Membrana PlasmáticaTransportes membranares
IntroduçãoMembrana PlasmáticaPara contextualizarTransporte ativoProcesso do Transporte AtivoTransporte PrimárioTransporte ...
Ao longo deste trabalho vamos abordar um dostransportes membranares que nos foi atribuído, otransporte ativo.Para compreen...
A membrana plasmática permite a entrada desubstâncias de que as células necessitam e a saídade produtos resultantes da sua...
Para contextualizar:
Transporte de substâncias através de uma membranacontra o gradiente de concentração, mediado porproteínas específicas tran...
O transporte activo é mediado por proteínas, talcomo a difusão facilitada, mas a deformação dasproteínas específicas trans...
Depende directamente do ATP. A energia libertadadurante a hidrólise do ATP permite o movimentode moléculas ou iões contra ...
Não depende directamente do ATP, o movimento de partículas estáassociado à diferença de concentração de iões estabelecida ...
As substâncias transportadas são os íons sódio,potássio, cálcio, ferro, hidrogénio, cloreto, iodeto,urato, diversos açúcar...
No fim da resolução deste trabalho, podemosconcluir que o movimento de substâncias ocorrecontra o gradiente de concentraçã...
http://wikiciencias.casadasciencias.org/index.php/Transporte_Activohttp://pt.wikipedia.org/wiki/Transporte_ativohttp://www...
Trabalho realizado por:Ana Coelho, Nº1Bruna Pereira,Nº8Cláudia Sampaio, Nº11Daniel Oliveira, Nº13Disciplina: Biologia e Ge...
Presentation Ana Coelho, Bruna Pereira, Cláudia Sampaio and Daniel Oliveira
Presentation Ana Coelho, Bruna Pereira, Cláudia Sampaio and Daniel Oliveira
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Presentation Ana Coelho, Bruna Pereira, Cláudia Sampaio and Daniel Oliveira

447 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Presentation Ana Coelho, Bruna Pereira, Cláudia Sampaio and Daniel Oliveira

  1. 1. Membrana PlasmáticaTransportes membranares
  2. 2. IntroduçãoMembrana PlasmáticaPara contextualizarTransporte ativoProcesso do Transporte AtivoTransporte PrimárioTransporte SecundárioSubstâncias transportadasConclusãoBibliografiaÍndice
  3. 3. Ao longo deste trabalho vamos abordar um dostransportes membranares que nos foi atribuído, otransporte ativo.Para compreendermos este tema, precisamos deconhecer a definição de membrana plasmática. Amembrana plasmática é importante no intercâmbio dassubstâncias entre o meio intracelular e extracelular.Sobre o transporte ativo, iremos dar a conhecer a suadefinição, o seu processo e os materiais transportados.Introdução
  4. 4. A membrana plasmática permite a entrada desubstâncias de que as células necessitam e a saídade produtos resultantes da sua atividade; écomposta por uma fina camada de lípidos(bicamada fosfolipídica) e proteínas (camadaproteica), obedecendo ao modelo de mosaicofluido. Delimita a fronteira entre o meiointracelular do meio extracelular, mantendo aintegridade da célula. Podemos, assim, dizer que amembrana contem permeabilidade seletiva.Membrana plasmática
  5. 5. Para contextualizar:
  6. 6. Transporte de substâncias através de uma membranacontra o gradiente de concentração, mediado porproteínas específicas transportadores e com amobilização de energia celular.Ao contrário do transporte passivo que é feito a favordo gradiente de concentração das substâncias atransportar, de um meio hipertónico para um meiohipotónico, o transporte activo requer o uso de energiacelular para movimentar substâncias em qualquerdirecção, mesmo contra um gradiente osmóticoTransporte Ativo
  7. 7. O transporte activo é mediado por proteínas, talcomo a difusão facilitada, mas a deformação dasproteínas específicas transportadoras é resultadoda mobilização de energia geralmente resultanteda hidrólise de ATP (trifosfato de adenosina). Asproteínas transportadoras comportam-se comoenzimas denominando-se ATPases.Existem dois tipos de transporte activo: primário esecundário.Processo do Transporte Ativo
  8. 8. Depende directamente do ATP. A energia libertadadurante a hidrólise do ATP permite o movimentode moléculas ou iões contra o gradiente deconcentração, através de proteínas transportadoras.Um exemplo desse mecanismo é a bomba de iõesde sódio e de potássio para o transporte destes iõesentre interior das células nervosas e o meioenvolvente. Diferentes tipos de bombas iónicastransportam diferentes iões mas apenas os catiõessão transportados.Transporte Ativo Primário
  9. 9. Não depende directamente do ATP, o movimento de partículas estáassociado à diferença de concentração de iões estabelecida pelotransporte activo primário. Existem dois tipos de transporte activosecundário: antiporte e simporte.Antiporte: dois iões diferentes ou outros solutos são transportadosem direcções opostas através da membrana. Uma das substânciastransportadas fá-lo no sentido do gradiente de concentração (de umazona de elevada concentração para uma de baixa concentração)produzindo energia que é canalizada para o transporte activo daoutra substância contra o gradiente de concentração.Simporte: quando as duas substâncias são transportadas na mesmadirecção. Por exemplo, a energia do gradiente de sódio Na+ é muitasvezes utilizada para transportar os açucares contra o seu gradiente deconcentração.Transporte Ativo Secundário
  10. 10. As substâncias transportadas são os íons sódio,potássio, cálcio, ferro, hidrogénio, cloreto, iodeto,urato, diversos açúcares e grande parte dosaminoácidos.Substâncias Transportadas
  11. 11. No fim da resolução deste trabalho, podemosconcluir que o movimento de substâncias ocorrecontra o gradiente de concentração e é o transportemembranar que acarreta gastos de energia (ATP).Conclusão
  12. 12. http://wikiciencias.casadasciencias.org/index.php/Transporte_Activohttp://pt.wikipedia.org/wiki/Transporte_ativohttp://www.infoescola.com/citologia/transporte-ativo/Terra Universo de Vida, Biologia 10º Ano. PortoEditora.Bibliografia
  13. 13. Trabalho realizado por:Ana Coelho, Nº1Bruna Pereira,Nº8Cláudia Sampaio, Nº11Daniel Oliveira, Nº13Disciplina: Biologia e GeologiaAno/Turma: 10.2Ano lectivo: 2012/2013

×