SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
REVOLUÇÕES SOCIALISTAS: CHINA E CUBA
Instituição: Colégio Estadual de Ensino Médio Professor
Ulisses Cabral
Professor (a): Sônia Maria Defaveri Ciotta
Professor (a) estagiário (a): Jackson Frigotto
Disciplina: História
Turma: 91
CIVILIZAÇÃO CHINESA
 A civilização chinesa acumula pouco mais de ou quase 4 mil anos de história;
 Foi formada pela influência de vários povos que habitaram primeiramente o território e
estabeleceram-se nas proximidades do rio Amarelo;
 Possui uma rica e variada cultura, sendo famosos por sua escrita, filosofia e invenções
importantes até hoje;
 Os chineses desenvolveram ou inventaram o jogo de xadrez, os papagaios ou pipas de
empinar, a bússola, a porcelana, a pólvora, seda, os fogos de artifício, o guarda-chuva, o
papel, a imprensa, produtos e técnicas medicinais como a acupuntura;
 A cultura chinesa pode ser considerada a matriz cultural de do Extremo oriente.
Representação do
imperador Qin Shi
Huang, primeiro
governante da China
unificada (260 a.C –
210 a.C)
À esquerda, homem
montando um dragão,
século VI a.C.,
Dinastia Zhou
À direita, Lin Tinggui:
Luohan lavando roupa,
1178. Dinastia Song do
Sul
Paisagem - Dinastia
Tang
À esquerda, retrato do imperador
Shunzhi, Dinastia Ming
À direita, Chou Fang:
Damas jogando, século
VIII. Dinastia Tang
Complexo de palácios da Cidade Proibida em Pequim
Á esquerda, pintura
equestre do
Imperador Qianlong
(reinou de 1735 a
1796), pintada por
Giuseppe Castiglione
À direita, pintura do
Imperador Kangxi,
que reinou de (1662
- 1722).
DOMINAÇÃO E RESISTÊNCIA
 No século XIX, a China foi obrigada pela Inglaterra a abrir 5 de seus
portos aos mercadores ingleses;
 2 anos depois, EUA, França e Japão também conseguiram
comercializar com os chineses;
 No início do século XX a China, já enfraquecida e submissa às potên-
cias ocidentais, foi dividida em zonas de influência para servir ao
interesses econômicos de países como Inglaterra, França, Alemanha,
Japão e Estados Unidos;
Representação de uma
batalha na Primeira
Guerra do Ópio 1839 –
1842), primeira grande
intervenção imperialista
na China
DOMINAÇÃO E RESISTÊNCIA
 No fim do século XIX, a maior parte da população chinesa era formada por
camponeses que pagavam altos imposto e viviam na miséria;
 Os pobres acabavam por sustentar um governo (corte do imperador) corrupto, além de
enriquecer aos estrangeiros sem nenhum ou pouco retorno para a população em geral;
 O estrangeiros também tentaram impor as religiões europeias, contrariando as
tradições do povo chinês;
 Surgiu assim a Revolta dos Boxers em 1898, liderada por chineses nativos,
pregavam a expulsão dos estrangeiros da China e a retomada do controle do país;
 A revolta marchou até a capital, Pequim, mas foi derrotada quando os países
imperialistas se reuniram para derrotar os revoltosos;
 Acreditasse que a rebelião terminou com mais de 100 mil mortos;
O FIM DO IMPÉRIO E A PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
 Em 1900, para combater a dominação estrangeira e a corrupção no Império Chinês,
um grupo de nacionalistas e republicanos fundaram o Partido Nacional do Povo;
O Fundador do partido chamava-se Sun Yat-Sen (Kuomintang);
Publicavam textos na imprensa para criticar o império, praticavam atos de rebeldia
(usavam roupas ocidentais e cortavam a trança de seus cabelos em sinal de
irreverência ao imperador da China);
Em 1911 o Partido Nacional do Povo derrubou o Império Chinês e proclamou a
República;
Sun Yat-Sen defendia que a China se transformasse em um estado moderno e
republicano;
Porém a república não se estabeleceu em todo o país, com os “senhores da guerra”
controlando vários territórios com seus exércitos particulares e desobedecendo o
governo chinês.
IDEIAS MARXISTAS NA CHINA
Os ideais marxistas se propagaram pela China por causa de intelectuais como
Li Dazhao (professor da Universidade de Pequim);
Chineses convertidos ao marxismo fundaram em 1921 o Partido Comunista
Chinês (PCCh);
Seu principal líder foi Mao Tsé-Tung;
Mao discordava da tese de Marx e dizia que, ao contrário do que o pensador
alemão afirmava, seriam os camponeses e não os operários que fariam a
Revolução Socialista na China;
NACIONALISTAS X COMUNISTAS
Em 1921 o Presidente Sun Yat-Sen é reeleito e se alia com os
comunistas para derrotar os senhores da guerra, conseguindo
unificar a China sob um mesmo governo;
Sun Yat-Sem morre em 1925 e no seu alugar assume Chiang Kai-
Shek, que rompeu a aliança com os comunistas;
Iniciou-se assim uma longa guerra civil entre os chineses divididos
entre nacionalistas (Chiang Kai-Shek) e comunistas (Mao Tsé-
Tung) que durou de 1927 até 1949.
A LONGA MARCHA COMUNISTA NA CHINA
A longa Marcha foi uma retirada estratégica de Mao Tsé-
Tung para o interior da China;
Em outubro de 1934 as forças comunistas percorreram mais
de 10 mil quilômetros;
Enfrentaram vários perigos como rios, montanhas,
desfiladeiros, sol escaldante, neve, etc.;
Nas aldeias em que chegavam, alfabetizavam os camponeses
e os convenciam a tomar parte na luta contra os nacionalistas;
Em toda a jornada, de 100 mil pessoas apenas 20 mil
chegaram com vida ao fim da marcha em Yan’na (Shanxi);
GUERRA CONTRA O JAPÃO
Em 1937 o Japão lançou um ataque contra a China;
Nacionalistas e comunistas resolvem unirem-se novamente agora para lutar
contra os japoneses;
Em 1945 o Japão é derrotado pelos EUA no Pacífico e são obrigados a
deixar a China;
De 1945 a 1949 comunistas e nacionalistas lutam novamente pelo poder;
Os comunistas, or meio de guerrilha o (EPL) Exército Popular de
Libertação (Mao Tsé-Tung), vence os Nacionalistas (Chiang Kai-Shek);
Em 1949, Mao Tsé-Tung proclama a República Popular da China e
Chiang Kai-Shek se retira para a Ilha de Taiwan onde instala seu governo.
O GOVERNO DE MAO TSÉ-TUNG
Mao Tsé-Tung adotou algumas medidas no início de seu governo:
 Estatizou as grandes empresas; preservar o comunismo chinês purgando os restos de
elementos capitalistas e tradicionais da sociedade chinesa
Expropriou e distribuiu terras aos camponeses;
Implementou a industrialização com a ajuda da União Soviética;
Concedeu às mulheres direitos iguais aos dos homens;
Iniciou a revolução cultural com objetivo de preservar o comunismo chinês e eliminar
purgando os restos dos elementos capitalistas e tradicionais da sociedade chinesa e
perseguir seus opositores e adversários políticos.
Em 1958 lançou o Grande Salto para Frente:
Pretendia transformar a China em um país desenvolvido em 15 anos;
Criou comunas populares (comunidades) que deveria produzir tudo que precisassem
(alimentos, roupas, ferramentas, energia, etc.);
Acabou não sendo bem sucedido porque não havia infraestrutura nem profissionais
capacitados para atingir as metas de produção na agricultura e na indústria;
A economia e a agricultura foram desorganizadas a ponto de cerca de 30 milhões de
TENSÕES ENTRE CHINA E URSS
Nos anos 1960, a China e a URSS discordaram em questões políticas e ideológicas, o que causou atritos entre os
dois;
Os dois países discordavam sobre o tipo de socialismo que deveria ser implementado (marxismo-leninismo russo
vs revolução contínua de Mao Tsé-Tung);
Em 1960, o líder soviético Nikita Kruschev ordenou que todos os técnicos russos que trabalhavam na China
retornassem e abandonassem aquele país;
Mao Tsé-Tung discordava da política de coexistência pacífica firmada entre os EUA e a URSS alegando que seria
um desvio da doutrina marxista;
X
Em 1962, China e URSS rompem suas relações;
Agora a URSS competia não apenas com os EUA, mas
também com a China;
A URSS tinha uma longa fronteira com a China, o que a
tornou uma motivo de preocupação;
A partir dos anos 1970, China e EUA começaram a se
aproximar cada vez mais;
Nos anos 1980 a China iniciou um processo de abertura
comercial e econômica com os EUA e seus aliados ocidentais; O líder Chinês Deng Xiaoping e o presidente estadunidense
Jimmy Carter na Casa Branca em 1979
Mao ao lado de Stalin em uma cerimônia organizada para o 71º aniversário de Stalin em Moscou em
dezembro de 1949. Atrás deles está o marechal da União Soviética Nikolai Bulganin; à direita de Stálin
está Walter Ulbricht, da Alemanha Oriental, e na extremidade Yumjaagiin Tsedenbal, da Mongólia.
Mao Tse-tung de frente para Nikita Khrushchev, durante a visita do líder soviético em 1958
a Pequim.
Mao Tsé-Tung aperta a mão do presidente americano Richard Nixon, durante sua
visita a China em 1972.
A REVOLUÇÃO CUBANA
Cuba é a maior ilha do Caribe e está a apenas 170 quilômetros dos
EUA;
Foi colônia espanhola até o fim do século XIX e passou a ser
independente após a guerra Hispano-americana de 1898;
De 1898 em diante foi uma zona de influência dos EUA e tiveram
sucessivas ditaduras corruptas e violentas apoiadas pelos Estados
Unidos;
As principais atividades econômicas eram a exportação de açúcar e
o turismo que era atração para muitos turistas e investidores dos
Estados Unidos;
 A riqueza gerada no país se concentrava nas maços de poucas
famílias locais e nas de investidores norte-americanos;
 A população em geral sofria com péssimas condições de
habitação, saneamento e saúde;
 Era um país agrícola, com pouco ou nenhuma indústria e que
dependia de investimentos externos;
 A política do país se caracterizava por ser corrupta e estar sempre
atendendo os interesses dos Estados Unidos;
A OPOSIÇÃO À DITADURA DE BATISTA
Fulgêncio Batista chegou ao poder em 1952 através de um golpe
de estado e apoiado por empresários envolvidos com cassinos e
prostituição;
Opondo-se a Batista o advogado e militante comunista Fidel
Castro e mais 120 pessoas tentaram tomar o quartel de Moncada,
mas o líder foi preso;
Depois de fugir para o México, Fidel tenta novamente derrubar
Batista com 82 homens, mas apenas ele e mais 12 sobrevivem;
Fidel e seus homens se refugiaram e se embrenharam nas matas de
Sierra Maestra para formar uma guerrilha;
Se juntou ao grupo o médico e militante argentino Ernesto Che
Guevara que influenciaria muitos jovens revolucionários na
América Latina.
FIDEL CHEGAAO PODER
Após 2 anos de lutas, os “barbudos” (como eram chamados os
rebeldes comunistas), foram ganhando apoio do povo cubano que
se juntou à luta contra o ditador Batista;
Em 1° de janeiro de 1959, Fidel Castro, Che Guevara e Camilo
Cienfuegos entraram vitoriosos na capital Havana, afirmando
cautelosamente que sua revolução era nacionalista, não comunista:
Reforma agrária com distribuição de terras para mais de 200 mil famílias;
Redução forçada pela metade de alugueis residenciais e contas telefônicas
e de eletricidade;
Nacionalização de empresas e bancos estrangeiros considerados
estratégicos (a maioria delas de empresários dos Estados Unidos).
As medidas populares tomadas por Fidel Castro desagradaram os
Estados Unidos, que arquitetaram um tentativa de golpe contra o novo
governo cubano;
Para piorar, Fidel Castro passou a declarar que sua revolução era socia-
lista, a mesma ideologia do maior rival dos EUA ( a União Soviética);
Logo financiaram um grupo de cubanos exilados e opositores de Castro
para tentar uma invasão na região da Baía dos Porcos em 1961, mas a
invasão fracassou;
Em 1962, o então presidente dos Estados Unidos John Kennedy, impôs
um bloqueio comercial à Ilha de Cuba que fragilizou sua economia.
A CRISE DOS MÍSSEIS
Como resposta ao bloqueio norte-americano, Fidel Castro se aliou à
União Soviética e permitiu que militares russos construíssem uma base
de mísseis nucleares na ilha de cuba;
Os soviéticos instalaram mísseis em Cuba como resposta ao mísseis
nucleares que os EUA instalaram na Turquia e na Itália;
De setembro a outubro de 1962, houve um período de tensão entre
EUA e URSS, com os norte-americanos impondo um bloqueio naval à
ilha, o que gerou no mundo o medo de uma terceira guerra mundial;
Ao fim das tensões, os dois países firmaram um acordo secreto
com as seguintes condições:
A URSS retiraria os mísseis de Cuba enquanto os EUA retirariam seus
mísseis da Turquia e da Itália;
Os EUA respeitaria a soberania de Cuba e nunca mais tentaria invadir
a ilha.
Governo Obama Governo Trump
x
2017-2021
2019-2017
RELAÇÕES DOS EUA COM CUBA
DURANTE:
FONTES/REFERÊNCIAS
 BOULOS, Alfredo. História: Sociedade e Cidadania. 4° ed. São Paulo. FTD, 2018.
 https://www.reddit.com/r/Kaiserreich/comments/ie7nqd/top_chinas_left_portraits_i_made_it_because_i/
 https://tribunadaimprensalivre.com/ha-70-anos-a-revolucao-chinesa-vencia-nascia-a-republica-popular-da-china/
 https://www.lavanguardia.com/historiayvida/historia-contemporanea/20220812/8461915/chiang-kai-shek-
imposible-unidad-china-mao-zedong-taiwan-formosa.html
 https://medium.com/@isape/segunda-guerra-sino-japonesa-g%C3%AAnese-de-um-modo-asi%C3%A1tico-de-
fazer-a-guerra-819625fcdb19
 https://ensinarhistoria.com.br/grande-salto-adiante-programa-de-mao-tse-tung-china/
 https://anovademocracia.com.br/no-124/5153-120-anos-do-nascimento-do-presidente-mao-tsetung
 https://pt.wikipedia.org/wiki/Ruptura_sino-sovi%C3%A9tica#/media/Ficheiro:1949_Mao_and_Stalin.jpg
 https://portalvermelhoaesquerda.wordpress.com/2016/10/17/cartazes-que-muito-falam-sobre-o-internacionalismo-
proletario-na-urss/#jp-carousel-2185
 https://www.cartercenter.org/news/features/p/china/40-anniversary-china-relations.html
 https://ensina.rtp.pt/artigo/a-queda-do-presidente-fulgencio-batista/
 https://www.novacultura.info/post/2021/12/02/quando-fidel-conheceu-che
 https://zap.aeiou.pt/cuba-celebra-55-o-aniversario-da-entrada-de-fidel-castro-em-havana-11954
 https://landportal.org/pt/blog-post/2021/02/h%C3%A1-61-anos-cuba-publicava-1%C2%AA-lei-de-
reforma-agr%C3%A1ria-terra-%C3%A9-de-quem-nela-trabalha
 https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-foi-a-invasao-da-baia-dos-porcos/
 https://www.bbc.com/portuguese/resources/idt-b3e123dd-b5ae-4c62-8d43-9fd15bfef127
 https://brasilescola.uol.com.br/historiag/crise-dos-misseis.htm
 https://www.megatimes.com.br/2011/11/china-aspectos-geograficos-e-sociais.html
 https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/confira-fatos-curiosos-sobre-a-grande-
muralha-da-china.phtml

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Revoluções Socialistas China e Cuba

Semelhante a Revoluções Socialistas China e Cuba (20)

conflitos guerra fria.pptx
conflitos guerra fria.pptxconflitos guerra fria.pptx
conflitos guerra fria.pptx
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi
 
Aula revolução chinesa
Aula revolução chinesaAula revolução chinesa
Aula revolução chinesa
 
Revisão 9º ano
Revisão 9º ano Revisão 9º ano
Revisão 9º ano
 
Revoluções Socialistas
  Revoluções Socialistas   Revoluções Socialistas
Revoluções Socialistas
 
dfkchvçldçokv
dfkchvçldçokvdfkchvçldçokv
dfkchvçldçokv
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
China Palestra
China PalestraChina Palestra
China Palestra
 
Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50Movimentos políticos na década 50
Movimentos políticos na década 50
 
China Parte 1
China   Parte 1China   Parte 1
China Parte 1
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
AULÃO_BIOQUI(Leo_Bruno).pptx
AULÃO_BIOQUI(Leo_Bruno).pptxAULÃO_BIOQUI(Leo_Bruno).pptx
AULÃO_BIOQUI(Leo_Bruno).pptx
 
A CHINA COMUNISTA
A CHINA COMUNISTAA CHINA COMUNISTA
A CHINA COMUNISTA
 
revolução chinesa.pdf
revolução chinesa.pdfrevolução chinesa.pdf
revolução chinesa.pdf
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
A Revolução Chinesa.pptx
A Revolução Chinesa.pptxA Revolução Chinesa.pptx
A Revolução Chinesa.pptx
 
Cultura e sociedade década de 1950 a 1980
Cultura e sociedade década de 1950 a 1980Cultura e sociedade década de 1950 a 1980
Cultura e sociedade década de 1950 a 1980
 
China seculo xxi
China seculo xxiChina seculo xxi
China seculo xxi
 

Mais de JacksonFrigotto

Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxJacksonFrigotto
 
Revoltas na Primeira República.pptx
Revoltas na Primeira República.pptxRevoltas na Primeira República.pptx
Revoltas na Primeira República.pptxJacksonFrigotto
 
Trabalho Avaliativo-revoltas.pptx
Trabalho Avaliativo-revoltas.pptxTrabalho Avaliativo-revoltas.pptx
Trabalho Avaliativo-revoltas.pptxJacksonFrigotto
 
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxJacksonFrigotto
 
Primeira Guerra Mundial (3).pptx
Primeira Guerra Mundial (3).pptxPrimeira Guerra Mundial (3).pptx
Primeira Guerra Mundial (3).pptxJacksonFrigotto
 
Nacionalismos africano e asiático.pptx
Nacionalismos africano e asiático.pptxNacionalismos africano e asiático.pptx
Nacionalismos africano e asiático.pptxJacksonFrigotto
 
Trabalho avaliativo.pptx
Trabalho avaliativo.pptxTrabalho avaliativo.pptx
Trabalho avaliativo.pptxJacksonFrigotto
 
Aula 1- Guerra Fria.pptx
Aula 1- Guerra Fria.pptxAula 1- Guerra Fria.pptx
Aula 1- Guerra Fria.pptxJacksonFrigotto
 

Mais de JacksonFrigotto (11)

A ERA VARGAS.pptx
A ERA VARGAS.pptxA ERA VARGAS.pptx
A ERA VARGAS.pptx
 
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
 
REP OLIGÁRQUICA.pptx
REP OLIGÁRQUICA.pptxREP OLIGÁRQUICA.pptx
REP OLIGÁRQUICA.pptx
 
Revoltas na Primeira República.pptx
Revoltas na Primeira República.pptxRevoltas na Primeira República.pptx
Revoltas na Primeira República.pptx
 
Trabalho Avaliativo-revoltas.pptx
Trabalho Avaliativo-revoltas.pptxTrabalho Avaliativo-revoltas.pptx
Trabalho Avaliativo-revoltas.pptx
 
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
 
Revolução Russa.pptx
Revolução Russa.pptxRevolução Russa.pptx
Revolução Russa.pptx
 
Primeira Guerra Mundial (3).pptx
Primeira Guerra Mundial (3).pptxPrimeira Guerra Mundial (3).pptx
Primeira Guerra Mundial (3).pptx
 
Nacionalismos africano e asiático.pptx
Nacionalismos africano e asiático.pptxNacionalismos africano e asiático.pptx
Nacionalismos africano e asiático.pptx
 
Trabalho avaliativo.pptx
Trabalho avaliativo.pptxTrabalho avaliativo.pptx
Trabalho avaliativo.pptx
 
Aula 1- Guerra Fria.pptx
Aula 1- Guerra Fria.pptxAula 1- Guerra Fria.pptx
Aula 1- Guerra Fria.pptx
 

Último

Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 

Último (20)

Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 

Revoluções Socialistas China e Cuba

  • 1. REVOLUÇÕES SOCIALISTAS: CHINA E CUBA Instituição: Colégio Estadual de Ensino Médio Professor Ulisses Cabral Professor (a): Sônia Maria Defaveri Ciotta Professor (a) estagiário (a): Jackson Frigotto Disciplina: História Turma: 91
  • 2. CIVILIZAÇÃO CHINESA  A civilização chinesa acumula pouco mais de ou quase 4 mil anos de história;  Foi formada pela influência de vários povos que habitaram primeiramente o território e estabeleceram-se nas proximidades do rio Amarelo;  Possui uma rica e variada cultura, sendo famosos por sua escrita, filosofia e invenções importantes até hoje;  Os chineses desenvolveram ou inventaram o jogo de xadrez, os papagaios ou pipas de empinar, a bússola, a porcelana, a pólvora, seda, os fogos de artifício, o guarda-chuva, o papel, a imprensa, produtos e técnicas medicinais como a acupuntura;  A cultura chinesa pode ser considerada a matriz cultural de do Extremo oriente. Representação do imperador Qin Shi Huang, primeiro governante da China unificada (260 a.C – 210 a.C)
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. À esquerda, homem montando um dragão, século VI a.C., Dinastia Zhou À direita, Lin Tinggui: Luohan lavando roupa, 1178. Dinastia Song do Sul
  • 8. À esquerda, retrato do imperador Shunzhi, Dinastia Ming À direita, Chou Fang: Damas jogando, século VIII. Dinastia Tang
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. Complexo de palácios da Cidade Proibida em Pequim
  • 13.
  • 14.
  • 15. Á esquerda, pintura equestre do Imperador Qianlong (reinou de 1735 a 1796), pintada por Giuseppe Castiglione À direita, pintura do Imperador Kangxi, que reinou de (1662 - 1722).
  • 16. DOMINAÇÃO E RESISTÊNCIA  No século XIX, a China foi obrigada pela Inglaterra a abrir 5 de seus portos aos mercadores ingleses;  2 anos depois, EUA, França e Japão também conseguiram comercializar com os chineses;  No início do século XX a China, já enfraquecida e submissa às potên- cias ocidentais, foi dividida em zonas de influência para servir ao interesses econômicos de países como Inglaterra, França, Alemanha, Japão e Estados Unidos; Representação de uma batalha na Primeira Guerra do Ópio 1839 – 1842), primeira grande intervenção imperialista na China
  • 17. DOMINAÇÃO E RESISTÊNCIA  No fim do século XIX, a maior parte da população chinesa era formada por camponeses que pagavam altos imposto e viviam na miséria;  Os pobres acabavam por sustentar um governo (corte do imperador) corrupto, além de enriquecer aos estrangeiros sem nenhum ou pouco retorno para a população em geral;  O estrangeiros também tentaram impor as religiões europeias, contrariando as tradições do povo chinês;  Surgiu assim a Revolta dos Boxers em 1898, liderada por chineses nativos, pregavam a expulsão dos estrangeiros da China e a retomada do controle do país;  A revolta marchou até a capital, Pequim, mas foi derrotada quando os países imperialistas se reuniram para derrotar os revoltosos;  Acreditasse que a rebelião terminou com mais de 100 mil mortos;
  • 18. O FIM DO IMPÉRIO E A PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA  Em 1900, para combater a dominação estrangeira e a corrupção no Império Chinês, um grupo de nacionalistas e republicanos fundaram o Partido Nacional do Povo; O Fundador do partido chamava-se Sun Yat-Sen (Kuomintang); Publicavam textos na imprensa para criticar o império, praticavam atos de rebeldia (usavam roupas ocidentais e cortavam a trança de seus cabelos em sinal de irreverência ao imperador da China); Em 1911 o Partido Nacional do Povo derrubou o Império Chinês e proclamou a República; Sun Yat-Sen defendia que a China se transformasse em um estado moderno e republicano; Porém a república não se estabeleceu em todo o país, com os “senhores da guerra” controlando vários territórios com seus exércitos particulares e desobedecendo o governo chinês.
  • 19. IDEIAS MARXISTAS NA CHINA Os ideais marxistas se propagaram pela China por causa de intelectuais como Li Dazhao (professor da Universidade de Pequim); Chineses convertidos ao marxismo fundaram em 1921 o Partido Comunista Chinês (PCCh); Seu principal líder foi Mao Tsé-Tung; Mao discordava da tese de Marx e dizia que, ao contrário do que o pensador alemão afirmava, seriam os camponeses e não os operários que fariam a Revolução Socialista na China;
  • 20. NACIONALISTAS X COMUNISTAS Em 1921 o Presidente Sun Yat-Sen é reeleito e se alia com os comunistas para derrotar os senhores da guerra, conseguindo unificar a China sob um mesmo governo; Sun Yat-Sem morre em 1925 e no seu alugar assume Chiang Kai- Shek, que rompeu a aliança com os comunistas; Iniciou-se assim uma longa guerra civil entre os chineses divididos entre nacionalistas (Chiang Kai-Shek) e comunistas (Mao Tsé- Tung) que durou de 1927 até 1949.
  • 21. A LONGA MARCHA COMUNISTA NA CHINA A longa Marcha foi uma retirada estratégica de Mao Tsé- Tung para o interior da China; Em outubro de 1934 as forças comunistas percorreram mais de 10 mil quilômetros; Enfrentaram vários perigos como rios, montanhas, desfiladeiros, sol escaldante, neve, etc.; Nas aldeias em que chegavam, alfabetizavam os camponeses e os convenciam a tomar parte na luta contra os nacionalistas; Em toda a jornada, de 100 mil pessoas apenas 20 mil chegaram com vida ao fim da marcha em Yan’na (Shanxi);
  • 22.
  • 23. GUERRA CONTRA O JAPÃO Em 1937 o Japão lançou um ataque contra a China; Nacionalistas e comunistas resolvem unirem-se novamente agora para lutar contra os japoneses; Em 1945 o Japão é derrotado pelos EUA no Pacífico e são obrigados a deixar a China; De 1945 a 1949 comunistas e nacionalistas lutam novamente pelo poder; Os comunistas, or meio de guerrilha o (EPL) Exército Popular de Libertação (Mao Tsé-Tung), vence os Nacionalistas (Chiang Kai-Shek); Em 1949, Mao Tsé-Tung proclama a República Popular da China e Chiang Kai-Shek se retira para a Ilha de Taiwan onde instala seu governo.
  • 24.
  • 25. O GOVERNO DE MAO TSÉ-TUNG Mao Tsé-Tung adotou algumas medidas no início de seu governo:  Estatizou as grandes empresas; preservar o comunismo chinês purgando os restos de elementos capitalistas e tradicionais da sociedade chinesa Expropriou e distribuiu terras aos camponeses; Implementou a industrialização com a ajuda da União Soviética; Concedeu às mulheres direitos iguais aos dos homens; Iniciou a revolução cultural com objetivo de preservar o comunismo chinês e eliminar purgando os restos dos elementos capitalistas e tradicionais da sociedade chinesa e perseguir seus opositores e adversários políticos. Em 1958 lançou o Grande Salto para Frente: Pretendia transformar a China em um país desenvolvido em 15 anos; Criou comunas populares (comunidades) que deveria produzir tudo que precisassem (alimentos, roupas, ferramentas, energia, etc.); Acabou não sendo bem sucedido porque não havia infraestrutura nem profissionais capacitados para atingir as metas de produção na agricultura e na indústria; A economia e a agricultura foram desorganizadas a ponto de cerca de 30 milhões de
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30. TENSÕES ENTRE CHINA E URSS Nos anos 1960, a China e a URSS discordaram em questões políticas e ideológicas, o que causou atritos entre os dois; Os dois países discordavam sobre o tipo de socialismo que deveria ser implementado (marxismo-leninismo russo vs revolução contínua de Mao Tsé-Tung); Em 1960, o líder soviético Nikita Kruschev ordenou que todos os técnicos russos que trabalhavam na China retornassem e abandonassem aquele país; Mao Tsé-Tung discordava da política de coexistência pacífica firmada entre os EUA e a URSS alegando que seria um desvio da doutrina marxista; X
  • 31. Em 1962, China e URSS rompem suas relações; Agora a URSS competia não apenas com os EUA, mas também com a China; A URSS tinha uma longa fronteira com a China, o que a tornou uma motivo de preocupação; A partir dos anos 1970, China e EUA começaram a se aproximar cada vez mais; Nos anos 1980 a China iniciou um processo de abertura comercial e econômica com os EUA e seus aliados ocidentais; O líder Chinês Deng Xiaoping e o presidente estadunidense Jimmy Carter na Casa Branca em 1979
  • 32. Mao ao lado de Stalin em uma cerimônia organizada para o 71º aniversário de Stalin em Moscou em dezembro de 1949. Atrás deles está o marechal da União Soviética Nikolai Bulganin; à direita de Stálin está Walter Ulbricht, da Alemanha Oriental, e na extremidade Yumjaagiin Tsedenbal, da Mongólia.
  • 33.
  • 34.
  • 35. Mao Tse-tung de frente para Nikita Khrushchev, durante a visita do líder soviético em 1958 a Pequim.
  • 36. Mao Tsé-Tung aperta a mão do presidente americano Richard Nixon, durante sua visita a China em 1972.
  • 37. A REVOLUÇÃO CUBANA Cuba é a maior ilha do Caribe e está a apenas 170 quilômetros dos EUA; Foi colônia espanhola até o fim do século XIX e passou a ser independente após a guerra Hispano-americana de 1898; De 1898 em diante foi uma zona de influência dos EUA e tiveram sucessivas ditaduras corruptas e violentas apoiadas pelos Estados Unidos; As principais atividades econômicas eram a exportação de açúcar e o turismo que era atração para muitos turistas e investidores dos Estados Unidos;
  • 38.  A riqueza gerada no país se concentrava nas maços de poucas famílias locais e nas de investidores norte-americanos;  A população em geral sofria com péssimas condições de habitação, saneamento e saúde;  Era um país agrícola, com pouco ou nenhuma indústria e que dependia de investimentos externos;  A política do país se caracterizava por ser corrupta e estar sempre atendendo os interesses dos Estados Unidos;
  • 39. A OPOSIÇÃO À DITADURA DE BATISTA Fulgêncio Batista chegou ao poder em 1952 através de um golpe de estado e apoiado por empresários envolvidos com cassinos e prostituição; Opondo-se a Batista o advogado e militante comunista Fidel Castro e mais 120 pessoas tentaram tomar o quartel de Moncada, mas o líder foi preso; Depois de fugir para o México, Fidel tenta novamente derrubar Batista com 82 homens, mas apenas ele e mais 12 sobrevivem; Fidel e seus homens se refugiaram e se embrenharam nas matas de Sierra Maestra para formar uma guerrilha; Se juntou ao grupo o médico e militante argentino Ernesto Che Guevara que influenciaria muitos jovens revolucionários na América Latina.
  • 40. FIDEL CHEGAAO PODER Após 2 anos de lutas, os “barbudos” (como eram chamados os rebeldes comunistas), foram ganhando apoio do povo cubano que se juntou à luta contra o ditador Batista; Em 1° de janeiro de 1959, Fidel Castro, Che Guevara e Camilo Cienfuegos entraram vitoriosos na capital Havana, afirmando cautelosamente que sua revolução era nacionalista, não comunista:
  • 41.
  • 42. Reforma agrária com distribuição de terras para mais de 200 mil famílias; Redução forçada pela metade de alugueis residenciais e contas telefônicas e de eletricidade; Nacionalização de empresas e bancos estrangeiros considerados estratégicos (a maioria delas de empresários dos Estados Unidos).
  • 43. As medidas populares tomadas por Fidel Castro desagradaram os Estados Unidos, que arquitetaram um tentativa de golpe contra o novo governo cubano; Para piorar, Fidel Castro passou a declarar que sua revolução era socia- lista, a mesma ideologia do maior rival dos EUA ( a União Soviética); Logo financiaram um grupo de cubanos exilados e opositores de Castro para tentar uma invasão na região da Baía dos Porcos em 1961, mas a invasão fracassou; Em 1962, o então presidente dos Estados Unidos John Kennedy, impôs um bloqueio comercial à Ilha de Cuba que fragilizou sua economia.
  • 44. A CRISE DOS MÍSSEIS Como resposta ao bloqueio norte-americano, Fidel Castro se aliou à União Soviética e permitiu que militares russos construíssem uma base de mísseis nucleares na ilha de cuba; Os soviéticos instalaram mísseis em Cuba como resposta ao mísseis nucleares que os EUA instalaram na Turquia e na Itália; De setembro a outubro de 1962, houve um período de tensão entre EUA e URSS, com os norte-americanos impondo um bloqueio naval à ilha, o que gerou no mundo o medo de uma terceira guerra mundial; Ao fim das tensões, os dois países firmaram um acordo secreto com as seguintes condições: A URSS retiraria os mísseis de Cuba enquanto os EUA retirariam seus mísseis da Turquia e da Itália; Os EUA respeitaria a soberania de Cuba e nunca mais tentaria invadir a ilha.
  • 45.
  • 46.
  • 47. Governo Obama Governo Trump x 2017-2021 2019-2017 RELAÇÕES DOS EUA COM CUBA DURANTE:
  • 48. FONTES/REFERÊNCIAS  BOULOS, Alfredo. História: Sociedade e Cidadania. 4° ed. São Paulo. FTD, 2018.  https://www.reddit.com/r/Kaiserreich/comments/ie7nqd/top_chinas_left_portraits_i_made_it_because_i/  https://tribunadaimprensalivre.com/ha-70-anos-a-revolucao-chinesa-vencia-nascia-a-republica-popular-da-china/  https://www.lavanguardia.com/historiayvida/historia-contemporanea/20220812/8461915/chiang-kai-shek- imposible-unidad-china-mao-zedong-taiwan-formosa.html  https://medium.com/@isape/segunda-guerra-sino-japonesa-g%C3%AAnese-de-um-modo-asi%C3%A1tico-de- fazer-a-guerra-819625fcdb19  https://ensinarhistoria.com.br/grande-salto-adiante-programa-de-mao-tse-tung-china/  https://anovademocracia.com.br/no-124/5153-120-anos-do-nascimento-do-presidente-mao-tsetung  https://pt.wikipedia.org/wiki/Ruptura_sino-sovi%C3%A9tica#/media/Ficheiro:1949_Mao_and_Stalin.jpg  https://portalvermelhoaesquerda.wordpress.com/2016/10/17/cartazes-que-muito-falam-sobre-o-internacionalismo- proletario-na-urss/#jp-carousel-2185  https://www.cartercenter.org/news/features/p/china/40-anniversary-china-relations.html
  • 49.  https://ensina.rtp.pt/artigo/a-queda-do-presidente-fulgencio-batista/  https://www.novacultura.info/post/2021/12/02/quando-fidel-conheceu-che  https://zap.aeiou.pt/cuba-celebra-55-o-aniversario-da-entrada-de-fidel-castro-em-havana-11954  https://landportal.org/pt/blog-post/2021/02/h%C3%A1-61-anos-cuba-publicava-1%C2%AA-lei-de- reforma-agr%C3%A1ria-terra-%C3%A9-de-quem-nela-trabalha  https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-foi-a-invasao-da-baia-dos-porcos/  https://www.bbc.com/portuguese/resources/idt-b3e123dd-b5ae-4c62-8d43-9fd15bfef127  https://brasilescola.uol.com.br/historiag/crise-dos-misseis.htm  https://www.megatimes.com.br/2011/11/china-aspectos-geograficos-e-sociais.html  https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/confira-fatos-curiosos-sobre-a-grande- muralha-da-china.phtml