Sociedade Habilitada Espacialmente,
Informação Geográfica Voluntária e
Segurança Pública
JARBAS NUNES VIDAL FILHO
PROFESSO...
SUMÁRIO
• Segurança Pública
o Problemas
• Sociedade Habilitada Espacialmente
o Conceitos
o Infraestruturas de Dados Espaci...
• Segurança pública passou a ser considerada
um problema fundamental e um desafio no
Brasil
• O total de profissionais dos...
Segurança Pública
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática4
BANCODEDADOSESPACIAIS
Tabela 1. Recursos Gas...
Ocorrência/Ano 2004 2005
crimes violentos letais intencionais 40.793 40.974
crimes violentos não letais contra a pessoa 58...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática6
BANCODEDADOSESPACIAIS
Segurança Pública
• PROBLEMAS
Tabela 3. ...
• Das 27 instituições de Corpos de Bombeiros
- Apenas 13 possuem seus sistemas de registro de ocorrências
compartilhados o...
• Foram avaliadas 21 instituições de Polícias Civis
– Apenas 7 não têm central de despacho e registro de
atendimentos
– Ap...
• Foram avaliadas 20 Instituições de Polícias Militares
– Apenas 6 possuem suas Centrais de Despacho e Registro de
Atendim...
• A maior parte das centrais nas regiões Norte e Sudeste é
integrada às polícias estaduais. Nas outras regiões, metade das...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática11
BANCODEDADOSESPACIAIS
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática12
BANCODEDADOSESPACIAIS
Utilizando Infraestruturas de de Dados ...
Sociedade Habilitada
Espacialmente
Na sociedade habilitada espacialmente a informação
espacial é considerada como bens com...
Sociedade Habilitada
Espacialmente
• O termo “Habilitada Espacialmente” possui
semelhança com o conceito de Computação
Ubí...
“Sociedade Habilitado Espacialmente” é um
conceito que está em evolução nos últimos
anos (WILLIAMSON et. al. 2010):
ONDE ...
Sociedade Habilitada
Espacialmente
• Administração de terra
 registro de terra (facilitando compra, venda, arredamento);
...
Infraestruturas de Dados Espaciais
(IDE)
IDE permite aos usuários economizar recursos,
tempo e esforço ao tentar adquirir ...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática18
BANCODEDADOSESPACIAIS
Infraestruturas de Dados Espaciais
(IDE...
Exemplos
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática19
BANCODEDADOSESPACIAIS
Figura 2. Projeto iLand. (Will...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática20
BANCODEDADOSESPACIAIS
Exemplos
Figura 3. SG-SPACE. Fonte: Loh...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática21
BANCODEDADOSESPACIAIS
Figura 4. Interface do Portal para IDE ...
E uma Sociedade Habilitada Espacialmente na
área de Segurança Pública?
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Info...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática23
BANCODEDADOSESPACIAIS
Sociedade Habilitada
Espacialmente
 Se...
Informação Geográfica Voluntária, do inglês
Volunteered Geographic Information (VGI), foi
identificado por GOODCHILD (2007...
Informação Geográfica Voluntária
(VGI)
• Com os avanços da Web, os usuários começaram a
indexar conteúdo com base em suas ...
Informação Geográfica Voluntária
(VGI)
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática26
BANCODEDADOSESPACIAIS
...
• Problemas da VGI:
– Dados de VGI não podem ser questionados;
– Não existem Serviços que venha a apoiar a revisão
dos dad...
• Sites como Flickr e Twitter são exemplos de
conteúdos gerados pelo usuário
– os usuários normalmente indexam um conteúdo...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática29
BANCODEDADOSESPACIAIS
Informação Geográfica Voluntária
(VGI)
...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática30
BANCODEDADOSESPACIAIS
Informação Geográfica Voluntária
(VGI)
...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática31
BANCODEDADOSESPACIAIS
Informação Geográfica Voluntária
(VGI)
...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática32
BANCODEDADOSESPACIAIS
Informação Geográfica Voluntária
(VGI)
...
Universidade Federal de Viçosa
Departamento de Informática33
BANCODEDADOSESPACIAIS
Informação Geográfica Voluntária
(VGI)
...
Conclusões
• Dados de VGI combinados com dados
especializados podem melhorar as atividades
dos departamentos de polícia
• ...
Referências Bibliográficas
• SENASP – Secretária Nacional de Segurança Pública -
Ministério da Justiça.
http://portal.mj.g...
• WILLIAMSON I., WALLACE J. (2006). “ SPATIALLY ENABLING
GOVERNMENTS: A NEW DIRECTION FOR LAND
ADMINISTRATION SYSTEMS” XXI...
• GOODCHILD (2007). “Citizens as Voluntary Sensors: Spatial
Data Infrastructure in the World of Web 2.0”. International
Jo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sociedade Habilitada Espacialmente e Informação Geográfica Voluntária

310 visualizações

Publicada em

Esta apresentação retrata os conceitos e aplicações de uma sociedade habilitada espacialmente, incluindo o uso de Informação geográfica voluntária na área de segurança pública.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
310
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sociedade Habilitada Espacialmente e Informação Geográfica Voluntária

  1. 1. Sociedade Habilitada Espacialmente, Informação Geográfica Voluntária e Segurança Pública JARBAS NUNES VIDAL FILHO PROFESSOR: JUGURTA LISBOA FILHO Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação BANCOSDEDADOSESPACIAIS 1
  2. 2. SUMÁRIO • Segurança Pública o Problemas • Sociedade Habilitada Espacialmente o Conceitos o Infraestruturas de Dados Espaciais (IDE) o Exemplos • Informação Geográfica Voluntária (VGI) o Informação Voluntária (VI) o Cidadão “um sensor voluntário” o Exemplos de uso com VGI e VI • Conclusões Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática2 BANCODEDADOSESPACIAIS
  3. 3. • Segurança pública passou a ser considerada um problema fundamental e um desafio no Brasil • O total de profissionais dos órgãos estaduais de segurança pública aumentaram • Policiais civis e militares e corpos de bombeiros militares, subiu de 569.798 para 599.973, de 2003 para 2007 (SENASP – MJ) Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática3 BANCODEDADOSESPACIAIS Segurança Pública
  4. 4. Segurança Pública Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática4 BANCODEDADOSESPACIAIS Tabela 1. Recursos Gastos pelos Governos Estaduais em Segurança Pública (2005/2008). FONTE: SENASP-MJ
  5. 5. Ocorrência/Ano 2004 2005 crimes violentos letais intencionais 40.793 40.974 crimes violentos não letais contra a pessoa 58.418 61.232 delitos envolvendo drogas 82.288 87.170 homicídios dolosos 38.115 38.180 tentativas de homicídio 34.598 36.080 lesões corporais 658.485 696.774 estupros 14.153 14.557 Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática5 BANCODEDADOSESPACIAIS Segurança Pública • PROBLEMAS Tabela 2. Ocorrências registradas nas Polícias Civis (2004/2005). FONTE: SENASP- MJ
  6. 6. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática6 BANCODEDADOSESPACIAIS Segurança Pública • PROBLEMAS Tabela 3. Ocorrências registradas nas Polícias Civis (2004/2005). FONTE: SENASP- MJ Ocorrência/Ano 2004 2005 atentados violentos ao pudor 9.443 10.355 extorsões mediante sequestro 346 475 roubos 873.700 903.298 • Não foi verificado mudanças significativas em relação aos anos anteriores • Os dados coletados trazem informações importantes para melhoria na política nacional de segurança pública
  7. 7. • Das 27 instituições de Corpos de Bombeiros - Apenas 13 possuem seus sistemas de registro de ocorrências compartilhados outros órgãos - Apenas 13 instituições de Corpos de Bombeiros existem programas de aperfeiçoamento dos processos de coleta de informações - O uso do geoprocessamento ocorre apenas em 10 das 27 instituições de Corpos de Bombeiros Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática7 BANCODEDADOSESPACIAIS Segurança Pública Tratamento da Informação pelo Corpo de Bombeiros (SENASP – MJ)
  8. 8. • Foram avaliadas 21 instituições de Polícias Civis – Apenas 7 não têm central de despacho e registro de atendimentos – Apenas 5 possuem seus sistemas de registro de ocorrências compartilhados com os sistemas da Polícia Militar – O uso do Georeferenciamento na análise de dados ocorre apenas em 11 das 21 instituições de Polícia Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática8 BANCODEDADOSESPACIAIS Segurança Pública Tratamento da Informação das Polícias Civis (SENASP – MJ)
  9. 9. • Foram avaliadas 20 Instituições de Polícias Militares – Apenas 6 possuem suas Centrais de Despacho e Registro de Atendimentos interligadas as das Polícias Civis – Apenas 4 possuem seus sistemas de registro de ocorrências compartilhados com os sistemas da Polícia Civil – O uso do geoprocessamento ocorre apenas em 9 das 20 instituições de Polícia Militar avaliadas. Apenas o Rio de Janeiro faz uso do geoprocessamento de forma ampla. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática9 BANCODEDADOSESPACIAIS Segurança Pública Tratamento da Informação das Polícias Militares (SENASP – MJ)
  10. 10. • A maior parte das centrais nas regiões Norte e Sudeste é integrada às polícias estaduais. Nas outras regiões, metade das centrais é própria e a outra metade é integrada às polícias estaduais • O uso de geoprocessamento para a análise de informações é realizado por apenas 16% das Guardas, que se encontram em sua grande maioria na Região Sudeste. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática10 BANCODEDADOSESPACIAIS Segurança Pública Tratamento da Informação das Guardas Municipais (SENASP – MJ)
  11. 11. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática11 BANCODEDADOSESPACIAIS
  12. 12. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática12 BANCODEDADOSESPACIAIS Utilizando Infraestruturas de de Dados Espaciais Utilizando Geotecnologias Utilizando Informação Geográfica Voluntária E outros recursos Tornando uma Sociedade Habilitada Espacialmente
  13. 13. Sociedade Habilitada Espacialmente Na sociedade habilitada espacialmente a informação espacial é considerada como bens comuns disponibilizados aos cidadãos e empresas e governo (RAJABIFARD, 2008). Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática13 BANCODEDADOSESPACIAIS
  14. 14. Sociedade Habilitada Espacialmente • O termo “Habilitada Espacialmente” possui semelhança com o conceito de Computação Ubíqua • Computação Ubíqua descreve a onipresença da computação no cotidiano das pessoas • O cidadão age como um “sensor voluntário” fornecendo informações • Independente de plataforma computacional • Serviços e dados estão sempre disponíveis Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática14 BANCODEDADOSESPACIAIS
  15. 15. “Sociedade Habilitado Espacialmente” é um conceito que está em evolução nos últimos anos (WILLIAMSON et. al. 2010): ONDE a localização e; informações espaciais estão disponíveis e acessíveis para os cidadãos, empresas privadas e governos; como meio de organizar as informações e suas atividades no processo de tomada de decisões. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática15 BANCODEDADOSESPACIAIS Sociedade Habilitada Espacialmente
  16. 16. Sociedade Habilitada Espacialmente • Administração de terra  registro de terra (facilitando compra, venda, arredamento);  gerenciamento da terra (uso e posse);  gestão de solos; • Gestão de desastres  Vulcões;  Terremotos; • Segurança Pública  combinar dados do conteúdo gerado pelo usuário com informações especializadas; Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática16 BANCODEDADOSESPACIAIS
  17. 17. Infraestruturas de Dados Espaciais (IDE) IDE permite aos usuários economizar recursos, tempo e esforço ao tentar adquirir novos conjuntos de dados, evitando a duplicação e as despesas associadas com a geração e manutenção de dados e sua integração com outros conjuntos de dados (RAJABIFARD, 2008). Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática17 BANCODEDADOSESPACIAIS
  18. 18. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática18 BANCODEDADOSESPACIAIS Infraestruturas de Dados Espaciais (IDE) DADOS PLATAFORMA PESSOAS Figura 1. IDE conectando Dados e Pessoas  Aumentando a capacidade do governo, setor privado e da comunidade em geral a envolver-se em sistemas de decisão
  19. 19. Exemplos Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática19 BANCODEDADOSESPACIAIS Figura 2. Projeto iLand. (Williamson e Wallace 2010) • Governo Habilitado Espacialmente • Gerenciamento da Terra
  20. 20. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática20 BANCODEDADOSESPACIAIS Exemplos Figura 3. SG-SPACE. Fonte: Loh Sook Yee e Victor Khoo (2010) • Nação Habilitado Espacialmente • Esforço a nível nacional para melhorar o uso de informações geoespaciais
  21. 21. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática21 BANCODEDADOSESPACIAIS Figura 4. Interface do Portal para IDE Local. Fonte: Putra et. al. 2010 Exemplos • Vulcão Merapi, na Indonésia • Entrou em erupção mais de 80 vezes e matou milhões de pessoas
  22. 22. E uma Sociedade Habilitada Espacialmente na área de Segurança Pública? Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática22 BANCODEDADOSESPACIAIS Sociedade Habilitada Espacialmente
  23. 23. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática23 BANCODEDADOSESPACIAIS Sociedade Habilitada Espacialmente  Serviço de geolocalização de ocorrências;  Serviço de Visualização de dados (WMS); Serviço para análise de dados (WPS); Dados especializados; Dados de VGI; Serviço de revisão de VGI;  E outros.
  24. 24. Informação Geográfica Voluntária, do inglês Volunteered Geographic Information (VGI), foi identificado por GOODCHILD (2007) como um novo fenômeno para descrever informação gerada pelo usuário, combinando elementos da Neogeografia, Inteligência Coletiva e a Web 2.0 Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática24 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI)
  25. 25. Informação Geográfica Voluntária (VGI) • Com os avanços da Web, os usuários começaram a indexar conteúdo com base em suas coordenadas geográficas • Dados são produzidos por cidadãos sem nenhum especialização • Exemplo: Usuários utilizam as redes sociais para indexar fotos, comentários sobre um determinado lugar • API do Google Maps impulsionou projetos com VGI • Surge um novo paradigma de produção de dados geográficos Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática25 BANCODEDADOSESPACIAIS
  26. 26. Informação Geográfica Voluntária (VGI) Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática26 BANCODEDADOSESPACIAIS Tabela 4. Diferença entre Web 1.0 e Web 2.0 Web 1.0 Web 2.0 O que mudou Britannica Online Wikipedia O conteúdo estático produzido pelos especialistas da Britannica Online deu lugar ao conteúdo dinâmico e livre da wikipedia Sites pessoais Blogs A complexidade de publicação de sites pessoais deu lugar à simplicidade dos blogs Publicação Participação A publicação, carro-chefe da Web 1.0 , cede a passagem à participação, um dos principais pilares da Web 2.0 Sistemas de gerenciamentos de conteúdo Wikis Sistemas Complexos de gerenciamento de conteúdo dão lugar aos wikis, onde todo conteúdo pode ser editado
  27. 27. • Problemas da VGI: – Dados de VGI não podem ser questionados; – Não existem Serviços que venha a apoiar a revisão dos dados, tornando a qualidade mais aceitável (GOODCHILD 2007); – Dados são produzidos por pessoas sem nenhuma especialização; – Entre outros. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática27 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI)
  28. 28. • Sites como Flickr e Twitter são exemplos de conteúdos gerados pelo usuário – os usuários normalmente indexam um conteúdo, seja foto ou conteúdo texto para descrever seu bairro ou sua cidade. • O site Wikipédia é um exemplo de conteúdo gerado pelo usuário e não é possível afirmar sobre a precisão da qualidade dos dados Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática28 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI)
  29. 29. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática29 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI) Figura 5. Interface do OpenStreetMap
  30. 30. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática30 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI) Figura 6. Interface do Wikimapia
  31. 31. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática31 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI) Figura 7. Interface do PortoAlegre.CC (UNISINOS)
  32. 32. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática32 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI) Figura 8. Interface do WikiCrimes
  33. 33. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática33 BANCODEDADOSESPACIAIS Informação Geográfica Voluntária (VGI) Figura 9. Interface do Human Sensor Web
  34. 34. Conclusões • Dados de VGI combinados com dados especializados podem melhorar as atividades dos departamentos de polícia • A polícia poderá ter a necessidade de dados gerado pelo usuário • Dados de VGI poderá funcionar como uma espécie de denúncia anônima • Cidadão será um sensor no combate à violência Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática34 BANCODEDADOSESPACIAIS
  35. 35. Referências Bibliográficas • SENASP – Secretária Nacional de Segurança Pública - Ministério da Justiça. http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJ1C5BF609PTBRNN.htm • Perfil das Organizações Estaduais e Municipais de Segurança Pública (2006). http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJCF2BAE97ITEMIDDBAD 310EDF8442E2A21D7EF680172592PTBRNN.htm • WILLIAMSON, I., RAJABIFARD, A., HOLLAND, P. (2010). “Spatially Enabled Society”. GSDI e Capítulos de livros • RAJABIFARD, A. (2008). “A Spatial Data Infrastructure for a Spatially Enabled Government and Society”. A multi-View Framework to Assess Spatial Data Infrastructures. Capítulo do Livro A Multi-View Framework to Assess Spatial Data Infrastructures. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática35 BANCODEDADOSESPACIAIS
  36. 36. • WILLIAMSON I., WALLACE J. (2006). “ SPATIALLY ENABLING GOVERNMENTS: A NEW DIRECTION FOR LAND ADMINISTRATION SYSTEMS” XXIII FIG Congress, Munich, Germany, outubro 8-13, 2006. • YEE, L. S., KHOO, V. (2010). “Spatially Enabled Singapore through Singapore Geospatial Collaborative Environment (SG-SPACE)”. Global Spatial Data Infrastructure Association 12. Singapura, 19-22 outubro. • PUTRA, T. Y. D., ADITYA, T., DE VRIES, W. (20010). “Making Sense of Local Spatial Data Infrastructure in Volcanic Disaster Risk Management; A Case Study at Sleman Regency, Indonesia”. Global Spatial Data Infrastructure Association 12. Singapura, 19-22 outubro Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática36 BANCODEDADOSESPACIAIS Referências Bibliográficas
  37. 37. • GOODCHILD (2007). “Citizens as Voluntary Sensors: Spatial Data Infrastructure in the World of Web 2.0”. International Journal of Spatial Data Infrastructures Research, v. 2, p. 24-32. • COOPER, A. K., PETR, R., HJELMAGER, J., LAURENT, D., IWANIAK, A., COETZEE, S., MOELLRING, H., DUREN, U. (2010). Extending the formal model of a spatial data infrastructure to include volunteered geographical information. • MIRANDA, T. S., LISBOA FILHO, J. (2010). “UMA ARQUITETURA PARA CONTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA VOLUNTÁRIA EM INFRAESTRUTURAS DE DADOS ESPACIAIS: UM ESTUDO DE CASO DO MUNICÍPIO DE VIÇOSA” Dissertação de mestrado. Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Viçosa. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática37 BANCODEDADOSESPACIAIS Referências Bibliográficas

×