Os estudos preliminares que efectuámos indicam que será necessário dragar cerca de quatro milhões de metros cúbicos de are...
Areia limpa e sedimentos poluidos observados durante inspecção do local
Extensão calculada de sedimentos contaminados
Desenvolvimento proposto
Em termos gerais, o projecto abrange duas tarefas fundamentais: A primeira tarefa consiste em proceder à dragagem e limpez...
A solução que propomos para este desafio consiste na utilização dos resíduos de areias para alargar a Avenida Marginal ent...
Esta opção irá, não só diminuir a saturação de tráfego que os utentes suportam actualmente, mas também oferecer uma oportu...
O que nos traz à segunda tarefa proposta, que consiste em dotar a Avenida Marginal de novas infra-estruturas e serviços e ...
O mandato que nos foi conferido estabelece que cabe à entidade promotora a responsabilidade de garantir a viabilidade fina...
Propomos criar na Baía, através da recuperação das areias de dragagem, duas pequenas ilhas, que ficarão disponíveis para u...
. . . que ocuparão apenas quarenta e sete hectares de um total de mil e novecentos hectares que constituem a Baía – ou sej...
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projectos Para A Baia De Luanda

4.106 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.106
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • No seguimento de uma proposta preliminar apresentada ao Governo, recebemos um mandato de Sua Excelência, o Ministro das Obras Públicas, para prosseguir e desenvolver aprofundadamente os conceitos do nosso projecto, realizando os necessários estudos de viabilidade técnicos e económicos. Foi o que fizemos, consultando as autoridades competentes e delas recebendo valiosos contributos. Hoje, submetemos à vossa apreciação a versão final do Projecto Baía de Luanda por nós proposto.
  • Projectos Para A Baia De Luanda

    1. 2. Os estudos preliminares que efectuámos indicam que será necessário dragar cerca de quatro milhões de metros cúbicos de areia, o que constitui um desafio técnico e económico no que respeita à eliminação ou à potencial reutilização dos materiais dragados.
    2. 3. Areia limpa e sedimentos poluidos observados durante inspecção do local
    3. 4. Extensão calculada de sedimentos contaminados
    4. 5. Desenvolvimento proposto
    5. 6. Em termos gerais, o projecto abrange duas tarefas fundamentais: A primeira tarefa consiste em proceder à dragagem e limpeza da Baía de Luanda. Esta obra fora já anteriormente identificada e classificada de urgente em termos ambientais, dado o assoreamento a que a Baía está sujeita e a inevitável deterioração do estado das suas águas.
    6. 7. A solução que propomos para este desafio consiste na utilização dos resíduos de areias para alargar a Avenida Marginal entre 40 e 80 metros, criando um espaço para novas faixas de rodagem e para estacionamento, bem como sistemas de gestão do trânsito.
    7. 8. Esta opção irá, não só diminuir a saturação de tráfego que os utentes suportam actualmente, mas também oferecer uma oportunidade para recriar e revitalizar a zona marginal.
    8. 9. O que nos traz à segunda tarefa proposta, que consiste em dotar a Avenida Marginal de novas infra-estruturas e serviços e em restaurar e preservar as fachadas dos edifícios existentes, transformando a zona ribeirinha num local atraente e festivo para os habitantes e visitantes da cidade.
    9. 10. O mandato que nos foi conferido estabelece que cabe à entidade promotora a responsabilidade de garantir a viabilidade financeira do projecto, propondo as formas de compensação necessárias. Adoptámos, por isso, uma concepção inovadora e moderna de financiamento, que não só proporcionará à entidade promotora os meios para garantir a exequibilidade do projecto na íntegra e realizar as obras públicas de grande envergadura, mas também assegurará à cidade importantes mais-valias:
    10. 11. Propomos criar na Baía, através da recuperação das areias de dragagem, duas pequenas ilhas, que ficarão disponíveis para urbanização. Projectamos a construção, sujeita a restrições de densidade e altura, de edifícios de escritórios de grande qualidade, um hotel, apartamentos e moradias nessas novas ilhas . . .
    11. 12. . . . que ocuparão apenas quarenta e sete hectares de um total de mil e novecentos hectares que constituem a Baía – ou seja, menos de tr ês por cento da área total da Baía, num local em que a água, na maré baixa, não passa do joelho.

    ×