Teorias da Comunicação

1.062 visualizações

Publicada em

Teorias da comunicação abordadas: Hipodérmica, Persuasão, Empírica de Campo e Funcionalista

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Teorias da Comunicação

  1. 1. Teorias da Comunicação
  2. 2. Multidão Um grupo de pessoas diversas em um mesmo espaço por uma mesma circunstância. O indivíduo só age em multidão se tiver certeza de que está incógnito.
  3. 3. Massa A Massa difere do público na medida que nesta os indivíduos não podem criticar. A Massa é marcada principalmente pela passividade em relação ao que é imposto. Um exemplo claro de massa é o grupo de pessoas que vê a uma propaganda na TV.
  4. 4. Público Enquanto na multidão, o indivíduo é anônimo, e enquanto massa todos são iguais, o público é racional e defende sua individualidade. Alcançou a maturidade intelectual. Os grupos sociais passaram a ser chamados de público.
  5. 5. Teoria Hipodérmica A teoria hipodérmica defende uma relação direta entre a exposição às mensagens e o comportamento: se uma pessoa é apanhada pela propaganda, pode ser controlada, manipulada, levada a agir.
  6. 6. Esta teoria considera a massa como: a) Conjunto homogéneo de indivíduos, mesmo com proveniência de ambientes e grupos sociais diferentes. b) Indivíduos anônimos e separados no espaço, sem influências recíprocas. c) Não possuem tradições, regras de comportamento ou estrutura organizativa. d) Indivíduos expostos a conteúdos e acontecimentos que vão além da sua experiência, que absorvem valores que não coincidem necessariamente com as regras do seu grupo.
  7. 7. Para a teoria hipodérmica, os mass media constituem-se como uma espécie de sistema nervoso que se espalha até atingir os sentidos dos indivíduos, numa sociedade caracterizada pela escassez de relações interpessoais .
  8. 8. Mas esta teoria revelou-se demasiadamente superficial para compreender os verdadeiros efeitos da Comunicação. Foi então os estudos começam a investigar o processo de seleção das informações midiáticas, geração e divulgação, valorizando o conteúdo e forma que o mesmo era veiculado.
  9. 9. O modelo de Lasswell e a superação da Teoria Hipodérmica
  10. 10. Modelo comunicativo, proposto em 1948; Indica que o ato da comunicação se resume em responder às seguintes perguntas: QUEM (EMISSOR); DIZ O QUÊ (MENSAGEM); ATRAVÉS DE QUE CANAL (MEIO); A QUEM? (AUDIÊNCIA); COM QUE EFEITO? (EFEITOS/RESPOSTA).
  11. 11. O estudo do “Quem?” proporcionou o desenvolvimento de novos estudos sobre os fatores que orientam o ato comunicativo e sobre o controle da comunicação. “Diz o quê?”, levou a que se aprofundasse o estudo do conteúdo das mensagens. “Através de que meio?”, conduziu ao surgimento dos primeiros estudos sobre os mass media. “A quem?”, proporcionou o desenvolvimento do estudo de audiências “Com que efeito?”, conduziu os estudo da análise dos efeitos, da forma como os media influenciam o público a que se destinam.
  12. 12. Surge então a Teoria de Persuasão
  13. 13. Defende que a mensagem enviada pela mídia não é assimilada imediatamente pelo indivíduo, dependendo de várias perspectivas individuais.
  14. 14. O indivíduo ficará interessado pelos assuntos aos quais estiver mais exposto; além disso, tenderá a consumir as informações com as quais esteja de acordo. Em relação à mensagem, o indivíduo a consumirá de acordo com o grau de prestígio e de confiança que depositar naquele que a transmite (o comunicador).
  15. 15. Contam também a maneira como os argumentos são distribuídos; se todos ou apenas parte dos argumentos estão presentes; a exposição implícita ou explícita das intenções da mensagem; e o grau de envolvimento do indivíduo com o assunto.
  16. 16. Teoria Empírica de Campo (ou teoria de efeitos limitados)
  17. 17. Acredita que a mídia tem influência limitada na sociedade por ser apenas um instrumento de persuasão pois é apenas parte da vida social. O indivíduo sofre outras influências sociais como igreja, classe social, escola, política etc, derivando-se aí a intensidade da mensagem.
  18. 18. Teoria Funcionalista
  19. 19. Estuda o papel da mídia na sociedade. Deixa de avaliar apenas o comportamento do indivíduo para avaliar a função dos meios de comunicação de massa sobre o indivíduo.
  20. 20. À medida que a abordagem funcional se enraíza nas ciências sociais , os estudos sobre os efeitos passam da pergunta "O que é que os mass media fazem às pessoas?" para a pergunta " O que é que as pessoas fazem com os mass media?” De que maneira a comunicação pode ajudá-lo?

×