Pagamentos atrasados trabalho

604 visualizações

Publicada em

Efeitos nefastos dos pagamentos atrasados

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
604
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pagamentos atrasados trabalho

  1. 1. GESTÃO DE PAGAMENTOSa armadilha dos atrasos
  2. 2. O pagamento é um dos dois elementos do acto comercialO acto comercial deriva da troca directa, um acto em que duas partes estabelecem um acordo para trocar bens ou serviços.Em qualquer acordo, a existência mútua de "boa-fé", ou seja,o desejo sincero de uma troca transparente, é fundamental.
  3. 3. Nas economias actuais, o pagamento é, usualmente, feito em dinheiroEsta parte da troca comercial apresentadois aspectos fundamentais: - A quantidade - O prazo para entrega dessa contrapartida em dinheiro
  4. 4. A “normalidade” do não cumprimentoSe em relação à quantidade, oentendimento é consensual, o mesmo jánão acontece com o que diz respeito aosprazos.Para muitos, o prazo é consideradosecundário e o atraso, como algo normal, oumesmo sinal de uma boa gestâo daempresa!
  5. 5. As razões de uma prática reprovávelA prática de pagamentos para lá dos prazosacordados, reflecte por vezes a existênciade má fé, mas, na maioria doscasos, resulta de duas situações: - A "cadeia" de atrasos que se instala em alguns sectores da economia. - O desconhecimento das regras básicas da gestão empresarial.
  6. 6. A Cadeia de Atrasos!Relativamente à cadeia de atrasos que segerou na economia, não há muito adizer, pois faz parte da realidade de cadadia dos diversos agentes económicos..É uma realidade de muitos anos, que temcondicionado os investimentos e a acçãocomercial e para a qual o Estado contribuiude uma forma escandalosa!
  7. 7. Desconhecimento das Regras de Gestão(1)Muita gente, invoca a máxima; "pagar e morrer quanto mais tarde melhor"como uma regra de ouro da gestão.1º erro: A "demora" no pagamento não énegociada com o fornecedor, é-lhe imposta!2º erro: Mais tarde ou mais cedo, a fama demau pagador espalha-se pelomercado, (fornecedores, clientes, concorrentes, bancos etc.)
  8. 8. Desconhecimento das Regras de Gestão(2)Quando negoceia prazos de pagamentodilatados com um fornecedor, está a"comprar" dinheiro a um nãoespecialista, que vai cobrar juros sob váriasformas: -Cobra juros abaixo da taxa do banco (“você até é bom cliente!”) -Não faz desconto (as tabelas de preços estão inflacionadas, de 10% a 30%, para poder fazer descontos aos bons pagadores)
  9. 9. Desconhecimento das Regras de Gestão(3)Muitos fornecedores têm condiçõesespeciais para os clientes que cumprem osprazos de pagamento, pois não têm custosadicionais de financiamento com eles:-Portes de envio mais baixos.-Exclusividade em promoções.-Quantidades mínimas de encomenda mais baixas. Não se torne num cliente de2ª!!
  10. 10. Mas tem resultado!!! (não tanto como se julga!)Pagar “fora de horas”é como um vício discreto! Mina o dia a dia, condiciona a acção e afasta dos verdadeiros objectivos.A armadilha dos pagamentos atrasados é umperigo para as empresas : Desvia do objectivo principal. Causa falta de dinheiro. Destrói a economia.
  11. 11. Desviar do objectivo principalA gestão de pagamentos, focada em prazoslongos, exige uma disponibilidade de meios quenâo está ao alcance de toda a empresa: - Meios informáticos para registo e análise de informações, controlo de pagamentos, coordenação com recebimentos, etc. - Meios humanos para gerir a informação obtida, para apoiar a negociação com os fornecedores e suportar o controlo inerente
  12. 12. Desviar do objectivo principal (as consequências)Numa pequena empresa, nomeadamentede cariz familiar, os pagamentos, tornam-serápidamente, no centro de todo o esforço: - Cria ansiedade que se estende à vida privada de todos os elementos. - Gera conflitualidade com fornecedores - Remete para segundo plano a gestão do negócio própriamente dito.
  13. 13. Falta de dinheiro (tesouraria)O distanciamento no tempo entre o momentoda compra e do pagamento, obriga a umaorganização que as pequenas empresas nãotêm, nem devem ter e que vai gerar muitasdificuldades ao nível da “tesouraria”.A situação pode tornar-se fatal quando asempresas têm muitas facturas por mês e oacesso ao crédito bancário é difícil.
  14. 14. Falta de dinheiro (margens)Como os fornecedores usam estratégias quevisam passar os custos financeiros dos atrasospara os clientes que os praticam, (tabelas e descontos diferenciados, promoções exclusivas para clientes cumpridores, etc, etc.)as empresas que não cumprem os prazos depagamentos, vêem assim reduzir-se: - As margens de comercialização - O número de clientes, por terem de praticar preços mais altos.
  15. 15. Destruir a economiaOs atrasos nos pagamentos criam umacadeia de problemas, de dificuldades naeconomia que têm reflexos e custos globais.Um estudo recente do Prof. Daniel Bessapara a associação ACEGE, mostrou queesta situação está a causar na economianacional perdas anuais de: 600 milhões de euros 14 mil empregos
  16. 16. Como exemplo citamos o caso alemão: Os prazos de pagamento do retalho tradicional na Alemanha têm uma média de 15 dias! Será que pagam cedo porque são ricos, ou são ricos, porque gerem os negócios,pagamentos e outras variáveis, da forma mais adequada?

×