Como Deus Vê o Mundo Hoje?
A realidade do evangelho que Cristo nos mostrou é bastante diferente das que
pensamos no diz re...
chegam na igreja e já querem o lugar de pastor e presbítero e nem a menos sabem o que
significa cada destes cargos.
Essas ...
Gomorra ou como os santos de Deus, tendo a mente e os pensamentos de Deus? Temos
visto estas coisas como naturais ou com o...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Como Deus vê o mundo hoje

286 visualizações

Publicada em

A realidade é que esse é um dos muitos exemplos perto daqueles que contemplamos no dia a dia das igrejas, a rebeldia de muitos. O trabalho ministerial se tonou status ao invés de uma responsabilidade de divina. Alguns se convertem hoje e amanhã já estão pregando nos púlpitos, sem nem mesmo serem preparados e doutrinados a serem servos. E o que acontece? A chamada síndrome de Lúcifer, “se eu não pregar, não fico na igreja”,

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como Deus vê o mundo hoje

  1. 1. Como Deus Vê o Mundo Hoje? A realidade do evangelho que Cristo nos mostrou é bastante diferente das que pensamos no diz respeito a muitas coisas. Mas como sabemos, Deus não vê como nós vemos, o Senhor na maioria das vezes não contempla as coisas como nós, nem julga como nós julgamos (1 Samuel 16:7). O fato de estar acontecendo em nossos dias muitas conversões ao evangelho de Cristo imaginamos também que todos ou grande parte destes serão salvos. A grande necessidade que temos de acreditar nisso nos faz abraçarmos toda forma de culto a adoração a pretexto de salvação. O livro de Isaías de nos diz que o Senhor abominava o levantar de mãos do seu povo e eles não sabiam disso, ou seja, achavam estar prestando culto agradável a Deus, mas na realidade Deus estava virando a rosto toda vez que levantavam as mãos (Isaías 1:15). O Senhor Deus dizia estar cansado deles e das ofertas que lhe ofereciam no altar (Isaías 1:12,13), estava tão aborrecido e eles não sabiam. Como também pode estar com muitos hoje, que agradamos a tantas a coisas e tantas pessoas que não conseguimos agradar a Deus. Não temos o cuidado em guardar coisas que a palavra de Deus nos ensina. O que guardamos são coisas como festas pagãs que acontece em um dia que não é, nem nunca serão dias santos, mas são tomados como motivo de adoração a Deus, onde em muitos lares o motivo são o nosso próprio ego e promoção pessoal, quando na verdade Deus não está presente nestas festas, como não estava com o povo em Isaías capítulo primeiro. Nestas e em outras coisas em que nos enganamos (Jeremias 17:9) achando que Deus se torna favorável a nós só porque falamos a favor D’Ele. Os sacerdotes Datã, Abirão e Corá também achavam porque eram sacerdotes e falavam a favor do povo e Deus podiam desafiar a autoridade de Moisés e olha como o Senhor fez com que a terra se abrisse e os tragasse (Números 26:9,10). A realidade é que esse é um dos muitos exemplos perto daqueles que contemplamos no dia a dia das igrejas, a rebeldia de muitos. O trabalho ministerial se tonou status ao invés de uma responsabilidade de divina. Alguns se convertem hoje e amanhã já estão pregando nos púlpitos, sem nem mesmo serem preparados e doutrinados a serem servos. E o que acontece? A chamada síndrome de Lúcifer, “se eu não pregar, não fico na igreja”, e vai para outra e pula para outra até encontrar uma posição agradável. Quando é que estas pessoas terão o caráter de Deus, dificilmente elas mudaram depois que começam assim, falo isso com tristeza, pois vejo acontecer com frequência. Eles nasceram de novo, mas jamais se deixam serem moídos e moldados pelo Senhor, nunca acham que Deus pode usar seja quem for para lhes moldar o caráter, principalmente dentro da igreja. Vejam que Eliseu foi chamado primeiro para servir a Elias e lavar seus pés, preparar sua comida, lavar suas roupas, não chamado para já ficar profetizando e batendo o pé pelos montes como o profeta. Era o tempo que Eliseu estava sendo servo, ao invés de profeta. Era o tempo em que Josué estava quarenta anos servindo Moisés, vendo os milagres e guerreando pelo Senhor para depois deste tempo assumir o lugar de dele. As pessoas mal
  2. 2. chegam na igreja e já querem o lugar de pastor e presbítero e nem a menos sabem o que significa cada destes cargos. Essas e outras realidades não bíblicas tem tomado a cada dia o caminhar do povo de Deus. Muitos estão se convertendo sim, mas muitos também estão correndo a carreira que não é a de Deus. Estão se esquecendo de que poucos são os que entram pela porta, pois ela é apertada, estão se esquecendo que Deus em toda sua palavra nunca tratou com multidão, mas viu apenas um, dos dez leprosos que curou voltar para agradecer (Lucas17:15). Todo evangélico deveria calcular, não digo uma, mas sete vezes sete antes de pensar que Deus concorda com a multidão ou com voz do povo em meio a tantas falácias em favor do nome de Deus. Infelicidade a nossa achar que Deus mudou e tem que se adequar à nossa maneira de agir e pensar, como se o barro pudesse dizer ao oleiro, me faz dessa forma (Isaías 29:26; 64:8 / Jeremias 18:6). Não entendemos que a cada momento ou virada de século, Satanás muda de estratégia para tentar nos conquistar. A bíblia nos diz que ele enganaria os próprios escolhidos. Conquistar os evangélicos tem sido a coisa mais fácil que Satanás tem feito nos últimos dias, está faltando discernimento no povo de Deus, conhecimento ao povo, faltando sabedoria e temor do Senhor nos santos de Deus. As estratégias de Satanás mudam, mas suas astúcias e intentos são os mesmos, de nos destruir. Vejamos algo lá do começo na palavra de Deus, o que foi que conquistou, seduziu, enganou. Por acaso, não foram os olhos? Ela não viu que era agradável, bonita, vistosa, colorida, atraente? Pergunto se mudou de lá para cá a forma do diabo agir? Não, claro que não! Sabe o que mudou? As coisas a nossa volta mudaram! Ele mudou a estratégia. Durante muitos anos matou centenas de evangélicos. E o quê que aconteceu? Eles se multiplicaram como a areia do mar. O diabo entendeu que adiantava lutar contra o povo de Deus. Portanto, o que restava era mudar suas estratégias. Se adaptar. O Senhor Deus criou Adão e Eva, vou criar os dois em um só, serão minha criação. Veja bem o diabo não cria nada, mas distorce as coisas que Deus criou, mas como eu disse ele muda de estratégia para nos conquistar. O Senhor é Deus e Rei. Ele (satanás) faz no mundo, do reino que lhe foi dado reis da terra, rei da bola, rei Roberto Carlos, rainha Xuxa, rei Pelé e por aí vai (Lucas 4:6). Por acaso quem é que reina e está sentado a destra de Deus? Senão o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores que é Jesus de Nazaré, morto na cruz do calvário pelos nossos pecados. Devemos refletir se o reino de Deus está em nós ou se quem está reinando é outro. A forma como Deus vê estas coisas nos faz pensar e refletir se esta é forma correta de agir para qual criou os habitantes da terra (Efésios 2:10). Pensemos conosco se Deus é alguém que se tonou alheio a todas estas coisas que vemos, e se Ele mudou sua maneira de pensar sobre sua santidade, pois ainda posso concluir pelo novo testamento que o Senhor requer do seu povo a separação e o abandono das imundícies e do pecado que tão tenazmente nos rodeia (1 Tessalonicenses 4:3 / Hebreus 12:1) Os homens perderam a imagem de Deus, mudaram a glória de Deus (Romanos 1:23,26). Imoralidade e injustiça estão aos nossos olhos, trocam o certo pelo errado, o errado pelo certo, justiça por injustiça, justo pelo injusto, e ainda dizem que está tudo certo (Isaías 5:23 / 29:21). Infelizes o que acham que Deus os deixará impunes de tais pecados. Se ainda está terra não foi ceifada por Deus com algum juízo severo é simplesmente por causa de sua aliança com Noé e também porque ainda os há justos nesta terra. Se existissem apenas dez pessoas como Ló em Sodoma e Gomorra aquele cidade não seria destruída. Se compararmos este tempo que estamos vivendo com Sodoma e Gomorra, podemos notar que a imoralidade que vemos hoje já ultrapassaram todos os limites. O que nos resta somente para nós cristãos é dizer, Maranata, ora vem Senhor Jesus! E aguardar o toque da trombeta para o encontro com o Senhor nos ares (1 Tessalonicenses 4:17). A pergunta que fica é: se estamos vendo como os de Sodoma e
  3. 3. Gomorra ou como os santos de Deus, tendo a mente e os pensamentos de Deus? Temos visto estas coisas como naturais ou com olhar de Deus? O que sei é que seu juízo é certo, e certamente não deixará de trazer justiça a seu tempo (2 Pedro 3:9). Muitos ainda não se decidiram pela santidade, por esta causa o profeta Joel diz: Multidões, multidões no vale da Decisão! Porque o Dia do SENHOR está perto, no vale da Decisão (Joel 3:14). Autor: João Henrique

×