ESCOLA: Municipal Carlos Raimundo Rodrigues 
CURSISTAS: 
Marina Madureira Silva de Deus 
Mocilene Valentim de Oliveira 
El...
JUSTIFICATIVA 
Desde a Antiguidade, a civilização humana tem o habito e a necessidade de registrar imagens. O uso desses r...
OBJETIVO ESPECIFICO: 
A maioria dos celulares possibilita a gravação de pequenos vídeos. Máquinas fotográficas digitais ta...
METODOLOGIA 
Para utilização da TDICS no projeto buscamos trabalhar de forma inovadora com a utilização das ferramentas on...
AVALIAÇÃO 
A avaliação do projeto consiste através de materiais recolhido e depoimentos e conversas entre alunos e profess...
CONSIDERAÇÕES FINAIS 
Sabemos que nesta fase final de conclusão de ano os alunos já estão exaustos mais tudo que é inovado...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
Suzuki, Juliana T. F. Tecnologia em Educação. São Paulo: Person Education do Brasil, 2009. 
PI...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aprender em rede na cultura digital

208 visualizações

Publicada em

Trabalho de pos graduação.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
208
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
83
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aprender em rede na cultura digital

  1. 1. ESCOLA: Municipal Carlos Raimundo Rodrigues CURSISTAS: Marina Madureira Silva de Deus Mocilene Valentim de Oliveira Elane Feijó Ferreira Janaina de Castro Pinheiro Jonilde Lima da Silva PROFESSOR: Lázaro Batista da Fonseca TUTORES: Francisco de Assis / Kelly Brasil PLAC 02 – APRENDER EM REDE NA CULTURA DIGITAL ATIVIDADE 05: SOCIALIZAÇÃO DA EXPERIÊNCIA PROJETO ESCOLA UM DEGRAU PARA O SUCESSO Boa Vista – RR Dezembro/ 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDUCAÇÃO NA CULTURA DIGITAL
  2. 2. JUSTIFICATIVA Desde a Antiguidade, a civilização humana tem o habito e a necessidade de registrar imagens. O uso desses recursos de registro evoluiu juntamente com a sociedade suscitando a discussão de novas questões. O acesso a este meio de produção de mídia tem barateado com o avanço da tecnologia se tornando cada vez mais acessível que permite a difusão dos trabalhos realizados. Há uma nova era que a comunicação educa junto com a família, escola e comunidade, por isso a importância e a necessidade de incorporá-la na pratica educativa, ampliando os horizontes e as oportunidades de desenvolvimento oferecido aos alunos em formação. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Construtivismo Segundo Piaget ( 1970), O conhecimento é constituído pelo sujeito, mediante um processo de interação sujeito e meio. A interação, por sua vez, exige um processo de adaptação que se expressa nos processos de assimilação e acomodação. A assimilação é a incorporação de um novo objeto ou ideia ao que já é conhecido; esquema que a criança já possui. A acomodação, por sua vez, implica na transformação que o organismo sofre para poder lidar com o ambiente. A acomodação e a assimilação são processos complementares. (Construtivismo Jean Piaget, 1970) O construtivismo está embasado nos estudos de Piaget sobre pensamento e linguagem. Para ele, há duas formas de aprendizagem. A primeira, mais ampla, equivale ao próprio desenvolvimento da inteligência. Esse desenvolvimento é um processo espontâneo e contínuo que inclui maturação, experiência, transmissão social e desenvolvimento do equilíbrio. A segunda forma de aprendizagem é limitada à aquisição de novas respostas a situações específicas ou à aquisição de novas estruturas para algumas operações mentais específicas. Deste modo a abordagem da linguagem de criação de vídeo e dos processos educativos, será sempre importante tanto aos mediadores quanto os alunos participantes do projeto compreendam aonde se pretende chegar ao final do projeto.
  3. 3. OBJETIVO ESPECIFICO: A maioria dos celulares possibilita a gravação de pequenos vídeos. Máquinas fotográficas digitais também permitem filmagem e as filmadoras estão cada vez mais acessíveis. Ponderando o uso dessas TDIC no ambiente escolar o projeto visa instigar alunos do quarto ano do ensino fundamental a produzirem um documentário a respeito do ensino na escola Municipal Carlos Raimundo Rodrigues no decorrente ano, envolvendo a participação de professores, gestores e comunidade em geral, em criar uma mensagem da importância de estudo e sobre as felicitações natalinas e de fim de ano. Criando a interação entre comunidade e escola. DESENVOLVIMENTO No dia 26 de novembro de 2014, foi dado o primeiro passo apresentando o projeto ESCOLA UM DEGRAU PARA O SUCESSO para alunos da turma do 4o ano c no turno vespertino por recomendação da coordenação pedagógica da escola para desenvolverem o projeto. O projeto foi aceito e criou uma grande perspectiva nos alunos em produzir um documentário e criar vídeos através do aparelho celular. A turma num segundo passo do projeto através de vídeos entre eles seriam gravados como forma de entrevista para saber como foi o seu ano letivo na escola e que os mesmos deixassem uma mensagem de final de ano para seus colegas e professores. Para construção das ideias os alunos ainda em diversos momentos em sala de aula estariam produzindo textos em duplas sobre como foi o seu ano letivo de 2014 com relação a sua aprendizagem. O terceiro passo do projeto alguns alunos foram indicados pela professora da turma para estarem gravando com professores e funcionários da escola vídeos de curta metragem sobre o ensino na escola no ano letivo e uma mensagem de felicitações natalinas e de final de ano. Para facilitar o desenvolvimento do projeto estabelecemos um cronograma de realização de atividades, visto que esta no termino do fim do bimestre e por esta ocorrendo avaliações e para não atrapalhar as aulas previstas pela professora. O período estabelecido no primeiro momento parece ser curto para realização do projeto, porem com ajudar e apoio da coordenação pedagógica da escola e da professora da turma foram essenciais para realização do projeto no período estabelecido, pois o comprimento do cronograma foi seguido de forma integral.
  4. 4. METODOLOGIA Para utilização da TDICS no projeto buscamos trabalhar de forma inovadora com a utilização das ferramentas onde os próprios alunos estariam organizando o material para publicação junto com o grupo de formação. As tecnologias envolvidas foram os aparelhos celulares com câmera filmadora dos próprios alunos e de professores do grupo de formação, o uso de notebook e computadores desktop da escola para organização dos materiais realizados, câmera fotográfica de professores, editor de vídeo Windows Live Movie Maker, acesso a internet da escola para publicação do vídeo no blogger e na rede social. Após a publicação o próximo foi à divulgação do vídeo através de folhetos, blogger da escola e na rede social para que possa ser prestigiados pelos demais alunos, funcionários e pais dos alunos para que desta forma o trabalho realizado seja valorizado já que houve um grande esforço e dedicação por parte de todos. CRONOGRAMA ATIVIDADES Novembro Dezembro 19 24 26 27 28 01 02 03 05 11 Encontro com a coordenação pedagogia da escola para apreciação do projeto e escolha da turma para aplicação do projeto. X Encontro do grupo de formação para articular o inicia da aplicação do projeto e criar planejamento para abordagem da turma indicada. X Apresentação do projeto a turma com aplicação do inicio das atividades propostas. X Registro de atividade realizada pelos alunos e recolher os materiais dos alunos. Observação e conversas sobre o desenvolvimento do projeto como alunos e professora da turma. X Recolhimento de matérias, intervenção em sala de aula sobre o desenvolvimento do projeto. X Inicio da produção do vídeo com ajuda do grupo de formação na sala X
  5. 5. AVALIAÇÃO A avaliação do projeto consiste através de materiais recolhido e depoimentos e conversas entre alunos e professores. A observação de comportamento diante da novidade da criação do documentário em vídeo sobre a escola e suas vantagens e dificuldades. Observamos que foi despertado nos alunos da turma o interesse do uso do aparelho celular como uma ferramenta pedagógica que poderá ser usado para meio de ensino aprendizagem. E aplicativos como gravador de voz que os mesmo desconheciam que serviam para realizar trabalhos pedagógicos. Avaliamos a interação e maneiras de comportamento diante da câmera fotográfica e do aparelho celular para produção de vídeo, em consistência em seguir o roteiro programado. Portanto a avaliação do projeto fundamenta-se, primordialmente, em observações, com ênfase na avaliação construtivista, independentemente do critério de atribuição de notas ou conceitos. RESULTADOS Os resultados foram gratificantes, pois as ideias dos alunos foram aprimorando diante do projeto na produção do documentário sobre a escola. Observamos o desempenho de todos os alunos para produzir um vídeo de qualidade para ser apresentado à turma. Foi criado um vídeo de fotos e com narração de voz dos próprios dos alunos gravados através de celulares. A interação com ambiente escolar e integração entre gestão e alunos que ocorreram durante o processo do planejamento do projeto. A criação de um folder para divulgação do blogger e na rede social para apresentação do vídeo produzido. A interação dos alunos com as TDICS para produção do documentário aproximando da realidade de uma cultura digital. de apoio. Continuação da produção do vídeo e início da produção de um cartaz de divulgação. X Termino do vídeos e publicação no blogger e auto avaliação do projeto com a turma. X Apresentação do vídeo do projeto para toda a turma X Culminância do projeto X
  6. 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS Sabemos que nesta fase final de conclusão de ano os alunos já estão exaustos mais tudo que é inovador se torna prazeroso, foi desta forma que fomos recebidos com entusiasmo pela turma pelo fato de estarmos trazendo algo criativo e dinâmico dentro da realidade dos mesmos. O projeto pode e deve ser futuramente expandido para acomodar outras dimensões da comunicação para que possa também ser inovador para outros professores. De forma mais ampla, espera-se que as reflexões feitas no decorrer da execução deste projeto possam contribuir no desenvolvimento intelecto e cultural dos alunos e auxiliar o professor na utilização de projetos com as ferramentas digitais de forma mais específica. As metodologias com uso das TDICs estão sendo consideradas importantes, como repositórios de artifícios de aprendizagem que servem de apoio ao professor em sala de aula na elaboração de uma metacomunicação coesa e coerente a partir das várias comunicações inter-relacionadas que ocorrem ao longo do processo da tecnologia e que esta acesso em sala de aula. As TIC não mudam necessariamente a relação pedagógica, elas não substituem o professor, mas modificam algumas das suas funções. Professores e alunos ficam mais próximos uns dos outros, o que pode contribuir para um maior dinamismo no processo ensino/aprendizagem. Por fim, pode-se concluir, com base nas produções realizadas no âmbito deste trabalho, que o projeto “Escola um degrau para o sucesso” criou uma relação e integração na utilização das TDICs no processo de ensino/aprendizagem. Tornando assim bastante proveitosa, não só como projeto de intervenção em sala, mas também pode ser um meio de registro de pesquisa dos alunos no seu cotidiano.
  7. 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Suzuki, Juliana T. F. Tecnologia em Educação. São Paulo: Person Education do Brasil, 2009. PIAGET, J. A equilibração das estruturas cognitivas. Rio de Janeiro: Zahar. 1978.

×