SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Diagnóstico em endodontia
“A dor de origem pulpar ou perirradicular corresponde a cerca de 90% dos casos em consultórios”
Zonas da polpa:
 -Central: células mesenquimais indiferenciadas, fibroblastos, vasos e nervos
 -Periférica: camada odontoblástica e subodontoblástica (zona Weil)
*dentro dos túbulos dentinários há prolongamentos odontoblásticos
Dor pulpar: pode ser influenciada por duas fibras nervosas:
 DELTA A (periférica): fibras mielínicas, com rápida condução (principalmente ao frio), dor saltitante, baixo
limiar de excitabilidade, não estão relacionadas a dano tecidual, caracterizam dor de origem dentinária, dor
provocada, rápida e de curta duração
 TIPO C: fibras amielínicas (0,3 e 1,2 um), lenta condução do estímulo nervoso, termorreceptoras para o calor,
elevado limiar de excitabilidade, relacionadas a dano tecidual (processo inflamatório), caracterizam dor de
origem pulpar, dor severa, espontânea e difusa (não precisa de estímulo)
Funções da polpa: formativa, nervosa, defensiva e nutritiva
Fatores etiológicos das alterações pulpares:
1- Microbianos: toxinas e enzimas de microorganismos relacionados a cárie
2- Físicos: mecânicos traumáticos, fraturas coronárias, calor no preparo, utilização de brocas velhas, materiais
restauradores...)
3- Químicos: agentes do sistema adesivo (primers) e substâncias químicas irrigadoras para lavar tecido pulpar
(quando for pulpotomia usar soro fisiológico para conservar a polpa viva)
Inflamação pulpar:
 -causada por agressão tecidual
 -a dor inflamatória causa aumento da pressão dos tecidos
 -ocorre aumento da vasodilatação local
 -aumento da permeabilidade capilar
Objetivo: eliminação do agente agressor e promoção do reparo
Diagnóstico: anamnese contendo queixa principal e características clínicas da dor (aparecimento, origem, intensidade e
duração)
História da cárie: se havia cárie, se havia prótese e restaurações que caíram e há quanto tempo
Interpretação da dor:
 -aparecimento: provocada x espontânea
 -origem: localizada x difusa
 -freqüência: intermitente x constante
 -intensidade: leve x moderada x severa
Exame físico: inspeção, exploração, palpação e percussão vertical
 -inspeção: assimetria, edema, fístulas, ulcerações, integridade coronária e coloração
 -palpação: abaulamento ósseo ou tecidos flutuantes
 -percussão: com o cabo do instrumental, permite sugerir que os eventos inflamatórios estão sediados ao redor
do periápice. Pode dar falso-positivo, por isso fazer o teste horizontal e vertical
Exames complementares: radiográfico e teste de sensibilidade
 -radiográfico: identificar fraturas, reabsorções, ligamento periodontal, lesão periapical, nódulos pulpares e
proximidade da cárie com a polpa (não confundir forame mentual com lesão)
 -teste térmico: aplicar jato frio em uma bolinha de algodão apreendida na pinça clínica e encostar no dente;
aquecer bastão de guta persha e encostar no dente ou; congelar tubinho de agulha, abrir e encostar no dente
 -teste elétrico: contra indicado para pacientes com marca-passo e restaurações metálicas vizinhas
o --Teste de cavidade: fazer início da abertura coronária sem anestesia
o --Fistulografia: fazer mapeamento de fístulas
o --Teste de oclusão: verificar trauma oclusal
o --Exame periodontal
Interpretação de resultados:
 -negativo de vitalidade: necrose
 -dor de curta duração: alterações reversíveis ou polpa sadia
 -dor prolongada: alterações irreversíveis
Diferentes diagnósticos: sensibilidade dentinária, pulpite (depois da restauração, devido ao ácido), necrose pulpar,
pericementite ou absesso perirradicular.
 -sensibilidade dentinária: dor aguda localizada, estímulos térmicos, estímulos mecânicos e estímulos osmóticos
 -pulpite reversível: sensibilidade dentinária, dor aguda, por cárie profunda – realizar teste quente ou frio.
Aspecto: sangrante ao toque, abundante, vermelho rutilante (escuro) e resistente ao corte
 -pulpite irreversível: dor espontânea, difusa e constante, por cárie profunda – realizar teste térmico e
percussão. Aspecto: sangramento discreto ou ausente, vermelho preto ou muito claro, consistência pastosa e
sem resistência
 -hiperplásica: sangra ao toque e consistente
 -necrose pulpar: morte das células da polpa, sem dor, não responde a estímulos térmicos e mecânicos, cárie
profunda e escurecimento da coroa. Provoca mal cheiro
 -pericementite: dor na percussão, sensação de dente “crescido”, aumento do volume do ligamento
 -abcesso perirradicular agudo: dor constante, necrose pulpar, edema, dor a percussão, trismo, prostração e
mobilidade dental. Pode se manifestarem 3 fases: inicial, em evolução e evoluído
 -cronificação: ocorre devido a incapacidade celular de destruir o agente agressor, falta de acesso ao agressor e
agressão persistente e repetitiva
 -absesso perirradicular crônico: possui longa duração, diminuição ou desaparecimento da sintomatologia, não
incapacita o paciente e causa dor na percussão e mobilidade indiscreta. Aspectos radiográficos: reabsorção
óssea difusa, difícil delimitação, perda da continuidade da cortical óssea e reabsorção radicular
 -abfração: “cunha” na região a cima da gengiva, formando um ângulo vivo
 -abrasão: por escovação
As infecções odontogênicas dependem de: anatomia, inserções musculares, presença de cavidades naturais e espessura
da cortical óssea
Complicações do absesso dento-alveolar agudo:
 -Angina de Luderwing: espaços mandibulares bilaterais
 -dificuldade de alimentação, respiração, edema de glote e até morte por asfixia
 -disseminação da infecção para o cérebro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tratamento das Urgências Endodônticas
Tratamento das Urgências Endodônticas  Tratamento das Urgências Endodônticas
Tratamento das Urgências Endodônticas Ines Jacyntho Inojosa
 
Coroas Provisórias
Coroas ProvisóriasCoroas Provisórias
Coroas ProvisóriasLeidy Any
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaLucas Almeida Sá
 
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduoEndodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduoCristhiane Amaral
 
Instrumental endodontico blog
Instrumental endodontico   blogInstrumental endodontico   blog
Instrumental endodontico blogCharles Pereira
 
Delineamento em prótese parcial removível
Delineamento em prótese parcial removívelDelineamento em prótese parcial removível
Delineamento em prótese parcial removívelLorem Morais
 
Princípios de Oclusao e ajuste oclusal
Princípios de Oclusao e ajuste oclusalPrincípios de Oclusao e ajuste oclusal
Princípios de Oclusao e ajuste oclusalprofguilhermeterra
 
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido...
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado  + Hidróxido...Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado  + Hidróxido...
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido...Ines Jacyntho Inojosa
 
Exodontia com normalidade de forma e função 2013
Exodontia com normalidade de forma e função 2013Exodontia com normalidade de forma e função 2013
Exodontia com normalidade de forma e função 2013Guilherme Terra
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARayssa Mendonça
 
Diagnostico das urgências em endodontia
Diagnostico das urgências em endodontia  Diagnostico das urgências em endodontia
Diagnostico das urgências em endodontia Ines Jacyntho Inojosa
 
Considerações gerais sobre Prótese Total
Considerações gerais sobre Prótese TotalConsiderações gerais sobre Prótese Total
Considerações gerais sobre Prótese TotalItalo Gabriel
 
Classificações das resinas compostas
Classificações das resinas compostasClassificações das resinas compostas
Classificações das resinas compostasprofguilhermeterra
 
Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...
Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...
Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...André Milioli Martins
 
APOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIAAPOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIARayssa Mendonça
 
Apostila de protese parcial fixa
Apostila de protese parcial fixaApostila de protese parcial fixa
Apostila de protese parcial fixaVivianecv
 

Mais procurados (20)

Tratamento das Urgências Endodônticas
Tratamento das Urgências Endodônticas  Tratamento das Urgências Endodônticas
Tratamento das Urgências Endodônticas
 
Coroas Provisórias
Coroas ProvisóriasCoroas Provisórias
Coroas Provisórias
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologia
 
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduoEndodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
 
Instrumental endodontico blog
Instrumental endodontico   blogInstrumental endodontico   blog
Instrumental endodontico blog
 
Urgências endodônticas
Urgências endodônticasUrgências endodônticas
Urgências endodônticas
 
Endodontia Em Dentes Deciduos
Endodontia Em Dentes DeciduosEndodontia Em Dentes Deciduos
Endodontia Em Dentes Deciduos
 
Delineamento em prótese parcial removível
Delineamento em prótese parcial removívelDelineamento em prótese parcial removível
Delineamento em prótese parcial removível
 
Princípios de Oclusao e ajuste oclusal
Princípios de Oclusao e ajuste oclusalPrincípios de Oclusao e ajuste oclusal
Princípios de Oclusao e ajuste oclusal
 
Cirurgia Em Odontopediatria
Cirurgia Em OdontopediatriaCirurgia Em Odontopediatria
Cirurgia Em Odontopediatria
 
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido...
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado  + Hidróxido...Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado  + Hidróxido...
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido...
 
Exodontia com normalidade de forma e função 2013
Exodontia com normalidade de forma e função 2013Exodontia com normalidade de forma e função 2013
Exodontia com normalidade de forma e função 2013
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
 
Periodontia
PeriodontiaPeriodontia
Periodontia
 
Diagnostico das urgências em endodontia
Diagnostico das urgências em endodontia  Diagnostico das urgências em endodontia
Diagnostico das urgências em endodontia
 
Considerações gerais sobre Prótese Total
Considerações gerais sobre Prótese TotalConsiderações gerais sobre Prótese Total
Considerações gerais sobre Prótese Total
 
Classificações das resinas compostas
Classificações das resinas compostasClassificações das resinas compostas
Classificações das resinas compostas
 
Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...
Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...
Resumo de Endodontia - Medicação Intracanal - Hidróxido de Cálcio, Otosporin,...
 
APOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIAAPOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIA
 
Apostila de protese parcial fixa
Apostila de protese parcial fixaApostila de protese parcial fixa
Apostila de protese parcial fixa
 

Destaque

Diagnóstico das pulpopatias
Diagnóstico das pulpopatiasDiagnóstico das pulpopatias
Diagnóstico das pulpopatiasWedson Ferreira
 
Diagnóstico alterações periapicais
Diagnóstico   alterações periapicaisDiagnóstico   alterações periapicais
Diagnóstico alterações periapicaisLeonardo Carvalho
 
Caso Cínico : Aluna Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)
Caso Cínico : Aluna  Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)Caso Cínico : Aluna  Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)
Caso Cínico : Aluna Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)Ines Jacyntho Inojosa
 
Roteiro identificação e montagem de radiografias intrabucais
Roteiro identificação e montagem de radiografias intrabucaisRoteiro identificação e montagem de radiografias intrabucais
Roteiro identificação e montagem de radiografias intrabucaisDr.João Calais.:
 
Casos clínicos de endodontia de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...
Casos  clínicos  de  endodontia  de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...Casos  clínicos  de  endodontia  de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...
Casos clínicos de endodontia de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...Ines Jacyntho Inojosa
 
Resumo de Patologia
Resumo de PatologiaResumo de Patologia
Resumo de PatologiaDener Alves
 
Apostila de endodontia - unesa - karoline sias
Apostila de endodontia  - unesa - karoline siasApostila de endodontia  - unesa - karoline sias
Apostila de endodontia - unesa - karoline siasKarol Sias
 
Infecções odontogênicas 2013
Infecções odontogênicas 2013Infecções odontogênicas 2013
Infecções odontogênicas 2013Guilherme Terra
 
Casos clinicos da aluna Paula Mendonça em curso de endodontia em Maceió-Ala...
Casos clinicos  da aluna Paula Mendonça  em curso de endodontia em Maceió-Ala...Casos clinicos  da aluna Paula Mendonça  em curso de endodontia em Maceió-Ala...
Casos clinicos da aluna Paula Mendonça em curso de endodontia em Maceió-Ala...Ines Jacyntho Inojosa
 
medresumo hematologia
medresumo hematologia   medresumo hematologia
medresumo hematologia Medicina Fsm
 
Farmacologia resumo completo
Farmacologia resumo completoFarmacologia resumo completo
Farmacologia resumo completoDr.João Calais.:
 
Semiologia completa medresumos slideshare
Semiologia completa medresumos slideshareSemiologia completa medresumos slideshare
Semiologia completa medresumos slideshareJuan Zambon
 
Farmacologia resumos
Farmacologia resumosFarmacologia resumos
Farmacologia resumosGleicee Silva
 

Destaque (20)

2010 11 08
2010 11 082010 11 08
2010 11 08
 
Diagnóstico das pulpopatias
Diagnóstico das pulpopatiasDiagnóstico das pulpopatias
Diagnóstico das pulpopatias
 
Diagnóstico alterações periapicais
Diagnóstico   alterações periapicaisDiagnóstico   alterações periapicais
Diagnóstico alterações periapicais
 
APOSTILA DE ENDODONTIA II
APOSTILA DE ENDODONTIA IIAPOSTILA DE ENDODONTIA II
APOSTILA DE ENDODONTIA II
 
Farmacologia!0
Farmacologia!0Farmacologia!0
Farmacologia!0
 
Caso Cínico : Aluna Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)
Caso Cínico : Aluna  Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)Caso Cínico : Aluna  Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)
Caso Cínico : Aluna Patrícia Torres (Endodontia , Maceió, Alagoas)
 
Roteiro identificação e montagem de radiografias intrabucais
Roteiro identificação e montagem de radiografias intrabucaisRoteiro identificação e montagem de radiografias intrabucais
Roteiro identificação e montagem de radiografias intrabucais
 
Casos clínicos de endodontia de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...
Casos  clínicos  de  endodontia  de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...Casos  clínicos  de  endodontia  de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...
Casos clínicos de endodontia de Priscila Mota Tavares (curso de endodonti...
 
Resumo todo-patologia-1
Resumo todo-patologia-1Resumo todo-patologia-1
Resumo todo-patologia-1
 
Resumo de Patologia
Resumo de PatologiaResumo de Patologia
Resumo de Patologia
 
Motricidade
MotricidadeMotricidade
Motricidade
 
Apostila de endodontia - unesa - karoline sias
Apostila de endodontia  - unesa - karoline siasApostila de endodontia  - unesa - karoline sias
Apostila de endodontia - unesa - karoline sias
 
Infecções odontogênicas 2013
Infecções odontogênicas 2013Infecções odontogênicas 2013
Infecções odontogênicas 2013
 
Casos clinicos da aluna Paula Mendonça em curso de endodontia em Maceió-Ala...
Casos clinicos  da aluna Paula Mendonça  em curso de endodontia em Maceió-Ala...Casos clinicos  da aluna Paula Mendonça  em curso de endodontia em Maceió-Ala...
Casos clinicos da aluna Paula Mendonça em curso de endodontia em Maceió-Ala...
 
medresumo hematologia
medresumo hematologia   medresumo hematologia
medresumo hematologia
 
Farmacologia resumo completo
Farmacologia resumo completoFarmacologia resumo completo
Farmacologia resumo completo
 
Semiologia completa medresumos slideshare
Semiologia completa medresumos slideshareSemiologia completa medresumos slideshare
Semiologia completa medresumos slideshare
 
Parasitologia ii completo
Parasitologia ii   completoParasitologia ii   completo
Parasitologia ii completo
 
Diagnostico endodontico
Diagnostico endodonticoDiagnostico endodontico
Diagnostico endodontico
 
Farmacologia resumos
Farmacologia resumosFarmacologia resumos
Farmacologia resumos
 

Semelhante a Diagnóstico em endodontia le

Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)jessdamb
 
Hipersensibilidade dentinaria pdf (1)
Hipersensibilidade dentinaria   pdf (1)Hipersensibilidade dentinaria   pdf (1)
Hipersensibilidade dentinaria pdf (1)Sergio Sun
 
DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)
DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)
DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)GabrielaSoares07
 
Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018pauloalambert
 
Sinais meningorradiculares 18
Sinais meningorradiculares 18Sinais meningorradiculares 18
Sinais meningorradiculares 18pauloalambert
 
Sensibilidade 15 (1)
Sensibilidade 15 (1)Sensibilidade 15 (1)
Sensibilidade 15 (1)pauloalambert
 
Sinais meningoradiculares 18
Sinais meningoradiculares 18Sinais meningoradiculares 18
Sinais meningoradiculares 18pauloalambert
 
APOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docx
APOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docxAPOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docx
APOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docxwilliamescarvalho3
 
Sinais meningoradiculares 19
Sinais meningoradiculares 19Sinais meningoradiculares 19
Sinais meningoradiculares 19pauloalambert
 
Introducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdf
Introducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdfIntroducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdf
Introducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdfconceioFerreira45
 
Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013
Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013
Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013Guilherme Terra
 

Semelhante a Diagnóstico em endodontia le (20)

Sensibilidade 16
Sensibilidade 16Sensibilidade 16
Sensibilidade 16
 
Sensibilidade
Sensibilidade Sensibilidade
Sensibilidade
 
Hanseníase
HanseníaseHanseníase
Hanseníase
 
Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)
 
Hipersensibilidade dentinaria pdf (1)
Hipersensibilidade dentinaria   pdf (1)Hipersensibilidade dentinaria   pdf (1)
Hipersensibilidade dentinaria pdf (1)
 
Sensibilidade 18
Sensibilidade 18Sensibilidade 18
Sensibilidade 18
 
DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)
DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)
DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)
 
Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018Semiologia da dor 2018
Semiologia da dor 2018
 
Dor 2020
Dor 2020Dor 2020
Dor 2020
 
Semiologia da dor
Semiologia da dor Semiologia da dor
Semiologia da dor
 
Sinais meningorradiculares 18
Sinais meningorradiculares 18Sinais meningorradiculares 18
Sinais meningorradiculares 18
 
Sensibilidade 15 (1)
Sensibilidade 15 (1)Sensibilidade 15 (1)
Sensibilidade 15 (1)
 
Sinais meningoradiculares 18
Sinais meningoradiculares 18Sinais meningoradiculares 18
Sinais meningoradiculares 18
 
APOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docx
APOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docxAPOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docx
APOSTILHA DE ESTÁGIO EM OBSTÉTRICA ENF WILL 2022.docx
 
Sinais meningoradiculares 19
Sinais meningoradiculares 19Sinais meningoradiculares 19
Sinais meningoradiculares 19
 
Sensibilidade 14
Sensibilidade 14Sensibilidade 14
Sensibilidade 14
 
Introducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdf
Introducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdfIntroducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdf
Introducao-a-Fisiopatologia-da-dor.pdf
 
I neurónio sensitivo
I neurónio sensitivoI neurónio sensitivo
I neurónio sensitivo
 
Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013
Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013
Acidentes e complicações em cirurgia BMF 2013
 
Atendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalarAtendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalar
 

Mais de Dr.João Calais.:

Mais de Dr.João Calais.: (20)

Sistema arterial da cabeça e do pescoço
Sistema arterial da cabeça e do pescoçoSistema arterial da cabeça e do pescoço
Sistema arterial da cabeça e do pescoço
 
Sistemas adesivos
Sistemas adesivosSistemas adesivos
Sistemas adesivos
 
Mutação
MutaçãoMutação
Mutação
 
Filmes radiográficos udei
Filmes radiográficos  udeiFilmes radiográficos  udei
Filmes radiográficos udei
 
Livro dentistica - saude e estetica 2 ed (completo)
Livro   dentistica - saude e estetica 2 ed (completo)Livro   dentistica - saude e estetica 2 ed (completo)
Livro dentistica - saude e estetica 2 ed (completo)
 
Ortodontia1
Ortodontia1Ortodontia1
Ortodontia1
 
Músculos do pescoço e da cabeça
Músculos do pescoço e da cabeçaMúsculos do pescoço e da cabeça
Músculos do pescoço e da cabeça
 
Microbiota humana
Microbiota humanaMicrobiota humana
Microbiota humana
 
Microbiota bucal 2014
Microbiota bucal 2014Microbiota bucal 2014
Microbiota bucal 2014
 
Miologia cabeça e pescoço
Miologia cabeça e pescoçoMiologia cabeça e pescoço
Miologia cabeça e pescoço
 
Flúor
FlúorFlúor
Flúor
 
Junqueira & carneiro biologia celular e molecular
Junqueira & carneiro   biologia celular e molecularJunqueira & carneiro   biologia celular e molecular
Junqueira & carneiro biologia celular e molecular
 
Infecções pulpares e periapicais 2014
Infecções pulpares e periapicais  2014Infecções pulpares e periapicais  2014
Infecções pulpares e periapicais 2014
 
Resinas compostas posteriores
Resinas compostas   posterioresResinas compostas   posteriores
Resinas compostas posteriores
 
Analise ex-vivo-de-cortes-apicais-de-dentes-humanos-em-3 d-empregando-microto...
Analise ex-vivo-de-cortes-apicais-de-dentes-humanos-em-3 d-empregando-microto...Analise ex-vivo-de-cortes-apicais-de-dentes-humanos-em-3 d-empregando-microto...
Analise ex-vivo-de-cortes-apicais-de-dentes-humanos-em-3 d-empregando-microto...
 
Amálgama parte ii
Amálgama  parte iiAmálgama  parte ii
Amálgama parte ii
 
Embriologia bucal
Embriologia bucalEmbriologia bucal
Embriologia bucal
 
Dentística3
Dentística3Dentística3
Dentística3
 
Dentistica 2
Dentistica 2Dentistica 2
Dentistica 2
 
Gengivite e periodontite
Gengivite e periodontiteGengivite e periodontite
Gengivite e periodontite
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 

Último (20)

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 

Diagnóstico em endodontia le

  • 1. Diagnóstico em endodontia “A dor de origem pulpar ou perirradicular corresponde a cerca de 90% dos casos em consultórios” Zonas da polpa:  -Central: células mesenquimais indiferenciadas, fibroblastos, vasos e nervos  -Periférica: camada odontoblástica e subodontoblástica (zona Weil) *dentro dos túbulos dentinários há prolongamentos odontoblásticos Dor pulpar: pode ser influenciada por duas fibras nervosas:  DELTA A (periférica): fibras mielínicas, com rápida condução (principalmente ao frio), dor saltitante, baixo limiar de excitabilidade, não estão relacionadas a dano tecidual, caracterizam dor de origem dentinária, dor provocada, rápida e de curta duração  TIPO C: fibras amielínicas (0,3 e 1,2 um), lenta condução do estímulo nervoso, termorreceptoras para o calor, elevado limiar de excitabilidade, relacionadas a dano tecidual (processo inflamatório), caracterizam dor de origem pulpar, dor severa, espontânea e difusa (não precisa de estímulo) Funções da polpa: formativa, nervosa, defensiva e nutritiva Fatores etiológicos das alterações pulpares: 1- Microbianos: toxinas e enzimas de microorganismos relacionados a cárie 2- Físicos: mecânicos traumáticos, fraturas coronárias, calor no preparo, utilização de brocas velhas, materiais restauradores...) 3- Químicos: agentes do sistema adesivo (primers) e substâncias químicas irrigadoras para lavar tecido pulpar (quando for pulpotomia usar soro fisiológico para conservar a polpa viva) Inflamação pulpar:  -causada por agressão tecidual  -a dor inflamatória causa aumento da pressão dos tecidos  -ocorre aumento da vasodilatação local  -aumento da permeabilidade capilar Objetivo: eliminação do agente agressor e promoção do reparo Diagnóstico: anamnese contendo queixa principal e características clínicas da dor (aparecimento, origem, intensidade e duração) História da cárie: se havia cárie, se havia prótese e restaurações que caíram e há quanto tempo Interpretação da dor:  -aparecimento: provocada x espontânea  -origem: localizada x difusa  -freqüência: intermitente x constante  -intensidade: leve x moderada x severa Exame físico: inspeção, exploração, palpação e percussão vertical  -inspeção: assimetria, edema, fístulas, ulcerações, integridade coronária e coloração  -palpação: abaulamento ósseo ou tecidos flutuantes  -percussão: com o cabo do instrumental, permite sugerir que os eventos inflamatórios estão sediados ao redor do periápice. Pode dar falso-positivo, por isso fazer o teste horizontal e vertical
  • 2. Exames complementares: radiográfico e teste de sensibilidade  -radiográfico: identificar fraturas, reabsorções, ligamento periodontal, lesão periapical, nódulos pulpares e proximidade da cárie com a polpa (não confundir forame mentual com lesão)  -teste térmico: aplicar jato frio em uma bolinha de algodão apreendida na pinça clínica e encostar no dente; aquecer bastão de guta persha e encostar no dente ou; congelar tubinho de agulha, abrir e encostar no dente  -teste elétrico: contra indicado para pacientes com marca-passo e restaurações metálicas vizinhas o --Teste de cavidade: fazer início da abertura coronária sem anestesia o --Fistulografia: fazer mapeamento de fístulas o --Teste de oclusão: verificar trauma oclusal o --Exame periodontal Interpretação de resultados:  -negativo de vitalidade: necrose  -dor de curta duração: alterações reversíveis ou polpa sadia  -dor prolongada: alterações irreversíveis Diferentes diagnósticos: sensibilidade dentinária, pulpite (depois da restauração, devido ao ácido), necrose pulpar, pericementite ou absesso perirradicular.  -sensibilidade dentinária: dor aguda localizada, estímulos térmicos, estímulos mecânicos e estímulos osmóticos  -pulpite reversível: sensibilidade dentinária, dor aguda, por cárie profunda – realizar teste quente ou frio. Aspecto: sangrante ao toque, abundante, vermelho rutilante (escuro) e resistente ao corte  -pulpite irreversível: dor espontânea, difusa e constante, por cárie profunda – realizar teste térmico e percussão. Aspecto: sangramento discreto ou ausente, vermelho preto ou muito claro, consistência pastosa e sem resistência  -hiperplásica: sangra ao toque e consistente  -necrose pulpar: morte das células da polpa, sem dor, não responde a estímulos térmicos e mecânicos, cárie profunda e escurecimento da coroa. Provoca mal cheiro  -pericementite: dor na percussão, sensação de dente “crescido”, aumento do volume do ligamento  -abcesso perirradicular agudo: dor constante, necrose pulpar, edema, dor a percussão, trismo, prostração e mobilidade dental. Pode se manifestarem 3 fases: inicial, em evolução e evoluído  -cronificação: ocorre devido a incapacidade celular de destruir o agente agressor, falta de acesso ao agressor e agressão persistente e repetitiva  -absesso perirradicular crônico: possui longa duração, diminuição ou desaparecimento da sintomatologia, não incapacita o paciente e causa dor na percussão e mobilidade indiscreta. Aspectos radiográficos: reabsorção óssea difusa, difícil delimitação, perda da continuidade da cortical óssea e reabsorção radicular  -abfração: “cunha” na região a cima da gengiva, formando um ângulo vivo  -abrasão: por escovação As infecções odontogênicas dependem de: anatomia, inserções musculares, presença de cavidades naturais e espessura da cortical óssea Complicações do absesso dento-alveolar agudo:  -Angina de Luderwing: espaços mandibulares bilaterais  -dificuldade de alimentação, respiração, edema de glote e até morte por asfixia  -disseminação da infecção para o cérebro