PPP da EEEP MARIA CÉLIA

2.182 visualizações

Publicada em

Projeto Político Pedagógico da Escola Estadual de Educação Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão, Pereiro/CE.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
539
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PPP da EEEP MARIA CÉLIA

  1. 1. 11ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação – CREDE/JAGUARIBE EEEP MARIA CÉLIA PINHEIRO FALCÃOPROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA EEEP MARIA CÉLIA PINHEIRO FALCÃO PEREIRO-CE 2012
  2. 2. Núcleo GestorDiretor: Jobenemar Carvalho dos SantosCoordenador escolar: Jakson Barbosa GamaSecretária: Lucyana Pessoa de Morais
  3. 3. I- APRESENTAÇÃO O pensamento sobre educação e formação humana tem se transformado significativamentenos últimos anos no Brasil e, mais especificamente, no estado do Ceará através do sistema integradode ensino contemplado nas escolas estaduais de educação profissional. As EEEPs no estado do Ceará têm realizado grandes transformações com sua nova formade preparar o(a)s estudantes observando pilares de grande relevância que são: aprender a conhecer,aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. Agregando a tudo isso um novo pensamentode ensino-aprendizagem baseado na TESE – Tecnologia Empresarial Sócio-educacional. O Brasil tem avançado muito na área econômica e social nos últimos anos, porém aindapersistem muitos problemas que afetam a vida dos brasileiros, entre eles se encontra a educação,que ocupa posições desfavoráveis no cenário mundial. Nesse contexto se encontra também o município de Pereiro no interior do Ceará, distantetrezentos e quarenta quilômetros da capital Fortaleza. Nosso município tem como atividadeseconômicas principais a agricultura e pecuária, sendo o povo carente e que necessita,consideravelmente, dos programas sociais do governo. E nessa região também há uma falta muitogrande de profissionais técnicos, dificultando assim o seu crescimento e desenvolvimento. Num cenário como esse foi construída uma Escola de Educação Profissional, a EscolaEstadual de Educação Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão, que vem trazer para os jovensdesse município a possibilidade de um ensino integral de qualidade e a esperança de um futuropromissor.
  4. 4. II – INTRODUÇÃO O presente documento configura-se como Proposta Pedagógica que integra a organizaçãocurricular da Escola Estadual de Educação Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão, inscrita noCNPJ 01.598.871/0007-07, localizada na Rua Projetada S/N, bairro Cruz, na cidade de Pereiro, noEstado do Ceará, CEP 63.960-000, telefone – fax (88) 3527-1812 e endereço eletrônicoeeepmariacelia@escola.ce.gov.br, fundada em 19 de abril de 2011, iniciou suas atividades em 09 demaio do mesmo ano, e teve seu Ato de Criação oficializado sob a Lei 14.973, de 01 de agosto de2011. Este documento tem por objetivo nortear a política e ações pedagógicas, de formaorganizada e orientada, observando-se a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9.394/96,bem como a Resolução Nº 395/2005 do Conselho Estadual de Educação do Ceará, que de acordocom o disposto na Lei Nº 9.394/96, compatibiliza, simplifica e torna mais efetivos os instrumentosde gestão na escola para que esta possa favorecer a unidade de sua ação e articular o esforço de todaa comunidade escolar na organização e no desenvolvimento da sua ação pedagógica de forma adesenvolver um processo de ensino-aprendizagem renovado, baseado numa política de gestãodemocrática para a promoção de uma educação de qualidade para todos com foco na equidade eigualdade de oportunidades. Tal documento tem ainda como premissa expressar a proposta educativa da escola,definindo seu rumo, demonstrando suas metas e os instrumentos que a levará a conquistá-las. 1. MARCO SITUACIONAL O planejamento em educação está intimamente ligado à uma constante necessidade de sepromover uma educação de qualidade para todos, baseado na busca do conhecimento prévio sobretal realidade em que se vive e que se deseja transformar, atingindo assim a efetivação do seupropósito. Como parte disso, está a questão operacional que tem por objetivo dar suporte eestabelecer uma ligação visando aproximar o real do ideal pretendido. A transformação da sociedade norteada nos princípios de igualdade, fraternidade, respeitoàs diferenças e a promoção da justiça social, com distribuição de renda e garantia de uma educaçãode qualidade para todos fundamentada na equidade e igualdade de oportunidades é um grandedesafio frente a nova ordem social em que vivemos, exigindo da sociedade que a compõe umasensibilidade para a construção de valores morais e éticos que tenham na figura humana a grandezada justiça e do respeito às diferenças.
  5. 5. Pertencendo à uma realidada cada vez mais globalizada, na qual se vê pequenas cidades dointerior do país com problemas gravíssimos de desigualdades sociais e de marginalização dosdireitos essenciais ao exercício pleno da cidadania, é buscado através da escola uma transformaçãode tal realidade para que o direito ao exercício pleno da cidadania seja efetivado. A EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão está localizada em um município de pequeno porte,com considerável produção da agricultura familiar e agropecuária, e está localizado em uma regiãode fronteiras com outros municípios, inclusive do estado vizinho do Rio Grande do Norte. O cenário das cidades com as quais Pereiro faz ligação de fronteira é muito parecido. Dosjovens que concluem o ensino médio poucos ingressam na universidade e poucos ainda têmqualificação profissional específica para ingressarem no mercado de trabalho. Porém, com apossibilidade de fazerem um curso técnico parece que esses jovens passaram a ver o sonho dauniversidade e do alcance da sua autonomia chegarem mais próximo da realidade, já que o índice dejovens que deixam esses municípios para tentar sucesso em outras regiões ainda é considerado alto. No entanto, com o oferecimento de cursos técnicos na área da informação, da produção noagronegócio, na carpintaria e na formação em secretaria escolar já se pode notar uma considerávelmudança de paradigma, pois esses jovens estão buscando se profissionalizar nessa escola, inclusivejovens de outros municípios, para terem mais acesso a oportunidades de emprego, ascensão social eacadêmica. Para isso a EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão conta com equipe de profissionaisqualificados e comprometidos que buscam no cotidiano escolar oferecer aos educandos um ensinode qualidade, com foco na aprendizagem e direcionando suas ações para o protagonismo juvenil. A escola funciona em horário integral, onde o aluno entra as sete horas e sai as dezessetehoras, oferecendo o ensino médio integrado ao ensino profissional. Contamos com cinco cursos,distribuídos em nove turmas, sendo cinco de primeiro ano e mais quatro de segundo ano do ensinomédio, quais sejam: Técnico em Informática com 112 alunos matriculados, Técnico em Redes deComputadores, com 80 alunos, Técnico em Agronegócio, com 77 alunos, Técnico em SecretariaEscolar, com 37 alunos e Técnico em Carpintaria, com 37 alunos. Sendo um total geral dematrícula de 343 alunos. Esses jovens têm, em sua maioria, uma origem humilde, e representam a realidadeeconômica e social da nossa região, uma vez que grande parte desses alunos são da zona rural eseus pais têm baixa escolaridade e dificuldades econômicas. Assim sendo, os cursos oferecidos representam desenvolvimento social e econômico paraessas famílias e região como um todo, uma vez que profissionais qualificados poderão ingressar nomercado de trabalho, crescer e desenvolver mais e melhor essa região sofrida e carente de
  6. 6. desenvolvimento econômico, tecnológico e social. É nossa meta oferecer um ensino de qualidade, proporcionando aos nossos educandosvalores que os levarão a ser profissionais qualificados, autonômos, proativos e conscientes de seusdireitos e deveres. Para que isso ocorra contamos com uma equipe de profissionais comprometidose conscientes do seu papel. 2. MARCO TEÓRICO O Projeto Político Pedagógico está intrinsecamente relacionado às diretrizes nacionais,normas, regulamentações e orientações curriculares e metodológicas originadas nos diversos níveisdo sistema educacional, bem como está baseado nas orientações do Regimento Interno da EEEPMaria Célia Pinheiro Falcão, como também, às práticas e às necessidades dos vários sujeitos dacomunidade escolar (professores, alunos, demais funcionários, pais, associações comunitárias, etc.)que constantemente criam novas práticas e dinâmicas de trabalho pedagógico visando odesenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem para uma perspectiva democrática, dinâmicae participativa, onde todos os sujeitos interajam na escola e/ou fora dela, colocando em prática oexercício de sua cidadania. Esse documento, pois, deve orientar e zelar da política pedagógica da escola semdesvinculá-la dos documentos oficiais do sistema educacional nacional e das diretrizes estaduaisque orientam o Ensino Médio Integrado no Estado do Ceará. Na atual LDB, o Projeto Político Pedagógico é colocado como sendo algo de extremarelevância para a unidade de ensino, uma vez que norteia, orienta o rumo do processo educacionalque a escola se propõe a realizar de forma democrática, junto com toda a comunidade escolarenvolvida, conforme está explicitado no título IV, nos seguintes artigos: Art. 12. Os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns e as do seu sistemade ensino terão a incumbência de: I. Elaborar e executar sua proposta pedagógica; VII. Informar os pais e responsáveis sobre a frequência e rendimento dos alunos, bem como sobre as execuções de sua proposta pedagógica. Art. 13. Os docentes incumbir-se-ão de: I. Participar da Elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; II. Elaborar e cumprir o Plano de Trabalho segundo a proposta Pedagógica do estabelecimento de ensino.
  7. 7. Art. 14. Os sistemas de ensino definirão as normas e a gestão democrática do ensino públicona educação básica de acordo com suas peculiaridades e conforme os seguintes princípios: I. participação dos profissionais da educação na elaboração do Projeto Pedagógico da escola. Assim sendo, por tratar-se de um plano global dessa instituição de ensino, o Projeto PolíticoPedagógico é trabalhado observando-se tanto os aspectos qualitativos como também osquantitativos para que se possa produzir um planejamento estratégico amplo e dinâmico para odesenvolvimento de um processo de ensino-aprendizagem satisfatório, no qual os aspectosquantitativos estejam intrinsecamente ligados aos qualitativos, com a intenção clara de se promoveruma educação de qualidade com foco no desenvolvimento do(a) estudante para o exercício pleno desua cidadania. É no ambiente escolar em que se vivenciam, de forma mais concreta, efetiva e dinâmica, osconflitos sociais, uma vez que na escola existem diferentes situações sociais no que diz respeito aexpressão religiosa, política, cultural, artística e econômica. A escola, pois, deve criar um ambientefavorável para reflexão e respeito a essas diferenças, uma vez que é função dela repassar a herançacultural da humanidade sem moldar ou tentar reproduzir um modelo de sociedade ideal, mas criarum ambiente onde todos se sintam bem e respeitem suas diferenças e limitações, compreendendoque essa dinâmica social valoriza a democracia e o respeito aos direitos individuais e coletivos. Assim sendo, a Escola Estadual de Educação Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão tempor objetivo proporcionar um processo de ensino-aprendizagem significativo, libertador e queproporcione autonomia nos estudantes para que possam ingressar no mercado de trabalho econtinuar sua vida acadêmica, ofertando assim uma educação de qualidade para todos. – VISÃO DE FUTURO Ser uma instituição reconhecida pela qualidade da educação dispensada aos seuseducandos e pela formação humana e acadêmica dos jovens, numa autêntica e duradoura relação deconfiança entre os profissionais, alunos, comunidade escolar, parceiros e entidades oficiais,proporcionando uma relação harmônica, nos mais elevados níveis de satisfação e compreensão. – MISSÃO Formar jovens profissionais qualificados, competentes e preparados, com elevadaqualidade acadêmica e com valores éticos e morais, livres de quaisquer tipos de preconceitos, para o
  8. 8. exercício pleno da cidadania, atuação e progressão no mundo acadêmico e do trabalho. – VALORES • Valorização da educação e do conhecimento historicamente produzido pela humanidade. • Autonomia. • Responsabilidade. • Respeito ao indivíduo. • Capacitação permanente dos profissionais. • Ética, integridade e honestidade. • Espírito público e cidadania. • Desenvolvimento pleno do jovem para o exercício de sua cidadania. • Resiliência. – PREMISSAS • Protagonismo Juvenil O jovem como responsável pelas principais ações da escola. • Corresponsabilidade Todos: alunos, profissionais, comunidade escolar, parceiros e entidades oficiais, devem unir esforços para a efetivação do projeto escolar. • Atitude Empresarial Socioeducacional Trabalho voltado para a produção de resultados, com a humildade necessária para o trabalho em equipe e a consciência da importância da comunicação e da confiança. • Formação Continuada Educadores comprometidos e submetidos aos processos de formação permanente para que se promova uma educação de excelência. • Conhecimento a Serviço da Formação Humana Os quatro pilares do conhecimento orientando as práticas pedagógicas do projeto
  9. 9. escolar para que se possa formar cidadãos plenos. • Replicabilidade Garantir a replicação de experiências de aprendizagem bem sucedidas para a promoção duradoura de processos de ensino-aprendizagem eficientes.– OBJETIVOS • Protagonismo Juvenil Jovens autônomos, participativos, solidários e criativos na sociedade, comprometidos com a sua formação ética, cidadã e profissional para o mundo do trabalho e pleno exercício da cidadania . • Corresponsabilidade Todos participando e interagindo no processo de formação cidadã e profissional dos educandos, uma vez que consideramos ser de grande relevância a participação de toda a comunidade escolar na formação humana e profissional de nosso(a)s aluno(a)s. • Atitude Empresarial Socioeducacional Aplicação da filosofia da TESE em todo o pensamento de funcionamento de gestão do projeto escolar. • Formação Continuada Todos os educadores comprometidos e submetidos a processos permanentes de formação continuada. • Conhecimento a Serviço da Formação Humana Os quatro pilares do conhecimento orientando os planos e ações pedagógicas dos educadores. • Replicabilidade Desenvolvimento de práticas inovadoras que possam ser replicadas em outras instituições de ensino.
  10. 10. – PRIORIDADES • Jovens - 1ª Série: garantir a eficácia do nivelamento em termos dos conhecimentos em Matemática e Língua Portuguesa do Ensino Fundamental. - 2ª Série: inserir as práticas e vivências relativas aos projetos de vida no âmbito da formação profissional. • Educadores - Aplicação da filosofia da TESE nas práticas cotidianas de planejamento e execução. - Observação das práticas pedagógicas que apresentarem melhores desempenhos para serem replicadas. • Famílias e Parceiros - Estimular a atuação mais efetiva de pais, considerando ser de grande relevância a participação destes no processo de formação humana e social dos jovens e no desenvolvimento do projeto escolar. - Investir na captação de novos parceiros institucionais.– RESULTADOS ESPERADOS • Jovens - A maioria de nossos jovens estudantes crescendo nos seus projetos de vida através da participação efetiva em projetos, melhorando os resultados nas avaliações internas e externas, tornando-se cidadãos autônomos e conscientes da importância de sua participação na sociedade de forma protagonista. • Educadores - Professores e profissionais da educação qualificados atuando de maneira eficiente e eficaz em suas práticas pedagógicas. • Famílias e Parceiros - Pais e estudantes plenamente satisfeitos com a instituição de ensino (exteriorizando essa satisfação diante da comunidade). - Ampliação de parcerias com outros setores sociais (órgãos públicos e/ou privados) e controle dos custos. - Pensamento e atitude empresarial.
  11. 11. - A EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão vivenciando a Tecnologia Empresarial Socioeducacional em suas atividades cotidianas. • Replicabilidade - A EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão envolvida nas ações de tutoria para a instalação de novas escolas de educação profissional. - A EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão atuando como locus de pesquisa e de estágio acadêmico para as instituições de Ensino Superior do Ceará. - Desenvolvimento de práticas inovadoras que possam ser replicadas em outras instituições de ensino. - O educando ser capaz de replicar as experiências vivenciadas na EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão com sua família e com a comunidade a qual pertence.- ESGTRATÉGIAS • Jovens - Equilíbrio do tempo pedagógico para as atividades em grupo e as aulas expositivas do professor. - Utilização de trabalhos em grupos e/ou individuais e instrumentais avaliativos individuais e sem consulta. - Acompanhamento pedagógico permanente do processo de ensino-aprendizagem, observando os avanços e dificuldades encontradas para poder traçar, a partir dessa observação, novas ações pedagógicas que venham aumentar o índice de bons resultados e melhor desempenho escolar. - Garantia da unidade e coerência dos professores em relação ao planejamento das disciplinas. - Manutenção da Parte Diversificada do Currículo. - Ampliação das possibilidades de aprendizagem por meio de:  estudo Dirigido acompanhado pelos professores;  trabalho de orientação profissional;  plena utilização dos Laboratórios de Informática e as novas tecnologias para o crescimento do conhecimento tecnológico;  plena utilização dos Laboratórios de Ciências;  excursões pedagógicas diversificadas;  utilização da quadra poliesportiva para atividades esportivas, nas variadas
  12. 12. modalidades, trabalhando a parte disciplinar, ética, companheirismo e respeito às regras de convivência.  boa interlocução entre a Gestão e os estudantes. - efetiva vivência da cultura avaliativa; - criação de Líderes de Turma através da aulas de Formação para a Cidadania; - ações pedagógicas realizadas com a parceria do Grêmio Estudantil; - inserção da TESE através da Parte Diversificada do Currículo. • Educadores - elaboração e utilização de Guias de Aprendizagem e/ou propostas pedagógicas; - foco na aprendizagem do estudante; - otimização do tempo do professor para atender às necessidades dos estudantes; - prática pedagógica que garanta a eficiência da aprendizagem e sua aplicação; - construção e aplicação do Programa de Ação. • EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão - permanente interlocução com as famílias; - Planos e Programas de Ação executados; - acompanhamento, monitoramento e avaliação permanentes; - provas semanais atendendo a um calendário para todas as disciplinas; - garantia de uma agenda mínima para atendimento e acompanhamento de projetos pensados e construídos na escola e depois vivenciados na comunidade; - plena sintonia entre a proposta curricular e as habilidades do ENEM e os descritores do SPAECE; - pleno acompanhamento e avaliação da Gestão e Coordenação Pedagógica junto aos professores e estudantes; - integração do Núcleo Gestor e comunidade.- INDICADORES • Estudantes - Média de proficiência no SPAECE igual ou superior a 280 em Língua Portuguesa e Matemática no 1º ano do ensino médio; - Média de proficiência no SPAECE igual ou superior a 290 em Língua Portuguesa e Matemática no 2º ano do ensino médio; - 20 estudantes no nível adequado na avaliação do SPAECE; - 60% dos estudantes envolvidos nos projetos oportunizados pela escola; - 90% de estudantes com média anual superior a 6,0;
  13. 13. - 30% dos educandos participando de eventos científicos; - 10% dos educandos premiados em eventos científicos; - 100% de estudantes consultando o acervo da biblioteca da escola ao longo do ano.• Professores - 100% das propostas pedagógicas estruturadas por disciplinas; - 100% dos educadores com domínio de metodologia de pesquisa e tecnologia da informação e comunicação; - 100% dos educadores participando de formações; - 100% dos educadores envolvidos em projetos científicos desenvolvidos pela escola; - 100% dos educadores com avaliação de desempenho acima da média da EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão.• Parceiros - 90% de satisfação das famílias em relação à EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão; - 90% de participação dos pais nos encontros de família e escola; - aumento do número de parceiros externos; - plena atuação da comunidade escolar nos eventos promovidos pela EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão.• Atitude Empresarial - 100% de aprovação dos estudantes; - frequência de 100% dos professores; - elaboração e/ou execução de projetos extracurriculares; - 100% da contribuição material do parceiro externo contabilizada; - Plano de Ação e Programas de Ação cumpridos.• Replicabilidade - Atendimento das necessidades das EEEPs a serem criadas no raio de abrangência da EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão; - Professores, Coordenação Pedagógica, Funcionários e Gestão acolhendo e orientando os acadêmicos em suas áreas específicas; - Educandos repassando as práticas aprendidas na escola para a nossa comunidade.
  14. 14. 3. MARCO OPERACIONAL A EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão está localizada em uma região de fronteiras com oEstado vizinho do Rio Grande do Norte. Está em uma região de tradição da cultura agrícola eagropecuária, com foco na produção da agricultura familiar e com o incentivo dos órgãosgovernamentais e não governamentais como a EMATERCE e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Contudo, há também nessa região uma empresa de tecnologia da informação de grandeporte que é a Empresa Brisanet, no nosso município de Pereiro-CE, empresa que gera muitosempregos diretos e indiretos na captação de profissionais no ramo da tecnologia da informação, poistrata-se de uma instituição privada que atua no serviço de comunicação via internet. E necessita,constantemente de profissionais qualificados na área de informática e redes de computadores,cursos esses ofertados pela Escola Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão. Assim, pode-sejustificar a inserção desses cursos nessa instituição uma vez que há mercado satisfatório para essesfuturos profissionais atuarem e, assim, desenvolverem ainda mais a situação econômica dessaregião. Portanto, para o campo de estágio supervisionado e posterior inserção no mercado detrabalho, os educandos da Escola Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão terão espaço satisfatóriouma vez que a Empresa Brisanet tem como disponibilizar estágio para todos os estudantes e, apóscumprirem seu estágio, poderão trabalhar na empresa, conforme parceria já estabelecida entre aempresa e esta instituição de ensino. Já no campo do Agronegócio, por se tratar de uma região de produção predominantementeagrícola e pecuária, onde existe um foco na agricultura familiar, há espaço suficiente para que osestudantes possam atuar com órgãos governamentais como a EMATERCE. É importante salientarque o campo do agronegócio é um dos ramos econômicos que mais crescem no Brasil por causa desua grande capacidade de produção em grande escala nos mais diversos ramos da produção doagronegócio. Assim sendo, há uma grande relevância de tal curso para a região em questão. No curso Técnico em Carpintaria, é comprovado que existe um crescimento muito grandena produção de móveis na nossa região, onde atua uma empresa também de grande porteespecializada na produção de móveis, que é a Tubo Arte, localizada na cidade vizinha de Jaguaribe-CE, empresa também parceira da nossa escola, uma vez que já foram feitas visitas técnicas parademonstrar na prática o mundo do trabalho em que irão atuar. Assim sendo, a empresa Tubo Artetem uma demanda considerável para inserção de profissionais qualificados nessa área de mercado. Já o curso de Secretaria Escolar também tem uma demanda considerável de profissionaispara essa área de atuação, uma vez que temos em nossa região um número considerável de escolasque, constantemente, apresentam carência nessa área de atuação, pois para atuar como secretário(a)escolar é necessário conhecimento técnico específico para tal função. Assim há dificuldade de se
  15. 15. encontrar profissionais com esse perfil. Portanto, campo de estágio e atuação no mundo do trabalhosão perfeitamente justificáveis pela realidade local na qual estamos inseridos. É importante ainda salientar que a EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão dispõe de umaestrutura padrão/MEC com capacidade para atender até 540 estudantes, pois conta com 12 salas deaula (climatizadas), setor administrativo, laboratórios de Química, Física, Biologia, Matemática,Informática, Línguas e dois laboratórios especiais para os cursos de Redes de Computadores eCarpintaria. A escola tem ainda biblioteca, sala dos professores, auditório, anfiteatro, quadrapoliesportiva e refeitório. A Escola Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão tem material didático, paradidático,recursos humanos e tecnológicos de forma a oferecer uma formação técnica de nível médio dequalidade, para que todos os estudantes possam ascender acadêmica, cultural, social eprofissionalmente. A Secretaria da Educação do Estado do Ceará (SEDUC) é o órgão responsável mantenedordos recursos financeiros, bem como da instituição e avaliação dos cursos em parceria com a escola,de forma democrática e participativa, direcionando quais novos cursos podem ser ofertados e quaisjá não têm mais necessidade de serem trabalhados no currículo escolar. A EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão tem um currículo dinâmico, comum a todas asescolas profissionais da rede estadual do Ceará, integrando o ensino médio à formação profissionaltécnica, trabalhando as áreas do conhecimento, como Linguagens e Códigos, Ciências Humanas,Ciências da Natureza e Matemática de forma integrada ao eixo técnico: disciplinas específicas daformação profissional. Ainda também estão contempladas no currículo as AtividadesComplementares, que têm por objetivo promover uma formação plena do estudante no âmbito,humano, acadêmico e profissional. Assim, o Projeto Político Pedagógico da EEEP Maria Célia Pinheiro Falcão foi organizadonuma perspectiva democrática e participativa, onde todos os membros da comunidade escolarpodem opinar, construir e reformular a política educacional dessa instituição de ensino, sempreobedecendo às leis, diretrizes e normas que regem a educação profissional no estado do Ceará e noBrasil, para que o presente documento cumpra o seu papel, que é nortear as ações pedagógicas queserão realizadas na escola e que foram pensadas, estrategicamente, a curto e/ou longo prazo. Portanto, a Escola Profissional Maria Célia Pinheiro Falcão desenvolve uma práticapedagógica voltada para a construção do conhecimento de forma partilhada, respeitosa, com odevido respeito, cuidado e zelo às diferenças e a integridade moral, cidadã, profissional e humanade todos que dela fazem parte, para que o ambiente de ensino-aprendizagem seja um espaçodinâmico, agradável e responsável pela promoção de uma educação de qualidade para todos, comfoco na aprendizagem, na equidade e igualdade de oportunidades.
  16. 16. Pereiro-CE, 29 de outubro de 2012.

×