Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.

302 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
97
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação escolar e democratização: o direito de errar.

  1. 1. U. F. P. B. AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM Danilo Raniery Alves Coutinho Emiliano José Silva de Oliveira Mailton Fernandes de Carvalho Avaliação escolar e democratização: o direito de errar
  2. 2. Introdução - Desafio Histórico: Democratizar o ensino. - Fatores: o Questões estruturais. o Econômico/Financeira o Renda mal distribuída Podemos culpar apenas o governo ?
  3. 3. - Não! Porque ? - Temos de estar atentos as estruturas das escolas, pois elas tem uma grande influencia no desenvolvimento educacional; - E a avaliação está sendo feita de forma correta? Sabemos que grande maioria não a utiliza de maneira correta;
  4. 4. Para que avaliação escolar ? - Concretização de uma dado projeto educacional e social; - Projeto educacional; ●Compromisso com os estudantes. ●Instituição que viabilize um ensino que estimule a construção do conhecimento. ●Formação do sujeito social. ●Relação de poder compartilhada.
  5. 5. - A avaliação escolar procura identificar os problemas, os sucessos e os erros ocorridos; - Natureza pedagógica, administrativa ou estrutural; - PPP - Projeto Político Pedagógico; E avaliar os alunos porque ?
  6. 6. Praticas avaliativas na escola - Diversas pesquisas vem sendo feita com finalidade de descrever e analisar a avaliação escolar; - Tendo como alvo o seu significado; com vista a contribuir para democratização do ensino; - Essas pesquisas observa-se que similaridade nos resultados, que é chamado de “cultura avaliativa” presente nas organizações escolares;
  7. 7. Praticas avaliativas na escola - A avaliação vem sendo confundido com procedimentos de medidas de verificação do rendimento escolar, resultando em um conceito ou nota ao aluno; - Os resultados dos procedimentos de testagem não são interpretados com possíveis alterações ou redirecionamentos nas propostas de trabalho;
  8. 8. - A aprovação/reprovação ganha centralidade na relação de professores e alunos e pais, sendo foco de suas preocupações não a aprendizagem; Praticas avaliativas na escola
  9. 9. Funções da avaliação -Diagnosticar: caracterizar o aluno pelo seu interesse, necessidade, conhecimento e/ou habilidades, e identificar dificuldades de aprendizagem; -Retroinformar: evidenciar os resultados alcançados no processo ensino-aprendizagem, apoiando o replanejamento do trabalho com base nas informações obtidas; -Favorecer o desenvolvimento individual: atuar com atividade que estimula o crescimento do aluno, desenvolvendo a auto avaliação. Praticas avaliativas na escola
  10. 10. - A avaliação tem sido utilizada como instrumento de controle e adaptação das condutas educacionais e sociais do aluno, com a pretensão de se conseguir a aprendizagem; - Sendo punido os alunos “desobedientes” com baixos conceitos, reprovação ou ate o convencimento de que é incapaz de adaptar-se a escola; Praticas avaliativas na escola
  11. 11. - A escola em vez de tornar os conteúdos de ensino mais significativos e interessante para os alunos, se organiza a parti de expectativas que não levam em conta as característica dos alunos como grupo social; - A avaliação como instrumento usado para descriminação torna-se improdutiva pedagogicamente e injusta socialmente; Praticas avaliativas na escola
  12. 12. A avaliação em transformação - A discurssão das práticas avaliativas e suas concepções de ensino, aprendizagem e educação torna um problema no sentido constitutivo; - É fundamental para tornar viável um ensino de qualidade é a vivência do processo avaliativo como elemento que contribui para construção dessa qualidade;
  13. 13. A avaliação em transformação - Não basta tomar conhecimento das criticas que são feitas, é preciso construir, a partir delas, a própria análise e reflexão, individual e coletivamente, na escola; - A participação do aluno na avaliação é fundamental para sua integração no processo educacional para o seu compromisso com a aprendizagem;
  14. 14. - Deve haver a necessidade e o propósito dos educadores romper com a cultura avaliativa dominante nas escolas; - Os pais precisam estar envolvidos no processo de transformação das praticas avaliativa, sendo informado sobre estudos e discussões que vem ocorrendo entre os educadores e alunos; A avaliação em transformação
  15. 15. - Uma das atividades que tem potencial é o conselho de classe, utilizado para defesa da promoção ou retenção do aluno; A avaliação em transformação
  16. 16. - Repensar o processo avaliativo: Informações Para que? Por quem? Da avaliação tecnoburocrática para a avaliação democrática
  17. 17. - O professor deve registrar informações; - Alunos autônomos; - Sistema de avaliação da escola. Da avaliação tecnoburocrática para a avaliação democrática
  18. 18. CARVALHO, José Sérgio Fonseca de. Avaliação escolar e democratização: o direito de errar. In: AQUINO, Julio Groppa (Org.). Erro e fracasso na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1997, p. 125-137. Referências

×