O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Vanessa Mergulho
3ºComunicação
Arquitetura
Pós-Modernista
• Referência a purismo da década de 1920
1ª Geração
• Constituída pelos partidários do empirismo e da chamada
arquitetura ...
• Foi com o 25 de Abril de 1974 que se começou a pensar e a
criar em liberdade.
• As galerias e locais de exposição multip...
• A partir dos anos 60 do século XX, sobressaem arquitetos sendo
alguns do projecto da Fundação Calouste Gulbenkian (1969)...
Fundação Calouste Gulbenkian,
Alberto Pessoa, Pedro Cid e Ruy d’Athouguia
1969, Lisboa
• Já no Porto o Modernismo sobreviveu graças às produções
independentes.
• Haveria também outros, através de uma clientela...
Surgem
encomendas em
grande numero
quer do Estado quer
de entidades
privadas
A arquitetura surge
com novas
preocupações
ur...
O forte impulso deve-se, também, aos
programas de apoio, a cooperativas de
habitação e recuperação de zonas degradadas
das...
• Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira,
internacionalmente conhecido por Siza Vieira,
é o mais premiado arquiteto contemporâ...
New Orleans
Arranha-céu em Roterdão, Países
Baixos, 2010 Álvaro Siza Vieira
• Fernando Luís Cardoso de Meneses e Tavares
de Távora foi um arquitecto português
estabelecido no Porto.
• Diplomado pela...
Mercado Municipal de Santa Maria da Feira, 1953, Fernando Távora
• Sérgio Fernandez, arquitecto e professor
universitário
• Frequentou o curso de Arquitectura na Escola
Superior de Belas ...
• Sob o ponto de vista artístico, o Pós-Modernismo não constitui um
estilo homogéneo, mas reuniu em si várias correntes qu...
• Tiveram o seu berço nos EUA e na Inglaterra
• Especificamente a arquitetura neo-historicista repôs em uso a:
– organizaç...
• No urbanismo retornou o:
– Bloco fechado de moradias, contrariando a tendência da Vila
Radiosa de Corbusier que consider...
Robert Venturi, Casa Guild, fachada sul (a principal), 1960-63, Filadélfia, Pensilvânia
Charles Moore, Praça de Itália, 1974-78, Nova Orleães, EUA
Municipal Orphanage in Amsterdam, 1960 (Aldo van Eyck)
Christian de Portzamparc, Torre
LVMH, 1995-99 Nova Iorque
Ricardo Bofill, Hotel W, 2009, Barcelona, Espanha
• O Neo-Racionalismo afirmou-se a partir da década de 70,
caracterizando-se na arquitetura e no urbanismo, por:
Uso de
for...
• Encontramos exemplos desta corrente nas obras:
Aldo Rossi
Mario Botta
Oswald Mathias Ungers
Joseph Paul Kleihues
• Aldo Rossi foi um arquiteto e teórico da
arquitetura italiano. Em 1959 licenciou-se em
arquitetura no Politécnico de Mil...
Aldo Rossi, Hotel Pallazo,
1987-89, Fukuota, Japão
• Mario Botta é um arquiteto suíço, nascido
em Mendrisio, Ticino.
• Começou sua atividade profissional aos 15
anos, quando...
• Oswald Mathias Ungers, Arquiteto
Nascido a 12 de julho de 1926,
Kaisersesch, Alemanha
• Construções: Messe Torhaus, Fran...
• Arquiteto
• Nascimento: 11 de junho de
1933, Rheine, Alemanha
• Falecimento: 13 de agosto de
2004, Berlim, Alemanha
• Es...
Hamburger Bahnhof, Berlim, 1996, Josef Paul Kleihues
• Esta corrente reúne arquitetos que evoluíam para o Pós
Modernismo com linguagens muito pessoais que refletem uma
heterog...
• Entre as personalidades que
poderíamos referenciar, salienta-se:
Hans
Hollein
Gustav
Peichl
James
Stirling
Arata
Isozaki
• Hans Hollein é um arquiteto da
Áustria. Em 1985 recebeu o prémio
Pritzker, o prémio mais conceituado de
Arquitetura.
• E...
Mönchengladbach, Alemanha, 1982 Hans Hollein
• Arquiteto
• Nascimento: 18 de março de
1928 (87 anos), Viena, Áustria
• Estrutura: Millennium Tower
Wien, Áustria, 1999, Boris
Podrecca, Gustav Peichl
• James Frazer Stirling, (Glasgow, 22 de
Abril de 1926 — Londres, 25 de Junho
de 1992) foi um arquiteto do Reino
Unido. Em...
• Arata Isozaki, é um arquitecto
japonês. Recebeu a medalha de
ouro do RIBA em 1986.
• Obras
– COSI Columbus, Columbus Ohi...
Arata Isozaki, Museu de Arte, 1970-74, Takasaki, Japão
www.wikipedia.com
HCA Módulo 10 - A arquitetura pós-modernista - 3 com - Vanessa mergulho
HCA Módulo 10 - A arquitetura pós-modernista - 3 com - Vanessa mergulho
HCA Módulo 10 - A arquitetura pós-modernista - 3 com - Vanessa mergulho
HCA Módulo 10 - A arquitetura pós-modernista - 3 com - Vanessa mergulho
HCA Módulo 10 - A arquitetura pós-modernista - 3 com - Vanessa mergulho
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

HCA Módulo 10 - A arquitetura pós-modernista - 3 com - Vanessa mergulho

1.638 visualizações

Publicada em

Trabalho escolar

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

HCA Módulo 10 - A arquitetura pós-modernista - 3 com - Vanessa mergulho

  1. 1. Vanessa Mergulho 3ºComunicação
  2. 2. Arquitetura Pós-Modernista
  3. 3. • Referência a purismo da década de 1920 1ª Geração • Constituída pelos partidários do empirismo e da chamada arquitetura orgânica 2ª Geração • Condenação da arquitetura objeto • Constante busca do significado da forma, colocando em discussão o estilo oficial do funcionalismo, do estilo internacional 3ª Geração
  4. 4. • Foi com o 25 de Abril de 1974 que se começou a pensar e a criar em liberdade. • As galerias e locais de exposição multiplicaram-se, assim como as publicações e as traduções de livros de Arte e Critica de Arte em Lisboa e Porto.
  5. 5. • A partir dos anos 60 do século XX, sobressaem arquitetos sendo alguns do projecto da Fundação Calouste Gulbenkian (1969) considerada um pólo cultural de extrema importância para o pais Lisboa Teotónio Pereira Nuno Portas Alberto Pessoa Pedro Cid Ruy d’Athouguia
  6. 6. Fundação Calouste Gulbenkian, Alberto Pessoa, Pedro Cid e Ruy d’Athouguia 1969, Lisboa
  7. 7. • Já no Porto o Modernismo sobreviveu graças às produções independentes. • Haveria também outros, através de uma clientela burguesa Porto Fernando Távora Viana de Lima Arménio Losa Cassiano Barbosa Agostinho Ricca
  8. 8. Surgem encomendas em grande numero quer do Estado quer de entidades privadas A arquitetura surge com novas preocupações urbanísticas, estabelecendo uma estreita relação com o meio físico O forte impulso deve-se também aos programas de apoio a cooperativas de habitação e recuperação de zonas degradadas das grandes cidades.
  9. 9. O forte impulso deve-se, também, aos programas de apoio, a cooperativas de habitação e recuperação de zonas degradadas das grandes cidades nos quais participaram os arquitetos: Siza Vieira Fernando Távora Sérgio Fernandez Entre muitos outros
  10. 10. • Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira, internacionalmente conhecido por Siza Vieira, é o mais premiado arquiteto contemporâneo português. • Construções: Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto; Pavilhão de Portugal no Parque das Nações em Lisboa; New Orleans - arranha-céu em Roterdão; Adega Mayor em Campo Maior
  11. 11. New Orleans Arranha-céu em Roterdão, Países Baixos, 2010 Álvaro Siza Vieira
  12. 12. • Fernando Luís Cardoso de Meneses e Tavares de Távora foi um arquitecto português estabelecido no Porto. • Diplomado pela Escola de Belas-Artes do Porto em arquitectura no ano de 1952.
  13. 13. Mercado Municipal de Santa Maria da Feira, 1953, Fernando Távora
  14. 14. • Sérgio Fernandez, arquitecto e professor universitário • Frequentou o curso de Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes do Porto. • A sua vasta obra, premiada e em grande parte publicada, sobressaem os Edifícios Residenciais da Pasteleira, Porto (1965), uma obra em parceria com Pedro Ramalho, a Casa de Caminha ou Casa Alcina (1971-1973); entre outros
  15. 15. • Sob o ponto de vista artístico, o Pós-Modernismo não constitui um estilo homogéneo, mas reuniu em si várias correntes que concordam na rejeição dos princípios básicos do modernismo. São elas: Neo- Historicismos Neo- Racionalismo Pós- Modernidade Individual
  16. 16. • Tiveram o seu berço nos EUA e na Inglaterra • Especificamente a arquitetura neo-historicista repôs em uso a: – organização axial da construção e a simetria; – a coluna da Antiguidade como elemento estrutural; – as janelas semicirculares e o ornamento, dando-lhes por vezes um sentido irónico e inusitado.
  17. 17. • No urbanismo retornou o: – Bloco fechado de moradias, contrariando a tendência da Vila Radiosa de Corbusier que consideravam anti urbana • Alguns dos exemplos encontram-se: Robert Venturi Charles Moore Aldo Van Eyck Christian de Portzampare Ricardo Bofill
  18. 18. Robert Venturi, Casa Guild, fachada sul (a principal), 1960-63, Filadélfia, Pensilvânia
  19. 19. Charles Moore, Praça de Itália, 1974-78, Nova Orleães, EUA
  20. 20. Municipal Orphanage in Amsterdam, 1960 (Aldo van Eyck)
  21. 21. Christian de Portzamparc, Torre LVMH, 1995-99 Nova Iorque
  22. 22. Ricardo Bofill, Hotel W, 2009, Barcelona, Espanha
  23. 23. • O Neo-Racionalismo afirmou-se a partir da década de 70, caracterizando-se na arquitetura e no urbanismo, por: Uso de formas geométricas simples (quadrado principalment e) Aplicação da coluna cilíndrica, de grosso fuste Telhados de duas águas Janelas quadradas repetindo-se em alinhamentos horizontais e verticais Severidade e austeridade decorativas, conseguidas pela exclusão de todo o ornamento enquanto tal e pela monumentali dade evidente das construções e espaços projetados
  24. 24. • Encontramos exemplos desta corrente nas obras: Aldo Rossi Mario Botta Oswald Mathias Ungers Joseph Paul Kleihues
  25. 25. • Aldo Rossi foi um arquiteto e teórico da arquitetura italiano. Em 1959 licenciou-se em arquitetura no Politécnico de Milão. • Estruturas: Teatro Carlo Felice, Teatro La Fenice, Museu Bonnenfanten, Conjunto Habitacional Gallaratese • Construções: Teatro Carlo Felice, Teatro La Fenice, Bonnefantenmuseum
  26. 26. Aldo Rossi, Hotel Pallazo, 1987-89, Fukuota, Japão
  27. 27. • Mario Botta é um arquiteto suíço, nascido em Mendrisio, Ticino. • Começou sua atividade profissional aos 15 anos, quando abandonou os estudos e decidiu trabalhar como desenhista. • A Sua obra possui influências da arquitetura de Le Corbusier, Louis Kahn e Carlo Scarpa, com quais teve contato durante o curso em Veneza.
  28. 28. • Oswald Mathias Ungers, Arquiteto Nascido a 12 de julho de 1926, Kaisersesch, Alemanha • Construções: Messe Torhaus, Frankfurt am Main, Wallraf-Richartz Museum, Colônia
  29. 29. • Arquiteto • Nascimento: 11 de junho de 1933, Rheine, Alemanha • Falecimento: 13 de agosto de 2004, Berlim, Alemanha • Estrutura: Hamburger Bahnhof
  30. 30. Hamburger Bahnhof, Berlim, 1996, Josef Paul Kleihues
  31. 31. • Esta corrente reúne arquitetos que evoluíam para o Pós Modernismo com linguagens muito pessoais que refletem uma heterogeneidade de influências: Recorrem a elementos historicistas, mas de forma menos frequente e transformando-os ou dando-lhes um carácter anedótico e lúdico Revalorizam práticas modernistas como as grandes superfícies de vidro e os telhados planos Abrem-se a impulsos inovadores da sua actualidade como os que provêm das altas tecnologias disponíveis
  32. 32. • Entre as personalidades que poderíamos referenciar, salienta-se: Hans Hollein Gustav Peichl James Stirling Arata Isozaki
  33. 33. • Hans Hollein é um arquiteto da Áustria. Em 1985 recebeu o prémio Pritzker, o prémio mais conceituado de Arquitetura. • Estruturas: Abteiberg Museum, Museum für Moderne Kunst
  34. 34. Mönchengladbach, Alemanha, 1982 Hans Hollein
  35. 35. • Arquiteto • Nascimento: 18 de março de 1928 (87 anos), Viena, Áustria • Estrutura: Millennium Tower
  36. 36. Wien, Áustria, 1999, Boris Podrecca, Gustav Peichl
  37. 37. • James Frazer Stirling, (Glasgow, 22 de Abril de 1926 — Londres, 25 de Junho de 1992) foi um arquiteto do Reino Unido. Em 1981 recebeu o prêmio Pritzker. • Principais obras no Reino Unido: – Ham Common Flats, London, England, 1955-58 (Stirling and Gowan) – School Assembly Hall, Camberwell, London, England, 1958-61 (Stirling and Gowan) – Engineering Building, Leicester University, Leicester, England, 1959-63 (Stirling and Gowan)
  38. 38. • Arata Isozaki, é um arquitecto japonês. Recebeu a medalha de ouro do RIBA em 1986. • Obras – COSI Columbus, Columbus Ohio Estados Unidos – Sala de Concertos de Quioto, Quioto, Japão – Sala de Concertos de Quioto – Biblioteca Municipal de Ōita, Ōita, Japão
  39. 39. Arata Isozaki, Museu de Arte, 1970-74, Takasaki, Japão
  40. 40. www.wikipedia.com

×