SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS
                                                                               SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
                                                                        DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE GURUPI

                                                                                 PLANO DE AULA BIMESTRAL

Escola: Estadual Elesbão Lima
Endereço: Av. São João Nº 361 Centro - CEP: 77485-000
Telefone: 3358-1184
Disciplina: Física                                    Professor: José Antônio Pereira
Série: 2ª                                            Turmas: 2° ano 01 e 02
Bimestre: 1º                                          Periodicidade: 24/01 à 25/04/2011                     Nº. de aulas: 30 aulas

Competência:

    •    Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus papéis nos processos de produção e no
         desenvolvimento econômico e social da humanidade.

    •    Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

JUSTIFICATIVA: A Física é uma disciplina pura e aplicada, na qual está presente em nosso cotidiano, ou seja, faz parte de nossa vida, de forma clara, transparente, evidente mostrando sua face
equacional e dedutiva. A Física pode ser mostrada de duas formas, o que chamamos de Física Teórica (explicação dos fenômenos através de algoritmos matemáticos, tabelas e gráficos) e a
Física Experimental (explicação do fenômeno físico através da parte prática). A Física deve contribuir para a formação de sua cultura científica efetiva que permita ao individuo a interpretação de
fatos, fenômenos e processos naturais, que possam ser elaborados através de modelos, onde estes podem ser construídos a partir da necessidade explicativa de evidencias, em relação direta
com os fenômenos macroscópicos que se quer explicar.
                                                                                      Cronograma de Aulas

  Nº
                                                                                                                                                                                       Recursos
 Aulas         Conteúdo                            Objetivo                                  Habilidades                             Procedimentos metodológicos
                                                                                                                                                                                       Didáticos
                                  Explanação do assunto, demostrando           Diferenciar e conceituar calor e            Será colocado um dos objetivos da aula no quadro e      Livro didático,
          Noções           de     que a temperatura é, a grandeza              temperatura, entendendo o calor como        que o mesmo poderá permanecer até o final da
                                                                                                                                                                                   Lista         de
          temperatura, o calor    física mais presente em nosso                uma das formas de energia, o que é          mesma, pois, desta forma o aluno familiarizar-se-á
          na   vida    e   no     cotidiano.                                   fundamental para a compreensão do           melhor aos conteúdos abordados.                         exercícios,
          ambiente                                                             quadro teórico da termodinâmica.
                                                                                                                                                                                   Quadro branco
                                                                                                                           Em seguida os alunos serão organizados em sala
                                  A importância do equilíbrio térmico                                                      de aula para as apresentações em slides no data         e        piloto,
   30                             no termômetro.                               Entender     o    funcionamento  de         show com o uso do dispositivo Power Point sobre a
                                                                                                                                                                                   Materiais
                                                                               termômetros de diferentes modelos e         introdução a Calorimetria, estreitamente ao calor e
                                  Demonstrar     a     diferença       entre   em diferentes escalas.                      temperatura, abordando a diferença entre elas.          recicláveis    e
          Transferência       e   temperatura e calor.                                                                                                                             de baixo custo
          fontes de calor                                                                                                  Depois de assistido as apresentações em slides,
                                  A importância da dilatações para as          Verificar e explicar a dilatação térmica.   seguem as discussões sobre as temáticas citadas         para           a
                                  construções. A diferença entre calor                                                     com auxílio de livros, revistas, jornais, pesquisa na
latente e calor sensível.   Noções de temperatura, o calor na vida   internet e criação de seus dados em tabelas e         realização     de
                            e no ambiente Transferência e fontes     gráficos sobre a amostra de uma população na área
                                                                                                                           experimentos.
                            de calor                                 da Estatística e Distributiva Descritiva.
                                                                                                                           TV, pendriver
                                                                     Os alunos serão divididos em grupos para a
                                                                                                                           e    notebook,
                                                                     resolução de algumas atividades complementares *
                                                                     (elaboradas pelo professor) e desenvolvimento de      Cds e Dvds,
                                                                     experimentos práticos, como por exemplo,
                                                                                                                           Vídeos, Slides
                                                                     determinar a quantidade de calor sensível e calor
                                                                     latente dispondo de água e alguns metais.             Termômetros,
                                                                                                                           Calorímetro,
                                                                     Não terminado em sala de aula, ficarão como
                                                                     atividades para casa, o relatório das atividades      alguns metais,
                                                                     práticas realizadas seguindo a ABNT (Associação
                                                                                                                           como         por,
                                                                     Brasileira de Normas e Técnicas) lembrando que na
                                                                     próxima aula as mesmas serão cobradas e               exemplo, ferro
                                                                     corrigidas, procurando assim sanar as dificuldades.
                                                                                                                           e cobre.
                                                                     Poderá ser construído com os alunos mapas             Laboratório de
                                                                     conceituais e esquemas com as principais palavras
                                                                                                                           Informática.
                                                                     da aula apresentada, procurando assim revisar os
                                                                     conteúdos trabalhados para melhor fixação do
                                                                     processo de ensino-aprendizagem.

                                                                     Aplicação e Resolução de atividades, fixação,
                                                                     propostas, complementares e on-line com o objetivo
                                                                     de Mostrar à física como uma construção humana,
                                                                     uma ciência que procura descrever e controlar a
                                                                     natureza.
Avaliação: Os alunos serão avaliados da seguinte maneira: avaliação conceitual (formativa): prova bimestral com questões objetivas e subjetivas com valor de 6,0 pontos;
avaliação procedimental: através de 02 trabalhos escritos, com valor de 1,0 ponto cada um, totalizando 2,0 pontos e avaliação atitudinal: através da observação das atitudes e
participação de cada aluno durante as atividades desenvolvidas em sala de aula e extraclasse, com pontuação de 2,0 pontos.


Bibliografia:


    •   Máximo, Antonio e Alvarenga, Beatriz. Física. S. Paulo: Scipione, 2008. vol. 2.
    •   Bonjorno, José Augusto et al. Física História & cotidiano. S. Paulo: F.T.D.VOL. único
    •   Física – Ferraro, Nicolau G. e Soares, Paulo A. T.; Ed. Atual, Volume Único.
    •   PENTEADO, P. C. M; TORRES, C. M. A Física – Ciência e Tecnologia. V.2. São Paulo: Moderna, 2005.
    •   KAZUITO; FUKE; CARLOS. Os alicerces da Física. V.2. São Paulo: Ed. Saraiva, 2007.
    •   Gaspar, Alberto. Física 2; Mecânica. São Paulo, SP, Ed. Ática, 2000.
    •   GREF: Grupo de Reelaboração do Ensino de Física. Física 2; Mecânica. São Paulo, SP, EDUSP, 1990.
    •   Máximo, Antônio, Alvarenga, Beatriz. Curso de Física: Volume II. São Paulo, SP, Editora Scipione, 2000.
    •   Paraná, D.N.S. Física: Mecânica II. São Paulo, SP, ed. Ática, 2000.
    •   Talavara, A.C., Pozzani, L. Física: Mecânica II. São Paulo, SP, Nova Geração, 2002.
    •   Física / vários autores. – Curitiba: SEED – PR, 2006.




    Dueré – TO, 27 de fevereiro de 2012.




                                     __________________________ ________                                    __________________________________
                                            José Antônio Pereira
                                            Professor de Física                                                   Coordenador (a) Pedagógico(a)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha de acompanhamento
Ficha de acompanhamentoFicha de acompanhamento
Ficha de acompanhamentoheliane
 
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista Ana Mara Oliveira de Sousa
 
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Projeto estágio séries iniciais  set-2014Projeto estágio séries iniciais  set-2014
Projeto estágio séries iniciais set-2014Solange Coutinho
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Giselle Coutinho
 
Aula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaAula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaKarlla Costa
 
O jogo da ética
O jogo da éticaO jogo da ética
O jogo da éticaChrys Souza
 
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORATENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORASandra Lourenco
 
Planejamento de ciências 6º ano
Planejamento de ciências 6º anoPlanejamento de ciências 6º ano
Planejamento de ciências 6º anoAgenario Silva
 
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasDinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasValdenice Barreto
 
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docxPrograma-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docxMaxLuisEspinosa
 
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasQuadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasCristiano Pereira
 

Mais procurados (20)

Planejamento 1º bimestre química - liceu - 2011
Planejamento 1º bimestre   química - liceu - 2011Planejamento 1º bimestre   química - liceu - 2011
Planejamento 1º bimestre química - liceu - 2011
 
Ficha de acompanhamento
Ficha de acompanhamentoFicha de acompanhamento
Ficha de acompanhamento
 
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
 
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Projeto estágio séries iniciais  set-2014Projeto estágio séries iniciais  set-2014
Projeto estágio séries iniciais set-2014
 
Historico da didatica e suas fases
Historico da didatica e suas fases Historico da didatica e suas fases
Historico da didatica e suas fases
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
 
Aula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaAula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aula
 
O jogo da ética
O jogo da éticaO jogo da ética
O jogo da ética
 
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORATENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
 
Plano de aula de física do 2° ano 3° bimestre - cem ary
Plano de aula de física do 2° ano    3° bimestre - cem aryPlano de aula de física do 2° ano    3° bimestre - cem ary
Plano de aula de física do 2° ano 3° bimestre - cem ary
 
Plano de aula de física do 1° ano 3° bimestre - cem ary
Plano de aula de física do 1° ano    3° bimestre - cem aryPlano de aula de física do 1° ano    3° bimestre - cem ary
Plano de aula de física do 1° ano 3° bimestre - cem ary
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Planejamento de ciências 6º ano
Planejamento de ciências 6º anoPlanejamento de ciências 6º ano
Planejamento de ciências 6º ano
 
Modelo de prova
Modelo de prova Modelo de prova
Modelo de prova
 
Slide tendências pedagógicas
Slide   tendências pedagógicasSlide   tendências pedagógicas
Slide tendências pedagógicas
 
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasDinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogas
 
Modelo projeto pedagogico
Modelo projeto pedagogicoModelo projeto pedagogico
Modelo projeto pedagogico
 
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docxPrograma-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
Programa-de-Acao-PEI 2022_MARIA EUGENIA_atualizado.docx
 
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasQuadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 

Destaque

Avaliação bimestral de física 2 ano
Avaliação bimestral de física   2 anoAvaliação bimestral de física   2 ano
Avaliação bimestral de física 2 anoRosângela Ferreira
 
Plano anual de Fisica ensino medio 1° ano
Plano anual de Fisica ensino medio 1° anoPlano anual de Fisica ensino medio 1° ano
Plano anual de Fisica ensino medio 1° anoHigor Ricardo
 
Plano de curso de fisica
Plano de curso de fisicaPlano de curso de fisica
Plano de curso de fisicakl3ison
 
Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)
Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)
Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)Naírys Freitas
 
Planejamento 2º ano (1ª série)
Planejamento 2º ano (1ª série)Planejamento 2º ano (1ª série)
Planejamento 2º ano (1ª série)silvinha331
 
Planejamento anual de quimica
Planejamento anual de quimicaPlanejamento anual de quimica
Planejamento anual de quimicaColegio CMC
 
ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...
ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...
ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...jorge luiz dos santos de souza
 
Plano de aula UTFPR
Plano de aula UTFPRPlano de aula UTFPR
Plano de aula UTFPReddergueddes
 
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...jorge luiz dos santos de souza
 

Destaque (20)

Avaliação bimestral de física 2 ano
Avaliação bimestral de física   2 anoAvaliação bimestral de física   2 ano
Avaliação bimestral de física 2 ano
 
Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
 
Plano anual de Fisica ensino medio 1° ano
Plano anual de Fisica ensino medio 1° anoPlano anual de Fisica ensino medio 1° ano
Plano anual de Fisica ensino medio 1° ano
 
Plano de curso de fisica
Plano de curso de fisicaPlano de curso de fisica
Plano de curso de fisica
 
Planejamento de química do 2° ano 1° bimestre
Planejamento de química do 2° ano   1° bimestrePlanejamento de química do 2° ano   1° bimestre
Planejamento de química do 2° ano 1° bimestre
 
Plano de aula pronto
Plano de aula prontoPlano de aula pronto
Plano de aula pronto
 
Planejamento de física 3° ano 1° bimestre 2012
Planejamento de física 3° ano   1° bimestre 2012Planejamento de física 3° ano   1° bimestre 2012
Planejamento de física 3° ano 1° bimestre 2012
 
Planejamento de matemática do 2° ano 1° bimestre 2012
Planejamento de matemática do 2° ano   1° bimestre 2012Planejamento de matemática do 2° ano   1° bimestre 2012
Planejamento de matemática do 2° ano 1° bimestre 2012
 
Planos bimestrais 6º ao 9º educação física
Planos bimestrais  6º ao 9º educação físicaPlanos bimestrais  6º ao 9º educação física
Planos bimestrais 6º ao 9º educação física
 
Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)
Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)
Plano de aula - Física 1º ano (MRU e MRUV)
 
Planejamento 2º ano (1ª série)
Planejamento 2º ano (1ª série)Planejamento 2º ano (1ª série)
Planejamento 2º ano (1ª série)
 
Português 2º ano
Português 2º anoPortuguês 2º ano
Português 2º ano
 
Planejamento anual de quimica
Planejamento anual de quimicaPlanejamento anual de quimica
Planejamento anual de quimica
 
Planos de Aula
Planos de Aula Planos de Aula
Planos de Aula
 
PLANO DE AULA
PLANO DE AULA PLANO DE AULA
PLANO DE AULA
 
ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...
ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...
ATITUDES QUE SALVAM VIDAS: PRIMEIROS CUIDADOS EM CASO DE EMERGÊNCIA ATÉ A CHE...
 
Plano de aula UTFPR
Plano de aula UTFPRPlano de aula UTFPR
Plano de aula UTFPR
 
2º ano
2º ano2º ano
2º ano
 
Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental Relatório de Regências Ensino Fundamental
Relatório de Regências Ensino Fundamental
 
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
VARIAÇÕES ANATÔMICAS VASCULARES: ARTÉRIA RENAL DIREITA E ARTÉRIAS TESTICULARE...
 

Semelhante a Plano de aula de Física para 2o ano do Ensino Médio

Sensonres e matematica
Sensonres e matematicaSensonres e matematica
Sensonres e matematicaRobson S
 
Plano de aula vivencia.docx
Plano de aula   vivencia.docxPlano de aula   vivencia.docx
Plano de aula vivencia.docxdavia sousa
 
Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014
Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014
Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014prangel251
 
Projeto pegagogico info_ii
Projeto pegagogico info_iiProjeto pegagogico info_ii
Projeto pegagogico info_iivalois12345
 
Livro analise-termica-themal-analysis-giolito
Livro  analise-termica-themal-analysis-giolitoLivro  analise-termica-themal-analysis-giolito
Livro analise-termica-themal-analysis-giolitoGleice Botelho
 
824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4
824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4
824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4JOSIMREIS
 
SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptx
SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptxSEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptx
SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptxLeilianeNeryVieiraGo
 
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...Irio Valdir Kichow
 

Semelhante a Plano de aula de Física para 2o ano do Ensino Médio (20)

Fisica experimental 2
Fisica experimental  2Fisica experimental  2
Fisica experimental 2
 
Sensonres e matematica
Sensonres e matematicaSensonres e matematica
Sensonres e matematica
 
Plano de aula vivencia.docx
Plano de aula   vivencia.docxPlano de aula   vivencia.docx
Plano de aula vivencia.docx
 
Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014
Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014
Caderno ativ auto_reguladas-alunos-2ªsérie-1ºbim2014
 
Projeto pegagogico info_ii
Projeto pegagogico info_iiProjeto pegagogico info_ii
Projeto pegagogico info_ii
 
Livro analise-termica-themal-analysis-giolito
Livro  analise-termica-themal-analysis-giolitoLivro  analise-termica-themal-analysis-giolito
Livro analise-termica-themal-analysis-giolito
 
Planejamento fisica 2 ano
Planejamento fisica 2 anoPlanejamento fisica 2 ano
Planejamento fisica 2 ano
 
Snef2007
Snef2007Snef2007
Snef2007
 
Planejamento de química do 1° ano
Planejamento de química do 1° anoPlanejamento de química do 1° ano
Planejamento de química do 1° ano
 
824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4
824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4
824852218 anglo ef2_8ano_cad2_mp_fisica-4
 
Plano quinzenal 2 º ano
Plano quinzenal  2 º ano Plano quinzenal  2 º ano
Plano quinzenal 2 º ano
 
SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptx
SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptxSEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptx
SEQUÊNCIA DE ENSINO INVESTIGATIVA (SEI) – parte 1.pptx
 
Otm+físic..
Otm+físic..Otm+físic..
Otm+físic..
 
Otm física
Otm físicaOtm física
Otm física
 
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...
PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS RELATIVOS AO ENSINO DE NÚMEROS RACIONAIS EM NÍVEL DE ...
 
Dissertação kichow, i.v.
Dissertação kichow, i.v.Dissertação kichow, i.v.
Dissertação kichow, i.v.
 
Informática II
Informática IIInformática II
Informática II
 
Exercícios de nanociência
Exercícios de nanociênciaExercícios de nanociência
Exercícios de nanociência
 
Exercícios de nanociência
Exercícios de nanociênciaExercícios de nanociência
Exercícios de nanociência
 
OTMs física
OTMs  físicaOTMs  física
OTMs física
 

Mais de PROFESSOR JOSÉ ANTÔNIO PEREIRA - QUÍMICO

Mais de PROFESSOR JOSÉ ANTÔNIO PEREIRA - QUÍMICO (20)

Planejamento de matemática do 3° ano 1° bimestre 2012
Planejamento de matemática do 3° ano   1° bimestre 2012Planejamento de matemática do 3° ano   1° bimestre 2012
Planejamento de matemática do 3° ano 1° bimestre 2012
 
Planejamento de química do 3° ano 1° bimestre 2012
Planejamento de química do 3° ano   1° bimestre 2012Planejamento de química do 3° ano   1° bimestre 2012
Planejamento de química do 3° ano 1° bimestre 2012
 
Plano do 4° bimestre de quimica 3° ano
Plano do 4° bimestre de quimica 3° anoPlano do 4° bimestre de quimica 3° ano
Plano do 4° bimestre de quimica 3° ano
 
Plano do 4° bimestre de quimica 2° ano
Plano do 4° bimestre de quimica 2° anoPlano do 4° bimestre de quimica 2° ano
Plano do 4° bimestre de quimica 2° ano
 
Plano do 4° bimestre de quimica 1° ano
Plano do 4° bimestre de quimica 1° anoPlano do 4° bimestre de quimica 1° ano
Plano do 4° bimestre de quimica 1° ano
 
Plano de aula de química do 2° ano 3° bimestre - cem ary
Plano de aula de química do 2° ano    3° bimestre - cem aryPlano de aula de química do 2° ano    3° bimestre - cem ary
Plano de aula de química do 2° ano 3° bimestre - cem ary
 
Plano de aula de química do 1° ano 3° bimestre - cem ary
Plano de aula de química do 1° ano    3° bimestre - cem aryPlano de aula de química do 1° ano    3° bimestre - cem ary
Plano de aula de química do 1° ano 3° bimestre - cem ary
 
Plano de aula de química do 3° ano 3° bimestre - cem ary
Plano de aula de química do 3° ano    3° bimestre - cem aryPlano de aula de química do 3° ano    3° bimestre - cem ary
Plano de aula de química do 3° ano 3° bimestre - cem ary
 
Planejamento de ciências da natureza projovem urbano 2011
Planejamento de ciências da natureza   projovem urbano 2011Planejamento de ciências da natureza   projovem urbano 2011
Planejamento de ciências da natureza projovem urbano 2011
 
Modelo de relatório experimental em química
Modelo de relatório experimental em químicaModelo de relatório experimental em química
Modelo de relatório experimental em química
 
Avaliação de química do 3° bimestre 2° ano - av2
Avaliação de química do 3° bimestre   2° ano - av2Avaliação de química do 3° bimestre   2° ano - av2
Avaliação de química do 3° bimestre 2° ano - av2
 
Avaliação de química do 3° bimestre 3° anos - av4
Avaliação de química do 3° bimestre   3° anos - av4Avaliação de química do 3° bimestre   3° anos - av4
Avaliação de química do 3° bimestre 3° anos - av4
 
Avaliação de química do 3° bimestre 1° ano - av4
Avaliação de química do 3° bimestre   1° ano - av4Avaliação de química do 3° bimestre   1° ano - av4
Avaliação de química do 3° bimestre 1° ano - av4
 
Avaliação de física do 3° bimestre 2° ano av2
Avaliação de física do 3° bimestre   2° ano av2Avaliação de física do 3° bimestre   2° ano av2
Avaliação de física do 3° bimestre 2° ano av2
 
Sais IV
Sais IVSais IV
Sais IV
 
Sais II
Sais IISais II
Sais II
 
EXERCÍCIOS SOBRE SAIS
EXERCÍCIOS SOBRE SAISEXERCÍCIOS SOBRE SAIS
EXERCÍCIOS SOBRE SAIS
 
Trabalho de isomeria
Trabalho de isomeria Trabalho de isomeria
Trabalho de isomeria
 
Palestra sobre impactos ambientais urbanos
Palestra sobre impactos ambientais urbanosPalestra sobre impactos ambientais urbanos
Palestra sobre impactos ambientais urbanos
 
Sais e óxidos
Sais e óxidosSais e óxidos
Sais e óxidos
 

Último

PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalSilvana Silva
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 

Plano de aula de Física para 2o ano do Ensino Médio

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE GURUPI PLANO DE AULA BIMESTRAL Escola: Estadual Elesbão Lima Endereço: Av. São João Nº 361 Centro - CEP: 77485-000 Telefone: 3358-1184 Disciplina: Física Professor: José Antônio Pereira Série: 2ª Turmas: 2° ano 01 e 02 Bimestre: 1º Periodicidade: 24/01 à 25/04/2011 Nº. de aulas: 30 aulas Competência: • Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus papéis nos processos de produção e no desenvolvimento econômico e social da humanidade. • Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas. JUSTIFICATIVA: A Física é uma disciplina pura e aplicada, na qual está presente em nosso cotidiano, ou seja, faz parte de nossa vida, de forma clara, transparente, evidente mostrando sua face equacional e dedutiva. A Física pode ser mostrada de duas formas, o que chamamos de Física Teórica (explicação dos fenômenos através de algoritmos matemáticos, tabelas e gráficos) e a Física Experimental (explicação do fenômeno físico através da parte prática). A Física deve contribuir para a formação de sua cultura científica efetiva que permita ao individuo a interpretação de fatos, fenômenos e processos naturais, que possam ser elaborados através de modelos, onde estes podem ser construídos a partir da necessidade explicativa de evidencias, em relação direta com os fenômenos macroscópicos que se quer explicar. Cronograma de Aulas Nº Recursos Aulas Conteúdo Objetivo Habilidades Procedimentos metodológicos Didáticos Explanação do assunto, demostrando Diferenciar e conceituar calor e Será colocado um dos objetivos da aula no quadro e Livro didático, Noções de que a temperatura é, a grandeza temperatura, entendendo o calor como que o mesmo poderá permanecer até o final da Lista de temperatura, o calor física mais presente em nosso uma das formas de energia, o que é mesma, pois, desta forma o aluno familiarizar-se-á na vida e no cotidiano. fundamental para a compreensão do melhor aos conteúdos abordados. exercícios, ambiente quadro teórico da termodinâmica. Quadro branco Em seguida os alunos serão organizados em sala A importância do equilíbrio térmico de aula para as apresentações em slides no data e piloto, 30 no termômetro. Entender o funcionamento de show com o uso do dispositivo Power Point sobre a Materiais termômetros de diferentes modelos e introdução a Calorimetria, estreitamente ao calor e Demonstrar a diferença entre em diferentes escalas. temperatura, abordando a diferença entre elas. recicláveis e Transferência e temperatura e calor. de baixo custo fontes de calor Depois de assistido as apresentações em slides, A importância da dilatações para as Verificar e explicar a dilatação térmica. seguem as discussões sobre as temáticas citadas para a construções. A diferença entre calor com auxílio de livros, revistas, jornais, pesquisa na
  • 2. latente e calor sensível. Noções de temperatura, o calor na vida internet e criação de seus dados em tabelas e realização de e no ambiente Transferência e fontes gráficos sobre a amostra de uma população na área experimentos. de calor da Estatística e Distributiva Descritiva. TV, pendriver Os alunos serão divididos em grupos para a e notebook, resolução de algumas atividades complementares * (elaboradas pelo professor) e desenvolvimento de Cds e Dvds, experimentos práticos, como por exemplo, Vídeos, Slides determinar a quantidade de calor sensível e calor latente dispondo de água e alguns metais. Termômetros, Calorímetro, Não terminado em sala de aula, ficarão como atividades para casa, o relatório das atividades alguns metais, práticas realizadas seguindo a ABNT (Associação como por, Brasileira de Normas e Técnicas) lembrando que na próxima aula as mesmas serão cobradas e exemplo, ferro corrigidas, procurando assim sanar as dificuldades. e cobre. Poderá ser construído com os alunos mapas Laboratório de conceituais e esquemas com as principais palavras Informática. da aula apresentada, procurando assim revisar os conteúdos trabalhados para melhor fixação do processo de ensino-aprendizagem. Aplicação e Resolução de atividades, fixação, propostas, complementares e on-line com o objetivo de Mostrar à física como uma construção humana, uma ciência que procura descrever e controlar a natureza.
  • 3. Avaliação: Os alunos serão avaliados da seguinte maneira: avaliação conceitual (formativa): prova bimestral com questões objetivas e subjetivas com valor de 6,0 pontos; avaliação procedimental: através de 02 trabalhos escritos, com valor de 1,0 ponto cada um, totalizando 2,0 pontos e avaliação atitudinal: através da observação das atitudes e participação de cada aluno durante as atividades desenvolvidas em sala de aula e extraclasse, com pontuação de 2,0 pontos. Bibliografia: • Máximo, Antonio e Alvarenga, Beatriz. Física. S. Paulo: Scipione, 2008. vol. 2. • Bonjorno, José Augusto et al. Física História & cotidiano. S. Paulo: F.T.D.VOL. único • Física – Ferraro, Nicolau G. e Soares, Paulo A. T.; Ed. Atual, Volume Único. • PENTEADO, P. C. M; TORRES, C. M. A Física – Ciência e Tecnologia. V.2. São Paulo: Moderna, 2005. • KAZUITO; FUKE; CARLOS. Os alicerces da Física. V.2. São Paulo: Ed. Saraiva, 2007. • Gaspar, Alberto. Física 2; Mecânica. São Paulo, SP, Ed. Ática, 2000. • GREF: Grupo de Reelaboração do Ensino de Física. Física 2; Mecânica. São Paulo, SP, EDUSP, 1990. • Máximo, Antônio, Alvarenga, Beatriz. Curso de Física: Volume II. São Paulo, SP, Editora Scipione, 2000. • Paraná, D.N.S. Física: Mecânica II. São Paulo, SP, ed. Ática, 2000. • Talavara, A.C., Pozzani, L. Física: Mecânica II. São Paulo, SP, Nova Geração, 2002. • Física / vários autores. – Curitiba: SEED – PR, 2006. Dueré – TO, 27 de fevereiro de 2012. __________________________ ________ __________________________________ José Antônio Pereira Professor de Física Coordenador (a) Pedagógico(a)