JORNAL DE OLHO NO
FUTURO
CASAMENTO E
MISSA GAY...
Segundo o Padre do País de
Gales, ele fará uma missa destinada
ao públic...
das drogas, para você querer se
informar um pouco mais leia a pág -5.
Cresce
número de
Adolescentes
com DSTs
Novas informa...
pesquisadores chegaram à conclusão de
que o conteúdo sexual dos programas
pode influenciar na taxa de gravidez na
adolescê...
tinham como “doadores” israelenses.
Porém começaram a agregar também
brasileiros e romenos que vendiam rins por
um preço m...
Inglaterra e do País de Gales.
Como explica o arcebispo, “a
ênfase é no cuidado com os fiéis. Às vezes,
as pessoas chegam ...
essas propriedades da maconha, pode
trabalhar nos receptores do cérebro para
evitar perda na velhice”.
BBC – Brasil
Pais d...
essas propriedades da maconha, pode
trabalhar nos receptores do cérebro para
evitar perda na velhice”.
BBC – Brasil
Pais d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal de olho no futuro

389 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
389
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal de olho no futuro

  1. 1. JORNAL DE OLHO NO FUTURO CASAMENTO E MISSA GAY... Segundo o Padre do País de Gales, ele fará uma missa destinada ao público gay, e essa atitude gera polêmica, leia mais na pág- 4. Já na Argentina a presidente anunciou que o casamento gay não é uma lei, mas sim uma constituição entre os parceiros, leia um pouco mais na pág – 4. DTS VIRA MODA! Número de adolescentes com DTS, ou seja, isso indica que os garotos e as garotas, estão fazendo sexo sem algum tipo de prevenção, leia na pág – 2. MACONHA PARA DIMINUIR A CRISE? Realmente parece loucura, porém é caso verídico, e aconteceu na Califórnia, deputado sugeri legalizar a maconha para diminuir a crise, leia mais na pág – 5. PAIS DESCUIDADOS Levantamento aponta, que os pais não estão prevenindo os seus filhos, o que acaba levando ao mundo
  2. 2. das drogas, para você querer se informar um pouco mais leia a pág -5. Cresce número de Adolescentes com DSTs Novas informações obtidas por estudos promovidos pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, de Centers for Disease Control and Prevention) junto a adolescentes norte- americanas são, no mínimo, preocupantes: da população avaliada, pelo menos uma em cada quatro voluntárias tem alguma doença sexualmente transmissível (DST). De acordo com as estimativas do CDC, nos EUA, 3.2 milhões de garotas com idades entre 14 e 19 anos – ou 26% deste grupo etário – estão infectadas. A situação é ainda mais grave em meio à população de adolescentes negras: aproximadamente metade das pesquisadas tinha alguma doença sexualmente transmissível. A maior freqüência de infecções ocorreu pelo papilomavírus humano (HPV) – apesar de haver vacina disponível contra vários tipos do vírus. Apenas para se dar uma idéia, 18% das adolescentes são portadoras de algumas cepas do vírus, causador de verrugas genitais e câncer cervical, como informa o CDC. Segundo apontaram os autores do estudo, a maioria das pessoas infectadas pelo HPV não sabe disso, porque os prejuízos causados pelo vírus demoram anos até aparecerem. Curiosamente, cerca de metade das participantes do estudo declarou jamais ter praticado sexo – apesar de, neste grupo, haverem sido verificados 40% dos casos de DSTs. Isto pode ter ocorrido porque boa parte delas (erroneamente) não considera como práticas sexuais aquelas que não envolvem penetração, como o sexo oral. BBC – Brasil A POLÊMICA DO SEXO NA TV! Estudo publicado na revista Pediatrics, da Academia Americana de Pediatria (confira abstract) estabelece cientificamente o que muita gente já imaginava: adolescentes expostos a muitos programas televisivos de conteúdo sexual e erótico apresentam duas vezes maiores chances de gravidez precoce do que as demais. E não apenas as meninas: segundo os pesquisadores da RAND Corporation (organização de pesquisas sem fins lucrativos) também os meninos entretidos com este tipo de programação apresentam propensão maior de engravidarem suas namoradas. Durante três anos, 2.000 adolescentes entre 12 e 17 anos de idade foram acompanhados pela equipe. Entre outros pontos, os voluntários eram questionados sobre seus hábitos televisivos e sexuais. Comparados os dados, os
  3. 3. pesquisadores chegaram à conclusão de que o conteúdo sexual dos programas pode influenciar na taxa de gravidez na adolescência, ao criar a percepção de que relações sexuais sem proteção anticoncepcional oferecem “pouco risco”, estimulando, ainda, que adolescentes comecem relacionamentos íntimos mais cedo. Anita Chandra, pesquisadora-chefe do grupo, avisa que “os jovens recebem considerável quantia de informação sobre sexo por meio da TV, sendo que, normalmente, a programação não destaca as responsabilidades e os riscos envolvidos na prática sexual”. Ela e colegas verificaram que “a quantidade de conteúdo sexual na televisão dobrou nos últimos anos”. Nesta questão, “também devemos investigar o papel das revistas, da internet e da música” ressalta Chandra. BBC - Brasil QUERO OS MESMOS DIREITOS! Olivia Pratten soube da forma com que foi concebida aos cinco anos de idade. Seus pais, agora separados, apóiam-na em sua ação legal direcionada a conhecer a identidade do doador de seu material genético. Logo de início, para ajudá-la, sua mãe tentou obter registros do doador, junto à Vancouver Fertility Clinic – local em que passou pelo tratamento, em 1988 –, mas obteve como resposta que não existe qualquer regulamentação na província que obrigue a guardar tais documentos. Os réus: a província em que nasceu, além do Colégio de Médicos e Cirurgiões de British Columbia, encarregado de estabelecer normas sobre o assunto. Em primeira instância, a promotoria da província procurou minimizar o caso, solicitando que a ação fosse interrompida. Argumento: os tais registros sobre o “pai” biológico de Olivia já nem existem mais. A Corte, porém, quer que a ação prossiga, conforme decidiu a juíza Miriam Gropper. “Isso é um assunto sério em que a queixosa e outras pessoas são diretamente afetadas. Nossa provincia não conseguiu demonstrar a que instância a senhorita Pratten e outras pessoas podem direcionar suas questões”. Vale lembrar: em nível federal, no Canadá, as doações de óvulos e esperma são regulamentadas, sendo proibida a destruição de documentos vinculados a doadores. Porém, a mesma lei permite a essas pessoas que permaneçam anônimas. BBC – Brasil BRASILEIROS VENDEM ÓRGÃOS? Médicos africanos foram acusados de realizar transplantes ilegais de rim em israelenses, dos quais teriam sido “doadores” brasileiros e romenos, levados à África do Sul para tal fim. Os procedimentos de retirada e transplante de órgãos teriam acontecido entre 2001 e 2003 e sido realizados no hospital St Augustine, em Durban, África do Sul, um dos hospitais da rede Netcare. Segundo o periódico inglês The Times, inicialmente os transplantes ilegais
  4. 4. tinham como “doadores” israelenses. Porém começaram a agregar também brasileiros e romenos que vendiam rins por um preço muito mais barato. Para dar uma idéia: enquanto israelenses cobravam cerca de US$ 20 mil por órgão, os outros ganhavam cerca de US$ 6 mil. A conhecida rede de hospitais (óbvio) nega a participação em qualquer procedimento ilícito e promete defender-se nos tribunais. Estadão de São Paulo CASAMENTO GAY! “Não tenham medo, nada vai lhes acontecer que os prejudique. O que vem por aí é mais amor e mais liberdade. E isso é muito positivo”. Foi essa a forma que o ator argentino Ernesto Larresse, de 60 anos, escolheu para “consolar” a ala contrária à união civil entre pessoas do mesmo sexo, aprovada em seu país no dia 15 deste mês. Larresse foi um dos protagonistas da história, ao se casar, no dia 29, em Buenos Aires, com seu parceiro Alejandro Vanelli, 61, em cerimônia transmitida ao vivo e em cores a toda a nação. Este, no entanto, não foi o primeiro casamento realizado a partir da nova lei sobre o tema: momentos antes, na cidade de Frias, em Santiago Del Estero, uniram-se o arquiteto José Luís Navarro, de 54 anos, e o administrador aposentado Miguel Angel Calefato, de 65 anos, juntos há 27. Polêmica Depois de um debate acalorado e uma votação que durou mais de 14 horas, a nova lei foi aprovada no Congresso por 33 a 27 (com três abstenções) e sancionada pela presidente Cristina Kirchner, que defendeu: “esta não é exclusivamente uma lei, mas uma Constituição social, que pertence aos que construíram uma sociedade diversa, formada por todas as classes e credos”. Como seria de se esperar, a medida causou indignação por parte de igreja e entidades religiosas, além de políticos conservadores, entre outros. Google News Hã, Missa gay? Discriminação? Bem, boa parte dos interessados não acha. Agora, os católicos britânicos têm uma alternativa para exercerem sua fé: uma missa semanal direcionada ao público GLS, na igreja de Nossa Senhora da Assunção e São Gregório, localizada no Soho, centro de Londres. Apesar de ser aberta a quem quiser, a missa é direcionada a tal público. “Todos estão convidados, mas a celebração tem um apelo particular a pessoas de uma mesma orientação sexual – não para distingui-las do resto da congregação, mas para dizer que podem se sentir em casa aqui”, explica o arcebispo Vincent Nichols, líder da Igreja Católica da
  5. 5. Inglaterra e do País de Gales. Como explica o arcebispo, “a ênfase é no cuidado com os fiéis. Às vezes, as pessoas chegam aqui com lágrimas nos olhos porque, pela primeira vez, duas partes realmente importantes das suas vidas se encontraram: sua fé e sua identidade sexual”. “Procurei uma missa com uma mensagem positiva sobre coisas que as pessoas devem fazer, e não alguém me dizendo coisas que não devo”, comemora o fiel Paul Brown. Outra presença constante à Igreja é de Renate Rothwell, para quem “a vida seria mais desanimada e solitária” sem a missa no Soho. Como era de se esperar nem todos têm o mesmo ponto de vista sobre um assunto tão controverso. Apoiados por William Oddie, ex-editor do jornal Catholic Herald, (para quem os bispos andam “defendendo pessoas engajadas no estilo de vida homossexual”), católicos tradicionalistas se reúnem duas vezes por mês em frente à igreja, portando grandes rosários e pedindo o fim da missa gay. Obviamente, ninguém gostaria de se indispor com autoridades eclesiásticas próximo à visita de Bento XVI ao país – a primeira de um Papa desde 1982. BBC - Brasil Maconha para diminuir a crise? O – polêmico – projeto de lei foi apresentado pelo deputado democrata de São Francisco Tom Ammiano, na Califórnia, para amenizar a crise financeira que assola os Estados Unidos: em resumo, o político quer que a erva seja liberada para maiores de 21 anos e cobrados impostos sobre sua venda. As leis atuais naquele estado permitem a venda da maconha para fins medicinais, o que, se o projeto for aprovado, será expandido a consumidores comuns. Durante entrevista coletiva na apresentação do projeto Ammiano disse que com a gravidade da crise financeira enfrentada pelo Estado, “a medida rumo a regularização e a cobrança de impostos sobre a maconha é simplesmente uma questão de bom-senso”. Segundo o grupo Marijuana Policy Project California, composto por militantes pela liberação da maconha, estimativas baseadas em estatísticas do governo federal indicam que a erva é o produto agrícola mais rentável da Califórnia, gerando rendimentos de cerca de US$ 14 bilhões em 2006. BBC – Brasil Maconha e memória Cientistas norte-americanos da equipe da Ohio State University afirmam que substâncias presentes na maconha – aparentemente – beneficiam o cérebro de pessoas idosas. De acordo com a equipe, que apresentou os resultados de seu estudo no encontro da Society for Neuroscience, nos EUA, o objetivo é criar uma nova droga, com propriedades semelhantes às do tetrahidrocanabinol (ou THC, a principal substância psicoativa da maconha), porém, sem os efeitos narcóticos da mesma. Utilizando cobaias, a pesquisa sugere que, pelo menos, três receptores cerebrais são ativados pela droga sintética. Tais receptores são proteínas do sistema endocabinóide, que controla a memória e processos psicológicos associados ao apetite, humor e resposta à dor. “Será que as pessoas poderiam fumar maconha para evitar o Mal de Alzheimer, doença com componentes hereditários?”, questiona o Gary Wenk, chefe da pesquisa de Ohio. “Não é isso que estamos dizendo: o que nos parece é que uma substância legal e segura, que imite
  6. 6. essas propriedades da maconha, pode trabalhar nos receptores do cérebro para evitar perda na velhice”. BBC – Brasil Pais descuidados Levantamento realizado pelo Centro Nacional de Adicção e Abuso de Substâncias, dos EUA, concluiu que pais estão falhando na tarefa de prevenir que seus filhos usem drogas, bebam e fumem. Entre os meses de abril e junho deste ano foram acompanhados mais de 1.000 crianças e adolescentes com idades entre 12 e 17 anos, bem como, mais de 300 pais. Verificou-se, entre os – surpreendentes – achados que ⅓ das drogas utilizadas pelos jovens foram obtidas dentro de suas próprias casas. Grande parte dos voluntários disse, por exemplo, que é mais fácil obter narcóticos do que cervejas, utilizando prescrições fornecidas aos pais. Na opinião de Tom Riley, porta-voz da entidade que realizou a pesquisa, trata- se de uma tendência “insidiosa e silenciosa, e, por isso mesmo, capaz de levar a um enorme problema”. Para ele, “não se trata de um traficante induzido aos jovens a usarem drogas” e, sim, de narcóticos cuja obtenção foi facilitada dentro das próprias casas das crianças. BBC - Brasil
  7. 7. essas propriedades da maconha, pode trabalhar nos receptores do cérebro para evitar perda na velhice”. BBC – Brasil Pais descuidados Levantamento realizado pelo Centro Nacional de Adicção e Abuso de Substâncias, dos EUA, concluiu que pais estão falhando na tarefa de prevenir que seus filhos usem drogas, bebam e fumem. Entre os meses de abril e junho deste ano foram acompanhados mais de 1.000 crianças e adolescentes com idades entre 12 e 17 anos, bem como, mais de 300 pais. Verificou-se, entre os – surpreendentes – achados que ⅓ das drogas utilizadas pelos jovens foram obtidas dentro de suas próprias casas. Grande parte dos voluntários disse, por exemplo, que é mais fácil obter narcóticos do que cervejas, utilizando prescrições fornecidas aos pais. Na opinião de Tom Riley, porta-voz da entidade que realizou a pesquisa, trata- se de uma tendência “insidiosa e silenciosa, e, por isso mesmo, capaz de levar a um enorme problema”. Para ele, “não se trata de um traficante induzido aos jovens a usarem drogas” e, sim, de narcóticos cuja obtenção foi facilitada dentro das próprias casas das crianças. BBC - Brasil

×