O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor

15 visualizações

Publicada em

Trabalhando a Filosofia da Arte com crianças: Estética.
Quando o belo se define no amor.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor

  1. 1. PENSANDO COM O GUIDO Quando o belo se define no amor Jocilaine Moreira
  2. 2. Pra começo de conversa Guido sempre falante e perguntador, um belo dia, começou sua infinita conversa questionadora sobre o que ele chama de “eu adoro muito isso”. A história começa assim: 2
  3. 3. Vojo vamos brincar de desenhar e pintar? Guido e sua Vojo estavam passando uma tarde juntos em casa dos pais do menino pensante, quando em dado momento, onde todas as brincadeiras já não eram mais atrativas, ele lembra de uma que agrada muito sua Vojo, pois todas as vezes que ele a chama para brincar ela fica feliz e aceita na hora. 3
  4. 4. Vamos pegar o nosso estojo de arte? Finalmente chegou a hora da brincadeira perfeita da Vojo, pois é quando ela pode ficar sentada e descansar depois de uma maratona de esconde-esconde, bola no gol e super heróis na luta contra os vilões incansáveis. Vamos, agora juntos, fazer arte! 4
  5. 5. Guido, o Pensador Eles se encontram sentados, lado a lado, em frente aos novos objetos de diversão e brincadeira: lápis de cores, canetinhas coloridas e folhas em branco, esperando somente para serem criadas como verdadeiras obras de arte. Começa, então os rabiscos tomando formas e cores variadas e divertidas. 5
  6. 6. Adivinha só... Cada desenho conta uma história e se expressa como conceitos infantilizados que saem da mente repleta de criatividade de Guido. -Vojo, Vojo olha o que eu desenhei. Adivinha o que é? 6
  7. 7. Definindo a forma De repente um rabisco se transforma em um desenho de um boneco ou boneca, - só foi possível definir o gênero quando Guido coloca na cabeça enorme do desenho vários riscos, que ele chamou de cabelos. Eram compridos, era uma boneca com uma enorme peruca extravagante e assanhada. 7
  8. 8. A beleza do olhar -Vojo você sabe quem eu desenhei? Sem esperar resposta ele diz, todo satisfeito pela sua obra. -É você. Como você tá linda Vojo! -Parece comigo Guido? A Vojo pergunta pra ele, tentando entender o seu olhar sobre o desenho. 8
  9. 9. Simples assim! Ele responde a pergunta da Vojo, de forma simpres e suave: - É você Vojo. Você é linda e eu adoro muito você. O belo para Guido era transmitido pela pureza do seu amor. Simples assim!
  10. 10. fim � 10
  11. 11. Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/35 75540040465471 11 Jocilaine Moreira Batista do Vale ジョシライン Possui Graduação em Teologia e Formação Pedagógica com Licenciatura Plena em Filosofia pela Faculdade Kurios, diploma chancelado pela Universidade Federal do Ceará - UFC/Ce. Pós-Graduação em Gestão Educacional pela Universidade Federal de Santa Maria- UFSM/Rs. Mestranda no curso de Filosofia da Educação pela Universidade Federal do Ceará-UFC. Capacitação em Informática Educativa pela Universidade Federal do Ceará(Instituto UFC Virtual), e- Proinfo (MEC) e Centro de Referência do Professor (CRP). Atualmente é Professora Efetiva da Rede Pública Municipal de Pacatuba. Professora Coordenadora de Laboratório de Informática da Rede Estadual de Educação(SEFOR-NUFOR), no Núcleo de Tecnologia da Educação(NTE) com Projetos Educacionais.

×