As Epístolas  aos Coríntios Estudo 13  ” A minha graça te basta ” Texto bíblico – 2Co 12 e 13 (Texto áureo – 2Co 12.7-9) ”...
As Epístolas aos Coríntios Introdução (I) A carta chega ao seu fim. Depois de ter admoestado os coríntios sobre os mais di...
As Epístolas aos Coríntios Introdução (II)  Vamos tentar lembrar a nossa caminhada durante este trimestre, enfocando rapid...
As Epístolas aos Coríntios Estudo 01 “ Chamados para ser santos” Texto bíblico: 1Coríntios 1 e 2Coríntios 1 Texto áureo: 1...
As Epístolas aos Coríntios Estudo 02 “ Devemos ter a mente de Cristo” Texto bíblico: 1Coríntios 2 e 3 Texto áureo:  1Co 2....
As Epístolas aos Coríntios Estudo 03 “ Sejamos massa nova” Texto bíblico: 1Coríntios 4 e 5 Texto áureo: 1Co 5.7 “ Expurgai...
As Epístolas aos Coríntios Estudo 04 “ Vosso corpo é santuário do Espírito Santo” Texto bíblico: 1Coríntios 6 e 7 Texto áu...
As Epístolas aos Coríntios Estudo 05 “ Semeamos as coisas espirituais” Texto bíblico: 1Coríntios 8 e 9 Texto áureo: 1Co 9....
As Epístolas aos Coríntios Estudo 06  “ Tudo é lícito, mas nem tudo c onvém” Texto bíblico – 1Co 10 e11 (Texto áureo – 1Co...
Estudo 07 - As Epístolas aos Coríntios “ Há diversidade de dons, mas um só Espírito ” Texto bíblico – 1Co 12 a14 (Texto áu...
As Epístolas aos Coríntios Estudo 08  “ Onde está, ó morte a tua vitória? ” Texto bíblico – 1Co 15 e16 (Texto áureo – 1Co ...
As Epístolas  aos Coríntios Estudo 09  “ É com sinceridade que em Cristo falamos ” Texto bíblico – 2Co 2 a 4 (Texto áureo ...
As Epístolas  aos Coríntios Estudo 10  “ O amor de Cristo nos constrange ” Texto bíblico – 2Co 5 a 7 (Texto áureo – 2Co 5....
As Epístolas  aos Coríntios Estudo 11  “ Deus ama ao que dá com alegria ” Texto bíblico – 2Co 8 a 10 (Texto áureo – 2Co 9....
As Epístolas  aos Coríntios Estudo 12  “ Falsos apóstolos, obreiros fraudulentos” Texto bíblico – 2Co 11 (Texto áureo – 2C...
As Epístolas aos Coríntios Introdução (III)  Assim, Paulo caminha para o final da carta, objetivando destacar ainda  três ...
Vamos abrir as nossas Bíblias nesses dois últimos capítulos da Carta e acompanhar com a leitura atenta os ensinamentos do ...
<ul><li>1.É necessário gloriar-me, embora </li></ul><ul><li>não convenha; mas passarei a </li></ul><ul><li>visões e revela...
<ul><li>5. Desse tal me gloriarei, mas de mim mesmo não  </li></ul><ul><li>me gloriarei, senão nas minhas fraquezas. 6. Po...
<ul><li>11. Tornei-me insensato; vós a isso me </li></ul><ul><li>obrigastes; porque eu devia ser louvado por vós, </li></u...
<ul><li>19. Há muito, de certo, pensais que </li></ul><ul><li>nos estamos desculpando convosco. </li></ul><ul><li>Perante ...
<ul><li>1.É esta a terceira vez que vou ter </li></ul><ul><li>convosco. Por boca de duas ou três </li></ul><ul><li>testemu...
<ul><li>Paulo encerra a carta com algumas recomendações muito objetivas sobre a vida cristã. </li></ul><ul><li>Vale e pena...
Conclusão Que o Senhor nos inspire a andar conforme a sua vontade . Que os ensinos de Paulo aos crentes de Corinto repercu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

“A minha graça te basta”

10.480 visualizações

Publicada em

Estudo 13 - As Epístolas aos Coríntios

Publicada em: Espiritual, Turismo, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.480
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.630
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
105
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

“A minha graça te basta”

  1. 1. As Epístolas aos Coríntios Estudo 13 ” A minha graça te basta ” Texto bíblico – 2Co 12 e 13 (Texto áureo – 2Co 12.7-9) ” E, para que me não exaltasse demais, pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de que eu não me exalte demais; acerca do qual três vezes roguei ao Senhor que o afastasse de mim; e ele me disse: A minha graça te basta.”
  2. 2. As Epístolas aos Coríntios Introdução (I) A carta chega ao seu fim. Depois de ter admoestado os coríntios sobre os mais diversos aspectos da vida cristã e de ter defendido a sua missão apostólica entre eles, Paulo vai encerrar o seu contato, despedindo-se da igreja, porque embora tivesse interesse em retornar a eles em uma outra viagem, isto não vai acontecer, pois chegando à Palestina ele vai ser preso e levado dois anos depois para Roma.
  3. 3. As Epístolas aos Coríntios Introdução (II) Vamos tentar lembrar a nossa caminhada durante este trimestre, enfocando rapidamente, cada uma das lições. Este resumo final é necessário porque sendo esta carta paulina, uma das que mais se contextualizam aos dias de hoje, é oportuno relembrar aqui, os temas e assuntos que permearam o seu escrito.
  4. 4. As Epístolas aos Coríntios Estudo 01 “ Chamados para ser santos” Texto bíblico: 1Coríntios 1 e 2Coríntios 1 Texto áureo: 1Co 1.3,4 “ Graça seja convosco, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Sempre dou graças a Deus por vós, pela graça de Deus que vos foi dada em Cristo Jesus”.
  5. 5. As Epístolas aos Coríntios Estudo 02 “ Devemos ter a mente de Cristo” Texto bíblico: 1Coríntios 2 e 3 Texto áureo: 1Co 2.16 “ Pois quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo”.
  6. 6. As Epístolas aos Coríntios Estudo 03 “ Sejamos massa nova” Texto bíblico: 1Coríntios 4 e 5 Texto áureo: 1Co 5.7 “ Expurgai o fermento velho para que sejais massa nova, assim como sois sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, já foi crucificado”.
  7. 7. As Epístolas aos Coríntios Estudo 04 “ Vosso corpo é santuário do Espírito Santo” Texto bíblico: 1Coríntios 6 e 7 Texto áureo: 1Co 6.19 “ Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuis da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?”.
  8. 8. As Epístolas aos Coríntios Estudo 05 “ Semeamos as coisas espirituais” Texto bíblico: 1Coríntios 8 e 9 Texto áureo: 1Co 9.11 “ Se nós semeamos para vós as coisas espirituais, será muito que de vós colhamos as materiais?”.
  9. 9. As Epístolas aos Coríntios Estudo 06 “ Tudo é lícito, mas nem tudo c onvém” Texto bíblico – 1Co 10 e11 (Texto áureo – 1Co 10.23) “ Todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas convém, todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam”
  10. 10. Estudo 07 - As Epístolas aos Coríntios “ Há diversidade de dons, mas um só Espírito ” Texto bíblico – 1Co 12 a14 (Texto áureo – 1Co 12.31) “ Mas procurai com zelo os maiores dons. Ademais, eu vos mostrarei um caminho mais excelente.”
  11. 11. As Epístolas aos Coríntios Estudo 08 “ Onde está, ó morte a tua vitória? ” Texto bíblico – 1Co 15 e16 (Texto áureo – 1Co 15.19) “ Se é só para esta vida que esperamos em Cristo, somos de todos os homens os mais dignos de lástima.”
  12. 12. As Epístolas aos Coríntios Estudo 09 “ É com sinceridade que em Cristo falamos ” Texto bíblico – 2Co 2 a 4 (Texto áureo – 2Co 2.17) “ Porque nós não somos falsificadores da palavra de Deus, como tantos outros; mas é com sinceridade, é da parte de Deus e na presença do próprio Deus que, em Cristo falamos.”
  13. 13. As Epístolas aos Coríntios Estudo 10 “ O amor de Cristo nos constrange ” Texto bíblico – 2Co 5 a 7 (Texto áureo – 2Co 5.14) “ Pois o amor de Cristo nos constrange, porque julgamos assim: se um morreu por todos, logo todos morreram.”
  14. 14. As Epístolas aos Coríntios Estudo 11 “ Deus ama ao que dá com alegria ” Texto bíblico – 2Co 8 a 10 (Texto áureo – 2Co 9.7) ” Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, nem por constrangimento; porque Deus ama ao que dá com alegria.”
  15. 15. As Epístolas aos Coríntios Estudo 12 “ Falsos apóstolos, obreiros fraudulentos” Texto bíblico – 2Co 11 (Texto áureo – 2Co 11.13) ” Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, disfarçando-se em apóstolos de Cristo ” .
  16. 16. As Epístolas aos Coríntios Introdução (III) Assim, Paulo caminha para o final da carta, objetivando destacar ainda três assuntos novos e mais uma vez uma repetição: <ul><li>A sua visão celestial – 12.1-4; </li></ul><ul><li>A sua limitação humana – 12.5-10; </li></ul><ul><li>A sua propalada modéstia – 12.11-13.4; </li></ul><ul><li>Recomendações finais – 13.5-13; </li></ul>
  17. 17. Vamos abrir as nossas Bíblias nesses dois últimos capítulos da Carta e acompanhar com a leitura atenta os ensinamentos do apóstolo: (Os textos estarão indicados de forma reduzida na tela. Os alunos que irão lê-los, deverão fazê-lo de forma completa nas suas Bíblias).
  18. 18. <ul><li>1.É necessário gloriar-me, embora </li></ul><ul><li>não convenha; mas passarei a </li></ul><ul><li>visões e revelações do Senhor. </li></ul><ul><li>2. Conheço um homem em Cristo </li></ul><ul><li>que há catorze anos (se no corpo </li></ul><ul><li>não sei, se fora do corpo não sei; </li></ul><ul><li>Deus o sabe) foi arrebatado até o </li></ul><ul><li>terceiro céu. </li></ul><ul><li>3. Sim, conheço o tal homem (se no </li></ul><ul><li>corpo, se fora do corpo, não sei: </li></ul><ul><li>Deus o sabe), </li></ul><ul><li>4. que foi arrebatado ao paraíso, e </li></ul><ul><li>ouviu palavras inefáveis, as quais </li></ul><ul><li>não é lícito ao homem referir. </li></ul><ul><li>Paulo faz neste texto </li></ul><ul><li>uma revelação de </li></ul><ul><li>extrema importância </li></ul><ul><li>para todos nós crentes </li></ul><ul><li>em Cristo. </li></ul><ul><li>A fé no Senhor e a </li></ul><ul><li>busca pela meditação e </li></ul><ul><li>reflexão em oração </li></ul><ul><li>podem nos levar a </li></ul><ul><li>momentos de extrema </li></ul><ul><li>emoção espiritual. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>5. Desse tal me gloriarei, mas de mim mesmo não </li></ul><ul><li>me gloriarei, senão nas minhas fraquezas. 6. Pois, </li></ul><ul><li>se quiser gloriar-me, não serei insensato, porque </li></ul><ul><li>direi a verdade; mas abstenho-me, para que </li></ul><ul><li>ninguém pense de mim além daquilo que em mim </li></ul><ul><li>vê ou de mim ouve. 7. E, para que me não exaltasse demais pela excelência das </li></ul><ul><li>revelações, foi-me dado um espinho na carne, a </li></ul><ul><li>saber, um mensageiro de Satanás para me </li></ul><ul><li>esbofetear, a fim de que eu não me exalte demais; </li></ul><ul><li>9. acerca do qual três vezes roguei ao Senhor que o </li></ul><ul><li>afastasse de mim; 9. e ele me disse: A minha graça </li></ul><ul><li>te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na </li></ul><ul><li>fraqueza. Por isso, de boa vontade antes me </li></ul><ul><li>gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que </li></ul><ul><li>repouse sobre mim o poder de Cristo. 10. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas </li></ul><ul><li>necessidades, nas perseguições, nas angústias por </li></ul><ul><li>amor de Cristo. Porque quando estou fraco, então </li></ul><ul><li>é que sou forte. </li></ul><ul><li>Paulo nos traz </li></ul><ul><li>neste texto uma das </li></ul><ul><li>mensagens mais </li></ul><ul><li>profundas para o </li></ul><ul><li>melhor entendimento </li></ul><ul><li>do que é a vida </li></ul><ul><li>cristã. Uma lição </li></ul><ul><li>que está na contra- </li></ul><ul><li>mão da mensagem </li></ul><ul><li>de muitos pastores </li></ul><ul><li>modernos, </li></ul>
  20. 20. <ul><li>11. Tornei-me insensato; vós a isso me </li></ul><ul><li>obrigastes; porque eu devia ser louvado por vós, </li></ul><ul><li>visto que em nada fui inferior aos demais </li></ul><ul><li>excelentes apóstolos, ainda que nada sou. 12. Os </li></ul><ul><li>sinais do meu apostolado foram, de fato, </li></ul><ul><li>cperados entre vós com toda a paciência, por </li></ul><ul><li>sinais, prodígios e milagres. 13. Pois, em que </li></ul><ul><li>fostes feitos inferiores às outras igrejas, a não ser </li></ul><ul><li>nisto, que eu mesmo vos não fui pesado? </li></ul><ul><li>Perdoai-me esta injustiça. 14. Eis que pela </li></ul><ul><li>terceira vez estou pronto a ir ter convosco, e não </li></ul><ul><li>vos serei pesado, porque não busco o que é </li></ul><ul><li>vosso, mas sim a vós; pois não são os filhos que </li></ul><ul><li>devem entesourar para os pais, mas os pais para </li></ul><ul><li>os filhos. 15. Eu de muito boa vontade gastarei, e </li></ul><ul><li>me deixarei gastar pelas vossas almas. Se mais </li></ul><ul><li>abundantemente vos amo, serei menos amado? </li></ul><ul><li>16. Mas seja assim; eu não vos fui pesado; mas, sendo astuto, vos tomei com dolo. </li></ul><ul><li>17. Porventura vos explorei por algum daqueles que vos enviei? 18. Exortei a Tito, </li></ul><ul><li>e enviei com ele o irmão. Porventura Tito vos explorou? Não andamos porventura </li></ul><ul><li>no mesmo espírito? Não seguimos as mesmas pegadas? </li></ul><ul><li>Paulo volta então a </li></ul><ul><li>falar de sua </li></ul><ul><li>dedicação ao </li></ul><ul><li>ministério, </li></ul><ul><li>lembrando aos </li></ul><ul><li>coríntios que não </li></ul><ul><li>foi pesado à igreja </li></ul><ul><li>em nenhum </li></ul><ul><li>momento </li></ul>
  21. 21. <ul><li>19. Há muito, de certo, pensais que </li></ul><ul><li>nos estamos desculpando convosco. </li></ul><ul><li>Perante Deus, falamos em Cristo, e </li></ul><ul><li>tudo isto, amados, é para vossa </li></ul><ul><li>edificação. 20. Porque temo que, </li></ul><ul><li>quando chegar, não vos ache quais eu </li></ul><ul><li>vos quero, e que eu seja achado por </li></ul><ul><li>vós qual não me quereis; que de </li></ul><ul><li>algum modo haja contendas, invejas, </li></ul><ul><li>iras, porfias, detrações, mexericos, </li></ul><ul><li>orgulhos, tumultos; 21. e que, quando </li></ul><ul><li>for outra vez, o meu Deus me humilhe </li></ul><ul><li>perante vós, e chore eu sobre muitos </li></ul><ul><li>daqueles que dantes pecaram, e ainda </li></ul><ul><li>não se arrependeram da impureza, </li></ul><ul><li>prostituição e lascívia que cometeram . </li></ul><ul><li>E passa então a recriminá-los pela atitude deles quanto à sua atuação como apóstolo. Ele não queria de forma alguma voltar a Corinto para encontrar as mesmas situações anteriores. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>1.É esta a terceira vez que vou ter </li></ul><ul><li>convosco. Por boca de duas ou três </li></ul><ul><li>testemunhas será confirmada toda </li></ul><ul><li>palavra. 2. Já o disse quando estava </li></ul><ul><li>presente a segunda vez, e estando </li></ul><ul><li>agora ausente torno a dizer aos que </li></ul><ul><li>antes pecaram e a todos os mais </li></ul><ul><li>que, se outra vez for, não os </li></ul><ul><li>pouparei. 3. visto que buscais uma </li></ul><ul><li>prova de que Cristo fala em mim; o </li></ul><ul><li>qual não é fraco para convosco, </li></ul><ul><li>antes é poderoso entre vós. 4. </li></ul><ul><li>Porque, ainda que foi crucificado por </li></ul><ul><li>fraqueza, vive contudo pelo poder de </li></ul><ul><li>Deus. Pois nós também somos fracos </li></ul><ul><li>nele, mas viveremos com ele pelo </li></ul><ul><li>poder de Deus para convosco. </li></ul><ul><li>O apóstolo continua desfiando toda uma teia de recriminações e </li></ul><ul><li>sentimentos de tristeza </li></ul><ul><li>pela forma como os membros daquela igreja reagiram às suas admoestações do passado. No entanto, ele se julgava certo diante do Senhor pelo que fizera , falara e escrevera. </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Paulo encerra a carta com algumas recomendações muito objetivas sobre a vida cristã. </li></ul><ul><li>Vale e pena </li></ul><ul><li>meditar </li></ul><ul><li>nelas. </li></ul>5. Examinai-vos a vós mesmos se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados. 6. Mas espero que entendereis que nós não somos reprovados. 7. Ora, rogamos a Deus que não façais mal algum, não para que nós pareçamos aprovados, mas que vós façais o bem, embora nós sejamos como reprovados. 8. Porque nada podemos contra a verdade, porém, a favor da verdade. 9. Pois nos regozijamos quando nós estamos fracos e vós sois fortes; e isto é o que rogamos, a saber, o vosso aperfeiçoamento. 10. Portanto, escrevo estas coisas estando ausente, para que, quando estiver presente, não use de rigor, segundo a autoridade que o Senhor me deu para edificação, e não para destruição. 11. Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados, sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco. 12. Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo. Todos os santos vos saúdam. 13. A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.
  24. 24. Conclusão Que o Senhor nos inspire a andar conforme a sua vontade . Que os ensinos de Paulo aos crentes de Corinto repercutam em nossa vida, 20 séculos depois.

×