Efeitos biológicos das radiações

7.084 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.084
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
232
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Efeitos biológicos das radiações

  1. 1. Universidade Estadual de Alagoas Fisiologia Humana e Biofísica Edenilda Ferreira da Silva Nº 09 James Cleudson Barbosa Farias Nº 16 Sandreane Azevedo Tenório Nº 31
  2. 2. Efeitos Biológicos das Radiações Universidade Estadual de Alagoas
  3. 3. Efeitos Biológicos das radiações A ESTRUTURA DA MATÉRIA E O ÁTOMO Estrutura aproximada de um átomo. Universidade Estadual de Alagoas Estrutura do Sistema Solar.
  4. 4. Efeitos Biológicos das radiações A ESTRUTURA DO NÚCLEO Elementos químicos naturais Universidade Estadual de Alagoas
  5. 5. Efeitos Biológicos das radiações ISÓTOPOS O urânio, que possui 92 prótons no núcleo, existe na natureza na forma de 3 isótopos. • • • U-234, com 142 nêutrons (em quantidade desprezível); U-235, com 143 nêutrons, usado em reatores PWR, após enriquecido (0,7%) U-238, com 146 nêutrons no núcleo (99,3%) Universidade Estadual de Alagoas
  6. 6. Efeitos Biológicos das radiações RADIOATIVIDADE Universidade Estadual de Alagoas
  7. 7. Efeitos Biológicos das radiações RADIAÇÃO ALFA OU PARTÍCULA ALFA Um dos processos de estabilização de um núcleo com excesso de energia é o da emissão de um grupo de partículas positivas, constituídas por dois prótons e dois nêutrons, e da energia a elas associadas. São as radiações α ou partículas α, núcleos de hélio (He), um gás chamado “nobre” por não reagir quimicamente com os demais elementos. Universidade Estadual de Alagoas
  8. 8. Efeitos Biológicos das radiações RADIAÇÃO BETA OU PARTÍCULA BETA Outra forma de estabilização, quando existe no núcleo um excesso de nêutrons em relação a prótons, é através da emissão de uma partícula negativa, um elétron, resultante da conversão de um nêutron em um próton. É a partícula β − ou, simplesmente, partícula β. No caso de existir excesso de cargas positivas (prótons), é emitida uma partícula β +, chamada pósitron, resultante da conversão de um próton em um nêutron. Portanto, a radiação β é constituída de partículas emitidas por núcleo, quando da transformação de nêutrons em prótons (partículas β) ou de prótons em nêutrons pósitrons. Universidade Estadual de Alagoas
  9. 9. Efeitos Biológicos das radiações RADIAÇÃO GAMA Geralmente, após a emissão de uma partícula alfa (α) ou beta (β), o núcleo resultante desse processo, ainda com excesso de energia, procura estabilizar-se, emitindo esse excesso em forma de onda eletromagnética, da mesma natureza da luz, denominada radiação gama (γ). Universidade Estadual de Alagoas
  10. 10. Efeitos Biológicos das radiações PARTÍCULAS E ONDAS • Partículas: Possui massa, carga elétrica e velocidade, esta depende do valor de sua energia. • Ondas eletromagnéticas: Não possuem massa e se propagam com a velocidade de 300.000 km/s, para qualquer valor de sua energia. São da mesma natureza da luz e das ondas de transmissão de rádio e TV. Universidade Estadual de Alagoas
  11. 11. Efeitos Biológicos das radiações RADIAÇÕES Os efeitos das radiações sobre os seres vivos são muitos e complexos, os quais visam correlacionar fatores como: • Dose recebida; • Energia; • Tipos de radiação; • Tipo de tecido; • Órgãos atingidos, dentre outros... Universidade Estadual de Alagoas
  12. 12. Efeitos Biológicos das radiações CLASSIFICAÇÃO DAS RADIAÇÕES • Radiações ionizantes. • Radiações não ionizantes. Universidade Estadual de Alagoas
  13. 13. Efeitos Biológicos das radiações ESTÁGIOS FÍSICOS, QUÍMICOS E BIOLÓGICOS DA INTERAÇÃO E RADIAÇÃO COM OS SERES VIVOS 1. Estágio Físico inicial. 2. Estágio Físico-químico. 3. Estágio Químico. 4. Estágio Biológico. Universidade Estadual de Alagoas
  14. 14. Efeitos Biológicos das radiações NÍVEIS DE EXPOSIÇÃO 1. Consiste de exposição à altas doses de radiação em breves intervalos de tempo. 2. Consiste na exposição a baixas doses num intervalo de tempo mais extenso. Universidade Estadual de Alagoas
  15. 15. Efeitos Biológicos das radiações EFEITOS DAS ALTAS DOSES • Perda de cabelo; • Esterilidade; • Cataratas; • Síndrome aguda de radiação EFEITOS DAS BAIXAS DOSES • Efeitos genéticos; • Efeitos somáticos; • Efeitos in-útero; Universidade Estadual de Alagoas
  16. 16. Efeitos Biológicos das radiações BENEFÍCIOS DAS RADIAÇÕES TIPO DE RADIAÇÃO APLICAÇÕES GERAIS EFEITO BILÓGICO Ultravioleta Lâmpadas UV usadas como germicidas e na cosmética. Térmico–foto-químico. Luz visível Iluminação e no trabalho agrícola. Térmico–foto-químico. Infravermelho Fonte de calor (usada em fornos e fundições). Térmico. Micro-ondas/ Radiografia Fontes de calor (secadores e Térmico. fornos), comunicações e aparelhos de fisioterapia. Laser Defesa, medicina, espetáculos... Universidade Estadual de Alagoas Térmico.
  17. 17. Efeitos Biológicos das radiações APLICAÇÕES NA MEDICINA Cobalto 60 Universidade Estadual de Alagoas Césio 137
  18. 18. Efeitos Biológicos das radiações RESPOSTAS DO DNA ÀS RADIAÇÕES Os efeitos das radiações ionizantes no DNA dependem de fatores tais como: • Tipo de radiação; • PH do meio; • Temperatura; • Teor de oxigênio; • Presença de aceptores de radicais livres. Universidade Estadual de Alagoas
  19. 19. Efeitos Biológicos das radiações EFEITOS: 1. Efeitos somáticos: Surgem de danos nas células do corpo, e apresentam-se apenas em pessoas que sofreram a irradiação, não interferindo nas gerações posteriores. 2. Efeitos Hereditários: Surgem somente nos descendentes da pessoa irradiada, como resultado de danos por radiações em células dos órgãos reprodutores, as gônadas. Universidade Estadual de Alagoas
  20. 20. Efeitos Biológicos das radiações RESPOSTAS ÀS RADIAÇÕES EM DIFERENTES SISTEMAS DO CORPO HUMANO • • • • • • • • Sangue; Sistema linfático; Canal alimentar; Glândula tireóidea; Sistema urinário; Ossos; Olhos; Órgãos reprodutores. Universidade Estadual de Alagoas
  21. 21. Efeitos Biológicos das radiações GRANDES DESASTRES • Bombardeamento de Hiroshima e Nagasaki Universidade Estadual de Alagoas
  22. 22. Efeitos Biológicos das radiações GRANDES DESASTRES • Chernobyl Universidade Estadual de Alagoas
  23. 23. Efeitos Biológicos das radiações GRANDES DESASTRES • Acidente de Goiânia Universidade Estadual de Alagoas
  24. 24. Efeitos Biológicos das radiações GRANDES DESASTRES • Fukushima Universidade Estadual de Alagoas
  25. 25. Efeitos Biológicos das radiações CONSIDERAÇÕES FINAIS As radiações e seus efeitos biológicos são vistos pelos leigos, apenas como matéria prima de bombas atômicas, ou causa de acidentes catastróficos, porém, se bem manuseados e armazenados podem fornecer benefícios significativos à humanidade. Universidade Estadual de Alagoas
  26. 26. Efeitos Biológicos das radiações OBRIGADO! Universidade Estadual de Alagoas
  27. 27. Efeitos Biológicos das radiações Referências http://www.fisica.net/denis/rad1.html http://www.fsc.ufsc.br/~canzian/intrort/efeitos.html http://radio_teleterapia.vilabol.uol.com.br/radioatividade.htm http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/ondaseletromagneticas/ondas-eletromagneticas.php http://www.cnen.gov.br/ Universidade Estadual de Alagoas

×