MÉTODO PARA IDENTIFICAR AS VARIÁVEIS DA VIDA ÚTIL    DE UM PRODUTO OUPROCESSO E ENTENDER SUASAPLICAÇOES E IMPLICAÇÕES.
Estrutura do método VARIÁVEIS       Radiação Solar       Circulação de Poeira    Umidade do ArAMBIENTAIS      Atrito com o...
PARA MELHOR ENTENDIMENTO DA    ANALISE, É IMPORTANTE    COMPREENDER ALGUNS    CONCEITOS BÁSICOS DAS  VARIÁVEIS PERTINENTES...
VARIÁVEIS AMBIENTAISRadiação solar é a designação dada à energia radianteemitida pelo Sol, em particular aquela que é tran...
VARIÁVEIS AMBIENTAIS• Poeira ou pó são uma quantidade de pequenas partículas de  variadas origens, estruturas e composiçõe...
VARIÁVEIS AMBIENTAISUmidade) é a quantidade de vapor de água naatmosfera. Fisicamente, a umidade relativa é definidacomo a...
VARIÁVEIS AMBIENTAISEm física, o atrito é a componente horizontal da força decontato que atua sempre que dois corpos entra...
VARIÁVEIS AMBIENTAISTemperatura ambiente, em termos laboratoriais, é atemperatura situada entre 21–23 graus Celsius (69-73...
VARIÁVEIS AMBIENTAIS• A chuva ácida, ou com mais propriedade deposição ácida, é a  designação dada à chuva, ou qualquer ou...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Na geologia, a permeabilidade é a medida da  capacidade de um material (tipicamente uma ...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Elasticidade é o ramo da física que estuda o comportamento de  corpos materiais que se d...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTOA condutividade térmica quantifica a habilidade dos materiaisde conduzir energia térmica, ...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Plasticidade é a propriedade de um corpo mudar de  forma de modo irreversível, ao ser su...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Em Física, relaciona-se à transmissão a parcela da  energia incidente que não é absorvid...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• A cor é uma percepção visual provocada pela ação de  um feixe de fotons sobre células es...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Custos são medidas monetárias dos sacrifícios  financeiros com os quais uma organização,...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Em economia, contabilidade, finanças e negócios, preço é o valor  monetário expresso num...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• O peso de um objeto é a força gravitacional sofrida por este objeto  em virtude da atraç...
VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Design ou desenho industrial é a idealização, criação,  desenvolvimento, configuração, c...
VARIÁVEIS HUMANAS• A temperatura corporal basal (TCB) é a temperatura  do corpo medida imediatamente após a pessoa acordar...
VARIÁVEIS HUMANAS• Anatomia do corpo estuda grandes estruturas e  sistemas do corpo humano, deixando o estudo de  tecidos ...
VARIÁVEIS HUMANAS• Ações involuntárias: são atitudes incocientementes  tomadas pelos usuários dos produtos. Ações voluntar...
VARIÁVEIS HUMANAS• Materiais adicionais: se refere aos acessórios do  produto principal.• Transpiração do corpo: Transpira...
VARIÁVEIS HUMANAS• Peso do corpo: se refere ao peso (massa) do usuário do  produto.• Fisiologia é o ramo da biologia que e...
PRODUTO: CAMERA DIGITAL VARIÁVEIS      Radiação Solar       Circulação de Poeira    Umidade do ArAMBIENTAIS     Atrito com...
EFEITOS DAS VARIÁVEIS AMBIENTAIS• Radiação solar: Devido a função da câmera digital é  provável que este produto fique exp...
• O atrito com o solo deste produto pode ser muito  prejudicial, já que funciona a partir de pilhas.• A temperatura ambien...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Método de análise das variáveis de um produto ou processo.

1.191 visualizações

Publicada em

MÉTODO PARA ANALISE DE UM PRODUTO OU PROCESSO.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.191
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Método de análise das variáveis de um produto ou processo.

  1. 1. MÉTODO PARA IDENTIFICAR AS VARIÁVEIS DA VIDA ÚTIL DE UM PRODUTO OUPROCESSO E ENTENDER SUASAPLICAÇOES E IMPLICAÇÕES.
  2. 2. Estrutura do método VARIÁVEIS Radiação Solar Circulação de Poeira Umidade do ArAMBIENTAIS Atrito com o Solo Temperatura Ambiente Água da chuva Permeabilidade Cores Elasticidade IMAGEM Custo/ produção Condutibilidade Preço de Venda Plasticidade Peso Transmissibilidade Design Temperatura do Corpo Ações Involuntárias Transpiração do CorpoVARIÁVEISHUMANAS Velocidade do Corpo Ações Voluntárias Peso do Corpo Anatomia do Corpo Materiais Adicionais Fisiologia do Corpo
  3. 3. PARA MELHOR ENTENDIMENTO DA ANALISE, É IMPORTANTE COMPREENDER ALGUNS CONCEITOS BÁSICOS DAS VARIÁVEIS PERTINENTES QUE COMPÕEM A ESTRUTURA DO MÉTODO.
  4. 4. VARIÁVEIS AMBIENTAISRadiação solar é a designação dada à energia radianteemitida pelo Sol, em particular aquela que é transmitidasob a forma de radiação electromagnética. Cerca demetade desta energia é emitida como luz visivel na partede frequência mais alta do espectro electromagnético eo restante na do infravermelho próximo e como radiaçãoultravioleta. A radiação solar fornece anualmente para aatmosfera terrestre 1,5 x 1018 kWh de energia, a qual,para além de suportar a vasta maioria das cadeiastróficas, sendo assim o verdadeiro sustentáculo da vidana Terra, é a principal responsável pela dinâmica daatmosfera terrestre e pelas características climáticas doplaneta.
  5. 5. VARIÁVEIS AMBIENTAIS• Poeira ou pó são uma quantidade de pequenas partículas de variadas origens, estruturas e composições, que se depositam a partir da suspensão pelo ar, causando sujeira em diversos objetos.• Alguns tipos:• Pó da casa, muitas vezes uma mistura de microfibras, pele morta, pequenas partículas e excremento de ácaros.• Pólen das plantas• Poeira de farinha em padarias• Poeira de carvão e de pedra em minas• Poeira das construções, que surge na construção de casas ou na sua demolição.
  6. 6. VARIÁVEIS AMBIENTAISUmidade) é a quantidade de vapor de água naatmosfera. Fisicamente, a umidade relativa é definidacomo a razão da quantidade de vapor de água presentenuma porção da atmosfera (pressão parcial de vapor)com a quantidade máxima de vapor de água que aatmosfera pode suportar a uma determinadatemperatura (pressão de vapor).
  7. 7. VARIÁVEIS AMBIENTAISEm física, o atrito é a componente horizontal da força decontato que atua sempre que dois corpos entram em choquee há tendência ao movimento. É gerada pela aspericidade doscorpos. A força de atrito é sempre paralela às superfícies eminteração e contrária ao movimento relativo entre eles.
  8. 8. VARIÁVEIS AMBIENTAISTemperatura ambiente, em termos laboratoriais, é atemperatura situada entre 21–23 graus Celsius (69-73 grausFahrenheit ou 294–296 kelvin).Também pode ser considerada como a temperatura do ar deum determinado local, medida por um termômetro de bulboseco.
  9. 9. VARIÁVEIS AMBIENTAIS• A chuva ácida, ou com mais propriedade deposição ácida, é a designação dada à chuva, ou qualquer outra forma de precipitação atmosférica, cuja acidez seja substancialmente maior do que a resultante da dissociação do dióxido de carbono (CO2) atmosférico dissolvido na água precipitada. A principal causa daquela acidificação é a presença na atmosfera terrestre de gases e partículas ricos em enxofre e azoto reactivo cuja hidrólise no meio atmosférico produz ácidos fortes.
  10. 10. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Na geologia, a permeabilidade é a medida da capacidade de um material (tipicamente uma rocha) para transmitir fluídos. É de grande importância na determinação das características de fluxo dos hidrocarbonetos em reservatórios de petróleo e gás e da água nos aquíferos. A unidade de permeabilidade é o Darcy ou, mais habitualmente, o mili-Darcy ou mD (1 Darcy = 1 x 10-12.m2). A permeabilidade é usada para calcular taxas de fluxo através da lei de Darcy.
  11. 11. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Elasticidade é o ramo da física que estuda o comportamento de corpos materiais que se deformam ao serem submetidos a ações externas (forças devidas ao contato com outros corpos, ação gravitacional agindo sobre sua massa, etc.), retornando à sua forma original quando a ação externa é removida.• Até um certo limite, dependente do material e temperatura, as tensões aplicadas são aproximadamente proporcionais às deformações. A constante de proporcionalidade entre elas é chamada módulo de elasticidade ou módulo de Young. Quanto maior esse módulo, maior a tensão necessária para o mesmo grau de deformação, e portanto mais rígido é o material. A relação linear entre essas grandezas é conhecida como lei de Hooke.• A elasticidade linear entretanto, é uma aproximação; os materiais reais exibem algum grau de comportamento não-linear.• A teoria da elasticidade estuda de forma rigorosa a determinação das tensões, deformações e da relação entre elas para um sólido tridimensional.
  12. 12. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTOA condutividade térmica quantifica a habilidade dos materiaisde conduzir energia térmica, ou seja, de propiciar calor.Estruturas feitas com materiais de alta condutividade térmicaconduzem energia térmica de forma mais rápida e eficiente queestruturas análogas feitas contudo de materiais com baixacondutividade térmica. Desta maneira, materiais com altacondutividade térmica são utilizados em dissipadores térmicos emateriais de baixa condutividade térmica são utilizados naconfecção de objetos que visam a prover isolamentos térmicos,a exemplo, em cobertores. Esta propriedade, que é umapropriedade do material e não do objeto, guarda íntima relaçãocom a equação de transporte de Boltzmann.
  13. 13. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Plasticidade é a propriedade de um corpo mudar de forma de modo irreversível, ao ser submetido a uma tensão. Exemplos de materiais plásticos são as argilas.• Plasticidade é o ramo da física que estuda o comportamento de Corpos materiais que se deformam ao serem submetidos a ações externas e não retornam mais ao estágio inicial. Em outras palavras, plasticidade é quando o material se deforma e fica deformado, não volta ao normal.• Exemplos de plasticidade: Alumínio, Chumbo.
  14. 14. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Em Física, relaciona-se à transmissão a parcela da energia incidente que não é absorvida nem refletida.• O meio de transmissão de dados serve para oferecer suporte ao fluxo de dados entre dois pontos. Usamos o termo linha para designar o meio de transmissão usado entre esses pontos. Essa linha pode ser de um par de fios, um cabo coaxial, fibras ópticas, comunicação por radiofrequência ou até mesmo por satélites. Desta forma, podemos afirmar que o ar é também um meio de transmissão.• Transmissões podem ser do tipo digital e analógica.• Deve-se diferenciar transmissão digital de sinal digital, da mesma forma como transmissão analógica e sinal analógico.
  15. 15. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• A cor é uma percepção visual provocada pela ação de um feixe de fotons sobre células especializadas da retina, que transmitem através de informação pré- processada no nervo óptico, impressões para o sistema nervoso.• A cor de um material é determinada pelas médias de frequência dos pacotes de onda que as suas moléculas constituintes refletem. Um objeto terá determinada cor se não absorver justamente os raios correspondentes à frequência daquela cor.• Assim, um objeto é vermelho se absorve preferencialmente as frequências fora do vermelho.
  16. 16. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Custos são medidas monetárias dos sacrifícios financeiros com os quais uma organização, uma pessoa ou um governo, têm de arcar a fim de atingir seus objetivos, sendo considerados esses ditos objetivos, a utilização de um produto ou serviço qualquer, utilizados na obtenção de outros bens ou serviços. A Contabilidad gerencial incorpora esses e outros conceitos econômicos para fins de elaborar Relatórios de Custos de uso da Gestão Empresarial.
  17. 17. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Em economia, contabilidade, finanças e negócios, preço é o valor monetário expresso numericamente associado a uma mercadoria, serviço ou patrimônio. O conceito de preço é central para a microeconomia, onde é uma das variáveis mais importantes na teoria de alocação de recursos (também chamada de teoria dos preços).• Em Marketing, preço é uma das quatro variáveis no Composto Mercadológico, ou marketing mix que os mercadólogos usam para desenvolver um plano de marketing. Segundo Jay Conrad Levinson, 14% dos consumidores decidem suas compras baseando-se exclusivamente no preço. Computa-se no preço, não apenas o valor monetário de um produto, mas tudo aquilo que o consumidor tem que sacrificar ao adquirir um bem.• O verdadeiro preço de alguma coisa é o trabalho e a dificuldade para adquirí-la. Por isso, os mercadólogos incluem em suas considerações os custos indiretos, custos de manutenção, a necessidade de recompra, e mesmo a energia física, o tempo e o custo emocional de se adquirir uma oferta.
  18. 18. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• O peso de um objeto é a força gravitacional sofrida por este objeto em virtude da atração gravitacional nele exercida por um outro corpo massivo.• Em senso comum o peso é associado à força sobre um objeto de massa muito pequena se comparada à massa ordens de grandeza maior do corpo responsável pela atração gravitacional, contudo em termos científicos a definição é simétrica: o corpo massivo também está solicitado por uma força peso associada à atração nele exercida pelo objeto pouco massivo, sendo em verdade este peso exatamente igual em módulo ao peso do próprio objeto pouco massivo em virtude da terceira lei de newton.• Leigos sobre o assunto geralmente confundem os conceitos de peso e massa. Contudo ressalva-se que peso e massa são grandezas completamente distintas, apesar de relacionadas. A passo que massa é uma grandeza escalar, peso é uma grandeza vetorial.
  19. 19. VARIÁVEIS ESPECIFICAS DO PRODUTO• Design ou desenho industrial é a idealização, criação, desenvolvimento, configuração, concepção, elaboração e especificação de algo direcionado para o uso. Essa é uma atividade estratégica, técnica e criativa, normalmente orientada por uma intenção ou objetivo, ou para a solução de um problema.• Exemplos de coisas que se podem projetar incluem muitos tipos de objetos, como utensílios domésticos, vestimentas, máquinas, ambientes, serviços, marcas e também imagens, como em peças gráficas, famílias de letras (tipografia), livros e interfaces digitais de softwares ou de páginas da Internet, entre outros.• O design é também uma profissão, cujo profissional é o designer. Os designers normalmente se especializam em projetar um determinado tipo de coisa. Atualmente as especializações mais comuns são o design de produto, design visual, design de moda e o design de interiores.
  20. 20. VARIÁVEIS HUMANAS• A temperatura corporal basal (TCB) é a temperatura do corpo medida imediatamente após a pessoa acordar, antes de que qualquer atividade física no dia seja feita. Nas mulheres, a ovulação causa um aumento de 0,25 a 0,5 graus Celsius na TCB.• Velocidade do corpo: é a capacidade que o corpo tem de se deslocar.
  21. 21. VARIÁVEIS HUMANAS• Anatomia do corpo estuda grandes estruturas e sistemas do corpo humano, deixando o estudo de tecidos para a histologia e das células para a citologia. O corpo humano, como no corpo de todos os animais, consiste de sistemas, que são formados de órgãos, que são constituídos de tecidos, que por sua vez são formados de células.• Os princípios de pesquisa podem ser a anatomia descritiva, quando analisa-se e descreve-se os órgãos baseado nos tecidos biológicos que o compõem ou pode ainda ser adotado o critério da anatomia topográfica, quando analisa-se e descreve-se os órgãos com base em sua localização no corpo (região corporal).
  22. 22. VARIÁVEIS HUMANAS• Ações involuntárias: são atitudes incocientementes tomadas pelos usuários dos produtos. Ações voluntarias: são as atitudes concientes tomadas pelos usuários dos produtos.
  23. 23. VARIÁVEIS HUMANAS• Materiais adicionais: se refere aos acessórios do produto principal.• Transpiração do corpo: Transpiração é o processo pelo qual a água contida em um corpo é eliminada devido a uma elevação de temperatura externa ou interna que a permita fluir para a superfície do mesmo corpo. Apesar de qualquer corpo contendo água em sua composição estar sujeito à transpiração sob temperaturas elevadas, é nos seres vivos que a transpiração adquire importância vital.
  24. 24. VARIÁVEIS HUMANAS• Peso do corpo: se refere ao peso (massa) do usuário do produto.• Fisiologia é o ramo da biologia que estuda as múltiplas funções mecânicas, físicas e bioquímicas nos seres vivos.
  25. 25. PRODUTO: CAMERA DIGITAL VARIÁVEIS Radiação Solar Circulação de Poeira Umidade do ArAMBIENTAIS Atrito com o Solo Temperatura Ambiente Água da chuva Permeabilidade Cores Elasticidade Custo/ produção Condutibilidade Preço de Venda Plasticidade Peso Transmissibilidade Design Temperatura do Corpo Ações Involuntárias Transpiração do CorpoVARIÁVEISHUMANAS Velocidade do Corpo Ações Voluntárias Peso do Corpo Anatomia do Corpo Materiais Adicionais Fisiologia do Corpo
  26. 26. EFEITOS DAS VARIÁVEIS AMBIENTAIS• Radiação solar: Devido a função da câmera digital é provável que este produto fique exposto aos raios solares e consequentemente a radiação solar. Os efeitos podem ser estéticos ou de funcionamento.• A circulação de poeira pode afetar o seu funcionamento e levar ao fim de sua vida útil.• A umidade do ar varia todo dia, portanto este produto deve suportar a essa margem de variação, já que é composto de partes eletrônicas.
  27. 27. • O atrito com o solo deste produto pode ser muito prejudicial, já que funciona a partir de pilhas.• A temperatura ambiente não impacta em seu funcionamento, mas pode haver um diferença de temperatura com relação a parte interna e externa, já que o aparelho trabalha com certa energia.• A água da chuva pode levar ao fim da vida útil do produto, pois este aparelho é permeável a água, portanto a mesma compromete o funcionamento das partes eletrônicas, sem falar que a água da chuva é ácida.

×