SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
6
EMPREENDEDORISMO
Conceito:
A palavra empreendedorismo se origina do termo francês “entrepeneur” que significa fazer
algo ou empreender. São vários os conceitos sobre empreendedor, conforme abaixo:
Uma pessoa com criatividade e capaz de fazer sucesso com inovações. (Joseph Schumpeter
1950).
Um empreendedor é uma pessoa que imagina, desenvolver e realiza visões. (Filion 1991)
O empreendedor é uma pessoa capaz de transformar um sonho, um problema ou uma
oportunidade e negócios em uma empresa viável. (Fortin 1991)
Com base nos conceitos citados, podemos dizer que o empreendedor é a pessoa com facilidade
de perceber a oportunidade no mercado e transformaá-las em negócio lucrativo, conhecimento e
assumir o risco de forma consciente e calculada. São pessoas diferentes que querem realizar algo novo,
motivadas e apaixonadas pelo que fazem, não se contentam com pouco, querem sempre mais e lutam
para a sua “marca” fique registrada.
O Empreendedorismo no Brasil
O empreendedorismo no Brasil, só começou a se desenvolver nos anos 90, com a abertura do
mercado interno para as importações; na qual as empresas nacionais tiveram que se adaptar à
modernização. Antes disso o cenário político e econômico, não era favorável, e o empreendedor, não
conseguia ajuda e nem informações para dar início ao seu próprio negócio. É importante saber que
muitos visionários atuaram em um cenário incerto, se empenharam, mesmo sem conhecerem mais
profundamente outros conteúdos da área empresarial, a exemplo, de muitos que contribuíram para o
desenvolvimento da economia do país.
As características do Empreendedor
O que pode caracterizar um empreendedor de sucesso é uma série de elementos que os
tornam capazes de montar um negócio de sucesso. Porém ha aqueles que nascem com o dom de
empreender, chamado de empreendedor nato, e existe também o empreendedor que influenciado pelo
meio em que vive, pode tornar-se empreendedor através da formação, por influência familiar, estudo e
até mesmo através da própria prática. Para se aprender a empreender, faz-se necessário um
comportamento pró-ativo do indivíduo, o qual deve desejar “aprender a pensar e agir por conta própria,
com criatividade, liderança e visão de futuro, para inovar e ocupar o seu espaço no mercado,
transformando esse ato também em prazer e emoção”.
Filion (1999) estabelece um modelo com quatro fatores fundamentais para que uma ação seja
empreendedora (visão, energia, liderança e relações), visando à formação do profissional
empreendedor. A principal característica as relações, a qual, segundo o autor, se obtém os
conhecimentos fundamentais e necessários dentro de uma estrutura de mercado: as informações
necessárias para a tomada de decisões e o conhecimento da realidade do mercado.
No momento, as empresas possuem uma grande necessidade de buscar e desenvolver
profissionais com perfil empreendedor, devido a eles serem os responsáveis pelas modificações,
6
criações e visões inovadoras, pois agindo desta maneira é possível ter um destaque maior e uma
diferenciação positiva frente à concorrência. O empreendedor desenvolve um papel otimista dentro da
organização, capaz de enfrentar obstáculos internos e externos, sabendo olhar além das dificuldades,
com foco no melhor resultado.
Principais características do perfil do empreendedor são:
Autoconfiança: Ter consciência de seu valor, sentir-se seguro em relação a si mesmo e, com isso,
poder agir com firmeza e tranqüilidade.
Auto-motivação: Buscar a realização pessoal através do trabalho, com entusiasmo e
independência;
Elevado poder de comunicação: Capacidade para transmitir e expressar idéias, pensamentos,
emoções com clareza e objetividade.
Criatividade: Capacidade de buscar soluções viáveis e melhores para a resolução de problemas.
Flexibilidade: Capacidade para compreender situações novas, estar disponível para rever posições,
aprender
Energia: Força vital que comanda as ações dos indivíduos – capacidade de trabalho - “pique”.
Iniciativa: Capacidade para agir de maneira oportuna e adequada sobre a realidade, apresentando
soluções, influenciando acontecimentos e se antecipando às situações
Integridade: Qualidade do caráter, ligada à retidão de princípios, imparcialidade, honestidade,
coerência e comprometimento (com as pessoas, com o negócio e consigo mesmo).
Liderança: Capacidade para mobilizar as energias de um grupo de forma a atingir objetivos.
Negociação: Capacidade para fazer acordos cooperativos como meio de obter o ajustamento de
interesses entre as partes envolvidas.
Perseverança: Capacidade de manter-se firme e constante em seus propósitos, porém, sem perder
a objetividade e clareza frente às situações (saber perceber limites);
Persuasão: Habilidade para apresentar suas idéias e/ou argumentos de maneira convincente.
Capacidade de Planejamento: Capacidade para mapear o meio ambiente, analisar recursos e
condições existentes, buscando estruturar uma visão de longo prazo dos rumos a serem seguidos para
se atingir os objetivos.
Relacionamento interpessoal: Habilidade de conviver e interagir adequadamente com as outras
pessoas;
Resistência à frustração: Capacidade de suportar situações de não satisfação de necessidades
pessoais ou profissionais, sem se comportar de maneira derrotista, negativa ou confusa;
Sensibilidade administrativa: Capacidade para planejar, executar e gerir através de processos
organizados, sistemáticos e eficazes.
Além das características acima comentadas, o empreendedor tem um perfil de liderança para
obter êxito em suas atividades, ele é o grande responsável em colocar em prática as inovações, métodos
e procedimentos que propôs, deverá estimular os envolvidos na realização das atividades, de forma a
alcançar as metas traçadas.
As diferenças entre Empreendedor e Empresário
O que diferencia um empreendedor de sucesso de um empresário são caracteristicas extras,
pois, além dos atributos do administrador, eles são mais visionários que os gerentes.
Quanto ao empresário, na maioria das vezes nem sempre é um bom administrador e muito
menos empreendedor; ele, muitas vezes tem o capital e a coragem, mas atua de forma experimental e
sem planejamento, não possui conceitos básicos de gestão de negócios, o que leva a um alto índice de
mortalidade das empresas. Cerca de 73% no terceiro ano de existência.
6
As palavras empreendedor e empresário tendem a confudir as pessoas e são usadas como
sinônimo no dia-a-dia. Entretanto, o que muitos não sabem é que existe uma diferença conceitual e
prática entre os dois termos.
Dessa forma podemos dizer que nem todo empreendedor é empresário, e nem todo
empresário é empreendedor. Vários teóricos tentam explicar os fatores psicológicos e, até mesmo
genéticos, que formam uma personalidade empreendedora ou não.
O ideal para sobreviver no mundo dos negócios é ser um empresário empreendedor, o qual
reúne todas as qualidades embutidas nos dois termos.
Segundo Dornelas (2001), “as diferenças entre os domínios empreendedor e administrativo
podem ser comparadas em cinco dimensões distintas de negócio: orientação estratégia, análise das
oportunidades, comprometimento dos recursos, controle dos recursos e estrutura gerencial”. Conforme
detalhado no quadro abaixo:
6
Neste quadro, um empreendedor está sempre voltado para o futuro e o administrador, focado no
presente, seria impossível escolher um destes perfis como melhor que o outro, afinal o ideal é que todo
administrador seja empreendedor e vice-versa, porém isso nem sempre se faz necessário, depende da
posição que o sujeito ocupa numa empresa, o ideal de vida, o planejamento do seu patrimônio entre
outras motivações. De acordo com o quadro, o empreendedor privilegia as pessoas como fonte de
obtenção de resultado, ao contrário o administrador da ênfase as regras e procedimentos A palavra
estratégia define bem o empreendedor e para definir administrador seria planejamento e controle.
Veja no quadro abaixo a diferença entre o gerente e o empreendedor:
6
Referências
DOLABELA, Fernando. Oficina do Empreendedor. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1999.
___________________. O Segredo de Luisa. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1999
FILION, L.J. Tem Steps to Entrepreneurial Teaching. Journal of Small
6
Business and Entrepreneurship, Vol. 11, Nº3: 68-78. 1994.
____________________.Empreendedores e Proprietários de Pequenos Negócios. Revista USP-Revista da Administração, São
Paulo,1999.
DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: Transformando Idéias em Negócios. Rio de Janeiro: Elsevier,2001.
DRUCKER, Peter. F. O Gerente Eficaz. Editora Zahar, São Paulo, 1974.
6
Business and Entrepreneurship, Vol. 11, Nº3: 68-78. 1994.
____________________.Empreendedores e Proprietários de Pequenos Negócios. Revista USP-Revista da Administração, São
Paulo,1999.
DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: Transformando Idéias em Negócios. Rio de Janeiro: Elsevier,2001.
DRUCKER, Peter. F. O Gerente Eficaz. Editora Zahar, São Paulo, 1974.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Perfil e potencial do empreendedor diagnóstico
Perfil e potencial do empreendedor   diagnósticoPerfil e potencial do empreendedor   diagnóstico
Perfil e potencial do empreendedor diagnósticocaixeiro
 
3ª Unidade Perfil do empreendedor
3ª Unidade Perfil do empreendedor3ª Unidade Perfil do empreendedor
3ª Unidade Perfil do empreendedorCleiton Cunha
 
Palestra Perfil do Administrador Empreendedor - Motivação para ganhar dinhei...
Palestra Perfil do Administrador Empreendedor  - Motivação para ganhar dinhei...Palestra Perfil do Administrador Empreendedor  - Motivação para ganhar dinhei...
Palestra Perfil do Administrador Empreendedor - Motivação para ganhar dinhei...Rodrigo Ramos
 
Empreendedorismo e ética profissional
Empreendedorismo e ética profissionalEmpreendedorismo e ética profissional
Empreendedorismo e ética profissionalDenis Carlos Sodré
 
Empreendedorismo capitulo-2
Empreendedorismo capitulo-2Empreendedorismo capitulo-2
Empreendedorismo capitulo-2anderson3mp
 
1.mód 14 valorização e empreendedorismo rural
1.mód 14   valorização e empreendedorismo rural1.mód 14   valorização e empreendedorismo rural
1.mód 14 valorização e empreendedorismo ruralPelo Siro
 
Empreendedorismo 3º ano
Empreendedorismo 3º anoEmpreendedorismo 3º ano
Empreendedorismo 3º anopaulobarros512
 
75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...
75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...
75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...Pelo Siro
 
Apostilha Empreendedorismo senai
Apostilha Empreendedorismo senaiApostilha Empreendedorismo senai
Apostilha Empreendedorismo senaiJohnatan Andrade
 
Perfil Empreendedor
Perfil EmpreendedorPerfil Empreendedor
Perfil Empreendedortaniamaciel
 
O que é empreendedorismo!
O que é empreendedorismo!O que é empreendedorismo!
O que é empreendedorismo!Vanderlei Moraes
 
Laercio sousa jr empreendedorismo aula unidade 1 2013.2
Laercio sousa jr empreendedorismo aula  unidade 1 2013.2Laercio sousa jr empreendedorismo aula  unidade 1 2013.2
Laercio sousa jr empreendedorismo aula unidade 1 2013.2Laércio De Sousa Junior
 
Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2siqueiralc
 

Mais procurados (20)

Perfil e potencial do empreendedor diagnóstico
Perfil e potencial do empreendedor   diagnósticoPerfil e potencial do empreendedor   diagnóstico
Perfil e potencial do empreendedor diagnóstico
 
3ª Unidade Perfil do empreendedor
3ª Unidade Perfil do empreendedor3ª Unidade Perfil do empreendedor
3ª Unidade Perfil do empreendedor
 
Palestra Perfil do Administrador Empreendedor - Motivação para ganhar dinhei...
Palestra Perfil do Administrador Empreendedor  - Motivação para ganhar dinhei...Palestra Perfil do Administrador Empreendedor  - Motivação para ganhar dinhei...
Palestra Perfil do Administrador Empreendedor - Motivação para ganhar dinhei...
 
Empr1
Empr1Empr1
Empr1
 
Empreendedorismo e ética profissional
Empreendedorismo e ética profissionalEmpreendedorismo e ética profissional
Empreendedorismo e ética profissional
 
Empreendedorismo capitulo-2
Empreendedorismo capitulo-2Empreendedorismo capitulo-2
Empreendedorismo capitulo-2
 
1.mód 14 valorização e empreendedorismo rural
1.mód 14   valorização e empreendedorismo rural1.mód 14   valorização e empreendedorismo rural
1.mód 14 valorização e empreendedorismo rural
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Empreendedorismo 3º ano
Empreendedorismo 3º anoEmpreendedorismo 3º ano
Empreendedorismo 3º ano
 
75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...
75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...
75662327 1248395328-movimentos-associativos-na-sociedade-civil-empreendedoris...
 
Apostilha Empreendedorismo senai
Apostilha Empreendedorismo senaiApostilha Empreendedorismo senai
Apostilha Empreendedorismo senai
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Perfil Empreendedor
Perfil EmpreendedorPerfil Empreendedor
Perfil Empreendedor
 
O perfil do empreendedor
O perfil do empreendedorO perfil do empreendedor
O perfil do empreendedor
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
O que é empreendedorismo!
O que é empreendedorismo!O que é empreendedorismo!
O que é empreendedorismo!
 
PPT session 3 16032013
PPT session 3 16032013PPT session 3 16032013
PPT session 3 16032013
 
Laercio sousa jr empreendedorismo aula unidade 1 2013.2
Laercio sousa jr empreendedorismo aula  unidade 1 2013.2Laercio sousa jr empreendedorismo aula  unidade 1 2013.2
Laercio sousa jr empreendedorismo aula unidade 1 2013.2
 
Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2
 

Semelhante a O que é Empreendedorismo

EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO MrcioDnis
 
Aula 10 a 11 2 - empreendedorismo
Aula 10 a 11   2 - empreendedorismoAula 10 a 11   2 - empreendedorismo
Aula 10 a 11 2 - empreendedorismoAngelo Peres
 
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e Inovação
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e InovaçãoAula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e Inovação
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e InovaçãoProf. Leonardo Rocha
 
Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01
Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01
Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01Carlos Reutymann
 
Gestao de novos negocios completo
Gestao de novos negocios completoGestao de novos negocios completo
Gestao de novos negocios completoEduardo Faraco
 
emprendedorismo & inovação
emprendedorismo & inovaçãoemprendedorismo & inovação
emprendedorismo & inovaçãoannoni
 
Professora Vanúcia Moreira - Empreendedorismo
Professora Vanúcia Moreira - EmpreendedorismoProfessora Vanúcia Moreira - Empreendedorismo
Professora Vanúcia Moreira - EmpreendedorismoVanúcia Moreira
 
Empreendorismo- Área de Integração
Empreendorismo- Área de IntegraçãoEmpreendorismo- Área de Integração
Empreendorismo- Área de IntegraçãoDaniela Filipa
 
Empreendedorismo e liderança
Empreendedorismo e liderançaEmpreendedorismo e liderança
Empreendedorismo e liderançaLehTec
 
Empreendedorismo Motivacao
Empreendedorismo MotivacaoEmpreendedorismo Motivacao
Empreendedorismo Motivacaogeceli
 
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307falecomivo4561
 
03p o perfil do empreendedor
03p   o perfil do empreendedor03p   o perfil do empreendedor
03p o perfil do empreendedorValentina Silva
 
03p o perfil do empreendedor
03p   o perfil do empreendedor03p   o perfil do empreendedor
03p o perfil do empreendedorValentina Silva
 

Semelhante a O que é Empreendedorismo (20)

EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO
 
1a. aula
1a. aula1a. aula
1a. aula
 
1a. aula
1a. aula1a. aula
1a. aula
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Empreendedorismo QUESTOES
Empreendedorismo QUESTOESEmpreendedorismo QUESTOES
Empreendedorismo QUESTOES
 
Aula 10 a 11 2 - empreendedorismo
Aula 10 a 11   2 - empreendedorismoAula 10 a 11   2 - empreendedorismo
Aula 10 a 11 2 - empreendedorismo
 
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e Inovação
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e InovaçãoAula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e Inovação
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Empreendedorismo e Inovação
 
Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01
Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01
Empreendedorismoeticaprofissional 120509102013-phpapp01
 
Gestao de novos negocios completo
Gestao de novos negocios completoGestao de novos negocios completo
Gestao de novos negocios completo
 
emprendedorismo & inovação
emprendedorismo & inovaçãoemprendedorismo & inovação
emprendedorismo & inovação
 
Professora Vanúcia Moreira - Empreendedorismo
Professora Vanúcia Moreira - EmpreendedorismoProfessora Vanúcia Moreira - Empreendedorismo
Professora Vanúcia Moreira - Empreendedorismo
 
Empreendorismo- Área de Integração
Empreendorismo- Área de IntegraçãoEmpreendorismo- Área de Integração
Empreendorismo- Área de Integração
 
Gestão empreendedorismo
Gestão empreendedorismoGestão empreendedorismo
Gestão empreendedorismo
 
Empreendedorismo e liderança
Empreendedorismo e liderançaEmpreendedorismo e liderança
Empreendedorismo e liderança
 
Empreendedorismo Motivacao
Empreendedorismo MotivacaoEmpreendedorismo Motivacao
Empreendedorismo Motivacao
 
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307
EMPREENDEDORISMO EMPREENDEDORISMO-160809142307
 
O Empreendedorismo
O EmpreendedorismoO Empreendedorismo
O Empreendedorismo
 
Empreendedorismo: Definição, Características e Oportunidades de Negócios
Empreendedorismo: Definição, Características e Oportunidades de NegóciosEmpreendedorismo: Definição, Características e Oportunidades de Negócios
Empreendedorismo: Definição, Características e Oportunidades de Negócios
 
03p o perfil do empreendedor
03p   o perfil do empreendedor03p   o perfil do empreendedor
03p o perfil do empreendedor
 
03p o perfil do empreendedor
03p   o perfil do empreendedor03p   o perfil do empreendedor
03p o perfil do empreendedor
 

Mais de Jigdalias Rodrigues

Mais de Jigdalias Rodrigues (11)

PortoSeguro_Portateis.ppt
PortoSeguro_Portateis.pptPortoSeguro_Portateis.ppt
PortoSeguro_Portateis.ppt
 
10 passos para uma vida financeira equilibrada
10 passos para uma vida financeira equilibrada10 passos para uma vida financeira equilibrada
10 passos para uma vida financeira equilibrada
 
Quebra de maldições na família
Quebra de maldições na famíliaQuebra de maldições na família
Quebra de maldições na família
 
II Reinado Brasil
II Reinado BrasilII Reinado Brasil
II Reinado Brasil
 
Significado da pascoa
Significado da pascoaSignificado da pascoa
Significado da pascoa
 
As vestes sacerdotais
As vestes sacerdotaisAs vestes sacerdotais
As vestes sacerdotais
 
Pespectiva sobre a volta de jesus 01
Pespectiva sobre a volta de jesus   01Pespectiva sobre a volta de jesus   01
Pespectiva sobre a volta de jesus 01
 
As vestes sacerdotais
As vestes sacerdotaisAs vestes sacerdotais
As vestes sacerdotais
 
Significado da Pascoa
Significado da PascoaSignificado da Pascoa
Significado da Pascoa
 
Pespectiva sobre a volta de jesus 01
Pespectiva sobre a volta de jesus   01Pespectiva sobre a volta de jesus   01
Pespectiva sobre a volta de jesus 01
 
Manual do aluno ebq 2012
Manual do aluno   ebq 2012Manual do aluno   ebq 2012
Manual do aluno ebq 2012
 

Último

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )MayaraDaSilvaAssis
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 

Último (20)

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 

O que é Empreendedorismo

  • 1. 6 EMPREENDEDORISMO Conceito: A palavra empreendedorismo se origina do termo francês “entrepeneur” que significa fazer algo ou empreender. São vários os conceitos sobre empreendedor, conforme abaixo: Uma pessoa com criatividade e capaz de fazer sucesso com inovações. (Joseph Schumpeter 1950). Um empreendedor é uma pessoa que imagina, desenvolver e realiza visões. (Filion 1991) O empreendedor é uma pessoa capaz de transformar um sonho, um problema ou uma oportunidade e negócios em uma empresa viável. (Fortin 1991) Com base nos conceitos citados, podemos dizer que o empreendedor é a pessoa com facilidade de perceber a oportunidade no mercado e transformaá-las em negócio lucrativo, conhecimento e assumir o risco de forma consciente e calculada. São pessoas diferentes que querem realizar algo novo, motivadas e apaixonadas pelo que fazem, não se contentam com pouco, querem sempre mais e lutam para a sua “marca” fique registrada. O Empreendedorismo no Brasil O empreendedorismo no Brasil, só começou a se desenvolver nos anos 90, com a abertura do mercado interno para as importações; na qual as empresas nacionais tiveram que se adaptar à modernização. Antes disso o cenário político e econômico, não era favorável, e o empreendedor, não conseguia ajuda e nem informações para dar início ao seu próprio negócio. É importante saber que muitos visionários atuaram em um cenário incerto, se empenharam, mesmo sem conhecerem mais profundamente outros conteúdos da área empresarial, a exemplo, de muitos que contribuíram para o desenvolvimento da economia do país. As características do Empreendedor O que pode caracterizar um empreendedor de sucesso é uma série de elementos que os tornam capazes de montar um negócio de sucesso. Porém ha aqueles que nascem com o dom de empreender, chamado de empreendedor nato, e existe também o empreendedor que influenciado pelo meio em que vive, pode tornar-se empreendedor através da formação, por influência familiar, estudo e até mesmo através da própria prática. Para se aprender a empreender, faz-se necessário um comportamento pró-ativo do indivíduo, o qual deve desejar “aprender a pensar e agir por conta própria, com criatividade, liderança e visão de futuro, para inovar e ocupar o seu espaço no mercado, transformando esse ato também em prazer e emoção”. Filion (1999) estabelece um modelo com quatro fatores fundamentais para que uma ação seja empreendedora (visão, energia, liderança e relações), visando à formação do profissional empreendedor. A principal característica as relações, a qual, segundo o autor, se obtém os conhecimentos fundamentais e necessários dentro de uma estrutura de mercado: as informações necessárias para a tomada de decisões e o conhecimento da realidade do mercado. No momento, as empresas possuem uma grande necessidade de buscar e desenvolver profissionais com perfil empreendedor, devido a eles serem os responsáveis pelas modificações,
  • 2. 6 criações e visões inovadoras, pois agindo desta maneira é possível ter um destaque maior e uma diferenciação positiva frente à concorrência. O empreendedor desenvolve um papel otimista dentro da organização, capaz de enfrentar obstáculos internos e externos, sabendo olhar além das dificuldades, com foco no melhor resultado. Principais características do perfil do empreendedor são: Autoconfiança: Ter consciência de seu valor, sentir-se seguro em relação a si mesmo e, com isso, poder agir com firmeza e tranqüilidade. Auto-motivação: Buscar a realização pessoal através do trabalho, com entusiasmo e independência; Elevado poder de comunicação: Capacidade para transmitir e expressar idéias, pensamentos, emoções com clareza e objetividade. Criatividade: Capacidade de buscar soluções viáveis e melhores para a resolução de problemas. Flexibilidade: Capacidade para compreender situações novas, estar disponível para rever posições, aprender Energia: Força vital que comanda as ações dos indivíduos – capacidade de trabalho - “pique”. Iniciativa: Capacidade para agir de maneira oportuna e adequada sobre a realidade, apresentando soluções, influenciando acontecimentos e se antecipando às situações Integridade: Qualidade do caráter, ligada à retidão de princípios, imparcialidade, honestidade, coerência e comprometimento (com as pessoas, com o negócio e consigo mesmo). Liderança: Capacidade para mobilizar as energias de um grupo de forma a atingir objetivos. Negociação: Capacidade para fazer acordos cooperativos como meio de obter o ajustamento de interesses entre as partes envolvidas. Perseverança: Capacidade de manter-se firme e constante em seus propósitos, porém, sem perder a objetividade e clareza frente às situações (saber perceber limites); Persuasão: Habilidade para apresentar suas idéias e/ou argumentos de maneira convincente. Capacidade de Planejamento: Capacidade para mapear o meio ambiente, analisar recursos e condições existentes, buscando estruturar uma visão de longo prazo dos rumos a serem seguidos para se atingir os objetivos. Relacionamento interpessoal: Habilidade de conviver e interagir adequadamente com as outras pessoas; Resistência à frustração: Capacidade de suportar situações de não satisfação de necessidades pessoais ou profissionais, sem se comportar de maneira derrotista, negativa ou confusa; Sensibilidade administrativa: Capacidade para planejar, executar e gerir através de processos organizados, sistemáticos e eficazes. Além das características acima comentadas, o empreendedor tem um perfil de liderança para obter êxito em suas atividades, ele é o grande responsável em colocar em prática as inovações, métodos e procedimentos que propôs, deverá estimular os envolvidos na realização das atividades, de forma a alcançar as metas traçadas. As diferenças entre Empreendedor e Empresário O que diferencia um empreendedor de sucesso de um empresário são caracteristicas extras, pois, além dos atributos do administrador, eles são mais visionários que os gerentes. Quanto ao empresário, na maioria das vezes nem sempre é um bom administrador e muito menos empreendedor; ele, muitas vezes tem o capital e a coragem, mas atua de forma experimental e sem planejamento, não possui conceitos básicos de gestão de negócios, o que leva a um alto índice de mortalidade das empresas. Cerca de 73% no terceiro ano de existência.
  • 3. 6 As palavras empreendedor e empresário tendem a confudir as pessoas e são usadas como sinônimo no dia-a-dia. Entretanto, o que muitos não sabem é que existe uma diferença conceitual e prática entre os dois termos. Dessa forma podemos dizer que nem todo empreendedor é empresário, e nem todo empresário é empreendedor. Vários teóricos tentam explicar os fatores psicológicos e, até mesmo genéticos, que formam uma personalidade empreendedora ou não. O ideal para sobreviver no mundo dos negócios é ser um empresário empreendedor, o qual reúne todas as qualidades embutidas nos dois termos. Segundo Dornelas (2001), “as diferenças entre os domínios empreendedor e administrativo podem ser comparadas em cinco dimensões distintas de negócio: orientação estratégia, análise das oportunidades, comprometimento dos recursos, controle dos recursos e estrutura gerencial”. Conforme detalhado no quadro abaixo:
  • 4. 6 Neste quadro, um empreendedor está sempre voltado para o futuro e o administrador, focado no presente, seria impossível escolher um destes perfis como melhor que o outro, afinal o ideal é que todo administrador seja empreendedor e vice-versa, porém isso nem sempre se faz necessário, depende da posição que o sujeito ocupa numa empresa, o ideal de vida, o planejamento do seu patrimônio entre outras motivações. De acordo com o quadro, o empreendedor privilegia as pessoas como fonte de obtenção de resultado, ao contrário o administrador da ênfase as regras e procedimentos A palavra estratégia define bem o empreendedor e para definir administrador seria planejamento e controle. Veja no quadro abaixo a diferença entre o gerente e o empreendedor:
  • 5. 6 Referências DOLABELA, Fernando. Oficina do Empreendedor. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1999. ___________________. O Segredo de Luisa. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1999 FILION, L.J. Tem Steps to Entrepreneurial Teaching. Journal of Small
  • 6. 6 Business and Entrepreneurship, Vol. 11, Nº3: 68-78. 1994. ____________________.Empreendedores e Proprietários de Pequenos Negócios. Revista USP-Revista da Administração, São Paulo,1999. DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: Transformando Idéias em Negócios. Rio de Janeiro: Elsevier,2001. DRUCKER, Peter. F. O Gerente Eficaz. Editora Zahar, São Paulo, 1974.
  • 7. 6 Business and Entrepreneurship, Vol. 11, Nº3: 68-78. 1994. ____________________.Empreendedores e Proprietários de Pequenos Negócios. Revista USP-Revista da Administração, São Paulo,1999. DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: Transformando Idéias em Negócios. Rio de Janeiro: Elsevier,2001. DRUCKER, Peter. F. O Gerente Eficaz. Editora Zahar, São Paulo, 1974.