SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
PsicologiaPsicologia
 O que entendo sobre psicologia?O que entendo sobre psicologia?
 Por que estudar psicologia neste curso?Por que estudar psicologia neste curso?
 Se sou auxiliar de apoio ou de serviçosSe sou auxiliar de apoio ou de serviços
gerais por que devo estudar psicologia?gerais por que devo estudar psicologia?
 O que é que a psicologia vai me ajudarO que é que a psicologia vai me ajudar
no meu dia-a-dia?no meu dia-a-dia?
RelaçõesRelações
Interpessoais:Interpessoais:
abordagemabordagem
psicológicapsicológica
Relação Psicologia com aRelação Psicologia com a
EducaçãoEducação..
Concepção do mundo é construídaConcepção do mundo é construída
através dos diferentes saberes:através dos diferentes saberes:
 Senso comumSenso comum
 CientíficoCientífico
 FilosóficoFilosófico
 ReligiosoReligioso
 ArtísticoArtístico
Teste de PersonalidadeTeste de Personalidade
 Você já respondeu a algum?Você já respondeu a algum?
 Os professores na sua escolaOs professores na sua escola
aplicam algum tipo de teste em seusaplicam algum tipo de teste em seus
alunos?alunos?
 Os testes medem aquilo que seOs testes medem aquilo que se
propõem a medir?propõem a medir?
Todos nós fazemos parteTodos nós fazemos parte
da escola e, portanto, temosda escola e, portanto, temos
de assumir o papel dede assumir o papel de
educadores.educadores.
Psicologia é a ciência queé a ciência que
estuda o ser humanoestuda o ser humano
concreto em todas as suasconcreto em todas as suas
expressões construídas aexpressões construídas a
partir das relações sociais,partir das relações sociais,
das vivências individuais e dadas vivências individuais e da
constituição biológica.constituição biológica.
HomemHomem objeto de estudoobjeto de estudo
da psicologia – Inserido nada psicologia – Inserido na
realidade e em permanenterealidade e em permanente
movimento e transformação.movimento e transformação.
Uma das grandes polêmicas daUma das grandes polêmicas da
Psicologia é tentar defini-la.Psicologia é tentar defini-la.
Pensadores:Pensadores:
 Lev VigostskiLev Vigostski –– O estudo dasO estudo das
funções psicológicas a partir dafunções psicológicas a partir da
linguagem.linguagem.
 Henri WallonHenri Wallon –– A emoção comoA emoção como
sendo o motor inicial dosendo o motor inicial do
desenvolvimento da pessoa.desenvolvimento da pessoa.
A relação entre aA relação entre a
psicologia e a educação épsicologia e a educação é
de complementaridade nade complementaridade na
construção doconstrução do sabersaber..
Pensa...Pensa...
 Mencione uma situação em queMencione uma situação em que
usou o conhecimento dausou o conhecimento da
psicologia.psicologia.
 Esta psicologia é do sensoEsta psicologia é do senso
comum ou do conhecimentocomum ou do conhecimento
científico.científico.
 Diferencie senso comum eDiferencie senso comum e
conhecimento científico.conhecimento científico.
A relação entreA relação entre
desenvolvimento edesenvolvimento e
aprendizagem é deaprendizagem é de
dependência, as duasdependência, as duas
caminham juntas.caminham juntas.
Nível de DesenvolvimentoNível de Desenvolvimento
 Nível Real – a pessoa realizaNível Real – a pessoa realiza
sozinho.sozinho.
 Nível Potencial – realização daNível Potencial – realização da
tarefa com a ajuda de uma outratarefa com a ajuda de uma outra
pessoa.pessoa.
 Zona Proximal – a distância entreZona Proximal – a distância entre
o Real e o Potencial.o Real e o Potencial.
Ilustre os níveis deIlustre os níveis de
desenvolvimento.desenvolvimento.
 Relembre de experiênciasRelembre de experiências
vivenciadas em seu processo devivenciadas em seu processo de
construção humana/aprendizado.construção humana/aprendizado.
Estágios de desenvolvimentoEstágios de desenvolvimento
 Vida Intra-Uterina – total dependênciaVida Intra-Uterina – total dependência
fisiológica, marcada por reaçõesfisiológica, marcada por reações
motoras.motoras.
 Impulsivo e Emocional – as emoçõesImpulsivo e Emocional – as emoções
prevalecem e permitem as primeirasprevalecem e permitem as primeiras
interações da criança com o meio.interações da criança com o meio.
 Sensório-Motor – exploração doSensório-Motor – exploração do
mundo físico e aquisição da marchamundo físico e aquisição da marcha
e da palavra.e da palavra.
 Personalismo – período dosPersonalismo – período dos
confrontos e de formação deconfrontos e de formação de
autonomia.autonomia.
 Puberdade e da Adolescência –Puberdade e da Adolescência –
retorno da atenção sobre sua própriaretorno da atenção sobre sua própria
pessoa.pessoa.
 Fase Adulta – equilíbrio entre oFase Adulta – equilíbrio entre o
desenvolvimento emocional e odesenvolvimento emocional e o
intelectual.intelectual.
Pensadores:Pensadores:
 Sigmund FreudSigmund Freud – desenvolvimento– desenvolvimento
sexual do homem ao longo da vidasexual do homem ao longo da vida
baseado na cultura inserido.baseado na cultura inserido.
 Jean PiagetJean Piaget – A ação do sujeito na– A ação do sujeito na
busca da adaptação possibilita abusca da adaptação possibilita a
construção do conhecimento e oconstrução do conhecimento e o
desenvolvimento mental.desenvolvimento mental.
Prática profissional e pessoalPrática profissional e pessoal
 A relação educador/aluno deve ser deA relação educador/aluno deve ser de
interação.interação.
 A ação educativa não se limita àA ação educativa não se limita à
transmissão de conhecimentos.transmissão de conhecimentos.
 Não pode ser dissociadas educaçãoNão pode ser dissociadas educação
da inteligência e da personalidade.da inteligência e da personalidade.
 Somos seres em processo deSomos seres em processo de
mudança.mudança.
Pensa...Pensa...
 O que você estava fazendo háO que você estava fazendo há
cinco anos?cinco anos?
 Faça uma retrospectiva da suaFaça uma retrospectiva da sua
vida?vida?
 Você passou por mudançasVocê passou por mudanças
constantes?constantes?
 Relate acontecimentosRelate acontecimentos
marcantes.marcantes.
TemasTemas
TransversaisTransversais
 Disciplina e IndisciplinaDisciplina e Indisciplina
–– conceitos complexos, não estáticos, nãoconceitos complexos, não estáticos, não
universais e tem uma multiplicidade deuniversais e tem uma multiplicidade de
interpretações.interpretações.
 MotivaçãoMotivação
- motivo que me incentiva a fazer ou a- motivo que me incentiva a fazer ou a
aprender algo – querer fazer.aprender algo – querer fazer.
- provocar sentido emocional.- provocar sentido emocional.
- a emoção é o motor das nossas ações.- a emoção é o motor das nossas ações.
Pensa...Pensa...
 O que você e seus colegas deO que você e seus colegas de
trabalho entendem por motivação?trabalho entendem por motivação?
 Vocês sentem satisfação nas tarefasVocês sentem satisfação nas tarefas
que executam?que executam?
 Como gostariam que fosse a escola?Como gostariam que fosse a escola?
 Que ação você utilizaria para motivarQue ação você utilizaria para motivar
os profissionais da sua escola?os profissionais da sua escola?
O que somos como seresO que somos como seres
humanos é o resultado dahumanos é o resultado da
interação entre os processosinteração entre os processos
intrapessoais e interpessoaisintrapessoais e interpessoais
que se constituem e seque se constituem e se
transformam numatransformam numa
determinada cultura.determinada cultura.
Pensa...Pensa...
 Como é formado o grupo na suaComo é formado o grupo na sua
escola?escola?
 As pessoas são iguais?As pessoas são iguais?
 Você se sente inserido neste grupo?Você se sente inserido neste grupo?
 Como o seu grupo lida com asComo o seu grupo lida com as
diferenças?diferenças?
 Descreva as características comunsDescreva as características comuns
e as diferentes no grupo da suae as diferentes no grupo da sua
escola.escola.
Contexto SocialContexto Social
 Papel da mídia na escolaPapel da mídia na escola
 Educação Inclusiva + FormaçãoEducação Inclusiva + Formação
adequada a todos os educadoresadequada a todos os educadores
para se obter sucessopara se obter sucesso
 Gestão democráticaGestão democrática
CréditosCréditos
Imagens: InternetImagens: Internet
Texto: Modulo ProfuncionárioTexto: Modulo Profuncionário
Formatação: JucilanaFormatação: Jucilana
NTE-PorangatuNTE-Porangatu
Data: 20/03/2009Data: 20/03/2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Antropologia da educação
Antropologia da educaçãoAntropologia da educação
Antropologia da educaçãoJRALBERTY
 
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPointAtividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPointMárcio Emílio
 
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia Teletrabalho docente no mundo pós pandemia
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia Fabio Batalha M Barros
 
O pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formalO pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formalprofamiriamnavarro
 
Por uma pedagogia da presenca
Por uma pedagogia da presencaPor uma pedagogia da presenca
Por uma pedagogia da presencaNTE
 
Tendências e correntes na educação brasileira
Tendências e correntes na educação brasileiraTendências e correntes na educação brasileira
Tendências e correntes na educação brasileirarichard_romancini
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina escolarCarla Choffe
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemGerdian Teixeira
 
Dez novas competências para ensinar – philippe perrenoud
Dez novas competências para ensinar – philippe perrenoudDez novas competências para ensinar – philippe perrenoud
Dez novas competências para ensinar – philippe perrenoudSoares Junior
 
Teoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotskyTeoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotskyflaviamarquesmarques
 
Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...
Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...
Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...Anaí Peña
 
Seminário Paulo Freire- Pedagogia do Oprimido
Seminário  Paulo Freire- Pedagogia do OprimidoSeminário  Paulo Freire- Pedagogia do Oprimido
Seminário Paulo Freire- Pedagogia do OprimidoFabio Rolim
 

Mais procurados (20)

Antropologia da educação
Antropologia da educaçãoAntropologia da educação
Antropologia da educação
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
 
Sintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandãoSintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandão
 
Freire aula 3
Freire aula 3Freire aula 3
Freire aula 3
 
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPointAtividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
 
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia Teletrabalho docente no mundo pós pandemia
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia
 
O pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formalO pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formal
 
Por uma pedagogia da presenca
Por uma pedagogia da presencaPor uma pedagogia da presenca
Por uma pedagogia da presenca
 
Tendências e correntes na educação brasileira
Tendências e correntes na educação brasileiraTendências e correntes na educação brasileira
Tendências e correntes na educação brasileira
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina escolar
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Dez novas competências para ensinar – philippe perrenoud
Dez novas competências para ensinar – philippe perrenoudDez novas competências para ensinar – philippe perrenoud
Dez novas competências para ensinar – philippe perrenoud
 
Atividade avaliativa
Atividade avaliativaAtividade avaliativa
Atividade avaliativa
 
Teoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotskyTeoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotsky
 
A Cabeça Bem Feita
A Cabeça Bem FeitaA Cabeça Bem Feita
A Cabeça Bem Feita
 
Ética Profissional do Psicopedagogo
Ética Profissional do PsicopedagogoÉtica Profissional do Psicopedagogo
Ética Profissional do Psicopedagogo
 
Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...
Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...
Trabalho coletivo - Trabalho de Equipe, Cooperação, Colaboração como elemento...
 
Seminário Paulo Freire- Pedagogia do Oprimido
Seminário  Paulo Freire- Pedagogia do OprimidoSeminário  Paulo Freire- Pedagogia do Oprimido
Seminário Paulo Freire- Pedagogia do Oprimido
 
Resenha de filme pdf
Resenha de filme   pdfResenha de filme   pdf
Resenha de filme pdf
 
A educação e os desafios da contemporaneidade.
A educação e os desafios da contemporaneidade.A educação e os desafios da contemporaneidade.
A educação e os desafios da contemporaneidade.
 

Semelhante a Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009

Psicologias[1]
Psicologias[1]Psicologias[1]
Psicologias[1]Rildo45
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacionalmluisavalente
 
SLIDES PSICOLOGIA (1).pptx
SLIDES PSICOLOGIA (1).pptxSLIDES PSICOLOGIA (1).pptx
SLIDES PSICOLOGIA (1).pptxTharykBatatinha
 
Unidade 1 - 09-08-2023.pptx
Unidade 1 - 09-08-2023.pptxUnidade 1 - 09-08-2023.pptx
Unidade 1 - 09-08-2023.pptxIslanaPereira1
 
Vocês dizematualizado
Vocês dizematualizado Vocês dizematualizado
Vocês dizematualizado Oldair Ammom
 
Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9
Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9
Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9rogerio18
 
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdfAula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdfJoversinaMartinsdeSo
 
Henri Wallon e a Psicologia do Desenvolvimento
Henri Wallon e a Psicologia do DesenvolvimentoHenri Wallon e a Psicologia do Desenvolvimento
Henri Wallon e a Psicologia do Desenvolvimentossuser03089e
 
Identidade Pessoal Personalidade
Identidade Pessoal   PersonalidadeIdentidade Pessoal   Personalidade
Identidade Pessoal PersonalidadeCarlos Pessoa
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Paula Santos
 
Afetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilAfetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilPessoal
 
Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01
Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01
Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01Nazare Miranda miranda
 
História da psicologia
História da psicologiaHistória da psicologia
História da psicologiaLeila Bezerra
 
Slides da aula 2 Fundamentos da psicologia - Professora Léia Lídice
Slides da aula 2   Fundamentos da psicologia - Professora Léia LídiceSlides da aula 2   Fundamentos da psicologia - Professora Léia Lídice
Slides da aula 2 Fundamentos da psicologia - Professora Léia LídiceLéia Lídice
 
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
Habilidades sociais oficina   apostila-pdfHabilidades sociais oficina   apostila-pdf
Habilidades sociais oficina apostila-pdfAnaí Peña
 
Slides da aula 1 psicologia - professora léia lídice
Slides da aula 1   psicologia - professora léia lídiceSlides da aula 1   psicologia - professora léia lídice
Slides da aula 1 psicologia - professora léia lídiceLéia Lídice
 

Semelhante a Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009 (20)

Psicologias[1]
Psicologias[1]Psicologias[1]
Psicologias[1]
 
Psicologia
Psicologia Psicologia
Psicologia
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacional
 
SLIDES PSICOLOGIA (1).pptx
SLIDES PSICOLOGIA (1).pptxSLIDES PSICOLOGIA (1).pptx
SLIDES PSICOLOGIA (1).pptx
 
Unidade 1 - 09-08-2023.pptx
Unidade 1 - 09-08-2023.pptxUnidade 1 - 09-08-2023.pptx
Unidade 1 - 09-08-2023.pptx
 
Vocês dizematualizado
Vocês dizematualizado Vocês dizematualizado
Vocês dizematualizado
 
Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9
Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9
Desenvolvimento infantil-1226761709865509-9
 
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdfAula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdf
 
Henri Wallon e a Psicologia do Desenvolvimento
Henri Wallon e a Psicologia do DesenvolvimentoHenri Wallon e a Psicologia do Desenvolvimento
Henri Wallon e a Psicologia do Desenvolvimento
 
Slide wallon março
Slide wallon marçoSlide wallon março
Slide wallon março
 
Identidade Pessoal Personalidade
Identidade Pessoal   PersonalidadeIdentidade Pessoal   Personalidade
Identidade Pessoal Personalidade
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
 
Rev03 04
Rev03 04Rev03 04
Rev03 04
 
Afetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilAfetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantil
 
Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01
Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01
Psicologiaeeducao 100323143137-phpapp01
 
História da psicologia
História da psicologiaHistória da psicologia
História da psicologia
 
Slides da aula 2 Fundamentos da psicologia - Professora Léia Lídice
Slides da aula 2   Fundamentos da psicologia - Professora Léia LídiceSlides da aula 2   Fundamentos da psicologia - Professora Léia Lídice
Slides da aula 2 Fundamentos da psicologia - Professora Léia Lídice
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
Habilidades sociais oficina   apostila-pdfHabilidades sociais oficina   apostila-pdf
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
 
Slides da aula 1 psicologia - professora léia lídice
Slides da aula 1   psicologia - professora léia lídiceSlides da aula 1   psicologia - professora léia lídice
Slides da aula 1 psicologia - professora léia lídice
 

Último

Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 

Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009

  • 1. PsicologiaPsicologia  O que entendo sobre psicologia?O que entendo sobre psicologia?  Por que estudar psicologia neste curso?Por que estudar psicologia neste curso?  Se sou auxiliar de apoio ou de serviçosSe sou auxiliar de apoio ou de serviços gerais por que devo estudar psicologia?gerais por que devo estudar psicologia?  O que é que a psicologia vai me ajudarO que é que a psicologia vai me ajudar no meu dia-a-dia?no meu dia-a-dia?
  • 3. Relação Psicologia com aRelação Psicologia com a EducaçãoEducação.. Concepção do mundo é construídaConcepção do mundo é construída através dos diferentes saberes:através dos diferentes saberes:  Senso comumSenso comum  CientíficoCientífico  FilosóficoFilosófico  ReligiosoReligioso  ArtísticoArtístico
  • 4. Teste de PersonalidadeTeste de Personalidade  Você já respondeu a algum?Você já respondeu a algum?  Os professores na sua escolaOs professores na sua escola aplicam algum tipo de teste em seusaplicam algum tipo de teste em seus alunos?alunos?  Os testes medem aquilo que seOs testes medem aquilo que se propõem a medir?propõem a medir?
  • 5. Todos nós fazemos parteTodos nós fazemos parte da escola e, portanto, temosda escola e, portanto, temos de assumir o papel dede assumir o papel de educadores.educadores.
  • 6. Psicologia é a ciência queé a ciência que estuda o ser humanoestuda o ser humano concreto em todas as suasconcreto em todas as suas expressões construídas aexpressões construídas a partir das relações sociais,partir das relações sociais, das vivências individuais e dadas vivências individuais e da constituição biológica.constituição biológica.
  • 7. HomemHomem objeto de estudoobjeto de estudo da psicologia – Inserido nada psicologia – Inserido na realidade e em permanenterealidade e em permanente movimento e transformação.movimento e transformação. Uma das grandes polêmicas daUma das grandes polêmicas da Psicologia é tentar defini-la.Psicologia é tentar defini-la.
  • 8. Pensadores:Pensadores:  Lev VigostskiLev Vigostski –– O estudo dasO estudo das funções psicológicas a partir dafunções psicológicas a partir da linguagem.linguagem.  Henri WallonHenri Wallon –– A emoção comoA emoção como sendo o motor inicial dosendo o motor inicial do desenvolvimento da pessoa.desenvolvimento da pessoa.
  • 9. A relação entre aA relação entre a psicologia e a educação épsicologia e a educação é de complementaridade nade complementaridade na construção doconstrução do sabersaber..
  • 10. Pensa...Pensa...  Mencione uma situação em queMencione uma situação em que usou o conhecimento dausou o conhecimento da psicologia.psicologia.  Esta psicologia é do sensoEsta psicologia é do senso comum ou do conhecimentocomum ou do conhecimento científico.científico.  Diferencie senso comum eDiferencie senso comum e conhecimento científico.conhecimento científico.
  • 11. A relação entreA relação entre desenvolvimento edesenvolvimento e aprendizagem é deaprendizagem é de dependência, as duasdependência, as duas caminham juntas.caminham juntas.
  • 12. Nível de DesenvolvimentoNível de Desenvolvimento  Nível Real – a pessoa realizaNível Real – a pessoa realiza sozinho.sozinho.  Nível Potencial – realização daNível Potencial – realização da tarefa com a ajuda de uma outratarefa com a ajuda de uma outra pessoa.pessoa.  Zona Proximal – a distância entreZona Proximal – a distância entre o Real e o Potencial.o Real e o Potencial.
  • 13. Ilustre os níveis deIlustre os níveis de desenvolvimento.desenvolvimento.  Relembre de experiênciasRelembre de experiências vivenciadas em seu processo devivenciadas em seu processo de construção humana/aprendizado.construção humana/aprendizado.
  • 14. Estágios de desenvolvimentoEstágios de desenvolvimento  Vida Intra-Uterina – total dependênciaVida Intra-Uterina – total dependência fisiológica, marcada por reaçõesfisiológica, marcada por reações motoras.motoras.  Impulsivo e Emocional – as emoçõesImpulsivo e Emocional – as emoções prevalecem e permitem as primeirasprevalecem e permitem as primeiras interações da criança com o meio.interações da criança com o meio.
  • 15.  Sensório-Motor – exploração doSensório-Motor – exploração do mundo físico e aquisição da marchamundo físico e aquisição da marcha e da palavra.e da palavra.  Personalismo – período dosPersonalismo – período dos confrontos e de formação deconfrontos e de formação de autonomia.autonomia.
  • 16.  Puberdade e da Adolescência –Puberdade e da Adolescência – retorno da atenção sobre sua própriaretorno da atenção sobre sua própria pessoa.pessoa.  Fase Adulta – equilíbrio entre oFase Adulta – equilíbrio entre o desenvolvimento emocional e odesenvolvimento emocional e o intelectual.intelectual.
  • 17. Pensadores:Pensadores:  Sigmund FreudSigmund Freud – desenvolvimento– desenvolvimento sexual do homem ao longo da vidasexual do homem ao longo da vida baseado na cultura inserido.baseado na cultura inserido.  Jean PiagetJean Piaget – A ação do sujeito na– A ação do sujeito na busca da adaptação possibilita abusca da adaptação possibilita a construção do conhecimento e oconstrução do conhecimento e o desenvolvimento mental.desenvolvimento mental.
  • 18. Prática profissional e pessoalPrática profissional e pessoal  A relação educador/aluno deve ser deA relação educador/aluno deve ser de interação.interação.  A ação educativa não se limita àA ação educativa não se limita à transmissão de conhecimentos.transmissão de conhecimentos.  Não pode ser dissociadas educaçãoNão pode ser dissociadas educação da inteligência e da personalidade.da inteligência e da personalidade.  Somos seres em processo deSomos seres em processo de mudança.mudança.
  • 19. Pensa...Pensa...  O que você estava fazendo háO que você estava fazendo há cinco anos?cinco anos?  Faça uma retrospectiva da suaFaça uma retrospectiva da sua vida?vida?  Você passou por mudançasVocê passou por mudanças constantes?constantes?  Relate acontecimentosRelate acontecimentos marcantes.marcantes.
  • 21.  Disciplina e IndisciplinaDisciplina e Indisciplina –– conceitos complexos, não estáticos, nãoconceitos complexos, não estáticos, não universais e tem uma multiplicidade deuniversais e tem uma multiplicidade de interpretações.interpretações.  MotivaçãoMotivação - motivo que me incentiva a fazer ou a- motivo que me incentiva a fazer ou a aprender algo – querer fazer.aprender algo – querer fazer. - provocar sentido emocional.- provocar sentido emocional. - a emoção é o motor das nossas ações.- a emoção é o motor das nossas ações.
  • 22. Pensa...Pensa...  O que você e seus colegas deO que você e seus colegas de trabalho entendem por motivação?trabalho entendem por motivação?  Vocês sentem satisfação nas tarefasVocês sentem satisfação nas tarefas que executam?que executam?  Como gostariam que fosse a escola?Como gostariam que fosse a escola?  Que ação você utilizaria para motivarQue ação você utilizaria para motivar os profissionais da sua escola?os profissionais da sua escola?
  • 23. O que somos como seresO que somos como seres humanos é o resultado dahumanos é o resultado da interação entre os processosinteração entre os processos intrapessoais e interpessoaisintrapessoais e interpessoais que se constituem e seque se constituem e se transformam numatransformam numa determinada cultura.determinada cultura.
  • 24. Pensa...Pensa...  Como é formado o grupo na suaComo é formado o grupo na sua escola?escola?  As pessoas são iguais?As pessoas são iguais?  Você se sente inserido neste grupo?Você se sente inserido neste grupo?  Como o seu grupo lida com asComo o seu grupo lida com as diferenças?diferenças?  Descreva as características comunsDescreva as características comuns e as diferentes no grupo da suae as diferentes no grupo da sua escola.escola.
  • 25. Contexto SocialContexto Social  Papel da mídia na escolaPapel da mídia na escola  Educação Inclusiva + FormaçãoEducação Inclusiva + Formação adequada a todos os educadoresadequada a todos os educadores para se obter sucessopara se obter sucesso  Gestão democráticaGestão democrática
  • 26. CréditosCréditos Imagens: InternetImagens: Internet Texto: Modulo ProfuncionárioTexto: Modulo Profuncionário Formatação: JucilanaFormatação: Jucilana NTE-PorangatuNTE-Porangatu Data: 20/03/2009Data: 20/03/2009