Documento

36 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
36
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Documento

  1. 1. <HTML><META HTTP-EQUIV="content-type" CONTENT="text/html;charset=utf-8"><P class=itemIntroText><P style="TEXT-ALIGN: justify"><STRONG>LIÇÃO 9 – APRENDA APERDOAR</STRONG><BR>Objetivo<BR>Professor (a) ministre sua aula de forma quepossa conduzir o aluno a:<BR>Conscientizar-se da importância do perdão nacaminhada cristã, e aplicá-lo em seu cotidiano.</P></DIV><P class=itemFullText><P style="TEXT-ALIGN: justify">Para refletir<BR>“Quem perdoa uma ofensa mostraque tem amor, mas quem fica lembrando o assunto estraga a amizade.â€ (Pv. 17:9 –NTHL)<BR>Perdoar o irmão significa se reconciliar comigo mesmo. Perdoar não éesquecer, pois isso não seria humano. Quando somos feridos, lembramo-nos doocorrido, e o perdão só acontece quando me reconcilio com a situação vivida,compreendendo quem me magoou, amando-o (a). Perdoamos através do amor de Deusderramado em nosso ser pelo EspÃrito Santo.<BR>Texto BÃblico em estudo: Pv.18:19; 19:11.<BR>Introdução<BR>Por que devo perdoar?<BR>• Tenho de perdoar,porque, antes de tudo, o perdão é um ato de justiça a Deus.<BR>• Tenho deperdoar, porque sou e me sinto amado por Deus. E isso exige que eu morra paraminhas vontades, para nascer para Cristo.<BR>É preciso fundamentar minha decisãode perdoar, caso contrário, não conseguirei conceder o perdão. O que alimentaminha caminhada é essa decisão sincera.<BR>• Tenho de perdoar, porque nãoquero morrer nem me afastar da graça do Senhor.<BR>Só conseguimos perdoar quandounimos nosso coração ao do Senhor. É preciso superar nossas fraquezas e viver ahumildade e os princÃpios do Evangelho<BR>O que é o Perdão?<BR>A palavra gregatraduzida como "perdoar" significa literalmente cancelar ou remir. Significa a
  2. 2. liberação ou cancelamento de uma obrigação e foi algumas vezes usada no sentidode perdoar um débito financeiro. Para entendermos o significado desta palavradentro do conceito bÃblico de perdão, precisamos entender que o pecador é umdevedor espiritual.<BR>O Senhor Jesus usou esta linguagem figurativa quandoensinou aos discÃpulos como orar:<BR>"e perdoa-nos as nossas dÃvidas, assim comonós temos perdoado aos nossos devedores" (Mt 6:12).<BR>Uma pessoa se tornadevedora quando transgride a lei de Deus (1 Jo 3:4). Cada pessoa que pecaprecisa suportar a culpa de sua própria transgressão (Ez 18:4,20) e o justocastigo do pecado resultante (Rm 6:23). Ele ocupa a posição de pecador aos olhosde Deus e perde sua comunhão com Deus (Is 59:1-2; 1 Jo 1:5-7).<BR>A boa nova doEvangelho é que Jesus pagou o preço por nossos pecados com sua morte na cruz.Quando aceitamos o convite para a salvação através de nossa obediência aosmandamentos de Deus, Ele aceita a morte de Jesus como o pagamento de nossospecados e nos livra da culpa por nossas transgressões. Não ficamos mais naposição de infratores da lei ou devedores diante de Deus. Somosperdoados!<BR>Devemos perdoar, como Deus nos perdoou<BR>"Acautelai-vos. Se teuirmão pecar contra ti, repreende-o; se ele se arrepender, perdoa-lhe. Se, porsete vezes no dia, pecar contra ti e, sete vezes, vier ter contigo, dizendo:Estou arrependido, perdoa-lhe" (Lc 17:3-4).<BR>O pecado danifica as relaçõesentre as pessoas como prejudica nossa relação com nosso Criador. A pessoa contraquem se pecou frequentemente se sente ferida, talvez irada pela injustiça dopecado cometido. O perdão é necessário para a cura espiritual da relação, masprecisamos preparar nossos corações para perdoar.<BR>Precisamos aceitar ainjustiça do ferimento, a deslealdade do pecado, e ficarmos prontos para perdoar(observe os exemplos de Jesus e Estevão; Lc 23:34; At 7:60). Mesmo se o pecador
  3. 3. se recusar a se arrepender, não podemos continuar a nutrir a raiva, ou ela setornará em ódio e amargura (veja Ef 4:26-27,31-32).<BR>Como posso aprender aperdoar?<BR>Jesus contou uma parábola sobre um servo que devia uma quantiaenorme (10.000 talentos) ao seu rei (Mt 18:23-35). Ele era incapaz de pagar adÃvida e implorou ao rei por compaixão. O rei perdoou-o por sua enorme dÃvida,mas este servo prontamente saiu e encontrou um dos seus companheiros servos quedevia a ele uma quantia relativamente pequena e exigiu pagamento, agarrando-opelo pescoço.<BR>Ainda que o companheiro implorasse por compaixão, o credorentregou-o à prisão. Quando o rei foi informado dos atos de seu servoincompassivo, irou-se e reprovou este servo, entregando-o aos torturadores atéque ele pagasse totalmente sua dÃvida.<BR>É claro que estamos representados naparábola pelo servo que tinha uma dÃvida enorme. Não há comparação entre asofensas que temos cometido contra Deus e aquelas que têm sido cometidas contranós. Jesus observou que, justo como no caso do servo não misericordioso, o Painão nos perdoará por nossas infrações se não perdoarmos nossos companheiros(18:35; veja também Mt 5:7).<BR>Para nos prepararmos para perdoar, precisamoslembrar que nós mesmos somos pecadores e necessitados do perdão divino (Rm3:23). No caso do cristão, Deus já lhe perdoou uma imensa dÃvida. Quando noslembramos da grandeza da dÃvida que Deus quer nos perdoar, certamente podemosperdoar aqueles que nos devem muito menos em comparação à nossa. (Ef 4:32; Cl3:13).<BR>Você me perdoa? <BR>Como você responderia se ouvisse a frase dotÃtulo? Você perdoaria? Não falo aqui daquele pedido de perdão apenasverbalizado por palavras sem sentimentos, me refiro ao verdadeiro perdão, aqueleem que a pessoa refletiu, analisou e teve a humildade para reconhecer queerrou.<BR>Humildade! Um jeito de ser que faz toda a diferença. Faz com que cada
  4. 4. pessoa se torne especial, importante, mas que muitos esquecem de seu realvalor.<BR>Quando somos machucados em nosso Ãntimo, em nossa alma, em nossossentimentos, tendemos a manter a raiva dentro de nós e isso só faz crescer amágoa e afastar as pessoas. Podemos e devemos entender que pode parar de doer seformos capazes de perdoar. É difÃcil para você perdoar? Quem se sente incapaz deperdoar acaba focando sua atenção em quem ou no que o feriu e isso faz muitomal.<BR>É como se a raiva sentida permanecesse presente. Não perdoar é manter opapel de vÃtima, que não permite crescimento. É manter a raiva, mágoa, o rancor,pois mantém uma situação do passado, que influencia o presente e compromete nãosó o futuro, mas as relações de maneira geral, fazendo com que se rompam.Geralmente as pessoas com dificuldade em pedir perdão ou perdoar, tendem a serrÃgidas, inflexÃveis, crÃticas com o outro e principalmente, consigomesmas.<BR>São ainda pessoas com muita dificuldade em se perdoar. Quantas vezesvocê se machucou com suas próprias atitudes? Você se perdoou? Ou se culpa atéhoje do que fez e do que não fez? Perdoar, ou seja, aceitar o perdão, estádiretamente ligado com a capacidade que cada um tem de perdoar a si mesmo, poisrequer enfrentar os próprios medos, julgamentos, injustiças, limitações, olharpara a própria vida e lembrar de quantas vezes já errou e desejou ser perdoado.Somos seres humanos, estamos em constante processo de aprendizagem e evolução. Enesse caminho muitos erros acontecem, e também acertos.<BR>Mas o que é o Perdão?– significa necessariamente esquecer a mágoa e aceitar o que foi feito, mas simsuperar, elevar, ver por outro ponto de vista e valores e praticar a empatia, ouseja, a capacidade de se colocar no lugar do outro.<BR>A opção é sua, maslembre-se que toda situação mal resolvida gera sentimentos negativos e podem setornar seu inferno particular. É o perdão que permite que um casamento não
  5. 5. acabe, que uma amizade tenha continuidade depois de um conflito, ou que asrelações de trabalho sobrevivam em meio aos desentendimentos que costumamocorrer em ambiente profissional. Já está mais do que comprovado que acumularsentimentos negativos compromete a saúde fÃsica e mental, desencadeando não sóconflitos psicológicos, mas também muitas doenças.<BR>O perdão nos livra demágoas e ressentimentos acumulados de raiva, ira. Mas, se para tanto tiver depassar por cima de princÃpios básicos, questionar sua própria identidade, é maisindicado deixar um pouco o assunto de lado e repensar em outro momento. Paraperdoar é preciso antes fazer uma análise do acontecimento, uma revisão dosvalores e da relação dos envolvidos. É importante esclarecer o assunto emquestão, ouvindo o que o outro tem a falar e expondo o que sente. Se sentirsinceridade, por que não relevar e perdoar?<BR>Conclusão<BR>Quando nãoperdoamos, estamos fazendo um julgamento e eu pergunto: quem somos nós parajulgarmos a atitude de alguém? Por mais prejuÃzos que se possa ter, o maiorprejuÃzo é viver mal consigo mesmo e com seus sentimentos. Pior ainda é alguémte pedir perdão e por orgulho ou superioridade, esse perdão ser negado por você.Seja humilde, releve. Mas depois que perdoou, olhe para frente sem ficarremoendo o que já aconteceu ou voltando ao assunto na primeira discussão.<BR>Operdão requer auto-conhecimento, inteligência emocional, responsabilidade,humildade e deve ser praticado entre aqueles que se amam. Se for o seu caso, porque não perdoar?<BR><BR>O perdão é muito importante porque ele demonstra umprincÃpio espiritual muito sério: Deus trata você de acordo com a maneira comovocê trata o seu irmão.<BR>Jesus disse: “Porque, se perdoardes aos homens assuas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardesaos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensasâ€
  6. 6. (Mt 6.14-15).<BR>Assim, Deus só nos perdoa se perdoarmos a quem nosofende.<BR>Além disso Ele deseja que tratemos uns aos outros da forma como Elenos tratou, como diz Efésios 4.32: “Sede uns para com os outros benignos,compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vosperdoouâ€.<BR>A única barreira que o Senhor colocou para as suas orações éguardar rancor e ressentimento.<BR>Se você não perdoa aos outros também não éperdoado. Porque acontece isso? Não é o perdão de Deus pela graça? O problema éque quando você reluta em perdoar você está dizendo que é perfeito e pode cobrarperfeição dos outros. A conseqüência é que quando se declara perfeito você saida posição de pecador e já não necessita da graça de Deus. Já pensounisso?<BR>Ore ao Senhor e peça-lhe que te auxilie. Perdoe os que lheofenderam..<BR></P></DIV>

×