da Academia há 9 anos Excelente. Não esperava um resultado tão satisfatório em pouco tempo. Procurei a academia por inINoVADoRA. Desde que comecei a por uma cirurgia de menisco e li- acompanhando várias mudanças e gamento. Hoje, depois de 9 meses, melhorias para os alunos.Esta am- já não sinto mais nada e uso a aca- pliaçao realmente contribuiu pa- demia também para preparo físico. ra um ambiente melhor, oferecen- GERALDO MARINHO CORREA - do maior espaço, novos aparelhos EQUIPE TÉCNICA DA ACADEMIA dicação médica depois de passar malhar na Estaçao do Corpo, venho Vendedor/ Balconista e novas aulas.sempre com acompanhamento de otimos profissionais. Parabéns a equipe!!! NEIVIAN AZEVEDO - Contadora Aluna da Academia há 16 anos MUSCULAÇÃO É a oitava academia que frequento pelas cidades que trabalhei. Aqui encontrei uma equipe diferenciada, com alegria contagiante e qua- Além dos investimentos, a academia lançou dois novos programas de emagrecimento, com aulas de Muay thai e Zumba. o atendimento é diferenciado, onde vas instalações: ampliação das áre- da mesma forma. Concluindo uma as, novos aparelhos, climatização reforma recente, com área aeróbica, dos ambientes... É show!! Parabéns sala de ginástica, spinning e pilates Alencar e equipe. climatizadas, novos equipamentos JOÃO SILVESTRE e um espaço bem amplo. SPINNING lidade no atendimento. Com as no- todos os alunos são acompanhados Gerente Banco do Brasil LUCAS RESENDE - Empresário Ótimo atendimento, profissionais competentes, com boa orientação, preocupados em te dar conforto, bem estar e esclarecimento, buscando o máximo do seu desempenho. MILTON MENDONÇA MUAy THAI POWER MIX Fisioterapeuta
  8. 8. 8 Siga-nos @jornalcidademg 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20
  9. 9. Veja outras notícias no site 28 de Fevereiro de 2014 9 www.jornalcidademg.com.br ANO I - Nº 20 NOSSA TERRA, NOSSA GENTE Rhaiane Carvalho Quer aparecer aqui? Envie e-mail para contato@jornalcidademg.com.br ll Prefeito Julvan Lacerda (ao centro, segurando a criança) se reúne com familiares em momento de folga entre as atividades como gestor do município de Moema. ll O diretor do Grupo Minasprev Diego Alarcon, curtindo um momento em família com a esposa Rayssa e os filhos Eike e Melissa. ll Padre Marcos Tiago celebra a primeira missa no terreno destinado à construção da Igreja de São Paulo Apóstolo, no bairro Mangabeiras, em Lagoa da Prata. ll Os Santantonienses Maurício Costa e Rafaela Luísa, recém formandos dos cursos de Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) e Ciências Biológicas pela Funedi-UEMG. ll Márcia Cristina da Silva, Maraiza Muniz, Everton Gomes, Cali Silva (Secretária Municipal de Assistência Social), Fernando Henrique (agachado), ex-ministro Patrus Ananias, José Octaviano Zezinho Ribeiro (Secretário Municipal de Administração), Caroline Carvalho Castro, Aianda Cristina, Gláucia Coimbra e Lécia Castro.
  10. 10. 10 Siga-nos CIDADES 28 de Fevereiro de 2014 @jornalcidademg ANO I - Nº 20 Diretora fala sobre os projetos da APAE de S. A. do Monte em 2014 Nena Foto: VALÉRIA COSTA FERREIRA / APAE S. A. DO MONTE ll A Associação de Pais e Amigos do Excepcional – APAE de Santo Antônio do Monte foi fundada em 1986. Atualmente atende 85 pessoas com deficiências múltiplas, oferecendo à elas e aos seus familiares, amplo atendimento em diversas áreas, tais como assistência social, saúde e educação. Ao longo de minha trajetória profissional sempre prezei pela política do bem-estar social, busquei estabelecer iniciativas de fortalecimento e valorização do exercício da cidadania. Sempre atuei na área educacional, cultural e social. Ainda muito jovem, após concluir o curso de Magistério, fui convidada para o exercício da profissão docente, e desde então passei a me envolver cada vez mais no contexto educacional, me graduando em Pedagogia e posteriormente me especializando em Educação Especial. Na ocasião, já atuava como professora da APAE e logo em seguida fui indicada para concorrer ao cargo de Diretora, o qual ocupei durante cinco anos. Posteriormente estive um ano como vice-diretora. Fiquei treze anos exercendo outras funções que certamente me enriqueceram profissionalmente, e nesse ano de 2014 tenho o privilégio de retornar à APAE, lugar do qual nunca saí. Estive sempre presente nas ações que foram desenvolvidas. Atualmente, então mais experiente, venho contribuir novamente para o crescimento da instituição e pelo bem estar de todos os envolvidos com a mesma: alunos, pais, funcionários, voluntários, parceiros e amigos. A nova diretoria da Apae-Samonte é composta pelo presidente Geraldo Magela Góis, pela vice-presidente Sueli Maria Oliveira e eu ocupo o cargo de diretora da Escola Especial Marcelo Cardoso de Oliveira, que é mantida pela APAE. PROJETOS DA APAE O setor de tele doações da APAE representa um apoio fundamental para o crescimento e desenvolvimento da instituição. Graças ao seu trabalho, foi possível realizar a reforma de várias salas de aula; a construção e estruturação da oficina profissionalizante de picolés e a aquisição de alguns equipamentos específicos, o que contribuiu na melhora dos atendimentos diários, tais como fisioterapia, hidroterapia, fonoaudiologia, psicologia, educação e estimulação precoce. Porém, ainda há muito a ser realizado. Dentre as necessidades que a APAE buscará suprir esse ano, estão a ampliação de atendimentos na área da saúde, a aqui- sição de mais equipamentos adaptados, cadeiras de rodas adaptadas, brinquedos pedagógicos e a cobertura do teto do salão com isolamento acústico. Tais ações viabilizarão o aperfeiçoamento dos serviços oferecidos aos nossos alunos e seus familiares. E é em virtude do benefício a toda comunidade da qual cada um de nós faz parte, que convidamos os senhores a colaborar com a APAE para custear estas obras. Acreditamos que a cidadania se faz assim, com a colaboração mútua em busca de um futuro melhor para todos. Agradecemos antecipadamente por seu apoio e boa vontade! Foto: VALÉRIA COSTA FERREIRA / APAE S. A. DO MONTE EQUIPE DE COLABORADORES APAE SANTO ANTÔNIO DO MONTE ALGUNS ALUNOS DA APAE SANTO ANTÔNIO DO MONTE FIM DAS APAES Sobre a questão do fim das APAEs, o que se alega é que a escola tem que prover e dar estrutura aos alunos especiais, ou seja a inclusão. No entanto, inclusão não é sinônimo de matrícula. Não vimos até então um plano concreto de ação para tornar possível tal “inclusão”. Acredito que o sistema de educação pública, por questões ainda fora de nosso alcance, não está preparado para receber nossos alunos, que merecem mais do que uma educação especializada. Eles merecem e necessitam de uma atenção especializada que só é possível através do trabalho árduo de uma equipe multidisciplinar, trabalho esse muito bem desenvolvido pelas APAEs. Qualquer reflexão sobre esse tema impõe adotarmos uma postura mais humana. O trabalho da APAE é intenso, por meio do qual se conquista pequenos avanços que são responsáveis por grandes alegrias! Para continuar realizando esse trabalho com sucesso é necessário fortalecer cada vez mais nossa rede de parceiros e apoiadores, que muito poderão contribuir (não apenas financeiramente) com a melhoria da qualidade de vida de nossos alunos. Agradecemos a todos que sempre estiveram conosco e aguardamos sua visita para conhecer nosso trabalho e despertar sorrisos nos rostos de nossos “alunos”. A APAE te espera de portas e braços abertos!
  11. 11. 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20 Veja outras notícias no site CIDADES 11 www.jornalcidademg.com.br Dificuldade para quitar conta de água do SAAE ll LAGOA DA PRATA A população de Lagoa da Prata encontra, desde o final de 2013, dificuldades em pagar a conta de água do Serviço Autônomo de Água e Esgoto. Se antes era possível quitar a fatura diretamente no caixa dos bancos e em comércios em diversos bairros, hoje o serviço é prestado somente por três agências por meio do auto-atendimento ou débito automático. O estudante de Agronomia Nicholas Macedo, afirma que encontra muita dificuldade para pagar sua conta de água. O engenheiro e diretor do SAAE, Astácio Corrêa Neto, concedeu uma entrevista ao Jornal Cidade e falou sobre o assunto: NICHOLAS MACEDO RECLAMA DA DIFICULDADE PARA PAGAR SUA CONTA DE água. “Fico cerca de 20 minutos na fila, o que significa muito para quem às vezes tem só uma hora de almoço. A direção do SAAE deveria colocar mais postos de atendimento para que nós, cidadãos, não sejamos mais prejudicados. O que pedimos é somente atenção para os consumidores”. Foto: JULIANO ROSSI JORNAL CIDADE : Como estão as negociações com os bancos para que eles ofereçam o recebimento da conta de água em todos os canais disponibilizados aos usuários? ASTÁCIO C. NETO: Temporariamente os bancos Caixa Econômica Federal, Itaú e Crediprata estão realizando o recebimento no autoatendimento e débito automático. E logo estarão em completa operação. A Caixa tem as lotéricas e os pontos credenciados. O SAAE está fechando contrato com o Banco do Brasil, que receberá no débito automático e no posto de atendimento (na Praça da Matriz). Também farão parte os pontos dos Correios. JORNAL CIDADE : Quando aconteceu a última licitação para a contratação do serviço entre o SAAE e os bancos? ASTÁCIO C. NETO: A licitação é anual, e a chamamos de credenciamento, pois todos os agentes financeiros interessados podem se credenciar. Sendo assim, a última credenciação aconteceu em outubro do ano passado. JORNAL CIDADE : Existe um contrato de prestação de serviços formalizado? ASTÁCIO C. NETO: Sim. Existe o contrato feito entre as instituições financeiras e o SAAE. JORNAL CIDADE : Qual a nova proposta dos bancos? ASTÁCIO C. NETO: Durante oito anos a taxa estabelecida foi de R$ 0,40 centavos por conta recebida. Em outubro do ano passado, diante do credenciamento dos bancos, fixamos o valor em R$0,70, ou seja, oferecemos um reajuste de praticamente 90%. DIRETOR DO SAAE AFIRMA QUE EM BREVE A SITUACÃO ESTARÁ REGULARIZADA E COM MAIS OPÇÕES DE PAGAMENTO JORNAL CIDADE: O SAAE já estudou a possibilidade de abrir um ponto próprio para o recebimento da conta? ASTÁCIO C. NETO: Sim, já estudamos esta possibilidade. Porém, o SAAE não é agente financeiro, não trabalhamos com dinheiro, nenhum funcionário do SAAE coloca a mão e não tem acesso a isso. Toda a movimentação financeira é feita em cheque, via bancos. O SAAE não faz pagamentos diretos às pessoas e nem tem contato com o dinheiro. JORNAL CIDADE : Por que o SAAE de Lagoa da Prata não cobra o consumo real do contribuinte, assim como faz a Copasa? ASTÁCIO C. NETO: Isto é muito relativo, pois cada empresa trabalha com um custo. E todo sistema tem despesas fixas. E a tarifa mínima é uma forma de ter sustentabilidade no trabalho. Não é que não seja possível, mas há de se fazer um estudo para que o consumidor pague pelo consumo real da tarifa. Tem que estabelecer um valor progressivo a partir de “x” metros cúbicos, e como a maioria gasta além do mínimo, teremos assim uma tarifa progressiva alta, sendo assim quem paga uma conta alta, pagará ainda mais alta. Precisa-se estudar mais, pois às vezes passar a cobrar o consumo real tornará o serviço possivelmente inviável. JORNAL CIDADE : Qual o valor que o SAAE pretende cobrar da tarifa de tratamento de esgoto, quando a ETE for concluída e o serviço começar a ser prestado? ASTÁCIO C. NETO: O valor ainda não foi estudado e mesmo assim para chegarmos a um acordo precisaremos da participação popular. Claro que terá um custo, mas ainda será estudado. JORNAL CIDADE : Qual a previsão para a conclusão e inauguração da ETE? ASTÁCIO C. NETO: Até maio a Estação de Tratamento de Esgoto estará pronta, porém a data limite é 20 de maio. Empresa de Lagoa da Prata se destaca no setor de construção civil e oferece mais rapidez e menor custo INFORME PUBLICITÁRIO Concreto usinado garante mais qualidade e menos custo à sua obra A PILARES CONCRETO ATENDE A QUALQUER TAMANHO DE OBRA ll Ao contrário do que a maioria pensa, o Concreto Usinado pode custar muito menos do que comprar o material e virá-lo na própria obra. A qualidade do concreto bombeável é superior ao do manipulado e pode ainda diminuir o desperdício de material, reduzir a mão de obra necessária na concretagem, acelerar os prazos e diminuir os custos, ou seja, um melhor custo benefício. Definindo-se co- mo uma alternativa rápida e econômica, o Concreto Usinado é um dos principais recursos utilizados em construções de lajes, vigas, pisos e contrapisos. Sua aplicação difere do concreto preparado na obra graças à sua praticidade. Isso porque a matéria-prima do concreto usinado é produzida por uma empresa especializada e despejada diretamente no local desejado. A aplicação é realizada por meio de caminhões be- toneiras. Localizada em Lagoa da Prata, a PILARES CONCRETO fornece vários tipos de concreto nas suas mais variadas formas. E ainda utiliza aditivos capazes de melhorar o desempenho, a qualidade e a aplicação dos concretos propostos. A empresa vem ganhando o mercado e oferecendo soluções viáveis para todos os tipos de obras, das pequenas às grandes construções. Dentre as várias obras já realizadas na região, recentemente a PILARES CONCRETO está presente na construção da caldeira da EMBARÉ, na obra da Estação de Tratamento de Esgoto do SAAE/ Lagoa da Prata (construtora Santana) e no fornecimento parcial do concreto para a ponte sobre o Rio São Francisco entre Lagoa da Prata e Luz (construtora Cowan). A Pilares Concreto também atende com muito prazer as pequenas obras, não exigindo volume mínimo de compra e atuando em todas as cidades da nossa região (Lagoa da Prata, Luz, Bom Despacho, S. A. do Monte, Formiga, Arcos, etc.). “O concreto usinado é mais rápido e mais prático Além disso, a obra fica mais bem feita, sem contar a segurança, já que o concreto possui uma qualidade melhor”, Relatam os engenheiros das construtoras mencionadas acima. “A PILARES CONCRETO superou nossas expectativas oferecendo um concreto de muita qualidade e pontualidade na entrega”, complementam. Conforme depoimentos de encarregados e mestres de obras menores, usar o concreto usinado é viável em qualquer tipo de obra: “Para bater uma laje de uma casa de 80 metros quadrados, por exemplo, fazendo o concreto na obra, gastamos aproximadamente sete horas de prazo, utilizando de doze a quinze funcionários. Com o concreto usina- do, com apenas cinco pessoas concluímos o serviço em duas horas de prazo”, explica Thompson Ramos, estudante de engenharia civil, e proprietário da Construtora Moreira Ramos, parceira da PILARES CONCRETO. Ele ressalta a qualidade do concreto usinado. “O concreto virado na obra não atinge o FCK desejado, que é a resistência do concreto. Por isso o concreto usinado oferece uma se- gurança maior. O ideal seria que toda obra utilizasse o concreto usinado”, explica. O empresário diz que é vantajoso utilizar o concreto usinado em todos os tipos de obras. “As pessoas acham que serve só para laje. Mas serve para qualquer área da obra, inclusive passeios. Sai mais barato. Em Arcos e Formiga já se usa o concreto usinado em quase todas as obras”, finaliza.
  12. 12. 12 Siga-nos CIDADES 28 de Fevereiro de 2014 @jornalcidademg ANO I - Nº 20 Pronto Atendimento Médico de Lagoa da Prata está em nova sede ll O Pronto Atendimento Médico de Lagoa da Prata foi transferido para o Hospital São Carlos. A mudança ocorreu na quinta-feira 20. O hospital agora tem uma seção para atendimentos de urgência para pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) e outra seção para atender os usuários que possuem convênios médicos. A administração do PAM está sob a responsabilidade da Fundação São Carlos. O atendimento aos usuários seguirá o Protocolo de Manchester, sistema que classifica o grau de prioridade de cada paciente. De acordo com a enfermeira Jordana Pereira Gomes, do HSC, a equipe do PAM é formada por 21 técnicos de enfermagem, um enfermeiro responsável técnico com especialização em urgência e emergência, quatro enfermeiros supervisores, sete técnicos de raio X, quatro operadoras de SUS Fácil, além de recepcionista, auxiliar de serviços gerais e administrativo. “A estrutura também contará com suporte de funcionários do HSC (Hospital São Carlos), tais como fisioterapeuta, assistente social e psicólogo”, explica. Jordana afirma que a unidade manterá dois médicos nos plantões, além dos sobre-avisos em cirurgia, pediatria, ginecologia, ortopedia, buco-maxilo e clínico geral. ESTRUTURA O novo PAM conta também com dois consultórios, sala de triagem para o Protocolo de Manchester, sala vermelha, sala de sutura, enfermaria masculina, feminina e pediatria, sala administrativa e recepção. “A assistência ao paciente será otimizada, uma vez que se encontra em uma mesma estrutura o atendimento de urgência, bloco cirúrgico e UTI. O paciente será direcionado para internação quando necessário, melhorando a taxa de ocupação do HSC, padronizando protocolos médicos e clínicos”, ressalta a enfermeira. Jordana explica que, embora os pronto-atendimentos do SUS e dos convênios sejam no mesmo local, a equipe médica e de profissionais não será a mesma. “Cada equipe terá a sua escala”, afirma. O PAM para os convênios dispõe de consultório médico, sala de observação e sutura. A sala vermelha será a mesma para particular e SUS. O Protocolo de Manchester, segundo a enfermeira, será utilizado apenas nos atendimentos de urgência e emergência do SUS. O QUE É O PROTOCOLO DE MANCHESTER ? O Protocolo de Manchester classifica, após uma triagem baseada nos sintomas, os doentes por cores, que representam o grau de gravidade e o tempo de espera recomendado Espero que a mudança resolva o nosso problema. Às vezes temos que esperar muito, sentindo dores, para ter um atendimento muito rápido. Mas ainda tenho fé que pode da certo. para atendimento. A classificação de risco deve ser executada por um profissional de nível superior, que geralmente é um enfermeiro que tenha uma boa capacidade de comunicação, agilidade, ética e um bom conhecimento clínico. Inicialmente o paciente será acolhido na recepção onde a atendente fará a sua ficha. Logo após passará pelo processo de triagem, sendo feita a classificação da gravidade do problema baseado no Protocolo Manchester. Realizado a triagem o paciente receberá a pulseira com a cor estipulada, onde deverá aguardar no PAM até que o atendimento aconteça. O tempo de espera passará a ser considerado a partir do momento em que o paciente passar pela máquina de triagem. A classificação é feita a partir das queixas, sinais, sintomas, sinais vitais, saturação de O2, escala de dor, glicemia entre outros. ADÉLIA SOUZA (57) Moradora Bairro Chico Miranda Eu fiquei sabendo da mudança e vim ver, ficou muito bacana, só espero que o atendimento também seja tão bacana quanto a mudança. DIRCE GARCIA (34) Moradora Bairro Chico Miranda Assembleia trabalha para melhorar serviço de telefonia INFORMATIVO PARLAMENTAR ll U ma das atribuições dos deputados é investigar a Administração Pública e atuar na defesa dos Foto: Lia Priscila interesses da coletividade por meio de comissões parlamentares de inquérito. Recentemente a Assembleia Legislativa de Minas Gerais concluiu uma dessas comissões constituídas que tinha como objetivo investigar o serviço prestado em Minas Gerais pelas empresas de telefonia. Como resultado de oito meses de trabalho, a Comissão e os represantes das operadoras (Vivo, TIM, Oi e Claro) assinaram um plano de melhorias que tem como objetivo solucionar os principais gargalos do segmento, bem como promover o entendimento entre empresas e consumidores no Estado. O Procon Assembleia e o Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado (Sinttel-MG) também assinaram o documento. O Deputado Tiago Ulisses parabenizou os deputados e toda equipe pelo resultado da CPI e lembrou que o Governador Anastasia lançou o Programa Minas Comunica II: “mostra que tanto o Governo do Estado quanto a Assembleia Legislativa estão em sintonia com a vontade do povo. Uma das principais demandas que chegam ao nosso Gabinete é o acesso à telefonia, e com boa qualidade do serviço. A partir de abril próximo começam a ser instaladas torres de telefonia celular em todos os distritos de Minas Gerais, conforme contempla o Programa Minas Comunica II que Anastasia lançou no final do ano passado, quando estive presente acompanhado de vários prefeitos, vereadores e lideranças comunitárias. E a CPI, com um estudo amplo nesses oito meses, fez um excelente diagnóstico do serviço em Minas Gerais e conseguiu fazer com que as operadoras se comprometessem a tomar algumas medidas para me- lhorar o serviço”, disse o Deputado. Entre as medidas assinadas no documento entre a ALMG e as operadoras de telefonia, estão o compromisso para que sejam feitos investimentos na ampliação da sua capacidade de transmissão; apresentação à ALMG, em até 180 dias, de plano de ampliação das antenas e estações rádio-base; promoção de um espaço especial e diferenciado para o atendimento aos idosos em lojas físicas; disponibilização, em seus sites, das informações sobre os valores cobrados pelos serviços, assim como acesso ao contrato firmado entre o consumidor e a operadora e expansão da cobertura celular para 100% da zona rural em Minas Gerais até o dia 31 de dezembro de 2015.
  13. 13. 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20 Veja outras notícias no site www.jornalcidademg.com.br 13
  14. 14. 14 Siga-nos CIDADES @jornalcidademg 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20 Moto clube de Lagoa da Prata mostra sua identidade U ll m dos fundadores do Moto Clube Asas de Ícaro, Júnior Costa, concedeu entrevista ao Jornal Cidade para falar um pouco sobre a identidade do grupo. Segundo ele o nome foi inspirado na mitologia grega, no mito de Ícaro, cujo sonho era ser livre e voar. “Experimentamos sensação semelhante de liberdade com nos- sas motocicletas, que são para nós, nossas asas, que nos permitem conhecer diversas pessoas e lugares”, relata o fundador. “O ‘Asas de Ícaro’ era um sonho antigo meu e de meus amigos. A princípio queríamos fundar um grupo de amigos que se reuniriam para viajar, executar causas sociais, enfim, cultivar os valores fraternais cada vez mais extintos em nossa sociedade virtual e individualizada. Associado a isto, estava a paixão por motos, e após conhecermos alguns moto clubes fora de nossa cidade e os valores do motociclismo, vimos que a ideia se encaixava bem com nossos anseios. Assim, em setembro do ano passado, fundamos oficialmente o Asas de Ícaro”, complementa Júnior Costa. Atualmente o moto clube conta com 14 integrantes. O presidente é Paulo Santos (Duende). “Os candidatos passam por um período de observação. Viajam conosco, e após diversas viagens, nos reunimos com os demais membros para avaliar o candidato, suas condutas, sua idoneidade moral frente à sociedade. Se for aprovado ele recebe a camisa e o colete. A partir daí, com o tempo ele vai se graduando no movimento até receber o escudo oficial em seu colete”, salienta Costa. Para permanecer no moto clube, o motociclista tem que participar das convocações oficiais. Geralmente viajamos pelo menos uma vez por mês e nos reunimos em assembleia quinzenalmente. “Estamos apenas começando, mas com certeza faremos muita história em Lagoa da Prata e região”, afirmou Costa. moto clube asas de ÍCARO - LAGOA DA PRATA (MG)
  15. 15. 28 de Fevereiro de 2014 ANO I - Nº 20 POLÍCIA Veja outras notícias no site www.jornalcidademg.com.br Indivíduo de Lagoa da Prata é preso com cerca de 12 quilos de drogas Foto: DIVULGAÇÃO POLÍCIA MILITAR APREENSÃO DA DROGA FOI FEITA NA BR 262, EM BOM DESPACHO ll No dia 25 de fevereiro (terça-feira), na cidade de Bom Despacho, a Polícia Militar juntamente com a Polícia Rodoviária Federal e Fiscais do IMA realizaram uma operação conjunta “Divisa Segura” no Posto Rodoviário Federal situado à BR262. Ao parar um veículo Fiat Uno, os militares viram que o homem que estava dentro do carro era conhecido nos meios policiais de Lagoa da Prata pelo nome de ” Douguinha”. Durante a revista veicular, foi encontrado no banco de trás do carro uma caixa de papelão contendo: •4 (quatro) barras de crack; •3 (três) barras de cocaína; •5 aparelhos celulares; •2 pen drives •1 balança de precisão; •1 faca; •1 cheque no valor de R$ 11.346; •1 talão de cheques; •R$872 em dinheiro; O total de drogas apreendidas foi de 11.622 Kg. Diante dos fatos, o autor foi preso e conduzido com todo material e o veículo até a Delegacia de Polícia, sendo autuado e encaminhado para a cadeia local. Roubo de veículo à mão armada em Santo Antônio do Monte ll Na última sexta feira (21/02) a Polícia Militar de Santo Antônio do Monte foi acionada pelo solicitante J.C.B.F. Ele informou que estava com sua namorada L.C.R estavam nas proximidades da residência dela, localizada à rua Paraná, dentro do veículo Fiat/Pálio Fire, quando foram surpreendidos por dois indivíduos. Um deles estava armado com um revólver de calibre 38. Foi dada ordem para que as vítimas descessem do veículo, tendo os autores evadidos no veículo em alta velocidade pela Rua Paraná, sentido bairro São Lucas. J.B.B.F informou que havia abastecido seu carro com a quantia de R$100 na tarde de sexta e que o mesmo possui seguro opcional. Também foi levado os seguintes objetos que se encontravam no interior do veículo: 02 aparelhos celulares, sendo um marca Nokia Lumia 720, e o outro Samsung Galaxy Pocket, a CRLV do veículo; a CNH do condutor e a quantia de R$ 500 em dinheiro. As vítimas não souberam precisar se eram dois ou três autores, porém a mulher conseguiu passar as seguintes informações a respeito de dois indivíduos: ambos aparentavam ser menores de idade e usavam calça jeans; um mais gordo, trajava blusa de mole- tom na cor vermelha, aproximadamente 1,60m de altura; o segundo empunhava a arma, trajava blusa de moletom na cor preta, aproximadamente 1,70m de altura. Eles estariam a pé quando abordaram as vítimas. Embora haja várias câmeras de monitoramento da cidade, elas estão inoperantes. Uma das poucas que estão funcionando captou um veículo Fiat/Palio, cor PRATA, evadindo em alta velocidade sentido a cidade de Lagoa da Prata - MG. As informações foram repassadas às cidades vizinhas, bem como acionado o bloqueio. Foi realizado rastreamento, porém sem êxito. Furto em veículo oficial na garagem da Prefeitura ll MOEMA Na manhã de 24 de Fevereiro, a Polícia Militar foi solicitada a comparecer na garagem da Prefeitura Municipal de Moema, onde sr. A.M relatou que havia deixado o veículo Fiat/Doblo, de placa oficial HNV-7947 - Moema, na garagem para conserto, pois havia se envolvido em um acidente de trânsito. Ao chegar no local não encontrou o veículo nas mesmas condições que havia deixado. Nesta data, o solicitante notou que indivíduos não identificados furtaram da citada ambulância um rádio com entrada auxiliar para pen drive e um cartão de memória. Porém o solicitante diz não suspeitar de alguém específico. Diante dos fatos foi acionada a perícia técnica, via telefone na delegacia de Bom Despacho/MG, sendo informado pelo perito Leandro que posteriormente iria com- parecer ao local para realizar os seus trabalhos. Foto: THAMILA ISRAEL DOS REIS LADRÃO FURTOU O RÁDIO DA AMBULÂNCIA 15
  16. 16. Siga-nos CULTURA 16 Literatura Maria do Rosário Bessas ACADELP apresentará seus novos membros em Março ll A Academia de Letras de Lagoa da Prata – ACADELP é uma instituição que luta pelo fortalecimento do amor à arte literária, incentivando autores, leitores e amantes da prosa e da poesia através de eventos culturais que aproximam e semeiam essa arte. Frente à academia está Maria do Rosário Bessas, que é pedagoga aposentada, professora de literatura e redação; e atualmente realiza assessoria às escolas de educação infantil. Publicou o livro Poesias de Criança e participou de várias coletâneas, entre elas, “Lagoa da Prata em Prosa e Verso” e “Palavras sem Fronteiras II”. Recebeu o Prêmio Luso-brasileiro 2013, “Melhores Poetas”, organizado pela editora portuguesa Mágico de Oz e pela associação de poetas de Ilha de Madeira. Ocupa a cadeira número 8 da Academia Lagopratense de Letras, é membro da AVPE (Academia Virtu- al de Poetas e Escritores e Recanto das Letras). Sua obra compõe-se de crônicas, contos, artigos e poesias, com um carinho especial pela poesia infantil. A temática central de suas obras sempre foi o cotidiano e o conflito social, onde busca além da poesia, uma crítica reflexiva sobre o comportamento do homem diante do mundo e da vida. “Não precisamos falar sobre nossas dificuldades nesse momento histórico, quando nossos jovens estão inebriados pela tecnologia e seus recursos cada vez mais avançados, que os afastam cada vez mais dos livros e da poesia. Mas somos batalhadores incansáveis nessa luta gloriosa de manter vivo o nome de nossos poetas, nossos escritores e nossos incontáveis talentos, a cada dia enriquecendo mais o nosso acervo cultural” afirma a Presidente. 28 de Fevereiro de 2014 @jornalcidademg Segundo Bessas a sede da ACADELP está situada no prédio da Câmara dos Vereadores e as reuniões acontecem na última quinta feira de cada mês, onde teremos o prazer de receber aqueles que quiserem nos honrar com sua presença e seus trabalhos. No dia 14 de Março, dia da Poesia, faremos a posse dos novos Acadêmicos indicados para essa fase. A posse será no Teatro Fausto Rezende, às 20h00. São eles: •Dr. Gayco Firpe Juiz de direito aposentado pelo TJMG, que além de escritor e poeta é também pintor, um eterno sonhador com a justiça e com a beleza do mundo. •Dr. Tomaz Aquino de Rezende Promotor de Justiça, escritor e batalhador pela igualdade entre os homens, um defensor da vida e da arte. •Maria Marta Vidal Pedagoga aposentada, uma eterna militante política, sempre em defesa dos ideais humanos e divinos. •Maria das Neves Castro Professora e Advogada, também sempre em equilíbrio com a busca da essência humana, buscando as razões dos conflitos do homem através da literatura. •Maria Alice Perilo Bibliotecária, uma poetisa que tem a alma criança e que consegue como ninguém entrar no imaginário infantil através dos versos. E s s e s c i nc o novo s membros vão abrilhantar não só a ACADELP com a sua participação, como também o pequeno mundo acadêmico de nossa cidade, que agora toma proporções gigantescas com tanto talento somado. ANO I - Nº 20 Crianças, adultos e idosos participam de oficinas de convivência em Pedra do Indaiá ll O CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de Pedra do Indaiá, juntamente com a professora de Educação Física Daysiane iniciaram neste mês de fevereiro as aulas de dança com diversos ritmos, que acontecem às quartas e quintas feiras de 18 às 21h, com aulas específicas para crianças, adolescentes, idosos e adultos. O projeto visa o desenvolvimento comunitário e tem por objetivo fortalecer os vínculos dos mesmos, propiciando um ambiente agradável de troca de experiência e convívio social. Cada turma tem o seu horário, as crianças são divididas por faixa etária. As de 3 a 5 anos fazem aula na segunda-feira de 8h às 10h. As crianças de 6 a 9 anos, de 9h às 11h na terça feira. E as de 10 a 12 anos, nas quintas-feiras de 14h às 16h. Já os idosos participam do projeto às quartas feiras de 13h às 14h. De acordo com assessoria da prefeitura, em março o CRAS também irá oferecer oficina de artesanato, que acontecerá nas tardes de todas as terças-feiras. Os interessados podem se inscrever no CRAS de Pedra do Indaiá. A oficina de dança e a de artesanato são atividades complementares do SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos) que visam atender a população em geral. Segundo a secretária de Assistência Social, Maria do Rosário, “quem participa confirma que além de interagir com o grupo, logo vê os resultados no corpo e na mente”.

×