Serviços Portuguesesde Handling, S.A.           Revisão do Acordo de Empresa    Lisboa, 11 de Dezembro de 20091           ...
Objectivos Pós-2007a) Melhorar dramaticamente a qualidade de serviço;b) Estabelecer métricas e indicadores de gestão;c) Re...
Resultados - Indicadores dos Processos-chaveAssistir o Avião, Movimentar as Bagagens a Tempo e em Segurança           Nº B...
Resultados - Indicadores dos Processos-chaveEntregar um Excelente Serviço ao Cliente Passageiro                           ...
Resultados e OrçamentoEvolução da Receita e do Resultado Antes de Impostos     130,5           126,9                      ...
SPdH    Objectivo:    Assegurar a sustentabilidade económica da SPdH, promovendo a satisfação    dos seus Clientes e asseg...
Receitas - detalheEvolução dos preços médios por movimento ponderado                                             -17,2%7  ...
Custos - detalhePeso dos custos com Pessoal nos custos totais8                                               SPdH, S.A.
Custos - detalheEvolução da remuneração entre 2005 e 2009 (M €)    55                                                   0,...
Princípios-base Focus nas Relações Laborais: • Promover a adaptabilidade dos Recursos Humanos permanentes às necessidades ...
Indicadores dos Processos-chaveFormar, Desenvolver, Qualificar e Motivar as Pessoas11                                     ...
AbsentismoDias de ausência de Novembro de 2008 a Outubro de 2009                       Quantidade de   Total dias de   Méd...
Em resumo, Objectivos Pós-2007     a) Melhorar dramaticamente a qualidade de serviço                    em excelente evolu...
Enquadramento Insustentabilidade económica do AE:• Implica uma evolução percentual dos encargos muito  superior à taxa pre...
Propósito:     • Permitir a sustentabilidade económica do AE ao nível       dos encargos emergentes do modelo de carreiras...
Índice     1. Organização da Prestação de Trabalho     2. Plano de Estrutura de Carreiras16                               ...
1. Organização da prestação de trabalhoa) Rotação dos Horários de Trabalho     • Aumento da Rotação dos Horários de 4,5 di...
1. Organização da prestação de trabalhob) Banco de Horas     • Impacto: Redução de 90 FTEs18                              ...
1. Organização da prestação de trabalhob) Banco de HorasRegime de adaptabilidade de horários de trabalhoProposta de revisã...
1. Organização da prestação de trabalho b) Banco de Horas Regime de adaptabilidade de horários de trabalho– Proposta de re...
Organização da prestação de trabalho b) Banco de Horas Regime de adaptabilidade de horários de trabalho Limites máximos pe...
Organização da prestação de trabalho b) Banco de Horas Regime de adaptabilidade de horários de trabalho     Limites máximo...
1. Organização da prestação de trabalho b) Banco de HorasVantagens:     • Possibilidade de optimizar o ajustamento das nec...
1. Organização da prestação de trabalho c) Encurtamento do Período Nocturno     • Encurtamento do Período Nocturno para (2...
1. Organização da prestação de trabalho d) Abolição de faixas horárias fixas de   descanso intercalar e do intervalo para ...
1. Organização da prestação de trabalho     e) Intervalo de refeição alargado de 1 para 4 horas        (só em Faro)     • ...
1. Organização da prestação de trabalho g) Redução do Subsídio de Transporte     • Em opção ao Projecto “Taxis”;     • Imp...
2. Plano de Estrutura de Carreiras a) Estrutura de Carreiras para os  Trabalhadores Actuais b) Estrutura de Carreiras para...
2. Plano de Estrutura de Carreiras a) Estrutura de Carreiras para os Trabalhadores   Actuais Aumento do tempo de permanên...
2. Plano de Estrutura de Carreiras b) Estrutura de Carreiras para futuros   Trabalhadores Redução para quatro níveis – to...
Fim.     Muito obrigado.31                     SPdH, S.A.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação

314 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação

  1. 1. Serviços Portuguesesde Handling, S.A. Revisão do Acordo de Empresa Lisboa, 11 de Dezembro de 20091 SPdH, S.A.
  2. 2. Objectivos Pós-2007a) Melhorar dramaticamente a qualidade de serviço;b) Estabelecer métricas e indicadores de gestão;c) Recuperar financeiramente a Empresa.2 SPdH, S.A.
  3. 3. Resultados - Indicadores dos Processos-chaveAssistir o Avião, Movimentar as Bagagens a Tempo e em Segurança Nº Bagagens Left Behind Tempos de Entrega / 1000 Pax 40 48 37 28 28 26 23 27 21 18 2008 2009 2010 Orç 2007 2008 2009 2010 Orç 1ª Mala Última Mala3 SPdH, S.A.
  4. 4. Resultados - Indicadores dos Processos-chaveEntregar um Excelente Serviço ao Cliente Passageiro Não Pontualidade SPdH 2,25% 2,04% TAP 0,93% 0,80% 0,71% 0,38% 0,23% 0,20% Cias 2007 2008 2009 2010 Orç (Dados não existentes)4 SPdH, S.A.
  5. 5. Resultados e OrçamentoEvolução da Receita e do Resultado Antes de Impostos 130,5 126,9 113,4 116,5 -19,5 -30,1 -29,6 -38,2 2007 2008 2009 2010 Orç Receita RAI5 SPdH, S.A.
  6. 6. SPdH Objectivo: Assegurar a sustentabilidade económica da SPdH, promovendo a satisfação dos seus Clientes e assegurando o bem estar dos seus Trabalhadores. Meta: Alcançar no ano fiscal de 2010 Resultados Líquidos anda negativos, mas inferiores a -10 M €, e Resultados Líquidos consistentemente positivos a partir do ano fiscal de 2011. Estratégia: 1) RECEITAS – promover o aumento do preço / mov. ponderado via CPI a serviços de valor acrescentado. 2) CUSTOS – Folha de papel em branco: reestruturar TODAS as áreas de custos da Empresa.6 SPdH, S.A.
  7. 7. Receitas - detalheEvolução dos preços médios por movimento ponderado -17,2%7 SPdH, S.A.
  8. 8. Custos - detalhePeso dos custos com Pessoal nos custos totais8 SPdH, S.A.
  9. 9. Custos - detalheEvolução da remuneração entre 2005 e 2009 (M €) 55 0,03 0,55 Horas Extra 54,0 Remunerações Variáveis 45 0,37 +31,3% Remunerações Fixas 0,48 40,7 35 2005 2009Legenda: Análise dos recibos salariais dos mesmos 2.020 Colaboradores efectivos presentes na Groundforce entre 2005 e 2009.9 SPdH, S.A.
  10. 10. Princípios-base Focus nas Relações Laborais: • Promover a adaptabilidade dos Recursos Humanos permanentes às necessidades comerciais como forma de minimizar o recurso a trabalho temporário; • Promover a formação contínua como alavanca do aumento de produtividade; • Promover a equidade entre os Recursos Humanos da Empresa e o empenho dos mesmos na sua recuperação.10 SPdH, S.A.
  11. 11. Indicadores dos Processos-chaveFormar, Desenvolver, Qualificar e Motivar as Pessoas11 SPdH, S.A.
  12. 12. AbsentismoDias de ausência de Novembro de 2008 a Outubro de 2009 Quantidade de Total dias de Média de dias FTEs para Ranges Pessoas Ausência Ausência repôr com 0 dias 446 0,0 0,0 0,0 de 0,1 a 1 dias 455 248,3 0,5 1,6 de 1 a 3 dias 425 823,3 1,9 5,3 de 3 a 5 dias 218 878,8 4,0 5,6 de 5 a 10 dias 268 1.933,1 7,2 12,4 de 10 a 15 dias 167 2.065,7 12,4 13,3 de 15 a 20 dias 97 1.693,5 17,5 10,9 de 20 a 25 dias 68 1.539,3 22,6 9,9 de 25 a 30 dias 60 2.916,5 48,6 18,7 mais de 30 dias 432 35.078,9 81,2 225,3 Total 2636 47.177,5 17,9 303,012 SPdH, S.A.
  13. 13. Em resumo, Objectivos Pós-2007 a) Melhorar dramaticamente a qualidade de serviço em excelente evolução ! b) Estabelecer métricas e indicadores de gestão atingido !c) Recuperar financeiramente a Empresa - por fazer !13 SPdH, S.A.
  14. 14. Enquadramento Insustentabilidade económica do AE:• Implica uma evolução percentual dos encargos muito superior à taxa previsível para o desenvolvimento e o crescimento do negócio:– P.ex: crescimento da massa salarial associada aos automatismos e à estrutura de evolução nas carreiras vs evolução previsivel para o sector: efeitos da liberalização, impacto das low, etc.• Imposição de limitações funcionais (justificaveis em 1994 ! ) à gestão optimizada de RH com efeitos directos sobre a produtividade e sobre os custos operacionais:– P.ex: necessidade de recorrer à contratação de maior volume de RH e ao trabalho suplementar.14 SPdH, S.A.
  15. 15. Propósito: • Permitir a sustentabilidade económica do AE ao nível dos encargos emergentes do modelo de carreiras e do modelo remuneratório; • Permitir a sustentabilidade económica do AE ao nível da gestão optimizada de RH através de: – aproximação às flexibilidades directamente emergentes da lei com incidência nas variáveis funcional, temporal, económica e organizacional; – Estatuir flexibilidades que a lei geral do trabalho faz depender da previsão em Instrumentos de Regulação Colectiva IRC.15 SPdH, S.A.
  16. 16. Índice 1. Organização da Prestação de Trabalho 2. Plano de Estrutura de Carreiras16 SPdH, S.A.
  17. 17. 1. Organização da prestação de trabalhoa) Rotação dos Horários de Trabalho • Aumento da Rotação dos Horários de 4,5 dias/2 de trabalho para 4,95 dias/2; • Impacto: Redução de 108 FTEs17 SPdH, S.A.
  18. 18. 1. Organização da prestação de trabalhob) Banco de Horas • Impacto: Redução de 90 FTEs18 SPdH, S.A.
  19. 19. 1. Organização da prestação de trabalhob) Banco de HorasRegime de adaptabilidade de horários de trabalhoProposta de revisão do AE: Limites máximos permitidos de Período Normal de Trabalho:  PNT diário: 8h + 4h = 12h;  PNT semanal: 40h => 60h* (inclusive trabalho suplementar, salvo o trabalho suplementar com fundamento em motivos de força maior);  Possibilidade de prestar trabalho em 6 dias consecutivos semana; * Flexibilidade sujeita às seguintes médias máximas: • A) período de referência de 2 meses: 50h semanais; • B) período de referência de 12 meses: 37,5h semanais.19 SPdH, S.A.
  20. 20. 1. Organização da prestação de trabalho b) Banco de Horas Regime de adaptabilidade de horários de trabalho– Proposta de revisão do AELimites máximos permitidos de PNT: Exemplo: aplicação prática a um quadrimestre: Mês I: 12h dia/60h semana; 50h média semanal Mês II: 8h dia/40h semana; 37,5h média semanal Mês III: 5,5h dia/27,5h semana; Mês IV: 5,5h dia/27,5h semana;20 SPdH, S.A.
  21. 21. Organização da prestação de trabalho b) Banco de Horas Regime de adaptabilidade de horários de trabalho Limites máximos permitidos de PNT: – PNT diário: 7,5h + 2h = 9,5h; – PNT semanal: 47,5h (não deve exceder as 50h com trabalho suplementar incluído, mas exclusive o trabalho suplementar com fundamento em motivos de força maior)**; * Requer consulta da CT e comunicação à Administração do Trabalho. ** Sendo o AE omisso quanto ao período de referência e tratando-se de trabalho desenvolvido em aeroportos, o período de referência é de 6 meses, dentro do qual a média máxima de PNT semanal não deverá exceder o limite máximo de PNT semanal previsto no AE, i.e, 37,5h.21 SPdH, S.A.
  22. 22. Organização da prestação de trabalho b) Banco de Horas Regime de adaptabilidade de horários de trabalho Limites máximos permitidos de PNT: Exemplo: aplicação prática de um semestre: • Mês I: 9,5h dia/47,5h semana; • Mês II: 9,5h dia/47,5h semana; • Mês III: 9,5h dia/47,5h semana; 37,5h média semanal • Mês IV: 5,5h dia/27,5h semana; • Mês V: 5,5h dia/27,5h semana; • Mês VI: 5,5h dia/27,5h semana;22 SPdH, S.A.
  23. 23. 1. Organização da prestação de trabalho b) Banco de HorasVantagens: • Possibilidade de optimizar o ajustamento das necessidades de RH às flutuações dos picos de actividade; • Fazer face a acréscimos ocasionais de trabalho sem necessidade de recorrer a trabalho suplementar; • Melhor racional dos RH necessários reduzindo o volume de contratados a prazo.23 SPdH, S.A.
  24. 24. 1. Organização da prestação de trabalho c) Encurtamento do Período Nocturno • Encurtamento do Período Nocturno para (22h – 5h) • Impacto: 2,3 M€ por Ano24 SPdH, S.A.
  25. 25. 1. Organização da prestação de trabalho d) Abolição de faixas horárias fixas de descanso intercalar e do intervalo para pequeno almoço • Impacto: redução de 50 FTEs25 SPdH, S.A.
  26. 26. 1. Organização da prestação de trabalho e) Intervalo de refeição alargado de 1 para 4 horas (só em Faro) • Impacto: Redução de 75 FTEs f) Abolição do pagamento dos 3 primeiros dias de baixa • Impacto Directo: 0,5 M€/ Ano • Impacto Indirecto: redução do absentismo para 10 dias/ano – redução de 68 FTEs26 SPdH, S.A.
  27. 27. 1. Organização da prestação de trabalho g) Redução do Subsídio de Transporte • Em opção ao Projecto “Taxis”; • Impacto: 1 M€27 SPdH, S.A.
  28. 28. 2. Plano de Estrutura de Carreiras a) Estrutura de Carreiras para os Trabalhadores Actuais b) Estrutura de Carreiras para Futuros Trabalhadores28 SPdH, S.A.
  29. 29. 2. Plano de Estrutura de Carreiras a) Estrutura de Carreiras para os Trabalhadores Actuais Aumento do tempo de permanência em cada nível –Objectivo: o topo de carreira deve ser atingido aos 50 anos de idade(desde que o trabalhador cumpra os requisitos) e não aos 32 actuais; Adopção, a partir do Nível IV, da obrigação de ter CAP dePlaca no caso dos TTs; Aumento do Nível de Avaliação; Diminuição dos aumentos % das Carreiras; Eliminação dos níveis de chefia; Aplicação aos graus de Chefia dos subsídios de Chefia.29 SPdH, S.A.
  30. 30. 2. Plano de Estrutura de Carreiras b) Estrutura de Carreiras para futuros Trabalhadores Redução para quatro níveis – topo de carreira aos 50 anos; Aumento do nível de classificação; Redução dos aumentos das carreiras; Introdução de remuneração variável em função dos indicadores daempresa; Os mesmos princípios das chefias dos trabalhadores antigos.30 SPdH, S.A.
  31. 31. Fim. Muito obrigado.31 SPdH, S.A.

×