“O culto racional”

3.632 visualizações

Publicada em

Estudo 11 - A Epístola aos Romanos

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.632
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
75
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

“O culto racional”

  1. 1. A Epístola aos Romanos Estudo 11 “ O culto racional” Texto bíblico: Romanos 11 e 12 (Tendo em vista a extensão do texto - 57 versículos - o que não nos permite transcrevê-los todos, vamos manter a Bíblia aberta para fazer a leitura de ambos os capítulos em voz alta, gradativamente)
  2. 2. No estudo de hoje, o último capítulo específico ao povo de Israel, e o segundo diretamente escrito aos crentes de todas as origens. O capítulo 11 expõe mais uma vez a situação do futuro do povo judeu em face do Evangelho, terminando com um hino de adoração, para explicar as aparentes contradições desta história ao nosso ver.
  3. 3. “ Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os teus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Pois quem jamais conheceu a mente do Senhor? Ou quem se fez seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém!”
  4. 4. Já no capítulo 12 ele se volta para todos os crentes, judeus e gentios e os desafia a uma vida de consagração, no cultivo dos dons e talentos espirituais e na prática de diversas atitudes que evidenciem o verdadeiro caráter do cristão. O desafio vale para nós hoje!
  5. 5. Vamos dividir o texto do capítulo 11 de forma a melhor compreendermos a argumentação do apóstolo para o seu povo. Mais uma vez, estamos diante de alguns textos complexos em razão de estar ele comparando realidades que são mui diferentes (o ser judeu X o ser cristão), sendo que por nossa distância cultural não temos como entender tudo.
  6. 6. <ul><li>Capítulo 11 </li></ul><ul><li>Uma graça confirmada </li></ul><ul><li>11.1-8 </li></ul><ul><li>2.Uma fronteira rompida </li></ul><ul><li>11.9-14 </li></ul><ul><li>3.Um “enxerto” espiritual </li></ul><ul><li>11.15-24 </li></ul><ul><li>4.Uma verdade imutável </li></ul><ul><li>11.25-32 </li></ul><ul><li>5. Diante de tais realidades um hino de louvor ao Senhor </li></ul><ul><li>11.33-36 </li></ul><ul><li>(O texto áureo já lido) </li></ul>
  7. 7. <ul><li>1. Uma graça confirmada </li></ul><ul><li>11.1-8 </li></ul><ul><li>- Paulo ratifica mais uma vez o amor de Deus para com seu povo (v.1) </li></ul><ul><li>Comprova isto com uma resposta do AT (v.2-4) </li></ul><ul><li>E confirma que um remanescente ficou até o seu tempo, mas que boa parte deste povo vai se perder por não aceitar a graça (v.5-8) </li></ul>
  8. 8. <ul><li>2.Uma fronteira rompida </li></ul><ul><li>11.9-15 </li></ul><ul><li>- Voltando ao AT lembra que Davi profetizou a este respeito (v.9,10); </li></ul><ul><li>Para a seguir evidenticar que havia no plano divino uma razão objetiva para isto (v.11-15); </li></ul><ul><li>Sim, com a graça concedida aos gentios também, os judeus não gostariam de ficar fora do plano do Senhor! </li></ul>
  9. 9. 3.Um “enxerto” espiritual 11.16-24 Traz então um exemplo ilustrado da salvação ofertada aos gentios com os termos da botânica (v.16-24), onde evidencia que o povo judeu recebeu a raiz da oliveira frondosa que veio a ser o povo de Deus, recebendo esta oliveira enxertos do zambujeiro (os gentios).
  10. 10. 4.Uma verdade imutável 11.25-32 O apóstolo então faz uma constatação lógica sobre o amor de Deus distribuído igualmente tanto ao judeu quanto ao gentio (v.25-28) Ambos foram desobedientes, mas ambos alcançaram igualmente a mesma misericórdia divina. (v.29-32)
  11. 11. 5. Diante de tais realidades um hino de louvor ao Senhor 11.33-36 Como para evidenciar que está tratando de algo realmente difícil de ser entendido totalmente pela mente humana, ele declama um hino de adoração e louvor ao Deus eterno e perfeito. (O texto áureo já lido)
  12. 12. Capítulo 12 Tendo aparentemente esgotado toda a argumentação que desejava fazer sobre a lei e a graça de Deus, e seu entendimento para judeus e gentios ele passa a escrever agora sobre algo que vai identificar o povo de Deus (um só agora), desta época em diante.
  13. 13. <ul><li>Esta sua palavra no capítulo 12, se presta para evidenciar três características essenciais deste povo de Deus: </li></ul><ul><li>Vida consagrada </li></ul><ul><li>(12.1,2) </li></ul><ul><li>2.Posse de dons espirituais (12.3-8) </li></ul><ul><li>3.Atitudes virtuosas </li></ul><ul><li>(12.9-21) </li></ul>
  14. 14. 1. Vida consagrada (12.1,2) O texto diz tudo: ” Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” Pureza de vida… Santidade… Consagração!
  15. 15. 1. Vida consagrada (12.1,2) Continuando: ” E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. Comunhão com o Senhor!
  16. 16. 2.Posse de dons espirituais (12.3-8) Cada crente tem a possibilidade de ser portador de um dom ou talento espiritual dado por Deus (v.3-8): 1º- Profecia; 2º- Ministério; 3º- Ensino; 4º- Exortação; 5º- Compartilhar; 6º- Presidir; 7º- Contribuir.
  17. 17. 3.Atitudes virtuosas (12.9-21) E também de, por suas atitudes, melhorar o mundo ao redor. Com um ou mais dos sete possíveis dons, o crente pode ajudar a melhorar o mundo ao redor com 13 atitudes virtuosas que farão dele uma bênção onde quer que esteja.
  18. 18. 3.Atitudes virtuosas (12.9-21) E também de por suas atitudes melhorar o mundo ao redor: 1.Amar; 2.Evitar o mal; 3.Zelar; 4.Vida espiritual 5.Alegria; 6.Paciência; 7.Vida de oração; 8.Solidariedade; 9.Sendo bênção; 10.Somando; 11.Humildade; 12.Dignidade; 13.Pacíficos.
  19. 19. CONCLUSÕES 1.Você faz parte do povo de Deus. Você se sente feliz e orgulhoso? 2.Você aceita conviver com alguns mistérios da ação divina? 3. Você vive uma vida separada? 4. Você possui algum dom. Você o usa? 5. Em qual das atitudes virtuosas do crente você está falhando?

×