TÍTULO: Repensando práticas sociais de formação junto ao
SUS: as Vivências de Estágio na Realidade do SUS – VER-SUS
AUTORE...
TÍTULO: Repensando práticas sociais de formação junto ao
SUS: as Vivências de Estágio na Realidade do SUS – VER-SUS
AUTORE...
TÍTULO: Repensando práticas sociais de formação junto ao
SUS: as Vivências de Estágio na Realidade do SUS – VER-SUS
AUTORE...
CONSIDERAÇÕES FINAIS:
Descrição da experiência
CONTATOS: Jean Jeison Führ - E-mail: jeansrock4@gmail.com / @jeansrock4
Lic...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

11º CONGRESSO DA REDE UNIDA: REPENSANDO PRÁTICAS SOCIAIS DE FORAMÇA

232 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Pesquisa de Mestrado em Ciências Sociais: "Repensando práticas de formação junto ao SUS" que fará parte dos anais do 11º Congresso da Rede Unida.

Publicada em: Saúde e medicina
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
232
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

11º CONGRESSO DA REDE UNIDA: REPENSANDO PRÁTICAS SOCIAIS DE FORAMÇA

  1. 1. TÍTULO: Repensando práticas sociais de formação junto ao SUS: as Vivências de Estágio na Realidade do SUS – VER-SUS AUTORES/INSTITUIÇÃO: Jean Jeison Führ Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Descrição da experiência Estudo de caso que através de entrevistas semi- estruturadas com estudantes que organizam o VER-SUS da Região Metropolitana de Porto Alegre, advindos de diferentes cursos da área da saúde, pretende perceber quais são os discursos ideológicos presentes nas relações estabelecidas ou não entre as universidades, aparelhos estatais, movimento estudantil e demais entidades que participam de forma direta ou indireta das vivências organizadas.
  2. 2. TÍTULO: Repensando práticas sociais de formação junto ao SUS: as Vivências de Estágio na Realidade do SUS – VER-SUS AUTORES/INSTITUIÇÃO: Jean Jeison Führ Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS OBJETIVOS: Descrição da experiência a) Analisar os discursos ideológicos que atravessam o VER-SUS e como isso influencia na formação de profissionais de saúde pública no Brasil. b) Definir em que medida as Vivências de Estágio na Realidade do Sistema Único de Saúde possibilitam o contato com diferentes dimensões as saúde pública brasileira. c) Perceber quais são os discursos ideológicos presentes na constituição teórica e política das identidades dos profissionais em formação que participam do VER-SUS.
  3. 3. TÍTULO: Repensando práticas sociais de formação junto ao SUS: as Vivências de Estágio na Realidade do SUS – VER-SUS AUTORES/INSTITUIÇÃO: Jean Jeison Führ Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS METODOLOGIA: Descrição da experiência Tendo por base a proposta de pesquisa elencada, denota-se que o estudo aqui apresentado se delineará como sendo de forma exploratória e descritiva optando pela modalidade do estudo de caso. Das técnica indicadas como sendo análogas ao estudo de caso, iremos utilizar às entrevistas, as observações e as análises de documentos; e descartaremos os questionários enquanto técnica a ser utilizada em nosso estudo.
  4. 4. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Descrição da experiência CONTATOS: Jean Jeison Führ - E-mail: jeansrock4@gmail.com / @jeansrock4 Licenciado Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade do Vale do Rio dos Sinos / UNISINOS Bolsista CAPES / PROSUP – Integrante do Elos Coletivo da Região Metropolitana de Porto Alegre – Rio Grande do Sul Analisando os dados obtidos até o momento nas entrevistas semi-estruturadas, percebe-se que existem efeitos ideológicos elementares que são desconstituídos junto as instâncias do VER-SUS juntamente por haver um confronto entre as concepções que se tinha sobre o SUS / Estado e as que foram constituídas logo após as vivências. Entretanto percebe-se que são utilizadas palavras significantes junto aos discursos que somente refletem intencionalidades dos aparelhos estatais, mas que ainda estão distante de refletiriam em práticas reais das materialidades institucionais do SUS e dos contextos reais em que os sujeitos entrevistados atuam.

×