Internet como estratégia de marketing

473 visualizações

Publicada em

WEB 2.0 é um termo criado em 2004 por Tim O'Reilly para designar uma segunda geração de comunidades e serviços.

O ambiente de interacção e participação de hoje engloba inúmeras linguagens e motivações. A web 1.0 era uma web de sentido único, cujo processo comunicativo funcionava numa única direcção, na web 2.0 o processo é de ida e volta.

Publicada em: Internet
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Internet como estratégia de marketing

  1. 1. Internet como estratégia de marketing João Nuno Patrício
  2. 2. WEB 2.0 • WEB 2.0 é um termo criado em 2004 por Tim O'Reilly para designar uma segunda geração de comunidades e serviços. • O ambiente de interacção e participação de hoje engloba inúmeras linguagens e motivações. A web 1.0 era uma web de sentido único, cujo processo comunicativo funcionava numa única direcção, na web 2.0 o processo é de ida e volta. João Nuno Patrício
  3. 3. Ferramentas de marketing da Web 2.0 João Nuno Patrício
  4. 4. João Nuno Patrício
  5. 5. Blog • Blog é a abreviatura de weblog. Qualquer registo frequente de informações pode ser considerado um blog (últimas notícias de um jornal on-line, por exemplo). • A maioria das pessoas utiliza os blogs como diários pessoais, porém eles podem ter qualquer tipo de conteúdo e serem utilizados para diversos fins. João Nuno Patrício
  6. 6. • A principal vantagem das ferramentas de blog é permitir que os utilizadores publiquem o seu conteúdo sem a necessidade de saber como construir uma página na internet. • As mais utilizadas ferramentas de blogging são o Wordpress e o Blogspot Blog João Nuno Patrício
  7. 7. Exercício como fazer um blog no Wordpress • Registe-se • Visite o site WordPress.com e registe-se para obter um blog gratuito. Para efectuar o registo precisa apenas de um email, caso não tenha pode criar um no Gmail ou Hotmail. Se já tem um domínio deve então visitar o WordPress.org e faça upload do ficheiro para o seu site. • Escolha um domínio • Enquanto faz o registo no WordPress.com eventualmente ser-lhe-á pedido um domínio. Na escolha do domínio tem a opção premium, não é obrigatório para começar um blog, mas se pretende retirar a extensão “wordpress.com” terá que escolher essa opção. João Nuno Patrício
  8. 8. • Definições • Depois de ter definido o seu blog poderá fazer o login (ou este será feito automaticamente). Quando tiver feito o login, verá no seu dashboard um menu à sua esquerda, quase no fim terá o menu “Definições”. Ao clicar neste menu terá acesso a alguns pontos que pode personalizar de acordo com as suas preferências, por exemplo privacidade ou quantos posts quer que sejam apareçam • Perfil de Utilizador • O WordPress é diferente dos outros websites, para além de poder criar sites ou blog, tem uma comunidade com diversos recursos. Ter um perfil é necessário para tirar partido dos mesmos. Além de que se alguém visitar o seu blog e quiser saber mais sobre si ou a sua empresa poderá fazê-lo através do perfil. Exercício como fazer um blog no Wordpress João Nuno Patrício
  9. 9. • Tema • O WordPress permite-lhe alterar e personalizar todo o blog/site através da escolha de um tema. Um tema é basicamente o layout que controla todo o “look and feel” de blog/site. Pode escolher um tema no menu “Appearance” que está na barra lateral esquerda do dashboard. Escolha um tema da sua preferência, não opte por um tema default pois é o mais usado e comum. • Widgets • Os widgets também aparecem no menu “Appearance”, eles controlam todos os elementos que aparecem na barra lateral, juntamente com o corpo e conteúdo do seu tema. A maior parte dos temas têm uma barra lateral ou no lado esquerdo, ou direito, ou em ambos os lados ou até no rodapé. Exercício como fazer um blog no Wordpress João Nuno Patrício
  10. 10. • Conteúdo • A parte mais importante do seu blog é o conteúdo. Através das páginas e posts consegue adicionar conteúdo ao seu blog. • As páginas são usadas para informação estática, pode adicionar páginas como “sobre nós”, “contactos”. Quando adiciona uma página ela aparece automaticamente no menu de navegação do seu blog. • Os posts são a grande maioria do seu conteúdo. Pode adicionar posts com dicas relevantes para os seus consumidores e clientes, dicas relacionadas com o seu negócio, novas vendas, etc. Para tirar maior partido do seu blog, publique regularmente, escolha uma periodicidade, diariamente, semanalmente ou até mensalmente. Exercício como fazer um blog no Wordpress João Nuno Patrício
  11. 11. • Partilhar • Depois de criar o seu blog só falta partilhar. Coloque um logo, banner, poster ou outro elemento criativo que anuncie o seu negócio. Partilhe também o seu blog, aproveite as redes sociais como Facebook, Twitter, Google Plus para dar a conhecer o mesmo. Exercício como fazer um blog no Wordpress João Nuno Patrício
  12. 12. • Primeiro passo • Entre com a sua Conta Google no site www.blogspot.com. Caso não possua uma Conta Google, clique em “Criar uma conta. • Feito isso, vá ao site do Blogspot e entre com o seu login e senha. • Segundo passo • Depois de ter acedido ao Blogspot, o primeiro passo é clicar em “Novo Blog”, e surgirá painel principal. Exercício como fazer um blog no Blogspot João Nuno Patrício
  13. 13. • Terceiro passo • Agora, deve dar titulo ao blog e criar um endereço. No endereço definira a URL do seu blog: o resultado é parecido com este “http://nomedoseublog.blogspot.com”. • Caso tenha domínio próprio ou compre depois existe a possibilidade de configurar o novo domínio. • Depois de ter preenchido todos estes dados corretamente, tem de escolher um modelo de layout para o seu blog. • Na janela abaixo aparecerão alguns modelos: não se preocupe, nesta fase pode escolher qualquer um. • Quando tiver escolhido qual será o primeiro layout, clique em “Criar Blog”. Exercício como fazer um blog no Blogspot João Nuno Patrício
  14. 14. Como fazer seu primeiro post • Para fazer o seu primeiro post pode clicar em “Nova Mensagem” ou no ícone de uma caneta cor-de-laranja. Será redirecionado automaticamente para a página de novas mensagens. • Digite um titulo e escreva um texto da sua mensagem. Quando terminar a edição do seu texto, basta clicar em “Publicar” para que o conteúdo seja enviado para a página principal do seu blog. Visualizar o seu blog • Para visualizar seu blog clique em “Ver Blog” no topo. Exercício como fazer um blog no Blogspot João Nuno Patrício
  15. 15. • É uma forma de publicação de blog que permite a publicação de textos muito curtos (geralmente com menos de 200 caracteres) e publicá-los para o público em geral ou apenas por um grupo restrito. • Estes textos podem ser enviados por uma diversidade de meios tais como SMS, e- mail, MP3, ou pela web. Microblogging João Nuno Patrício
  16. 16. • É uma ferramenta extraordinária para explorar novas vias de comunicação externa e interna: algumas empresas utilizam-no para a convocação de reuniões, para comunicar com funcionários ou clientes. • O Twitter é o serviço de microblogging mais utilizado (lançado em 2006). Microblogging João Nuno Patrício
  17. 17. • Para criar a sua conta aceda a twitter.com e, na página inicial, preencha o seu nome completo, um e-mail válido (que será utilizado para activar e receber as informações da conta) e uma senha. Clique em “Inscreva-se no Twitter”. • Na janela seguinte deve inserir um nome de usuário: ele será a sua URL no Twitter. Clique em “Criar a minha conta”. • No próximo passo o Twitter recomenda que siga outras pessoas para receber as actualizações delas. Siga os passos e vá clicando em “Próximo” até o fim desta etapa. • Após isso poderá adicionar uma fotografia e uma descrição. • Finalmente clique em “Feito”. A sua conta está criada, mas ainda falta activá-la. Vá até à sua caixa de e-mail e clique no botão “Confirmar a sua conta agora”, que está na mensagem que o Twitter lhe enviou. Não chegou a mensagem? Clique em “Reenviar confirmação” na janela do Twitter no navegador de internet. Exercício criar conta no Twitter João Nuno Patrício
  18. 18. • Para melhor entender a organização da página inicial do Twitter, observe a imagem ao lado: Exercício Como funciona o Twitter? João Nuno Patrício
  19. 19. • 1º – Caixa de busca: Encontre conteúdo relacionado com a palavra chave que digitar e pessoas com o nome que procurar. • 2º – O seu perfil: Clique em cima do seu nome e veja o seu perfil do Twitter, veja quantos tweets já publicou, quantas pessoas segue e quantos o seguem. Vê aquela caixa de texto? Não tenha medo dela, pode tweetar a vontade… é ali que pode partilhar as suas mensagens. • 3º – Tweets: Local onde surgem as actualizações das pessoas que está a seguir. • 4º – Sugestões do Twitter: Normalmente existem anúncios aqui. • 5º – Assuntos do momento: Aqui ficam as hastags mais utilizadas no dia. Exercício Como funciona o Twitter? João Nuno Patrício
  20. 20. Conselhos para novos utilizadores • Procure utilizar hashtags nos seus tweets (é assim que aqui se chamam as suas mensagens). • por exemplo, caso escreva algo sobre WordPress coloque #wordpress no seu tweet, isso faz com que as pessoas que procurem por WordPress no Twitter encontrem a sua mensagem • Os Tweets estão limitados a 140 caracteres, portanto, utilize encurtadores de URL’s e não crie a sua própria linguagem - tente utilizar verdadeiro português… Exercício Como funciona o Twitter? João Nuno Patrício
  21. 21. João Nuno Patrício
  22. 22. Wiki • Outra ferramenta de gestão de conteúdo. Tem como característica central possibilitar a criação colectiva de um documento web. • O conteúdo numa wiki é fácil de ser criado e alterado, uma vez que o interface é desenhado para o utilizador final e não obriga a conhecimentos específicos de web. João Nuno Patrício
  23. 23. • A Wikipédia livre, criada em 2001, que conta hoje com milhões de entradas (quase um milhão em português), é mais conhecido exemplo de ambiente produzido com o uso desta ferramenta. Wiki João Nuno Patrício
  24. 24. Redes Sociais João Nuno Patrício
  25. 25. Redes Sociais • Redes sociais são meios de ligar pessoas na internet. Geralmente funcionam tendo como base os perfis de utilizador - uma série de factos sobre aquilo que o utilizador gosta, não gosta, os seus interesses, hobbies, escolaridade, profissão ou qualquer outra coisa que ele queira partilhar. João Nuno Patrício
  26. 26. • Geralmente, esses sites oferecem vários níveis de controle de privacidade. Por exemplo: • o Facebook permite que outras pessoas encontrem o seu perfil, procurando pelo seu nome ou endereço de e-mail, mas as informações particulares podem ser protegidas. • no Twitter, pode definir-se que as atualizações sejam particulares, podendo ser vistas apenas pelas pessoas aprovadas. Redes Sociais João Nuno Patrício
  27. 27. • O objetivo das redes sociais é juntar um grupo de pessoas com quem se esteja interligado por um ou mais factores. Actualmente, as mais utilizadas são: • Facebook – líder no “seguimento” sem nenhum concorrente de peso • Linkedin – rede para contactos profissionais • Google+ , lançada em 2011 esta rede é a aposta do Google para concorrer com o Facebook Redes Sociais João Nuno Patrício
  28. 28. • Google+ • Facebook • Linkedin Exercício | criação de página nas seguintes redes sociais João Nuno Patrício
  29. 29. Sites de partilha de vídeos e imagens • Este tipo de serviços tornou-se das maior formas de partilha de imagens, informação, histórias e comunicação empresarial da web. • No caso do Vídeo, influencia hoje a própria comunicação off-line: televisão e jornais. • O seu maior representante é o Youtube, seguido pelo Vimeo. João Nuno Patrício
  30. 30. Exercício | criação de canal no Youtube João Nuno Patrício
  31. 31. • O Pinterest é uma rede social de partilha de fotografias. • Assemelha-se a um quadro de inspirações, onde os utilizadores podem partilhar e gerir imagens temáticas, como jogos, hobbies, roupas, perfumes, etc. • Cada utilizador pode partilhar suas imagens, re-partilhar as de outros utilizadores e colocá-las nos seus quadros (boards), além de poder comentar e realizar outras ações disponibilizadas pelo site. Sites de partilha de vídeos e imagens João Nuno Patrício
  32. 32. Exercício | criação de conta no Pinterest João Nuno Patrício
  33. 33. • O Flickr é um serviço web caracterizado como uma rede social cujo foco é o armazenamento e partilha de fotografias. • Permite aos utilizadores criar um arquivo para alojamento de fotografias e entrarem em contato com fotógrafos variados e de diferentes locais do mundo. Sites de partilha de vídeos e imagens João Nuno Patrício
  34. 34. Exercício | criação de conta no Flickr João Nuno Patrício
  35. 35. • O Slideshare Permite a partilha de apresentações em PowerPoint ou em Open Office. Trata-se de um sistema semelhante ao do Youtube, mas em vez de visualizarmos e compartilharmos vídeos, compartilhamos apresentações do PowerPoint ou arquivos pdf's. Apresenta como características o fato de: · A apresentação pode ser vista por qualquer pessoa, mesmo que não tenha instalados o PowerPoint ou Open Office; · A apresentação pode ser partilhada através de e-mail ou página da web. Sites de partilha de vídeos e imagens João Nuno Patrício
  36. 36. • Instagram é uma rede social de fotografias para utilizadores de Android e iPhone. É uma aplicação gratuita com a qual é possível tirar fotografias com o smartphone, aplicar efeitos nas imagens e partilhar com os amigos. • Há ainda a possibilidade de colocar essas imagens noutras redes sociais, como o Facebook e o Twitter. Sites de partilha de vídeos e imagens João Nuno Patrício
  37. 37. Podcast • Podcast é uma palavra que vem do laço criado entre o Ipod e Broadcast (transmissão), podendo ser definido como um programa de rádio personalizado gravado nas extensões mp3, ogg ou mp4, formatos digitais que permitem armazenar músicas e arquivos de áudio num espaço relativamente pequeno. • Os podcasts podem ser guardados no computador, disponibilizados na internet e vinculados a um arquivo de informação (feed) que permite assinaturas dos programas, recebendo o utilizador as informações sem precisar ir ao site do produtor. João Nuno Patrício
  38. 38. Geolocalização João Nuno Patrício
  39. 39. Geolocalização • A geolocalização é uma realidade cada vez mais presente nos dispositivos mobile e utilizada para o que chamamos de mobile marketing. O crescimento da sua utilização dá-se pela associação de novas tecnologias de GPS com a difusão dos serviços de internet nos telemóveis. • Considerar a localização do público alvo para segmentar uma campanha não é novidade no mundo do marketing. Isso já acontece através da segmentação por país, cidade, rua, endereços de IP, etc. João Nuno Patrício
  40. 40. Geolocalização • A grande diferença quando falamos em geolocalização no mobile marketing é que diferentemente do que já vinha ocorrendo tradicionalmente quando as segmentações eram feitas pelo local de trabalho ou residência, no mobile marketing essa segmentação ocorre em tempo real. • Popularizados pelo Facebook Places e FourSquare, os serviços de geolocalização permitem aos utilizadores partilhar o local onde se encontram e o que estão a fazer. João Nuno Patrício
  41. 41. • O Foursquare é um serviço web com base na geo-localização. Dentro desse conceito, destacam-se duas actividades dentro dele para o tornar uma verdadeira rede social: pelo Foursquare, pode dar a conhecer-se a posição atual e, ao mesmo, tempo fazer a descrição e avaliação sobre os locais que se visitam. Os amigos e os contactos acompanham essas avaliações, comentam e podem ser convidados a visitar o mesmo local. • Não é necessário sair do estabelecimento para utilizar o Foursquare pois ele foi desenvolvido para ser usado essencialmente por um smartphone com sistema GPS. Geolocalização João Nuno Patrício
  42. 42. João Nuno Patrício
  43. 43. O que é o marketing digital? • O Marketing digital consiste em usar tecnologias de informação baseadas na internet e em todos os dispositivos que permitam o seu acesso para estabelecer comunicação com intenção comercial entre uma empresa e os seus clientes ou potenciais clientes. João Nuno Patrício
  44. 44. Por quê o marketing digital? • Actualmente, o marketing digital é a melhor forma das pequenas empresas poderem pagar pela publicidade. Muitas dessas empresas ainda não possuem sites ou os seus clientes não os conhecem. O marketing digital permite posicionar cada site, torná-lo mais visível para os motores de busca e levar possíveis clientes à empresa. João Nuno Patrício
  45. 45. Previsões de Marketing e Publicidade On-line • O investimento em publicidade online ultrapassou a barreira dos US$100 milhões em 2013. • O investimento com publicidade em redes sociais pode chegar aos US$8.300 milhões em 2015. • 79% dos anunciantes vão investir pelo menos 25% do seu orçamento em vídeos. • A Internet tornou-se a segunda maior despesa em anúncios em meios de comunicação em 2013. João Nuno Patrício
  46. 46. Redes Sociais • 1 em cada 13 pessoas no mundo são utilizadores activos do Facebook, e metade delas acedem diariamente. • 13% dos adultos usam Twitter e metade acede a partir de seus smartphones. • A exibição de anúncios no Facebook tem uma conversão de menos de metade do que no Google Adwords. • 78% das pequenas empresas investem mais em Social Media Marketing. João Nuno Patrício
  47. 47. Mobile Marketing • 48% das pessoas entre 18 e 34 anos utilizam smartphone para verificar o Facebook quando acordam. • 28% dizem que usam smarthphones antes de sair da cama. • 43% dos utilizadores do Twitter acedem aos seus perfis através do smarthphone • Entre 2006 e 2008 o número médio de SMS por mês aumentou 549%. Hoje, cerca de 700 são enviados mensalmente. João Nuno Patrício
  48. 48. Vantagens sobre o marketing tradicional • Com o marketing digital é sempre possível medir e adequar a estratégia de acordo com a realidade dos negócios. João Nuno Patrício
  49. 49. 1. O Marketing digital é mensurável • A grande vantagem entre o marketing tradicional e o digital é que, no digital é possível: • medir o impacto, • saber quem acede aos conteúdos, • qual o impacto produzido, etc. Estas, são questões extremamente importantes para garantir o sucesso de uma campanha e perceber o retorno sobre o investimento (ROI). João Nuno Patrício
  50. 50. 2. O Marketing digital é mais económico • Outra vantagem do marketing digital é o pouco investimento necessário. Enquanto a publicidade em meios tradicionais, como a imprensa, rádio ou televisão, tem um preço muito elevado para pequenas e médias empresas, o custo da internet é relativamente baixo. João Nuno Patrício
  51. 51. 3. O Marketing digital é segmentável • Antes de realizar uma campanha e preciso conhecer os perfis que estão misturados na base de contactos. Assim, a partir dai, podem ser desenvolvidos anúncios com perspectivas e ofertas diferentes. • Ou seja, é preciso trabalhar através da segmentação na estratégia de marketing digital. Quando se sabe para quem, ou para que perfil de consumidor, a acção é destinada, torna-se possível adoptar uma postura mais próxima na comunicação. João Nuno Patrício
  52. 52. O Marketing digital é segmentável • Desta forma, utiliza-se uma linguagem mais coerente, com outros apelos além da intenção de venda óbvia que cansa o utilizador. • Desta forma vai-se construindo um relacionamento por meio do qual a marca se aproxima mais do consumidor, conquistando o seu interesse e confiança, que vai criando espaço para novas e diferentes oportunidades de venda. João Nuno Patrício
  53. 53. 4. O marketing digital é mais rápido e flexível • As campanhas de marketing digital podem ser executadas por um período de tempo relativamente curto • são mais flexíveis na introdução de quaisquer alterações inesperada no plano de marketing. • o marketing tradicional é mais estático na gestão destas mudanças. João Nuno Patrício
  54. 54. 5. É um marketing personalizado • Permite-nos fazer um marketing quase à medida de cada utilizador. • A segmentação pode alcançar os nossos clientes individualmente. • Num um ambiente digital, cada cliente deve viver uma experiência única e personalizada através da comunicação, que é impraticável, sem as tecnologias digitais. João Nuno Patrício
  55. 55. 6. É um marketing emocional • Ao tratar-se de um marketing personalizado (da empresa com o cliente, um diálogo entre dois), há necessidade de humanização das mensagens. • Desta forma, devemos procurar produzir conteúdos que o utilizador possa vincular às suas experiências próprias, emoções e sentimentos. João Nuno Patrício
  56. 56. • Por que é tão difícil e complicado levar uma estratégia de marketing digital adiante? • Muitas empresas esperam para ver se alguém consegue resultados num curto espaço de tempo usando marketing digital. Mas o facto é que isso é uma situação difícil de acontecer. • As principais barreiras que pequenas e médias empresas enfrentam ao gerir a sua presença on-line são: ignorância do meio, falta de experiencia, treino e tempo. Quais são as principais barreiras para começar? João Nuno Patrício
  57. 57. 1. Esforço e empenho • Produzir uma estratégia de marketing digital é algo que envolve muito esforço. O investidor deve-se manter constante e não ficar à espera de resultados a curto prazo. • Isso requer muito empenho e, necessariamente, investimento de muito tempo. João Nuno Patrício
  58. 58. 2. A mudança de atitudes • Quando definimos o plano de acção que pretendemos executar, temos de nos libertar de alguns paradigmas adquiridos durante o tempo em que promovemos a nossa marca em meios tradicionais. • É por essa razão que os profissionais com pouca experiencia em marketing podem expressar as suas ideias no marketing digital mais facilmente, porque os seus pensamentos não estão condicionados ao convencional. João Nuno Patrício
  59. 59. 3. Tarefa difícil • A opção de utilizar o marketing digital torna-se extremamente difícil, se o empresário não aceitar e compreender que a participação em canais online envolve: • colaboração, • escuta activa • e a compreensão de que é necessário sempre melhorar as ofertas e dar valor ao público. João Nuno Patrício
  60. 60. 4. Muitas possibilidades • O marketing digital oferece muitas oportunidades para as empresas, mas a maiorias delas ainda não o experimentaram. Como se trata de algo novo para muitas, estas caem na tentação de copiar o que fazem as outras empresas na internet e, ao fazer isso perdem muitas das oportunidades que este meio oferece. • Em cada plano de acção podemos tentar novas formas de trabalho utilizando a internet, não devemos limitar-nos ao que temos visto ou lido em blogs e sites de noticias. • A internet é o lugar para se experimentar constantemente! João Nuno Patrício
  61. 61. 5. Comentários negativos • Sempre existirão comentários negativos que gostaríamos de apagar. Mas não devemos eliminá-los, e sim administrá-los. Na maioria das vezes, vendo um comentário sobre a nossa empresa, tentamos minimizar a crença de que poucas pessoas vão ver. Isto ira agir contra nós. O que devemos fazer é aproveitar os comentários negativos e tirar partido deles. João Nuno Patrício
  62. 62. Ferramentas de marketing digital • Para as empresas que estão a começar a entender que a Internet pode ser um importante canal de comunicação e/ou comercialização, uma das suas principais preocupações é ganhar visibilidade nos mecanismos de busca (principalmente do Google). • Uma pessoa ou empresa pode ter um grande site ou blog, mas se ninguém o encontra, ele não serve para nada. João Nuno Patrício fffffffffffffffffffffffffff fffffffffffffffffffffffffff fffffffffffffffffffffffffff fffffff
  63. 63. Ferramentas de marketing digital • Assim, é imperativo que as pequenas empresas comecem a usar o marketing digital para reduzir a sua dependência de motores de busca e obter novas fontes de tráfego para os seus sites ou blogs. De seguida serão listadas algumas ferramentas e veremos como isso é fácil! João Nuno Patrício fffffffffffffffffffffffffff fffffffffffffffffffffffffff fffffffffffffffffffffffffff fffffff
  64. 64. Ter o seu próprio blog ou site • Este parece ser muito obvio, mas as maiorias das pequenas empresas e profissionais independentes não tem ou não sabem usá-lo para melhorar os seus empreendimentos. Um blog é uma excelente oportunidade para manter contacto com os clientes actuais e potenciais. • Uma plataforma como o WordPress é amplamente difundida e á open source, o que significa que é grátis. Existem vários modelos de templates prontos para usar, um domínio e hospedagem. João Nuno Patrício
  65. 65. Comentar noutros blogs da mesma área • Blogar envolve a construção de relacionamentos com outros membros da blogosfera, participando em discussões. • Para isso convém ver outros blogs relacionados com o nosso tema e participar dando opinião. João Nuno Patrício
  66. 66. Ter uma página no Google + • O Google + tornou-se uma excelente ferramenta de marketing para as empresas e as PME’s que querem estar na Internet. • Uma ferramenta que também permite estar mais perto nosso público-alvo, promover os produtos e serviços ou incentivar o boca a boca, através de campanhas de marketing viral. João Nuno Patrício
  67. 67. Ter uma página no Google + • A grande vantagem que o Google sempre teve sobre a sua concorrência é a capacidade de conhecer as informações dos utilizadores da Internet por ser o mecanismo de busca mais utilizado no mundo. • Ele é capaz de melhorar os resultados de pesquisa no seu mecanismo de busca para recolher mais informações dos seus círculos. • Assim, as ferramentas de webmaster (Google Trends, Google Insights, Google Analytics, etc.) que já são consideradas excelentes, serão melhor compreendidas, porque as tendências sociais estão muito mais rápidas do que antes. João Nuno Patrício
  68. 68. Ter uma página no Facebook • A grande vantagem do Facebook é a sua base de dados, ou seja, a capacidade de segmentação do mercado. • Actualmente, não ter uma página para um negócio no Facebook é o mesmo que rejeitar uma página cheia de anúncios grátis nas Paginas Amarelas nos anos 90. • Para criar uma pagina no Facebook devemos levar em conta: • Palavras-chave no Nome da pagina, pois as paginas são indexadas pelo Google; • Escolher muito bem a URL da pagina; • Escolher cuidadosamente o que se publica. João Nuno Patrício
  69. 69. Ter uma página no Facebook • Uma vez criada a página, devem analisar-se os resultados. • As ferramentas disponibilizadas servem para: • Identificar a tendência de crescimento; • Contabilizar as interacções; • Analisar a qualidade de nossas publicações; • Extrair informações para planear estratégias futuras. João Nuno Patrício
  70. 70. Usar o Twitter • É uma boa ferramenta de trabalho de networking com colegas, clientes e membros da área do nosso negócio e de comunicação instantânea com os nossos contactos (novos e potenciais). • É uma boa ferramenta para saber instantaneamente alguma novidade que aconteça nas nossas áreas de interesse e uma forma bastante rápida para ajudar a espalhar uma Ideia, pedir opiniões, partilhar links, promover produtos e serviços para um publico definido e divulgar o conteúdo do site ou blog. João Nuno Patrício
  71. 71. Tirar fotos dos produtos e publicar no Pinterest ou no Flickr • Marketing no Pinterest e no Flickr também pode ser uma excelente ferramenta. Há muitos ‘grupos armados’ activos nessas redes em torno de marcas ou temas. Faça alguma pesquisa. João Nuno Patrício
  72. 72. Usar o vídeo • O Youtube (controlado pela Google) é hoje o segundo maior mecanismo de busca. As camaras de vídeo estão cada vez mais acessíveis, e não é necessário ser uma estrela de cinema para fazer um pequeno vídeo para promover um produto. • Um vídeo de curta duração (1 min) pode ser muito eficaz do ponto de vista do marketing. João Nuno Patrício
  73. 73. Inscrever-se em fóruns e grupos de discussão • É uma parte do marketing social. Trata-se de encontrar clientes potenciais em lugares que eles frequentem. • Tal como no marketing tradicional: um arquitecto que trabalha em países ou comunidades fechadas, vai querer ver e mostrar fotos dos seus trabalhos em revistas de decoração… e não em revistas de desporto. João Nuno Patrício
  74. 74. Criar ou reinventar o site/blog da empresa e procurar um melhor SEO e SEM • Esta é uma maneira fácil de ser visto. As pesquisas na Internet são feitas através de mecanismos de busca, 95% delas através do Google. Para aumentar a nossa presença nessas pesquisas, há duas maneiras para o fazer: João Nuno Patrício
  75. 75. Optimização para motores de busca (SEO) • O caminho natural para ganhar posicionamento. • O mais credível aos olhos do utilizador • Necessita de mais tempo para produzir resultados. João Nuno Patrício
  76. 76. Search Engine Marketing (SEM) • O passo número dois do posicionamento e o momento de gerar tráfego adicional através dos “Links Patrocinados”. • Têm de se escolher as palavras e as combinações que são mais relevantes para cada negócio. • A escolha dos termos é essencial, pois determinarão os custos e o posicionamento. Qualquer utilizador que clicar num link patrocinado é um cliente potencial. João Nuno Patrício
  77. 77. Usar técnicas de marketing viral • O Marketing Viral ou publicidade viral são termos utilizados para referir técnicas de marketing que tentam explorar as redes sociais pré-existentes para produzir aumentos exponenciais em “reconhecimento da marca” (Branding). • Muitas vezes, o objetivo das campanhas de marketing viral é gerar cobertura mediática através de historias “incomuns” por um valor bem abaixo do orçamento de publicidade disponível pela empresa anunciante. João Nuno Patrício
  78. 78. Finalmente… Não tente alcançar todos os públicos, foque a sua comunicação nos segmentos-chave de comunicação do seu público-alvo, aproveitando os novos meios de comunicação. João Nuno Patrício
  79. 79. • Um dos maiores erros e o mais repetido na comunicação é que tentar chegar ao maior número de pessoas. • No entanto, numa empresa pequena, esse objectivo é inacessível. O objectivo deve ser chegar ao maior numero de pessoas interessadas nos seus produtos e serviços. João Nuno Patrício
  80. 80. • Devemos tentar definir o público analisando as características que melhor se ajustam a cada estratégia. • Existem diferentes critérios para a segmentação e que permitem agrupar pessoas de uma comunidade em função das suas características: • Geográficos, demográficos, económicos, psicológicos, … João Nuno Patrício
  81. 81. Não confie no seu instinto comercial. Utilize técnicas para pesquisar o seu mercado e focar-se num bom trabalho de comunicação. João Nuno Patrício
  82. 82. Internet como estratégia de marketing João Nuno Patrício

×