Situação de aprendizagem

130 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Situação de aprendizagem

  1. 1. AVESTRUZMÁRIO PRADA
  2. 2.  Sequência Didática com o gênero textualcrônica. Texto “Avestruz” – Mário Prata. Disciplina: Língua Portuguesa Público alvo: 6º ano / Ensino Fundamental. Aulas previstas: 10 aulas
  3. 3.  Etapa 1 – Checagem de hipóteses. - O que você espera de um texto com essetítulo? - Você conhece um avestruz? - Quais as características do avestruz? - Informações sobre o autor? Nesse momento faremos uma leitura silenciosapara que vocês possam conhecer o texto e emseguida faremos a leitura textualcompartilhada.
  4. 4.  Etapa 2 – Localizando informações no texto. Responda em seu caderno: - Identifique no 3º parágrafo as características doavestruz. - As características que você atribuiuanteriormente ao avestruz, foram confirmadas notexto? Comente. - Localize no penúltimo parágrafo a expressão quemostra que o garoto mudou de opinião em relaçãoao avestruz. Após isso, qual foi a reação do garoto? - Assim como o menino, você já desejou algo edepois mudou de opinião?
  5. 5.  Etapa 3 – Comparando informações - O que mais impressionou o garoto comrelação aos hábitos alimentares e àreprodução? - Que tipos de animais podem viver dentro deapartamento? - Quais os animais de estimação?
  6. 6.  Etapa 4 – Produção de inferências globais elocais no texto. - Grife as palavras que dificultaram oentendimento do texto e em seguida utilize umdicionário para descobrir o significado dessaspalavras e qual deles se encaixa melhor notexto. - Porque o autor afirma que “uma avestruzcom TPM pode ser perigosíssima?
  7. 7.  Etapa 5 – Recuperando o contexto de produçãode texto. - Pesquise a biografia do autor Mário Prata.SAI (Sala Ambiente de Informática). - Discuta com seus colegas se o texto lido podeou não ser classificado como uma crônicanarrativa. Dê pelo menos duas explicações quejustifiquem a análise feita.
  8. 8.  Etapa 6 – Elaborar apreciações estéticas,afetivas, valores éticos ou políticos. - O que você mais gostou no texto? Comentesua resposta. - Será que um apartamento ou uma casa sãolocais apropriados para criar um avestruzcomo animal de estimação? Comente suaresposta. - Música Avestruz de Zé Di Paula e ZéHenrique.
  9. 9.  Música Avestruz de Zé Di Paula e ZéHenrique. Tava cansado de viver lá na roçaDe andar só de carroça, resolvi então mudarVendi meu sítio, vendi vaca e galinhaE peguei tudo que eu tinha na cidade fuimorarO meu dinheiro tava num banco guardadoVeio um cara engomado disse vou te dar umaluzMais que depressa peguei o meu capitalFiz um negocio legal comprei tudo emavestruzO paladar desse bicho é aguçadoTa no seu papo guardado o dinheiro que eupusAvestruz hoje eu to enroladoAvestruz que bichinho esfomeadoAvestruz come terra e come gadoAvestruz realmente to quebradoPra me ajudar a tocar este negocioArrumei foi muito sócio veja só no que foi darCabeleireira empenhou sua tesouraDiarista a vassoura hoje vive a reclamarTinha um amigo que dizia ser espertoTeve prejuízo certo hoje ta desesperadoFoi a motoca, foi a égua e a poupançaRealmente foi lambança, só deu chequecarimbadoAté o vovô que guardava um dinheirinhoComprou quatro filhotinhos lá se foi seuordenadoAvestruz hoje eu to enroladoAvestruz que bichinho esfomeadoAvestruz come terra e come gadoAvestruz realmente to quebradoNeste negócio de comprar este bichinhoFiquei falando sozinho e agora o que fazerComeu o carro, foi também a camionetaSó não foi a bicicleta pois não consegui venderEra feliz e vivia controladoCom a família do lado não devia pra ninguémNa quebradeira que esse bicho me deixouMinha mulher me abandonou e meus amigostambémTo apertado igual um pinto no ovoEste bicho é um estorvo, nem me fale nessetremAvestruz hoje eu to enroladoAvestruz que bichinho esfomeadoAvestruz come terra e come gadoAvestruz realmente to quebradoAvestruz, comeu até minha aposentadoria!!! Dé Di Paula & Zé Henrique - Letras
  10. 10.  Produção Final Produção de uma crônica – tema Animal deestimação.

×