SlideShare uma empresa Scribd logo
POLÍTICA COM CAUSAS

MOÇÃO DE ESTRATÉGIA
CONTEXTO
Juventude Socialista da Maia – uma política com causas
O Partido Socialista sofreu, nas últimas eleições autárquicas, uma pesada derrota no concelho da Maia. Urge
assim, a necessidade de reunir esforços e desenvolver um projeto alternativo e credível para a Maia. A
Juventude Socialista, em colaboração com o PS, pretende desenvolver um projeto para os próximos quatro
anos que visa a reflexão interna, bem como o diálogo com as forças vivas do concelho. É tempo de seguir em
frente. É tempo de refletir, dialogar, conhecer e debater, com base naquilo que define toda a nossa ação
política: o Socialismo Democrático.
Os constrangimentos impostos pela crise que vivemos, faz crescer, na sociedade portuguesa e, em
particular, nos seus jovens, um sentimento de grande angústia, incerteza e desânimo. Emerge o
neoliberalismo, que ataca a democracia e retira confiança aos cidadãos. Acentua-se o desinteresse e
descrédito pela participação cívica e política e crescem as assimetrias sociais. Os jovens portugueses, vêm as
suas aspirações pessoais e coletivas limitadas e vêm degradar-se, dia-a-dia, as possibilidades para a sua
emancipação. Um país em que os Jovens não têm o seu espaço e são obrigados a emigrar, é um país
fracassado. Não nos revemos nesta política! Acreditamos que os graves problemas que a Europa e Portugal
atravessam, poderão ser resolvidos sem descurar os que não têm voz, nem pondo em causa do Estado
Social que a Europa construiu desde o Pós Guerra.
No próximo mandato, daremos especial atenção à formação política e ideológica dos nossos militantes.
Temos de ter a capacidade de debater ideias, trocar opiniões e construir novas linhas de pensamento dentro
da Social-Democracia, nunca esquecendo os valores de Abril. Trata-se de um desafio mas também de uma
necessidade transversal às estruturas políticas, de forma a serem entendidas como verdadeiras estruturas
de alternativas políticas, de confiança e com propostas credíveis. Só poderemos encontrar políticas
alternativas se conhecermos a nossa história, as nossas gentes, o nosso partido, a nossa identidade, ou seja,
quem somos e o que queremos para a nossa sociedade.

2
Consideramos que é da maior importância a afirmação da JS junto da população e do Partido Socialista
como uma estrutura preparada, autónoma e renovada, uma juventude capaz de desenvolver políticas com
causas que vão ao encontro dos principais anseios dos maiatos.
“Política com Causas” traduz-se num projeto do coletivo para o coletivo, apostando na emancipação e na
participação cívica jovem, em defesa da República e da identidade da Esquerda Democrática, onde o
interesse geral estará acima de todo e qualquer interesse pessoal. Por essa razão, pretendemos desenvolver
um trabalho de proximidade com as diversas forças do nosso concelho: associações de estudantes,
associações cívicas e juvenis, entre outras que desenvolvem o seu trabalho com e para os jovens.
O primordial desafio, nos próximos dois anos, será a valorização do modelo democrático republicano,
segundo os valores do socialismo democrático com um verdadeiro serviço e entrega à causa pública,
lutando por uma sociedade mais livre, mais justa e com igualdade de oportunidades. Foi esse o legado que
Abril deixou às gerações vindouras, a qualificação da democracia proclamando a liberdade, a solidariedade e
a igualdade.
Pautaremos a nossa ação na reflexão teórica e prática para a construção de uma projeto socialista, através
de uma análise crítica e serena do passado e do presente, por forma a estarmos na linha da frente do campo
das ideias e para melhor atuarmos no futuro.
Por uma JS Forte! Por uma Juventude Dinâmica!
Por uma “Política com Causas”!
João José de Magalhães Torres
Militante nº 103345

3
CONTEXTO

Portugal e Europa
Portugal vive um momento particularmente difícil. A palavra “austeridade” que não só está na ordem do dia
como também nos é imposta, contribui, dia após dia, para a degradação económica e social dos
portugueses. Num contexto mais amplo e abrangente temos a Europa. A crise das dívidas soberanas, o
agravamento do desemprego, a pobreza e desigualdade social no seio da União Europeia, colocam em causa
a prossecução do seu modelo de organização política e económica. Reafirmamos a nossa total convicção que
é na Europa e dentro de uma Europa fraterna, solidária e democrática que prosseguimos o desenvolvimento
de Portugal. Por isso, consideramos fundamental a previsão de medidas e tomar atitudes proativas.
Continuar a insistir numa solução de austeridade e contenção orçamental é provocar a decadência efetiva
do projeto europeu e despoletar ainda mais efeitos devastadores ao nível da economia, com mais
desemprego, mais desigualdades entre Estados-Membros, mais recessão, mais precariedade no trabalho e
mais pobreza.
Sem uma solução coletiva e sem uma estratégia global de resposta à crise financeira e às dívidas soberanas,
a situação portuguesa e dos restantes países da Europa unida não mudará. Essa estratégia global terá que
passar por combate determinado ao mercado especulativo e às agências de rating, lutando por uma União
Europeia genuinamente unida, de pensamento comum e solidário, onde os partidos socialistas terão um
papel decisivo nessa mudança de políticas. É necessário construir um novo paradigma, que tenha por base e
medida um modelo de crescimento económico, centralizado na ética e nas pessoas, promovendo o bemestar, a justiça social, qualificando a democracia e o respeito pelos direitos humanos.
Os Socialistas Europeus devem rejeitar o modelo que a direita pretende impor, que destrói o projeto político
e económico comum. Precisamos de uma Europa unida, solidária que promova a igualdade entre EstadosMembros e que o individuo, enquanto Ser Humano volte a ocupar o centro da discussão. É necessário uma
alternativa de esquerda e equilibrada que possa criar políticas que vão ao encontro do Estado Protetor, do
crescimento do emprego, da diminuição das desigualdades e que promova a igualdade de oportunidades e
fundamentalmente políticas que conjuguem a solidariedade e equidade na afetação dos recursos, com
competitividade e eficiência na sua aplicação, restaurando a confiança nos mercados e colocando a
economia a crescer de forma sustentável, preservando a estabilidade Europeia.

4
PROPOSTAS POLÍTICAS

RELAÇÕES
INSTITUCIONAIS

DIÁLOGO COM A
SOCIEDADE

FORMAÇÃO
POLÍTICA

ORGANIZAÇÃO
INTERNA

EIXOS DE
AÇÃO
POLÍTICA

5
FORMAR - FORMAÇÃO POLÍTICA
 Realização de iniciativas de formação política tais como conferências, seminários e/ou tertúlias que
fomentem e dinamizem a participação ativa e interessada dos nossos militantes.
 Criação de um clube de leitura - Esta medida visa contribuir para o debate político interno da estrutura
tendo por base a leitura de um livro, um artigo de jornal, entre outros, cujas temáticas se debrucem
sobre temas com interesse para a nossa ação política e que resulte numa discussão rica e saudável entre
os participantes.

 Apoio nas Assembleias de Freguesia e Assembleias Municipais - Em colaboração com o PS, pretendemos
fomentar também ações de formação autárquica que visem apoiar os militantes da JS que iniciaram
recentemente funções autárquicas. Incentivaremos a participação de todos os militantes nas Assembleias
de Freguesia e Municipais para que conheçam a dinâmica de funcionamento destes órgãos, os trâmites
na condução dos trabalhos, as propostas e ideias que se discutem para o concelho ou para determinada
freguesia.

CONHECER - DIÁLOGO COM A SOCIEDADE
 Realização da 10ª edição de “Um Brinquedo. Um Sorriso” - A JS Maia em cooperação com a JS Núcleo
Vale do Leça e o PS da Secção de Águas Santas dará continuidade a esta iniciativa de Natal que visa a
recolha de brinquedos para instituições de Crianças.
 Iniciativa “Um dia com...” – Pretendemos dialogar com a sociedade civil. Por isso, propomo-nos dedicar
parte do nosso dia junto das Associações de Estudantes e Juvenis, coletividades, Centros de Dia, entre
outros, para conhecermos o funcionamento, o trabalho e as necessidades destas instituições,
estreitando assim as relações com as mesmas.
 Visitas às freguesias – a Maia hoje tem outra realidade geográfica no seguimento da agregação de
freguesias. É necessário conhecer as freguesias, identificar os problemas e fazer um levantamento das
necessidades das populações que culminará em relatórios e propostas políticas objetivas e concretas.

6
 Aproximação aos estudantes do Ensino Básico, Secundário e Universitário através da regular
distribuição de flyers com propostas políticas concretas.
 Apostar na realização e participação em iniciativas inseridas em dias temáticos de grande
relevância (25 de Abril, Dia do trabalhador, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades
Portuguesas, 5 de Outubro, entre outras).

 Participar e apoiar o Partido Socialista nas ações de campanha no âmbito das Eleições Europeias.

CONSTRUIR - ORGANIZAÇÃO INTERNA
 Apostar na Militância Ativa – É necessário a angariação de novos militantes junto das Escolas,
associações, bem como contactar com os militantes mais afastados motivando-os a regressar à política
ativa, colocando a tónica na renovação da estrutura.
 Realização de atividades de convívio e lazer entre os militantes de forma a criar laços de amizade,
maior confiança no seio da estrutura e envolvimento nas suas atividades, entusiamando-os através da
formação política informal.
 Levantamento das associações existentes na Maia.
 Reforçar a presença na Internet e nas Redes Sociais , como forma de divulgação do nosso trabalho.
 Realizar um arquivo da JS Maia, no espaço da Sede Concelhia para que toda a informação e histórico da
estrutura esteja centralizado e possa estar ao dispor dos grupos futuros.

7
 “Kit do Militante” - reunir a informação necessária, para o novo militante, sobre a JS. Pretendemos, por
isso, atualizar o ”Guia do militante”, reunindo ainda a “Moção Global de Estratégia”, “flyer da JS
Nacional”, entre outros documentos que possam ajudar à rápida e fácil integração do novo militante.
 Voltar a trazer para o debate político no seio da JS alguns temas defendidos no passado, mas ainda
atuais, tais como a problemática em torno do Rio Leça, do Jardim Zoológico da Maia, Mobilidade, entre
outros.
 Apostar na representatividade da Juventude Socialista nos órgãos do Partido Socialista, afirmando uma
lógica de renovação dos quadros do mesmo.

RELAÇÕES INSTITUCIONAIS
 Participar nas iniciativas de âmbito inter-concelhio, Federativo e Nacional, apostando na afirmação
da estrutura e marcando o seu espaço político no centro das decisões.
 Continuar a cooperar com o Partido Socialista em toda a sua actividade política e no desenvolvimento
de projetos e no confronto de ideais para a Maia.

8

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Manifesto jsd maia 2013
Manifesto jsd maia 2013Manifesto jsd maia 2013
Manifesto jsd maia 2013
Pedro Carvalho
 
Manifesto eleitoral da lista A
Manifesto eleitoral da lista AManifesto eleitoral da lista A
Manifesto eleitoral da lista A
João Oliveira
 
Resolução política da rede sustentabilidade rs
Resolução política da rede sustentabilidade rsResolução política da rede sustentabilidade rs
Resolução política da rede sustentabilidade rs
Sabrina Amaral
 
"Por uma Jota Competente" - Manifesto
"Por uma Jota Competente" - Manifesto"Por uma Jota Competente" - Manifesto
"Por uma Jota Competente" - Manifesto
Pedro Carvalho
 
Desenvolvimento Regional - Modelos de Governança Territorial
Desenvolvimento Regional - Modelos de Governança TerritorialDesenvolvimento Regional - Modelos de Governança Territorial
Desenvolvimento Regional - Modelos de Governança Territorial
Nuno Antão
 
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]
pedroribeiro1973
 
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏
pedroribeiro1973
 
MOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETA
MOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETAMOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETA
MOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETA
pedroribeiro1973
 
Educação/Futuro – Uma relação comprometida
Educação/Futuro – Uma relação comprometidaEducação/Futuro – Uma relação comprometida
Educação/Futuro – Uma relação comprometida
Nuno Antão
 
Socialismo e luta
Socialismo e lutaSocialismo e luta
Socialismo e luta
Rildo Ferreira
 
Moção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovens
Moção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovensMoção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovens
Moção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovens
João Oliveira
 
Manifesto interno PPS e REDE, e outros
Manifesto interno PPS e REDE, e outrosManifesto interno PPS e REDE, e outros
Manifesto interno PPS e REDE, e outros
Emilio Viegas
 
Caderno propostasmiolo
Caderno propostasmioloCaderno propostasmiolo
Caderno propostasmiolo
sergihelmer
 
Juntos para ganhar 2013
Juntos para ganhar 2013Juntos para ganhar 2013
Juntos para ganhar 2013
Vasco Casimiro
 
1Por uma verdadeira Reforma Administrativa
1Por uma verdadeira Reforma Administrativa1Por uma verdadeira Reforma Administrativa
1Por uma verdadeira Reforma Administrativa
Nuno Antão
 
Guia do Associativismo do Distrito de Lisboa
Guia do Associativismo do Distrito de LisboaGuia do Associativismo do Distrito de Lisboa
Guia do Associativismo do Distrito de Lisboa
JSD Distrital de Lisboa
 
O ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉM
O ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉMO ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉM
O ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉM
Nuno Antão
 
VI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventude
VI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventudeVI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventude
VI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventude
Rafael Digal
 

Mais procurados (18)

Manifesto jsd maia 2013
Manifesto jsd maia 2013Manifesto jsd maia 2013
Manifesto jsd maia 2013
 
Manifesto eleitoral da lista A
Manifesto eleitoral da lista AManifesto eleitoral da lista A
Manifesto eleitoral da lista A
 
Resolução política da rede sustentabilidade rs
Resolução política da rede sustentabilidade rsResolução política da rede sustentabilidade rs
Resolução política da rede sustentabilidade rs
 
"Por uma Jota Competente" - Manifesto
"Por uma Jota Competente" - Manifesto"Por uma Jota Competente" - Manifesto
"Por uma Jota Competente" - Manifesto
 
Desenvolvimento Regional - Modelos de Governança Territorial
Desenvolvimento Regional - Modelos de Governança TerritorialDesenvolvimento Regional - Modelos de Governança Territorial
Desenvolvimento Regional - Modelos de Governança Territorial
 
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]
 
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏
PEDRO RIBEIRO | MOÇÃO DE ORIENTAÇÃO POLÍTICA | FUTURO [versão integral]‏
 
MOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETA
MOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETAMOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETA
MOÇÃO FUTURO 2012 | VERSÃO COMPLETA
 
Educação/Futuro – Uma relação comprometida
Educação/Futuro – Uma relação comprometidaEducação/Futuro – Uma relação comprometida
Educação/Futuro – Uma relação comprometida
 
Socialismo e luta
Socialismo e lutaSocialismo e luta
Socialismo e luta
 
Moção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovens
Moção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovensMoção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovens
Moção PSD JSD Cartaxo - Um concelho para os jovens
 
Manifesto interno PPS e REDE, e outros
Manifesto interno PPS e REDE, e outrosManifesto interno PPS e REDE, e outros
Manifesto interno PPS e REDE, e outros
 
Caderno propostasmiolo
Caderno propostasmioloCaderno propostasmiolo
Caderno propostasmiolo
 
Juntos para ganhar 2013
Juntos para ganhar 2013Juntos para ganhar 2013
Juntos para ganhar 2013
 
1Por uma verdadeira Reforma Administrativa
1Por uma verdadeira Reforma Administrativa1Por uma verdadeira Reforma Administrativa
1Por uma verdadeira Reforma Administrativa
 
Guia do Associativismo do Distrito de Lisboa
Guia do Associativismo do Distrito de LisboaGuia do Associativismo do Distrito de Lisboa
Guia do Associativismo do Distrito de Lisboa
 
O ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉM
O ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉMO ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉM
O ENSINO SUPERIOR NO DISTRITO DE SANTARÉM
 
VI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventude
VI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventudeVI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventude
VI ENAPS - Tribuna de Debates - Contribuição de juventude
 

Destaque

La carga mas pesada
La carga mas pesadaLa carga mas pesada
La carga mas pesada
Ana Paola Gómez
 
8086
80868086
8086
kumaran15
 
The Bermuda Triangle
The Bermuda TriangleThe Bermuda Triangle
The Bermuda Triangle
Naitor5
 
Generic conventions of magazines
Generic conventions of magazinesGeneric conventions of magazines
Generic conventions of magazines
maddisonallin
 
Nl
NlNl
Ideas generation
Ideas generationIdeas generation
Ideas generation
KFox_A2
 
The biggest elephant in the room
The biggest elephant in the roomThe biggest elephant in the room
The biggest elephant in the room
Terry Rigby
 
Meet new people and save the environment together!
Meet new people and save the environment together!Meet new people and save the environment together!
Meet new people and save the environment together!
Cozy Lift AS
 
Terapia a través de las artes
Terapia a través de las artesTerapia a través de las artes
Terapia a través de las artes
Danii Burgos
 
La investigacion cientifica
La investigacion cientificaLa investigacion cientifica
La investigacion cientifica
Agus Jz
 
Bitacoras de tecnologia
Bitacoras de tecnologiaBitacoras de tecnologia
Bitacoras de tecnologia
Andrés Felipe Saldarriaga Becerra
 
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
GggggggggggggggggggggggggggggggGgggggggggggggggggggggggggggggg
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
byan7591
 
Circo del Sol
Circo del SolCirco del Sol
Circo del Sol
Leo
 
PMI FINAL SHADOW
PMI FINAL SHADOWPMI FINAL SHADOW
PMI FINAL SHADOW
Panicos9
 
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
GggggggggggggggggggggggggggggggGgggggggggggggggggggggggggggggg
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
byan7591
 
Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...
Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...
Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...
Blend Interactive
 
Houston news feb 2015 criminal records
Houston news feb 2015 criminal recordsHouston news feb 2015 criminal records
Houston news feb 2015 criminal records
Mandar Trivedi
 
Competition Presentation (Secret)
Competition Presentation (Secret)Competition Presentation (Secret)
Competition Presentation (Secret)
Lance Kimbro
 
My anecdote jenny
My anecdote jennyMy anecdote jenny
My anecdote jenny
yeyeandreita
 
certificate_im
certificate_imcertificate_im
certificate_im
Nathalia Miller
 

Destaque (20)

La carga mas pesada
La carga mas pesadaLa carga mas pesada
La carga mas pesada
 
8086
80868086
8086
 
The Bermuda Triangle
The Bermuda TriangleThe Bermuda Triangle
The Bermuda Triangle
 
Generic conventions of magazines
Generic conventions of magazinesGeneric conventions of magazines
Generic conventions of magazines
 
Nl
NlNl
Nl
 
Ideas generation
Ideas generationIdeas generation
Ideas generation
 
The biggest elephant in the room
The biggest elephant in the roomThe biggest elephant in the room
The biggest elephant in the room
 
Meet new people and save the environment together!
Meet new people and save the environment together!Meet new people and save the environment together!
Meet new people and save the environment together!
 
Terapia a través de las artes
Terapia a través de las artesTerapia a través de las artes
Terapia a través de las artes
 
La investigacion cientifica
La investigacion cientificaLa investigacion cientifica
La investigacion cientifica
 
Bitacoras de tecnologia
Bitacoras de tecnologiaBitacoras de tecnologia
Bitacoras de tecnologia
 
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
GggggggggggggggggggggggggggggggGgggggggggggggggggggggggggggggg
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
 
Circo del Sol
Circo del SolCirco del Sol
Circo del Sol
 
PMI FINAL SHADOW
PMI FINAL SHADOWPMI FINAL SHADOW
PMI FINAL SHADOW
 
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
GggggggggggggggggggggggggggggggGgggggggggggggggggggggggggggggg
Ggggggggggggggggggggggggggggggg
 
Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...
Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...
Managing Content Projects with Success and Panache by Ahava Leibtag (Now What...
 
Houston news feb 2015 criminal records
Houston news feb 2015 criminal recordsHouston news feb 2015 criminal records
Houston news feb 2015 criminal records
 
Competition Presentation (Secret)
Competition Presentation (Secret)Competition Presentation (Secret)
Competition Presentation (Secret)
 
My anecdote jenny
My anecdote jennyMy anecdote jenny
My anecdote jenny
 
certificate_im
certificate_imcertificate_im
certificate_im
 

Semelhante a Moção de Estratégia | Política com Causas

Programa de Governo de Marina Silva
Programa de Governo de Marina SilvaPrograma de Governo de Marina Silva
Programa de Governo de Marina Silva
Miguel Rosario
 
Rui rio moção de estratégia global
Rui rio moção de estratégia globalRui rio moção de estratégia global
Rui rio moção de estratégia global
psdruirio
 
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso CompromissoMoção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
coimbraonossocompromisso
 
Cartilha da cidadania
Cartilha da cidadania Cartilha da cidadania
Cartilha da cidadania
forumdacidadania
 
Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)
Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)
Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)
Caio César Gonçalves de Souza
 
LISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIRO
LISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIROLISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIRO
LISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIRO
pedroribeiro1973
 
Programa de governo de Marina Silva
Programa de governo de Marina SilvaPrograma de governo de Marina Silva
Programa de governo de Marina Silva
Portal Canal Rural
 
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor SociedadeMais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
JSD Distrital de Lisboa
 
Rede Sustentabilidade-Manifesto
Rede Sustentabilidade-ManifestoRede Sustentabilidade-Manifesto
Rede Sustentabilidade-Manifesto
Anita Rocha
 
ANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptx
ANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptxANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptx
ANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptx
JoaoSmeira
 
Psvivo portugal positivo
Psvivo portugal positivoPsvivo portugal positivo
Psvivo portugal positivo
Ps Cartaxo
 
Juntos para Ganhar 2013
Juntos para Ganhar 2013Juntos para Ganhar 2013
Juntos para Ganhar 2013
Nuno Antão
 
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Vasco Casimiro
 
Luder Consulting Lda.
Luder Consulting Lda. Luder Consulting Lda.
Luder Consulting Lda.
A. Rui Teixeira Santos
 
Diretrizespsb rede
Diretrizespsb redeDiretrizespsb rede
Diretrizespsb rede
Jornal do Commercio
 
Diretrizes para o programa de governo de Eduardo Campos
Diretrizes para o programa de governo de Eduardo CamposDiretrizes para o programa de governo de Eduardo Campos
Diretrizes para o programa de governo de Eduardo Campos
Paulo Veras
 
Diretrizes psb rede
Diretrizes psb redeDiretrizes psb rede
Diretrizes psb rede
Folha de Pernambuco
 
Mocao Global de Estratégia
Mocao Global de Estratégia Mocao Global de Estratégia
Mocao Global de Estratégia
cocjsribatejo2012
 
Papel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democraciaPapel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democracia
Raquel Silva
 
Tese Estadual Partido de Cara Nova
Tese Estadual Partido de Cara NovaTese Estadual Partido de Cara Nova
Tese Estadual Partido de Cara Nova
ptdecaranova13
 

Semelhante a Moção de Estratégia | Política com Causas (20)

Programa de Governo de Marina Silva
Programa de Governo de Marina SilvaPrograma de Governo de Marina Silva
Programa de Governo de Marina Silva
 
Rui rio moção de estratégia global
Rui rio moção de estratégia globalRui rio moção de estratégia global
Rui rio moção de estratégia global
 
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso CompromissoMoção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
Moção Global de Orientação Estratégica Coimbra é o Nosso Compromisso
 
Cartilha da cidadania
Cartilha da cidadania Cartilha da cidadania
Cartilha da cidadania
 
Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)
Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)
Revista juventude democracia socialista set 18 (1) (1)
 
LISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIRO
LISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIROLISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIRO
LISTA A | MOÇÃO | PEDRO RIBEIRO
 
Programa de governo de Marina Silva
Programa de governo de Marina SilvaPrograma de governo de Marina Silva
Programa de governo de Marina Silva
 
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor SociedadeMais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
 
Rede Sustentabilidade-Manifesto
Rede Sustentabilidade-ManifestoRede Sustentabilidade-Manifesto
Rede Sustentabilidade-Manifesto
 
ANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptx
ANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptxANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptx
ANEC-Politicas-Públicas-e-educação.pptx
 
Psvivo portugal positivo
Psvivo portugal positivoPsvivo portugal positivo
Psvivo portugal positivo
 
Juntos para Ganhar 2013
Juntos para Ganhar 2013Juntos para Ganhar 2013
Juntos para Ganhar 2013
 
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
 
Luder Consulting Lda.
Luder Consulting Lda. Luder Consulting Lda.
Luder Consulting Lda.
 
Diretrizespsb rede
Diretrizespsb redeDiretrizespsb rede
Diretrizespsb rede
 
Diretrizes para o programa de governo de Eduardo Campos
Diretrizes para o programa de governo de Eduardo CamposDiretrizes para o programa de governo de Eduardo Campos
Diretrizes para o programa de governo de Eduardo Campos
 
Diretrizes psb rede
Diretrizes psb redeDiretrizes psb rede
Diretrizes psb rede
 
Mocao Global de Estratégia
Mocao Global de Estratégia Mocao Global de Estratégia
Mocao Global de Estratégia
 
Papel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democraciaPapel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democracia
 
Tese Estadual Partido de Cara Nova
Tese Estadual Partido de Cara NovaTese Estadual Partido de Cara Nova
Tese Estadual Partido de Cara Nova
 

Mais de Ana Leite

Recortes Imprensa
Recortes ImprensaRecortes Imprensa
Recortes Imprensa
Ana Leite
 
Politicas Juventude - Autárquicas 2013
Politicas Juventude - Autárquicas 2013Politicas Juventude - Autárquicas 2013
Politicas Juventude - Autárquicas 2013
Ana Leite
 
Flyer ONESEBS
Flyer ONESEBSFlyer ONESEBS
Flyer ONESEBS
Ana Leite
 
Flyer - Dá voz à tua voz
Flyer - Dá voz à tua vozFlyer - Dá voz à tua voz
Flyer - Dá voz à tua voz
Ana Leite
 
Flyer - O que é a JS
Flyer - O que é a JSFlyer - O que é a JS
Flyer - O que é a JS
Ana Leite
 
Manual Acolhimento
Manual AcolhimentoManual Acolhimento
Manual Acolhimento
Ana Leite
 
Politicas Juventude 2011
Politicas Juventude 2011Politicas Juventude 2011
Politicas Juventude 2011
Ana Leite
 
Moção de Estrategia - 2011-2013
Moção de Estrategia  - 2011-2013Moção de Estrategia  - 2011-2013
Moção de Estrategia - 2011-2013
Ana Leite
 
Flyer JS Maia
Flyer JS MaiaFlyer JS Maia
Flyer JS Maia
Ana Leite
 
Politicas Juventude 2009
Politicas Juventude 2009Politicas Juventude 2009
Politicas Juventude 2009
Ana Leite
 
Estatutos da JS
Estatutos da JSEstatutos da JS
Estatutos da JS
Ana Leite
 
Newsletter js maia #2
Newsletter js maia #2Newsletter js maia #2
Newsletter js maia #2
Ana Leite
 
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
Artigo opiniao -  Cristiana CarvalhoArtigo opiniao -  Cristiana Carvalho
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
Ana Leite
 
Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)
Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)
Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)
Ana Leite
 
Newsletter_JS Maia
Newsletter_JS MaiaNewsletter_JS Maia
Newsletter_JS Maia
Ana Leite
 
Comunicado Imprensa | Abril 2012
Comunicado Imprensa | Abril 2012 Comunicado Imprensa | Abril 2012
Comunicado Imprensa | Abril 2012
Ana Leite
 
Comunicado_Mar2012
Comunicado_Mar2012Comunicado_Mar2012
Comunicado_Mar2012
Ana Leite
 
Comunicado imprensa_Jan2012
Comunicado imprensa_Jan2012Comunicado imprensa_Jan2012
Comunicado imprensa_Jan2012
Ana Leite
 
Comunicado Imprensa_Jan2012
Comunicado Imprensa_Jan2012Comunicado Imprensa_Jan2012
Comunicado Imprensa_Jan2012
Ana Leite
 
Mocao estrategia js_maia
Mocao estrategia js_maiaMocao estrategia js_maia
Mocao estrategia js_maia
Ana Leite
 

Mais de Ana Leite (20)

Recortes Imprensa
Recortes ImprensaRecortes Imprensa
Recortes Imprensa
 
Politicas Juventude - Autárquicas 2013
Politicas Juventude - Autárquicas 2013Politicas Juventude - Autárquicas 2013
Politicas Juventude - Autárquicas 2013
 
Flyer ONESEBS
Flyer ONESEBSFlyer ONESEBS
Flyer ONESEBS
 
Flyer - Dá voz à tua voz
Flyer - Dá voz à tua vozFlyer - Dá voz à tua voz
Flyer - Dá voz à tua voz
 
Flyer - O que é a JS
Flyer - O que é a JSFlyer - O que é a JS
Flyer - O que é a JS
 
Manual Acolhimento
Manual AcolhimentoManual Acolhimento
Manual Acolhimento
 
Politicas Juventude 2011
Politicas Juventude 2011Politicas Juventude 2011
Politicas Juventude 2011
 
Moção de Estrategia - 2011-2013
Moção de Estrategia  - 2011-2013Moção de Estrategia  - 2011-2013
Moção de Estrategia - 2011-2013
 
Flyer JS Maia
Flyer JS MaiaFlyer JS Maia
Flyer JS Maia
 
Politicas Juventude 2009
Politicas Juventude 2009Politicas Juventude 2009
Politicas Juventude 2009
 
Estatutos da JS
Estatutos da JSEstatutos da JS
Estatutos da JS
 
Newsletter js maia #2
Newsletter js maia #2Newsletter js maia #2
Newsletter js maia #2
 
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
Artigo opiniao -  Cristiana CarvalhoArtigo opiniao -  Cristiana Carvalho
Artigo opiniao - Cristiana Carvalho
 
Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)
Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)
Artigo opiniao - O Caminho Europeu (Rui Moreira)
 
Newsletter_JS Maia
Newsletter_JS MaiaNewsletter_JS Maia
Newsletter_JS Maia
 
Comunicado Imprensa | Abril 2012
Comunicado Imprensa | Abril 2012 Comunicado Imprensa | Abril 2012
Comunicado Imprensa | Abril 2012
 
Comunicado_Mar2012
Comunicado_Mar2012Comunicado_Mar2012
Comunicado_Mar2012
 
Comunicado imprensa_Jan2012
Comunicado imprensa_Jan2012Comunicado imprensa_Jan2012
Comunicado imprensa_Jan2012
 
Comunicado Imprensa_Jan2012
Comunicado Imprensa_Jan2012Comunicado Imprensa_Jan2012
Comunicado Imprensa_Jan2012
 
Mocao estrategia js_maia
Mocao estrategia js_maiaMocao estrategia js_maia
Mocao estrategia js_maia
 

Moção de Estratégia | Política com Causas

  • 2. CONTEXTO Juventude Socialista da Maia – uma política com causas O Partido Socialista sofreu, nas últimas eleições autárquicas, uma pesada derrota no concelho da Maia. Urge assim, a necessidade de reunir esforços e desenvolver um projeto alternativo e credível para a Maia. A Juventude Socialista, em colaboração com o PS, pretende desenvolver um projeto para os próximos quatro anos que visa a reflexão interna, bem como o diálogo com as forças vivas do concelho. É tempo de seguir em frente. É tempo de refletir, dialogar, conhecer e debater, com base naquilo que define toda a nossa ação política: o Socialismo Democrático. Os constrangimentos impostos pela crise que vivemos, faz crescer, na sociedade portuguesa e, em particular, nos seus jovens, um sentimento de grande angústia, incerteza e desânimo. Emerge o neoliberalismo, que ataca a democracia e retira confiança aos cidadãos. Acentua-se o desinteresse e descrédito pela participação cívica e política e crescem as assimetrias sociais. Os jovens portugueses, vêm as suas aspirações pessoais e coletivas limitadas e vêm degradar-se, dia-a-dia, as possibilidades para a sua emancipação. Um país em que os Jovens não têm o seu espaço e são obrigados a emigrar, é um país fracassado. Não nos revemos nesta política! Acreditamos que os graves problemas que a Europa e Portugal atravessam, poderão ser resolvidos sem descurar os que não têm voz, nem pondo em causa do Estado Social que a Europa construiu desde o Pós Guerra. No próximo mandato, daremos especial atenção à formação política e ideológica dos nossos militantes. Temos de ter a capacidade de debater ideias, trocar opiniões e construir novas linhas de pensamento dentro da Social-Democracia, nunca esquecendo os valores de Abril. Trata-se de um desafio mas também de uma necessidade transversal às estruturas políticas, de forma a serem entendidas como verdadeiras estruturas de alternativas políticas, de confiança e com propostas credíveis. Só poderemos encontrar políticas alternativas se conhecermos a nossa história, as nossas gentes, o nosso partido, a nossa identidade, ou seja, quem somos e o que queremos para a nossa sociedade. 2
  • 3. Consideramos que é da maior importância a afirmação da JS junto da população e do Partido Socialista como uma estrutura preparada, autónoma e renovada, uma juventude capaz de desenvolver políticas com causas que vão ao encontro dos principais anseios dos maiatos. “Política com Causas” traduz-se num projeto do coletivo para o coletivo, apostando na emancipação e na participação cívica jovem, em defesa da República e da identidade da Esquerda Democrática, onde o interesse geral estará acima de todo e qualquer interesse pessoal. Por essa razão, pretendemos desenvolver um trabalho de proximidade com as diversas forças do nosso concelho: associações de estudantes, associações cívicas e juvenis, entre outras que desenvolvem o seu trabalho com e para os jovens. O primordial desafio, nos próximos dois anos, será a valorização do modelo democrático republicano, segundo os valores do socialismo democrático com um verdadeiro serviço e entrega à causa pública, lutando por uma sociedade mais livre, mais justa e com igualdade de oportunidades. Foi esse o legado que Abril deixou às gerações vindouras, a qualificação da democracia proclamando a liberdade, a solidariedade e a igualdade. Pautaremos a nossa ação na reflexão teórica e prática para a construção de uma projeto socialista, através de uma análise crítica e serena do passado e do presente, por forma a estarmos na linha da frente do campo das ideias e para melhor atuarmos no futuro. Por uma JS Forte! Por uma Juventude Dinâmica! Por uma “Política com Causas”! João José de Magalhães Torres Militante nº 103345 3
  • 4. CONTEXTO Portugal e Europa Portugal vive um momento particularmente difícil. A palavra “austeridade” que não só está na ordem do dia como também nos é imposta, contribui, dia após dia, para a degradação económica e social dos portugueses. Num contexto mais amplo e abrangente temos a Europa. A crise das dívidas soberanas, o agravamento do desemprego, a pobreza e desigualdade social no seio da União Europeia, colocam em causa a prossecução do seu modelo de organização política e económica. Reafirmamos a nossa total convicção que é na Europa e dentro de uma Europa fraterna, solidária e democrática que prosseguimos o desenvolvimento de Portugal. Por isso, consideramos fundamental a previsão de medidas e tomar atitudes proativas. Continuar a insistir numa solução de austeridade e contenção orçamental é provocar a decadência efetiva do projeto europeu e despoletar ainda mais efeitos devastadores ao nível da economia, com mais desemprego, mais desigualdades entre Estados-Membros, mais recessão, mais precariedade no trabalho e mais pobreza. Sem uma solução coletiva e sem uma estratégia global de resposta à crise financeira e às dívidas soberanas, a situação portuguesa e dos restantes países da Europa unida não mudará. Essa estratégia global terá que passar por combate determinado ao mercado especulativo e às agências de rating, lutando por uma União Europeia genuinamente unida, de pensamento comum e solidário, onde os partidos socialistas terão um papel decisivo nessa mudança de políticas. É necessário construir um novo paradigma, que tenha por base e medida um modelo de crescimento económico, centralizado na ética e nas pessoas, promovendo o bemestar, a justiça social, qualificando a democracia e o respeito pelos direitos humanos. Os Socialistas Europeus devem rejeitar o modelo que a direita pretende impor, que destrói o projeto político e económico comum. Precisamos de uma Europa unida, solidária que promova a igualdade entre EstadosMembros e que o individuo, enquanto Ser Humano volte a ocupar o centro da discussão. É necessário uma alternativa de esquerda e equilibrada que possa criar políticas que vão ao encontro do Estado Protetor, do crescimento do emprego, da diminuição das desigualdades e que promova a igualdade de oportunidades e fundamentalmente políticas que conjuguem a solidariedade e equidade na afetação dos recursos, com competitividade e eficiência na sua aplicação, restaurando a confiança nos mercados e colocando a economia a crescer de forma sustentável, preservando a estabilidade Europeia. 4
  • 5. PROPOSTAS POLÍTICAS RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DIÁLOGO COM A SOCIEDADE FORMAÇÃO POLÍTICA ORGANIZAÇÃO INTERNA EIXOS DE AÇÃO POLÍTICA 5
  • 6. FORMAR - FORMAÇÃO POLÍTICA  Realização de iniciativas de formação política tais como conferências, seminários e/ou tertúlias que fomentem e dinamizem a participação ativa e interessada dos nossos militantes.  Criação de um clube de leitura - Esta medida visa contribuir para o debate político interno da estrutura tendo por base a leitura de um livro, um artigo de jornal, entre outros, cujas temáticas se debrucem sobre temas com interesse para a nossa ação política e que resulte numa discussão rica e saudável entre os participantes.  Apoio nas Assembleias de Freguesia e Assembleias Municipais - Em colaboração com o PS, pretendemos fomentar também ações de formação autárquica que visem apoiar os militantes da JS que iniciaram recentemente funções autárquicas. Incentivaremos a participação de todos os militantes nas Assembleias de Freguesia e Municipais para que conheçam a dinâmica de funcionamento destes órgãos, os trâmites na condução dos trabalhos, as propostas e ideias que se discutem para o concelho ou para determinada freguesia. CONHECER - DIÁLOGO COM A SOCIEDADE  Realização da 10ª edição de “Um Brinquedo. Um Sorriso” - A JS Maia em cooperação com a JS Núcleo Vale do Leça e o PS da Secção de Águas Santas dará continuidade a esta iniciativa de Natal que visa a recolha de brinquedos para instituições de Crianças.  Iniciativa “Um dia com...” – Pretendemos dialogar com a sociedade civil. Por isso, propomo-nos dedicar parte do nosso dia junto das Associações de Estudantes e Juvenis, coletividades, Centros de Dia, entre outros, para conhecermos o funcionamento, o trabalho e as necessidades destas instituições, estreitando assim as relações com as mesmas.  Visitas às freguesias – a Maia hoje tem outra realidade geográfica no seguimento da agregação de freguesias. É necessário conhecer as freguesias, identificar os problemas e fazer um levantamento das necessidades das populações que culminará em relatórios e propostas políticas objetivas e concretas. 6
  • 7.  Aproximação aos estudantes do Ensino Básico, Secundário e Universitário através da regular distribuição de flyers com propostas políticas concretas.  Apostar na realização e participação em iniciativas inseridas em dias temáticos de grande relevância (25 de Abril, Dia do trabalhador, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, 5 de Outubro, entre outras).  Participar e apoiar o Partido Socialista nas ações de campanha no âmbito das Eleições Europeias. CONSTRUIR - ORGANIZAÇÃO INTERNA  Apostar na Militância Ativa – É necessário a angariação de novos militantes junto das Escolas, associações, bem como contactar com os militantes mais afastados motivando-os a regressar à política ativa, colocando a tónica na renovação da estrutura.  Realização de atividades de convívio e lazer entre os militantes de forma a criar laços de amizade, maior confiança no seio da estrutura e envolvimento nas suas atividades, entusiamando-os através da formação política informal.  Levantamento das associações existentes na Maia.  Reforçar a presença na Internet e nas Redes Sociais , como forma de divulgação do nosso trabalho.  Realizar um arquivo da JS Maia, no espaço da Sede Concelhia para que toda a informação e histórico da estrutura esteja centralizado e possa estar ao dispor dos grupos futuros. 7
  • 8.  “Kit do Militante” - reunir a informação necessária, para o novo militante, sobre a JS. Pretendemos, por isso, atualizar o ”Guia do militante”, reunindo ainda a “Moção Global de Estratégia”, “flyer da JS Nacional”, entre outros documentos que possam ajudar à rápida e fácil integração do novo militante.  Voltar a trazer para o debate político no seio da JS alguns temas defendidos no passado, mas ainda atuais, tais como a problemática em torno do Rio Leça, do Jardim Zoológico da Maia, Mobilidade, entre outros.  Apostar na representatividade da Juventude Socialista nos órgãos do Partido Socialista, afirmando uma lógica de renovação dos quadros do mesmo. RELAÇÕES INSTITUCIONAIS  Participar nas iniciativas de âmbito inter-concelhio, Federativo e Nacional, apostando na afirmação da estrutura e marcando o seu espaço político no centro das decisões.  Continuar a cooperar com o Partido Socialista em toda a sua actividade política e no desenvolvimento de projetos e no confronto de ideais para a Maia. 8