SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
w w w. a c r e d i t a p o r t u g a l . p t   geral@acreditaportugal.pt
Agenda



         1

             Apresentação da Associação Acredita Portugal



         2

             Apresentação do Plano de Actividades para 2012



         3

                                Anexos




                                                              1
A Associação Acredita Portugal




                                 2
Portugal encontra-se a atravessar um momento difícil, mas apesar de tudo
tem boas condições contextuais para o ultrapassar
       1
                                  Em Portugal, a taxa de desemprego atinge 14,5% da população activa, sendo a taxa de
                                  desemprego jovem superior a 35%.1

                                  Portugal é 29.º país mais empreendedor do mundo4, mas ainda assim o número de
                                  trabalhadores por conta de outrem representa cerca de 79% da população activa1 e as
                                  iniciativas de empreendedorismo têm na generalidade pouca escala e são pouco inovadoras.


                                  Portugal é o 3.º país da OCDE com menores barreiras à criação de empresas, o 7.º com
                                  menores custos e impostos para as empresas, o 4.º com mais investigadores em ciências e
                                  engenharias por habitante e o 4.º em nível de actividade empreendedora. 2
           Contexto
                                  O último Eurobarómetro sobre actividades de empreendedores revela que 51% dos
                                  portugueses preferiam sem donos do seu próprio negócio, valor acima dos 45% da média U.E. 5


                                  Para que Portugal consiga convergir para o nível de bem-estar médio da U.E., é necessário que
                                  a sua economia cresça a uma taxa média anual de 3,9% nos próximos 20 anos – para tal, a taxa
                                  de criação de empresas deveria ser de 9%, ou seja, 110.000 novas empresas por ano. 3


                                  Há um consenso cada vez maior de que o empreendedorismo e a inovação são alavancas
                                  privilegiadas do crescimento económico, do aumento das exportações e da competitividade dos
                                  países.




Notas: (1) Fonte: INE (2011); (2) Fonte: Global Benchmark Report 2010; (3): Fonte: Jornal de Económico 2010; (4) Fonte: The 2011 Legatum Prosperity Index;
                                                                                                                                                             3
       (5) Dezembro de 2009
Para que Portugal se torne um país “start-up”, é necessário generalizar-se
uma cultura de empreendedorismo e inovação na sociedade portuguesa
para que cada português tenha a possibilidade de se tornar empreendedor

  2
                 Em Portugal, há uma cultura adversa ao risco e ao erro, cerceadora da iniciativa
                 empreendedora

      Problema   Em Portugal, há poucas iniciativas capazes de ajudar os empreendedores a construir os
                 modelos/planos de negócio a partir das suas ideias


                 Sem mais e melhores empreendedores, Portugal dificilmente voltará a crescer economicamente,
                 a convergir com a U.E. e a reduzir de forma sustentada a elevada taxa de desemprego actual




  3              A Associação Acredita Portugal com um conjunto de parceiros, desenvolveram um processo e
                 um software de apoio ao empreendedorismo, que permite a qualquer português ter uma
                 oportunidade de perseguir o seu sonho ou ideia de negócio
      Solução
                 A metodologia Acredita Portugal não só é altamente escalável, como se tem revelado altamente
                 eficaz na generalização de uma cultura da possibilidade, no fomento da confiança dos/nos
                 portugueses e no apoio sustentado aos primeiros passos dos empreendedores




                                                                                                                4
A abordagem da AP ao nível da promoção do empreendedorismo tem se
caracterizado pela abrangência do público-alvo, pela capacitação, e pelo
facto da sua actuação partir de um concurso – o concurso “Realize o Seu
Sonho”

                                        Associação Acredita Portugal

                 Fomentar uma cultura da possibilidade para   Vídeo de apresentação da Acredita Portugal
  Missão         libertar o potencial empreendedor dos
                 portugueses

                 Permitir que qualquer português tenha uma
  Visão          verdadeira oportunidade para perseguir o
                 seu sonho empreendedor



  Público-alvo   Todos os portugueses



                 • Concursos de empreendedorismo
  Áreas de
                 • Formação
  actuação
                 • Comunicação




                                                                                                           5
As áreas de actuação da AP centram-se na fase inicial da cadeia de valor do
empreendedorismo menos apoiada pelas entidades existentes           Actuação directa
                                                                    Parcerias

                                            Estrutu-                                                                 Contrata-     Condu-
                     Despertar   Ignição                Teste do    Elaboração   Registo     Pedido      Registo                                        Gestão e
                                            ração                                                                    ção           ção de   Início de
                     para empre- de novas               conceito/   Plano de     legal/      Financia-   patente/                                       cresci-
                                            Ideias em                                                                Equipa e      piloto   Operação
                     endedorismo ideias                 ideia       Negócios     comercial   mento       protótipo                                      mento
                                            Projectos                                                                instalações




Associações de
promoção do
empreendedorismo



Concursos de
empreendedorismo




Org. de apoio à
implementação de
projectos




 Business Angels e
  Venture Capital




Bancos Comerciais




                                                                                                                                                           6
Desde a sua fundação, a AP registou um crescimento considerável da
actividade

        Número de voluntários
        Detalhado de seguida
                                                                                 20111
                                                2010
                                                                                 ▪   Realização da 2ª edição do
  2009                                                                               concurso de
                                                  ▪   Realização da 1ª edição        empreendedorismo “Realize o
                                                      do concurso de                 Seu Sonho”
  ▪   Arranque da actividade                          empreendedorismo           ▪   Lançamento da nova versão do
  ▪   Lançamento das bases                            “Realize o Seu Sonho”          Dream Factory, com novos
      para o 1º concurso                          ▪   Lançamento da versão           conteúdos e workshops online
  ▪   Desenvolvimento de                              beta do Dream Factory      ▪   Início de segmentação de
      metodologia pedagógica                      ▪   Contratação de 1º              participantes2
      para a Dream Factory                            trabalhador efectivo em    ▪   Integração do 1º programa de
                                                      full-time                      estágios (8 em curso)



                                         15                                100                            300

1 Até ao dia de hoje
2 Prémios “Start Up", “Start Now“ e “Empreendedorismo Social"

Nota: Valores aproximados                                                                                       7
A abordagem diferenciada e a ‘linguagem da possibilidade’ permitiram ao
concurso de empreendedorismo “Realize o Seu Sonho” crescer
significativamente, tornando-se o maior do género em Portugal
O concurso cresceu significativamente        … obtendo uma abrangência geográfica             … e tornando-se no maior concurso de
desde a 1ª edição…                           significativa...                                 empreendedorismo em Portugal

Nº de participantes                           Taxa de penetração por concelho                 Nº de participantes

                                  +320%            1ª edição             2ª edição
                       2.965
                                                                                                                                                      2.965

       706


Nº de simulações presenciais
de pedido de financiamento1


                        103       +72%

        60

                                                                                                                                             706

                                              Taxa de penetração vs banda larga2                                                  360
Nº de parceiros
                                                                                                    167       200        203
                         36    +112%
                                                                                 100%
                                                                          73%
        17                                       39%      42%    44%                               BES      ZON -       Faz -    Portugal   1ª edição 2ª edição
                                                                                                   Inova-   Prémio      Ideias   Venture
                                                                                                                                            Concurso de
                                                                                                   ção      criativi-   de       Comp.
                                                1ª     Fibra     Cabo    2ª     Telefone                                                    Empreendedoris-
                                                                                                            dade        origem   (ISCTE -
    1ª edição         2ª edição                 edição                   edição (DSL)                                                       mo AP
                                                                                                                        port.    MIT)

1 Exercício promovido por AP aos finalistas do concurso         >20 Projectos        1-5 Projectos
2 Percentagem de concelhos cobertos                             6-20 Projectos       0 Projectos

FONTE: ANACOM - “Situação das comunicações 2010”                                                                                                          8
A escala da adesão ao concurso desencadeou a necessidade de
desenvolver um modelo low-cost de apoio aos concorrentes através do
software pedagógico Dream Factory – o qual tem um impacto crescente
na sociedade
       Descrição da Dream Factory
       ▪ Software pedagógico para
           conversão de ideia em              Vídeo de apresentação do software Dream Factory
           modelo/plano de negócio
       ▪   Metodologia de complexidade
           crescente que permite utilização
           por qualquer perfil académico

       Ferramentas pedagógicas


                   Vídeos de tutores



                   Exemplos de
                   empreendedorismo


                   Exercícios interactivos
                   (p.ex.,mapeamento de
                   ambiente concorrencial)




                                                                                                9
Para a apoiar na concretização da sua missão, a AP conta ainda com um
Painel de Conselheiros e um grupo de entidades parceiras de excelência
            Composição do Painel de
                                                          Entidades Parceiras da AP
              Conselheiros da AP
       • António Nogueira Ramos (CGD)
       • António Mexia (EDP)
       • António Vasconcelos (Everis)
       • Conceição Zagalo (Grace)
       • Eduardo Catroga (EDP)
       • Filipe de Botton (Logoplaste)
       • Francisco Pinto Balsemão (Impresa)
       • Isabel Jonet (Banco Alimentar)
       • Joaquim Pina Moura (Iberdrola)
       • João Lobo Antunes (Professor Universitário)
       • João Pereira Coutinho (SGC)
       • João Salgueiro (ex-APB)
       • Jorge Coelho (Mota-Engil)
       • Jorge Salavessa Moura (Administrador empresas)
       • José Morgado (INAPA)
       • José Miguel Júdice (PLMJ)
       • Luís Cunha (McKinsey)
       • Luís Mira Amaral (Banco BIC)
       • Manuel Braga da Cruz (UCP)
       • Paulo Azevedo (SONAE)
       • Paulo Fernandes (Altri)
       • Vasco de Mello (Grupo José de Mello)
       • Vera Pires Coelho (Edifer)
       • Vitor Bento (SIBS)


                                                                                      10
Tanto a AP como o concurso “Realize o Seu Sonho” têm tido uma forte
cobertura por parte dos media




Imprensa




Televisão/
Rádio




Nota: Todas as imagens têm hiperligação                               11
Em suma, acreditamos que a AP tem uma fórmula interessante


                                        Intervenção em espaço
                                       “órfão” da cadeia de valor




                                          Posicionamento




                  Operação                                            Recursos



           Formação assente nos                              Software pedagógico, parcerias
           interesses pessoais do                                e capacidade de atrair
         formando e disponibilizável                          voluntários e conselheiros de
          com baixo custo marginal                                 elevada qualidade



                                                                                              12

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revista pme lider2011
Revista pme lider2011Revista pme lider2011
Revista pme lider2011Marco Almeida
 
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovaçãoBuilding Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovaçãoBuilding Global Innovators (BGI)
 
Apostila de Projetos em Empreendedorismo
Apostila de Projetos em EmpreendedorismoApostila de Projetos em Empreendedorismo
Apostila de Projetos em EmpreendedorismoÉrlei Araújo
 
Panorama Start-Ups Brasileiras 2012
Panorama Start-Ups Brasileiras 2012Panorama Start-Ups Brasileiras 2012
Panorama Start-Ups Brasileiras 2012Startupi
 
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação UnifacsWebinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação UnifacsMarcelo Dultra
 
Startup Farm - Florianópolis - Inscrições Abertas
Startup Farm - Florianópolis - Inscrições AbertasStartup Farm - Florianópolis - Inscrições Abertas
Startup Farm - Florianópolis - Inscrições AbertasStartup Farm
 
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaInovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaFabricio Martins
 
Qcon lean startup_das trincheiras20120805
Qcon lean startup_das trincheiras20120805Qcon lean startup_das trincheiras20120805
Qcon lean startup_das trincheiras20120805fernandodelariva
 
Innovatrix como capacitação
Innovatrix como capacitaçãoInnovatrix como capacitação
Innovatrix como capacitaçãoTiago Carvalho
 
O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...
O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...
O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...Allagi Open Innovation Services
 
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados PromissoresInovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados PromissoresJose Ignacio Jaeger Neto, PMP, MSc
 
Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0
Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0
Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0Eduardo Grizendi
 
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word   entrevista francisco-banha_-.docMicrosoft word   entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.docISEL
 
Palestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc Campinas
Palestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc CampinasPalestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc Campinas
Palestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc CampinasEduardo Grizendi
 

Mais procurados (20)

A Falácia da Tecnologia?
A Falácia da Tecnologia?A Falácia da Tecnologia?
A Falácia da Tecnologia?
 
Revista pme lider2011
Revista pme lider2011Revista pme lider2011
Revista pme lider2011
 
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovaçãoBuilding Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
Building Global Innovators: Portugal no mapa mundo da inovação
 
"Como aproveitar os instrumentos financeiros do Portugal 2020" - Maria João M...
"Como aproveitar os instrumentos financeiros do Portugal 2020" - Maria João M..."Como aproveitar os instrumentos financeiros do Portugal 2020" - Maria João M...
"Como aproveitar os instrumentos financeiros do Portugal 2020" - Maria João M...
 
ANJE - Think Global
ANJE - Think GlobalANJE - Think Global
ANJE - Think Global
 
Startup Farm Florianópolis
Startup Farm FlorianópolisStartup Farm Florianópolis
Startup Farm Florianópolis
 
Apostila de Projetos em Empreendedorismo
Apostila de Projetos em EmpreendedorismoApostila de Projetos em Empreendedorismo
Apostila de Projetos em Empreendedorismo
 
Panorama Start-Ups Brasileiras 2012
Panorama Start-Ups Brasileiras 2012Panorama Start-Ups Brasileiras 2012
Panorama Start-Ups Brasileiras 2012
 
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação UnifacsWebinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
 
Startup Farm - Florianópolis - Inscrições Abertas
Startup Farm - Florianópolis - Inscrições AbertasStartup Farm - Florianópolis - Inscrições Abertas
Startup Farm - Florianópolis - Inscrições Abertas
 
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaInovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
 
Qcon lean startup_das trincheiras20120805
Qcon lean startup_das trincheiras20120805Qcon lean startup_das trincheiras20120805
Qcon lean startup_das trincheiras20120805
 
Identidade FJEP
Identidade FJEPIdentidade FJEP
Identidade FJEP
 
Innovatrix como capacitação
Innovatrix como capacitaçãoInnovatrix como capacitação
Innovatrix como capacitação
 
O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...
O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...
O Papel do Venture Capital em um ambiente de Open Innovation Palestra FGV Jun...
 
Pme mqj-rev.a - cópia
Pme mqj-rev.a - cópiaPme mqj-rev.a - cópia
Pme mqj-rev.a - cópia
 
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados PromissoresInovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
 
Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0
Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0
Palestra seminário open innovation porto alegre v. 1.0
 
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word   entrevista francisco-banha_-.docMicrosoft word   entrevista francisco-banha_-.doc
Microsoft word entrevista francisco-banha_-.doc
 
Palestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc Campinas
Palestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc CampinasPalestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc Campinas
Palestra FóRum Empreendedorismo Eduardo Grizendi Puc Campinas
 

Destaque

Permendikbud no-144-tahun-2014
Permendikbud no-144-tahun-2014Permendikbud no-144-tahun-2014
Permendikbud no-144-tahun-2014Johan Yusilisman
 
Sadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرض
Sadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرضSadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرض
Sadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرضAbdullah Ali
 
LetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDF
LetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDFLetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDF
LetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDFRyan Garber
 
Autoevaluación del capítulo 3
Autoevaluación del capítulo 3Autoevaluación del capítulo 3
Autoevaluación del capítulo 3Mayra R H
 
Autoevaluacion unidad 3
Autoevaluacion    unidad 3Autoevaluacion    unidad 3
Autoevaluacion unidad 3Mayra R H
 
Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...
Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...
Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...José Silva
 
7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)
7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)
7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)MsKendall
 
Princípios de liderança biblica em Elias 2
Princípios de liderança biblica em Elias 2 Princípios de liderança biblica em Elias 2
Princípios de liderança biblica em Elias 2 Vilmar Nascimento
 
ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์
ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์
ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์อยู่ไหน เหงา
 
Aplicaciones Moviles Una Adaptacion Necesaria
Aplicaciones Moviles Una Adaptacion NecesariaAplicaciones Moviles Una Adaptacion Necesaria
Aplicaciones Moviles Una Adaptacion NecesariaEdison L. Coronel Romero
 
Web 2.0 e historia de sucesso
Web 2.0 e historia de sucessoWeb 2.0 e historia de sucesso
Web 2.0 e historia de sucessoDiego La Torre
 
шашныг үзэх антропологи хандлагууд
шашныг үзэх антропологи хандлагуудшашныг үзэх антропологи хандлагууд
шашныг үзэх антропологи хандлагуудMaRaLaa
 

Destaque (20)

Permendikbud no-144-tahun-2014
Permendikbud no-144-tahun-2014Permendikbud no-144-tahun-2014
Permendikbud no-144-tahun-2014
 
Sadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرض
Sadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرضSadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرض
Sadarah 5th-013.. أسباب خسارة الصفقة.. عرض
 
LetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDF
LetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDFLetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDF
LetterOfRecommendation-BrookeGentekos.PDF
 
Autoevaluación del capítulo 3
Autoevaluación del capítulo 3Autoevaluación del capítulo 3
Autoevaluación del capítulo 3
 
Linguagem html
Linguagem htmlLinguagem html
Linguagem html
 
Moradias atualizado
Moradias atualizadoMoradias atualizado
Moradias atualizado
 
Autoevaluacion unidad 3
Autoevaluacion    unidad 3Autoevaluacion    unidad 3
Autoevaluacion unidad 3
 
Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...
Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...
Circular n.º 19 de 18 nov99.pdf regime legal regulador do uso de armas de fog...
 
Keepme
KeepmeKeepme
Keepme
 
7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)
7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)
7.6 solving systems of inequalities hw (mixed forms)
 
Rk readme
Rk readmeRk readme
Rk readme
 
Princípios de liderança biblica em Elias 2
Princípios de liderança biblica em Elias 2 Princípios de liderança biblica em Elias 2
Princípios de liderança biblica em Elias 2
 
Sistemas operativos
Sistemas operativosSistemas operativos
Sistemas operativos
 
Cultura peruana
Cultura peruanaCultura peruana
Cultura peruana
 
ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์
ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์
ความจำเป็นของการใช้ซอฟต์แวร์
 
chiasme.volta
chiasme.voltachiasme.volta
chiasme.volta
 
Aplicaciones Moviles Una Adaptacion Necesaria
Aplicaciones Moviles Una Adaptacion NecesariaAplicaciones Moviles Una Adaptacion Necesaria
Aplicaciones Moviles Una Adaptacion Necesaria
 
Web 2.0 e historia de sucesso
Web 2.0 e historia de sucessoWeb 2.0 e historia de sucesso
Web 2.0 e historia de sucesso
 
Vau de jaboque
Vau de jaboqueVau de jaboque
Vau de jaboque
 
шашныг үзэх антропологи хандлагууд
шашныг үзэх антропологи хандлагуудшашныг үзэх антропологи хандлагууд
шашныг үзэх антропологи хандлагууд
 

Semelhante a Sobre Acredita Portugal

Workshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãO
Workshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãOWorkshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãO
Workshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãOsbrochado
 
JuniFEUP - Empreendedorismo
JuniFEUP -   EmpreendedorismoJuniFEUP -   Empreendedorismo
JuniFEUP - Empreendedorismojoseguimaraes
 
Apresentação da InnovMark
Apresentação da InnovMarkApresentação da InnovMark
Apresentação da InnovMarkInnovMark
 
Programa GREENFEST
Programa GREENFESTPrograma GREENFEST
Programa GREENFESTSofia Cabral
 
Programa detalhado
Programa detalhadoPrograma detalhado
Programa detalhadoSofia Cabral
 
Workshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveis
Workshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveisWorkshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveis
Workshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveisAndré Ramos
 
O que é incubadora?
O que é incubadora?O que é incubadora?
O que é incubadora?ritumidia
 
Documento Final - Dissertação
Documento Final - DissertaçãoDocumento Final - Dissertação
Documento Final - Dissertaçãopaulogenes
 
Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futuras
Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futurasAveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futuras
Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futurasAndre Costa
 
Semana Global do Empreendedorismo 2012
Semana Global do Empreendedorismo 2012Semana Global do Empreendedorismo 2012
Semana Global do Empreendedorismo 2012Endeavor Brasil
 
Inventta no lançamento da AgTech Garage.
Inventta no lançamento da AgTech Garage.Inventta no lançamento da AgTech Garage.
Inventta no lançamento da AgTech Garage.AgTech Garage
 
Revista Pontos de Vista (87) Novembro de 2019
Revista Pontos de Vista (87)  Novembro de 2019Revista Pontos de Vista (87)  Novembro de 2019
Revista Pontos de Vista (87) Novembro de 2019Jorge Antunes
 
Cd semana 1_dia_1 versão 6.0
Cd semana 1_dia_1 versão 6.0Cd semana 1_dia_1 versão 6.0
Cd semana 1_dia_1 versão 6.0fastdigital2015
 

Semelhante a Sobre Acredita Portugal (20)

Workshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãO
Workshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãOWorkshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãO
Workshop 3 Nov 09 Sbi Consulting Small Business First Step ApresentaçãO
 
JuniFEUP - Empreendedorismo
JuniFEUP -   EmpreendedorismoJuniFEUP -   Empreendedorismo
JuniFEUP - Empreendedorismo
 
Cietec
CietecCietec
Cietec
 
Apresentação da InnovMark
Apresentação da InnovMarkApresentação da InnovMark
Apresentação da InnovMark
 
Programa GREENFEST
Programa GREENFESTPrograma GREENFEST
Programa GREENFEST
 
Programa detalhado
Programa detalhadoPrograma detalhado
Programa detalhado
 
Workshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveis
Workshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveisWorkshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveis
Workshop para elaboração de projetos para captação de recursos não reembolsáveis
 
Mini apresentacao empreendedorismo
Mini apresentacao empreendedorismoMini apresentacao empreendedorismo
Mini apresentacao empreendedorismo
 
Empr2
Empr2Empr2
Empr2
 
Programa Formação Empreendedorismo ed1 2012
Programa Formação Empreendedorismo ed1 2012Programa Formação Empreendedorismo ed1 2012
Programa Formação Empreendedorismo ed1 2012
 
O que é incubadora?
O que é incubadora?O que é incubadora?
O que é incubadora?
 
IFE - International Faculty for Executives
IFE - International Faculty for ExecutivesIFE - International Faculty for Executives
IFE - International Faculty for Executives
 
Documento Final - Dissertação
Documento Final - DissertaçãoDocumento Final - Dissertação
Documento Final - Dissertação
 
Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futuras
Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futurasAveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futuras
Aveiro Empreendedor - Promoção de uma Cultura Empreendeora, acções futuras
 
Semana Global do Empreendedorismo 2012
Semana Global do Empreendedorismo 2012Semana Global do Empreendedorismo 2012
Semana Global do Empreendedorismo 2012
 
Inventta no lançamento da AgTech Garage.
Inventta no lançamento da AgTech Garage.Inventta no lançamento da AgTech Garage.
Inventta no lançamento da AgTech Garage.
 
Startup - O Caminho das Pedras...
Startup - O Caminho das Pedras...Startup - O Caminho das Pedras...
Startup - O Caminho das Pedras...
 
Consultores Digitais Semana 1 Dia 1
Consultores Digitais Semana 1 Dia 1Consultores Digitais Semana 1 Dia 1
Consultores Digitais Semana 1 Dia 1
 
Revista Pontos de Vista (87) Novembro de 2019
Revista Pontos de Vista (87)  Novembro de 2019Revista Pontos de Vista (87)  Novembro de 2019
Revista Pontos de Vista (87) Novembro de 2019
 
Cd semana 1_dia_1 versão 6.0
Cd semana 1_dia_1 versão 6.0Cd semana 1_dia_1 versão 6.0
Cd semana 1_dia_1 versão 6.0
 

Mais de João Sem Medo Communidade de Empreendedores Evolucionários

Mais de João Sem Medo Communidade de Empreendedores Evolucionários (20)

Palestra de Introdução à Sociocracia 3.0 2016-04-18
Palestra de Introdução à Sociocracia 3.0 2016-04-18Palestra de Introdução à Sociocracia 3.0 2016-04-18
Palestra de Introdução à Sociocracia 3.0 2016-04-18
 
Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 2016-03-21
Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 2016-03-21Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 2016-03-21
Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 2016-03-21
 
Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 S3_2016_03_08
Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 S3_2016_03_08Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 S3_2016_03_08
Palestra de Introducao a Sociocracia 3.0 S3_2016_03_08
 
Allan Sousa
Allan SousaAllan Sousa
Allan Sousa
 
José Ferreira
José FerreiraJosé Ferreira
José Ferreira
 
Rés do chão
Rés do chãoRés do chão
Rés do chão
 
Pitch
PitchPitch
Pitch
 
Feng Shui e o Mundo do trabalho
Feng Shui e o Mundo do trabalhoFeng Shui e o Mundo do trabalho
Feng Shui e o Mundo do trabalho
 
apoios ao empreendedorismo por pedro santos
apoios ao empreendedorismo por pedro santosapoios ao empreendedorismo por pedro santos
apoios ao empreendedorismo por pedro santos
 
earth indicators por joão santos
earth indicators por joão santosearth indicators por joão santos
earth indicators por joão santos
 
quinta do barranco longo por rui virgílio
quinta do barranco longo por rui virgílioquinta do barranco longo por rui virgílio
quinta do barranco longo por rui virgílio
 
pera rocha por armando torres paulo
pera rocha por armando torres paulopera rocha por armando torres paulo
pera rocha por armando torres paulo
 
empreendedorismo por frederico lucas
empreendedorismo por frederico lucasempreendedorismo por frederico lucas
empreendedorismo por frederico lucas
 
quinta do mondego por ana martins
quinta do mondego por ana martinsquinta do mondego por ana martins
quinta do mondego por ana martins
 
Dressforsuccess
DressforsuccessDressforsuccess
Dressforsuccess
 
Em rede
Em redeEm rede
Em rede
 
Project get
Project getProject get
Project get
 
Acountia
AcountiaAcountia
Acountia
 
Oficina de psicologia
Oficina de psicologiaOficina de psicologia
Oficina de psicologia
 
Kcidade ameixoeira
Kcidade ameixoeiraKcidade ameixoeira
Kcidade ameixoeira
 

Sobre Acredita Portugal

  • 1. w w w. a c r e d i t a p o r t u g a l . p t geral@acreditaportugal.pt
  • 2. Agenda 1 Apresentação da Associação Acredita Portugal 2 Apresentação do Plano de Actividades para 2012 3 Anexos 1
  • 4. Portugal encontra-se a atravessar um momento difícil, mas apesar de tudo tem boas condições contextuais para o ultrapassar 1 Em Portugal, a taxa de desemprego atinge 14,5% da população activa, sendo a taxa de desemprego jovem superior a 35%.1 Portugal é 29.º país mais empreendedor do mundo4, mas ainda assim o número de trabalhadores por conta de outrem representa cerca de 79% da população activa1 e as iniciativas de empreendedorismo têm na generalidade pouca escala e são pouco inovadoras. Portugal é o 3.º país da OCDE com menores barreiras à criação de empresas, o 7.º com menores custos e impostos para as empresas, o 4.º com mais investigadores em ciências e engenharias por habitante e o 4.º em nível de actividade empreendedora. 2 Contexto O último Eurobarómetro sobre actividades de empreendedores revela que 51% dos portugueses preferiam sem donos do seu próprio negócio, valor acima dos 45% da média U.E. 5 Para que Portugal consiga convergir para o nível de bem-estar médio da U.E., é necessário que a sua economia cresça a uma taxa média anual de 3,9% nos próximos 20 anos – para tal, a taxa de criação de empresas deveria ser de 9%, ou seja, 110.000 novas empresas por ano. 3 Há um consenso cada vez maior de que o empreendedorismo e a inovação são alavancas privilegiadas do crescimento económico, do aumento das exportações e da competitividade dos países. Notas: (1) Fonte: INE (2011); (2) Fonte: Global Benchmark Report 2010; (3): Fonte: Jornal de Económico 2010; (4) Fonte: The 2011 Legatum Prosperity Index; 3 (5) Dezembro de 2009
  • 5. Para que Portugal se torne um país “start-up”, é necessário generalizar-se uma cultura de empreendedorismo e inovação na sociedade portuguesa para que cada português tenha a possibilidade de se tornar empreendedor 2 Em Portugal, há uma cultura adversa ao risco e ao erro, cerceadora da iniciativa empreendedora Problema Em Portugal, há poucas iniciativas capazes de ajudar os empreendedores a construir os modelos/planos de negócio a partir das suas ideias Sem mais e melhores empreendedores, Portugal dificilmente voltará a crescer economicamente, a convergir com a U.E. e a reduzir de forma sustentada a elevada taxa de desemprego actual 3 A Associação Acredita Portugal com um conjunto de parceiros, desenvolveram um processo e um software de apoio ao empreendedorismo, que permite a qualquer português ter uma oportunidade de perseguir o seu sonho ou ideia de negócio Solução A metodologia Acredita Portugal não só é altamente escalável, como se tem revelado altamente eficaz na generalização de uma cultura da possibilidade, no fomento da confiança dos/nos portugueses e no apoio sustentado aos primeiros passos dos empreendedores 4
  • 6. A abordagem da AP ao nível da promoção do empreendedorismo tem se caracterizado pela abrangência do público-alvo, pela capacitação, e pelo facto da sua actuação partir de um concurso – o concurso “Realize o Seu Sonho” Associação Acredita Portugal Fomentar uma cultura da possibilidade para Vídeo de apresentação da Acredita Portugal Missão libertar o potencial empreendedor dos portugueses Permitir que qualquer português tenha uma Visão verdadeira oportunidade para perseguir o seu sonho empreendedor Público-alvo Todos os portugueses • Concursos de empreendedorismo Áreas de • Formação actuação • Comunicação 5
  • 7. As áreas de actuação da AP centram-se na fase inicial da cadeia de valor do empreendedorismo menos apoiada pelas entidades existentes Actuação directa Parcerias Estrutu- Contrata- Condu- Despertar Ignição Teste do Elaboração Registo Pedido Registo Gestão e ração ção ção de Início de para empre- de novas conceito/ Plano de legal/ Financia- patente/ cresci- Ideias em Equipa e piloto Operação endedorismo ideias ideia Negócios comercial mento protótipo mento Projectos instalações Associações de promoção do empreendedorismo Concursos de empreendedorismo Org. de apoio à implementação de projectos Business Angels e Venture Capital Bancos Comerciais 6
  • 8. Desde a sua fundação, a AP registou um crescimento considerável da actividade Número de voluntários Detalhado de seguida 20111 2010 ▪ Realização da 2ª edição do 2009 concurso de ▪ Realização da 1ª edição empreendedorismo “Realize o do concurso de Seu Sonho” ▪ Arranque da actividade empreendedorismo ▪ Lançamento da nova versão do ▪ Lançamento das bases “Realize o Seu Sonho” Dream Factory, com novos para o 1º concurso ▪ Lançamento da versão conteúdos e workshops online ▪ Desenvolvimento de beta do Dream Factory ▪ Início de segmentação de metodologia pedagógica ▪ Contratação de 1º participantes2 para a Dream Factory trabalhador efectivo em ▪ Integração do 1º programa de full-time estágios (8 em curso) 15 100 300 1 Até ao dia de hoje 2 Prémios “Start Up", “Start Now“ e “Empreendedorismo Social" Nota: Valores aproximados 7
  • 9. A abordagem diferenciada e a ‘linguagem da possibilidade’ permitiram ao concurso de empreendedorismo “Realize o Seu Sonho” crescer significativamente, tornando-se o maior do género em Portugal O concurso cresceu significativamente … obtendo uma abrangência geográfica … e tornando-se no maior concurso de desde a 1ª edição… significativa... empreendedorismo em Portugal Nº de participantes Taxa de penetração por concelho Nº de participantes +320% 1ª edição 2ª edição 2.965 2.965 706 Nº de simulações presenciais de pedido de financiamento1 103 +72% 60 706 Taxa de penetração vs banda larga2 360 Nº de parceiros 167 200 203 36 +112% 100% 73% 17 39% 42% 44% BES ZON - Faz - Portugal 1ª edição 2ª edição Inova- Prémio Ideias Venture Concurso de ção criativi- de Comp. 1ª Fibra Cabo 2ª Telefone Empreendedoris- dade origem (ISCTE - 1ª edição 2ª edição edição edição (DSL) mo AP port. MIT) 1 Exercício promovido por AP aos finalistas do concurso >20 Projectos 1-5 Projectos 2 Percentagem de concelhos cobertos 6-20 Projectos 0 Projectos FONTE: ANACOM - “Situação das comunicações 2010” 8
  • 10. A escala da adesão ao concurso desencadeou a necessidade de desenvolver um modelo low-cost de apoio aos concorrentes através do software pedagógico Dream Factory – o qual tem um impacto crescente na sociedade Descrição da Dream Factory ▪ Software pedagógico para conversão de ideia em Vídeo de apresentação do software Dream Factory modelo/plano de negócio ▪ Metodologia de complexidade crescente que permite utilização por qualquer perfil académico Ferramentas pedagógicas Vídeos de tutores Exemplos de empreendedorismo Exercícios interactivos (p.ex.,mapeamento de ambiente concorrencial) 9
  • 11. Para a apoiar na concretização da sua missão, a AP conta ainda com um Painel de Conselheiros e um grupo de entidades parceiras de excelência Composição do Painel de Entidades Parceiras da AP Conselheiros da AP • António Nogueira Ramos (CGD) • António Mexia (EDP) • António Vasconcelos (Everis) • Conceição Zagalo (Grace) • Eduardo Catroga (EDP) • Filipe de Botton (Logoplaste) • Francisco Pinto Balsemão (Impresa) • Isabel Jonet (Banco Alimentar) • Joaquim Pina Moura (Iberdrola) • João Lobo Antunes (Professor Universitário) • João Pereira Coutinho (SGC) • João Salgueiro (ex-APB) • Jorge Coelho (Mota-Engil) • Jorge Salavessa Moura (Administrador empresas) • José Morgado (INAPA) • José Miguel Júdice (PLMJ) • Luís Cunha (McKinsey) • Luís Mira Amaral (Banco BIC) • Manuel Braga da Cruz (UCP) • Paulo Azevedo (SONAE) • Paulo Fernandes (Altri) • Vasco de Mello (Grupo José de Mello) • Vera Pires Coelho (Edifer) • Vitor Bento (SIBS) 10
  • 12. Tanto a AP como o concurso “Realize o Seu Sonho” têm tido uma forte cobertura por parte dos media Imprensa Televisão/ Rádio Nota: Todas as imagens têm hiperligação 11
  • 13. Em suma, acreditamos que a AP tem uma fórmula interessante Intervenção em espaço “órfão” da cadeia de valor Posicionamento Operação Recursos Formação assente nos Software pedagógico, parcerias interesses pessoais do e capacidade de atrair formando e disponibilizável voluntários e conselheiros de com baixo custo marginal elevada qualidade 12