Ágil nas grandes empresasÁgil não é um processo, é uma novamaneira de pensar
O jogo político e o circulo da culpa• Malefícios de uma hierarquia• Crescimento individual x crescimento em equipe• A busc...
O sistema punitivo não funciona• As pessoas não reagem bem a punições, essas sógeram stress e aversão a quem pune• Quem pu...
O mundo corporativo precisa de umanova perspectiva• Treinamento x punição• Coletivismo x individualismo• Liderança facilit...
Entregas incrementais e constantesmelhoram a visibilidade• Prazos se tornam desnecessários para alinhamentoentre as áreas•...
O “planejar” se torna um “descobrir” eum “aprender”• Equipes proativas e baseadas em confiança,não precisam de intervençõe...
O papel do líder ágil• O líder ágil não impõe as coisas, apenas sugere, e respeita adecisão dos indivíduos• O líder ágil n...
As barreiras culturais• Alguns lideres e gestores vêem no ágil umaameaça a seu cargo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

áGil nas grandes empresas

226 visualizações

Publicada em

Agile trends submission

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

áGil nas grandes empresas

  1. 1. Ágil nas grandes empresasÁgil não é um processo, é uma novamaneira de pensar
  2. 2. O jogo político e o circulo da culpa• Malefícios de uma hierarquia• Crescimento individual x crescimento em equipe• A busca dos culpados e os malefícios da punição• Processos anti-criativos e desmotivadores• Falta de liberdade mata a produtividade• Comando e controle, reflexos de uma sociedadepunitiva• Na teoria essas coisas trazem produtividade elucro
  3. 3. O sistema punitivo não funciona• As pessoas não reagem bem a punições, essas sógeram stress e aversão a quem pune• Quem pune apenas alimenta seu ego e nãoresolve o problema• A punição é uma forma de violência, que geramais violência e baixa produtividade• As pessoas não precisam ser punidas, precisamser vistas como pessoas, que possuem idéias,precisam ser ouvidas e guiadas para queresolvam por si só seus conflitos
  4. 4. O mundo corporativo precisa de umanova perspectiva• Treinamento x punição• Coletivismo x individualismo• Liderança facilitadora x liderança controladora• Individuos x recursos• Confiança, Empoderamento, Respeito, Auto-gerenciamento, comunicação cara-a-cara• Interação x Documentação• Planejamento é tudo, planos não são nada
  5. 5. Entregas incrementais e constantesmelhoram a visibilidade• Prazos se tornam desnecessários para alinhamentoentre as áreas• Inspeção e adaptação diária reduzem os riscos, e tornavisível qualquer ociosidade dentro da equipe• Tarefas desnecessárias acabam sendo descartadasdevido a alta visibilidade• Planejamento incremental se torna mais umaprendizado que a geração de um plano• Ainda pode existir um PMO, porém com informaçõesmuito mais precisas e com muito mais oportunidadesde gerar tomadas de decisões importantes
  6. 6. O “planejar” se torna um “descobrir” eum “aprender”• Equipes proativas e baseadas em confiança,não precisam de intervenções hierárquicaspara tomarem decisões e tirarem suas duvidas• Em um ambiente não punitivo as pessoasinteragem muito mais e aprendem muito mais• Em um ambiente em que as pessoas podemerrar elas vão aprender muito mais, a cadaerro uma nova descoberta e um novomelhoramento no processo
  7. 7. O papel do líder ágil• O líder ágil não impõe as coisas, apenas sugere, e respeita adecisão dos indivíduos• O líder ágil não resolve problemas, apenas intermedia paraque as pessoas resolvam por si próprias• O líder ágil não pune, deixa as pessoas aprenderem comseus erros e a partir dai tenta guiá-las para o acerto• O líder ágil preza pela saúde das relações da equipe,intermedia conflitos e elimina as fontes que causamdesconforto ao time, seja essa pessoa um diretor ou ummero funcionário• A melhoria do processo é constante, o líder ágil provê umambiente aonde todos se sintam confortáveis a contribuirpara a melhoria do mesmo, até mesmo estagiários.
  8. 8. As barreiras culturais• Alguns lideres e gestores vêem no ágil umaameaça a seu cargo

×