Eixos: Estratégia e Gestão
CONARH 2008
                   Cultura de Valor
              Inspirar, Engajar e Superar
  As palestras devem encaixar-se...
CONARH 2008
                         Cultura de Valor
                    Inspirar, Engajar e Superar
  SIMULTÂNEAS - Estr...
ESTABELECENDO PONTES...
“Muitas atividades
  humanas essenciais
  estabelecem pontes -
  inacabáveis, ou
  quando acabados...
CULTURA E REFLEXÃO
“Para que uma atividade
  intelectual torne-se
  cultura, é preciso pelo
  menos que ela seja
  capaz d...
O HUMANO E SEUS PAPÉIS
• Ser humano: natureza e/ou vocação?
• Animalização ou desumanização?
• Desempenhar papéis: o risco...
NOSSOS PAPÉIS E NOSSOS
         DILEMAS
• Consumidor
• Investidor
• Profissional
• Cidadão
O QUE VALE REALMENTE?

• Valeu!? A experiência.
• Valeu a pena!? A escolha.
• É para valer!? A coerência.
• Não vale!? Os ...
INCERTEZAS
• Faltou pouco....
• Tarde
  demais....
•A
  impossibilidade
  de crer que o
  pior possa
  acontecer....
RH?
• Humanizando......
• Humildizando......
• Humorizando.....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bartoli conarh2008

317 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
317
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bartoli conarh2008

  1. 1. Eixos: Estratégia e Gestão
  2. 2. CONARH 2008 Cultura de Valor Inspirar, Engajar e Superar As palestras devem encaixar-se em um ou mais dos seguintes preceitos: Inspirar Energizar Engajar Como sentido de Pertencer Superar Ir Além
  3. 3. CONARH 2008 Cultura de Valor Inspirar, Engajar e Superar SIMULTÂNEAS - Estratégia A – Governança – Inspirar • O impacto da cultura de valor na estratégia: o que as pessoas têm a ver com isso? Prof. Jean Bartoli (IBMEC). Abstrato: Temos tratado da governança até agora mais pelos olhos do acionistas e dos conselhos de administração. Se quisermos incluir as pessoas na equação do negócio, é preciso ampliar tal conceito e o trabalhar a partir dos diferentes públicos e da diversidade que determinam sua existência. As empresas que abrem capital para se filiar ao capitalismo moderno, as conseqüentes de processos de fusão e aquisição, as que sucedem os IPOs ou as familiares que se profissionalizam passam a viver outro conceito de governança. A gestão de pessoas e a valorização de talentos cada vez mais dependem de uma intensa inter-influenciação de todos os ambientes.
  4. 4. ESTABELECENDO PONTES... “Muitas atividades humanas essenciais estabelecem pontes - inacabáveis, ou quando acabados, imediatamente destruídos – entre o sujeito e o objeto.” Georg Simmel
  5. 5. CULTURA E REFLEXÃO “Para que uma atividade intelectual torne-se cultura, é preciso pelo menos que ela seja capaz de uma parada reflexiva sobre si mesma e que ela entre em comunicação intensa com o que está fora dela.” Jean Pierre Dupuy
  6. 6. O HUMANO E SEUS PAPÉIS • Ser humano: natureza e/ou vocação? • Animalização ou desumanização? • Desempenhar papéis: o risco da hipocrisia, etimologicamente: “ação de desempenhar um papel numa peça” e, por derivação, “fingimento, falsa aparência”.
  7. 7. NOSSOS PAPÉIS E NOSSOS DILEMAS • Consumidor • Investidor • Profissional • Cidadão
  8. 8. O QUE VALE REALMENTE? • Valeu!? A experiência. • Valeu a pena!? A escolha. • É para valer!? A coerência. • Não vale!? Os limites
  9. 9. INCERTEZAS • Faltou pouco.... • Tarde demais.... •A impossibilidade de crer que o pior possa acontecer....
  10. 10. RH? • Humanizando...... • Humildizando...... • Humorizando.....

×