SlideShare uma empresa Scribd logo
1
novos tempos, novos
desafios
2
para darmos início a nossa
conversa de hoje, vamos dar
uma passeada pela percepção
da inovação ao longo do
tempo
3
este é o tema de nossa
historinha de hoje...
4
a difícil arte da
previsão...
5
viagens de trem em altas velocidades não
são possíveis, os passageiros, impedidos de
respirar, morrerão de asfixia
dionysius lardner, cientista e escritor irlandês, 1823
6
a bomba nunca vai funcionar, e falo como
um especialista em explosivos
almirante william daniel leahy, conselheiro do
presidente truman em assuntos nucleares, 1945.
7
a clonagem de mamíferos é biologicamente
impossível
james mcgrath e davor solter, biólogos, em artigo na
revista science, 1984
8
a teoria dos germes de louis pasteur é uma
ficção ridícula
pierre pachet, professor de fisiologia em toulouse, 1872
9
aviões são brinquedos interessantes, mas
sem nenhum valor militar
marechal ferdinand foch, professor de estratégia, ecole
supérieure de guerre, paris, 1911
10
a caixa de música sem fio não tem nenhum
valor comercial imaginável.quem pagaria para
ouvir uma mensagem enviada a ninguém em
particular?
sócios de david sarnoff em resposta a uma consulta urgente
sobre investimentos em rádio nos anos 20
11
quem se interessaria em ouvir os atores
falar?
h.m. warner, warner brothers, no auge do cinema mudo,
1927
12
novos tempos, novos
desafios
13
tá duro de
acertar, não é?
14
vá pensando, por
que será que é
tão difícil aceitar a
mudança?
15
a difícil arte da
previsão continua...
16
este tal de “telefone”tem inconvenientes
demais para ser seriamente considerado um
meio de comunicação. esta geringonça não
tem nenhum valor para nós
memorando interno da western union, 1876
17
não há nenhuma razão para que alguém queira
ter um computador em casa
ken olson, presidente e fundador da digital equipment
corp.,1977
18
por volta de 1960, o trabalho será limitado a
três horas por dia
john langdon-davies, a short history of the future, 1936
19
viajei por todos os lados neste país, e
posso assegurar-lhes que processamento de
dados é uma ilusão que não perdura até o
fim do ano
o editor encarregado de livros técnicos da prentice hall,
1957
20
no futuro, os computadores não pesarão
mais do que 1,5 tonelada
popular mechanics, prevendo a evolução da ciência, 1949
21
penso que há no mundo mercado para 5
computadores
thomas watson, presidente da ibm, 1943
22
será nós todos só
ficamos olhando para
o passado?
23
será que ninguém observa que “dogmas de
um passado calmo são inadequados a um
presente tempestuoso”?
será que ninguém percebe que “o nosso
presente é extraordinariamente difícil e nós
temos de nos elevar com o desafio”?
24
não creio. felizmente sempre haverá aqueles
que enxergam muito além do seu tempo.
um exemplo?
25
abraham lincoln, autor
das duas frases do slide
23, ditas em 1862...
26
de que lado, vamos
ficar?
texto:
josé antônio carlos, o professor pepe
trilha sonora:
www.freesfx.co.uk/
saiba mais sobre a era do conhecimento
em:
observatoriodoconhecimento.blogspot.com.br

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Novos Tempos, Novos Desafios

O MENINO DO DEDO VERDE - Maurice Druon
O MENINO DO DEDO VERDE - Maurice DruonO MENINO DO DEDO VERDE - Maurice Druon
O MENINO DO DEDO VERDE - Maurice Druon
Claudio Santos
 
04 a sociedade da informação.
04 a sociedade da informação.04 a sociedade da informação.
04 a sociedade da informação.
andressa bonn
 
A Historia Poderia Ter Sido Outra
A Historia Poderia Ter Sido OutraA Historia Poderia Ter Sido Outra
A Historia Poderia Ter Sido Outra
Manuel Marques
 
Livro Virtual
Livro VirtualLivro Virtual
Livro Virtual
efa10d
 
Livro Virtual
Livro VirtualLivro Virtual
Livro Virtual
efa10d
 

Semelhante a Novos Tempos, Novos Desafios (12)

O MENINO DO DEDO VERDE - Maurice Druon
O MENINO DO DEDO VERDE - Maurice DruonO MENINO DO DEDO VERDE - Maurice Druon
O MENINO DO DEDO VERDE - Maurice Druon
 
O menino_do_dedo_verde
O  menino_do_dedo_verdeO  menino_do_dedo_verde
O menino_do_dedo_verde
 
CRM Acceleration Lisbon 2010 - O Futuro da Internet e da Web 2.0
CRM Acceleration Lisbon 2010 - O Futuro da Internet e da Web 2.0CRM Acceleration Lisbon 2010 - O Futuro da Internet e da Web 2.0
CRM Acceleration Lisbon 2010 - O Futuro da Internet e da Web 2.0
 
Colégio Municipal Maria Eleonora Cajahyba data
Colégio Municipal Maria Eleonora Cajahyba                               dataColégio Municipal Maria Eleonora Cajahyba                               data
Colégio Municipal Maria Eleonora Cajahyba data
 
04 a sociedade da informação.
04 a sociedade da informação.04 a sociedade da informação.
04 a sociedade da informação.
 
Invenções
InvençõesInvenções
Invenções
 
A Historia Poderia Ter Sido Outra
A Historia Poderia Ter Sido OutraA Historia Poderia Ter Sido Outra
A Historia Poderia Ter Sido Outra
 
Previsões Furadas História das Tecnologias
Previsões Furadas História das TecnologiasPrevisões Furadas História das Tecnologias
Previsões Furadas História das Tecnologias
 
*Evolução dos meios de comunicação*
*Evolução dos meios de comunicação**Evolução dos meios de comunicação*
*Evolução dos meios de comunicação*
 
O menino do dedo verde maurice druon
O menino do dedo verde   maurice druonO menino do dedo verde   maurice druon
O menino do dedo verde maurice druon
 
Livro Virtual
Livro VirtualLivro Virtual
Livro Virtual
 
Livro Virtual
Livro VirtualLivro Virtual
Livro Virtual
 

Mais de Secretaria de Governo do Estado de São Paulo

Mais de Secretaria de Governo do Estado de São Paulo (20)

GCI SEFAZ SC
GCI SEFAZ SCGCI SEFAZ SC
GCI SEFAZ SC
 
Os Governos no Século 21 - A Difícil Transição
Os Governos no Século 21 - A Difícil TransiçãoOs Governos no Século 21 - A Difícil Transição
Os Governos no Século 21 - A Difícil Transição
 
Os Governos no Século 21
Os Governos no Século 21Os Governos no Século 21
Os Governos no Século 21
 
Radar da Inovação - O Que os Governos Precisam Enxergar - CONSAD 2015
Radar da Inovação - O Que os Governos Precisam Enxergar - CONSAD 2015Radar da Inovação - O Que os Governos Precisam Enxergar - CONSAD 2015
Radar da Inovação - O Que os Governos Precisam Enxergar - CONSAD 2015
 
I-Gov- O futuro é inovação CLAD 2006
I-Gov- O futuro é inovação CLAD 2006I-Gov- O futuro é inovação CLAD 2006
I-Gov- O futuro é inovação CLAD 2006
 
Prontidão para Inovação - CLAD 2007
Prontidão para Inovação - CLAD 2007Prontidão para Inovação - CLAD 2007
Prontidão para Inovação - CLAD 2007
 
O Setor Público na Era do Conhecimento - CONSAD 2014
O Setor Público na Era do Conhecimento - CONSAD 2014O Setor Público na Era do Conhecimento - CONSAD 2014
O Setor Público na Era do Conhecimento - CONSAD 2014
 
Capacitação 360°: Da Cultura Inovadora à Aplicação - CONSAD 2013
Capacitação 360°: Da Cultura Inovadora à Aplicação - CONSAD 2013Capacitação 360°: Da Cultura Inovadora à Aplicação - CONSAD 2013
Capacitação 360°: Da Cultura Inovadora à Aplicação - CONSAD 2013
 
Por que Os Governos Precisam Inovar
Por que Os Governos Precisam InovarPor que Os Governos Precisam Inovar
Por que Os Governos Precisam Inovar
 
Conhecimento e Inovação no Setor Público
Conhecimento e Inovação no Setor PúblicoConhecimento e Inovação no Setor Público
Conhecimento e Inovação no Setor Público
 
Os Novos Desafios dos Governos
Os Novos Desafios dos GovernosOs Novos Desafios dos Governos
Os Novos Desafios dos Governos
 
Últimas Tendências em Inovação em Governo - A Implantação do igovLab
Últimas Tendências em Inovação em Governo - A Implantação do igovLabÚltimas Tendências em Inovação em Governo - A Implantação do igovLab
Últimas Tendências em Inovação em Governo - A Implantação do igovLab
 
Projeto Transparência - Como melhorar o ambiente de negócios no Estado de São...
Projeto Transparência - Como melhorar o ambiente de negócios no Estado de São...Projeto Transparência - Como melhorar o ambiente de negócios no Estado de São...
Projeto Transparência - Como melhorar o ambiente de negócios no Estado de São...
 
Governos - A hora do Choque de Conhecimento
Governos - A hora do Choque de ConhecimentoGovernos - A hora do Choque de Conhecimento
Governos - A hora do Choque de Conhecimento
 
Edgar Morin Podemos Reformar A Administração Pública
Edgar Morin  Podemos Reformar A Administração PúblicaEdgar Morin  Podemos Reformar A Administração Pública
Edgar Morin Podemos Reformar A Administração Pública
 
Como Formar Servidores para o Governo do Século XXI
Como Formar Servidores para o Governo do Século XXIComo Formar Servidores para o Governo do Século XXI
Como Formar Servidores para o Governo do Século XXI
 
Gestão do Conhecimento e Inovação no Setor Público
Gestão do Conhecimento e Inovação no Setor PúblicoGestão do Conhecimento e Inovação no Setor Público
Gestão do Conhecimento e Inovação no Setor Público
 
Gestão Inovadora Para Empresas Públicas
Gestão Inovadora Para Empresas PúblicasGestão Inovadora Para Empresas Públicas
Gestão Inovadora Para Empresas Públicas
 
Inovar é Preciso, Senhores Prefeitos
Inovar é Preciso, Senhores PrefeitosInovar é Preciso, Senhores Prefeitos
Inovar é Preciso, Senhores Prefeitos
 
10 Dicas para Construir uma Cidade Inovadora
10 Dicas para Construir uma Cidade Inovadora10 Dicas para Construir uma Cidade Inovadora
10 Dicas para Construir uma Cidade Inovadora
 

Último

GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
rarakey779
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 

Último (20)

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 

Novos Tempos, Novos Desafios

  • 2. 2 para darmos início a nossa conversa de hoje, vamos dar uma passeada pela percepção da inovação ao longo do tempo
  • 3. 3 este é o tema de nossa historinha de hoje...
  • 4. 4 a difícil arte da previsão...
  • 5. 5 viagens de trem em altas velocidades não são possíveis, os passageiros, impedidos de respirar, morrerão de asfixia dionysius lardner, cientista e escritor irlandês, 1823
  • 6. 6 a bomba nunca vai funcionar, e falo como um especialista em explosivos almirante william daniel leahy, conselheiro do presidente truman em assuntos nucleares, 1945.
  • 7. 7 a clonagem de mamíferos é biologicamente impossível james mcgrath e davor solter, biólogos, em artigo na revista science, 1984
  • 8. 8 a teoria dos germes de louis pasteur é uma ficção ridícula pierre pachet, professor de fisiologia em toulouse, 1872
  • 9. 9 aviões são brinquedos interessantes, mas sem nenhum valor militar marechal ferdinand foch, professor de estratégia, ecole supérieure de guerre, paris, 1911
  • 10. 10 a caixa de música sem fio não tem nenhum valor comercial imaginável.quem pagaria para ouvir uma mensagem enviada a ninguém em particular? sócios de david sarnoff em resposta a uma consulta urgente sobre investimentos em rádio nos anos 20
  • 11. 11 quem se interessaria em ouvir os atores falar? h.m. warner, warner brothers, no auge do cinema mudo, 1927
  • 14. 14 vá pensando, por que será que é tão difícil aceitar a mudança?
  • 15. 15 a difícil arte da previsão continua...
  • 16. 16 este tal de “telefone”tem inconvenientes demais para ser seriamente considerado um meio de comunicação. esta geringonça não tem nenhum valor para nós memorando interno da western union, 1876
  • 17. 17 não há nenhuma razão para que alguém queira ter um computador em casa ken olson, presidente e fundador da digital equipment corp.,1977
  • 18. 18 por volta de 1960, o trabalho será limitado a três horas por dia john langdon-davies, a short history of the future, 1936
  • 19. 19 viajei por todos os lados neste país, e posso assegurar-lhes que processamento de dados é uma ilusão que não perdura até o fim do ano o editor encarregado de livros técnicos da prentice hall, 1957
  • 20. 20 no futuro, os computadores não pesarão mais do que 1,5 tonelada popular mechanics, prevendo a evolução da ciência, 1949
  • 21. 21 penso que há no mundo mercado para 5 computadores thomas watson, presidente da ibm, 1943
  • 22. 22 será nós todos só ficamos olhando para o passado?
  • 23. 23 será que ninguém observa que “dogmas de um passado calmo são inadequados a um presente tempestuoso”? será que ninguém percebe que “o nosso presente é extraordinariamente difícil e nós temos de nos elevar com o desafio”?
  • 24. 24 não creio. felizmente sempre haverá aqueles que enxergam muito além do seu tempo. um exemplo?
  • 25. 25 abraham lincoln, autor das duas frases do slide 23, ditas em 1862...
  • 26. 26 de que lado, vamos ficar?
  • 27. texto: josé antônio carlos, o professor pepe trilha sonora: www.freesfx.co.uk/
  • 28. saiba mais sobre a era do conhecimento em: observatoriodoconhecimento.blogspot.com.br