Atividades econômicas na América Portuguesa

1.382 visualizações

Publicada em

Atividades econômicas na América Portuguesa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.382
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividades econômicas na América Portuguesa

  1. 1. O início da colonização
  2. 2. Recapitulação da aula anterior • Tratado de Tordesilhas: acordo assinado entre Portugal e Espanha dividindo as terras descobertas ou por descobrir entre os dois países. • Capitanias hereditárias: divisão do território brasileiro (em posse dos portugueses) em lotes. • Capitães donatários: portugueses de poder econômico encarregados de cuidar das capitanias hereditárias.
  3. 3. Administração no Brasil Colônia
  4. 4. A implantação do Governo-geral • Com o fracasso da maioria das capitanias, o rei de Portugal, D. João III, decidiu criar um Governo-geral, com o objetivo de centralizar o poder na colônia e acabar com a desorganização administrativa.
  5. 5. Como resultados da implantação deste sistema, podemos citar: a catequização de indígenas, o desenvolvimento agrícola e o incentivo à vinda de mão-de- obra escrava africana para as fazendas brasileiras.
  6. 6. Os jesuítas e a catequização dos índios • Os jesuítas eram padres da Igreja Católica que faziam parte da Companhia de Jesus. • Eles tinham como objetivo levar o catolicismo para as regiões recém descobertas, principalmente a América.
  7. 7. Africanos no Brasil • A partir do século XVI, o escravo africano passou a ser a mercadoria mais comercializada pelo governo português. • O transporte dos africanos escravizados era feito em navios negreiros.
  8. 8. • “O número de escravos por navio era o máximo possível. Partiam em viagens que demorava de 35 a 50 dias. Mudanças no clima e problema com as embarcações podiam prolongar a viagem em até seis meses, tornando mais horríveis as cenas de homens, mulheres e crianças espremidos uns contra os outros, vomitando e defecando frequentemente no chão, numa atmosfera de horror, calor e mau cheiro.” • Nessas travessias as condições de higiene eram péssimas e muitos escravos morriam antes mesmo de desembarcar.
  9. 9. A economia do açúcar
  10. 10. • Desde o início do século XVI, o cultivo de cana-de- açúcar tornou-se uma das principais atividades econômicas na Colônia, visto que o produto tinha um grande valor comercial na Europa. • O açúcar era fabricado nos engenhos, que eram grandes casas onde ficavam instrumentos para moer a cana-de-açúcar, geralmente exigindo o trabalho de dezenas de pessoas.
  11. 11. • No Brasil, eram produzidos o açúcar branco, destinado ao mercado externo, e o açúcar mascavo (escuro e grosso). A produção de açúcar exigiu extensas propriedades, grande número de escravos, pastos para animais de tração, transportes e áreas florestais para obtenção de madeira.
  12. 12. Governo-geral Jesuítas Africanos no Brasil Economia do açúcar

×